quarta-feira, setembro 22, 2021

Gripen para o Brasil

Drone russo Okhotnik vai disparar mísseis contra alvos aéreos reais em 2021

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O drone de ataque russo Okhotnik (caçador) realizará pela primeira vez em 2021 testes de disparo de mísseis contra alvos aéreos.

“Os primeiros lançamentos de mísseis de um drone Okhotnik estão previstos para o segundo semestre de 2021. Trata-se de mísseis instalados no interior da fuselagem, de classe ar-ar, que já foram testados em um Su-57 e serão disparados contra alvos aéreos reais”, afirmou à Sputnik fonte do setor aeroespacial russo.

Também estão previstos testes de mísseis do tipo ar-terra, ressaltou a fonte.

O drone Okhotnik, desenvolvido pela empresa Sukhoi, conta com o mesmo motor turbofan que o dos caças Su-27.

O equipamento foi construído com materiais especiais que o tornam quase invisível aos radares.

De acordo com dados de fontes abertas, o equipamento tem 14 metros de comprimento, 19 metros de envergadura e seu peso de decolagem é de 20 toneladas. A velocidade do drone pode atingir 1.000 quilômetros por hora.

O primeiro voo do Okhotnik ocorreu em agosto de 2019, quando voou por mais de 20 minutos.

FONTE: Sputnik News

- Advertisement -

47 Comments

Subscribe
Notify of
guest
47 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antoniokings

Esse é o futuro da guerra aérea.

MFB

Master of the obvious…

João Augusto

aueheauhaeuaehuaehuhuaehueahuaeu

Nilton L Junior

Com certeza nesse futuro também haverá defesa para esse tipo de doutrina.

Eduardo

Tem defesa pra qualquer doutrina.

Mgtow

Os mestres do setor aeroespacial. Esse vetor é belo e assustador.
As forças armadas do mundo terão que fazer profundas remodelações em suas estruturas organizacional.
Primeiro criando em seus corpos divisões de Drones.
Segundo criando em seus corpos divisões anti Drones.
Quem não se atentar e ignorar essa realidade, será apenas alvo.
A mudança está em pleno curso senhores.

Last edited 8 meses atrás by Alexandre Galante
Antoniokings

Russos e chineses sendo rápidos e eficientes na questão da guerra aérea do futuro.
Drones com IA abatendo alvos aéreos e atacando instalações inimigas.
Enquanto isso, os EUA estão vindo com um improvável caça tripulado de 6ª geração (com ‘assistência’ de IA) que será certamente bem mais caro que o F-35 e que, muito provavelmente, apresentará os seus mesmos resultados deficientes.

Allan Lemos

Sonho seu, não é, colega? Ainda na década de 90 os EUA já voavam com o MQ-1 Predator e RQ-4 Global Hawk e em breve estarão operando o XQ-58A Valkyrie. Russos e chineses estão muito atrás dos americanos quando se trata de drones.

Fabio

Caro Allan , não adianta debater isso com ele . Ele simplesmente ignora toda a realidade existente e simplesmente não vê os fatos . Ainda digo mais , americanos operam drones desde a guerra do Vietnam , mais o amigo aí simplesmente ignora isso . Outro dia estava debatendo com ele sobre o Su-35 , que ele Sisma ser melhor que o F-22 e F-35 , depois de ficar sem argumentos ele partiu pro fato dos russos operarem um míssel hipersonico que destruiria toda a força americana , só esqueceu de mencionar que apenas 10 Migs-31 estão operacionais com o… Read more »

Allan Lemos

Verdade, Fábio.

Paulo

A Rússia hoje está a frente do EUA na área de mísseis hipersônicos.

Mas em menos de 5 anos estarão equiparados.

Vinicius Momesso

A Rússia vai parar com o desenvolvimento na aérea?

Last edited 8 meses atrás by Vinicius Momesso
Mayuan

Não mas certamente não tem o mesmo cacife de EUA e China.

Bosco

Paulo,
Russos e chineses julgam precisar de mísseis hipersônicos para penetrar as defesas americanas, já os americanos sequer sabem o que fazer com eles.

Vinicius Momesso

Você mesmo disse que os mísseis disponíveis no arsenal russo e americano já seriam suficientes para penentrar as defesas um do outro e que quando os problemas para se acertar alvos móveis fossem sanados, os mísseis hipersonicos seriam uma arma e tanto.

Last edited 8 meses atrás by Vinicius Momesso
Bosco

Só agora vi seu comentário. Acho que ficou meio confuso, mas vamos lá. “Você mesmo disse que os mísseis disponíveis no arsenal russo e americano já seriam suficientes para penetrar as defesas um do outro” Sim, isso é fato. Os dois lados têm mísseis balísticos capazes de penetrar as defesas sem precisar lançar mão da “tecnologia hipersônica” (lembrando que mísseis balísticos ICBM e SLBM são hipersônicos também). Só pra você ter uma ideia, o Bulava leva 6 MIRVs e 40 PENAIDS (dispositivos de auxílio à penetração), que são ogivas falsas , chaffs, etc. Um único submarino SSBN russo da classe… Read more »

Munhoz

Os misseis hipersônicos seriam uma arma de ataque com um perfil de penetração diferente, porem ambos os lados tem misseis de cruzeiro stealth e os balísticos, o que ocorre é que os russos não tem grana para competir com os EUA e nem mesmo com a China, então eles estão caminhando na maciota (não vão causar alarde) estão investindo em áreas sensíveis como os subs, na renovação de sua tríade nuclear, em corvetas com misseis de cruzeiro e sistemas terrestres de misseis de cruzeiro e balísticos para travar o seu entorno. Porem de nada vai adiantar isso pois quando a… Read more »

Mayuan

Não diria na maciota. Putin usa cada oportunidade possível para alardear tudo que a indústria russa produz e às vezes até o que ainda nem produz. Em resumo, faz o que se espera de alguém no lugar dele.

Mirade 1969

Duvido que ocorra uma guerra entre superpotências como a Rússia, os EUA ou a China mas se ocorrer não vai ser guerra convencional com os caças F35 combatendo os Sukhoi. Se houver vai ser na base do lançamento de mísseis em aniquilando as bases do inimigo. Os caças e outras estruturas e para conflitos menores e para vender para nações amigas, entre as duas potências atômicas funciona a disssuacao nuclear. Mesmo porque nenhum dos dois vai tentar invadir o país do outro pois iria morrer. Sabendo que o oponente pode eliminar todos os 500 F35 sem precisar perder um caça… Read more »

Yuri Dogkove
Yuri Dogkove

Verdade Paulo! Na área de mísseis hipersônicos a Rússia deita! E quem duvidar é fanboy que vive num mundo paralelo. https://www.airforcemag.com/hypersonic-hawc-wont-fly-by-end-of-2020-due-to-ongoing-test-problems/

Rfeng

Fico admirado pelo crença em que os sistemas americanos são infalíveis, numa guerra total com certeza as coisas não serão tão fáceis, fica a crença nos aviões invisíveis que só são invisíveis por que há um mapeamento dos radares pela inteligência antes dos ataques.

Antoniokings

Aparelhos guiados começaram a ser testado em 1910 na Alemanha em 1910.
O caso maior sucesso foi o Mistel, também alemão, usado na 2ª GM.
Mas, não é esse o caso.
A situação se refere a aparelhos autônomos baseados em I.A.
E nisso, chineses e russos estão investindo muito e assumiram a dianteira na corrida tecnológica.
Aliás, o maior número de patentes na área de IA pertencem aos chineses.
Agora, parem com essa mania pueril de endeusar tudo que é americano, pois eles perderam a dianteira em diversas áreas de desenvolvimento militar.
I’m sorry!
SQN

Fabio

Ninguém tá endeusando nada americano aqui meu caro . Aqui quem endeusa Rússia e china e vc . Vc sabe muito bem quanto a operação de drones e aeronaves não tripuladas pelos americanos . Ninguém nega o avanço chinês e russo na área mais vc faz questão de menosprezar os equipamentos americanos mesmo sabendo que eles estão operacionais a décadas .

Paulo

E você continua deslocado da realidade, pir causa de sua cegueira ideológica.

Q.E.D.

Nilton L Junior

Não faça comentário com lucides pois isso afeta a cognição dos que ainda vivem no século 20.

Antoniokings

Que nada!
Era o Golias.
kkkkkk

Paulo Drusnam

Mr. King, pare de sonhar e acorde

nonato

O colega tem certa razão.
Que drone americano pesa 20 toneladas e leva mísseis antiaéreos internamente?
Percebo na indústria ocidental de defesa muita burocracia.
Levam tempo demais para desenvolver armamentos.

Carlos Campos

Os EUA tem um drone que decola e abastece outros caças sozinhos, tem as maiores empresas de tecnologia do mundo, o nível de fusão de dados dos caças dos EUA são grandes desde 2000, eles já tem XQ 58 quase pronto ao mesmo tempo já tem Loyal Wingman, os EUA já tem drones que coletam dados de forma autônoma como aquele que o irã capturou, mas é a China que nem está com seu caça 5G que está na frente. sei……

Cristiano de Aquino Campos

Os Russos estão sendo muito mais pragmáticos do quê na era soviética. O drone, tem motor similar em tamanho ao do SU-57. Assim, eles podem ter um mesmo motor para todos os vetores e acredito que grande parte do drone tambem será assim.
Outra coisa e que eles decidiram criar um caça tripulado, menos furtivo porem, altamente manobravel, com maior capacidade de armas e com sensores de longo alcance e outra, mais furtiva para penetrar mais em espaço aéreo imimigo.

Paulo

O F 22 tem estas características.

Teropode

Há 20 anos , diga-se de passagem .

Defensor da liberdade

Todo mundo com um drone para chamar de seu, até com caraterísticas stealth, e Bananil quando terá um drone de ataque, se ainda não temos nem de vigilância?

Carlos Campos

de vigilância temos um pronto e feito com dinheiro privado, acho que por isso a FAB e o EB não querem.

Mayuan

Como você sabe se querem ou não? Você é General, Brigadeiro, Ministro?

XFF

Rússia está crescendo em todas áreas, desenvolvendo tecnologias de ponta. Enquanto isso, tem gente repetindo os velhos Fake News que a Rússia está quebrada e sem dinheiro.

Não ficaram esperando vacina da Europa e dos Estados Unidos pra vacinar a população deles contra Covid-19 como Brasil.

Mayuan

Aham. Essa parte do não esperaram é verdade mesmo! Nem pelos testes. Saíram vacinando geral e o teste foi direto na população. Bem científico e ético… #sqn. Se isso é feito aqui iam acusar o presidente de jogar poker com a vida das pessoas mas como é lá a galera vibra!

Rafael M. F.
thomaz.cwb

Me parece grande demais e lento demais para ala de um caça, mas uma opção viavel para operar como caça bombardeiro. Como os russo ficaram atras no desenvolvimento de drones, é um grande passo. Estou aguardando algo de mach 2 com metade desse tamanho, ai sim seria um adversario de respeito para um F-35 com loyal wingman.

Sergio Machado

Aparentemente há uma clara distinção entre o que EUA e Rússia projetam para o uso de drones. Enquanto os EUA trabalham mais voltados para o conceito de enxame, Moscou se inclina pra um vetorador de alvos avançado, servo de uma aeronave tripulada. Conceitos distintos para objetivos distintos. Nem melhor, nem pior. Em tempo: suspeito fortemente que o SU 57 seja dual e opere no modo drone. Se for, será outra tacada de mestre dos russos, lembrando que o Buran já era um drone avançado lá nos anos 80 e se perdeu no colapso da URSS.

Just looking

O novo hi-lo, dava pra fazer isso com um nEUROn versão Saab, manda o drone na frente controlado pelos gripen f para atacar alvos estratégicos e deixa os caças resolverem o resto

Yuri Dogkove
Vinicius Momesso

Não sei por que os EUA se preocupam com esses mísseis Hipersonicos? Como nosso grande mestre Bosco disse, o teatro de operações deste tipo de arma é muito pequeno nas forças armadas americanas. Um Tomahawk voando próximo ao solo/água é muito mais perigoso!

Samuel Asafe

Senhores, uma dúvida, tendo em questão os preços exorbitantes de hora de vôo, desenvolvimento e compra de caças de 5° geração tribulados, não seria interessante à países emergentes, como nós, a compra de somente drones stealth como o modelo russo e o estadunidense? Imagino se não seria possível uma leva inicial para a quebra das defesas antiaéreas composta somente meios não tripulados, e nossos griphen logo após para terminar o serviço.

João Augusto

A grande treta me parece ser o controle à distância do drone. Quer dizer: o troço tem que ter uma comunicação super encriptada ou então ser fechado (depois de inseridos os parâmetros da missão não tem cancelamento ou mudança de protocolos), este último, que acredito não ser o caso.

Sérgio Luís

Essa gazprom tá rendendo ao Putin!
Alemanha é quem tá bancando esse drone pelo gás fornecido.

Last edited 7 meses atrás by Sérgio Luís

Últimas Notícias

Embraer amplia o Programa Pool com a Cobham, da Austrália

Singapura – 22 de setembro de 2021 - A Embraer anunciou hoje a assinatura de uma extensão e ampliação...
- Advertisement -
- Advertisement -