sexta-feira, maio 14, 2021

Gripen para o Brasil

China e Paquistão realizam exercícios de guerra aérea

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Os Exercícios Militares Bilaterais Paquistão-China SHAHEEN IX 2020 começaram hoje. Caças, pilotos, controladores de defesa aérea e vários outros recursos da Força Aérea do Exército de Libertação Popular da China (PLAAF) e da Força Aérea do Paquistão estarão conduzindo exercícios militares de guerra aérea de interoperabilidade em larga escala. O slogan do exercício é “Lutar Juntos”.

A cerimônia de abertura do exercício foi presenciada conjuntamente pelo Vice-Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica (Operações), Vice-Marechal da Aeronáutica Waqas Ahmed Sulehri, e o Subchefe do Estado-Maior da PLAAF, Major General Sun Hong.

O General Hong observou que o exercício “melhorará o nível real de treinamento de combate e fortalecerá a cooperação entre as duas Forças Aéreas”.

AVM Waqas Ahmed Sulehri disse: “O exercício aumentará ainda mais a interoperabilidade de ambas as forças aéreas”.

Caças J-10C da 131ª Brigada Aérea, J-11BS da 16ª Brigada Aérea, cargueiros Y-20A da 13ª Divisão de Transporte, KJ-500 AWACS e aeronaves de Guerra Eletrônica da PLAAF estarão conduzindo o exercício com caças JF-17 Thunder, Dassault Mirages, F-7s e ZDK-03 Karakoram Eagle AWACS da PAF.

- Advertisement -

37 Comments

Subscribe
Notify of
guest
37 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antoniokings

A Índia está em péssima situação estratégia encaixotada entre dois grandes e poderosos inimigos.

Ronaldo Rangel Pires

Os aliados não vão deixar eles na mão. Fica tranquilo.

Antoniokings

Aliados?
A Índia não tem aliados.
O mais próximo dela é a Rússia.
E olhe lá!

Fabio Araujo

Rússia e EUA!

PCOA

Uma guerra é feita bem mais do que somente canhões.

A diplomacia é tão importante quanto.

Se vier a acontecer um conflito, os dois, EEUU e URSS podem intervir em seu favor, não necessariamente diretamente e miltarmente falando. Mas sim através de ações diplomáticas.

Mas é importante se manter bem armado, caso as palavras não dêem resultado.

Por isso ela compra o que há de melhor nas melhores lojas do ramo.

MFB

Mais uma brilhante colocação… #SQN Se você estudar um pouco de geografia, verá que a situação da China é complicada. Quem está cercado mesmo? Pelo amor de deus tonho.

Last edited 5 meses atrás by MFB
Defensor da liberdade

Quem vai socorrer a Índia? Japão e suas bonecas infláveis? Coréia do Sul e seu K-pop, com a Coréia do Norte fungando no pescoço dela? pelo amor de Deus…..

Andre

Talvez o Japão e seus F35, F15 e F2, seus submarinos, considerados os mais modernos diesel elétricos do mundos, seus destroiers AEGIS, seus “porta-helicópteros” Izumo. Ou a Coreia do Sul, com seus F35 e F15, seu K2, seu Haesenong…ou ainda, a ameaça de guerra nuclear em caso de guerra total.

De qualquer maneira, sem a China o Paquistão não tem a menor condição de enfrentar a Índia. Já a China, não precisa do Paquistão para isso.

Além disso, guerra total entre potências nucleares, só em vídeo game.

Defensor da liberdade

Tá bom, kkkkkkkkkkkkk a sorte da Índia são suas nukes.

Wagner

Japão socorrer a India numa eventual escalada de conflito com a China? Improvável.

Nostra

Lets broaden the horizon 1. In the 80s there was a push by Israel to destroy Pakistani nuclear facilities , unfortunately the Indian government developed cold feet. Lets put it this way the intent might still stand. 2. In the last year conflict post Indian airstrikes on Pakistan , let’s say assets ( I won’t identify the countries ) were jointly operating inside India ( specifically for electronic intelligence purposes ) 3. Few years back , a country ( maybe with Indian cooperation ) managed to sabotage the ballistic missile program of Pakistan extensively. So much so they managed to… Read more »

Wagner

As you said, Alliances are not simply for getting aid when a conflict starts. So, in case of a real “hot” war envolving China and India do you believe that Japan will really aid India in large scale, using japanese armed forces against China?

Antoniokings

Apesar do fato de de que Irã, Rússia, Repúblicas Centro-Asiáticas (es-soviéticas). Mianmar e Bangladesh terem ótimas relações e dependerem muito da China, apenas a China e Paquistão seriam suficientes para sufocar a Índia.
O próximo País a entrar nessa lista de amigos será o Afeganistão.
Lembre-se que a Ásia Central é área de influência quase que total de China e Rússia

Andre

Caminhando rapidamente para área de influencia da China e da Turquia, sobrando quase nada para a Rússia.

Nostra

You need to really work hard on

1. Realpolitiks

2. Geopolitics

3. Commonsense

All these is not some kid’s game , that one can zero sum.

And if suffocating a country like India is so easy , China and Pakistan would have done so long ago. Like in 1962, 1965, 1967, 1971, 1987, 1999, 2017, 2020.

And importantly say in the process of strangulating India , will anyone be willing to risk the possibility that the world or at the very least a large portion of the world might go out of existence in the bargain ?

Agnelo

👏👏👏👏👏👏👏

Andre

He lives in a parallel universe connect to ours thru this blogs

JagdVerband#44

Essas tuas lacradas são hilárias.

Andre

Talvez por isso ela esteja se aproximando tanto do ocidente, realizando, principalmente, exercícios navais junto com os EUA e Japão. Ela sabe que a Rússia é passado e a China o futuro.

A China está fazendo que seus vizinhos se aglutinem e se aliando a “putencias” como Paquistão e Irã.

Nostra

Russia has much to fear china , just because it is not publicly expressed in media , does not mean the concerns don’t exist .

Russia is now balancing her economic needs which has far greater priority given the circumstances than addressing the security concerns which might unfold in the future. Even than countermeasures have been put in place . One only needs to see the ballistic missiles placed along her south borders , whose range coincidentally covers only china.

The day Russian economy becomes strong enough to become independent , than one will see the push back more publically.

Last edited 5 meses atrás by Nostra
Nostra

Also India is simply increasing her options.

If Russia and west comes to her aid fair enough.

If only West comes to her aid fair enough.

If only Russia comes to her aid fair enough.

If Russia doesn’t come to her aid fair enough.

If West doesn’t come to her aid fair enough.

If Russia and west doesn’t come to her aid fair enough.

Point being defence lies in one’s own abilities , aid or no aid doesn’t matter if one is not strong enough to stand on one’s own feet.

Cristiano de Aquino Campos

Quem tem armas nucleares e misseis balistivos, não precisa ter medo de invasão.

Fabio Araujo

O Paquistão precisa urgentemente de caças mais modernos para fazer frente aos caças mais modernos da Índia!

Tutu

Esses Mirages 5 já estão fazendo hora extra.

JagdVerband#44

Paquistão não está nem aí para os milhares de muçulmanos em campos de concentração na China.

Nilton L Junior

Mentira, são campos de reeducação, no capitalismo de estado imperialista chinês vale a máxima do materialismo dialético liberal, onde há estado a religião é o lucro.

Last edited 5 meses atrás by Nilton L Junior
Antoniokings

Na verdade, ninguém liga.
Nem para as jaulas para crianças latinas nos EUA.

Nilton L Junior

Mas barbaridade

Nilton L Junior

A prática leva a uma boa doutrina.

Antunes 1980

Pelas imagens, os Estados Unidos não autorizaram o Paquistão utilizar seus F16, correto?

Alexandre Galante

Correto.

Victor

Fico P da vida com isso, mas… Quem compra ja sabe.

Outra observação que fiz foi o quanto o J7 ficou pequeno ao lado do J15!

Victor

Ops, na vdd me parece o J16

Nostra

US personnel’s are deployed inside the bases with F16s

Flogger

Será que os paquistaneses já deixaram os chineses avaliarem e dissecarem os F-16.

Leonardo Rodrigues

Acredito que além disso ainda tem a doutrina. Os paquistaneses tem uma boa escola advinda dos EUA.

Reportagens especiais

Poder Aéreo nos Estados Unidos: CAF AIRSHO – parte 2

Como dissemos na primeira parte desta reportagem, no nosso primeiro show aéreo nos EUA não pegamos um tempo muito...
- Advertisement -
- Advertisement -