Home Aviação Militar IMAGENS: Cerimônia do Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira

IMAGENS: Cerimônia do Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira

4149
100

Começam a chegar as imagens da cerimônia do Dia do Aviador e o Dia da Força Aérea Brasileira (FAB).

A data marca os 114 anos do primeiro voo do 14-Bis e homenageia os integrantes da FAB.

O evento realizado na Ala 1 – Base Aérea de Brasília, contou com a apresentação da primeira aeronave multimissão F-39E Gripen.

Este post será atualizado com novas imagens ao longo do dia.

Subscribe
Notify of
guest
100 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pablo
Pablo
1 mês atrás

Que dia senhores!!!!

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Pablo
1 mês atrás

2!!!!!!!!!

Tomcat4,2
Tomcat4,2
Reply to  Pablo
1 mês atrás

3!!!!!!!!!!!!!

Jonatas Galdino
Jonatas Galdino
Reply to  Pablo
1 mês atrás

4!!!!!!!!!!!!!!!

Silas
Silas
Reply to  Pablo
1 mês atrás

4

Jeferson
Jeferson
1 mês atrás

O vetor mais moderno da América Latina, Brasil apesar de suas limitações orçamentária aos poucos está evoluindo.

Pablo
Pablo
Reply to  Jeferson
1 mês atrás

O Gripen será um dos caças mais modernos da AMÉRICA, apenas atrás de poucas exceções no EUA.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Pablo
1 mês atrás

E com misseis Iris-T e Meteor, nem se fala!

Luiz Trindade
Luiz Trindade
1 mês atrás

Parabéns a FAB e repito quem inventou o avião foi Santos Dummont e não os irmãos Wrigth!

Matheus
Matheus
Reply to  Luiz Trindade
1 mês atrás

O 14 bis não fazia curvas, o Flyer dos irmãos Wright fazia curvas. A verdade dói mas o conceito de avião está mais ligado aos irmãos Wright.

Fulcrum
Fulcrum
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Quem não fazia era o flyer

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Fulcrum
1 mês atrás

Eu até ia falar isto, mas fiquei na dúvida, as vezes a idade nos trai… Abraços

Matheus
Matheus
Reply to  Fulcrum
1 mês atrás

Negativo. Da uma pesquisada na história do voo. Ele tinha leme, profundor e aileron. Se movimentava nos 3 eixos como um avião normal.

Last edited 1 mês atrás by Matheus
Flanker
Flanker
Reply to  Matheus
1 mês atrás

De qual dos Flyer vc está falando? O voo do primeiro sequer teve testemunhas!!!

Lopeziet
Lopeziet
Reply to  Matheus
1 mês atrás

14 Bis decolou e voou de forma autonoma, tinha energia propria, diante de uma multidao.

O aviao dos Wright foi catapultado, “voou” ate onde durou a energia da catapulta, diante de ninguem.

Isso doi muito em quem quer atribuir aos Wright esse mérito.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Lopeziet
1 mês atrás

O grande mérito de Santos Dummont foi justamente ter desenvolvido algo mais pesado que o ar voar pelos próprios meios e fez isso sem qualquer conhecimento acerca do que os Irmãos Wright estavam fazendo e ao mesmo tempo a visão filosófica do SDU, por mais romântica e utópica que fosse, era simplesmente fantástica. O vôo do Flyer foi diante de ‘ninguém’ mas foi bem documentado. Foi muito mais do que um planador. Voou mais longe e mais alto que o 14bis e por mais tempo. Posteriormente inventaram as superfícies de controle que até hoje são utilizadas. Fazia curvas, voava durante… Read more »

Flanker
Flanker
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

O voo do Flyer foi bem documentado por quem?

Matheus
Matheus
Reply to  Lopeziet
1 mês atrás

Voce esta bastante equivocado. O Flyer possuía um motor de 12HP que mantinha o voo.

Ele foi catapultado? Sim, como os caças embarcados dos porta aviões também são catapultados.

O 14 bis foi construído pra voar reto a baixa altura e fez isso por 220 metros, mas o avião dos irmãos Wright fazia curvas.

Isso não muda o fato dos feitos do Santos Dumont mas deixa os ufanistas tristes.

Flanker
Flanker
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Caças serem catapultados em porta-aviões é uma questao de opção operacional, para levar mais combustível e armas. Esses mesmos caças, quando operando em terra não precisam de catapultas.
O voo do 14-bis foi assistido por centenas de pessoas e documentado com fotos e vídeo. Qual a documentação e registro do voo do Flyer?
Não é questão de ufanismo……é tratar as coisas com o mesmo peso e a mesma medida…

BELMIRO VANZELLA JUNIOR
BELMIRO VANZELLA JUNIOR
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Nunca, o 14bis não usava catapultas e era um avião não um planador .

Matheus
Matheus
Reply to  BELMIRO VANZELLA JUNIOR
1 mês atrás

Os caças da marinha são catapultados também.

Flanker
Flanker
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Quando operando embarcados, sim. Mas, quando operando em terra, não precisam da catapulta, ao contrário do Flyer.

Roberto Medeiros
Roberto Medeiros
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Voar como o flyer voou, catapultado, até um guarda roupas de seis portas vôa. Quero saber é o depois. E ainda.por cima sem testemunhas? O vôo do 14 Bis foi testemunhado pela Academia de ciências da frança. E o do flyer? Ai fica facil, né?? Santos Dumont poderia ter dito q voou o 14 bis em minas gerais 5 anos antes. E as testemunhas? E a documentação? As mesmas q dizem q o flyer fez aquele prerenso vôo em Kitty Hawk.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Roberto Medeiros
1 mês atrás

Refizeram o 14 bis nos mesmo molde que foi criado e… VOOU… Fizeram a mesma coisa no flyer e pelo que vi no vídeo, NÃO VOOU… Testemunhas falam o que quiserem ou o que pagaram para elas falarem… já um vídeo da época não…Abraços

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Saldanha da Gama
1 mês atrás

nos não… NO..

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Roberto Medeiros
1 mês atrás

Eu duvido, que apenas 1 mero americano não diga que os irmãos foram os inventores….Mas a síndrome que o ilustre Nelson Rodrigues nos adjetiva, infelizmente…..

Matheus
Matheus
Reply to  Roberto Medeiros
1 mês atrás

O Flyer possuía um pequeno motor de 12 HP tendo a capacidade de mantê-lo no ar. Ele fazia curvas diferente do 14 bis. Ter sido catapultado não tira o mérito do feito pois nunca vi guarda roupas fazer curvas no ar e manter o voo. A propósito caças da marinha também são catapultado em porta aviões e nem por isso deixam de ser aviões. Seu argumento é fraco.

Last edited 1 mês atrás by Matheus
Roberto Medeiros
Roberto Medeiros
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Eu vi a curva que a reconstrução dele fez, no centenário do alegado vôo. Foi uma parábola muito feia. A do Guarda Roupas seria mais bonita. A única duvida q ficou para mim ali é como que o piloto sobreviveu…
E os caças navais sâo catapultados para ganhar velocidade, pq vc nâo tem.Porta aviões com 1 km de convés. Mas depois disso, voam.
Mas podemos encerrar esta discussão da seguinte forma. eu faço um vôo na replica do 14 Bis e vc na do Flyer. Depois conversamos, ok?
(P.S. favor colocar o seguro de vida em meu nome)

Flanker
Flanker
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Seu argumento de caças serem catapultados é que é fraco! Os caças embarcados, quando operando em terra, não precisam de nenhuma catapulta…..e todos os aviões tem rodas…..mesmo aqueles que possuem flutuadores, possuem rodas tb…..aqueles que possuem esquis para operar na neve, ttb tem rodas…….

Pablo
Pablo
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Esse teu argumento de caça catapultado e fraquíssimo, pra não dizer ridículo.
Como nossos A-4 voam se nao tem catapulta para lança-los??
O NAe russo, chinês e indiano nao tem catapulta também, como os caças conseguem levantar voo?

Guilherme Poggio
Reply to  Matheus
1 mês atrás

O Flyer I não fazia curva alguma. Aliás, não se sustentava no ar. As imagens que vemos do Flyer voando em circuito fechado são de uma versão muito posterior que voou muitos anos depois.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Guilherme Poggio
1 mês atrás

2!!!!

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Guilherme Poggio
1 mês atrás

Falou e disse..
Porquê alguns querem tirar o mérito do Brasileiro ?

Matheus
Matheus
Reply to  Antonio Palhares
1 mês atrás

Não é questão de tirar o mérito mas sim de negar a história. Santos Dumont foi um gênio mas não foi o primeiro a voar no mais pesado quero ar.

Last edited 1 mês atrás by Matheus
Flanker
Flanker
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Em um voo documentado, certificado, com centenas de testemunhas, que foi filmado e fotografado…..foi Santos Dumont o primeiro…..

Matheus
Matheus
Reply to  Guilherme Poggio
1 mês atrás

Em Paris em 1908 na apresentação deles e também do Santos Dumont o Flyer fazia curvas, era um modelo melhorado. Enquanto que o 14 bis voava reto e nivelado.

https://www.google.com/amp/s/www.hipercultura.com/santos-dumont-ou-irmaos-wright/amp/

Last edited 1 mês atrás by Matheus
Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Em 1908 já era o Flyer III que voava.
Nem o I, que planou supostamente em 1903, nem o II.

Flanker
Flanker
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Aí vc já está misturando as coisas para justificar sua opinião. Já não estamos falando de primeiro voo nenhum

Roberto Medeiros
Roberto Medeiros
Reply to  Guilherme Poggio
1 mês atrás

Poggio, eu fui irônico. A curva q eu quis dizer foi da trajetória de queda

Flanker
Flanker
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Conceito de avião? Hoje vc viaja em uma aeronave lançada por catapulta e quando ela pousa utiliza esquis no lugar de rodas? Por favor….

Marcos Cooper
Marcos Cooper
Reply to  Matheus
1 mês atrás

Pergunta: os aviões de hoje decolam como? Com trens de pouso ou catapultados a partir de um trilho?
Fim da questão!

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Luiz Trindade
1 mês atrás

2!!!!!!!!!!!!!!

Pecatoribus
Pecatoribus
Reply to  Luiz Trindade
1 mês atrás

Cara essa picuinha é pura tolice. Para começo de história, nem os irmãos Wright, nem Santos Dumont “inventaram” o avião. A virtude dos três foi reunir as descobertas de diversos pioneiros, somar às suas próprias genialidades e chegar a um produto final que funcionou. Tenho grande respeito e admiração pelo Santos Dumont, mas o 14 Bis era uma pipa motorizada. Como já foi dito por outros colegas voou (melhor seria dizer elevou-se no ar) a poucos metros de altura e por uns tantos metros. Um feito fantástico para a época. O Flyer I, era motorizado sim, e tal como o… Read more »

Flanker
Flanker
Reply to  Pecatoribus
1 mês atrás

O uso da catapulta não é irrelevante! Não é da natureza do avião, dá maneira que o conhecemos, decolar com catapultas! Ah, Mas é os aviões embarcados? Eles usam catapultas para não precisarem construir um convés de 600/700 ou 1000 metros! Os mesmos aviões embarcados, quando em terra, não precisam de catapulta. E nenhum avião usa esquis para pousar….as vezes usam esquis para uso na neve, mas as rodas estão lá tb. Olha para o Flyer e olha para o 14-bis. Examina a maneira como cada um decolou, voou e pousou. Qual dos dois se assemelha mais ao que conhecemos… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Flanker
Pecatoribus
Pecatoribus
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Caro Flanker, com todo o respeito, estamos falando dos primórdios da aviação. Não havia uma concepção única de como deveriam ser os mais pesados que o ar. O 14 Bis era “ao contrário” dos aviões de hoje. O Flyer I tinha esquis e um motor fraco, mas na minha opinião tinha uma aparência mais próxima dos aviões mais eficientesque vieram nos anos seguintes. Inicialmente o 14 Bis era atrelado ao Balão 14 para facilitar a decolagem. Vê a semelhança no uso de ajuda para decolar? Porém o arrasto gerado pelo balão não permitia que o Bis atingisse uma boa velocidade.… Read more »

Toni Cavalcante
Toni Cavalcante
Reply to  Pecatoribus
1 mês atrás

O Flyer I foi pilotado? Se não, creio que a curva foi um vento cruzado, porque não havia controle remoto na época.

Flanker
Flanker
Reply to  Pecatoribus
1 mês atrás

Eu entendo o que vc argumentou, mas como se discute aqui o primeiro voo, de forma documentada, com testemunhas e registrado oficialmente, eu considero que o 14-bis atingiu esse feito primeiro. E sua conformação, com rodas e decolagem por meios próprios são preceitos básicos do avião até hoje. Um abraço.

Jaguar Amarelo
Jaguar Amarelo
Reply to  Luiz Trindade
1 mês atrás

De acordo com o dicinário Aurélio avião é …”Aeronave utilizada como meio de transporte, equipada com asas, mais pesada que o ar e propelida por um (ou mais de um) motor de explosão, que aciona uma (ou mais de uma) hélice, ou por turbina a gás (nos modelos a jato), podendo aterrissar em solo ou na água, dependendo do tipo”.
Bom depois desta explicação e como diria o Cid Moreira:”Boa noite”

Ricardo Rosa Firmino
Ricardo Rosa Firmino
1 mês atrás

Parabéns FAB..Belas imagens..só estragpu..bom deixa pra lá…

Leandro Costa
Leandro Costa
1 mês atrás

Belo dia!

Mas a FAB ainda vai aprender à fazer transmissões ao vivo hehehehehe.

Ainda assim, as mensagens do Brig Bermudez e do Min. da Defesa foram boas. Bem vindo ao Gripen.

Nunão
Nunão
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

A geração de imagens e transmissão ao vivo foi da TV Brasil, que há anos não consegue transmitir direito nem desfile de 7 de Setembro. E olha que não faltam oportinidades de cerimônias dia sim e o outro também pra treinar.

Câmeras mal posicionadas, diretor aparentemente mais perdido que cachorro em mudanças. O show de horror de sempre.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Nunão
1 mês atrás

Por sorte eu não tenho acesso à TV Brasil. Fui direto no canal da FAB. Achei realmente estranho porque os vídeos da FAB no YouTube geralmente são bem produzidos, mesmo sabendo que são gravados e editados para fazerem o upload em seguida. Diria que a TV Brasil precisa treinar um pouco mais 😛

M65
M65
Reply to  Nunão
1 mês atrás

O pessoal da Tv Brasil precisa fazer estágio nas grandes redes de Tv aberta.

smichtt
smichtt
1 mês atrás

Ninguém aqui duvida da importância do acontecimento e de sua comemoração. Mas fico com um gosto meio amargo na boca quando vejo a quantidade de autoridades, discursos, entrega de medalhas (!), desfiles, etc, enquanto estou em frente a um BIMec vendo os recrutas sendo dispensados por falta de verba.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  smichtt
1 mês atrás

Qual o problema da entrega de medalhas? É uma data magna. Quer mais medalhas que nos EUA?

Alexandre
Alexandre
1 mês atrás

Estão desfilando d+, já passou da hora de entrarem em operação.

Welington S.
Welington S.
Reply to  Alexandre
1 mês atrás

O caça ainda está passando por testes em nosso território. Ainda vai demorar um bom tempo.

Alexandre
Alexandre
Reply to  Welington S.
1 mês atrás

Triste né…

Os 36 caças já deveriam estarem aqui em fase de testes, mas só temos 01 até agora…

Muito triste isso..

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Alexandre
1 mês atrás

Na verdade não. Está dentro do cronograma anunciado. Ter 36 caças em testes é complicado demais. Melhor fazer os testes com um pequeno número para homologar toda a frota de uma vez. IOC ano que vem.

Alexandre
Alexandre
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Não está, está bem atrasado infelizmente. Em 2025 é que teremos todos os 36 caças gripen do primeiro lote, o que se não houvesse atraso, seria já em 2021/2022.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Alexandre
1 mês atrás

Até onde eu sei, a finalização das entregas e FOC seria em 2024. Início das entregas das aeronaves de série e IOC seria 2021.

Pode ter mudado, mas ainda assim acho o atraso de um ano algo bem razoável, ainda mais que praticamente o Mundo inteiro perdeu esse ano (2020). Depois poste suas fontes, mas vou dar uma procurada nisso.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Alexandre
1 mês atrás

OBS.: NUNCA vi planejamento de ter os 36 caças em 2021/2022. Até porque isso não faria o menor sentido.

Alexandre
Alexandre
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Se o Brasil tivesse com um bom orçamento militar, com certeza daria.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Alexandre
1 mês atrás

Ou não. O Brasil já tem um bom orçamento militar. Só que gastamos demais em pagamentos ao invés de investimento. Mas normal. Faz parte. Pode ser que se o Brasil tivesse assinado com a SAAB antes, o projeto teria decolado antes. Mas uma vez assinado o acordo, as engrenagens assumiram velocidade própria porque o programa já estava sido financiado. A partir daí é o ritmo de desenvolvimento normal, que na minha opinião ocorreu com poucos problemas, se é que houveram. O programa está ocorrendo de forma transparente e está sempre sendo atualizado por SAAB/EMBRAER/FAB. A cadência na produção das aeronaves… Read more »

Flanker
Flanker
Reply to  Alexandre
1 mês atrás

Não misture as coisas…..

RCJ
RCJ
1 mês atrás

Dia do Aviador (Sueco)…
…pois até hoje só piloto sueco que voa o 1o Gripen E da FAB no Brasil.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  RCJ
1 mês atrás

Melhor que colocar alguém não-qualificado, né?

Pecatoribus
Pecatoribus
Reply to  RCJ
1 mês atrás

Engano seu. O Major Aviador Cristiano de Oliveira Peres, piloto de provas da FAB, voou o Gripen na Suécia em 20 de agosto passado.

Edson
Edson
Reply to  Pecatoribus
1 mês atrás

Pode até ter voado, mas um voo não dá a experiencia e qualificação para testes desse piloto sueco que, salvo engano, foi o primeiro piloto a voar um Gripen E.

Pecatoribus
Pecatoribus
Reply to  Edson
1 mês atrás

Meu caro, o Major Aviador Peres está lá treinando exatamente para isso, ser um dos pilotos de teste do Gripen no Brasil. 😉

Flanker
Flanker
Reply to  Pecatoribus
1 mês atrás

E daí? Se nao foi ele o puloto hoje, é porque não era para ser ele….era para ser o sueco. Ponto! Mas, que picuinha sobre quem era o piloto! Meu Deus!

RCJ
RCJ
Reply to  Pecatoribus
1 mês atrás

Leia minha frase : “no Brasil”. Não tem piloto brasileiro atualmente voando o 1o Gripen E da FAB no Brasil, qualificado para testes e voos.
Mesmo 6 anos após assinatura do contrato entre Brasil e Saab…

Guina
Guina
Reply to  RCJ
1 mês atrás

Tá, e daí?

Melkor
Melkor
1 mês atrás

Estou impressionado. Esse rasante é muito melhor do que as centenas de vídeos que já vi no youtube. Foi algo realmente expetacular. Os melhores 4 segundos da minha vida.🤡

João Fernando
João Fernando
Reply to  Melkor
1 mês atrás

Pois o bicho deu uma passada aqui em casa possivelmente vindo de São José dos Campos sentido capital SP, seguindo a Via Dutra. Espetacular o som da turbina. Nunca tinha ouvido nada igual

Jef2019
Jef2019
1 mês atrás

Parabéns a força aerea brasileira pelo dia do aviador e FAB…parabéns também pelo exitoso processo de licitação que resultou nesse espetacular caça…não se dobrou a pressões politicas escolhendo o que melhor se encaixava na estrutura da fab…e hj vemos o mais moderno e capaz caça da america latina aqui em nosso território…sempre acompanhei o processo fx e achei que nunca contemplaria essa realização…que venham mais lotes e tambem a versão naval para a MB.

Last edited 1 mês atrás by Jef2019
kaleu
kaleu
1 mês atrás

Não tenho vergonha de dizer, me correu um “lagrimon” naquela passagem baixa !!!!

Last edited 1 mês atrás by kaleu
Adriano silva
Adriano silva
1 mês atrás

Chupa! Chile.

Funcionário dos Correios
Funcionário dos Correios
1 mês atrás

Parabéns a FAB!!!! Feliz dia do Aviador.

ANDRE DE ALBUQUERQUE GARCIA
ANDRE DE ALBUQUERQUE GARCIA
1 mês atrás

Quem não se emocionou com essa passagem baixa, está mentido….rsrsrsrs

Rodrigo v freire
Rodrigo v freire
1 mês atrás

https://youtu.be/xSIy8Gm9Y4Q
Acompanhei de perto. Barulho dos motores muitooo alto. Foi show!!!

Rodrigo v freire
Rodrigo v freire
Reply to  Rodrigo v freire
1 mês atrás

Barulho do motor dá uma diferenciada em relação aos outros caças.

20201023_135357.jpg
Last edited 1 mês atrás by Alexandre Galante
Tomcat4,2
Tomcat4,2
1 mês atrás

Assisti ao evento todinho pelo celular.rs
Na hora da passagem do Gripen E, o som da turbina da máquina até arrepiei aqui e , realmente, quem não se emocionou não pode se dizer tão fâ de aviação militar não viu.
Parabéns FAB//Brasil por finalmente entrarem no estado da arte da aviação de transporte e caça!!!
Bem vindo Gripen e que seja glorioso o seu reinado nos céus do Brasil impondo respeito nos céus da AL !!!

Desc
Desc
1 mês atrás

Parabéns a FAB.
Esperava a muito tempo este dia…
Que venham logo os 36 …para dar descanso merecido aos bravos F5.
Mas 36 ainda é pouco pelo tamanho do nosso Brasil.

Vamos lembrar que além dos F5, os A1 também não duram muito,assim como os A4 da Marinha
E dependendo do governo que estará no poder depois de 2025…ficaremos somente com 36.

RCJ
RCJ
1 mês atrás

E os pilotos brasileiros habilitados a voar o Gripen E no Brasil ?
Nada ?
Contrato do Gripen NG para o Brasil foi assinado em 2014.
6 anos e não teve tempo de preparar os pilotos brasileiros voando Gripen E Demo, protótipos e os 1os de produção ?

Last edited 1 mês atrás by RCJ
Guina
Guina
Reply to  RCJ
1 mês atrás

Ata você quer que a FAB tenha uma turma completa habilitada para voar um avião que ainda não está totalmente homologado e operacional. Procure outra coisa pra malhar, porque aí você falou muita besteira. O contrato foi assinado em 2014, mas e o primeiro voo foi quando? A certificação foi quando?

Flanker
Flanker
Reply to  Guina
1 mês atrás

Exatamente!!

RCJ
RCJ
Reply to  Guina
1 mês atrás

Acompanho o program Gripen NG desde 2007. Sei das datas exatas que você pergunta e várias outras.
Gripen Demo voa há muito tempo. Há alguns anos os 1os protótipos do Gripen E.
Por que nenhum piloto brasileiro participou no desenvolvimento do Gripen E desde 2015 ? Mesmo que voasse Gripen Demo ?
Já que estamos pagando pelo desenvolvimento do Gripen NG, não é compra de prateleira, certo ?

Last edited 1 mês atrás by RCJ
JT8D
JT8D
Reply to  RCJ
1 mês atrás

É isso aí camarada, vamos problematizar!
Pra que comemorar um dia tão especial, esperado há anos? Vamos ficar fazendo perguntinha besta pra aparecer! Quer uma melancia pra pendurar no pescoço?

Flanker
Flanker
Reply to  JT8D
1 mês atrás

Exatamente! Quando não tem problema, cria -se!

João Bosco
João Bosco
1 mês atrás

Essa é uma aeronave bonita e de respeito….

Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 mês atrás

É muito bonito ver o Gripen com nossas cores no nosso céu, logo teremos alguns esquadrões!

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
1 mês atrás

Bem legal, que seja o inicio de uma bela trajetória.

João Adaime
João Adaime
1 mês atrás

É difícil dizer quem inventou o avião. Mais difícil ainda dizer quem fez o primeiro voo. Na verdade um dos que primeiro voaram foi o alemão Otto Lilienthal, que na década de 1890 realizou centenas de voos com seus planadores. Aliás, o seu conceito de planador foi copiado pelos irmãos Wright. O primeiro voo com motor pode ser atribuído ao alemão que residia nos Estados Unidos Gustave Whitehead, que segundo jornais de 1901 publicaram, realizou seus voos em Connecticut. Cabe destacar que o primeiro avião produzido em série foi o Demoiselle de Santos Dumont, este sim um avião já dentro… Read more »

mazzeo
mazzeo
1 mês atrás

Ironia mode ON;
“Pelo menos ninguém vai reclamar do Patch comemorativo, afinal o IRST está lá, bem claro !”
Ironia mode OFF:
kkkkkkkkkkkk

Last edited 1 mês atrás by mazzeo
Flanker
Flanker
Reply to  mazzeo
1 mês atrás

Exato! Quem sabe parem de reclamar por uns tempos….

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Faltou reclamarem da pintura…

Jaguar Amarelo
Jaguar Amarelo
1 mês atrás

Rasante do Gripen na cerimônia de entrega foi um momento “orgasmático”…rsrsrs

Pablo Maroka
Pablo Maroka
1 mês atrás

Será que vão vender essa bolacha?

Quero colocar uma no meu terno e sair na rua.

Osvaldo Marcilio Junior
Osvaldo Marcilio Junior
1 mês atrás

Seja muuuuito bem vindo Gripen e Parabéns à nossa Força Aérea Brasileira!!