Home Aviação de Ataque Nigéria negocia mais caças JF-17 com o Paquistão

Nigéria negocia mais caças JF-17 com o Paquistão

4238
77
JF-17 Thunder com seu armamento no China Air Show

Por Muhammad Abdullah

A Nigéria comprou 3 caças JF-17 Block II, com o negócio sendo formalmente iniciado em março de 2019. Não foi um grande negócio de defesa, já que a Nigéria o comprou para fins de teste.

Mas agora há notícias não oficiais de que a Nigéria está negociando com o Paquistão 40 desses magníficos jatos, juntamente com mísseis BVR SD-10, bombas de precisão não guiadas e guiadas e pods de mira.

Algumas reportagens dizem que o número é muito menor, como 7 aeronaves. Mas nada foi confirmado ainda. Mas uma coisa confirmada é que o JF-17 Thunder é agora testado em combate, pois superou os jatos superiores indianos, como o Su-30 MKI.

Se o Paquistão tiver sucesso em vender este grande número, isso será histórico e renderá enormes lucros para o país. Além disso, este negócio pode aumentar a confiança de outros compradores em potencial. Este negócio também pode ser uma grande vergonha para a Índia, já que seus próprios caças Tejas não têm atraído tanto interesse em todo o mundo.

Não apenas a Nigéria, mas 12 outros países também demonstraram interesse em comprar esta fantástica máquina de guerra a preços acessíveis. Esses países já manifestaram interesse em adquirir a aeronave JF-17: Azerbaijão, Zimbábue, Bangladesh, Mianmar, Egito, Irã, Líbano, Malásia, Marrocos, Sri Lanka, Argélia e Sudão.

Míssil SD-10A
Target pod WMD-7
JF-17 da Nigéria

FONTE: positivepaknews.blogspot.com

Subscribe
Notify of
guest
77 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Zen
Zen
15 dias atrás

Fastastica arma? Um pouco menos né!

J R
J R
Reply to  Zen
14 dias atrás

olha a fonte: positivepaknews. rsrsrs

Funcionário da Petrobras
Funcionário da Petrobras
15 dias atrás

Pelos elogios fora do comum, achei por um momento que a fonte seria o Sputnik News

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Funcionário da Petrobras
15 dias atrás

Acredito que essa seja a versão Paquistanesa do Sputnik.

Nostra
Nostra
Reply to  Funcionário da Petrobras
15 dias atrás

The most funny thing in all these is how the rumours started – a reddit post by a Nigerian fanboy posting his imaginary defence budget.

https://www.reddit.com/r/GlobalPowers/comments/ghr7ci/summary_nigeria_military_procurement_end_of_2024/

Later from 7 jf17 it increased to 40 jf17 as the rumours travelled

12499839_screenshot78_jpeg6cc8c69d1a03c906458a80383ee6b082.jpeg
Last edited 15 dias atrás by Nostra
Gabriel BR
Gabriel BR
15 dias atrás

O custo beneficio é bom mesmo.

Eduardo
Eduardo
Reply to  Gabriel BR
15 dias atrás

Custo x Benefício é uma coisa, tornar o avião um concorrente do F35 já é outra…

Andre
Andre
Reply to  Eduardo
15 dias atrás

Concorrente do su30, não do f35

Eduardo
Eduardo
Reply to  Andre
14 dias atrás

Era uma ironia dada a chamada inicial do texto.

J-20
J-20
Reply to  Eduardo
15 dias atrás

Mas não tem nada na região da Nigéria que chegue muito perto do F-35. O JF-17 não terá contestação de poder nessa aérea, já que no melhor dos casos, os países vizinhos usam Su-25.

Andre
Andre
Reply to  J-20
14 dias atrás

Contra a velharia soviética, o JF-17 vai dominar a região.

Eduardo
Eduardo
Reply to  J-20
14 dias atrás

Era uma ironia dada a chamada inicial do texto.

João Bosco
João Bosco
15 dias atrás

Será tão fantástica essea aeronave?

Fernando Turatti
Fernando Turatti
15 dias atrás

Com uma fonte dessas, me senti numa discussão de twitter entre indianos e paquistaneses.

Leonel Testa
Leonel Testa
Reply to  Fernando Turatti
15 dias atrás

Praticamente um F 22 . Que beleza !!!!!!

Marcelo M
Marcelo M
15 dias atrás

Pelo que vi, custa a partir de USS 25 mi. Preço similar ao Leonardo M346 que tentam oferecer pra FAB. Um caça moderno a preço de treinador/ataque leve. Não tenho dúvidas de que está longe de ser “magnífico”, mas para quem não tem muito pra gastar pode ser uma boa opção.

Eduardo
Eduardo
Reply to  Marcelo M
14 dias atrás

Acho que custo x benefício define bem esse vetor. Depende da região que se queira projetar força, está mais do que bom.

Gilmar
Gilmar
15 dias atrás

…testados em combate pois superou os jatos indianos SU-30 MKI.

Pode isso Arnaldo???

Marcelo Silveira 75
Marcelo Silveira 75
Reply to  Gilmar
15 dias atrás

A regra é clara!
Desafiou o Tejas, voou na Cachemira(área de conflito)”fez graça” para operador de radar indiano, fez acionar os PCs do SU-30, sobreviveu, fez o pouso.
Recebe o selo de “Provado em Combate “!

Maurício.
Maurício.
Reply to  Marcelo Silveira 75
14 dias atrás

Marcelo, eu gosto do Rafale e do F-18 Super Hornet, mas o selo de “provado em combate” deles tá no mesmo nível desse JF-17, só tacaram bomba em terroristas de AK e havaianas.
O mesmo serve para o F-22, F-35, Su-35, Su-57 e por aí vai.

Wagner
Wagner
Reply to  Maurício.
14 dias atrás

O engraçado é que trilhões de dólares depois os americanos ainda não conseguiram zerar o pessoal de ak e havaianas em lugar nenhum.

MestreD'Avis
MestreD'Avis
Reply to  Maurício.
14 dias atrás

O Super Hornet abateu um Su-22 o ano passado- Pode ser um adversário fácil mas conta. Anda há 20 anos a voar acima do Iraque, Afeganistão, Siria… Largando bombas, fazendo CAP, Intercepção. Provado em combate não é só dogfight, é funcionar em ambiente contestado, ir, fazer missão e voltar. Se o Rhyno não é provado em combate, nenhum avião nos ultimos 40 anos é

Maurício.
Maurício.
Reply to  MestreD'Avis
14 dias atrás

Mestre, sério mesmo que você está contabilizando o abate daquela “sucata” soviética? Tá bom, abate é abate, mas o F-18 teve que gastar um aim-9 e um aim-120 para derrubar o Su-22, isso que o Su-22 provavelmente nem viu que tinha um caça atrás dele, provavelmente o aim-120 custa mais caro que aquele Su-22.
O JF-17 se eu não me engano estava naquele combate contra os caças da índia, onde todo mundo atirou um monte de mísseis e a única coisa abatida foi um velho mig-21.

MestreD'Avis
MestreD'Avis
Reply to  Maurício.
14 dias atrás

Mauricio, eu posso não contabilizar, mas é o unico abate por um SH. Mesmo se formos buscar o Hornet não fica muito melhor. Nos ultimos 30 anos é dificl um avião ter um combat record contra outros caças. Mas não acho que o SH precise disso para ser provado em combate. Como eu disse, ele cumpriu as suas missões e mostrou do que é capaz. Não me lembro do JF-17 ter estado nessa acção, penso terem sido apenas F-16 mas posso estar enganado. E lá está, é 1 missão. P.S. Erro meu, o F-18 Hornet tem o melhor combat ratio… Read more »

Marcelo Silveira 75
Marcelo Silveira 75
Reply to  Maurício.
14 dias atrás

Maurício!
A diferença do selo JF-17, para o selo de provado em combate do SH-18 e Rafale.
É que os SH e Rafale vem carimbando no peito a insígnia da Medal of Honor!

Astolfo
Astolfo
15 dias atrás

A melhor forma de tirar a credibilidade do seu produto é ficar elogiando-o de forma completamente desnecessária.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Astolfo
15 dias atrás

Então aquele pessoal do marketing dos EUA é péssimo, porque eles são os piores entre os que fazem este tipo de coisa!

MestreD'Avis
MestreD'Avis
Reply to  Agressor's
14 dias atrás

Já ouvimos algum alto responsável militar dos EUA dizer que um dos seus aviões é invencivel? Que os inimigos tremem de medo do F-22? Que os novos classe Columbia vão fazer tremer de medo os inimigos?
Tirando o idiota da Casa Branca dizer que o F-35 era invisivel, que quase levou um general da USAF a fazer um face palm na TV, nunca ouvi isso deles.
Dizer que o equipamento é de vanguarda é diferente de dizer que é imbativel e fantástico

MestreD'Avis
MestreD'Avis
15 dias atrás

A noticia é interessante, mas seria mesmo necessário retirar de um site de propaganda Paquistanesa?? Menos…

Amanha surge noticia de Putin comprando umas duzias de JF-17 para substituir os seus agora inuteis Su-30.

Maurício.
Maurício.
15 dias atrás

Pelo visto contrataram aquele comandante sueco que falou que o Gripen é matador de Sukhoi para fazer a propaganda do JF-17…rsrsrs

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Maurício.
15 dias atrás

HAHA, não duvide que o Gripen pode ser matador de Sukhois

Maurício.
Maurício.
Reply to  Heinz Guderian
15 dias atrás

Heinz, tem exageros nessa matéria sobre as qualidades do JF-17 assim como tem exageros quando dizem que o Gripen é um faixa preta matador de Sukhoi, cada um faz o que pode para puxar a sardinha para o seu lado.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Maurício.
15 dias atrás

Só que o Gripen foi realmente desenvolvido para desafiar o Sukhoi,e outros caças russos.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Allan Lemos
14 dias atrás

Allan, desafiar é uma coisa, virar “matador” é outra, o Sukhoi Su-57 foi feito para “desafiar” o F-35 e F-22, nem por isso ele é um matador de Raptor e Lightning.

Antoniokings
Antoniokings
15 dias atrás

Parece que esse caça vem mostrando valor e conquistando clientes no exterior.

Teropode
Reply to  Antoniokings
15 dias atrás

Sim , sim 🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣, só párias , tirem o Irã da lista , os Persas não são vira-latas , o nível lá é outro , com teocracia ou não . Basta olhar o nível das faculdades iranianas .

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
14 dias atrás

Sim, Sim…..melhor que o F-16, né….que vc vive chamando de obsoleto…….quanto um e o outro venderam nos últimos 10 anos? 5 anos? Agora, vender algumas unidades….que nem certeza se tem de quantas são……para a Nigéria…….torna ele um caça moderno e vendido para um país importantíssimo? Ora…..Se fosse o F-16, vc diria que é um avião obsoleto e que só é vendido para países párias…. que coerente, né? SQN

.

Last edited 14 dias atrás by Flanker
Charles
Charles
15 dias atrás

Segundo a mesma fonte, a Argentina tá comprando 40 desses…

Roberto Pinheiro
Roberto Pinheiro
Reply to  Charles
15 dias atrás

Acho que a mesma fonte sugere que a Argentina vai comprar uns 80 JF-17 ….

J R
J R
Reply to  Roberto Pinheiro
14 dias atrás

Dependendo do nível da propina a Cristina compra até 100, basta ter um louco pra ser fiador. rsrs

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
15 dias atrás

Alguém poderia dizer a qual aeronave o JF-17 poderia ser comparável?

_RR_
_RR_
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
15 dias atrás

Adriano,

Não há muito comparativo hoje… Talvez possamos colocar no mesmo balaio as versões mais simples do F-16 ( talvez um ‘block 50’ ) e só…

Essa aeronave pode até ser colocada em uma categoria a parte. Foi claramente concebida pra ser um “pé de boi” e fazer números em forças aéreas que não tem recursos para operar caças avançados em grandes quantidades. Fosse dado o impulso necessário a sua produção, e poderia ser o novo Mig-21…

Tomcat4,2
Tomcat4,2
Reply to  _RR_
15 dias atrás

Tbm penso eu ser este o Mig-21 do século XXI . 😉

Teropode
Reply to  Tomcat4,2
15 dias atrás

Mas o Mig 21 abateu um F 16.

Glasquis7
Reply to  _RR_
15 dias atrás

Putz! se chegar ao nível do 16 Block 50 então, a propaganda não está tão exagerada assim. Ainda mais se for 25 milhas cada.

Pelo menos eles produziram seu próprio caça a reação e estão conseguindo vender. Poucos países tem esse privilégio.

J R
J R
Reply to  Glasquis7
18 horas atrás

Na verdade ele é produzido na China

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  _RR_
14 dias atrás

obrigado RR…

DSC
DSC
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
15 dias atrás
ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  DSC
14 dias atrás

obrigado DSC…

Marcelo Silveira 75
Marcelo Silveira 75
15 dias atrás

Esse JF-17 pode até ser de qualidade duvidosa.
Más é tão bonito quanto o Mirage 2000-5 MK2.

Vampire
15 dias atrás

“Mas uma coisa confirmada é que o JF-17 Thunder é agora testado em combate, pois superou os jatos superiores indianos, como o Su-30 MKI”.

Quando e onde? Caô puro, isso nunca aconteceu.

oswaldo
oswaldo
15 dias atrás

Melhor que o Su 30 Indiano?? ahh va! kkkkk

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
15 dias atrás

Argentina, tá ouvindo???

fewoz
fewoz
15 dias atrás

Para países pobres, está ótimo. Mas pra combater o Boko Haram, o Super Tucano já deve ser suficiente…

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
15 dias atrás

“…40 desses magníficos jatos…” e “… fantástica máquina de guerra…” Fab desista do 2o lote de gripen e até mesmo um de 5a geração, J17 é a solução…. Que eua, venezuela, rússia, frança e o resto do mudo se cuidem…..

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Saldanha da Gama
15 dias atrás

kkk, já devem estar tremendo, kkk.
Estou me referindo à França, Rússia, EUA. Venezuela não conta, os caças deles ainda voam? Se voam, os pilotos venezuelanos conseguem fazer algo de útil para eles mesmos, com os caças? França, Rússia, EUA, passariam por cima do JF e nem notariam que atropelaram algo.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Alexandre Cardoso
15 dias atrás

kkkk verdade, mas não se esqueça…40 desses magníficos jatos e fantástica máquina de guerra que atropelou sem pena os su30 indianos. abraços

Fabio Araujo
Fabio Araujo
15 dias atrás

Essa fonte é paquistanesa? Pelo nível de propaganda parece!

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Fabio Araujo
15 dias atrás

A fonte é Paquistanesa sim.

Adriano
Adriano
15 dias atrás

Vergonha alheia desse texto.

André
André
15 dias atrás

Muito exagerado nos adjetivos mas sem dúvida é um excelente custo benefício, muito melhor que o tejas e provavelmente no mesmo nivel de aviões russos nao atualizados

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  André
15 dias atrás

Para quem precisa de algum vetor supersônico ( como a Argentina ) é uma possibilidade a ser estudada.

Hellen
Hellen
15 dias atrás

Nessa venda ai poderia esta incluso a venda do no nosso missil anti radiacao Mar-1 para a nigeria,mais preferirão descontinuar a fabricação do missil !!!

Flanker
Flanker
Reply to  Hellen
14 dias atrás

Preferiram* é o correto….preferirão seria se eles fossem preferir no futuro….

J-20
J-20
15 dias atrás

O sucesso do JF-17 se deve mais ao fato dos pilotos paquistaneses serem bons do que necessariamente uma superioridade tecnológica frente ao Su-30MKI.

Luiz Floriano Alves
Reply to  J-20
14 dias atrás

No combate digital, mais vale os aniônicos do que a uélila. Se um MIG21 da Índia abateu um F-16 do Paquistão foi devido aos sistemas instalados por Israel. A integração de armas avançadas torna a aeronave capaz.

Flanker
Flanker
Reply to  Luiz Floriano Alves
14 dias atrás

O que seriam aniônicos? Sei o que sao, mas no caso, acho que nao cabe. E uélila? Seria por acaso aviônicos e célula?

ZAMZAM_PAMPA
ZAMZAM_PAMPA
14 dias atrás

Fosse eu piloto de Gripen, não gostaria de ter uma aeronaves dessas na minha cola. O problema é que a contaminação ideológica e o vassalismos reinante só ver virtudes nas aeronaves ocidentais!

Last edited 14 dias atrás by ZAMZAM_PAMPA
Mayuan
Mayuan
Reply to  ZAMZAM_PAMPA
14 dias atrás

Se fosse piloto de Gripen, não estaria aqui falando essa bobagem.

Flanker
Flanker
Reply to  ZAMZAM_PAMPA
14 dias atrás

Gripen C, com o MS20? Eu preferiria estar no Gripen, com certeza!

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  ZAMZAM_PAMPA
14 dias atrás

se você fosse um piloto de Gripem e permitisse que esse caça entrasse na sua cola, você não seria um piloto muito bom…

Rafael M. F.
Rafael M. F.
14 dias atrás

positivepaknews.blogspot.com

Sério isso? Um blog?

Nada contra a aeronave simpática, mas vamos melhorar a fonte aí…

Entusiasta Militar
Entusiasta Militar
14 dias atrás

Para o Paquistão o caça JF-17 Block II é sem dúvida um excelente avião local, principalmente no teatro de operação chino/indiana caríssimo que não da prá competir.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
14 dias atrás

Acredito que, pelo andar da carruagem, um dia esse caça vai voar com o cocar da Força Aerea Argentina um dia…

Kwong
Kwong
12 dias atrás

Bom dias.
Não entendo muito, quanto a maioria. Mas seriam viáveis para interceptação de voos clandestinos no lugar dos tucanos, pois tem os mesmos preços ? Pois são mais rápidos? Pouparia os gripens para missões de mais alto nivel. É penso que estes seriam caros demais para fazer policiamento.
Abraços.

Argos
Argos
Reply to  Kwong
9 dias atrás

Para isso seria melhor manter os F-5 atualizados. Já temos os aviões e o conhecimento.

Henrique
Henrique
9 dias atrás

Gripen podia concorrer nesses mercados. Mas ele não tem uma boa produção pra abaixar o preço, sem encomenda não tem como produzir mais pra abaixar o preço… O grifo está preso nesse círculo vicioso.