Home Aviação de Caça Primeiro Gripen Brasileiro voa no Brasil

Primeiro Gripen Brasileiro voa no Brasil

3822
52

Hoje, 24 de setembro, o primeiro Gripen E Brasileiro, chamado de F-39 Gripen pela Força Aérea Brasileira (FAB), concluiu seu primeiro voo no País. O caça voou do aeroporto de Navegantes (SC) para a planta da Embraer em Gavião Peixoto (SP).

A apresentação oficial da aeronave está prevista para ocorrer durante a cerimônia do Dia do Aviador e da Força Aérea Brasileira, comemorados no dia 23 de outubro.

“A chegada do Gripen no Brasil e o seu primeiro voo são marcos importantes no Programa Gripen. Estamos orgulhosos dessa jornada ao lado de profissionais tão qualificados e comprometidos dos dois países”, comemora Micael Johansson, presidente e CEO da Saab. “Nós estamos seguindo o cronograma de entrega dos caças e mantemos o nosso compromisso de longo prazo com o Brasil”.

O Presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança, Jackson Schneider, destacou o âmbito dessa parceria.

“A Embraer desempenhará um papel de liderança na execução do programa Gripen no Brasil e será responsável pelo trabalho de desenvolvimento de sistemas, integração, testes de voo, montagem final e entrega das aeronaves de forma a apoiar a operação da Força Aérea Brasileira. Como parte da transferência de tecnologia o Programa Gripen será uma grande oportunidade para aumentar nosso conhecimento no desenvolvimento e manufatura de uma aeronave avançada de combate”.

O Ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, também destacou a importância do compartilhamento de experiências por meio da cooperação entre Brasil e Suécia.

“O Gripen aumenta a capacidade operacional da Força Aérea Brasileira e impulsiona uma parceria que fomenta a pesquisa e o desenvolvimento industrial dos dois países”, declarou o Ministro da Defesa.

Para o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, a chegada da primeira unidade da aeronave F-39 Gripen é um grande marco para o projeto.

“É uma imensa satisfação para a Força Aérea Brasileira ver esta aeronave voando em território nacional. O F-39 Gripen, novo caça multimissão da Força Aérea Brasileira, será a espinha dorsal da Aviação de Caça e veio para reafirmar o compromisso da FAB em manter a soberania do País, defendendo os vinte e dois milhões de quilômetros quadrados sob sua responsabilidade”, ressalta Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez.

A partir de agora o programa de ensaios irá incluir o Centro de Ensaios em Voo do Gripen (GFTC, do inglês Gripen Flight Test Center) na Embraer, em Gavião Peixoto (SP), que será totalmente integrado ao programa de ensaios que já está em andamento na Saab, em Linköping, Suécia, desde 2017. As atividades no Brasil incluem testes nos sistemas de controle de voo e de climatização, assim como testes na aeronave em condições climáticas tropicais. Além dos ensaios que são comuns às aeronaves do Programa Gripen E, serão testados no Brasil características únicas das aeronaves brasileiras, como integração de armamentos e o sistema de comunicação Link BR2 – que fornece dados criptografados e comunicação de voz entre as aeronaves.

Os primeiros caças serão entregues à Força Aérea Brasileira, na Ala 2, em Anápolis (GO), a partir do final de 2021.

O Programa Gripen

A parceria com o Brasil começou em 2014, com um contrato para o desenvolvimento e produção de 36 aeronaves Gripen E/F para a Força Aérea Brasileira, incluindo sistemas, suporte e equipamentos. Um amplo programa de transferência de tecnologia, que está sendo executado em um período de dez anos, está impulsionando o desenvolvimento da indústria aeronáutica local por meio das empresas parceiras que participam do programa Gripen Brasileiro.

Os caças brasileiros Gripen E/F são desenvolvidos e produzidos em colaboração com técnicos e engenheiros brasileiros. Esse esforço conjunto faz parte do programa de transferência de tecnologia que visa proporcionar o conhecimento prático necessário para a execução dessas mesmas tarefas no Brasil. A partir de 2021, a montagem completa de 15 aeronaves terá início localmente. O desenvolvimento do Gripen F, de dois assentos, está avançando com inúmeras atividades no Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen (GDDN, do inglês Gripen Design and Development Center), em Gavião Peixoto.

DIVULGAÇÃO: Saab Group / Publicis Consultants

Subscribe
Notify of
guest
52 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
JT8D
JT8D
1 mês atrás

Muito lindo

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  JT8D
1 mês atrás

E emocionante…

Moises
Moises
1 mês atrás

Para quem acompanhou a novela de horrores que foi o FX2 ver chegaro GRIPEN,parece mentira.

FABIO MAX MARSCHNER MAYER
FABIO MAX MARSCHNER MAYER
Reply to  Moises
1 mês atrás

Eu acompanho este blog aqui, praticamente desde seu primeiro mês de funcionamento, e este assunto é onipresente desde então. Uma vergonha que um país leve esse tempo todo para definir a repotencialização de uma força de caças, mas ao mesmo tempo, é um triunfo da informação de qualidade que este blog promove.

Atirador 33
Atirador 33
Reply to  FABIO MAX MARSCHNER MAYER
1 mês atrás

Concordo com você, mais hoje agradeço a Deus pelo FX “1” não ter dado certo, foi mais barato para o país modernizar os F-5 para o padrão M, e termos podido participar do desenvolvimento do Gripen NG. Na época do FX-1, havia uma tendência de ter vencido os Mirages, se isso tivesse ocorrido, hoje estariamos realizando a modernização de meia vida deles, e acredito que seria bem caro. O ponto ruim, foi a compra dos mirages 2000 que vieram para serem tampão e foram disativados tão cedo, nada contra os mirages, mais hoje teriamos um avião com metade de sua… Read more »

Pedro
Pedro
Reply to  Moises
1 mês atrás

Cara, acompanho a novela do FX desde os idos de 1997!! Tinha um forum na epoca, AirWay acho que era esse, lembro ate hj qdo surgiram os primeiros zuns zuns sobre esse tal FX, e enfim hj depois de 23 anos o primeiro desembarca aqui. O Gripen nao era minha escolha, nao nego que critiquei muito a mesma, mas enfim alguma coisa boa se torna realidade nesse Brasil.

Almeida
Almeida
1 mês atrás

Valeu Brigadeiro Saito! 👍🏻

V12 aero
V12 aero
1 mês atrás

Para aqueles que não acreditaram, está aí o avião de papel está voando e no Brasil, com a nossa bandeira. Demorou mas aconteceu. Parabéns aos envolvidos no processo.

Allan Lemos
Allan Lemos
1 mês atrás

Mal posso esperar para ver uma formação deles voando nos céus brasileiros.

Mauro Cambuquira
1 mês atrás

É… Quanta espera… Pra quem tem tão pouco “disso”, isso é muito emocionante!
Realmente um marco, vem a conta gotas, mas tá vindo ou chegando… Agora vamos ver qual será a nossa próxima ansiedade.

Cleber
Cleber
1 mês atrás

Pena q vao colocar aquela camuflahem horrivel nele depois .

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Alexandre Galante
1 mês atrás

Para falar isso com tanta certeza, então tu está sabendo de coisas que nós não. Tomara que tua informação esteja correta! Tomara!

FighterBR
FighterBR
Reply to  Alexandre Cardoso
1 mês atrás

Você não está vendo? É cinza.

Marco Ferreira
Marco Ferreira
Reply to  Alexandre Galante
1 mês atrás

Vão nao 2
Fontes seguras me garantiram tbm!

Mauro
Mauro
1 mês atrás

Véi, presta atenção entre 0:07 e 0:08, basta um trisca e aquela barbatana frontal muda de posição, inclina um pouquinho só, o bicho levanta o nariz na hora e decola… depois ela volta a posição paralela ao suporte, mas o fera já está subindo muito dos seus felpudo.

Tem um vídeo de um Gripen C, não lembro de que país, onde ele decola e já dá uma guinada a direita, subindo e fazendo um rolamento… sabe quando um F5 faria algo assim??? sem chances…

Adriano AR
Adriano AR
Reply to  Alexandre Galante
1 mês atrás

Se não me engano o F-20 usava a F404, praticamente a mesma turbina dos Gripens A/B e C/D.

ANTONIO OLIVEIRA DOS SANTOS JUNIOR
ANTONIO OLIVEIRA DOS SANTOS JUNIOR
Reply to  Adriano AR
1 mês atrás

Quase um F-18 então

Paulo V S Maffi
Paulo V S Maffi
1 mês atrás

Indescritível… Acompanho essa saga desde o F-X, por revistas inicialmente, pois não tinha computador, posteriormente passei a partir do “Blog Aéreo” tal novela. Trágica num primeiro momento, cansativa pela quantidade de capítulos, com reviravoltas à lá francesa e depois suécas, chegamos à um final digno, descente! Parabéns à todos os envolvidos, incluindo jornalistas leitores e entusiastas em geral por terem torcido, acreditado, xingado, discutido, perdido as esperanças, criticado e no final poder ser recompensado com essa imagem. Saibam que é só o começo, não dá glória, mas da segunda etapa de nossa luta por ver nosso país ser capaz de… Read more »

Agressor's
Agressor's
Reply to  Paulo V S Maffi
1 mês atrás

Este caça é muito subestimado. A indústria Sueca sempre mostrou ter uma enorme capacidade em produzir equipamentos de alto nível para poder lidar com as ameaças da Rússia. Mas para uma grande parte do povo Brasileiro, somente equipamentos Americanos ou Russos é que prestam. Dizem que o sistema de guerra eletrônica deste caça é bem avançado.

filipe
filipe
Reply to  Agressor's
1 mês atrás

No final de tudo o Gripen usa uma Turbina Americana…. Logo é meio Americano.

Agressor's
Agressor's
Reply to  filipe
1 mês atrás

Hoje até o programa F-35 usa componentes produzidos na China.

Kemen
Kemen
Reply to  Agressor's
1 mês atrás

E da Turquia também.

Kemen
Kemen
Reply to  filipe
1 mês atrás

KKKKK. Deixou de ser sueco num passe de mágica, vamos avisar a Saab!

Camargoer
Camargoer
Reply to  filipe
1 mês atrás

Caro Filipe. Rafale usa turbinas francesas, o F18 turbinas dos EU… O A-29 usa um motor PT6 fabricado nos EUA, os F35 de Israel usam turbina fabricada nos EUA, os Emb195 usam turbinas Pratt & Whitney, assim como o KC390. Os carros fabricados na Argentina usam autopeças fabricadas no Brasil, alguns carros fabricados no Brasil usam peças da Argentina, da França, do Japão… os iphones são fabricados na China..

Alfom
Alfom
1 mês atrás

Hoje é realmente um dia para se comemorar. Ficamos anos e anos lendo posts e mais posts sobre o F-X. Tantas idas e vindas, alguns pereceram pelo caminho e não puderam ver este sia. Enfim, um país que busca projeção e protagonismo internacional carece buscar capacidades que permitem ser mais ágil e eficaz em seus projetos estratégicos de grande importância e envergadura. Isto posto, parabeniza o comandante Saito, sua equipe e toda a legião de especialistas e patriotas que participaram, contribuíram e realizaram esta obra da engenharia para o Brasil e os brasileiros. Parabéns á todos vocês “homens e mulheres… Read more »

Zeca
Zeca
1 mês atrás

Há alguns meses eu, num servidor público do DCS world, voando num Mirage 2000C, dei de cara com um Gripen C, que é mode e ainda não está acabado no jogo. Ambos estávamos apenas com canhões, tentei engajá-lo, o Gripen simplesmente subiu na vertical de um jeito incrível. Tentei acompanhar, mas não consegui, o Mirage perdeu velocidade e tombou o nariz. Quando eu tentei baixar o nariz e recuperar energia, o sacana já estava em cima de mim, meio segundo depois o meu Mirage já era só uma bola de fogo.

Bille
Bille
1 mês atrás

Buenas

Pra não dizer que não contribuo com nada, segue.

Bille
Bille
Reply to  Bille
1 mês atrás

Agora vai

4E283F3F-3299-4D8C-87A1-8A0E9FE2B17E.jpeg
Bille
Bille
Reply to  Bille
1 mês atrás

Mais uma.

C8EE4FC8-8AD7-47D1-943A-4C84C9851EAB.jpeg
Bille
Bille
Reply to  Bille
1 mês atrás

Last

2505CE4C-AD4E-404C-AEDE-A1A0AD521769.jpeg
Bille
Bille
Reply to  Bille
1 mês atrás

Acho que essa tá com o tamanho maior.

7D3E611B-A801-4FEC-BE4E-D79F01642D30.jpeg
Bille
Bille
Reply to  Bille
1 mês atrás

Créditos: Bruno Spadacini, @spadacinibruno / @sierra_spotter

Bille
Bille
Reply to  Alexandre Galante
1 mês atrás

Agradeço a oportunidade. Tamo junto!

Rene Dos Reis
Rene Dos Reis
Reply to  Bille
1 mês atrás

Maravilha ele recebeu escolta dos F5?

Bille
Bille
Reply to  Rene Dos Reis
1 mês atrás

Afirmo!

Adriano AR
Adriano AR
Reply to  Bille
1 mês atrás

Obrigado pelas fotos!

Mauro
Mauro
Reply to  Bille
1 mês atrás

Grande Bille.

Eduardo
Eduardo
1 mês atrás

Já vão instalar e testar o Linkbr-2 nesse momento também? Já está pronto para tal?

Gustavo
Gustavo
1 mês atrás

Marcus Wandt, great job, thank you!

Marco
Marco
1 mês atrás

Eu não consegui ver, ele está sem a entrada de reabastecimento aéreo? Vão colocar depois? Não sei se eu vi direito. Mas grande dia! Parabéns a Fab, ao Brasil !

Nunão
Nunão
Reply to  Marco
1 mês atrás

O dispositivo é retrátil.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Nunão
1 mês atrás

Olá Nunão. Tem vídeos do F39D sendo reabastecido. Acho que eles podem servir para ter uma ideia.
https://www.youtube.com/watch?v=wXM33HEWc5Y

Marco
Marco
Reply to  Nunão
1 mês atrás

Obrigado. Show.

Fulcrum
Fulcrum
1 mês atrás

sds

Last edited 1 mês atrás by Fulcrum
Wilson
Wilson
1 mês atrás

E o sistema  IRST de busca e rastreio por infravermelho Skyward-G. Esse veio sem?

Pablo Maroka
Pablo Maroka
1 mês atrás

É mais incrivel em ação do que nas animações.

Bispo
Bispo
1 mês atrás

Face ao motor … será possível, futuramente, construir algo parecido, por aqui ?

JT8D
JT8D
Reply to  Bispo
1 mês atrás

Não

ednardo curisco
ednardo curisco
1 mês atrás

Excelente aquisição. estou acompanhando desde 1997 este grupo e desde lá se falava… 🙂