Home Aviação de Ataque Piloto brasileiro voa o caça F-39E Gripen pela primeira vez

Piloto brasileiro voa o caça F-39E Gripen pela primeira vez

7190
137

Voo sobre o mar Báltico, na Suécia, durou, aproximadamente, 50 minutos e faz parte da verificação das qualidades de voo e de pilotagem da aeronave

O Major Aviador Cristiano de Oliveira Peres, piloto de provas da Força Aérea Brasileira (FAB), realizou, nesta quinta-feira (20), na Suécia, o primeiro voo de um piloto brasileiro no novo caça F-39 Gripen E. A aeronave decolou do aeródromo da SAAB, empresa responsável pelo desenvolvimento do vetor, em Linköping, e sobrevoou o mar Báltico por aproximadamente 50 minutos. A atividade faz parte da verificação das qualidades de voo e pilotagem da aeronave.

O militar explica que a preparação para o voo desta quinta-feira foi intensa. Ele está desde janeiro em Linköping e tem passado por uma série de treinamentos que o qualificaram para a pilotagem. Entre eles, o estudo da documentação técnica do F-39 Gripen e muitas horas de treinamento em simuladores.

Para o Major Cristiano, realizar o voo foi uma grande responsabilidade dada a importância do projeto para a Força Aérea Brasileira. “O Gripen E FAB 4100 ainda é um protótipo e demandou muito tempo de preparação para esse voo. Mas quando eu ouvi da torre de controle a autorização para o pouso, tive a certeza que todo o esforço valeu a pena. Foi para isso que eu decidi me tornar piloto de ensaio em voo. Agradeço à FAB por ter confiado a mim a missão de levar ao alto a nossa bandeira em céus suecos”, acrescentou.

Gripen

As atividades conjuntas iniciaram em 2014 com a assinatura do contrato para o desenvolvimento e produção de 36 aeronaves Gripen E/F para a Força Aérea Brasileira, incluindo sistemas embarcados, suporte e equipamentos. As plataformas são desenvolvidas e produzidas com a participação de técnicos e engenheiros brasileiros. Essa integração faz parte da transferência tecnológica e visa a proporcionar o conhecimento necessário para a continuidade das atividades no Brasil.

IPEV

O Major Cristiano faz parte do efetivo do Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (IPEV), subordinado ao Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA). O IPEV tem por finalidade prestar serviços tecnológicos especializados na área de ensaios em voo, instrumentação de aeronaves e telemetria de dados para apoio à pesquisa, ao desenvolvimento e à certificação de produtos aeronáuticos, bem como formar pessoal especializado em ensaios em voo. Realiza, ainda, pesquisas e desenvolvimento de técnicas e meios de ensaios em voo além de métodos de planejamento e apoio à decisão nas atividades de ensaios em voo, buscando soluções inovadoras e mais eficientes e eficazes.

FONTE: Força Aérea Brasileira / FOTOS: Saab

Subscribe
Notify of
guest
137 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bueno
Bueno
1 mês atrás

o piloto fala que a Célula 4100 é um protótipo, eu pensava que era o cabeça de série e os protótipos os F 39-8 39- 9 e 39-10.

Bueno
Bueno
Reply to  Alexandre Galante
1 mês atrás

Entendi. Não esta com o sensor IRST instalado mesmo depois de 1 ano do primeiro voo, o F39-9 e o 10 já estavam

Flanker
Flanker
Reply to  Bueno
1 mês atrás

Barbaridade…..que fixação que o pessoal tem com esse IRST……cada vez que aparece uma imagem da aeroave, falam nisso!! Fiquem tranquilos, as aeronaves virão com o equipamento!

Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Calma colega. Ainda tem a fixação da camuflagem também.

Rafael Coimbra
Rafael Coimbra
Reply to  Flanker
1 mês atrás

Apostaria nisso?

RPiletti
RPiletti
Reply to  Rafael Coimbra
1 mês atrás

Rafael, pior hein… O BR sendo o BR que conhecemos…

Flanker
Flanker
Reply to  Rafael Coimbra
1 mês atrás

É óbvio. A aeronave foi encomendada com esse equipamento. Será montado e entregue nas aeronaves operacionais. É só não sofrer de ejaculação precoce e saber aguardar a hora correta.

FighterBR
FighterBR
Reply to  Bueno
1 mês atrás

Cara, o IRST é modular. O Gripen não vai voar com ele toda hora. Isso só foi um teste de vôo do piloto brasileiro. O que o IRST iria fazer ali?

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Alexandre Galante
1 mês atrás

Esse protótipo poderá ser usado para combate eventualmente ou será apenas para testes mesmo após o fim do programa?

Flanker
Flanker
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

É uma aeronave de série, a primeira das 36 encomendadas, que está servindo de plataforma para testes de desenvolvimento final. Assim que encerrar os testar que tem que ser feitos ela será padronizada com as outras e entregue ao setor operativo. Vc já viu que o kC-390 2852, o primeiro kC-390 de série, foi cedido para a Embraer para servir de protótipo nos testes finais do modelo? É Mais ou menos a mesma coisa.

Karl Bonfim
Karl Bonfim
Reply to  Alexandre Galante
30 dias atrás

Se esse protótipo fizer tudo que um de série fizer, tem problema não!!!

ted
ted
Reply to  Alexandre Galante
29 dias atrás

pô! Estamos catapultando o nome da SAAB, esse tinha que vir por agradecimento.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Bueno
1 mês atrás

Ele é as duas coisas, os primeiros modelos de série também tem a função de protótipos para ajudar nos testes e integração dos sistemas, alguns sistemas ainda estão sendo implantados, como o novo radar, acho que não vimos nenhum teste de armas, esta tudo dentro do cronograma.

Bueno
Bueno
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Nos prototipos F39-9 e 39-10 teve teste com armas.. tem materia aqui no aereo

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Bueno
1 mês atrás

Valeu!

Jack
Jack
Reply to  Bueno
1 mês atrás

Bom dia Bueno, belíssimas imagens, o texto explica muita coisa…porem parece até engraçado, mas a palavra “Protótipo” foi o que mais marcou. Deve ser a ansiedade do pessoal que está louco para ver e aparelho atuando de forma definitiva em nossos céus, depois de tantos, tantos, tantos anos.

Bueno
Bueno
Reply to  Jack
1 mês atrás

Sim, quem acompanha esta novela FX – FX2 fica inquieto ao ler prototipo. pra quem é da área de engenharia de desenvolvimento de alguns produtos entendem que prototipo é algo experimental e será exclusivo pra testes e melhorias do projeto e depois será preservado ou descartado devido o desgastes e teste destrutivos. Ao ler prototipo de uma aeronave de caça parece ser um equivoco a afirmação do primeiro caça F39 da FAB produzido. Procurei entender e aprender hoje que na engenharia aeronáutica assim como na automotiva existem os produtos pré-série que podem ter ou não diferença dos modelos padrão, A… Read more »

Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  Bueno
1 mês atrás

Prezado Bueno A Engenharia Automotiva é muito semelhante à Engenharia Aeronáutica, não pelos objetivos de produto pois são diferentes e sim pelos conceitos de desenvolvimento de produtos. Um exemplo: o protótipo P1 é praticamente construído de forma artesanal com base em cálculos estáticos, dinâmicos e estruturais e são ensaiados. nesta fase, onde é validado o conceito. Uma vez aprovado , os fornecedores são desenvolvidos para construção de componentes ditos “ferramentados”, ou seja, componentes produzidos por ferramental de conformação, seja por fundição, estampagem, modelagem, fusão, etc. O protótipo P2 é construído com esses componentes e novos ensaios são realizados, inclusive de… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Luiz Antonio
Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  Bueno
1 mês atrás

Complementando: É provável, e até esperado, que o primeiro protótipo produzido com componentes e processos já validados, tenha que retornar à fábrica para atualização, pois ao longo das avaliações de ensaios são agregadas alterações em outros protótipos que vão sendo introduzidas como “de série”. A título de curiosidade: Aquela aeronave da Marinha que foi perdida, AF-1M era o primeiro protótipo modernizado e iria retornar à Embraer para receber atualizações, quando, em treinamento foi perdido, infelizmente, juntamente com seu piloto.

Bueno
Bueno
Reply to  Luiz Antonio
30 dias atrás

Obrigado Luiz,
Não sabiam que o presérie era considerado protótipo, aprendi isto com esta matéria.
Como o F39-8 F39-9 e o F39-10 são os protótipos e iniciou a produção em série das aeronaves do Brasil e Suécia pensei que os testes principais para o início de produção já estavafinalizado ficando os ajustes dos softwares integração de armamentos e a formulação do manual de operação.

Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  Bueno
30 dias atrás

Bueno, creio que, em função da complexidade dos vários sistemas, a engenharia, após as etapas de validações sucessivas, vão “congelando” o protótipo em último nível, até que todo o produto esteja conforme. A fase seguinte é a entrega ao cliente para a fase de implementação, de tal forma que as demais células sejam entregues “zeradas”. Imagino que seja algo próximo disso, fazendo um paralelo com a indústria automobilistica.

EdcarlosPrudente
EdcarlosPrudente
Reply to  Bueno
1 mês atrás

Salve Bueno, essas primeiras aeronaves de serie terão que retornar a linha de montagem para serem finalizadas e modificadas se não nunca deixarão de ser protótipos. Tando o software quanto o hardware ainda não foram finalizados, acredito que ainda não há um único F-39E finalizado e 100% operacional.

Saudações!

Alex Faulhaber
Alex Faulhaber
1 mês atrás

Lindo de se ver

Cristiano.GR
Cristiano.GR
1 mês atrás

Agora sim.
Um brasileiro pilotando o Gripen E.

ted
ted
Reply to  Cristiano.GR
29 dias atrás

Por que? os dois pilotos que estão na Suécia a 4 anos não pilotaram este avião ainda? que coisa mais estranha.

ted
ted
Reply to  ted
29 dias atrás

alias muito enigmático.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 mês atrás

Começando uma etapa importante a avaliação da FAB, estamos avançando bem no programa e não vejo a hora de ver os primeiros entrando em operação no ano que vem.

Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Se o cronograma for mantido os 11 primeiros serão entregues em novembro do ano que vem (8 em outubro+3 em novembro), portanto não vão “entrar em operação”. A implementação operacional com alguma capacidade vai levar pelo menos um ano inteiro (se não faltar dinheiro). Os F-5M terão que se segurar pelas asas por pelo menos 4 anos para serem substituídos pelos F39. Até lá, somente oba-oba e desfile aéreo. Pé no chão.

Last edited 1 mês atrás by Luiz Antonio
Daniel
Daniel
1 mês atrás

E eu achando que esta aeronave já estava embarcada no navio, vindo para cá.

Solskhaer
Solskhaer
Reply to  Alexandre Galante
1 mês atrás

Então, chega de testes. Embrulha logo e manda prá cá. Que agonia meus amigos!

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Solskhaer
1 mês atrás

Ela vem para um programa de testes no Brasil!

Daniel
Daniel
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

E ficar em definitivo.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Solskhaer
1 mês atrás

A Boeing resolveu apressar os testes do MAX e olha a porcaria que deu. Espero que testem muito mesmo, a vida dos pilotos depende disso.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Alexandre Galante
1 mês atrás

Galante. Tem idéia de quando desembarca em Navegantes e será transportada para o Aeroporto da mesma cidade?
Pretendo descer para lá, tirar umas fotos e fazer uns vídeos.
Este dia será histórico para a FAB. Acompanho este processo desde o início do primeiro Projeto FX lá pela metade da década de 90. Uma expectativa só rivalizada pelo finado VLS da IAE.
No dia 25/9 será a decolagem para Gavião Peixoto, mas o transporte deve ser efetuado antes.

Last edited 1 mês atrás by MMerlin
RPiletti
RPiletti
Reply to  MMerlin
1 mês atrás

Eu ainda estava no antigo “2º grau” quando existia o primeiro FX, hoje, com mais de década de formado, os primeiros caças estão por chegar… compartilho contigo desta expectativa…

Daniel
Daniel
Reply to  RPiletti
24 dias atrás

Então eu sou o terceiro aqui!!!
Li a primeira vez sobre o Projeto-FX em 1996, estava na 8ª série do antigo primeiro grau.
Esta país é uma piada.

ted
ted
Reply to  Alexandre Galante
29 dias atrás

previsão de chegar no porto de Navegantes e 16/09

Daniel
Daniel
Reply to  ted
24 dias atrás

Será que dá tempo de chegar? Sei não hein.

Funcionário dos Correios
Funcionário dos Correios
1 mês atrás

Que maravilha de caça! Não vejo a hora dessa belezinha voar pelo nosso território.

Foxtrot
Foxtrot
1 mês atrás

Já?
Foi tão “rapido” que nem percebi.
Excelente escolha😉 rsrs

Julio Buzoli
Julio Buzoli
Reply to  Foxtrot
1 mês atrás

Disse o especialista irônico…

Maycon
Maycon
1 mês atrás

O que são esses sensores nas raízes dos canards?

GEN Escobar
GEN Escobar
1 mês atrás

Olhando essas fotos, deu para notar que o Gripen é mais robusto do que imaginei! Uma duvida, a GE (fabricante do motor do Gripen e F-18) está desenvolvendo um novo motor para os novos F-18 (será parecido com o F-16 Viper), que terá mais empuxo e será mais econômico, alguém já ouviu alguma noticia de que a SAAB poderia estar acompanhando esse desenvolvimento para equipar o Gripen E com esse motor no futuro? Abraço!

Daniel
Daniel
Reply to  GEN Escobar
1 mês atrás

Pelo que li sim, terá mais empuxo dos que equiparão os F-39.
Houve lobby dos EUA para não fornecer este motor para o programa Gripen NG.

Joelisson
Joelisson
Reply to  GEN Escobar
1 mês atrás

Acredito que o motor f-414, desenvolvido para o super Hornet, deve ter sofrido algumas modificações pontuais para ser usado no gripen, até por ser uma aeronave monomotora. Caso fosse escolhido uma nova versão motor para equipar os gripen , seja em aviões a serem produzidos ou em uma modernização de meia vida, ocorreria os mesmos custos de adaptação e certificação que correram no motor original.

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  GEN Escobar
30 dias atrás

Então Observador… Bem observado rsrs..

Mas e todo o expertise adquirido com a famigerada e caríssima ToT?
A idéia não era justamente essa?
A Embraer poder “se virar” sozinha?

Joelisson
Joelisson
1 mês atrás

Reparei o detalhe dos sensores do maws (missile approach warning system) no raiz dos canards. Como são dois sensores, provavelmente deve operar em 2 bandas , uv e iv. Me corrijam se estiver errado.

Dario
Dario
Reply to  Joelisson
1 mês atrás

Acredito que sejam os sensores Laser Warning (RWS-310) e UV Warning (RWS-300), são seis sensores de cada para uma cobertura 360º.

Last edited 1 mês atrás by Dario
Bjj
Bjj
Reply to  Dario
1 mês atrás

Parece que o modelo escolhido foi o Paws-2 da Elbit, possivelmente com alerta laser integrado. Interessante notar que, como você mencionou, serão 6 sensores ao todo. Como comparação, o Rafale possui 2 (esféricos) e o Typhoon 3 (radar).

Dario
Dario
Reply to  Bjj
1 mês atrás

Interessante, Bjj. Os JAS-39 da Suécia também usam o Paws? Achei que todos fossem usar a solução da casa.
Aliás, cometi um erro no post anterior, o UV warning é o MAW-300 e e não o RWS-300, este é o radar warning.

Last edited 1 mês atrás by Dario
Bjj
Bjj
Reply to  Dario
1 mês atrás

A princípio sim, Dário. Vou deixar aqui um link sobre o sistema de guerra eletrônica do Gripen, que por sinal será muito completo, e onde é mencionado o paws-2.

https://tecnomilitar.wordpress.com/2020/01/01/mfs-ew-o-sistema-multifuncional-de-guerra-eletronica-do-gripen-e-f/amp/

Dario
Dario
Reply to  Bjj
1 mês atrás

Então, originalmente havia a intenção de usar o MAWS UV mas os resultados foram insatisfatórios e a decisão foi pelo Paws-2 IR.
Bom material esse, obrigado.

Fabio Leo
Fabio Leo
1 mês atrás

Não vejo a hora de ve-lo aqui em Anápolis.

Salim
Salim
1 mês atrás

Visto o tempo de preparação para este vôo com piloto especializado em testes concluo que a homologada/implantação deste caça sera bem demorada. Quem vai voar este caça aqui, este piloto com 50 minutos de vôo no F39 ou vão importar piloto e equipe de solo. A realidade e dura e trabalhosa.

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Salim
1 mês atrás

Os simuladores chegarão, provavelmente, no final do primeiro/início do segundo tri do ano que vem.

JSilva
JSilva
Reply to  Salim
1 mês atrás

Acho que estão formando os pilotos de testes justamente para não precisar importar piloto. Acredito que o Major deve ser o piloto líder dos ensaios aqui no Brasil.

ted
ted
Reply to  JSilva
29 dias atrás

Vai se informar melhor, o capitão Forneas está a 4 anos na Suécia.

JSilva
JSilva
Reply to  ted
28 dias atrás

Não coloquei nenhuma opinião como definitiva, mesmo porque não as tenho, quando coloco termos como “acho, acredito” é justamente por não saber e se tratar de uma opinião. Apenas imaginei que sendo o primeiro piloto a pilotar a versão E, esse seria responsável pelos voos de ensaio aqui no Brasil. Agora sua falta de educação no debate é latente, o espaço aqui é para informar e não para agredir.

ted
ted
Reply to  Salim
29 dias atrás

os dois pilotos brasileiros que estão na Suécia a 4 anos participando do desenvolvimento do caça

Salim
Salim
Reply to  ted
29 dias atrás

Quatro anos e só voaram avião véspera envio Brasil?!?!!! Espero que pelo menos tenham voado mais horas gripen c. Parece gambiarra para atender posição politico militar. Espero que de tudo certo.

JSilva
JSilva
Reply to  Salim
28 dias atrás

Estão há 4 anos mas na hora de voar a nova versão pela primeira vez quem voa é o piloto de ensaios do IPEV. Como se trata de voos de ensaio me parece coerente que sejam pilotados por pilotos de ensaio. Mas vamos acompanhar, essa duvida logo será sanada.

Tomcat4,2
Tomcat4,2
1 mês atrás

Olha o sorriso do garoto ao lado da máquina!!!rs
Parabéns ao guerreiro ralou desde Janeiro pra ser coroado neste momento e deu orgulho aos brasileiros patriotas!!!Aplausos!

ted
ted
Reply to  Tomcat4,2
29 dias atrás

caia na real. vai se informar melhor

MARCELO Nascimento
MARCELO Nascimento
1 mês atrás

Gripen tem cara de bravo!! Parabéns a todos que acompanham desde a escolha do bicho!

Dilbert_SC
Dilbert_SC
1 mês atrás

O dia que essa aeronave voar no Brasil, já podemos por uma pedra sobre a novela de mais de 20 anos dos programas FX e FX2.

Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  Dilbert_SC
1 mês atrás

Se eu fosse voce não colocaria mais pedras do que as que já existem. A implementação será longa e bem difícil, considerando as “mesmices de sempre” em Banânia. Não se iluda. Fui entusiasta desse projeto por vários anos, desde o FX e não estou inventando nada. Basta analisar a história, desde então, e os fatos decorrentes.

Last edited 1 mês atrás by Luiz Antonio
Sequim
Sequim
Reply to  Luiz Antonio
30 dias atrás

Há um contrato assinado. A licitação acabou em 2013, quando foi escolhido o vencedor. O contrato foi assinado em 2014. Nada mais a se questionar, interromper ou adiar.

Salim
Salim
Reply to  Sequim
28 dias atrás

No quesito atraso/cancelamento/ alteração prazo somos especialistas.

kaleu
kaleu
1 mês atrás

Bela águia de caça !!!!!!!!

Jmgboston
Jmgboston
1 mês atrás

Li râpido e li errado. Até assustei porque li F35. De qualquer modo cedo ou tarde um brasileiro vai pilotar um F35 mas em força aérea estrangeira é claro. Na USAF por exemplo ja ha alguns brasileiros filhos de imigrante pilotando F15.

Pablo Maroka
Pablo Maroka
1 mês atrás

A vanguarda tecnologica mundial a dispor do barsil.

estou emocionado chorando em frente ao monitor!

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Pablo Maroka
1 mês atrás

Então são 2, com arrepio na espinha.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
1 mês atrás

Nossa!!! Já virou papel de parede estas fotos!!! Espetacular!!!

Rafael Coimbra
Rafael Coimbra
1 mês atrás

Sem IRST…. aposto que chegarão sem o sensor …. ae 10anos depois quem sabe vamos ver alguns instalados … vamos ter mais uma vez 2 3 variantes da aeronave em nossa Força Aérea… vide o A-1….

RPiletti
RPiletti
Reply to  Rafael Coimbra
1 mês atrás

Nosso A-1 ainda é AMX…

rui mendes
rui mendes
Reply to  RPiletti
1 mês atrás

Na Air Forces Montly, de este mês, vem uma matéria, sobre os AMX, com o título ”barato e mortal” , em Inglês, pois a revista é Britânica.

ted
ted
Reply to  rui mendes
29 dias atrás

Em 2021 a Itália vai desativar os AMX, sendo substituído pelo F35. Sendo então único pais operador do avião e cadeia de suprimentos reduzida. Sepultamento em andamento.

Flanker
Flanker
Reply to  Rafael Coimbra
1 mês atrás

Outro com ideia fixa no IRST….

MMerlin
MMerlin
Reply to  Rafael Coimbra
30 dias atrás

Faça uma analise nos últimos contratos assinados pelas nossas FA, a execução desses contratos, gerenciamento e entrega. Todos tem sido levados com extremo profissionalismo e competência pelo EB, FAB e MB.

A única variável que não pode ser controlada é referente ao orçamento, que não depende de nenhuma das três e influencia na cadência de produção.

Se está especificado em contrato, o F-39 virá com o sensor.

Leandro
Leandro
1 mês atrás

Mas não era de papel, segundo alguns?

Sequim
Sequim
Reply to  Leandro
30 dias atrás

Pois é. Os Gripens, aviões de papel, e a base de Itaguaí, um areal inútil. É a “çabedoria” dos “çábios”.

Up The Irons
Up The Irons
1 mês atrás

Se as versões anteriores já faziam bonito, imaginem o Gripen E! Vem, monstro!

https://www.aereo.jor.br/2019/09/24/como-o-caca-gripen-se-sai-contra-o-f-15-f-16-f-18-f-22-rafale-e-eurofighter/

LUIS NATAL
LUIS NATAL
Reply to  Up The Irons
1 mês atrás

Mesmo com os elogios em alguns exercícios internacionais, na minha opinião o trio que vai fazer sucesso na AL: gripen + meteor + E-99.

ted
ted
Reply to  LUIS NATAL
29 dias atrás

Precisamos de um satélite radar

DSC
DSC
Reply to  Up The Irons
1 mês atrás

Up The Irons, Esse artigo é #fakenews. Baboseira total… Pois é uma tradução de uma resposta escrita no Quora por um fanboy do Gripen chamado Stefan Englund e que segundo sua própria bio, ele admite ser tendencioso. Metade do que ele falou é mentira, não é assim e/ou nunca aconteceu. A outra metade são meias verdades e “fatos” distorcidos e fora de contexto. Se vc quer ter uma ideia correta de como o Gripen C/D (e até o E/F também) se compara aos outros caças atuais recomendo bastante ler a avaliação suíça de 2008/09 (Rafale x Typhoon x Gripen) e… Read more »

manuel flavio Vieira
manuel flavio Vieira
Reply to  DSC
30 dias atrás

Este relatório está absolutamente defasado. Observe na 2ª pagina (acredito que vc deva ter o sumário executivo inteiro) e verá “This document provide the results of the evaluation of the flight tests in 2008”. Vamos lá: A Swiss Air Force testou um Gripen D, matrícula 39-822 em agosto de 2008. Nem sequer o Raven existia. O que havia ali era remendo do radar PS-05 com um dos protótipos da antena AESA da Thales. A avaliação do projeto do GripenE foi feita somente com base em estimativa. Era inconsistente. Tanto é que aquela Força Aérea o testou novamente em 2011, aí… Read more »

ednardo curisco
ednardo curisco
1 mês atrás

que emoção!!!

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
1 mês atrás

Olha o sorrisão do piloto…mais feliz que criança quando ganha brinquedo novo. Kkkkk

ted
ted
Reply to  Willber Rodrigues
29 dias atrás

marinheiro de primeira viagem é assim

FFerreira
FFerreira
1 mês atrás

Muito Legal!

Mauro
Mauro
1 mês atrás

Caboco que entra aqui dando negativo em tudo deve estar é se mordendo todinho… um misto de inveja e impotência.

Pablo Astorga
Pablo Astorga
Reply to  Mauro
30 dias atrás

Muchacho de Chile?? Es uno de ellos.

Mensageiro
Mensageiro
1 mês atrás

Não vejo a hora do avião zunir na fronteira venezuelana.

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  Mensageiro
30 dias atrás

Ue pq os negativos.. Querem que o avião fique sendo lustrado na base, ou faça barulho pro Maduro ouvir, ainda mais quando fizerem exercícios na nossa fronteira como já ocorreu.

Last edited 30 dias atrás by Mensageiro
ted
ted
Reply to  Mensageiro
29 dias atrás

Uma águia no estado da arte! mas não é imune a um S300. Para ter uma ideia, o único F117 abatido foi por um míssil russo no kossovo.

Bjj
Bjj
Reply to  Alexandre Galante
1 mês atrás

Tem uma galera que ainda subestima o Gripen e que poderia dar uma olhada nessa imagem. O Gripen E terá 6 antenas ECM com tecnologia GaN. Como comparação, o Rafale e o Typhoon possuem 3 antenas ECM cada, com tecnologia ainda GaAs, que dizem ter uma potência de 5 a 10 vezes menor do que um transmissor GaN de dimensões equivalentes como os do Gripen.

E como sugestão para uma matéria futura, Galante, seria interessante uma comparação mais detalhada entre os sistemas ew dos caças que geralmente concorrem com o Gripen nas concorrências internacionais.

Luiz Floriano Alves
Reply to  Bjj
1 mês atrás

Esse projeto está se alongando tanto, que ao recebermos os lotes finais não se utilizarão aviões tripulados no combate aéreo. As forças de aceleração e centrifugas inviabilizam o piloto nos caças de grande desempenho da sexta geração. Esse projeto é forte candidato a peça de museu, se não acelerarmos as entregas… Esse o grande problema de comprar um projeto em atualização de tecnologia. Se tivéssemos comprado um, caça pronto (SH, Rafale, SU30, F-16 B70…) , já o teríamos nos hangares da FAB.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Luiz Floriano Alves
1 mês atrás

Floriano, há uma demora sim,não sabemos se é devido a algo acordado na aquisição do Gripen-E entre a Suécia/Saab ou Brasil/FAB/EMBRAER…

Pois a fábrica em Linkoping está preparada para entregar anualmente,um numero considerável de Gripen-E,24 aeronaves.

acho que a demora na entrega pode ser para não deixar a linha de montagem ociosa,oque acho difícil,pois além das aeronaves da FAB,ainda tem as 60 aeronaves da força aérea sueca para entregar…

ted
ted
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
29 dias atrás

O caça é tão complexo, com sistema operacional turbinado, que é complicado um piloto equalizar tamanha gama de informação e pilotar. o Gripen biposto é uma necessidade

bjj
bjj
Reply to  Luiz Floriano Alves
1 mês atrás

Luiz Nós não estamos em guerra e nem temos a ameaça de qualquer conflito. Se tivéssemos optado por qualquer um destes caças que você citou, a única diferença é que eles estariam hoje cumprindo as missões que os velhos F-5 cumprem, em troca não teríamos nada perto em termos de transferência de conhecimento como estamos tendo com o Gripen. Se fôssemos uma Índia, por exemplo, aí concordaria contigo, esquece esse lance de ToT e me vê o que chegar e entrar em operação antes, mas não é o nosso caso. Estamos esperando um pouco mais para receber um vetor tão… Read more »

ted
ted
Reply to  bjj
29 dias atrás

É mas a India produz Sukoi SU30 sob licença. quer mais

Sequim
Sequim
Reply to  Luiz Floriano Alves
30 dias atrás

EUA e Rússia cortando um dobrado para viabilizar caças de 5a.geração e há aqueles preocupados com o fato de o Gripen vire peça de museu diante de caças que talvez só se tornem realidade dentro de 50/60 anos…

ted
ted
Reply to  Luiz Floriano Alves
29 dias atrás

Sem peça de reposição vira rainha do hangar

Salim
Salim
Reply to  Bjj
1 mês atrás

O Rafale usa sensores esféricos, tem uma tecnologia diferente deste. Conforme franceses atende bem, o tempo vai mostrar qual sera o correto, maior NR sensores ou sensor esférico com maior cobertura.

bjj
bjj
Reply to  Salim
1 mês atrás

Salim

Até onde eu sei o único sensor esférico do Rafale é o DDM-NG, que é um sistema de alerta de aproximação de mísseis. As antenas ECM são planas, 3 no total (uma na base de cada canard e uma acima dos motores) cobrindo 360 graus, assim como as do Gripen que também cobrem todas as direções.

Joelisson
Joelisson
Reply to  Alexandre Galante
1 mês atrás

Só essa imagem renderia uma matéria

Jodreski
Jodreski
1 mês atrás

Não vão instalar o IRST nunca nesse protótipo?

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  Jodreski
30 dias atrás

De novo nãooo!!! Meu papai do céu perguntaram isso de novo.. Daí nos paciência..

Flanker
Flanker
Reply to  Rodrigo M
30 dias atrás

O 3⁰ que pergunta isso……deve ser só pra irritar os demais….

Jodreski
Jodreski
Reply to  Rodrigo M
27 dias atrás

Me deixa perguntar em paz rapaz! Se não quer responder é simples nem perca o seu tempo, que tal?

Alexandre
Alexandre
1 mês atrás

Que top!!! Avante FAB, avante Brasil!!!

36 caças Gripen é muito pouco, o ideal seria ter 200 caças Gripen para proteger mais o nosso espaço aéreo.

Up The Irons
Up The Irons
Reply to  Alexandre
1 mês atrás

Se chegarem nos 72, que é aposta de muitos, será ok. Se conseguirem um terceiro lote para chegarmos a 108 aeronaves, aí sim seria sensacional! Acho que mais do que isso não é necessário no cenário da América do Sul no atual momento e talvez não houvesse orçamento para dar conta de tantos caças…

Alexandre
Alexandre
Reply to  Up The Irons
1 mês atrás

É necessário sim, o nosso espaço aéreo é gigantesco, uma imensidão que ngm imagina, logo 200 caças Gripen com certeza seria sim ideal para reforçar bem e garantir a proteção do nosso espaço aéreo. O Brasil é um país de domínio na América do Sul, jamais pode ficar com um exército sucumbido a equipamentos antigos e ultrapassados, tem que haver compulsoriamente o investimento. Orçamento há, o problema são as regalias dos políticos, se ao menos diminuíssem mais essas regalias deles, com certeza sobraria dinheiro para um bom orçamento militar. 108 caças já é um número razoável, mas 200 já seria… Read more »

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Alexandre
1 mês atrás

A questão é o queremos ser no MUNDO e não na América do Sul. Um eterno rato (eternamente se esquivando pelas beiradas dos atritos internacionais) ou um leão (dono inconteste do seu território)? – Porém detesto subjetividade, precisamos ser objetivos e claros… Possuímos cerca de metade equivalente da área territorial da Rússia, então sem maiores celeumas qual tamanho nossa FAB deve ter… Rússia = efetivo 148.000 homens; aeronaves 3794 Brasil (FAB) = efetivo 80.937 homens; aeronaves 715 Conclusão: Diminuir efetivo e aumentar nº de aeronaves na nossa FAB. – 36 caças é piada. Mas parabéns por esse lote e sua… Read more »

Alexandre
Alexandre
Reply to  Farroupilha
1 mês atrás

Concordo plenamente, mas infelizmente não temos orçamento suficiente para tantas aeronaves e tantos caças, mas 200 Gripen seria um excelente número para proteger o nosso espaço aéreo, sem contar os Super Tucano da Embraer, que atualmente a FAB só possui 83 unidades desses aviões, sendo que o ideal seria pelo menos 140 unidades para defender o nosso território a baixa e média altitude no espaço aéreo, interceptando aeronaves criminosas e clandestinas.

Last edited 1 mês atrás by Alexandre
Salim
Salim
Reply to  Farroupilha
30 dias atrás

Real força aérea 33 mil homens, força aérea Israel 25 mil homens’, França 43 mil. FAB e um cabidao sem avião, 75 mil homens, só de salario e lugar pra colocar estes caras pra fazer algo, da bilhões de dólares ano, tai resposta nosso atraso. Com promoção e aposentadoria integral. Corte marcial e pouco.
Marinha igual situação. Exercito náo da pela extensão pais, porem pelo atraso e escassez equipamentos vai na mesma toada.

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  Salim
30 dias atrás

Boa parte da FAB serve pra carregar políticos com nosso dindin. As vezes também carrega garimpeiros da Amazônia ao DF.

ted
ted
Reply to  Salim
29 dias atrás

todos os países mencionados são quase do tamanho da paraíba .

Salim
Salim
Reply to  ted
29 dias atrás

Estes países tem forca aérea bem melhor equipada auê a nossa, tem responsabilidade global e de guerra ( França, Inglaterra, Israel, Austrália.) Efetivo de forca aérea e proporcional ao NR vetores e horas voada. Você acredita que piloto FAB voa mais de que pilotos paises citados. Ate bases aéreas os outros paises tem em maior quantidade que FAB. Sabendo realidade fica mais fácil consertar, se iludindo náo chegaremos a lugar nenhum como nação.

Jodreski
Jodreski
Reply to  ted
27 dias atrás

Sim… mas e daí? De todos os países mencionados todos tem uma força aérea superior em nossa em tudo, aeronaves, treinamento, horas de voo, etc. Então a justificativa para a FAB ter 75 mil homens a poucas aeronaves é que o nosso país é grande. Uau!

Welington S.
Welington S.
Reply to  Farroupilha
30 dias atrás

É realmente uma vergonha isso. A FAB e Marinha está precisando de uma reformulação urgente e, além disso, discutir sobre as regalias que a milicada também recebe pois é inadmissível um país como o Brasil que vem sofrendo ameaças – não diretamente de invasão na Amazônia, esteja tão mal assim de força militar. Fora a questão da Venezuela também onde temos um porco maldito no poder lá que pode dar A Louca nele e ele vir querer se aventurar com este Colossus que é o Brasil. Eu fico p*** da vida quando vejo gente dizendo que não precisamos de tanto… Read more »

ted
ted
Reply to  Farroupilha
29 dias atrás

Meu caro! a guerra é um horror, milhares de crianças e velhos mortos, a fome por todo lado. hospitais bombardeados propositadamente e estupros de meninas aos milhares. Execuções são coisas normais e a loucura presente. Evitar a guerra a todo custo, com dirigentes capazes

ted
ted
Reply to  Up The Irons
29 dias atrás

Acredite! com as tecnologias adquiridas podemos avançar muito.

Luiz Trindade
Luiz Trindade
1 mês atrás

Show de bola… Que venha logo para poder dar um descanso merecido aos F-5M…

Flanker
Flanker
Reply to  Luiz Trindade
30 dias atrás

Mesmo com a chegada de todos os 36 Gripen, a FAB precisará manter várias células de F-5 em operação, pois 2 ou 3 esquadrões que são equipados com o F-5 atualmente, não serão substituídos pelos 36 Gripen.

ted
ted
Reply to  Flanker
29 dias atrás

Exatamente! substitui por A29 melhor patrulheiro de fronteira não existe, diminui custo de operação e instala mais radares de longo alcance mantendo 2 esquadrões de gripen em alerta 24 horas. sobra dinheiro para produção e lançamento de um satélite radar

Demostenes
Demostenes
1 mês atrás

Pessoal na segunda foto do link tem um SU-57 com parte das turbinas cobertas, isso eu ainda não tinha visto.

https://www.instagram.com/p/CEHPY82hnZq/?igshid=7k266grfkdl7

Screenshot_20200821-214031~2.png
Last edited 1 mês atrás by Demostenes
DSC
DSC
Reply to  Demostenes
1 mês atrás

Os motores tiveram sempre cobertos em todos os protótipos do Su-57. Apenas acontece que ao contrário dos 5 primeiros protótipos (1ª fase) T-50, esse protótipo dessa imagem (o T-50-8, sétimo protótipo de voo do PAK FA) e todos os outros 4 protótipos da segunda fase (T-50-6-2; T-50-9; T-50-10; T-50-11) já vieram de fábrica com essa parte da fuselagem pintada. (vou só acrescentar também que o fato dessa parte estar pintada, não significa que o RCS é agora melhor… Essa pintura aparenta ser apenas uma pintura normal. Mas mesmo que estivesse nessa pintura algum revestimento furtivo, isso não faria da aeronave,… Read more »

Last edited 1 mês atrás by DSC
Demostenes
Demostenes
Reply to  DSC
30 dias atrás

DSC, obrigado pelos esclarecimentos.

Pablo Astorga
Pablo Astorga
30 dias atrás

Brasil haciendo las cosas bien hechas. Mejor caza sudamericano, de lejos.

CLAUDIÃO
30 dias atrás

isso me dá uma alegria, um orgulho…muito legal… que venham todos….