Home Aviação de Ataque Simuladores do F-35 podem se unir a outros simuladores para combate virtual

Simuladores do F-35 podem se unir a outros simuladores para combate virtual

908
6
Simulador de F-35

Os pilotos de F-35 da Força Aérea dos EUA da Nellis Air Force Base, Nevada, agora poderão entrar em um simulador e treinar ao lado de F-16s, F-15s e outras aeronaves virtuais.

O Comando de Combate Aéreo da USAF aceitou formalmente o sistema de Treinamento de Missão Distribuída (DMT – Distributed Mission Training) da Lockheed em 22 de junho após um teste final em 18 de junho. Durante esse teste, quatro simuladores de F-35 em Nellis realizaram uma missão virtual com pilotos em simuladores de F-22, F-16 e E-3 AWACs em outras bases, disse Chauncey McIntosh, vice-presidente da Lockheed para treinamento e logística de F-35.

Embora os pilotos de F-35 em um simulador pudessem treinar anteriormente com até três outros simuladores de F-35 no mesmo local, o sistema DTS permite que esses pilotos voem digitalmente com um grande número de tipos variados de aeronaves, desde que os simuladores possam operar na mesma rede.

Aviões no Distributed Mission Training system

Anteriormente, a Lockheed conectou simuladores F-35 a outros simuladores de aeronaves em seu laboratório de testes, mas o teste de 18 de junho foi o primeiro em que simuladores de F-35 foram ligados a uma massa de outros simuladores para uma missão virtual em um ambiente altamente contestado, disse a Lockheed em um comunicado à imprensa. Os F-15s também serão capazes de se conectar ao sistema DMT.

A próxima etapa, disse McIntosh, será instalar a capacidade DMT na Naval Air Station Lemoore neste outono e na Marine Corps Air Station Miramar na primavera de 2021. Ambas as bases estão na Califórnia.

No entanto, algumas limitações ainda existirão, mesmo quando novos locais DMT forem criados. A capacidade é “muito escalável para outras plataformas”, disse McIntosh, mas atualmente apenas os simuladores F-35, F-22, F-16, F-15 e E-3 são suportados pelo DMT.

McIntosh também disse anteriormente à Defense News que a Força Aérea dos EUA, a Marinha e o Corpo de Fuzileiros Navais, bem como o Reino Unido, que também planeja adquirir o sistema DMT, não poderão treinar juntos porque usam redes diferentes.

FONTE: Defense News

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fabio Araujo
Fabio Araujo
2 meses atrás

Esse tipo de interação é muito interessante, e a tecnologia para isso já existia no mundo dos games, não é de hoje que gamers se enfrentam online. O treinamento termina ficando mais realístico e todos só tem a ganhar com isso.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
2 meses atrás

A vida copiando os jogos… hahaha

Camargoer
Camargoer
2 meses atrás

Olá. Simulação e internet das coisas. Duas áreas de imensa aplicação.

JuggerBR
JuggerBR
2 meses atrás

Simula também os bugs do F-35?

Fabio Araujo
Fabio Araujo
2 meses atrás

OFF – AI Claims “Flawless Victory” Going Undefeated In Digital Dogfight With Human Fighter Pilot
The virtual tournament is part of a larger US military effort to explore uses for artificial intelligence and machine learning in aerial combat.

https://www.thedrive.com/the-war-zone/35888/ai-claims-flawless-victory-going-undefeated-in-digital-dogfight-with-human-fighter-pilot

Dario
Dario
2 meses atrás

Imagino o ping do piloto no Japão. “Rubber banding” geral para levar a galera à loucura.