Home Apoio Aéreo Aproximado Tactical Air Vehicle, o OV-10 Bronco do século XXI

Tactical Air Vehicle, o OV-10 Bronco do século XXI

3631
65

A Icarus Aerospace, com sede em Montreal (Quebec, Canadá) e Tampa (Flórida, EUA), revelou um turboélice bimotor altamente personalizável, que é uma aeronave multifuncional, com design robusto, versátil e tecnologicamente avançado.

O nome do programa é “TAV”, que é uma abreviação em inglês de Veículo Aéreo Tático (Tactical Air Vehicle). A aeronave que nasceu do programa é chamada de Wasp.

Segundo o fabricante, a aeronave opcionalmente tripulada poderia cumprir 90% da capacidade de missão de um caça moderno e custar apenas 15% de um jato de combate moderno.

O Wasp foi projetado com um radar AESA de 360 ​​graus, dois motores de 1.700shp e poderá voar próximo à velocidade de cruzeiro de um jato, sendo capaz de transportar até 8.000 libras de carga útil em onze hardpoints. Será equipado com uma sonda de reabastecimento em voo e um sistema de reabastecimento aéreo automatizado (AAR).

A Icarus anuncia a aeronave para as seguintes missões: Apoio Aéreo Aproximado (CAS), Contra-Insurgência (COIN), Controle Aéreo Avançado (FAC), Escolta Aérea Armada (AAS), Cobertura de Operações Especiais, Busca e Resgate de Combate (C-SAR), proteção de cidades e patrulha de fronteira.

Também pode ser equipado para missões de Patrulha Armada Costeira e Marítima, Guerra Antissubmarino (ASW) e Anti-Pirataria, bem como Vigilância e Reconhecimento de Inteligência (ISR), Guerra Eletrônica (EW), Inteligência de Sinais (SIGINT), COM/INTEL Relay & Battlefield Management.

A fuselagem longa também pode ser projetada para missões de Evacuação Médica, Re-armamento e Reabastecimento. Um tanque de combustível especial pode ser instalado para funcionar como um tanque de reabastecimento.

O Wasp mede 15,5 m de envergadura e 15,85 m de comprimento e pode voar até 36.000 pés de altitude. Poderá ser equipado com bombas e foguetes guiados por laser, munição guiada por GPS, até dois torpedos, sonoboias, mísseis antinavio, mísseis infravermelhos ar-ar, bombas não guiadas convencionais e foguetes.

IMAGENS: Icarus Aerospace

Subscribe
Notify of
guest
65 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
GuiBeck
GuiBeck
3 meses atrás

Tava demorando! Eu sempre fui fã dessa configuração, nessa linha do Bronco e até do Pucará. Além de ter dois motores, a fuselagem carrega grande capacidade de armas, e fica livre à frente para sensores e armas de tiro reto. Também a altura em relação ao solo é maior que os monomotores, o que facilita a operação desdobrada. Tomara que avance.

Tallguiese
Tallguiese
Reply to  GuiBeck
3 meses atrás

Olha tenho que concordar que o conceito e muito bom, mas será que veio tarde demais?

GuiBeck
GuiBeck
Reply to  Tallguiese
3 meses atrás

Talvez. Porém nunca entendi a demora em fazerem um novo avião com esse conceito.

Ricardo Azevedo
Ricardo Azevedo
Reply to  GuiBeck
3 meses atrás

E só fazer um “P38” do Super Tucano.

Alexandre Malhado
Alexandre Malhado
Reply to  Ricardo Azevedo
3 meses atrás

Um super tucano modificado para essa configuração daria um excelente ISR, sabia? Sem contar uma configuração de ataque com esse monte de hardpoints.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
3 meses atrás
Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Fabio Araujo
3 meses atrás

Akaer Mosquito!

Akaer-Mosquito.jpg
JuggerBR
JuggerBR
Reply to  Fabio Araujo
3 meses atrás

Mais que parece, tá mais pra Control C, Control V…

Marcelo
Marcelo
Reply to  JuggerBR
3 meses atrás

na verdade os 2 deram CTRL+C, CTRL+V no Bronco, que por sua vez deve ter se inspirado em varios modelos da 2a Guerra Mundial com configuracao parecida.

Jota Ká
Jota Ká
Reply to  Fabio Araujo
3 meses atrás

Problema do akaer mosquito é que colocaram asas de mosquito como hélices. Brincadeira, são de aeromodelo! 🙂

Clésio Luiz
Clésio Luiz
3 meses atrás

Mais um que vai ter o mesmo destino do Scorpion.

Contra-insurgência é algo que a clientela não quer gastar dinheiro, por a ameaça não justifica. Acho que a essa altura do campeonato, já está bem claro que qualquer coisa que não seja baseada em uma aeronave já em produção e muito barata de operar, está fadada ao fracasso comercial.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Clésio Luiz
3 meses atrás

Mas turboélices terminam sendo mais baratos de adquirir e manter, isso pode ajudar na venda tanto do Wasp quanto do Mosquito.

Jad Bal Ja
Jad Bal Ja
Reply to  Clésio Luiz
3 meses atrás

Concordo, por mais barato que seja desenvolver um turbo hélice, ainda é mais barato adaptar um modelo que já exista.

JuggerBR
JuggerBR
3 meses atrás

Surpreendente ter radar AESA, uns anos atrás teria sucesso, mas hoje o caminho é o drone, avião tripulado não é mais a vanguarda…

Tallguiese
Tallguiese
Reply to  JuggerBR
3 meses atrás

Pois é, será que apareceu tarde demais? Já tem uma plataforma consagrada que é o A-29, o diferencial nesse aí e o radar, revo, e a modularidade. Vamos ver as cenas dos próximos capítulos

Last edited 3 meses atrás by Tallguiese
Peter nine nine
Peter nine nine
Reply to  JuggerBR
3 meses atrás

O dito avião, referido na matéria, deverá ser opcionalmente tripulado. Se não estou em erro.

Carvalho2008
Carvalho2008
3 meses atrás

So faltou prometer operar embarcado em LHA….

Ele não é pequeno e está prometendo carregar 3600 kg de carga…

Tem de entender qual vai ser o preço.

Por ser bimotor e pelo tamanho, impossivel ser mais barato e ter o mesmo custo operacional que o super tucano…se tiver radar aesa então, sobe mais ainda…

Mas o perfil multimissao estilo Bronco é excelente…

Marcos Cooper
Marcos Cooper
3 meses atrás

Filhote de LARA?

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Marcos Cooper
3 meses atrás

Filhote bombado…ele é 3 metros mais comprido e 3 metros com maior envergadura que o Bronco…

Marcelo
Marcelo
3 meses atrás

o CATIA aceita qualquer coisa (papel ja era neh).

Gabriel BR
Gabriel BR
3 meses atrás

Excelente opção para vários países de orçamento pequeno

Maurício Veiga
3 meses atrás

A Embraer poderia obter resultados semelhantes, um Super Tucano II com a motorização na configuração “Pusher”!!!

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Maurício Veiga
3 meses atrás

Você diz Push Pull estilo DO 335?
comment image

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

comment image

JuggerBR
JuggerBR
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

Esse transformer deu errado…

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  JuggerBR
3 meses atrás

A inspiração veio sobre como aumentar a velocidade e carga usando o DO-335 como base

push pull permite um bimotor com a menor resistencia do ar
comment image

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

Eram 765km/h…

Karl Bonfim
Karl Bonfim
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

Muito Esquisito, mas também interessante!

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

comment image

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

comment image

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

Ou se desejar se stealth
comment image

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

comment image

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

comment image

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

O bicho ficou bonito mestre Carvalho.
Só não tem sentido prático propulsão dianteira e a ré como na animação.
Um drone-C nessa configuração seria ótimo.comment image

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Foxtrot
3 meses atrás

Depende Mestre Foxtrot. Eu gostei mais do não stealth, mais tratorzao e que aproveita ate as asas do A29 original. O stealth ficou com a asa muito laminar e apesar da baia interna, ficara com um carga igual ou menor que o ST original.

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

comment image
Mestre Carvalho, sem querer ser muito incoveniente, mas poderia fazer novamente essa versão (mixto de A-29 com Predator) porém sem a propulsão dianteira e canoop dos pilotos?
Como disseram a baixo sobraria espaço para radar, satcom, etc etc.
Ou seja, como eu disse um Vant-C nacional.
Vai que após a adoção do Falcão pelo EB para esclarecimento de alvos etc, a FAB desenvolva seu projeto porém dotado da TAPP-5000 nacional ?
Sonhar não custa né?

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Foxtrot
3 meses atrás

Ok, eu monto não prometo rapidinho, mas monto. Retiro o motor e o canopi.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Foxtrot
3 meses atrás

Conforme prometido….sem canopi e como Drone apenas com motor traseiro…
comment image

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  carvalho2008
3 meses atrás

Simplesmente lindo!
Não percam a oportunidade FAB/ Avibrás.
Chamem o mestre Carvalho que ele projeta para vocês.

Maurício Veiga
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

Pode ser stealth ou não, mas sem o motor dianteiro, faça ambos os projetos novamente, gostei!!!

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Maurício Veiga
3 meses atrás

ok….segue versão apenas com motor traseiro com duas helices contra rotativas para equilibrar o torque de um motor mais potente.
comment image
Visão frontal

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
3 meses atrás

comment image

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
3 meses atrás

Visão Lateral comment image

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
3 meses atrás

comment image

Detalhe da baia de armas internas
São 24 bombas inteligentes planadoras GBU69/B
São pequenas com 30 kg e 16kg de carga, com alcance de uns 30 km….uns 650 kg na baia interna..

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  carvalho2008
3 meses atrás

comment image

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  carvalho2008
3 meses atrás

Vista superior das dimensões comparativas

Maurício Veiga
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

A minha sugestão é apenas “Pusher”, sem motorização dianteira, isso liberaria espaço para uma suíte de Radar e demais sensores!!!

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Maurício Veiga
3 meses atrás

Mestre Mauricio, acho que voce esta querendo algo similar ao Stavatti Machete

comment image

Mas veja, retira um motor caia potencia pela metade e um PT6A não aguenta. Se trocar pela serie Pw100 mais potente e maior, fica maior e mais caro e comeca a se pensar se não vseria melhor uma turbina

Hermes
Hermes
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

Hélices contrarrotativas ou dois motores acoplados à mesma hélice poderiam ajudar?

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Hermes
3 meses atrás

Pode ser um caminho a se pensar. Aviao leve com motor helice muito potente, tinha o perigo de guinar e desequilibrar o avião. Helice contra rotativa serve para eliminar este desequilibrio

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Hermes
3 meses atrás

Americanos e russos já tentaram, se não me engano na década de 50 e não deu certo. Acho que até os alemães, na década de 30 ou 40, qto aos alemães tenho só vaga lembrança de já ter lido ou visto algo nesse sentido. Talvez esteja confundindo c/ alguma notícia a respeito dos russos, qto às tentativas alemãs, não sei, não lembro.

Last edited 3 meses atrás by Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

Sim mas com 2 motores o custo tb aumenta e no mesmo caso desse agora, não seria o caso de pensar em turbina ao invés de 2 motores na versão Frankstein e um nessa versão bonita com um motor mais potente o que igualmente encareceria o valor tanto de operação qto de aquisição? Quem sabe não voltamos para os biplanos com lona, para baratear mais …??? kkkk
Mas esse último ficou mais bonito mesmo.

Last edited 3 meses atrás by Alexandre Cardoso
Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Alexandre Cardoso
3 meses atrás

E qual é o problema do biplano oras, se achar antigo é só atualizar com geometria variável…rzrzrzr

comment image

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Maurício Veiga
3 meses atrás

Se não for um dogfighter não seria necessário o cone radar no bico, ele poderia ser num casulo.

comment image

Carvalho2008
Carvalho2008
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

comment image

Maurício Veiga
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

A ideia é que possa eventualmente ser um Treinador avançado/Lift/Ataque com capacidade de combate aéreo LIMITADO entre outras missões, por isso apenas a motorização traseira liberando espaço para uma suíte de aviônicos modular na dianteira, levaria apenas armamentos “pendurados” mantendo a configuração o mais limpa possível propiciando uma melhora significativa na aerodinâmica do Super Tucano!!! Uma motorização mais possante seria interessante, porém não a jato tendo em vista que a configuração PUSHER permite velocidades maiores para um Turboélice, próximas a um A-10…

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

Bichinho feio … mistura de super tucano com o que???

Clebotic
Clebotic
Reply to  Carvalho2008
3 meses atrás

O que é isso? Um Hiper-Tucano?

Jota Ká
Jota Ká
Reply to  Maurício Veiga
3 meses atrás

Gostei dos canards com hardpoints! 🙂

Karl Bonfim
Karl Bonfim
3 meses atrás

Cadê o Mosquito da AKAER?
comment image

Last edited 3 meses atrás by Karl Bonfim
Marcelo
Marcelo
Reply to  Karl Bonfim
3 meses atrás

tem quem pague? se nao tiver, nao vai acontecer.

Jota Ká
Jota Ká
Reply to  Karl Bonfim
3 meses atrás

As canelas de bambi não aguentaram o pouso duro.E as hélices de colibri sofreram fadiga precoce :-).

Foxtrot
Foxtrot
3 meses atrás

Uma empresa nacional (se não me engano Akaer) apresentou em uma LAAD uma aeronave nacional denominada Mosquito semelhante a essa.
Podem até ser avançadas, mas que são feias pra caramba são.
Parecem uma aeronave da WWII.

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Foxtrot
3 meses atrás

Parece muito com o mosquito da WWII.

Bernardo
Bernardo
3 meses atrás

Belíssima configuração com opcionais para as realidades dos anos 1970 até 2010!! A micro-informática, a A.I, e a “economia” global…enterraram quase completamente as necessidades mencionadas! O conceito de UAV evoluiu tanto que já está gerações!! Quem se lembra dos Firebee sobre as selvas do sudeste asiático nos idos anos 60 do século passado?? E de outras “iscas” de detecção radar que vieram depois?? Agora estamos entrando na era de UAV’s supersônicos de combate!! Apenas lembrando, qual foi o custo operacional e material da “neutralização” daquele General Iraniano?? A mesma operação poderia ser feita por aeronaves tripuladas furtivas pelo mesmo custo??… Read more »