Home Aviação de Ataque Força Aérea dos EUA ficará com seis caças F-35A destinados à Turquia

Força Aérea dos EUA ficará com seis caças F-35A destinados à Turquia

2358
39
F-35A da Turquia
F-35A com as marcações da Turquia

(Reuters) — O Comitê de Serviços Armados do Senado dos EUA disse na quinta-feira que autorizou US$ 9,1 bilhões para adquirir 95 caças F-35 em sua versão da Lei de Autorização de Defesa Nacional de 2021, ou NDAA, uma política anual de definição de projetos de lei para o Departamento de Defesa.

O jato F-35 é fabricado pela Lockheed Martin Corp (LMT.N).

Os 95 caças F-35 autorizados no projeto são 14 a mais do que o solicitado pelo governo do presidente Donald Trump.

O comitê do Senado também autorizou a Força Aérea dos EUA (USAF) a ficar com seis F-35 vendidos originalmente para a Turquia.

Os jatos nunca foram entregues em solo turco devido a uma divergência sobre a compra por Ankara do sistema de defesa antimísseis S-400, fabricado na Rússia, que o Pentágono disse ser “incompatível” com os jatos furtivos F-35.

Os Estados Unidos expulsaram a Turquia do programa F-35 após a compra do S-400.

FONTE: Reuters

Subscribe
Notify of
guest
39 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
2 meses atrás

Se na minuta do contrato não estiver estipulado que a Turquia não teria direito a reembolso caso houvesse quebra unilateral de contrato, o certo seria devolver o montante investido à mesma por parte dos EUA.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

Olá Vinicius. Fico com a impressão que o Brasil faz bem em escolher parceiros franceses, suecos e alemães para seus principais programas militares (que chato ser expulso da festa na hora que vão cortar o bolo).

Ari Levinson
Ari Levinson
Reply to  Camaergoer
2 meses atrás

Meu caro Camargo, você está esquecendo que Erdogan fez por onde! Certamente o contrato continha cláusulas que contemplavam a expulsão do programa no caso de compra de um sistema de armas de origem dos inimigos dos EUA e da OTAN, e nesse sentido tudo o que os EUA fizeram foi fazer valer o contrato assinado lá atrás.
 
E a julgar pelo choro dos turcos a irresponsabilidade do sultão de Ancara deu um prejuízo pesado.

Italo Souza
Italo Souza
Reply to  Ari Levinson
2 meses atrás

No existe “inimigos” apenas adversários, aprenda isso.

Pelo que ocorre em processo, no existe tal cláusula, tanto que Ancara exige tal aeronave or reembolso pelo investimento.

Ser neutro, traz melhores benefícios a saúde mental

EVERTON SBRISSE
EVERTON SBRISSE
Reply to  Ari Levinson
2 meses atrás

Ari Levinson, provavelmente esse tipo de clausula nem exista nos contratos do F-35, ninguém compraria nesses termos, isso limitaria em muito a possibilidade de venda desse caça, pois muitos países fazem um verdadeiro mix de fornecedores.

Adriano RA
Adriano RA
Reply to  EVERTON SBRISSE
1 mês atrás

Existe, pelo que me lembro, uma lei americana que impõe sansões nesses casos como o que ocorreu com a Turquia. Nem precisa de contrato. Os turcos estavam cansados de saber. Resolveram peitar e se deram aparentemente mal…. Em se tratando de F-35, talvez percam alguns bilhões hoje e poupem dezenas de bilhões no futuro, evitando de operar esse triturador de dólares ambulante. O tempo dirá.

MMerlin
MMerlin
Reply to  EVERTON SBRISSE
1 mês atrás

Provavelmente existia.
Dependo do segmento e da empresa, os contratos americanos são extremamente detalhistas. Em alguns casos, chegam a virar livros. Digo isto por conhecimento de causa.

ALISON L C SILVA
ALISON L C SILVA
Reply to  Ari Levinson
1 mês atrás

SO na sua dimensão parelela que vc chama de cabeça que existe isso em algum contrato… Os EUA disseram que essa compra do armamento russo fere os interesses nacionais e aplicaram aquela lei de merda que coloca sanções aos paises que comprarem armamentos de rivais ou negociarem com paises embargados (o que da no mesmo quase sempre)…
 
Erdogan foi muito burro em comprar isso antes de receber os caças. Era so receber e depois comprar dos russos se fosse o que realmente queria.. Acabou o choro depois.
 
 

Marcos10
Marcos10
Reply to  Camaergoer
2 meses atrás

Mais chato ainda é ser expulso de vários programas internacionais por falta de pagamento, tipo ISS e VLT (Chile), como uma certa potência sul americana.

Luiz Galvão
Luiz Galvão
Reply to  Camaergoer
2 meses atrás

Fica chato mesmo, principalmente quando você compra o refrigerante numa loja concorrente.

SPQR
SPQR
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

Foi expulso porque meteu o dedo no bolo…

FERNANDO A F SOARES
FERNANDO A F SOARES
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

Franceses “muito confiáveis” já deram “o cano” nos israelenses no final da década de 60 (Mirages e “canhoneiras”), recentemente nos russos ( dois porta-helicópteros, que agora estão no Egito). E não entregaram mais Exocet para os argentinos!

Luiz Trindade
Luiz Trindade
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

O melhor exemplo de que como os norte-americanos tratam os “outros” que são considerados alinhados com os EUA mas nem sempre amigos é lembrar agora que o governo Bolsonaro se alinhou com o Trump, liberou os norte-americanos de visto enquanto que eles não nos liberaram do visto e agora proibiram voos brasileiros para os EUA. Tudo isso porque os EUA são bonzinhos que só…

ALISON L C SILVA
ALISON L C SILVA
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

kkkkkkkk. Essa foi ótima.

Caio
Caio
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

Correto! Pois mesmo num contrato político/ militar as partes devem estar sujeitas a indenização, e a compra do sistema s300 não parece ser uma prerrogativa contrária, ISTO claro sem contar com as cláusulas políticas do negócio.

nonato
nonato
Reply to  Caio
2 meses atrás

Indenização de quê?
Endorgan deu PiTi…
Bateu o pé.
É da otan mas quer dormir com o inimigo…

ALISON L C SILVA
ALISON L C SILVA
Reply to  Vinicius Momesso
1 mês atrás

Nada adianta… EUA não obedecem regra alguma mesmo… vai la cobrar ele… Quem vai obrigar ele a pagar? Tao linda essa democracia…

Antoniokings
Antoniokings
2 meses atrás

Óbvio.
Com quem mais poderia ficar?
Isso, tendo em vista o ‘interesse’ de futuros compradores.

Frederico Boumann
Frederico Boumann
2 meses atrás

Eu pensei que ia ficar com o Brasil…kkkk

Marcos10
Marcos10
Reply to  Frederico Boumann
2 meses atrás

Poderíamos até ficar, mas tem sempre alguém preocupado em não melindrar os vizinhos. Somos um povo da paz, sabe?!

Kemen
Kemen
Reply to  Frederico Boumann
2 meses atrás

Sai fora corvo! kkkkkk

Meira Ricci
Meira Ricci
Reply to  Frederico Boumann
1 mês atrás

Só não ficou com o lisarB porque os brigadeiros não quiseram! Kkkkkkk

Nilo Rodarte
Nilo Rodarte
2 meses atrás

A Turkia fez a escolha dela, soberanamente. E, como tudo na vida, todas as escolhas têm preço…
 
Seria muita inocência achar que os EUA iam deixar o F-35 ficar à disposição dos Russos e seu sistema S400.

Kemen
Kemen
Reply to  Nilo Rodarte
2 meses atrás

Acho o F-35 é “incompativel” com o S-400. É um risco! Operadores do S400 podem querer devolver os seus furtivos F-35 depois de operarem o S-400.

BR Paraná
BR Paraná
Reply to  Nilo Rodarte
2 meses atrás

Inocência foi os EUA não ter vendido para Turquia o sistema de defesa antiaérea Patriot.

rui mendes
rui mendes
Reply to  BR Paraná
1 mês atrás

Não venderam, porque a Turquia não aceitou, os USA tentaram que os Turcos optassem pelo patriot e desistissem do s400, mas os Turcos não aceitaram.

ALISON L C SILVA
ALISON L C SILVA
Reply to  rui mendes
1 mês atrás

quando ofereceram ja era tarde… se informe mais…

JuggerBR
JuggerBR
2 meses atrás

É uma boa notícia, pra Turquia…
Se livrou de comprar aviões que darão despesas crescentes e inesperadas por décadas…

Moriah
Moriah
1 mês atrás

Ancira sabia do risco, resolveu tentar a sorte e se deu mal…

Clevston
Clevston
Reply to  Moriah
1 mês atrás

Sorte dos Turcos livrarem dessa jaca voadora…

rui mendes
rui mendes
Reply to  Clevston
1 mês atrás

Claro, quem não têm, detesta (fala mal) do F35, mas quem o têm, adora e até aumenta o número de pedidos (devem ser todos estúpidos). Quem o conhece bem, adora-o, mas claro, que quem sabe tudo, é quem nunca o viu de perto sequer.

Clevston
Clevston
Reply to  rui mendes
1 mês atrás

Bilhões gastos inúmeros bugs,projeto inacabado,avião que perde a furtividade e a pintura se atingir velocidades extremas… é o que?Quantidade não é sinônimo de qualidade…preciso dizer mais.

Ari Levinson
Ari Levinson
Reply to  Clevston
1 mês atrás

Enquanto você e outros repetem “ad nauseam et extra” as bobagens que lê em mídias sem credibilidade os israelenses estão adorando o avião. E venhamos e convenhamos os israelenses entendem de aviões de combate “un poquito más” que você. Sem ofensas….

Clevston
Clevston
Reply to  Ari Levinson
1 mês atrás

Caro amigo,amamos aviação e nem sempre governos tomam desições corretas….o próprio governo israelense já errou, todos podem errar,só acho que o F35 é um buraco negro fadado ao fracasso,as negociações entre governos podem ter coisas obscuras tipo compre meu caça que libero todo sistema de defesa anti aérea,os EUA nem sempre são bonzinhos,se fosse assim o Super Hornet teria vencido o FX do Brasil.Sem ofensas….

Ari Levinson
Ari Levinson
Reply to  Clevston
1 mês atrás

Amigo, quando se trata da escolha de material de defesa Israel não pode se dar ao luxo de erra visto ser cercado de inimigos dentre eles um regime fascista de viés religioso. Em outro site inclusive foi noticiado que a Heyl Ha’Avir irá receber uma aeronave instrumentada como o fim de que sejam instalados sistemas de EW construídos localmente.   E na mesma matéria há uma entrevista de Eitan Ben Elyahu, ex comandante da força: “Eitan Ben Eliyahu, ex-comandante da IAF, disse que o F-35 trará duas capacidades principais às existentes na força aérea israelense: “A furtividade, é claro, é… Read more »

ALISON L C SILVA
ALISON L C SILVA
Reply to  Ari Levinson
1 mês atrás

vc jura que um militar tem autoridade pra desfazer publicamente de um equipamento de um parceiro estrategico como os EUA e cuja compra é politica… Muito inocente…

Clevston
Clevston
Reply to  Ari Levinson
1 mês atrás

Amigo,entendo sua exposição ela está correta,mais você não entendeu o que quiz dizer,eu disse projeto inacabado..simples…bilhões serão gastos ao longo dos anos no F35.

ALISON L C SILVA
ALISON L C SILVA
Reply to  Ari Levinson
1 mês atrás

e…numa area onde nao tem oponentes pra testar de vdd fica facil “gostar”…

Jodreski
Jodreski
1 mês atrás

Com certeza esses aviões precisarão sofrer algumas modificações em seu soft, não sejamos ingênuos… os F-35 operados pela USAF não são iguais aos operados por parceiros!