Home Aviação de Ataque FOTO: AMX espetado na Praça do Avião, Ilha do Governador – RJ

FOTO: AMX espetado na Praça do Avião, Ilha do Governador – RJ

2987
57

A aeronave AMX da foto está espetada na Praça do Avião, Ilha do Governador – RJ.

Embora tenha a designação A-1M na cauda, o avião não possuia as modificações feitas nas células modernizadas.

A matrícula 5530 adotada corresponde à do primeiro AMX modernizado no padrão A-1M, mas a célula provavelmente deve ser de uma do primeiro lote, que teve várias aeronaves encostadas devido à corrosão.

FOTO: Cláudio Barreto, via Twitter

Subscribe
Notify of
guest
57 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Filipe Prestes
Filipe Prestes
1 mês atrás

Creio que deveriam estar num museu, não á céu aberto para não sofrerem com intemperismo e vandalismo. O que não falta é aeroporto e clube aéreo no país apara recebe-los e exibi-los em condições menos desfavoraveis como numa praça

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Olá Filipe. Discordo. Temos um Xavante em uma praça aqui em minha cidade. Superbacana. Ficou referência. Em Olímpia (onde nasceu um ex-comandante da FAB) também tem um Xavante espetado bem na entrada da cidade. Fica bonito.

RafaelRJR
RafaelRJR
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

Tudo vai depender do grau de civilidade do povo que vive na localidade.
Moro a 500m de uma praça onde estão equipamentos utilizados pelas Forças Armadas na Segunda Guerra Mundial (Praça dos Ex-combatentes, em São Gonçalo-RJ) e fico bem triste com o tratamento que o povo dá a esse material histórico.
Já critiquei muito as autoridades pelo falta de manutenção no local, mas cheguei a conclusão que fazer limpeza e manutenção ali é o mesmo que enxugar gelo.

Camaergoer
Camaergoer
Reply to  RafaelRJR
1 mês atrás

Olá Rafael. Eventualmente, você e alguns colegas podem ser organizar e fazer uma feaxina nas peças de tempos em tempos. Depois, um churrasco de confraternização. Meu cunhado participou de um grupo desses para fazer um playground em uma praça perto da casa dele…ficou super legal. Todo mundo vai lá no domingo… serviu para estreitar os laços de amizade

jandir
jandir
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

nem rola. sou de São Gonçalo e sou testemunha do vandalismo que fazem com o material da praça. Essa sugestão já até foi feita no passado mas em pouco tempo… tudo sujo de novo e ao lado há um clube dos ex-combatentes todo sujo de pixação.
a prefeitura independe do prefeito sempre agiu com descaso.
 

M65
M65
Reply to  jandir
1 mês atrás

Se a Fazenda histórica do Columbandê não tivesse abandonada também seria uma opção transferir os materiais para lá.

jandir
jandir
Reply to  M65
1 mês atrás

por mim seria melhor fazer um museu do que deixar material exposto ao descaso

M65
M65
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

É uma boa idéia, porém o mal infelizmente predomina e as autoridades municipais não dão apoio. A Pracinha gonçalense do bairro Venda da Cruz, era denominada Sgt Ciber Mendonça, ex-combatente da FEB . Porém um vereador retirou o marco que homenageava o militar.

M65
M65
Reply to  RafaelRJR
1 mês atrás

Já morei em Niterói e São Gonçalo. Nos últimos 30 anos agravou o vandalismo nesta Praça. Talvez fosse melhor levar os materiais para um dos Fortes ou Fortalezas de Niterói que são administradas pelo EB.

Up The Irons
Up The Irons
Reply to  Camaergoer
1 mês atrás

“Muitas vezes confundido com o aeroporto, a área que abriga a Estrada do Galeão corresponde, no total, a 51% de toda ilha! A área abrange, ainda, as principais instalações militares como, por exemplo, a Base Aérea do Galeão, Hospital da Aeronáutica, Hospital de Medicina Aeroespacial, além das Vilas Oficiais dos Militares e três imensas reservas ecológicas.”
Fiquem tranquilos, não haverá vandalismo. Se não me engano, um Xavante ficou exposto por muitos anos ali…

Vampire
Vampire
Reply to  Up The Irons
1 mês atrás

Sou da ilha do Governador e conheço bem a praça, será impossível o avião ser vandalizado pois está numa área da FAB, inclusive com uma guarita operacional na frente do mesmo.

Antigamente o avião espetado era um Gloster Meteor!!!! O Xavante fica espetado na HFag, Ainda há dois F-5B espetados pela região e um Viscont em frente a Base Aérea do Galeão.

M65
M65
Reply to  Vampire
1 mês atrás

Me lembro de uma avião espetado na década de 70 na Ilha do Governador. Salvo engano era o Meteor. Que fim levou ele ?

Vampire
Vampire
Reply to  M65
1 mês atrás

Foi para o MUSAL!!! Era um Meteor sim!!!

Marcelo
Marcelo
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Acho que nao faltarao unidades para o MUSAL. Assim fica mais acessivel tambem. Os 2 tipos de preservacao da memoria aeronautica sao importantes.

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Caro, Marcelo.
 
 
O Musal já possui um AMX, daqueles que a gente entra no cockpit para bater fotos.
Fui ano passado e bati várias fotos de fora. Como as filas eram grandes, dei preferência a tirar fotos de dentro somente do cockpit do Mirage 2000.
 
 
 
Abs.

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Caro FP,
 
 
Essa praça é bem antiga, ficando perto do Galeão e numa área bem militarizada. Desde que me entendo por gente, sempre teve um Gloster Meteor exposto ali, mas há algum tempo, não sei quando exatamente, substituíram por esse AMX.
 
Desconheço se a praça é “adotada” pela comunidade ou alguma instituição.
 
 
Abraços.

BCPL
BCPL
Reply to  GFC_RJ
1 mês atrás

Em 99 eles puseram um mockup de amx no lugar do meteor e dessa vez puseram um de verdade

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  BCPL
1 mês atrás

Sim, um mockup horroroso! Esse aí ficou muito bonito!!

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  BCPL
1 mês atrás

Sim, era um mockup em escala menor que o AMX de verdade. O engraçado é que ele tinha luzes e sons que eram ativados lá da guarita. O pessoal de guarda provavelmente ria MUITO com o susto que davam em desavisados hehehehehe

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  GFC_RJ
1 mês atrás

GFC, a Praça fica em frente a Prefeitura de Aeronáutica do Galeão e à Vila Militar da Aeronáutica, que conta com vigilância dia e noite (servi na BAGL e tirei serviço ali) . Antes havia um Gloster Meteor que deu o nome de “Praça do Avião” que era referencia e ficou. Depois que tiraram o Gloster colocaram uma escultura horrível de um AMX com as asas tortas. Este modelo aí ficou show!!! Passo toda semana ali em frente!

major tom
major tom
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Saudações ! Em Anápolis possui tres Mirage 3 (F103) ‘espetados’ Em diferentes pontos da cidade. Todos em bom estado de conservação, e olha que fazem mais de 7 anos espetados.

Eron
Eron
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Boa Tarde,
 
No Musal já têm uma aeronave AMX em exposição.

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Basta um cracudo achar que uma deriva desta aí vale uns 50 conto em ferro velho/desmanche cladesti o pra ele comprar umas cinco pedra de crack.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Mas o MUSAL já tem o prototipo brasileiro

Alexandre
Alexandre
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

A praca do Aviao é uma prac na Estrada do Galeao na entrada da Ilha do Governador, proximo ao aeroporto internacional do Rio e da Aeronautica e ela fica em frente a vila militar, e é tradicional ter algum aviao na praca, por anos ja ficaram varios avioes, lembro do Gloster Meteor e por anos ficou um Xavante…

Fábio
Fábio
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Bom dia! A aeronave está na entrada da vila dos oficiais da FAB…

Jorge Ferreira
Jorge Ferreira
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Já tem duas células no MUSAL… Achismo meu, pegava o São Paulo, fazia uma parceria entre a Marinha o exército e a aeronáutica e fundava um Museu da Guerra no Centro do Rio. Reunia acervos contando a história da invasão francesa até a intervenção federal do RJ (conflitos de 4a geração). Muitos aviões no São Paulo, simuladores para as crianças.

Agora, acreditar que alguém consegue visitar com tranquilidade o MUSAL lá nos Afonsos… Não dá… Só milico vai para Realengo e Afonsos por relevância histórica.

Jorge Ferreira
Jorge Ferreira
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Fiz a prova da EPCAR em 96 incentivado por um Gloster Meteor que ocupava o lugar desse A-1. Já se passaram 23 anos na FAB. Às vezes pequenas coisas fazem a diferença.

Kommander
Kommander
1 mês atrás

Vai ficar fixo aí ou é só para demonstração? Se for fixo, não dou 6 meses pro bicho aparecer pinchado.
É cada ideia…

BCPL
BCPL
Reply to  Kommander
1 mês atrás

A praça existe desde a década de 60 com um avião espetado

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Kommander
1 mês atrás

Duvido pois está em frente à Vila Militar da Ilha, com vigilância 24 hs

Kommander
Kommander
Reply to  Marcelo Andrade
1 mês atrás

Obrigado pela informação, amigos.

Zé naval da Paraíba
Zé naval da Paraíba
1 mês atrás

Quero um na minha cidade também, o povo aqui no interior da Paraíba ia adorar.

FABIO MAX MARSCHNER MAYER
FABIO MAX MARSCHNER MAYER
1 mês atrás

Ontem mesmo, a página noticiava a entrega do 8º A1-M (num programa de 17 anos), agora, noticia um A1-M espetado numa praça.   Será que só há 7 operacionais?   O Brasil definitivamente é o país da piada pronta, moderniza avião para espetá-lo na praça!   E leva 17 anos para entregar 8 aeronaves, em um programa que queria modernizar 43, mas no meio do caminho resolveu que somente 14 seriam objeto.   Numa aeronave que foi apelidada de F-32, porque cada unidade custou o dobro de um F-16.   Sendo que o Brasil pretendia adquirir no mínimo 76, mas… Read more »

Marcelo
Marcelo
Reply to  FABIO MAX MARSCHNER MAYER
1 mês atrás

esta pintado A-1M e 5530 na cauda, mas nao eh essa aeroanve. Deve ser uma das celulas que estavam com problema de corrosao. Porem achei equivocado isso…soh gera confusao. deviam ter pintado A-1 apenas!

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  FABIO MAX MARSCHNER MAYER
1 mês atrás

2!!!!!!!!!!!!

Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  FABIO MAX MARSCHNER MAYER
1 mês atrás

Por esses motivos e inquestionáveis exemplos históricos é que fico impressionado quando falam em segundo lote de F39. É piada ou completo desconhecimento de como as coisas (não) funcionam em Banânia. Parece que não lêem o passado, ou se lêem não entendem.

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  Luiz Antonio
1 mês atrás

Verdade venho pensado nisto também. O início do projeto AMX se pranejava cerca 90 aeronaves, foram entregues 56 em três lotes bem atrasados ( último em99)
Então temos que torcer primeiro para o lote de griphens chegar completo aos 36 antes de pensar em um segundo lote . Ainda mais com os oficiais brasileiros das 3 forças querendo viverem como marajás com a verba quase toda destinada a salários e benefícios e pensões e a enorme e duradoura por anos recessão que vem aí.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  FABIO MAX MARSCHNER MAYER
1 mês atrás

Bicho, leia a reportagem! É um A-1 dos primeiros lotes. Só pintaram o M para exposição. Só a fuselagem, não tem motor, sistemas, assento, etc

Flanker
Flanker
Reply to  FABIO MAX MARSCHNER MAYER
1 mês atrás

Leia o texto com atenção e verá que essa aeronave representa um A-1M, mas não é um, de fato.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  FABIO MAX MARSCHNER MAYER
1 mês atrás

Leiam a matéria antes de comentar. Ajuda bastante.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
1 mês atrás

Melhor caça bombardeiro da América Latina.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Vinicius Momesso
1 mês atrás

Verdade amigo!

Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 mês atrás

Ficariam melhor protegidos se colocados em praças perto de instituições militares, assim teriam alguma vigilância e manutenção da pintura.

BCPL
BCPL
Reply to  Fabio Araujo
1 mês atrás

Essa praça fica de frente para a guarita da vila dos oficiais na Ilha do Governador.

Francisco
Francisco
1 mês atrás

“…mas a célula provavelmente deve ser de uma do primeiro lote, que teve várias aeronaves encostadas devido à corrosão.” Poderiam explicar melhor sobre essa situação? Local da corrosão, falha na peça inteira, etc…

Luck
Luck
1 mês atrás

Tradição da Ilha do Governador! A praça se chama “Praça do Avião” pois antes já existia um Gloster Meteor espetado a muitos anos. Além de outras aeronaves também espetadas em vários quartéis da Ilha. Xavante no CEMAL, F5-B no Depósito de Material Bélico, mais um Xavante ma entrada do Quartel do Galeão, um Avro em frente a entrada da Base Aérea do Galeão e outro F5 na entrada do Aeroporto antigo.
Ainda tinha o DC-3 da Varig na Área Industrial, nas este, infelizmente virou sucata.
Sds

Dario Renato
Dario Renato
Reply to  Luck
1 mês atrás

O Xavante do CEMAL e o F-5 do CEA estão – ou estavam até a pouco tempo – com a pintura totalmente desgastada. O F-5 do Can Galeão estava com uma pintura horrível que parecia o Fredie Mercury do Pânico na TV…
Para ter estes monumentos ao ar livre é preciso um mínimo de manutenção.

M65
M65
Reply to  Luck
1 mês atrás

Até a década de 70 (ou 80?) no aterro do Flamengo tinha um DC-3 da VARIG em exposição estática.

Antoniokings
Antoniokings
1 mês atrás

Tem um também em frente ao Clube da Aeronáutica na Barra da Tijuca.
Fiquei surpreso ao ver como o avião é relativamente pequeno.
 

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Antoniokings
1 mês atrás

Vai ver é o antigo mockup que ocupava o lugar onde o avião da matéria agora ocupa. É menor que a aeronave de verdade e apita, faz sons, tem luzinhas, etc.

Foxtrot
Foxtrot
1 mês atrás

Que triste, poderiam ter doado para qualquer centro de P&D ou empresa aeronáutica nacional que teria melhor uso!
Grande avião nacional que merecia e muito uma evolução aos moldes de um Tejas, Yak-130 etc.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Foxtrot
1 mês atrás

Cara, você só fala besteira! Ali só tem a casca!!!

Rafael M. F.
Rafael M. F.
1 mês atrás

Tiraram a carga propulsora do assento ejetável?
 
Teve um caso – o pessoal antigo daqui pode confirmar – com um F-80 espetado como monumento onde deixaram a carga (já vencida) no assento. Um funcionário da prefeitura que estava fazendo a limpeza do monumento teve a brilhante idéia de entrar no cockpit e a idéia mais brilhante ainda de puxar a alça do assento ejetor.
 
A carga, teoricamente vencida, funcionou…
 
E o pobre faxineiro foi lançado a uma altura de mais de 15 metros, morrendo na queda.
 
Seria cômico, se não fosse trágico…
 

Last edited 1 mês atrás by Rafael M. F.
Flanker
Flanker
Reply to  Rafael M. F.
1 mês atrás

O A-1 está sem o assento ejetável

JuggerBR
JuggerBR
1 mês atrás

Antes espetado na praça do que virar latinha de cerveja… Tem um A-1 com pintura antiga espetado na praça em frente a portaria da EEAR em Guaratinguetá, impressiona o tamanho do avião, muito bonito.

Jefferson Côrtes
Jefferson Côrtes
1 mês atrás

Aqui em Salvador, um Gloster Meteor, foi colocado em frente a antiga Fonte Nova, foi depredado, depois o levaram para a entrada do Aeroporto 2 de Julho, foi depredado…acho que aeronaves assim devem ser colocadas em praça pública, mas somente onde houver algum quartel, como fizeram com o Mirage III, foi postado em frente a Prefeitura da Aeronáutica na Ondina, lá está conservado e preservado….