domingo, fevereiro 28, 2021

Gripen para o Brasil

China: Novo túnel de vento vai ajudar a desenvolver caça de próxima geração até 2035

Destaques

Defesa aérea da Sérvia atingiu outro F-117 durante a Operation Allied Force

A história de como um jato de ataque stealth F-117 Nighthawk da Força Aérea dos Estados Unidos foi abatido...

HENSOLDT: Sistemas antidrone e de proteção de áreas críticas e estratégicas

Nos últimos anos, a venda de drones cresceu muito no mundo. Esses objetos voadores, cada vez mais comuns em...

FAB coordena Operação Escudo Antiaéreo

Operação aconteceu de forma conjunta entre a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira No período...
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Conceito de caça de sexta geração da China

O novo túnel de vento da China, chamado FL-62, realizou sua primeira operação no dia 26 de maio, em um teste para uma nova aeronave não revelada, que provavelmente será um caça a jato da sexta geração mais avançado que o J-20 e o J-31.

Referindo-se às novas aeronaves, o designer-chefe do jato J-20, Yang Wei, havia dito em um programa televisivo da CCTV que a China projetaria “uma aeronave muito diferente no futuro através da verdadeira inovação”.

O campo de fluxo gerado pelo túnel de vento foi estável e os dados de teste da aeronave foram coletados pela primeira vez, anunciou o Aerodynamics Research Institute, da estatal Aviation Industry Corporation of China (AVIC), em comunicado divulgado nesta terça-feira pelo Global Times.

A China iniciou o trabalho em um caça de última geração a ser apresentado até 2035 ou mais cedo, segundo Wang Haifeng, arquiteto-chefe do Instituto de Pesquisa e Design de Aviões de Chengdu da AVIC em 2019, que também participou do desenvolvimento dos aviões de combate J-20 e J-10.

A China está de olho em um jato furtivo de “sexta geração” que pode guiar um complemento de drones a uma certa distância. Relatórios anteriores disseram que o jato proposto competiria com o FCAS franco-alemão ou com o Tempest britânico.

Aprovada para construção em 2012 e sediada em Shenyang, província de Liaoning, nordeste da China, a máquina de 6.620 toneladas e 17.000 metros cúbicos é o primeiro grande túnel de vento transônico contínuo da China. É uma instalação fundamental e estratégica crucial para o setor de aviação da China, pois decidirá o formato dos futuros aviões de combate da China, segundo informações divulgadas anteriormente pela AVIC.

Com os dados, os desenvolvedores de aeronaves poderão otimizar o projeto aerodinâmico da aeronave, proporcionando melhor desempenho em velocidade, alcance, manobrabilidade e furtividade, disse o especialista, observando que um túnel de vento mais avançado também reduzirá o tempo de desenvolvimento, porque os dados gerados serão mais precisos.

Antes de sua primeira operação na terça-feira, o FL-62 realizou um teste final no domingo, no qual dados mostraram ter atingido um padrão líder mundial, afirmou o comunicado do instituto.

- Advertisement -

54 Comments

Subscribe
Notify of
guest
54 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antoniokings

A China está realizando investimentos massivos em tecnologia, tanto na área civil como na área militar.

E estão avançando muito e de forma acelerada.

Parabéns aos chineses

Allan Lemos

Mas também com uma engenharia reversa aqui e um roubo de dados secretos ali fica muito fácil.

Antoniokings

Não há como fazer engenharia reversa de 6G, visto que ainda ninguém começou a desenvolver nada no setor.

Só os europeus que começaram a aventar, remotamente, a possibilidade de se criar uma associação de países e empresas para desenvolver um projeto.

Victor Filipe

Tem matéria na internet ai datando de 2015 declarando que os EUA já tinha iniciado o estudo para caças de sexta geração…

Marcos10

Cada um designa o avião com a geração que quer. Os EUA, por exemplo, ainda sequer tem as bases do que seria um avião de sexta geração. O J31, que evidente é uma aeronave furtiva, deve utilizar materiais compatíveis aos usados ainda no F-117. Nessas alturas podemos dizer: 5ª geração 1.0, 2.0, 3.0. Esse ai é o 1.0. Já os russos, segundo os indianos em relação ao SU57, não tem nada.

J-20

O maior problema do Su-57 é aquela protuberância redonda do IRST que, sozinho, tem mais RCS que um F-22 e J-20 juntos

Antoniokings

Se eu fosse vc, correria lá para avisar os russos disso, visto que os milhares de cientistas, engenheiros e técnicos que trabalham no projeto não perceberam isso.

Ainda daria para recebeu um ‘pro labore’.

Cada coisa…..

Victor Filipe

Ele não esta errado, você que é ignorante e não percebe erros do lado dos Russos ou Chineses. existe um motivo pelo qual o F-35 tem o sensor facetado ao invés de uma bolinha de arvore de natal brilhante

Allan Lemos

A China só está estudando o desenvolvimento de caças de sexta geração porque já domina o dos de quinta,e por que?Porque roubaram dezenas de terabytes de dados sigilosos do F-35 e também tiveram uma ajudinha do Paquistão para aprimorar sua tecnologia stealth.E isso é só a ponta do iceberg.Se a China jogasse respeitando as regras do jogo,não estariam nem perto de estar no nível atual.

Carlos Henrique Lucena

Importante lembrar que o salto que os americanos tiveram, no pós-guerra, foi em função do espólio nazista.

Ricardo Bigliazzi

Recomendo uma busca na Internet sobre o assunto e correção no post. Fake news a vista mais uma vez.

Nei

Mas existe a engenharia reversa do 5G, o qual é base para 6G. Então…..

Antoniokings

Então, seria equivalente a construir uma Ferrari fazendo engenharia reversa de um Fusca.

E um Fusca defeituoso, visto os enormes problemas do F-35.

Marcelo

Nada do que os Estados Unidos e a União Soviética não fizeram com os equipamentos capturados dos alemães no final da Segunda Guerra!

A engenharia reversa poupa muito tempo no desenvolvimento das tecnologias. A China com certeza não teria chegado tão rápido ao que chegou sem usar essa prática.

O Brasil deveria fazer o mesmo, mas o nosso problema é que nossos políticos são de uma espécie diferente da dos chineses: não querem transformar o Brasil numa potência, só querem sugar o país cada vez mais!!

Luiz Galvão

Pois é Allan.

Muito feio isso que a China faz.

Tinham que fazer como os EUA, UK, Rússia e França, que sempre desenvolveram seus projetos do zero, sem nunca copiar, roubar , importar nazistas de carteirinha e fazerem deles cidadãos e sem fazer engenharia reversa .

A China realmente adota práticas inéditas.

Allan Lemos

Mimimi.A Guerra Fria já acabou,a maioria dos países hoje seguem as regras internacionais,me mostre a prova de que hackers franceses ou britânicos roubaram dados sigilosos de projetos de algum outro país do jeito que a China fez/faz.

Junior

“a maioria dos países hoje seguem as regras internacionais” besteira total o seu comentário, tu não sabe o que tá falando, o fato da maioria dos países não serem tão descarados na maneira de agir como os chineses são, não quer dizer que eles não espionam e roubam dados, projetos, pesquisas e etc… de outros países. É ingenuidade achar que eles não o farão se tiverem oportunidades, vou te contar uma coisa que li uma vez em um bate papo sobre isso, um carinha que trabalhou na Embraer por muito tempo disse que os japoneses da (Kawasaki ou MIT não… Read more »

Allan Lemos

Ah sim,eu não sei do que estou falando mas você tem como fonte algum carinha qualquer de algum bate papo obscuro da internet que com certeza é super confiável. Amiguinho,eu posso colocar aqui o link de dezenas de fontes diferentes para comprovar que os chineses roubaram dezenas de terabytes de dados do F-35,você pelo contrário não tem provas do que fala.Longe de mim afirmar que os países ocidentais são todos santos,mas é fato que nenhum tem espionagem e roubo como política de estado como a China,desse jeito até o Paraguai vira potência. Isso para não mencionar o fato da maior… Read more »

Thiago

Allan , por favor pesquise um pouco sobre os Fives eyes, Prism , Nsa, Echelon, espionagem industrial, sobre a Raytheon, sobre o Sivam , sobre a Embraer ( nesse caso as informações coletadas foram à benefício do Canadá e sua industria aeronáutico- Bombardier) … etc etc depois Me fala se as ditas nações são tão ” éticas ” quando existem no meio interesses industriais econômico e políticos. Só um pequeno exemplo da ponta do iceberg: “Echelon e a espionagem do Brasi … o programa Fantástico do dia 8 de Setembro de 2013, baseado em documentos fornecidos por Snowden a Glenn… Read more »

Thiago

A guerra fria acabou , mas não tira o fato que eles fizeram um belo pulo do gato, ganhando pelomenos uma década de vantagem em relação a concorrência. É ainda assim continuam coletando informações de maneira ilícita quando possível até para saber em que patamar estão adversários e aliados, é quando encontram algo interessante tenha certeza que não deletam ! Ninguém nesse meio é mocinho e os EUA estão anos a frente de todos até na espionagem .

Luiz Galvão

Regras internacionais ? Deixa de ser ingênuo rapaz. Todos os países que roubaram as tecnologias no pós guerra saíram em vantagem em relação aos demais e criaram essas regras e tratados exatamente para manterem a vantagem tecnológica que conseguiram pelos mesmos meios que a China utiliza hoje. Muito ingênuo você.

Allan Lemos

A Guerra Fria já acabou há décadas caso você não saiba.

Ricardo Bigliazzi

O dia que ver um avião americano baseado num avião Chines mudo o meu nome no blog para “Kings II – A rendição”.

Luiz Galvão

Avião americano baseado em avião chinês, ou russo ou francês ou do que vc queira hoje em dia não vai acontecer. Os americanos ha decadas já tomaram posse de tudo o que os alemães tinham e que é base de toda a tecnologia que possuem hoje, de mísseis, foguetes, submarinos, etc. A China está correndo atrás do prejuízo, usando as mesmas técnicas que todos usaram no pós guerra. Se concordo com esse tipo de coisa ? Não. Mas faz parte do jogo. Com relação ao seu nome no blog , faça o que quiser, mas quando postar alguma coisa, poste… Read more »

Karl Bonfim

“engenharia reversa” é um termo muito light a meus ver, para descrever essa apropriação indébita de propriedade intelectual dos outros pelos chinas, eu chamaria mesmo de “pirataria intelectual”. Pasta olhar para esse caça stealth xing ling de todos os ângulos, veremos uma mistura de MIG 1.44 Flatpack russo com Northrop YF-23 americano.

Last edited 9 meses atrás by Karl Bonfim
Tomcat4,2

Baseado no fato de que o F-117 já voava 10 anos de sabermos de sua existencia no Golfo, não duvido que o caça de sexta geração, a despeito do F-35, já possa estar voando e sendo testado a exaustão, lembrar que na área 51 é “ô” lugar pra sumir do mapa e testar a vontade.

Nilton L Junior

Kings tem um vídeo no canal GGN – Especial: o modelo chinês e como influenciará o futuro das democracias ocidentais onde o Elias Jabbour e Paulo Gala que abordam a China em seu aspecto econômico, vale apena assistir para ter uma ideia do significa esse modelo.

Antoniokings

Ok.

Vou pesquisar.

Gabriel BR

É coisa de super potência mundial

willhorv

Novamente estamos vendo a ascensão de um império. Espero que sua queda não derrube toda a humanidade. Historicamente, regimes ditatoriais e imperialistas não deram muito certo por longos períodos.
Quem viver verá.

Fredy

Acredito que haverá novamente a divisão em dois blocos, como no passado.

Gabriel BR

Amigo, Certamente !

Welington S.

Não tenho dúvidas disso viu.

Defensor da liberdade

Esse avião tá parecendo aquelas projeções de entusiastas.

Victor Filipe

Não é tão fora da realidade. me lembra um YF-23 com canards

Ricardo Bigliazzi

Mais uma copia?

ADRIANO MADUREIRA

exatamente…

LEONARDO CORREIA BASTOS

Seria bom que eles mostrassem primeiro as alegadas capacidades de 5a geração!! Sonhar é sempre bom…

Luiz Galvão

Leonardo.

Ótimo comentário.

Ricardo Bigliazzi

Acho que Eles sabem que a corrida contra os EUA em se tratando de 5a. geração já está perdida a quase uma década. É torcer por um milagre para empatar o jogo com a 6a. geração.

Antoniokings

Repita isso, exaustivamente, até vc mesmo acreditar.

Fabio Araujo

A China estava muito atrás dos americanos e dos russos e estão correndo para chegar no nível de desenvolvimento de novas tecnologias deles. Podem ter feito muita engenharia reversa e usado de muita espionagem, mas também investiram muito em pesquisa e desenvolvimento.

Fredy

Até para copiar tem que ter algum nível de conhecimento.

Anselmo da Costa Andrad

Concordo!

Lúcio Sátiro

Pois é, agora sim, o Qaher F-313 de quinta geração do Irã foi superado pelo novíssimo caça de sexta geração da China. Sextou kkkkkkkkkkk

ADRIANO MADUREIRA
filipe

A China já tem Inteligência Artificial, Computação Quântica e Telecomunicações 5G.

Last edited 9 meses atrás by filipe
Tadeu Mendes

Kkkkkkkk. Dream on Filipe.

Capa Preta

Eu iria dizer que e cara do F23, mas como são chineses então e o F23 copiado mesmo.

Diogo Luiz Bizatto

É isso aí… começaram copiando e depois que aprenderam… começam a criar.

Inveja da China! Poderia ser o Brasil…

Foxtrot

Aqui no PA está complicado, não se pode escrever nada que é moderado (ou não se pode dizer a verdade).
Mas quando se fala mal do avanço de outros países de cultura diferente da nossa não é moderado.
Vou me limitar a dizer, Parabéns China.

dogui

Acho que os americanos sempre foram copiados na cara dura e nunca aprenderam a proteger seus projetos. Mérito de quem consegue a informação.

Luiz Trindade

O fato é que a quanto tempo analistas militares ocidentais estão alertado que os chineses estavam espionando e avançando na área militar?!? Agora o choro é livre porque impedir de eles avançarem não dá mais!!!

- Advertisement -

Combates Aéreos

Rafale é o melhor em ‘dogfight’, dizem pilotos franceses na Aero India

Se há algo que os Rafales franceses podem fazer melhor, é o combate aproximado (dogfight). Pequeno e ameaçador, o...
- Advertisement -
- Advertisement -