Home Aviação de Ataque Rússia desdobra aviões de caça na Líbia

Rússia desdobra aviões de caça na Líbia

4365
53

A Rússia desdobrou recentemente aviões de combate militares na Líbia para apoiar empreiteiros militares privados patrocinados pelo Estado, ou PMCs, operando no local, disseram oficiais do Comando Africano dos EUA.

As aeronaves militares russas provavelmente fornecerão apoio aéreo próximo e fogo  ofensivo ao PMC do Grupo Wagner, que apoia a luta do Exército Nacional da Líbia contra o governo de acordo nacional reconhecido internacionalmente, disseram autoridades da Africom em comunicado à imprensa. Os aviões de caça russos chegaram à Líbia a partir de uma base aérea na Rússia depois de transitarem pela Síria, onde oficiais da Africom avaliam que foram repintados para camuflar sua origem russa.

“A Rússia está claramente tentando mudar a balança a seu favor na Líbia. Assim como eu os vi fazendo na Síria, eles estão expandindo sua presença militar na África usando grupos de mercenários apoiados pelo governo como o Wagner”, disse o general do exército Stephen Townsend, comandante da Africom. Por muito tempo, a Rússia negou toda a extensão de seu envolvimento no atual conflito na Líbia. Bem, não há como negar agora. Vimos a Rússia transportar caças de quarta geração para a Líbia – a cada passo do caminho. Nem o LNA nem as empresas militares privadas podem armar, operar e sustentar esses caças sem o apoio do Estado – apoio que estão recebendo da Rússia”.

A Rússia empregou o Wagner, patrocinado pelo Estado, na Líbia para ocultar seu papel direto e permitir a Moscou plausível negação de suas ações malignas, disse o comunicado da Africom, acrescentando a avaliação do comando de que as ações militares de Moscou prolongaram o conflito na Líbia e exacerbaram as baixas e o sofrimento humano em ambos os lados.

Townsend disse que Khalifa Belqasim Haftar, que comanda o Exército Nacional da Líbia, deixou suas intenções claras. “O mundo ouviu Haftar declarar que estava prestes a iniciar uma nova campanha aérea”, disse o general. “Serão pilotos mercenários russos pilotando aeronaves fornecidas pela Rússia para bombardear líbios”.

A Rússia não está interessada no que é melhor para o povo líbio, mas está trabalhando para alcançar seus próprios objetivos estratégicos, disseram autoridades da Africom.

“Se a Rússia se apoderar da base na costa da Líbia, o próximo passo lógico é implantar recursos permanentes de negação de área de acesso prolongado”, disse o general da Força Aérea Jeff Harrigian, comandante das Forças Aéreas dos EUA na Europa – Forças Aéreas da África. “Se esse dia chegar, criará preocupações reais de segurança no flanco sul da Europa.” As ações desestabilizadoras da Rússia na Líbia também vão exacerbar a instabilidade regional que levou à crise migratória que afeta a Europa, disseram autoridades.

FONTE: Departamento de Defesa dos EUA

Subscribe
Notify of
guest
53 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
4 meses atrás

Toda a semana a Turquia manda toneladas de armamentos para Libia, além de efetuar ataques usando seus drones, desestabilizando a balança a seu favoe e ninguém dá um pio sequer, já a Rússia … não pode, né?

GUILHERME NASCIMENTO
GUILHERME NASCIMENTO
4 meses atrás

Uma coisa é certa: Putin está jogando WAR. Ele já conquistou a Síria. Agora se ele lograr conquistar a Líbia e colocar bases (aéreas e marítimas) naquela região do Mediterrâneo, ele adquirirá uma vantagem estratégica enorme.

Já vi essa cena na WWII. O ditador vai comendo pelas beiradas, e a comunidade internacional fica só olhando e dando indiretas. Até que já é tarde demais.

Kemen
Kemen
Reply to  GUILHERME NASCIMENTO
4 meses atrás

Se não me engano, a Siria do Assad já era apoiada pela Russia desde que ele estava no poder, não mudou nada em relação a isso. No que se refere à Libia, o Kadafi já tinha apoio da Russia antes do ditador cair, depois a coisa ficou meio solta uns pro ocidente / outros pro oriente… A Argelia ali do lado é cliente militar da Russia. O que pode pesar na balança é o Egito no outro lado mas esse anda meio “encima do muro” fazendo compras militares do ocidente e do oriente, o norte da Africa é potencialmente candidato… Read more »

Last edited 4 meses atrás by Kemen
Mirade
Mirade
Reply to  GUILHERME NASCIMENTO
4 meses atrás

Comunidade internacional é o outro nome para o imperialismo europeu e Yanke que sempre vocifera quando qualquer outro país quer fazer valer seus direitos.

Karl Bonfim
Karl Bonfim
Reply to  GUILHERME NASCIMENTO
4 meses atrás

Caro,”GUILHERME NASCIMENTO”, isso mais parece um jogo de xadrez, em que russos são muito bons, a OTAN e o Tio San mexem suas peças no tabuleiro do leste europeu tentando cercar e dar cheque mate, os russos mexem suas peças mas ao sul do tabuleiro na Síria e na Líbia para se manter na jogada, evitar um cheque mate, virar o jogo e dar quem sabe, o seu cheque mate. Aí uma coisa temos que admitir, nesse jogo os russos são mestres!

Last edited 4 meses atrás by Karl Bonfim
Antoniokings
Antoniokings
4 meses atrás

O General Haftar está vencendo a guerra e ele é aliado de Moscou.

Desta forma, a Rússia vai consolidando sua presença na região.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Coloque junto França, Alemanha, EAU…

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Vinicius Momesso
4 meses atrás

O General Haftar tem um grande banco de aliados, mas até agora, apenas EAU e Egito estão realizando incursões aéreas. Com todos esses grandes players envolvidos, a Líbia tem tudo para se tornar o palco de uma guerra muito pior do que foi a Síria.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Vinicius Momesso
4 meses atrás

Não vai ser pelo fato de que Haftar já domina quase todo o País e é muito mais forte que os adversários.

Com ajuda russa será questão de tempo assumir o poder.

Pedro
Pedro
Reply to  Antoniokings
4 meses atrás

Errado. Conflitos de faccoes como esse na Libia se vence pelo lado que tiver mais gente! A guerra pendeu para Haftar por muito tempo por ele ter mais soldados, mesmo estando em uma posiçao estrategica inferior a GNA que controlava a capital e os terminais de exportaçao de petroleo. Com o fluxo de mercenarios patrocinados pela Turquia, a balança inverteu e a GNA conseguiu grandes vitorias. Ha indicios de que agora houve um equilibrio e tais vitorias e conquistas do GNA podem encerrar/paralisar ou ate mesmo haver uma contra ofensiva do grupo de Haftar (LNA). Enquanto isso, a Siria vai… Read more »

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
4 meses atrás

“…A Rússia não está interessada no que é melhor para o povo líbio, mas está trabalhando para alcançar seus próprios objetivos estratégicos, disseram autoridades da Africom…”

E os EUA não fizeram o mesmo quando promoveram a Primavera Árabe?

Régis Athayde
Régis Athayde
Reply to  Vinicius Momesso
4 meses atrás

Verdade isso. Mesmo que fosse um ditador, Muamar Kadhafi mantinha alguma ordem naquele país, sendo que a Líbia tinha um IDH maior que o nosso. Era o país mais rico do continente mais pobre do mundo.

pangloss
pangloss
Reply to  Régis Athayde
4 meses atrás

Esse IDH da Líbia era uma fantasia. Os países africanos mais ricos são a Nigéria e a África do Sul. Mas isso não significa que tal riqueza seja bem distribuída.

pangloss
pangloss
Reply to  Vinicius Momesso
4 meses atrás

Vinícius, observe que a dita “Primavera Árabe” só teve espontaneidade no primeiro país em que eclodiu: a Tunísia.

Nos demais países, sempre foi uma ação de grupos religiosos (Irmandade Muçulmana) tentando depor governos laicos.

Se você apontar para as monarquias do Golfo, OK. Mas os EUA não tinham interesse em piorar o que já era muito ruim, islamizando os governos da região.

Hélio
Hélio
Reply to  pangloss
4 meses atrás

Desde quando os EUA são contra governos islâmicos? Oras, quem financiou a revolução islâmica foram os próprios americanos.
Os americanos não lutam por laicidade (o que por si só já seria ruim), mas sim por interesse geopolítico. Veja como os EUA só apoiaram a primavera árabe nos países que tinham como inimigos. Quando chegou no Egito, só tomou posição quando a situação era insustentável e logo depois apoiou o golpe, quando chegou nas monarquias sunitas foi um deus nos acuda.

XFF
XFF
Reply to  Hélio
4 meses atrás

Verdade, Hélio!

pangloss
pangloss
Reply to  Hélio
4 meses atrás

Sua leitura dos fatos é bem curiosa.

Mgtow
Mgtow
Reply to  Vinicius Momesso
4 meses atrás

Pura hipocrisia e mau caratismo desses caras Vinicius. Porque quem leva o bem para o mundo é só os EUA. SQN

Augusto L
Augusto L
4 meses atrás

Esses Mig vão abater os drones turcos a rodo.

A Turquia implementou uma campanha de drones muito boa na Líbia.

No mais concordo com o Vinicius, o Africom não se pronunciou contra os turcos, se o fez, não foi publicamente.

Apesar de concorda que uma intensificação do conflito é ruim para os países europeus por causa da imigração, essa declaração é seletiva contra a Rússia

Pedro
Pedro
Reply to  Augusto L
4 meses atrás

Nao creio que esses avioes sejam apenas para isso. Os drones turcos sao derrubados toda semana pelos sistemas AAA ou ECMs. A maioria dos Pantsyr perdidos foram capturados ou incapacitados para serem capturados e nao destruidos. Dos videos apenas um equipamento foi atingido com o veiculo pelo menos parecendo estar funcional. Demais estavam ou sobre veiculos de deslocamento ou ja abandonados. O que eles querem fazer com esses jatos é parar ou diminuir é a ponte aerea que a Turquia vem fazendo com mercenarios Sírios, Afegãos e Paquistaneses para reforçar o lado da GNA. Sem esses mercenários a tal operaçao… Read more »

ScudB
ScudB
Reply to  Augusto L
4 meses atrás

Amigo Augusto L! A Turquia perdeu quase 50(!) drones nas campanhas (Síria e Líbia) nos últimos meses. Isso é “muito boa” para Você ou para turcos de perder 60% da PRINCIPAL arma disponível? Um desastre total! Estão completamente pelados pois não conseguem repor essas perdas nem com 1 ano de trabalho duro : sem dinheiro (mesmo com ajuda de Qatar com 5Bi recentemente) do turismo , produção dos carros quase nula e Lira beirando 7.00 – n t vida fácil pela frente. Jogaram mercenários pro-turcos (prometendo cidadania) na panela , mandaram navios com milhares de toneladas de equipamentos , montaram… Read more »

Brunow
Reply to  ScudB
4 meses atrás

Scud .
Os dados que tenho segundo o LNA (data e lugar na Líbia), somam 54 unidades de UAVs perdidos de TB-2 e Anka-S , este ultimo perdeu poucas unidades.
Mais de 45 unidades perdeu somente na Líbia, lembrando que o LNA não são como os Sírios, eles sempre fornecem fotos vídeos do local da queda.
O LNA também abateu 1 drone americano, 1 Italiano, e três Wing loong próprio (EAU).
Lembrando que o Drone americano teria sido abatido por engano, e esta semana o chefe da AFRICOM disse que foi abatido pelos PMC da RF…

Tomcat4,2
Tomcat4,2
4 meses atrás

Nada demais, apenas os russos apoiando um aliado ou possível aliado. Cada um mira em seus objetivos estratégicos no xadrez geopolítico, titio Sam faz isso o tempo todo(assim como todos os países do mundo), aliás ninguém derruba ou promove governos de acordo com seus anseios mais do que os EUA e isso é um fato.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
4 meses atrás

Esses aviões foram comprados pelo EAU ( Emirados Árabes Unidos ) da Bielorrússia para armar o LNA, mas no transporte para a Líbia eles foram escoltados por SU-35 russos.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Fabio Araujo
4 meses atrás

Só mais uma coisa os EUA deveriam estender a culpa ao EAU que financiou o negócio.

Brunow
4 meses atrás

A primeira foto é da base Russa na Síria, não na Líbia..

Nilton L Junior
Nilton L Junior
4 meses atrás

Alguém já disse que Países não tem amigos, tem aliados e interesse de estado, interessante esse movimento dos Russos na região, novamente sendo protagonista mas de forma discreta.

Não sou fan do Putim mas não há como negar que em termos de posicionamento internacional seu governo sabe avaliar uma oportunidade para colocar os interesses da RF em evidência.

GFC_RJ
GFC_RJ
4 meses atrás

Minha opinião é que o Putin é o melhor jogador geopolítico do mundo hoje.

“Se a Rússia se apoderar da base na costa da Líbia, o próximo passo lógico é implantar recursos permanentes de negação de área de acesso prolongado”, disse o general da Força Aérea Jeff Harrigian, comandante das Forças Aéreas dos EUA na Europa – Forças Aéreas da África. “Se esse dia chegar, criará preocupações reais de segurança no flanco sul da Europa.”

Touché!

Tomcat4,2
Tomcat4,2
Reply to  GFC_RJ
4 meses atrás

Sem sombra de dúvidas GFC_RJ, seguido por Trump.

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Tomcat4,2
4 meses atrás

O Putin não tem os ativos que o Trump possui. Mas… O Putin não tem uma grande limitação do Trump: um mandato de no máximo 8 anos.

A questão é… A Russia voltou pro jogo geopolitico mundial, justamente por causa dele. Entretanto, ele não vive para sempre.

E sem o Putin no jogo? Como a Russia fica? Porque se depender de uns tipo Medvedev da vida, vai muito longe não.

Pedro
Pedro
Reply to  GFC_RJ
4 meses atrás

A Russia pós Putin sera como sempre foi a troca de governo entre um mandatario/tirano forte seja no imperio Russo ou na URSS: uma junta militar. Meses atras li em um artigo da National Review que a CIA considera um Senador (me fugiu o nome, mas é um que sempre da declaraçoes no mesmo sentido as do Putin) o sucessor de Putin, se ambos nao brigarem pelo poder. Putin tem duas vantagens no tabuleiro mundial: Nao tem muitas amarras internas (a economica ele soube aliviar ao melhor estilo PT, ou seja, jogou para o futuro a conta) e a segunda… Read more »

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Pedro
4 meses atrás

Se você rever o que escrevi, verá que não cravei (e nem especulei) nada. Joguei dúvidas sobre o futuro no ar dadas as informações vigentes. Você está praticamente cravando um futuro que nem f…do eu me arrisco em apostar. “sera como sempre foi a troca de governo entre um mandatario/tirano forte seja no imperio Russo ou na URSS: uma junta militar”. Pode ser que tenha um “mandatário/tirano forte”, não discordo, mas quanto tempo levaria para aparecer esse cara? No último período de “gap” levou quase 10 anos, sob liderança de Yeltsin que foi um desastre. No final do século a… Read more »

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  GFC_RJ
4 meses atrás

Ele teria condição de fechar o espaço aéreo de praticamente quase todo o Mediterrâneo já que teria a base na Síria que controlaria a região do Mediterrâneo próximo ao Oriente Médio e com a base na Líbia controlaria a região central do Mediterrâneo e colocaria uma faca na garganta da Itália só a entrada do Mediterrâneo que ficaria fora do controle deles. Mas não é só essa questão militar, ainda tem o petróleo da Líbia que todos estão de olho.

guest
guest
4 meses atrás

nada disso estaria acontecendo se a OTAN não tivesse metido o bedelho na Líbia antes

Pedro
Pedro
Reply to  guest
4 meses atrás

Ponha na conta de Sakorzy e Obama essa m….. toda ai!

ScudB
ScudB
4 meses atrás

Ou Departamento de Defesa dos EUA esta cochilando no trabalho (sabendo da procedência belarrussa dos Migs) ou esta conscientemente publicando fake para chamar atenção para … sua incompetência e agressiva (porem eficiente) política da Rússia. Pois essa balela de Wagner nem risada mais chama.

P.S. : Coitados se foram pegos cochilando mesmo!.. kk

Satyricon
Satyricon
Reply to  ScudB
4 meses atrás

Caro ScudB, que o Putin seja um grande oportunista, ninguém tem dúvidas. Que os USA tem pleno conhecimento do que está ocorrendo, isso também não. O que poucos percebem é que o jogo mudou. Os USA estão preocupados é com a China, pois a Rússia não tem mais como recuperar o posto de potência hegemônica. Cada vez mais, seu papel será de coadjuvante, mas não só isso. A relevância da Rússia poderá fazer a balança pender para um lado, ou outro. Por isso, os USA estão de namorico com a Rússia, não é de hoje. Com o passar dos tempos,… Read more »

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Satyricon
4 meses atrás
<span lang="pt">A Rússia só pode ingressar na OTAN se os EUA deixarem a OTAN.

Isso não é realista.</span>

Hélio
Hélio
4 meses atrás

Parece piada, e os EUA estão preocupados com o que é melhor para a Líbia? Será que se esqueceram de que quem criou essa situação por lá, e desestabilizou todo o oriente médio foram o senhor Obama e a senhora Hillary?

Oséias
Oséias
4 meses atrás

A culpa da situação da Libia é dos franceses. Nem os americanos queriam embarcar nesse barco furado, depois do que viram no Iraque.

Obama estava visitando o Brasil e teve de convocar uma coletiva às pressas para anunciar a operação, quando na verdade a França é que iniciou tudo e criou um fato consumado e os EUA foram obrigados a apoiar para não mostrar uma rachadura na OTAN.

Kadafi era um porco assassino, mas era um porco adestrado, qualquer pessoa sabia que sem ele a situação seria ainda pior. Essa é a realidade.

Luiz Galvão
Luiz Galvão
Reply to  Oséias
4 meses atrás

2!!!

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
4 meses atrás

Nessas horas que a Turquia relembra quem são os Ursos.

Defensor da liberdade
Defensor da liberdade
4 meses atrás

“Achavam que eu estava na pior” RÚSSIA, mother of all.

leonidas
leonidas
4 meses atrás

Quem criou aquele Caos na Libia foram os Europeus e a administração Obama.

Espero que os Russos coloquem logo ordem naquele vespeiro.

Esses lugares jamais conheceram democracia, e os seus lideres tiranos são todos produtos de um “Meio” Assad na Siria, Saddan no Iraque e Khadaffi na Libia.

Então melhor mesmo os Russos assumirem o controle do que estes boçais ditos humanistas da Europa ou Yankees…

Rprosa
Rprosa
4 meses atrás

Primeiramente há de se afirmar que a assertiva usada de que são aviões russos é mentirosa, posto que já circula nos bastidores a informação de que os caças foram adquiridos pelos EAU diretamente da Bielorussia e que não vieram da base russa de Hmeimim, mas apenas pousaram para reabastecimento da mesma forma que as aeronaves pousaram no Egito antes de seguir para a Líbia. Tal informação é procedente, posto que os MIG-29 fotografados não possuem capacidade de reabastecimento, e mesmo com dois tanques sublares o alcance maximo dos MIG-29 é de 2.100 km, cpacidade esta insuficiente para se alcançar a… Read more »

Antonio Palhares
Antonio Palhares
4 meses atrás

“Governo de acordo Nacional reconhecido internacionalmente”. Mais um Guaido’ da vida. Ações malignas. Muito messiânico. A Libia e seu estariam com o Kadaf. Uma pergunta.. Onde foram parar os fundos soberanos do petróleo Libio depositados nos bancos ocidentais?

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Antonio Palhares
4 meses atrás

A Libia e seu povo estavam melhor com o Kadaf. Quis dizer.

João Bosco
João Bosco
4 meses atrás

A Rússia bancando o mineiro: come pelas beiradas , na calada vai avançando no Mar Mediterrâneo, vai colocando sua influência e ganhando posições, bem discretamente…..

fabio
fabio
4 meses atrás

Eu acho que o EUA não querem mais se meter em assuntos externos que não tenha muita relevância para eles, eles tem que parar de falar e joga uns tomahawk ali na pista de pouso e acaba logo com isso, simples

GUILHERME NASCIMENTO
GUILHERME NASCIMENTO
4 meses atrás

Do ponto de vista bíblico-profético, a chapa irá esquentar, e uma coalizão de vários países liderados por um governo vindo do norte (que alguns atribuem como potencialmente sendo a Rússia) em algum momento da história partirão para cima de Israel. Depois de 2/3 de Jerusalém arrasada (possívelmente por bombardeios), o Messias vem para destruir esta coalizão, salvar a cidade e estabelecer o seu Reino. (Jeremias capitulos 12 e 14).

Italo Souza
Italo Souza
4 meses atrás

“ações malignas” essa conversa de bem e mal é muito jogo político e pouca questão real.

Essas fotos de satélite parece outros caças, vi um mig21 e um F5, alguns nem parece ser caças Russos.

Mgtow
Mgtow
4 meses atrás

Viva a Russia! Que o grande Urso do norte saia com a faca nos dentes de sua longa hibernação. Ajudando a paises que lutam por sua soberania.

Acacor
Acacor
3 meses atrás

O gen. Haftar é cria da CIA. Já morou nos EUA, inclusive. Agora que a Rússia apoia ele os americanos ficam reclamando. Só os americanos que podem.