Home Aviação de Ataque FOTO: AT-6B Wolverine decolando de pista de terra

FOTO: AT-6B Wolverine decolando de pista de terra

3892
69

Na foto acima, o Textron Aviation AT-6B Wolverine decolando de pista de terra. Observe bem a imagem e deixe seu comentário.

Subscribe
Notify of
guest
69 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
FABIO MAX MARSCHNER MAYER
FABIO MAX MARSCHNER MAYER
5 meses atrás

Não tem canhão orgânico?

Os artefatos bege nos pontos duros são sensores de que?

Os artefatos cinza, nos pontos duros internos, são tanques de combustivel?

Parece uma aeronave robusta, adequada para cenários de pistas ruins, manutenção em condições mais precárias, cenários afastados de bases aéreas bem equipadas.

Roger
Roger
Reply to  FABIO MAX MARSCHNER MAYER
5 meses atrás

Os beges não são os pods das metralhadoras?

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  FABIO MAX MARSCHNER MAYER
5 meses atrás

“Não tem canhão orgânico?”
Não.

“Os artefatos bege nos pontos duros são sensores de que?”
Pods de canhões externos.

“Os artefatos cinza, nos pontos duros internos, são tanques de combustivel?”
Sim.

“Parece uma aeronave robusta, adequada para cenários de pistas ruins, manutenção em condições mais precárias, cenários afastados de bases aéreas bem equipadas.”
É muito baixa em relação ao ST. Os tanques externos quase encostam na pista. Esse provável que seja o grande diferencial do ST na avaliação da USAF.

Luiz Trindade
Luiz Trindade
Reply to  FABIO MAX MARSCHNER MAYER
5 meses atrás

Concordo plenamento com GFC_RJ… Achei ele muito baixo… Os pod’s estão quase arrastando no chão. Sem o AT-27 eram assim. O Super Tucano tem plenas condições superiores ao AT-6B Wolverine!

MCruel
MCruel
Reply to  FABIO MAX MARSCHNER MAYER
5 meses atrás

Trem de pouso baixo e com aparência de fragilidade; com pneus estreitos (me pareceram, ao menos). Na decolagem já deve ter impregnado o FLIR com poeira, rsrs!

Augusto Cesar Gomes Galvao
Augusto Cesar Gomes Galvao
Reply to  MCruel
5 meses atrás

Depois que decola, o piloto coloca no piloto automático daí se pendura numa corda vai lá e limpa aquela porra! Só americano mesmo para ter tanta m*da na cabeça para botar um FLIR ali para operar em pista de terra!
Antes que me contestem, dá para colocar na ponta da asa com outra carenagem mais aerodinâmica!

Fred
Fred
5 meses atrás

Parece baixo demais para operar com segurança.

Dilbert_SC
Dilbert_SC
Reply to  Fred
5 meses atrás

Me lembrou a Belina do meu vizinho quando ia viajar para a praia no verão.
A traseira quase arrastava no chão de tanta bagagem no porta malas e no teto.

Top Gun Sea
Top Gun Sea
Reply to  Fred
5 meses atrás

Está no sangue dele ser um avião agrícola.

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
5 meses atrás

Mais um pouco, ele bate na terra.

Emerson
Emerson
5 meses atrás

Se o terreno for mais fofo no primeiro contato com o trem de pouso/solo vai arrancar algumas coisas dos cabides e talvez danificar o FLIR

Roger
Roger
5 meses atrás

Baixinho hein? Deveria se chamar AT-6B Corgi.

E esse Flir pod atrás do trem de pouso dianteiro ? Deve ficar todo empoeirado…

E no Super Tucano? Não me lembro de ver nenhum com Flir, será que fica também nessa posição?

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Roger
5 meses atrás

O ST tem Flir e é outra vantagem do ST em relação ao Wolverine.
Esse Flir do Wolverine tem sombra e o do ST é 100% livre.

Robert Smith
Robert Smith
Reply to  Roger
5 meses atrás

AT-6B Corgi? ROFL Roger….pegou pessado :o)

mentefranca
mentefranca
5 meses atrás

Bela imagem rara.

Crazy
Crazy
5 meses atrás

Atrás do trem de pouso dianteiro tem um FLIR ? Caramba parece que está tortinho, tortinho… Em pista de terra fofa o visor do FLIR vai ficar bem limpinho.

Pablo
Pablo
5 meses atrás

Independente de qualquer coisa, a foto ficou muito tri!!

Bardini
Bardini
5 meses atrás

Aqui um vídeo da operação tanto do Wolverine quanto Super Tucano em pista de terra:
https://www.youtube.com/watch?v=Tlgdh2R2RgU&feature=emb_logo

Dario Renato
Dario Renato
Reply to  Bardini
5 meses atrás

La no meio dos comentários deste vídeo tem um gaiato que saiu com esta pérola:
“When I saw that the USAF purchased 100 Brazilian planes I thought that was rather a lot, how many is a Brazilian?”

OSEIAS
OSEIAS
Reply to  Dario Renato
5 meses atrás

Pelo menos sabem que são brasileiro.

Rafael Cordeiro
Rafael Cordeiro
Reply to  Bardini
5 meses atrás

O que me chamou bastante atenção no vídeo foi o fato do AT-6 estar sendo testado apenas com dois tanques sob as asas, enquanto o A-29 tem os dois tanques e dois pods de foguetes (sem mencionar as metralhadoras que no A-29 são orgânicas), só aí já se percebe que as aeronaves não possuem as mesmas capacidades, ou seja, o A-29 apresenta ser bem superior.

Resta saber se o lobby não é forte o suficiente para testar as duas aeronaves em condições diferentes de carga e o relatório ser escrito como se elas estivessem sido testadas em condições iguais.

Carlos Campos
Carlos Campos
5 meses atrás

Enquanto ele coloca .50 em pods o A29 leva instalados nas asas, deixando os pontos duros para levar bombas e mísseis.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
5 meses atrás

A foto ficou bonita, queria ver uma foto semelhante do Super Tucano para ver a diferença, creio o ST é um pouco mais alto o que melhora o desempenho em pista de terra.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
5 meses atrás

O super tucano já sai na frente por ter a metralhadora vindo de fábrica instalada nas asas e por ser um pouco mais alto

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Heinz Guderian
5 meses atrás

ST carrega 50% mais de peso externo. No A-29 o co-piloto tem uma visão bem mais livre em relação ao AT-6. Repare que os trens de pouso subalares do ST são mais afastados (na mesma posição que os dois HPs extras do AT-6), e isso gera mais estabilidade nos pousos/decolagens em pistas não preparadas. Pode conferir no vídeo que Sr. Bardini compartilhou. É f…, mas o projeto do ST para aeronave de ataque leve é muito melhor que do AT-6. A verdade é que o Wolverine é um Pilatus que bateram tanto, que ele “confessou” que era aeronave de ataque.… Read more »

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  GFC_RJ
5 meses atrás

Obrigado por salientar esses pontos importantes. SAudações

Sérgio
Sérgio
5 meses atrás

Parece que o avião tá é sem piloto.

Robert Smith
Robert Smith
5 meses atrás

A primeira vista me parece que a carga bélica esta muito próximo do solo….

Nilton L Junior
Nilton L Junior
5 meses atrás

Eu queria ver era aterrizando.

Fernando EMB
Fernando EMB
5 meses atrás

Os americanos já fizeram centenas de ensaios e muitos operações em pistas de terra com o AT6 e o ST. O Desempenho do ST se destacou… É mais resistente, opera com menos limitações.

Paulotd
Paulotd
Reply to  Fernando EMB
5 meses atrás

Esse At-6 usa trem de pouso e pneus de pressão média- alta oriundo de aeronaves comerciais, pois é um treinador “adaptado”. Já o Super tucano usa trem de pouso reforçado e pneus de baixa pressão específicos para uso em pistas rudimentares, pois desde o início foi projetado para esse uso. Fora a maior altura do solo. Super tucano é só vantagem em cima desse treinador “anabolizado” Americano.

arcanjo
5 meses atrás

No Wolverine, visto de perfil, aparentemente, o ponto mais baixo dos tanques subalares ficam alinhados à linha de centro das rodas do trem de pouso principal. Já no Super Tucano, visto de perfil, aparentemente, o ponto mais baixo dos tanques subalares ficam acima das rodas. Sem dúvida, uma vantagem técnica importante quando falamos em operações em pistas não preparadas.comment image

Âncora
Âncora
5 meses atrás

Qual o calibre desses canhões, alguém sabe?

arcanjo
Reply to  Âncora
5 meses atrás

Tanto no Wolverine, como no Super Tucano, o calibre do canhão é 20 mm.

pampapoker
pampapoker
Reply to  arcanjo
5 meses atrás

Errado amigo, as armas orgânica do A29 sao duas .50.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
Reply to  arcanjo
5 meses atrás

Negativo. São metralhadoras de 12,7mm em ambos.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Clésio Luiz
5 meses atrás

Gostei do bom humor… “.50” = 12,7mm

arcanjo
Reply to  arcanjo
5 meses atrás

canhão= Giat M621 de 20 mm
metralhadora= FN Herstal M3P de 12,7 mm (.50 in)comment image

Âncora
Âncora
Reply to  arcanjo
5 meses atrás

Ambas .50 pol/12,7 mm…interessante, as dos pods do Wolverine me pareceram maiores. Perspectiva, talvez.

Âncora
Âncora
Reply to  Âncora
5 meses atrás

Ah, ok, parece que o Wolverine pode tb carregar um pod com canhão de 20mm. E esse da foto de cima, qual é?

Mauro Cambuquira
5 meses atrás

Bela foto, mas para um nave agrícola esperava mais nesse pouso.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

Muito baixo. Muito baixo. O ST somente não dominou o cenário até agora pois enfrente um lobby forte do concorrente que luta para pegar as sobras

carvalho2008
5 meses atrás

É bem o nome mesmo…Wolverine…perna curta com a barriga quase arrastando no chão…

JT8D
JT8D
5 meses atrás

Que coisa triste essa concorrência. Até a Beechcraft sabe que seu produto é inferior, mas ficam arrastando o processo por puro lobby. A USAF devia comprar logo uma dúzia de Wolverines pra satisfazer os lobistas e comprar um monte de STs para as operações reais

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  JT8D
5 meses atrás

Farão isso um dia. Para a unidade de apoio da guarda nacional. Desculpa esfarrapada para manter uns empregos

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

A mesma que usamos aqui para defender a compra de equipamentos nacionais de pior qualidade do que importados.

nonato
nonato
Reply to  EduardoSP
5 meses atrás

É diferente.
Esses aviões gerariam uma grande economia para os Estados Unidos.
Essa compra, para os investimentos em defesa dos Estados Unidos, seria ínfima percentualmente.
Os A 29 seriam montados nos Estados Unidos, gerando empregos lá.
Motores, avionicos fabricados nos Estados Unidos, também gerando empregos.
Ou seja, seria muito útil para as forças armadas e não traria maiores prejuízos seja por importação seja por perda de empregos.

Fabio
Fabio
5 meses atrás

Um pedra que esse trem de pouso lança para traz e esse Flir ja era! ta feito o prejuizo

LEONARDO TELLES
LEONARDO TELLES
5 meses atrás

Parece q tá sem piloto

Ricardo Barbosa
Ricardo Barbosa
5 meses atrás

Tá quase enterrado na pista

Roberto Medeiros
Roberto Medeiros
5 meses atrás

Desculpem a ignorância, mas pergunta é de leigo: os tanques externos tão próximos ao solo, não criam uma possibilidade perigosa, se operando em pistas não preparadas?

Ubiratan Pereira
Ubiratan Pereira
5 meses atrás

Aeronave muito bonita. Alguém possui alguma informação sobre algum acidente em relação a altura/solo?

Dr. Pimpolho
Dr. Pimpolho
5 meses atrás

Para mim o pior é a distancia da hélice do solo…

Edson
Edson
Reply to  Dr. Pimpolho
5 meses atrás

Concordo, quase no solo.

willhorv
willhorv
5 meses atrás

Ele é muito baixo! Seu trem de pouso e pneus parecem ser mais estreitos. Acho que a pista de terra tem que ser muito bem preparada, ou acidentes ocorrerão.
Uma coisa que acho que falta no super tucano são pods triplos em cada asa, por exemplo, um entre os dois principais da asa para comportar mísseis de curto alcance como os dualpack mistral.
Quem sabe o Super Tucano MK2 ou “Tucanasso”…pouco mais alongado, mais potente, maior envergadura e carga alar, hélices 5*2 contragiratórias, blindagem adicional de série e uma carga bélica de 2 a 2,5 Ton.
Ficaria completinho!!

Sergio
Sergio
5 meses atrás

..parece que o triciclo é mais largo no ST o que lhe proporcionaria mais estabilidade no chão e durante pousos e decolagens…..

tony
tony
5 meses atrás

Tem certeza que ele decolou ???? olha a foto, ele ta inclinado para o lado direito, quase atolado, duvido que tenha conseguido decolar !!!!!!!

Alessandro Vargas
Alessandro Vargas
5 meses atrás

FLIR sofre! Depois de uma decolagem dessas, só se sair com uma flanela antes de usar. No mais, um concorrente de peso do ST, talvez não pelas qualidades operacionais, mas pelo tremendo lobby da Textron junto ao Congresso, que é o órgão que, de fato, define o orçamento da defesa e, de certa forma, as Forças devem o cultivo de boas relações institucionais, as vezes tendo de priorizar alguns programas e detrimento de outros. É aquela velha máxima, “entregar anéis antes dos dedos”. Sinceramente, nunca me entusiasmei muito com as chances do ST por lá, devido ao exposto, em que… Read more »

jorge afonso martinez
jorge afonso martinez
5 meses atrás

Siim…uma cópia quase perfeita do A29 super tucano. Aquela braço da Embraer nos Estados Unidos, está rendendo…se está!

Fred Della Bidia
Fred Della Bidia
Reply to  jorge afonso martinez
5 meses atrás

Este avião é baseado em um modelo da Pilatus da Suíça. Venceu a concorrência pra USAF há mais de 20 anos, na qual o então Tucano perdeu. Não é cópia não… Requisitos similares podem levar a soluções similares, podemos ver isso ao longo da história.

Fernando Nascimento
5 meses atrás

parece que está sofrendo para ganhar velocidade,…

Caerthal
Caerthal
5 meses atrás

Aí com certeza não é a praia dele …

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
5 meses atrás

Precisa levar essa aeronave, para fazer umas alterações, nas periferias brasileiras…
Rebaixado já está…. só falta dar aquela “chapeada” no fundo do danado !
Arrastar vai continuar arrastando… mas com segurança ! rsrs

Augusto Cesar Gomes Galvao
Augusto Cesar Gomes Galvao
5 meses atrás

Os russos tem consciência que suas pistas de aeroporto são terrivelmente mal conservadas! Por isso seus aviões são altos em relação ao chão e tem rodas enormes! Já os americanos pensam que o mundo inteiro tem pistas super-lisas e bem conservadas como as deles e põem esses pneuzinhos fininhos e “canelinhas” curtas e finas em tudo avião que produzem!

Augusto Cesar Gomes Galvao
Augusto Cesar Gomes Galvao
5 meses atrás

Que diabos é um canhão orgânico?

João Adaime
João Adaime
Reply to  Augusto Cesar Gomes Galvao
5 meses atrás

Caro Augusto
Diz-se orgânico quando já vem integrado à aeronave, internamente.
Se não possuir um canhão orgânico, este pode ser acrescentado através de um casulo externo.
Abraço.

major tom
major tom
5 meses atrás

SERIA O AT-6B UM AVIÃO COM SUSPENSÃO CORTADA TIPO BR ?

Chesterton
Chesterton
5 meses atrás

A prepotência do povo norte-americano é algo de dar nojo. Incontestavelmente o Super Tucano é superior em quase todos os aspectos desse projeto meia boca da indústria americana, esse AT-6B não vai durar muito com essa altura do solo.

joel eduardo soares
joel eduardo soares
5 meses atrás

Boa tarde testa no barro plena carga AT29 e AT6B, decolagem e aterrissagem.
ABRAÇO!