Home Aviação de Ataque VÍDEO: Saab Colaboração Real – 3ª temporada

VÍDEO: Saab Colaboração Real – 3ª temporada

3625
33

A Saab lançou a 3ª temporada da websérie Colaboração Real!

Ao longo dos episódios, serão apresentados detalhes do Gripen Brasileiro e abordar a importância do caça para a Força Aérea Brasileira.

Os temas abordados serão a alta disponibilidade, guerra eletrônica, desempenho, soluções inteligentes de manutenção, transferência de tecnologia, entre outros.

A aquisição dos 36 aviões caças pela Força Aérea Brasileira representa um enorme salto tecnológico para a indústria brasileira, por meio de um extenso programa de transferência de tecnologia, que vai permitir que aviões supersônicos sejam desenvolvidos, produzidos e mantidos também aqui no Brasil.

Subscribe
Notify of
guest
33 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Silva
Silva
19 dias atrás

Belo vídeo. Não vejo a hora de os escutar passando aqui em cima de casa (moro perto da cabeceira do aeroporto de Goiânia). E, aliás, ultimamente os F5 estão vindo com bastante frequência, a cada dois dias passam 4 para pousar aqui.

Guilherme Poggio
Reply to  Silva
19 dias atrás

É um barulho que gera respeito, pode apostar.

FabioLeo
FabioLeo
Reply to  Silva
19 dias atrás

Então imagina aqui em Anápolis. Que venham logo.

Paulo Lahr
Paulo Lahr
Reply to  Silva
19 dias atrás

Informaçao muito boa. E interessante.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
19 dias atrás

Repetitivo serei mais uma vez, das dezenas que fui… É lindo, esta camu é linda, a bandeira estampada ficou linda, a emoção, honra e orgulho aflorando e arrepiando…B R A S I L, mesmo com a casta política, judiciária que temos e não é de agora, AME-O E RESPEITE-O, coloque-o acima de ideologias, partidos e políticos…

Dr. Mundico
Dr. Mundico
Reply to  Saldanha da Gama
19 dias atrás

Não resta dúvida, mas certamente essa bandeira terá que ser raspada da fuselagem, sob pena de transformar a aeronave num alvo.
Quanto a casta política e judiciária, é certo que deixam muito a desejar, mas o que precisamos atualmente nesse país é de justamente mais ambiente saudável e diálogo político de qualidade sem extremismos.
É um difícil aprendizado, exige esforço mas fora do processo político nada pode prosperar.

EdcarlosPrudente
EdcarlosPrudente
19 dias atrás

Esses primeiros são todos protótipos, ou seja, terão que voltar à linha de montagem para serem finalizados e ficarem 100% operacionais na versão final dos sistemas.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
19 dias atrás

Não vejo a hora de fecharem a compra do próximo lote! 36 é pouco para o tamanho do Brasil, mas como os F5 e os AMX ainda tem algum tempo de serviço pode ser que demore um pouco para isso acontecer.

Antônio dos Mares
Antônio dos Mares
Reply to  Fabio Araujo
19 dias atrás

Compra do próximo lote??? De onde vai sair dinheiro para tal aquisição??? Além do problema do covid19, estamos a beira de uma crise econômica.

Conte. Nogueira
Conte. Nogueira
Reply to  Antônio dos Mares
18 dias atrás

Dinheiro não é problema.
O problema é a gestão do dinheiro.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Antônio dos Mares
18 dias atrás

Do mesmo lugar que saiu o dinheiro para compra do lote inicial, via empréstimo.

MFB
MFB
Reply to  Fabio Araujo
19 dias atrás

Deixe uma carta para seu neto pedindo que ele registre este momento, acredito, ainda mais com o Guedes na economia. Deveriam comprar mais 36, mas… Temo pelo futuro do C-390 também, pois se o Brasil não comprar um lote respeitável, a coisa pode ir para o ralo como sempre.

André Bueno
André Bueno
Reply to  MFB
19 dias atrás

Serão 28 para a FAB, é um lote respeitável.

Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  André Bueno
19 dias atrás

28 aeronaves não conseguem manter uma linha de produção nos custos projetados. Alguem vai ter que pagar a diferença. Advinhe quem? 3 possibilidade: 1) A Branca de Neve, 2) O Zé-Carioca, 3) Os cofres públicos (povão brasileiro que paga impostos)

André Bueno
André Bueno
Reply to  Luiz Antonio
17 dias atrás

Projeto e desenvolvimento já estão pagos pela FAB, a mesma pagará pelos 28. Se não forem feitos novos pedidos, fecha a linha e a Embraer não tem prejuízo. Ponto.

Filipe Prestes
Filipe Prestes
Reply to  André Bueno
18 dias atrás

Mais uns 12 talvez sejam necessários pra dar algum fôlego á linha de montagem do C-390

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Filipe Prestes
18 dias atrás

A linha de montagem do KC-390 pode fabricar dez KC-390 por ano…

Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  Fabio Araujo
19 dias atrás

Amigo, Se a compra de um segundo lote, ja era considerada remotíssima, com a “naba” que esta se formando na economia com expectativa OTIMISTAS de um rombo de mais de R$ 600 bilhões, as chances de um segundo lote são as mesmas de jogarmos um monte de tijolos para cima e cair uma casa pronta, com água, energia elétrica, internet banda larga e com uma Ferrari na garagem.
Alem dos 36 caças que virão e se tivermos sorte, serão produzidos apenas unidades para reposição “por atrito” e sabe-se lá em quanto tempo.

OSEIAS
OSEIAS
19 dias atrás

É isso que a Embraer precisa para prosperar, esse conhecimento será um diferencial para se manter no mercado. Isso já aconteceu no programa AMX.

Filipe Prestes
Filipe Prestes
Reply to  OSEIAS
19 dias atrás

Amém!

André Bueno
André Bueno
19 dias atrás

Quando em curva, principalmente de grande inclinação, os slats são acionados automaticamente?

Antonio Neto
Antonio Neto
19 dias atrás

Galante e demais colaboradores do blog. Agradeço muito o esforço de vocês em levar conhecimento para a sociedade. Acompanho este espaço desde quando era aquela foto no NAE São Paulo na frente. No meu caso lá se vão uns 15 anos acompanhando o trabalho de vocês. Gostaria de sugerir uma pauta. Comparar o GRIPEN E x F5BR. Uma análise que envolvesse sensores, desempenho, alcance, parâmetros de vôo e etc. Sei que nem todas as informações vão estar disponíveis, pois o Gripen E ainda não está totalmente operacional e certas informações podem ser estratégicas. Vejo em vários canais a comparação do… Read more »

OSEIAS
OSEIAS
Reply to  Antonio Neto
19 dias atrás

Ótima sugestão.

Talisson Goet
Talisson Goet
Reply to  Antonio Neto
19 dias atrás

Perfeito. O quanto vamos melhorar em relação a hoje.

Mauro
Mauro
Reply to  Antonio Neto
19 dias atrás

Pensa que o F5M é um fusca 1.300, e o Gripen E seria o equivalente ao Golf Sapão MK4, bico injetor do Audi A4, 180 CV, Aro 20.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
19 dias atrás

Já tive o prazer de escutar o som do F-5M aqui na base de Parnamirim,bem de perto mesmo,um som maravilhoso,assim como os do M-2000 peruanos…

Espero ter o prazer de escutar os Gripen-E em algum evento no futuro.

mendonça
mendonça
19 dias atrás

pelo dimensão do brasil,suas riquezas naturais , pelo menos 100 unidades. vejamos o chile,com um territorio mais de 10x menor que o nosso ,tem riquezas naturais ,mas menos que a gente . a fach tem mais de 36 F-16, alem de varias unidades do F-5 modernizadas,o brasil tambem tem o F-5 modernizado ,o exercito possui até o momento os carros de combate mais letais da america latina . não digo por o nosso país ser mais de 10x maior e com mais riquezas ,tenhamos que ter o numero de caças tambem 10x maior ,o que daria uma conta de aproximadamente… Read more »

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  mendonça
18 dias atrás

400 acho que já seria muito…

Lu Feliphe
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
17 dias atrás

Tudo isso vai depender de dinheiro e pilotos expecializados além das equipes de manutenção.

Welington S.
Welington S.
Reply to  mendonça
17 dias atrás

O Brasil é rico por Natureza, fato. Tanto, que diversos países do mundo, sempre estiveram de olho aqui; grande Enéas que falava isso e ainda tinha gente para taxá-lo de louco… . O potencial que temos em nos tornarmos potência econômica, bélica e estar no topo da lista, é muito grande. Porém, do quê adianta querermos isso, se até o momento, não temos uma educação de qualidade? É justamente pela educação que o processo começa. Sem isso, de nada vale nossas riquezas, apenas para as grandes potências. . Sem contar a questão política, os altos salários, a corrupção já enraizada… Read more »

Lu Feliphe
Reply to  mendonça
17 dias atrás

Sim, é verdade também acho que devemos ter mais unidades porém vale destacar que temos de criar mais bases de caças, um exemplo é a região norte que só tem a base de Manaus se aquela base for destruída ou tomada não teríamos outras bases na área para proteger aquela região, tendo que depender de outras bases em outras regiões que também são bem poucas.

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  mendonça
17 dias atrás

36 é para doutrina das Asas que Protegem.
Estamos no aguardo dos que serão para realmente proteger… Este país que é uma das maiores economias do planeta (mais dois lotes no mínimo).
Mas temos que faxinar mais ainda, nas eleições vindouras, nossa classe política de seus aventureiros (famosinhos da mídia e área artística), gangsters (Aécios & Cia), cafajestes (Dorianas & Cia). Para acabarmos com esse eterno ralo de nossos impostos, a corrupção.

Manock
Manock
16 dias atrás

Qual será a próxima empresa a receber Colaboração Real para depois ser Comprada pela Saab?