sexta-feira, setembro 24, 2021

Gripen para o Brasil

Cenário dificulta venda de Embraer para Boeing

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

“A prioridade da Boeing deixou de ser o acordo e passou a ser a própria sobrevivência”, disse uma fonte do mercado

O cenário para as fabricantes de aviões é tão delicado que, segundo fontes do setor, pode atrapalhar a conclusão da venda da Embraer para a Boeing. “A prioridade da Boeing deixou de ser o acordo e passou a ser a própria sobrevivência”, disse uma fonte do mercado. A americana já indicou que a indústria aeroespacial precisará de US$ 60 bilhões do governo americano para sobreviver a crise.

Entre os entraves apontados por analistas está a capacidade de a empresa pagar os US$ 4,2 bilhões pelos quais o acordo foi fechado. Além da redução da demanda por jatos prevista para os próximos anos, os dois acidentes com os aviões 737 MAX, que mataram 346 pessoas e levaram o modelo a parar de operar, já haviam prejudicado a situação de caixa da companhia.

Outro problema é o valor do contrato, que foi fechado entre as duas empresas em julho de 2018. Um dia antes do negócio ser anunciado, a empresa valia R$ 19,8 bilhões no mercado. Hoje, esse número é de R$ 7,3 bilhões, um recuo de 63%.

Analistas apontam que uma possibilidade agora é que a Boeing retarde a conclusão do negócio. Mas, caso o acordo não seja fechado, a brasileira pode precisar de ajuda do governo para atravessar o período. Também seria possível buscar um acordo de venda com a China, que quer crescer no setor com a estatal Comac.

Desde o ano passado, o acordo entre as empresas vinha sofrendo dificuldade para conseguir aval das autoridades reguladoras da União Europeia, o que atrasou a conclusão do negócio. A previsão inicial era que a americana assumisse os 80% da divisão de jatos comerciais da brasileira no fim do ano passado.

Procurada, a Boeing afirmou não comentar “discussões entre as partes ou especulações do mercado”. “Estamos trabalhando no processo de aprovações regulatórias e em condições ainda pendentes para a conclusão do negócio.” A Embraer, por sua vez, informou que continua “tomando todas as medidas necessárias para a conclusão do acordo”.

FONTE: InfoMoney/Agência Estado

- Advertisement -

148 Comments

Subscribe
Notify of
guest
148 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Matheus

Titulo meio enganoso, faz soar como seu o Grupo Embraer como todo fosse ser “vendido”.

Camargoer

Caro Matheus. O filé da Embraer era a sua aviação comercial regional. O setor de defesa é pequeno, restrito aos A29 (agora produzidos nos EUA), o KC390 (também compartilhado com a Boeing) e o F39 para a FAB. A venda da Embraer virou um problema… a Boeing sentiu o golpe com o fracasso do 737Max e agora da redução na demandas das empresas aéreas.

Matheus

Não vejo problema na EDS abrir novas linhas de montagem em outros países, quem reclama disso não conhece nada sobre administração. O o problema no meu ponto de vista, caso esse negócio não saia é, como a Embraer sozinha vai competir contra a Airbus no mercado internacional? Como a Embraer vai competir sozinha contra a Boeing futuramente? Como que a Embraer vai competir sozinha no mercado asiático com a COMAC em constante crescimento e evolução? O pessoal tá ignorando o fato de que a Embraer e Bombadier já tinham perdido o duopólio no mercado de aeronaves regionais quando a Airbus… Read more »

Thales

A Embraer existe ha 53 anos sem precisar ou ter medo da Boeing ou da Airbus.

Antonio Renato Cançado

Não é bem assim mais não, amigo. As coisas mudaram, nesses 53 anos…

Matheus

Amigo, leia novamente o texto com atenção.
O Duopolio acabou, a Airbus e Boeing vão entrar no mercado onde a Embraer dominou por anos e ela não vai conseguir se sustentar sozinha.

Vivaldo José Breternitz

viveu com muito dinheiro nosso, o que não foi de todo mau, mas…

marcus

Se ainda sobrar a parte da Defesa está otimo.

Henrique

E como foi isso? Protecionismo do estado e tratamento preferencial. Larga mão dessa ideologia obsoleta de “nacional desenvolvimentismo”.

Camargoer

Olá Mateus. Nada contra a Embraer licenciar seus modelos. Ela produziu o Xavante (tenho um carinho especial por ele) sob licença e também licenciou o T27. O que eu escrevi foi que a EDS é uma empresa pequena com apenas 2 modelos disponíveis (3 se considerar o F39). Ela é essencialmente uma empresa estratégica para a FAB (o que já é mais que suficiente par justificar sua existência). A maior parte dos faturamento da antiga Embraer eram os aviões comerciais. A EDS vai ter que começar do zero, de novo.

Matheus

EDS só tem dois modelos porque alguem financiou(leia-se vendeu), KC-390, Super Tucano, Gripen E etc… Eles ainda tem o papel o P-600, no que seria uma evolução do R-99 e outra plataforma AEW baseada no E2. Alem de suas próprias subsidiarias como a Bradar. Eu compreendo que sem a divisão comercial, a EDS vai perder bastante financiamente, mas temos que lembrar que aqueles 20% ainda terão de servir de alguma coisa, a questão é, eles tem algum plano para aqueles 20% de participação da Embraer na terceira empresa? Nota: Porque levei tanto dislike? É a realidade meus filhos, vocês acham… Read more »

gordo

Sr Matheus me permita lembrar que a EMBRAER surgiu e cresceu a ponto de ser atrativa sendo uma Estatal e portanto recebendo dinheiro do governo. Acredito que ajudar a EMBRAER em um momento de crise sairia bem menos que ajudar bancos e assemelhados.

Matheus

Gordo, claro se a classe politica Brasileira tivesse o mínimo de pragmatismo.
Mas quantas empresas de alta tecnologia que tivemos(ex: Engesa, Mectron, Bernadini, Novaer) que teve problemas financeiros e NINGUEM da classe politica, incluindo o “mito” teve a coragem de levantar a voz em defesa da mesma?

Aos Editores: Por que excluiram minha segunda resposta ao Camargoer? Não disse nada obceno ou nada do tipo.

Antonio Renato Cançado

Se tivesse continuado estatal, não existiria mais.

Sequim

Verdade, né? Olha as estatais chinesas aí pra confirmar, né não?

Matheus

Eu não impliquei NADA sobre ela voltar a ser estatal.
Se o CUverno do “mito” gosta tanto de copiar os Americanos, porque ele não dá uma espécie de “bailout” pra Embraer tambem?

Camargoer

Caro Antonio. Eu acho arriscado fazer conclusões baseadas no “Se”.

Canarinho

So de voce querer comparar a Gurgel com a Embraer, já mostra, com todo respeito, que voce nao tem muita ideia do que esta falando. Sao mercados diferentes, produtos diferentes, escalas diferentes, a Gurgel nao era uma empresa estratégica para o Brasil…

O que me deixa triste eh ver alguém que se intitula BRazileiro com este tipo de comentário. Simplesmente vc nao tem fé na capacidade do Brasil dos brasileiros de se superarem e vencerem este desafio.

Matheus

Ok, vamos usar outro exemplo. AVIBRAS competindo diretament contra Lockheed Martin e BAR systems, melhor?

Eu não tenho fé no Brasil? Não é isso, olha quanto pessoal recém formado em diversas áreas cientificar indo trabalhar pra outras empresas. Querer trabalhar com alta tecnologia no Brasil é querer dar soco em parede de concreto cravada de espinho.

Camargoer

Caro Canario. Alguns mitos precisam ser derrubados. O primeiro é a questão da necessidade de escala para que uma empresa de alta tecnologia sobreviva no mercado militar. Uma empresa nacional estratégia que produza um dado equipamento militar precisa apenas da garantia de compra pelas forças armadas pelo preço “P” que cubra os custos de fabricação e garanta o lucro. Outro mito que precisa ser derrubado é a ideia é que uma empresa pública é menos eficiente que uma privada. A eficiência é depende do objetivo da empresa. Uma empresa privada pode ser ineficiente e ainda assim dar o lucro que… Read more »

α Tau

O problema é que a parte vendida que é a comercial tem 90% dos lucros da empresa…Que negócio bom esse, vendo a parte que me dá mais lucro…Sem os lucros, engenheiros e demanda, o setor de defesa vai pro brejo…o mercado de defesa é menor ainda que o de aviões comerciais…

Rinaldo Nery

Que pena… Salvou a EMBRAER.

Luiz Galvão

Salvou a Embraer ?
Kkkkk. Sério?

Rinaldo Nery

Seríssimo.

Luiz Galvão

Bem, é a sua opinião. Até onde pude ver aqui você é piloto, não é empresário. Portanto é justa a sua visão medíocre em assuntos comerciais e empresariais.

Rinaldo Nery

Sim, não sou tão intelectualizado como Vossa Senhoria, com Mestrado em Harvard. O meu é da UNIFA.

Junior

Rinaldo como tá o pessoal na azul? O David vendeu a maioria das ações e a companhia contratou escritórios que cuidam de pedidos de recuperação judicial, fiquei assustado, achei que das três era a que tinha as bases financeiras mais sólidas

Rinaldo Nery

Ele não vendeu nada. Foi tomado numa garantia de empréstimo que ele fez nos EUA. E não são ações com direito a voto. Aproximadamente 10 mil funcionários em licença não remunerada. E amanhã votaremos (online) um novo Acordo de Convenção Trabalhista. Os escritórios foram contratados para reestruturação do negócio, renegociação de contratos de leasing etc. Nada a ver com recuperação judicial. A Azul vai sair bem dessa.

Rinaldo Nery

Esqueci de perguntar: o sr é CEO de qual companhia mesmo?

Rinaldo Nery

Pergunta p Luiz ¨economista¨.

Junior

Que bom Rinaldo, fico feliz pelos funcionários, estava achando bem estranho essas ultimas notícias sobre a empresa mesmo, tinha especialista do mercado de ações insinuando até que ela fosse pedir recuperação judicial

Luiz Galvão

Sim. Que bom para você. Talvez por isso eu esteja com meu pro labore e você com sua licença não remunerada.

Rinaldo Nery

Hum… Que fino! Não gaste tudo em Blue Label e Cohibas! Logo você volta esquiar em Aspen. Do not worry…

Luiz Galvão

Pois é. É para quem pode, diferente de você que teve sua formação militar paga com meu dinheiro e hoje trabalha em empresa privada.

Hélio

Mas e voicê, luizão? É um grande empresário do setor para se achar superior ao ponto de desdenhar de um coronel da FAB que inclusive ajudou a projetar produtos da embraer?

Gabriel BR

Deve ser um desses empresários medíocres que fizeram fortuna em condições muito peculiares existentes no nosso Brasil. Gente que sem o BNDES e subsídios do contribuinte não seria ninguém!

Luiz Galvão

Hummm……. pelo recalque percebo que você deve ser mais um demitido ouvem licença sem remuneração……kkkkkkk

Gabriel BR

Luiz,
Presumo que você deve ser um herdeiro almofadinha…tem todos os trejeitos do homem sem méritos próprios. Saiba você que eu sou da turma que vai reerguer o Brasil…o único setor da economia do Brasil que realmente funciona é o meu!

Hélio

Ele não é empresário de coisa nenhuma, é só o típico comentarista de rede social que inventa estórinha para fingir que tem autoridade no assunto. Aposto que a casa dele não tem nem reboco.

Luiz Galvão

Você chega a ser hilario. Kkk

Luiz Galvão

Helio,
Não me interessa se ele é coronel, brigadeiro ou cadete de onde quer que seja. Eu tenho curso de PP e nem por isso vou discutir pilotagem com pilotos como ele ou qualquer outro com bagagem, preparo e conhecimento. Só acho que cada um deve opinar naquilo que sabe fazer. Ok ?

Rinaldo Nery

Amigo, não gosto de polemizar, mas, a tua soberba te deixou em má situação aqui. Reflita. Acredito que você pensou que eu fosse somente um ¨motorista de avião¨.

Farroupilha

Luiz Galvão, agora vc se entregou, ou é um menino de cerca de 12 anos que gosta de sites militares (aviação), ou +1 medíocre adulto sem cultura alguma. Pois vejamos… O ato de criticar não é prerrogativa apenas de quem produz algo, mas de todos que utilizam de alguma forma um mesmo material (objeto). Um crítico de armas, de música, não precisa necessariamente estar envolvido em suas produções, mas sim e necessariamente na utilização e apreciação, em algum momento, delas. Fosse, qualquer crítica apenas para agentes restritos, como vc ingenuamente acredita, certamente nós todos, consumidores, seríamos impedidos de avaliar um… Read more »

Alexandre Barros

O silêncio é o Sr da razão.

Marcos

Salvou a Embraer? Olha os resultados financeiros dos ultimos anos… Se continuar assim vai pedir RJ em pouco tempo

Junior

O resultado financeiro da Embraer foi fortemente impactado pelo trabalho de separação da área comercial com o resto que não foi vendida, isso foi dito pela própria Embraer, quanto a RJ ou pedido de ajuda ao governo, todas farão isso, a começar pela Boeing que esta em uma situação bastante delicada, vai demorar para companhias aéreas fazerem pedidos consideráveis de novos aviões, esse setor, junto com o de turismo será o último a sair da crise. E pode ter certeza que os primeiros contratos de venda serão feitos com descontos altíssimos

Augusto L

Quem faz as compras hoje em dia nem são as companhias mas os leasing.

Rinaldo Nery

TODAS as fabricantes no MUNDO estão com problemas. Não é privilégio da EMBRAER.

Marcos

Embraer ja tava ruim das pernas bem antes dessa crise, imagina como vai estar depois

Camargoer

Olá Marcos. Eu acho que essa crise zerou o jogo. Todas as empresas serão parcialmente estatizadas, talvez redimensionadas e mantidas por meio de compras para o Estado até porque será preciso readequar o cenário das empresas aéreas. Quando todo mundo está mal das pernas então todo mundo está de igual-para-igual. Empresas como Mitsubishi que estavam fora do jogo poderão encontrar oportunidades, outras que estavam em condição vantajosa como a Boeing talvez sofrerão grandes revezes. Acho que não dá ainda para saber o que acontecerá.

Sequim

O neoliberalismo é tipo um comandante de navio que só sabe navegar em baías. Quando tem que sair com o navio para mar aberto, pede arrego e entrega o leme a um capitão mais experiente.

Camargoer

Olá Cel.Nery. Excelente comentário. Apoiado.

Luiz Galvão

Camargoer,
Você é o campeão em negativacoes aqui na trilogia. Isso não te diz nada ?

Camargoer

Caro Luiz. Sobre as negativações, mostra que eu perderia um concurso de “Miss Simpatia”, mas isso nada diz sobre os argumentos usados para concordar ou discordar do que escrevo.

Saldanha da Gama

2!

Julio

De acordo.

Já existe analistas dizendo que o pós COVID19, vai ter menos companhias aereas, e as que sobreviverem, vão fracionar as rotas aéreas, favorecendo aviões menores, mais baratos, mais eficientes, e principalmente, mais fáceis de preencherem de passageiros.

Caso esse cenário se materialize, a Embraer está muito bem posicionada com o e190 e e195.

A Embraer é mais importante para a Boeing do que o oposto.

nonato

O que não é boa notícia para quem quer que a Embraer continue brasileira…

Rommelqe

Julio: penso exatamente assim. A tendencia aparetemente é que doravante os paises tenderão a desenvolver transito interno, com aviações regionais.

Gripen BR

Espero que sim Sr.Rinaldo!

Luiz Galvão

É a decisão mais sensata. O cenário econômico que existe hoje é extremamente complexo, incerto. A medida correta é cortar investimentos e custos, para poder preservar o caixa e consequentemente melhorar as chances de sobrevivência da empresa.

Gabriel BR

Esqueceu da parte de pedir socorro para o Estado, isso sim vai garantir a sobrevivência da empresa. O resto é firula !

sub urbano

Não tem problema, a China compra.

Gabriel BR

Penso que o Estado Brasileiro deveria ter ao menos 30% da empresa e a Golden Share. A direção ser chinesa ou americana dá no mesmo, se os chineses pagarem mais não vejo problema.

Antoniokings

sub urbano

A China até poderia comprar, porque ela tem muito dinheiro e vai sair bem na frente dos outros países na retomada pós-COVID.
O único problema é que ela tem suas próprias empresas e parece que estão levando adiante seus planos de expansão.
A China Eastern Airlines criou uma subsidiária chamada OTT que só utilizará jatos ARJ 21-700 e C919.
Acredito que os chineses têm a faca e o queijo na mão.
Poderão operar seus jatos, Airbus e o MC-21 sem precisar usar Boeing.
Basta Trump e os EUA continuarem a encher a paciência dela

Paulotd

Excelente notícia. Nós salvou do entreguismo. Embraer é muito mais importante pro Brasil do que esses 20 bilhões de reais, que mal pagam duas linhas de metrô em SP

Luiz Galvão

Mais um que tem a infelicidade de ser discípulo do Rinaldo Nery. Affff.

Rinaldo Nery

Tem vários aqui que pensam como eu. Inclusive, até já existe uma Ação Civil Pública no STF contra essa venda. De autoria do 02 da minha turma, Iteano. E que conhece bem a EMBRAER. Certamente, mais que Vossa Senhoria.

Luiz Galvão

Ao contrário de voce , so opino nas areas que conheço.

Rinaldo Nery

Que bom né? Sensato.

Canarinho

Nao parece.

Paulo

Cel, me deixe fazer uma pergunta. Em se revertendo a venda, o Qt de material sensível a Boeing teve acesso? Isso pode ser um problema, não?

Rinaldo Nery

Paulo, acho que nada importante. Nada que a Boeing não domine. O Fernando EMB é a pessoa certa pra responder.

Luiz Galvão

Otimo argumento Coronel. Nas décadas de 30 e 40 também haviam vários que pensavam como Hitler e Mussolini.

OSEIAS

Olá comandante, compartilho de sua opinião. As pessoas estão preocupadas e com razão o que será da Embraer em um mundo competitivo. Mas vamos a fatos. A Embraer já não domina a produção de excelentes aeronaves regionais? Sim. Para chineses americanos, russos e europeus chegarem no produto da Embraer tem um longo caminho, projetar aviões são bem diferentes de projetar carros. Sem falar em algo como confiança no produto, coisa que os demais sofrem muito com isso. E ainda temos um trunfo gigantesco que seria o TOT do Gripen. De posse dessas novas tecnologias a Embraer tem plena condições de… Read more »

José Machado

Ainda não nos salvou, só uma luz no final do túnel. Infelizmente o entreguismo está no nosso sangue, um parasita do nosso complexo de vira-latas. Seja por falta de planejamento e visão a longo prazo, seja pela subserviência vergonhosa e escancarada a interesses externos. Asco.

Gabriel BR

Concordo plenamente! Seria questão de tempo para os americanos transferirem tudo para os EUA, não é nada justo para com os brasileiros que pagaram subsidio por décadas para manter esta empresa operacional até os dias de hoje.

Adriano alves da Silva

Pelo amor de Deus! A China não Eles… vão Comprar o Brasil inteiro.

Marcelo Andrade

A Airbus compra já que a linha A220 não está vendendo.

Joao Moita Jr

Mas porque não??? A turma que está aí no poder só está interessada em vender o pouco que ainda existe da indústria brasileira, seja lá para quem for. E vão vender, sim. A única condição é que as suas contas fiquem bem recheadas.

Space jockey

Como tá o Bootcamp ?

ADRIANO MADUREIRA

Exatamente João Moita Jr !

O governo quer vender para o capital estrangeiro,o governo Bolsonaro tem um pacote de privatizações,de vários setores, inclusive o energético…
Quando se põe algo a venda você tem que estar preparado para aceitar que possivelmente o arrematador possa não ser aquele de sua predileção…

E se o comprador forem os chineses,não adianta chorar depois que a grana cair na conta.

Vovozao

19/04/2020 – domingo, btarde, só em saber que ela poderá não ser vendida, encho-me de alegria; da mesma maneira que acho que o governo poderia auxilia-la neste momento, desde que, tivessemos a garantia de que após o auxilio, a Boeing não voltaria a se interessar por ela (ja que teria dinheiro em caixa, que ajudaria a cobrir o rombo deles). Embraer empresa altamente lucrativa, com corpo tecnico altamente capacitado, poderia voltar a ter uma linha de produção de turbos hélices, poderia diversificar para varios setored a exemplo da propria Boeing, o setor de defesa, ela ja possuiu algumas empresas neste… Read more »

carvalho2008

tambem acho.

João Adaime

O Brasil possui o segundo poder militar (forças armadas) das Américas. Em terceiro vem o Canadá. Afirmação do general Braga Netto.
https://youtu.be/MZEr2_QNkfY
Após 6 minutos.

EduardoSP

Desconsiderando a marinha, né? Porque essa aí é peso morto.

Hélio

Piada do dia.

Antoniokings

O Presidente do Íbis falou que tem o melhor time do Mundo.

João Adaime

Prezado Antonio
Nada disso. O Íbis tem como lema ser o “pior time do mundo”.
Íbis (Pássaro Preto) é um animal da mitologia egípcia. Detém o recorde mundial de maior tempo sem vencer (3 anos e 11 meses sem comemorar uma única vitória) e consta até do Guinness Book.
Eles usam isso como uma jogada de marketing.
Quem inventa uma afirmação sobre futebol, pode inventar sobre outros assuntos……
Abraço

PS: sei que você torce contra os EUA, Israel e outros, mas por que torcer contra o Brasil?

Saldanha da Gama

A sua pergunta, o que eu acho do caro KIngs, a ideologia fala mais alto…

Antoniokings

Prezado Saldanha

Não podemos colocar tudo para baixo dos panos em nome de um pretenso patriotismo.
Patriotismo não justifica um monte de cosas erradas que estão acontecendo e que sempre aconteceram ao longo de nossa História.

Gabriel BR

Muito melhor assim! Ao meu ver esse negócio deveria ser rechaçado de imediato, o Estado deveria aumentar sua participação acionária e condicionar o resgate financeiro da empresa a manutenção dos empregos. Se não tem almoço grátis para o trabalhador, também não haverá para o empresariado.

Canarinho

Perfeito!

Caerthal

Não aposto nada que esse acordo será fechado. Trabalho com um cenário onde haverá algum acordo entre essas empresas com muito pouco dinheiro envolvido mas uma articulação de estratégias de produtos, tecnologias e mao de obra. O governo brasileiro terá que aumentar o apoio à Embraer, seja no segmento civil, seja no militar. Essa crise pos a nu coisas que estavam podres e também mudou muito o tabuleiro do jogo. Segurem suas perucas …

filipe

A China vai comprar tudo, até o KC-390 e o Gripen NG…

Gabriel BR

Tomara que não rsrsrsrs

Augusto L

Pra quem tem SC just in time, essa crise é complicado mesmo.
Mas me parece que a Boeing ta pedindo mais do que é necessário, tão querendo um valuation de graça.
Provavelmente o GF vai mandar eles de volta aos postos de trabalho, assim como fez com a parte militar.

Quanto a compra de aviões quem compra hoje são as empresas de leasing e não as operadoras.
Empresas essas que são bastante robustas financeiramente, diferente das operadoras que tem lucros pequenos

Junior

Nem todas, a Avalon cancelou 75 MAX e a GECAS cancelou 69 MAX essa semana que passou. Para você ver que até as empresas de leasing sabem que a coisa vai ficar muito feia no setor, antes de melhorar. Somando a baixa demanda por viagens, que deve perdurar por um tempo e o baixo preço do petróleo no mercado internacional, as companhias aéreas com pouco caixa não teriam motivo nenhum para comprar/alugar aeronaves novas por bastante tempo

Augusto L

Junior a partir do meio do ano tudo volta ao normal, povo esta se apavorando.

O problema do preço baixo pode ser um problema para boeing ja que seus aviões sao caros e a proposta de valor é o baixo consumo de combustível mais esse preço é artificial os paises não vão conseguir manter o ritmo de produção por muito mais que 1 ano.

Rogerio Plina.

Triste é ver repaortagens e mais reportagens dizendo em vender, o povo brasileiro, em uma grande porção, aceita e adula a condição de vira-latas sem cerimônias. Se não vender pra Boeing pode ser pra China, diz o texto. Vergonha, retrato de um povo que não se respeita, não cultiva e nem desenvolve o próprio potencial. Assim estamos fadados a ser um país eterno produtor de matérias primas. E não venham fazer beicinho dizendo: aiiii a China tá comprando tudo, vão dominar tudooooo. Que fique claro, EUA, China, Alemanha, paises e emprrsas quando vêm uma oportunidafe compram mesmo, o nosso compromisso… Read more »

Aurio

Yesterday a Chad Air Force Su-25 accidentally fired an unguided rocket during maintenance, the rocket narrowly missed a French Air Force C-130 and hit a nearby house, killing 4 civilians
#Chad #France @conflictw

Claudio Severino da Silva

????? Prezado Aurio, smj, o que esta notícia tem a ver com este tópico? Não vamos misturar alhos com bugalhos.

orivaldo

Vender para Americanos não pode, mas se aparece uma Mega Empresário, vestindo vermelho e com os olhinhos puxados, o papo de entreguismo cessa na mesma hora.

Saldanha da Gama

Puxa, acabei de escrever mais ou menos isto…. então… ONDE ASSINO

Canarinho

Que nao seja vendida nem para chineses nem para americanos. A Embraer deve continuar do jeito que esta, sujeita a Golden Share do Governo Brasileiro, para interesses nacionais, com uma renacionalização do capital, com algum tipo de fomento para que fundos de investimentos NACIONAIS, sejam donos da Embraer. Uma empresa em solo brasileiro dando lucros a BRASILEIROS!! Nada mais justo

Aurio

Yesterday a Chad Air Force Su-25 accidentally fired an unguided rocket during maintenance, the rocket narrowly missed a French Air Force C-130 and hit a nearby house, killing 4 civilians
#Chad #France @conflictsw

Paulotd

Não tem que vender nada, tem que manter firme e forte como empresa nacional, com projetos nacionais de alta tecnologia. e gerando empregos de alto nível. BNDES tem que jogar dinheiro na Embraer mesmo, o mundo tudo faz isso com suas empresas de alta tecnologia vide Lockheed Martin, Easa, e muitas outras, nada de errado nisso, muito pelo contrário. O QUE É ESTRATÉGICO NÃO SE VENDE.

Claudio Severino da Silva

Claudio Severino da Silva
????? Prezado Aurio, smj, o que esta notícia tem a ver com este tópico? Não vamos misturar alhos com bugalhos.

Saldanha da Gama

Vender para a boeing (sou contra) é entreguismo, mas para a china(também sou contra), também não é entreguismo ou para ela pode? vou ler os comentários para ver se acho aqueles que gritavam “Entreguismo”. Empresa estratégica não se vende ou doa, se administra com pessoal competente.

Camargoer

Caro Saldanha. Para o que entendem que a Embraer é uma empresa estratégia para o Brasil (como eu), ela não pode ser vendida nem para a Boeing, nem Airbus, nem para chineses nem indianos nem argentinos. Para aqueles que acham que a empresa é apenas um bem particular, tanto faz quem irá comprar, pode ser até para mafiosos russos precisando lavar dinheiro.

Saldanha da Gama

Bom dia caro Camargoer, você disse tudo… Para mim empresa estratégica = segurança nacional, quando me lembro do fhc, fico pior que o “Saraiva” Duvido que os eua, capitalista ao extremo, permita que algumas de suas empresas como a boeing, Lm, caiam em mãos estrangeiras ou rússia, china e até a frança permitam o mesmo com as suas. ONDE ASSINO POR FAVOR! ABRAÇOS

cerberosph

Você vai ver mais floristas mudado de versão com a venda para a china, dizendo que não, é estratégica, que ao contrário. Afinal esses não acreditam na doença mas acreditam no remédio.

ADRIANO MADUREIRA

“A prioridade da Boeing deixou de ser o acordo e passou a ser a própria sobrevivência, disse uma fonte do mercado”. Vendo a situação da Boeing,uma gigante dos ares,eu não deixo de pensar na montadora ford que passou a crise financeira com alguns arranhões mas não pediu,ao contrário da GM,um empréstimo gigante do governo. Aí você vê que a ford estava preparada para tempos ruins e a ford não,será que a boeing nunca aventou a possibilidade de uma hipotética crise acontecer,seja com ela ou a nivel global? “A americana já indicou que a indústria aeroespacial precisará de US$ 60 bilhões… Read more »

Junior

A Boeing tá queimando 4 bilhões de dólares por mês do seu caixa, é dinheiro que tá saindo e quase nada esta entrando para compensar, companhias já começam a cancelar os pedidos do 737 max, mas a coisa vai começar a ficar feia mesmo é quando começarem a surgir os cancelamentos do 787, e cedo ou tarde esses cancelamentos vão aparecer

Leandro Costa

OFF TOPIC:

Parece que pelo menos no meio militar, a Boeing ganhou uma encomenda:

https://www.yahoo.com/news/germany-order-45-fighter-jets-162946385.html

Luiz Antonio

Não foi apenas essa negociação Boeing x EMBRAER que foi afetada e provavelmente, no mínimo, revista. Tudo gira ao redor de alguns bilhões de dólares e ninguem em sã consciencia em uma situação normal arriscaria alguma coisa sem análises. Em uma situação de Pandemia, onde TUDO está paralisado, a precaução vira pânico. Na minha opinião, bem realista e alertando que sou apenas um cidadão comum, entendo que esse acordo foi para a cucuia. A Boeing é um problema dos EUA e a EMBRAER é um problema do Brasil. Não vejo com bons olhos a estatização da EMBRAER pois isso seria… Read more »

carvalho2008

Off Topic:

China fecha primeira venda da Versão FTC-2000G

https://www.globaltimes.cn/content/1186043.shtml

Leandro Costa

Se eu tivesse que chutar, eu diria: Myanmar, de 6 a 12 unidades.

carvalho2008

provavel

o bichano tá saindo aos poucos….

A PLAAF tem algumas dezenas…Sudão 6 e provavel myamar com outrs 6 a 12 deles….

Pelo mesmo preço de um Super Tucano top de linha, voce consegue algo com o mesmo desempenho de um F-5M zero km…

nada mal, resultado de um parque fabril de mais de 12 mil MiGs-21

Leandro Costa

Eu confesso que fui dar uma pesquisada sobre o que era isso, mas aquela cauda praticamente grita ‘MiG-21 é papai!’

carvalho2008

E é o verdadeiro herdeiro….o unico que usa as mesmas peças e motor.

Mas d linhagem chinesa, que ja havia recebido muitas melhorias de asas…é um F-7 puro, exceto a seção frontal….

é como fabricar F-5M bipostos zerinho de fabrica

Matheus

É bom a EDS ressucitar o MTF-LF, senão vão perder mercado pra China.

João Adaime

Matheus
Eu lembro que numa visita à Turquia o presidente FHC convidou aquele país a desenvolver em conjunto com o Brasil um jato supersônico. Acho que ele tinha em mente o MTF-LF. Os turcos declinaram do convite.
Abraço

Marcos10

O negócio é o seguinte: ou vai de Boeing, ou vai de COMAC.
“Também seria possível buscar um acordo de venda com a China, que quer crescer no setor com a estatal Comac.”

Junior

Ou mais provavelmente vai de BNDESPar, braço de investimento do BNDES, essa seria uma alternativa de ajuda sem a necessidade de estatizar nada

Augusto L

É a Bombardier foi no mesmo caminho, acabou tomando uma decisão contra da OMC e tendo que vender seus projetos de avios para Airbus de graça.

Grande ideia

Junior

A BNDESPar já foi acionista da Embraer por bastante tempo, se não me engano, ainda o é, e nunca teve problemas com a OMC por isso. Qual o problema da BNDESPar dar dinheiro para a Embraer em troca de ações? Melhor do que estatizar a empresa com certeza é, aliás seria uma solução parecida com que os EUA fizeram com a AIG e a GM na crise de 2008, emprestou dinheiro e pegou ações como contrapartida, Pode ter certeza que é isso que os EUA farão caso a situação da Boeing se deteriore rapidamente

Canarinho

Mas conforme dito aqui mesmo, a China ja tem seu proprio aviao comercial na mesma classe dos EMB. Se Deus quiser ela nao sera vendida para ninguem, seja americano, chines ou quem seja..

Eliton

Plot twist a Embraer compra a Boeing.

Oiseau de Proie

Avião brasileiro com nome estrangeiro e vendido pela Boeing, que piada de mau gosto!…Que vergonha!..Que horror!..O maior projeto da engenharia aeronáutica brasileira entregue para as mãos de sua concorrência…A empresa deixou de ser protagonista para se tornar um puxadinho satélite da Boeing!!!…

Renato B.

Olha só, uma boa notícia.

Fernando EMB

Será mesmo uma boa notícia???

Canarinho

Certeza meu caro. Particularmente, quanto mais procuro saber sobre o assunto mais me dou conta da furada que seria para a Embraer e principalmente para o Brasil essa compra.

Augusto L

Para os que falam que a venda da Embraer, seria prejudicial a empresa, não conhece de negócios. O lucro vem diminuindo ano a ano, as vendas vem diminuindo, estão entrando novos players no mercado e com produtos iguais de qualidade ou melhor o que antes não tinha. Vai chegar um ponto onde a Embraer não terá mais dinheiro para investir em novas tecnologias, o que aconteceu com a Bombardier, que pediu ajuda ao governo e depois essa ajuda foi considerada pela OMC como ilegal, tiveram que vendar sua área comercial igual a Embraer,, e ainda de graça. A nova joint… Read more »

Junior

Que novos players são esses? O arj chinês que não passa de um MD recauchutado com motores da 1 geração da Embraer? O superjet que foi um fracasso de vendas para companhias ocidentais que só vende para companhias russas e companhias de ex repúblicas soviéticas? O mrj japonês que esta quase 10 anos atrasado e que esta sendo feito por ex funcionários da Bombardier e que já estouro o orçamento a muito tempo? A Bombardier foi obrigada a vender o Cseries porque quis dar um passo maior que a perna, ela já era uma empresa bastante endividada e gastou tubos… Read more »

Sequim

” A americana já indicou que a indústria aeroespacial precisará de US$ 60 bilhões do governo americano para sobreviver a crise.” Ah, como eu adoro a maneira como choques de realidade trazidos por crises destroçam mantras ideológicos rasteiros tipo ” a mão invisível do mercado”, ” os mercados se auto-regulam”; ” é só uma gripezinha “. Realidade, sua fofa.

Allan Lemos

É pra glorificar de pé igreja!

Vincenzzo Almeida

Questão é uma só as empresas ESTRATÉGICAS devem ser financiadas pelo governo SIM! Vê a Engesa que quebrou agora vê se os americanos deixariam a maior empresa deles de defesa falir. São empresas que deveriam ser sinônimo de SEGURANÇA NACIONAL. Fincantieri/Leonardo são estatais e funcionam muito bem! Imaginem se é a China que compra a Embraer!

Rommelqe

Eu acredito que a melhor escolha para a EMBRAER/BRASIL é voltar a ter joint venture com a Italia e fortalecer os laços com Portugal e talvez com o Chile e tambem talves com a Republica Tcheca . Seria uma terceira via muito forte na área de avição comercial civil e militar de medio porte Ouitra associação extremamente impoortante seria fortalecer cada vez mais os laços com a Suecia/SAAB ampliando a linha aeronautica militar e aeroeletornica embarcada, mas tambem abrir para produtos navais. Na area de eletonica embarcada o nucleo gaucho tem que ser o mais apoiado possiveil. Transferrieria para lá… Read more »

Robissaum

Minha dúvida sincera, mas antes minha opinião inicial de engenheiro não envolvido indústria aeronáutica.

Não consigo perceber que a longo prazo essa venda seja positiva para o Brasil. Fico com a impressão de que após o know how da empresa ser absorvido pela Boeing, a subsidiária brasileira irá começar a ser posta de escanteio, com bons projetos e empregos sendo mantido nos EUA.

Isso posto, vejo que muitos aqui defendem essa venda. Poderiam me explicar, de uma maneira didática e analítica a vantagem dessa venda, principalmente no longo prazo?

ADRIANO MADUREIRA

É só lembrar da MD que foi comprada pela Boeing…

Camargoer

Olá Rob. Acho que você precisa definir qual a vantagem para quem? Para a Boeing? Para a balança comercial brasileira? para a FAB? Para os funcionários da Embraer? para os bancos que intermediaram o negócio? para os acionistas da Boeing? Para os acionistas da Embraer?

Robissaum

escolha por qual começar

Athos

A Embraer tem que partir para a fabricação de automóveis nacionais híbridos e elétricos, aviões e drones elétricos, carro voador elétrico, robôs humanoides, celulares, nanosatélites e foguetes.

LUCAS DA SILVA RIBEIRO

“A brasileira precisara de ajuda do governo” Prefiro que a embraer va a falencia do que o governo dar um centavo pra mesma, até porque a embraer é de capital privado e o que manda é isto, não tem que ter dinheiro de brasileiro não, até porque se tiver ela será vendida futuramente.

ODST

Para a China? Duvido MUITO, mas MUITO MESMO que o atual governo iria vender a Embraer para a China depois de tudo o que vem acontecendo entre os dois países (e mesmo antes disso), não importando o tamanho da oferta. Praticamente impossível de acontecer.

David R

Um par de pontos: 1. A compra está apenas atrasada. Podem ser 3 meses. Podem ser 3 anos… 2. Chegou-me aos ouvidos que a Embraer já gastou o dinheiro que ainda não recebeu duplicando toda a estrutura que existia em São José dos Campos. Que iria acontecer a essa gente se a compra falhar?? 3. Venda ou não, a Embraer tem que ter um plano de desenvolvimento. Independência é coisa bonita mas é preciso estar sempre a mudar e a adaptar-se. O objectivo de se unir à Boeing era robustez. Num mundo sempre em mudança qual seria o plano da… Read more »

Matheus

Foi nesse pensamento que eu escrevi meu comentário lá em cima, e recebi chuvas de deslike.
Os foristas acham que nada mudou no mercado internacional, especialmente agora com o Covid-19.

Farroupilha

Boeing do Brasil ou Boeing only da América, as cartas estão lançadas…
Quem ficará com os ASAS? (ases) rsrs!

Últimas Notícias

FOTOS: J-16D com novos pods de guerra/interferência eletrônica

Foram divulgadas mais fotos do Shenyang J-16D, versão de guerra eletrônica do caça multimissão J-16 da Força Aérea de...
- Advertisement -
- Advertisement -