Home Aviação de Ataque HAL conclui entregas de Su-30MKI e espera mais pedidos

HAL conclui entregas de Su-30MKI e espera mais pedidos

3321
52

NOVA DÉLHI — A Hindustan Aeronautics Limited (HAL), empresa estatal indiana, registrou um faturamento de mais de INR 21.100 crore (US$ 3 bilhões) no ano fiscal encerrado em 31 de março de 2020. A empresa disse que espera que a instalação de produção dos Su-30MKIs continue em operação, já que a Força Aérea Indiana pode optar por mais caças.

A Hindustan Aeronautics Limited concluiu a produção de todos os 272 caças Su-30MKI contratados pela HAL pela Força Aérea Indiana (IAF) durante o ano em curso e espera receber alguns pedidos adicionais para o caça multifuncional, informou a empresa em um comunicado na terça-feira.

O HAL produziu os 272 caças Su-30MKI sob licença da United Aircraft Corporation da Rússia. A empresa, que está montando cada aeronave por US$ 70,3 milhões, também espera continuar com as instalações da Nasik para a montagem de Su-30MKIs adicionais para a IAF. A HAL criou as instalações Refuelling and Overhaul (ROH) do Su-30MKI na cidade de Nasik, no estado de Maharashtra, em 2014.

O Sputnik foi informado que no ano passado que a empresa estatal havia solicitado ao Ministério da Defesa um pedido adicional para a montagem de 72 caças Su-30MKI por cerca de US$ 5 bilhões.

O marechal-chefe da IAF, RKS Bhadauria, em uma interação com a mídia em outubro de 2019, confirmou que os caças Sukhoi-30MKI adicionais seriam construídos pela HAL em Nasik.

“Estamos caminhando para encomendar mais 12 Sukhoi-30. Se precisamos de mais algumas aeronaves que serão eliminadas gradualmente a partir de 2025 … teremos que dar uma olhada mais tarde. Mas no momento, 12 é o que está sendo seguido imediatamente”, disse Bhadauria.

Na terça-feira, a HAL esperava que, com pedidos adicionais de Su-30MKI e o pedido esperado para 83 caças MK1A LCA nacionais, “a carteira de pedidos provavelmente atinja uma posição saudável durante o próximo ano financeiro de 2020-21”.

Para o exercício financeiro de 2019-20, a HAL registrou um faturamento superior a INR 21.100 crore (US$ 3 bilhões).

Su-30MKI com míssil Brahmos

Sukhoi Su-30MKI aprimorado

O chefe da IAF também forneceu detalhes sobre a atualização do Sukhoi-30MKI com modernas “capacidades de radar e armas e também abordando aspectos de gerenciamento de obsolescência e guerra eletrônica”.

No início deste ano, a IAF incorporou seu primeiro esquadrão de Su-30MKI com os mísseis supersônicos BrahMos-A (Air) na parte sul do país para combater ameaças na região do Oceano Índico.

A HAL disse que a atualização aviônica dos SU-30MKIs e os mísseis BrahMos seria revolucionária e é importante para o crescimento futuro da empresa.

Atualmente, a Força Aérea Indiana enfrenta uma escassez de mais de 250 caças de uma força necessária de 42 esquadrões (18 a 20 caças em cada).

FONTE: Sputnik

Subscribe
Notify of
guest
52 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
4 meses atrás

“A Hindustan Aeronautics Limited concluiu a produção de todos os 272 caças Su-30MKI contratados pela HAL pela Força Aérea Indiana (IAF)”
Holy Cow!!! Não dá nem para comparar com o Brasil, o qual no mesmo período não recebeu ainda nem sequer o primeiro Grippen, mesmo construído no exterior.

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Joao Moita Jr
4 meses atrás

Gracas a Deus nao somos como a India. Ter duas potencias nucleares te ameacando o tempo todo nao deve ser legal.

Flanker
Flanker
Reply to  Joao Moita Jr
4 meses atrás

O primeiro Su-30MKI fabricado na Rússia foi aceito na Força Aérea Indiana em 2002, enquanto o primeiro Su-30MKI montada pela HAL entrou em serviço na IAF em 2004.

DOUGLAS TARGINO
DOUGLAS TARGINO
4 meses atrás

Isso é uma humilhação… Cada matéria que sai, com mais raiva fico do Brasil quando se fala em defesa nacional!

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  DOUGLAS TARGINO
4 meses atrás

Não dá para comparar a Índia que nas últimas décadas tiveram pequenos conflitos e algumas guerras com o Paquistão e alguns pequenos conflitos com a China e o risco de voltar a ter conflitos com esses dois vizinhos ainda existe. Já o nosso país não passou por nenhuma guerra recente e o risco de conflito com os vizinhos não é tão grande. Por isso eles gastam tanto em defesa e o Brasil nem tanto.

Andre
Andre
Reply to  DOUGLAS TARGINO
4 meses atrás

A Índia tem diversos potencias agressores em suas fronteiras, principalmente Paquistão e China. Eles têm que se preocupar com isso e estarem preparados. Nós temos que estar preparados para nossos potenciais inimigos, e 72 gripens vão ser mais do que suficientes para darmos conta de todos os potenciais inimigos que temos na am do sul, com uma asa nas costas.

Tirando nossos vizinhos, o único país com capacidade de projeção de poder para nos invadir é os EUA, e contra eles, nem que tivessemos mil su57.

Nostra
Nostra
Reply to  Andre
4 meses atrás

As per Chanakya statecraft ” every country which shares a geographical border with you is a potential enemy ” . It’s only a matter of time when.

Johnny
Johnny
Reply to  Andre
4 meses atrás

André, por enquanto são 36 gripens, isso se o rombo nas contas públicas devido aos gastos extras com o covid permitir.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  DOUGLAS TARGINO
4 meses atrás

Realmente. É quando vejo manchetes assim, que me pergunto; O que será que ainda faz o Brasil no BRICS??? So se for de mascote.

sergio ribamar ferreira
Reply to  Joao Moita Jr
4 meses atrás

Sr João Moita Jr. concordo com suas palavras.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Joao Moita Jr
4 meses atrás

Sim.
China com + de 1.500 caças
Rússia com + de 1.500 caças
Índia com + de 800 caças
Brasil com 40 e poucos F-5.

hahahahahahahahahahahahah
piada.
Infelizmente.

José Carlos David
José Carlos David
Reply to  Joao Moita Jr
4 meses atrás

Brasil e África do Sul são penetras.

Diogo
Diogo
Reply to  DOUGLAS TARGINO
4 meses atrás

Enquanto não elegermos uma bancada parlamentar com foco na defesa não adianta reclamar. Por décadas colocamos no congresso pessoas sem compromisso nenhum com a nação e estamos colhendo os frutos. Devemos fazer a nossa parte, elegendo representantes que tenham projetos para o Brasil e não para o seus bolsos e partidos. Está mais do que na hora de aprendermos que também temos deveres.

JL
JL
Reply to  Diogo
4 meses atrás

É exatamente o que o Diogo postou acima, enquanto não elegermos uma bancada voltada para defesa, vamos continuar navegando de boia de pneu de caminhão, ao invés de estarmos andando de lancha com 2 motores Mercury (apenas uma metáfora).

Flanker
Flanker
Reply to  DOUGLAS TARGINO
4 meses atrás

Eu não trocaria o Brasil pela Índia em nenhuma hipótese.

leonidas
leonidas
4 meses atrás

A Ausência de uma guerra moderna jamais pode servir de desculpa para uma nação como o Brasil não investir em Forças Armadas dignas deste nome. E como se você achasse legal morar em uma cidade sem que houvesse corpo de bombeiros e achasse isso normal pois desde sua construção nunca houve um incêndio, mesmo que nesta cidade tenha vários postos de gasolina prédios altos é de uma boçalidade este tipo de passividade difícil de aceitar. O Brasil é obviamente a nação a ser atacada dados suas dimensões, riqueza e potencial para se transformar em uma pedra no sapato de alguma… Read more »

Rafael
Rafael
Reply to  leonidas
4 meses atrás

Eu sempre defendi a idéia que 36 aeronaves são insuficientes….já era para estamos comprando um 2 lote de gripens ou pelo menos outra aeronave de compra de oportunidade

sergio ribamar ferreira
Reply to  leonidas
4 meses atrás

Concordo com o sr. leonidas. Sempre carnaval, futebol…Hoje só corona… Amanhã??? País onde os mandatários dos três poderes informam que o país tem de ser amigo de todos e fazer negócios. Ser subserviente a governos e organismos internacionais e finalmente ainda existem aqueles aqui que emperram qualquer decisão da nação para se desenvolver. Brasil parece é uma prostituta bem das rampeiras. acostumada a dar e nem dinheiro receber. Desculpe as palavras ofensivas.

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  leonidas
4 meses atrás

Quem ameaça o Brasil? Na região, ninguém. Nosso tamanho comparativo elimina os riscos.
Fora daqui, quem pode enviar milhares de soldados aatravessar milhares de quilômetros de.mar para invadir um país com 8,5 milhões de km quadrados?
Além do mais na arena internacional.somos colaborativos e resolvemos as coisas negociando.
Qual a razão para gastar uma fortuna em forças armadas grandes que ficariam inutilmente nos quartéis?

leonidas
leonidas
Reply to  EduardoSP
4 meses atrás

Isso é uma piada né? rs
Neville Chamberlain não ensinou nada para essa gente dita garantista ou adepta das chamadas “leis internacionais” ?
Mas blz melhor ler isso do que ser cego.
Obs: No mundo atual não é necessário colocar um único soldado para levar uma nação adversária de volta a idade média e com isso poder explorar tranquilamente seu litoral até que a fome e o caos a faça capitular e aceitar a tutela externa, mas deixa pra lá…rs

Flanker
Flanker
Reply to  leonidas
4 meses atrás

Se não precisa colocar um único soldado para fazer capitular um adversário, de que adianta a nação agredida ter Forças Armadas??? Se o agressor não usou soldados, você que foi agredido vai usar seus soldados para que, numa situação dessas??

Brunow
4 meses atrás

Não sei ao certo, mas todos MKI indianos são padrão (motor, eletrônica, radar etc), aonde o primeiro entregue no início dos anos 2000 é semelhante ao último entregue em 2020.
Agora é renovar toda frota..
Complicado receber uma aeronave nova, mas já absoleta.
(Se nosso amigo Nostra tiver informações)..

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Brunow
4 meses atrás

A HAL tem todo o direito, como previsto em contrato, de realizar modificações na avionica, apenas se resguardando de não vender as aeronaves ao exterior sem autorização da Sukhoi. Então, pode ter certeza, ainda mais com vizinhos potencialmente perigosos, que os Su-30 estão “em dia”.

Nostra
Nostra
Reply to  Brunow
4 meses atrás

All are standard ” MKI ” configuration.

Initially few were ” K ” configuration aircrafts . But as per agreements those were replaced with new built ” MKI ” .

Russia later resold the ” K ” standard aircrafts to countries like Angola etc.

Nostra
Nostra
Reply to  Nostra
4 meses atrás

First LCA MK1 FOC standard aircraft also completed its contract flight test acceptance a few weeks ago, within 12 months of the standard of preparation release in Feb 2019.
comment image

Nostra
Nostra
Reply to  Nostra
4 meses atrás

All LCA MK1 IOC standard aircraft delivered till date will be converted to LCA MK1 FOC standard.
comment image

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
Reply to  Nostra
4 meses atrás

Apesar de limitado,o Tejas é bonito…

Nostra
Nostra
Reply to  Nostra
4 meses atrás

LCA MK1 FOC will be the standard on which all LCA MK1A will be built on . During MLU all LCA MK1 FOC aircrafts will be upgraded to LCA MK1A standard.
comment image

Nostra
Nostra
Reply to  Brunow
4 meses atrás

Nice short video on Rudra attack helicopter

https://youtu.be/RxYPawcnV5M

Nostra
Nostra
Reply to  Brunow
4 meses atrás

In other news a test pilot has confirmed that work on twin engined ORCA for IAF and a folding wing twin engined TEDBF for IN based on LCA MK2/MWF has begun. First flight expected in 2026.
comment image

Alexandre de Oliveira Barros
Alexandre de Oliveira Barros
Reply to  Nostra
2 meses atrás

Um mix de Mig 21 e o F-16!

Robert Smith
Robert Smith
4 meses atrás

1º de Abril?

Marcelo Costa
Marcelo Costa
4 meses atrás

Ficam brincando de defesa aérea. O pior é que ninguém tem responsabilidade. Acham que é sempre o vizinho que vai resolver os problemas. Forças Armadas é algo muito sério tem que ter investimento, preparo e doutrina. Pensam que guerra se faz com meia duzia de armas, veste-se a farda, faz um bonito desfile, a banda toca músicas bem patrióticas e pronto já ganhamos. Irresponsáveis… Um projeto de um avião é investimento inicial de no mínimo dois milhões de dólares. E os profissionais quando a empresa para viverão de que? A Engesa faliu por miopia nacional, tem que investir! Falta patriotismo!… Read more »

sergio ribamar ferreira
Reply to  Marcelo Costa
4 meses atrás

Concordo com o sr. Marcelo costa.

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Marcelo Costa
4 meses atrás

Só o que não falta é a roubalheira desenfreada.

Jose Piccolli Neto
Reply to  Marcelo Costa
4 meses atrás

Concordo em 100% com o que você escreveu …

Rommelqe
Rommelqe
Reply to  Marcelo Costa
4 meses atrás

Caro Marcelo, dois milhões de dólares não são suficientes nem para começar a inicializar duas estações de CAD…..

Flanker
Flanker
Reply to  Marcelo Costa
4 meses atrás

Acho que vc quis dizer 2 BILHÕES de dólares….

Nilton L Junior
Nilton L Junior
4 meses atrás

A NASA precisa ir la, Su-30MK e se embananam com o Tejas

Renato B.
Renato B.
Reply to  Nilton L Junior
4 meses atrás

Olhe os rolos da Boeing e da Sukoi com aviões comerciais e observe como fazer avião é algo difícil.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
4 meses atrás

“Atualmente, a Força Aérea Indiana enfrenta uma escassez de mais de 250 caças de uma força necessária de 42 esquadrões (18 a 20 caças em cada)”.

Só 250 caças?!

Enquanto isso nós esperamos modestamente,adquirir 36 caças Gripen e possivelmente um segundo lote de mais 36 que totalizaria o número de 72 aeronaves.
36 abaixo do número de 108 caças,número esse que acho que não será realidade e que a FAB tinha como planos para encomendas suplementares nos próximos,que seriam fabricadas no Brasil.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
4 meses atrás

É porque nós brasileiros estamos acostumados a nos compararmos com países nanicos. O Chile possui 57 caças, logo o Brasil com 72 está ótimo. Ninguém leva em conta que o Brasil é 10 x mais rico,10x maior, etc. Ou seja, proporcionalmente o Brasil poderia ter 570 caças, já que o Chile tem 57. Mas falar isso é loucura. Falar em 200 Caças já é loucura. O Brasil está no Top 10 entre as maiores economias. E tem tudo para ficar no Top 5 nas próximas décadas. Mas em número de caças Não aparecemos nem no Top 40. Se for analisar… Read more »

Flanker
Flanker
Reply to  Luís Henrique
4 meses atrás

Eu leio, estudo e sou aficcionado por assuntos militares desde 1987. Tenho centenas e centenas de revistas, fascículos, livros, etc sobre o assunto. Talvez poucos gostariam mais de ver o Brasil com forças armadas modernas e bem equipadas, do que eu. Mas, a pergunta é essa: Para que o Brasil precisa de 570 caças, como falou o Luis Henrique?? Para que?? AH…a índia tem mais que isso! Sim, tem…..mas, é um país com China e Paquistão no seu cangote…China possui a índia e Rússia ao lado…..Rússia possui a China ao lado e, tanto ela como China, possuem os EUA como… Read more »

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
4 meses atrás

“Atualmente, a Força Aérea Indiana enfrenta uma escassez de mais de 250 caças de uma força necessária de 42 esquadrões (18 a 20 caças em cada)”. Só 250 caças?! Enquanto isso nós esperamos modestamente,adquirir 36 caças Gripen e possivelmente um segundo lote de mais 36 que totalizaria o número de 72 aeronaves. 36 abaixo do número de 108 caças,número esse que acho que não será realidade e que a FAB tinha como planos para encomendas suplementares nos próximos,que seriam fabricadas no Brasil. Pelo que li,cada esquadrão da FAB terá 12 aeronaves Gripen-E ,sendo o primeiro a Ala 2 baseada em… Read more »

sergio ribamar ferreira
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
4 meses atrás

Com a respeitosa e devida intromissão, Sr. Adriano pelo tempo já era para termos 48 F 16 ou outra aeronave. Poderíamos até produzir sob licença. admitamos: o que produzimos genuinamente nosso em termos de defesa? somos país periférico. O Brasil é uma verdadeira montadora.(vide setor automobilístico). Não que seja de todo ruim. Há trinta anos um bom parque industrial que foi sendo dilapidado propositalmente. Um ponto: saúde, educação, defesa(interna e externa) se completam. Observemos a história dos países desenvolvidos. Não precisa ser superpotência. A revolta é sempre a não conclusão de um projeto ou incompetência, corrupção e falta de caráter… Read more »

Teropode
4 meses atrás

Chega de ganhar dinheiro fácil, o su 30 é um vetor para nações párias, a India subiu de classe , 36 novos Rafales farão a função de 100 su 30 , com mais glamour e eficiência.

Peter nine nine
Peter nine nine
4 meses atrás

Esse SU 30 indiano é para mim o mais lindo dos sukhois….

Carlito
Carlito
4 meses atrás

Em Pune é muito comum ver os Su-30 rasgando os céus o dia todo. O som é inconfundível. No entanto, legal mesmo foi no dia em que tive que viajar para Bangalore. O aeroporto de Pune divide a pista com a base aérea local, e foi ali que finalmente tive a oportunidade de ver essas máquinas de perto. São realmente lindas.

João Bosco
João Bosco
4 meses atrás

É uma situação muito estranha… Tudo bem que a Índia tem vizinhos nucleares doidos para um motivo para descer o cacete nos indianos, mas os aspectos sociais do país deveriam levar os governantes do país a se preocuparem mais com o seu povo e menos com armamentos (opinião minha).

Teropode
Reply to  João Bosco
4 meses atrás

Mande sugestões para o consulado. .

Flanker
Flanker
Reply to  João Bosco
4 meses atrás

Nisso eu concordo plenamente! Segundo a Revista Veja: “A ministra das Finanças da Índia, Nirmala Sitharaman, anunciou nesta quinta-feira, 26/03/20, um pacote de ajuda no valor de 22 bilhões de dólares para ajudar a população durante as três semanas de quarentena que o país enfrenta devido à pandemia de Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. O pacote beneficiará cerca de 800 milhões de pessoas em um país com 1,3 bilhão de habitantes.” Segundo O Estadão, para beneficiar 30,5 milhões de brasileiros, o GF irá gastar 59,8 bilhões de reais durante 3 meses: https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,orgao-do-senado-calcula-em-r-59-8-bilhoes-gasto-com-auxilio-emergencial-em-tres-meses,70003251291 Índia: 22 bilhões de dólares /… Read more »

kaziranga
kaziranga
Reply to  João Bosco
4 meses atrás

Bosco,
Você certamente é um daqueles que acreditam que 98% dos indianos vivem em favelas e que 99% são analfabetos. E que, certamente, a Índia tem um PIB menor do que o da Jamaica ou Honduras.