quarta-feira, outubro 27, 2021

Gripen para o Brasil

ExpressJet adicionará 36 aeronaves ERJ145 à frota da United Express

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Embraer ERJ145
Embraer ERJ145

A transportadora regional norte-americana ExpressJet Airlines concordou em expandir sua frota da United Express com mais 36 aeronaves Embraer ERJ145.

Com essa adição, a ExpressJet Airlines se tornará a maior operadora de aeronaves Embraer ERJ145 de 50 assentos no mundo. A companhia aérea voa sob a marca United Express.

As novas aeronaves Embraer ERJ145 entrarão na frota no próximo ano, fazendo o número de ERJ145 na frota aumentar para mais de 125 aviões.

O presidente e CEO da ExpressJet Airlines, Subodh Karnik, disse: “A confiança da United na ExpressJet é uma prova da dedicação e adaptabilidade dos funcionários da ExpressJet.

“O crescimento de nossa frota e a atualização dos ERJ145s incorporam nossa visão: Ser a transportadora United Express que melhor entende e atende às necessidades da United Airlines.”

As duas empresas também estão trabalhando no estabelecimento de uma extensão de longo prazo do contrato de compra de capacidade da ExpressJet com a United Airlines.

Se concordar com o compromisso de longo prazo com o Embraer ERJ145, a ExpressJet também expandirá suas bases e instalações de tripulação nos centros da United, incluindo Denver.

O acordo também permitirá que a ExpressJet modernize sua frota retirando sua pequena frota de aeronaves E175 para se tornar uma companhia aérea de frota única.

A empresa também investirá no ERJ145, atualizando a aeronave com novos painéis, novos assentos e iluminação LED.

A vice-presidente sênior da United Express, Sarah Murphy, disse: “Assumimos o compromisso de longo prazo com o Embraer ERJ145 e projetamos a abrangente atualização de cabine, assento e entretenimento para oferecer uma experiência contemporânea ao cliente.

“Estamos confiantes de que nossos parceiros da ExpressJet podem executar essa visão”.

Em um desenvolvimento separado, a ExpressJet Airlines anunciou um incremento no seu programa de bônus para pilotos. Até US$ 40.000 serão oferecidos a comandantes qualificados quando concluirem o treinamento com a ExpressJet.

- Advertisement -

14 Comments

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fabio Araujo

Eu pensei que a produção do ERJ145 tinha sido encerrada há anos, vão ser aviões novos ou de segunda mão?

Clésio Luiz

Taí uma pergunta para o FernandoEMB. A linha do EMB-145 está definitivamente encerrada, ou se aparecer encomenda, a produção pode reiniciar?

Leandro Costa

É uma dúvida que tenho também. Mas se eu tivesse que chutar, eu diria que ainda dá para produzir. Lembro que poucos anos atrás foi noticiado que a EMB construiu um ou dois EMB-120 Brasília, e que estes ainda são construídos sob encomenda, ou seja, não há produção seriada, mas ainda podem fabricá-los. Acho que, talvez isso ainda possa acontecer com os EMB-145. Enfim… espero que alguém possa lançar uma luz sobre isso.

Johnny

Quando a matéria fala que as novas aeronaves entrarão na frota no próximo ano, dá a entender serem usadas pois, do contrário, já teriam que estar na carteira de encomendas da BOEING EMBRAER de 2020. Também em relação a atualização de iluminação de led, novos assentos e novos painéis, também aparentam remeter a uma reforma em células usadas.

Rodrigo

O nome escolhido pela Boeing foi: “Boeing Brasil – Commercial”

Clésio Luiz

Lembrei agora que o Legacy 650 é baseado na família ERJ e ainda está sendo oferecido no site de aeronaves executivas da Embraer. Então pelo visto a linha ainda não está completamente encerrada.

Johnny

É que se fôssem novos a boeing/embraer seria a primeira a divulgar a venda de 36 aeronaves, o que não aconteceu.

Júlio

Na página da Embraer, o ERJ-145 continua como uma aeronave em produção. O 140 e 135 não.

Conan

Aeronaves de segunda mão modernizadas. As linhas de montagem dos 135, 140 e 145 foram definitivamente encerradas já fazem alguns anos.

Karl Bonfim

Também pensei o mesmo!

Fernando EMB

Racionalização da frota regional da United. A TSA encerra as atividades e passa seus ERJ-145 para a ExpressJet. Esta, por sua vez, passa seus 25 E175 recém recebidos para a Skywest.

Nolasco

Os ERJ nunca pararam de ser fabricados, os Legacy 600 continuam a ser entregues. O Coronavírus pode vai causar novamente uma preferência por aviões menores.

santana

Os ERJ deixaram de serem fabricados definitivamente em 2019, nas asas do legacy 650, ja era..esses ai serao usados

Eduardo Almeida

A Família ERJ 145 ainda está ativa n site da Embraer. Os aviões da matéria são usados pelo texto pois sofreram modernização pela companhia.

Últimas Notícias

Saab iniciará a fase de entrega do Gripen E

Em novembro, a Saab dará início a fase de entrega de aeronaves operacionais, com quatro aeronaves Gripen E para...
- Advertisement -
- Advertisement -