Home Aviação de Ataque Protótipo de míssil hipersônico para o caça Su-57

Protótipo de míssil hipersônico para o caça Su-57

3612
76
Su-57

Um protótipo do míssil hipersônico projetado para ser lançado do novo caça russo de quinta geração Su-57 já foi produzido, segundo a agência russa RBK.

A fonte descreveu o míssil como uma pequena arma ar-terra projetada para ser transportada no interior da aeronave, devendo os testes de lançamento aéreo ser iniciados em breve.

No momento, não há outras características sobre a arma ou sobre a empresa desenvolvedora.

A Defesa lançou a possibilidade do desenvolvimento de mísseis hipersônicos semelhantes ao míssil Kinzhal, que possui capacidade nuclear.

O Kinzhal foi implantado em serviço a bordo do MiG-31K em dezembro de 2017. Além disso, está em andamento o desenvolvimento de uma versão do míssil para o bombardeiro estratégico Tu-160.

MiG-31 com míssil Kinzhal

O Kinzhal  possui um alcance operacional de aproximadamente três mil quilômetros e pode alcançar uma velocidade de Mach 10 ou Mach 12.

A entrega em grande escala dos caças Su-57 à Força Aeroespacial russa deve ocorrer neste ano. A aeronave furtiva de quinta geração foi desenvolvida pela Sukhoi e deve substitui os MiG-29 e Su-27.

Além disso, o Su-57 está equipado com aviônica avançada, radar de varredura eletrônica ativa, sistemas de inteligência eletrônica (ELINT) e uma grande variedade de armamentos de alta precisão.

FONTE: Sputnik Brasil

76 COMMENTS

    • Não precisamos nos preocupar. Segundo a filosofia da Trilogia, não temos nada a temer. É russo? Chinês? Não presta, não funciona, não existe, eles não têm tecnologia pra tudo isso…

      • Prezado João Moita Jr

        Creio que os EUA não conseguirão prosseguir nessa escalada armamentista contra Rússia e China juntas.
        Não só pelos gravíssimos problemas orçamentários dos americanos, mas também pela novíssima geração de armas russas e chinesas que estão chegando.
        Eu acho melhor os EUA começarem a se preocupar.
        Ao fim de tudo, sinto por vc que serve nos EUA, em que pese achar que dificilmente teremos um conflito generalizado no Mundo.

        • Sr Kings, dinheiro os EUA tem para uma escalada já que o mundo (inclusive a China por enquanto) financia o dólar como moeda dominante. Com certeza os problemas orçamentários existem para os EUA tanto quanto existem para Russos e Chineses assim como existiam lá na década de 80 com uma guerra fria no seu auge. A questão é que não estamos nos anos 80 e o jogo é outro com a China construindo pontes e rotas de comercio e os EUA fazendo politica como se a URSS ainda existisse. Duvido que a China vá entrar numa corrida como a que a URSS entrou (e perdeu), Eles estão é jogando o jogo dos EUA. O jogo do comercio. Hoje o mundo é bem outro sem a ideologia (explicita, já que a China não está nem ai para isso) para que os EUA pautem o que é o bem ou o mal, já que a China atrela os lucros de empresas mundo a fora ao seu crescimento. O mundo está tão estranho para os conservadores dos EUA e do Mundo (que lucram com a China) que rotulam de comunista quem defende abelhas ou agricultura orgânica.

          • gordo.

            O que vc escreveu tem razão, mas não podemos esquecer de grandes mudanças que estão ocorrendo na economia mundial.
            A capacidade de financiamento externo dos EUA não é eterna e o papel do dólar começa a ser repensado por diversas economias.
            Como informação, hoje (25/02) a taxa de retorno de 10 anos do Tesouro americano caiu para uma baixa histórica (a menor de todos os tempos).
            Tudo bem que tem grande peso do tombo mundial provocado pelo coronavirus, mas não deixa de demonstrar um processo de longo prazo onde os EUA poderão chegar a um sistema de taxas negativas com estagnação econômica, a exemplo do Japão.
            Isso são os economistas que dizem, não é opinião minha.

          • Isso seria problema se os EUA não estivessem vivendo pleno emprego, crescimento econômico. Baixar juros com este cenário é bom.

          • Fco Braga

            Não é bom, porque os EUA tê o orçamento extremamente deficitário.
            Se vc precisa atrair investidores para vender seus títulos e assim financiar seu deficit, taxas de juros baixas não são atrativas.

        • Como “derrotamos” a antiga USSR??? Fizemos eles gastar até o último centavo em armamentos, até que foram a bancarrota, e implodiram.
          A história está se repetindo…

        • “Esqueceu de falar que a Russia esta quebrada e governada por comunistas corruptos, burros e incompetentes”.

          Você realmente acredita nisso ou é porquê você realmente é mal informado?!

          ou só está tirando onda mesmo?!

          Faz anos que escuto essa falacia de que a Rússia está quebrada e falida e mesmo assim os russos continuam seguidamente comprando ouro e aumentando suas reservas do metal,assim como as monetárias…

          “comunistas corruptos, burros e incompetentes”.

          Há muito não são comunistas,corruptos?! Onde não há corrupção?!

          Russos burros e incompetentes?! Duvido muito disso,não é por acaso que eles tem muitos ganhadores do prêmio nobel,um pouco mais do que a gente…

          • Jack fiquei uns meses na Espanha e passei em alguns países os caras normais acham o Putin muito inteligente e um baita líder e que ele vem colocando a Rússia em outro patamar

          • E é um cara patriota e competente. Não é chegado as bravatas baratas e tem um excelente chanceler de verdade, O Lavrov. Não um boquirroto ignorante, desinformado e messiânico.

        • Cristiano, a Rússia não é comunista, pelo contrário, o pessoal do antigo partido comunista além dos ex-KGBs viraram empresários de sucesso. Sobre a corrupção eu concordo, ela é bem alta, igual ao Brasil se não for pior.

        • Quando se trata de desenvolver armas, os russos se lixam pra situação econômica. Aliás, venda de armamento é o que muitas vezes aquece a economia “senoidal” deles.

      • Desculpe, mas não posso concordar. Concordo que a maioria dos comentaristas pensam assim, mas isto não é a “filosofia da Trilogia”. Pelo contrário: de alguns anos prá cá, desde o surgimento do J-20 e do SU-57 (PAK-FA na época), o aereo não só tem dado destaque aos avanços da aviação militar russa e chinesa, como tem dividido as críticas de forma bem democrática entre as aeronaves americanas (F-35), russas e chinesas.

      • E porque exatamente deveríamos nos preocupar? Temos boas relações com os russos e chineses. Somos parceiros nos BRICS, e a tendência é isso aumentar. Quem tem que se preocupar com isso é a OTAN.

      • é mesmo né,eles não tem tecnologia pra isso ,quem tem é o brasil ,todas as armas que russia e china tem ,foi comprada do brasil .
        ora,faça me o favor.
        mas de qualquer forma valeu ,eu estava meio pra baixo ,deu pra rir um pouco .

      • Ótimo comentário, João. Discordo apenas quando você “filosofia da Trilogia”. Para mim, não são os editores que sustentam esta filosofia, mas um grande número de comentaristas.

  1. Este avião apesar de atrasado, ele se tornará um novo patamar no mundo da aviação.
    Provavelmente o último de sua geração.

    Pois no futuro nenhum caça terá um assinatura de radar tão grande como a do SU 57

    Acredito que este caça estando operacional deve reinar nos ares por 10 anos.
    Lá por 2035 já estará obsoleto.

    É uma arma formidável se fosse concluída nós anos 2000.

    Hoje em dia serve para países que não tem acesso a alta tecnologia, um país como o Brasil ficaria contente, em ter 200 SU 57

    Mas um país como a Rússia, deve ter 600 ou 800 destes para defender o grosso do seu território. E desenvolver uma arma de 5° geração ou 6° para ter a capacidade de adentrar profundamente no território inimigo.

    Se a Rússia desenvolver um avião furtivo com 100 unidades do mesmo, poderá ser um adversário temido no mundo todo.

    Mas hoje em dia seus armamentos lhe garante apenas a soberania de seus territórios, pois suas capacidades de levar uma guerra convencional a outras nações está muito limitada.

    Melhor caminho para a Rússia seria o desenvolvimento de um novo caça junto com os chineses, que já domina parte do processo para fabricação de avião furtivo.

    Minha opinião é a Rússia para continuar como um player global deve focar seus esforços industrial para produção de centenas de SU 57, Su35, vender apenas SU30 e mig 35

    Focar sua capacidade de pesquisa e desenvolvimento em um caça não tripulado extremamente furtivo. Para as batalhas que ocorrerá apartir de 2050.

  2. “A entrega em grande escala dos caças Su-57 à Força Aeroespacial russa deve ocorrer neste ano. A aeronave furtiva de quinta geração foi desenvolvida pela Sukhoi e deve substitui os MiG-29 e Su-27.”

    A Rússia quer se livrar do MiG-29 o quanto antes! Aposto que na década seguinte continuaremos a ver o Su-24 voando e apenas algumas unidades do MiG-29 SMT, se estes não forem vendidos ou doados para países amigos (o que eu aposto que acontecerá).
    Veja o caso da Sérvia (que recebeu 6 unidades) e da Mongólia (que já recebeu 2 unidades e esperar completar um total de 18 unidades do avião). Tem a Índia também com expectativa de receber mais 20 unidades para modernização.
    E pelo que andei vendo, os MiG-29 SMT assim como as versões S estão sendo usadas em unidades de ‘agressores’ para treinar os pilotos.
    O futuro da força aérea Russa repousa no Su-57 e na família Flanker.

  3. Daqui a pouco vem o “iluminado” copiando e colando os panfletos dos dept de Mkt das fabricas de armas americanas e israelences dizendo que tal arma russa deve ser um missel terra-terra ja velho, que não tem precisão que não tem isso ou aquilo e que um stinger auxiliado por um buscapé sobre um humvee abate com facilidade ambos e que a USAF ja tem em projeto algo melhor!
    Tirando essa fatalidade daqui, a verdade que o Su-57 consegue aquilo que seu numero diz: ser 22+35! E ainda mais barato e sem os 3.500 problemas! Certamente os brigadeiros da USAF de cima de sua mastodôntica arrogância devem estar tendo ataques a cada noticia sobre as capacidades do Su-57!

    • “Sem os 3500 problemas”
      Que vc saiba amigo, essa é a diferença entre a OTAN e a Rússia e China, se tem problema na OTAN, quase 100% de certeza que as pessoas vão ficar sabendo, já na Rússia e na ditadura Chinesa? Inocência pura achar que vai ficar sabendo

  4. Fantástico! Essas armas hipersônicas russas não têm defesa e podem penetrar o “impenetrável” escudo americano. Em sendo colocadas em operação irão praticamente forçar uma rendição americana e da OTAN, sem luta, já que são invencíveis e irão ditar uma retirada de operação dos sistemas defensivos americanos que devem comprar os sistemas S-400 e S500 russos sob pena de ficarem desprotegidos.
    Também as armas hipersônicas russas estão muito a frente de qualquer coisa que os americanos tenham. Tem o Avangard com Mach 27 e 25 mil km de alcance que pode penetrar as defesas americanas. Tem o Kiznhal Mach 15 com 4000 km de alcance, tem o Zircon Mach 12 e 3000 km de alcance que pode partir um porta-aviões ao meio.
    Agora então com esse novo míssil hipersônico furtivo com Mach 12 e 3000 km de alcance transportado internamente e lançado pelo Su-57 praticamente liquida a fatura para os russos.
    Os americanos ainda terão que remar muito mas provavelmente não consigam produzir nada semelhante e agora estão vulneráveis aos mísseis russos. Finalmente o capitalismo e a democracia russas mostra que será a grande vencedora da disputa que se inciou após a SGM vencendo o falso capitalismo e a democracia de araque dos estadunidenses.
    No fim o bem sempre vence.

      • Bosco, Eu sou judeu e não gostei da piada. Não, não foi melhor! Outra coisa é que sabemos que você foi irônico no comentário anterior, embora eu concorde com parte dele, você exagerou colocando as coisas como ” o bem contra o mal “. EUA e Rússia não representa o bem total ou o mal total; eles representam apenas os seus interesses, coisa que o Brasil não faz. Também ninguém aqui disse que essa arma russa é a maior coisa do universo. O que eu vejo é que os EUA criar novas tecnologias e novas armas e os Russos buscam fazer o mesmo, como os chineses também buscam fazer o mesmo, os europeus buscam fazer o mesmo… e o Brasil não Faz. Não é a Otan que deve se preocupar, nem a Rússia e nem a China. Quem deveria se preocupar é o Brasil que assiste tudo sem fazer nada preocupado com o desfile de carnaval.

      • Ouvi essa piada num episódio de South Park. Fora de contexto, é só preconceito. Mas no contexto, foi hilariante (dita pelo Cartman, claro).

    • Bosco,
      Ok, um comentário irônico mas concordando com a eficiência das armas hipersônicas russas, armas essas que os EUA não possuem e não devem possuir em futuro próximo.
      É óbvio que não existe democracia na Rússia, mas tb não há ditadura. É um híbrido. Se o que há na Rússia é ditadura, como vc qualificaria o que ocorre em países aliados dos EUA, como a Arábia Saudita ?
      Aliás, é estranho essa tal de “democracia” americana, onde nem sequer há eleição direta para presidente. Trump tem quase 3 milhões de votos a menos mas é declarado vencedor. Imagine o Putin perdendo uma eleição na Rússia, porém, sendo declarado vencedor pela Duma…o que o Ocidente não iria falar !!!

      • Kaziranga, dê uma olhada no post que fiz com o link. Acho que isso pode causar uma certa sombra na frase ‘…armas essas que os EUA não possuem e não devem possuir em futuro próximo.’

        Isso sem mencionar o fato de que os EUA já fizeram pesquisas nesse campo (artefatos hipersônicos) no passado.

      • Kaziranga,
        Você simplifica muito o conceito de democracia. Democracia não é só escolher diretamente o chefe do Executivo.
        Quanto a “concordamos com a eficiência das armas russas” , sim, apesar de achar que dentro do contexto da tríade nuclear russa elas acrescentam muito pouco ao que já se tem. *Muitos não conseguem entender essa simples afirmação.
        Quanto a “armas essas que os EUA não possuem e não devem possuir em um futuro próximo” , aí eu discordo.
        Vale salientar que o emprego das armas hipersônicas será diferente pela Rússia, China e EUA.
        *Só uma perguntinha: você poderia me dizer algumas armas de qualquer natureza (ar-sup, sup-sup, etc.) que os EUA possuem e que atinge velocidade hipersônica?

    • hahahaha…que engraçado. Agora é minha vez de contar piada: é verdade, os russos não podem com os americanos. Mas tudo bem, para sorte dos russos, eles contam com o apoio do Irã, que atacou base americana e feriu/matou mais de 109 vidas estadunidenses, além de destruir vários equipamentos caros. Como resposta, os covardes americanos reagiram assim: “Está tudo bem” – Donald Trump.

      Basta os russos colocarem uma bandeira do Irã que os americanos saem correndo.

      • Piadinha sem graça essa.
        Espero que a Trilogia a delete como fizeram com a minha já que a sua felicita a morte de dezenas de seres humanos enquanto a minha apenas tirava sarro com nossos vizinhos argentinos.
        Piada sem graça …. e comprida. O seu “amigo” (será você?) , o Defensor da “Liberdade” não vai gostar. Ele gosta de piada curta. *Acho que tem a ver com a quantidade de neurônios que ele tem.

        • Bosco>>
          Você é parcial demais quando vai falar sobre armamento Russo. Já que não entende de nada sobre armamento russo, vc devia evitar fazer análises sobre essas armas.

          • XFF,
            Obrigado pelo conselho mas não vou aceitá-lo.
            O que mais vejo é gente que não entende de nenhum tipo de armamento (pelo menos concordamos que eu entendo de armas americanas) fazendo “análises” sobre armamento americano. Tendo isso em vista vou continuar a fazer análises dos armamentos russos mesmo contra a sua percepção de que não entendo nada sobre eles.

      • Pode ser do Afeganistão também, uma potência de armas nucleares negociando trégua com pé rapados de ak-47… Isso é uma piada engraçada Bosquito.

    • Quando eu exponho num simples comentário o quão ridículos são os comentários dos russófilos eles conseguem se ver como que num espelho e conseguem reconhecer o quão ridículos são.
      Não usei nenhum argumento ou dados ou estilo retórico que eles mesmos não usam. Se não fosse dito por mim mas por um russófilo ele passaria tranquilamente e seria aplaudida pelos mesmos que me criticaram.
      Merecem mesmo terem seus cérebros alimentados por um órgão de propaganda oficial do governo russo.

  5. Há poucos dias líamos que Moscou estava alarmada com a instalação de novas ogivas nucleares de baixa potência em submarinos dos EUA.

    Agora teremos Washington alarmada com os mísseis russos?

  6. Frequento a muito tempo aqui e faço questão de ler e aprender com todos.
    O que me deixa mais fascinado é a ideia que as potencias sejam pegas de calças curtas: tipo… Ai meu Deus, lançaram um míssil novo, estamos ferrados.
    Putz… Lançaram um avião novo… E agora…
    Como se eles já não soubessem muitíssimo antes os projetos mititares importantes uns dos outros.

  7. Um problema aqui na Trilogia: os “experts do crtl+c e ctrl+v” que subestimam esse ou aquele país so pq nao estao de acordo com a visao ideologica que defendem. Os adoradores do Bol…so…na…ro/EUA sao tao cegos quanto os adoradores do Lu..La/Russia. E ambos os lados nao enxergam que os unicos que ganham com isso sao os politicos corruptos que conseguiram dividir a populacao e jogar o povo um contra o outro. Bol…so…na…ro é tao corrupto e incompetente qnto Lu…La… Collor e todos os outros politicos que se diziam os “salvadores da patria”. Nenhum “messias” de arminha na mao e nem partidos de proletariados sindicalizados serao capazes de consertar o Brasil tentando impor suas ideologias burras e retrogradas pois a solucao para nosso país esta na Educaçao e no investimento no Desenvolvimento e Pesquisa igual fizeram Japao e Coreia do Sul. Enquanto isso aqui no Brasil os investimentos nestas areas sao paralisados por causa de baboseira ideologica inutil e nossas forças armadas vao ficando a cada dia mais sucateadas. E os cegos ideologicos vao caminhando juntos e abraçados para a beira do abismo, ambos se debatendo para ver quem tem mais razao nos achismos sobre se este ou aquele material militar ser o melhor so por estar de acordo com a ideologia que defendem. E por causa dessa mentalidade arcaica e retrograda do proprio povo, o Brasil vai ficando na retaguarda do desenvolvimento tecnologico mundial.

      • Caro Bosco
        Perfeito.
        Ate que enfim concordamos em algo.
        Ainda bem que existe aqui uma terceira via, a dos brasileiros que pensam no bem do Brasil e nao se deixam levar por ideologias inuteis de direita e nem de esquerda.
        Brasileiros que nao sao entreguistas e nem sao subalternos a outros países.

    • A discussão na Trilogia fica difícil por conta do anti spam que deixa passar direto certos comentários mas não outros. Os que ficam retidos ficam dependentes da discricionariedade do censor. Esse mesmo censor quando não aprova uma certa “resposta” não deleta o comentário de mesmo conteúdo que a motivou mas que passou pelo anti spam e aí, a discussão fica comprometida e a Trilogia passa a impressão que é parcial.
      Complicado isso!

  8. Evolução natural do projeto. Apostaria que há já um embrião de hipersônico contra AWACS e alvos pouco manobráveis. Já mais maduro, o passo seguinte deve ser contra alvos muito manobráveis, como caças.

  9. A discussão é realmente acalorada entre os ilustres comentaristas. Não vou entrar em discussão sobre a “qualidade” das armas russas, pois, além de não ter parâmetros de julgamento, não sou expert na matéria. Contudo, para mim, salta aos olhos um dado muito relevante… O PIB da Rússia é quase equivalente ao nosso…Logo, a capacidade de investimento nas forças armadas e, em especial no desenvolvimento e aquisição de novos equipamentos é muitíssimo inferior à dos EUA… Considerando a imensa disparidade de investimentos entre ambas as forças militares, é óbvio que a Rússia não tem como produzir e equipar suas unidades militares com os mais avançados armamentos, pura e simplesmente porque não há dinheiro!!! Enquanto a doutrina militar soviética primava pela quantidade x qualidade, hoje a realidade econômica russa é muito mais difícil e, há uma imensa disparidade em termos de tamanho/qualidade em relação às forças americanas. Quantos S-57 estão previstos? Quantos mísseis estarão disponíveis para uso? Somente o F-35 terá mais de 4 mil unidades produzidas em diversas versões. Somente os chineses, hoje, podem se contrapor, mas, mesmo assim, de forma limitada contra os americanos, mas, mesmo assim, levarão algumas décadas para poder fazer frente a eles, se é que isso ocorrerá de fato. SDS.

    • Jorge,
      O problema é que se você não rezar pela cartilha do pensador universal você será execrado. Há alguns dias eu simplesmente ousei dizer que o Kinzhal não acrescentava muito em termos de equilíbrio ou desequilíbrio da balança nuclear entre os EUA e a Rússia porque a Rússia já tinha armas mais do que capazes de torrar os EUA e eu fui trucidado , mesmo estando falando bem da Rússia e citando o seu vasto poder nuclear. Só por conta de não ter rezado pela cartilha e ter ficado maravilhado com a tecnologia russa superior advinda da ditadura do proletariado em luta contra a opressão imperialista.
      Mesmo falando bem dos russos e da Rússia os obtusos russófilos acham ruim porque você não obedeceu o script e russófilo não precisa pensar já que há os que pensam por eles. Sem falar que eles acham isso um processo doloroso e inconveniente.
      A maioria se encanta com esses nomes técnicos como “hipersônico” e ficam maravilhados feitos libélulas em volta de lâmpadas. rsrsss
      Por mais que se repita que armas hipersônicas existem desde a década de 50 do século passado eles fazem ouvidos moucos e só recepcionam intelectualmente aquilo que lhes interessam.
      Houve uma melhora geral do nível dos comentaristas (e a Trilogia tem grande mérito nisso) mas ainda tem muita gente que não sabe a diferença entre nariz de porco e tomada e não fazem questão de saber.
      Uma pena.

      • “Kinjal”, do ponto de vista do equilíbrio, acrescenta a possibilidade do caminho mais rápido, a supressão da defesa antimísseis na Europa.
        Não, não é usado em navios, não é um míssil anti-míssil.
        Talvez a barcaça, ancorada nas coordenadas conhecidas! Kinjal “, possa acertar. Mas também é claro que é inadequada e não se destina a combater navios.
        É apenas um míssil aerobalístico de médio alcance trazido ao ar.

      • Prezado Bosco, boa noite. Infelizmente, o bom senso não é adotado por alguns foristas. Todos os equipamentos militares apresentam vantagens e desvantagens em relação a seus congêneres. Isso força os polos antagônicos a competir continuamente em busca da chamada “bala de prata”. Hoje, os mais próximos disso são inequivocamente os EUA. Por muitos anos ainda será assim. Pode ser que a China mude esse equilíbrio de poder, mas levará muito tempo e dinheiro. A posição ocupada pelos EUA ainda é bastante confortável em termos bélicos e isso tende a se e manter no tempo. Chegar a essa conclusão é pura questão de bom senso. Obrigado por ler minha postagem anterior. Sempre acompanho com atencao suas postagens. SDS.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here