sexta-feira, outubro 22, 2021

Gripen para o Brasil

F/A-18F arranca cesta de aeronave reabastecedora

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

Evento semelhante ocorreu em dezembro passado no mesmo esquadrão

Um caça F/18F Super Hornet da Marinha dos EUA (US Navy) foi danificado durante uma operação de ReVo (reabastecimento aéreo) no último mês de janeiro, informou o Navy Safety Center. A aeronave teve danos causados por ingestão de detritos em ambos os motores durante a operação que ocorreu no dia 27 de janeiro.

Dois Super Hornet bipostos pertencentes ao Strike Fighter Squadron 106 (VFA-106) -The Gladiators – baseados na Estação Aérea Naval Oceana, Virginia Beach, estavam realizando uma operação de reabastecimento em voo quando a aeronave receptora arrancou a cesta da outra aeronave e ingeriu os detritos através da tomada de ar dos seus seus motores.

Ambas as aeronaves retornaram com segurança para Oceana, onde seu voo se originou. A causa do acidente está sob investigação e o incidente foi classificado como nível A (danos de pelo menos US $ 2,5 milhões).

Evento semelhante aconteceu neste mesmo esquadrão em dezembro do ano passado. Naquela oportunidade um F/A-18E monoposto reabastecia um F/18F Super Hornet quando a cesta do primeiro foi arrancada e detritos foram ingeridos por ambos os motores.

Estes incidentes mostram a robustez da aeronave e seus motores. Mesmo com a ingestão de detritos em ambos os motores as aeronaves retornaram à base.

Com informações do NavyTimes (foto meramente ilustrativa)

- Advertisement -

14 Comments

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fabio Araujo

O reabastecimento é complicado um pequeno deslise e pode causar um grave acidente, ainda bem que os caças conseguiram voltar para a base.

Rinaldo Nery

Deslize.

JuggerBR

Que perigo….

Sergio

Esse é Robusto mesmo….enquanto isto lá na “lockheed martin”…..

Luiz Trindade

Sim… Robusto os caças mas algo esta acontecendo de errado para acontecer dois acidentes bem semelhantes no mesmo esquadrão. Há de se investigar à fundo!

Ricardo Bigliazzi

2 eventos em quantas milhares de ações?

Clésio Luiz

Revo não é fácil pra ninguém, independente do tamanho, asas rotativas ou não. Tem vários vídeos no YT com todo tipo de aeronave se enroscando com cestas e booms. Esse Su-35 aqui tem um belo arranhão na pintura do radome, mostrando que cestas não perdoa piloto canhestro:

comment image

Alex prado

Não pagou o flanelinha😂😂😂😂😂

Saldanha da Gama

Essa foi ótima

Luiz Trindade

Kkkkkkkkkkkkkkkkk

Alex

Acontece.

Ricardo Bigliazzi

Definitivamente não foram feitos apenas para desfilar…

Rommelqe

Parece que o sistema tem pouca flexibilidade, a mangueira deveria ser mais longa. Logicamente como o abastecedor é um caça o sistema é mais compacto e tem que ser, necessariamente, mais leve do que o similar de um KC de maior porte. Além disso por serem ambas as aeronaves envolvidas genuínos caças as mesmas são mais instáveis tornando a operação mais critica.

rui mendes

Se fosse um Rafale,era o piloto que não sabe nada, era defeito de fabrico da peça, era os Franceses, que estão dando baldas, engraçado e teria para aí 10.000 comentários todos a cascar nos Franceses, na Europa. É triste ser fan-boy ainda para mais, dos outros.

Últimas Notícias

Finlândia participa do Exercício de Defesa Aérea 2021 na Suécia

FORÇAS ARMADAS DA SUÉCIA – Durante o período de 21 de outubro, das 12h a 27 de outubro às...
- Advertisement -
- Advertisement -