Home Incidente Aeronáutico F/A-18F arranca cesta de aeronave reabastecedora

F/A-18F arranca cesta de aeronave reabastecedora

1851
14

Evento semelhante ocorreu em dezembro passado no mesmo esquadrão

Um caça F/18F Super Hornet da Marinha dos EUA (US Navy) foi danificado durante uma operação de ReVo (reabastecimento aéreo) no último mês de janeiro, informou o Navy Safety Center. A aeronave teve danos causados por ingestão de detritos em ambos os motores durante a operação que ocorreu no dia 27 de janeiro.

Dois Super Hornet bipostos pertencentes ao Strike Fighter Squadron 106 (VFA-106) -The Gladiators – baseados na Estação Aérea Naval Oceana, Virginia Beach, estavam realizando uma operação de reabastecimento em voo quando a aeronave receptora arrancou a cesta da outra aeronave e ingeriu os detritos através da tomada de ar dos seus seus motores.

Ambas as aeronaves retornaram com segurança para Oceana, onde seu voo se originou. A causa do acidente está sob investigação e o incidente foi classificado como nível A (danos de pelo menos US $ 2,5 milhões).

Evento semelhante aconteceu neste mesmo esquadrão em dezembro do ano passado. Naquela oportunidade um F/A-18E monoposto reabastecia um F/18F Super Hornet quando a cesta do primeiro foi arrancada e detritos foram ingeridos por ambos os motores.

Estes incidentes mostram a robustez da aeronave e seus motores. Mesmo com a ingestão de detritos em ambos os motores as aeronaves retornaram à base.

Com informações do NavyTimes (foto meramente ilustrativa)

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fabio Araujo
Fabio Araujo
5 meses atrás

O reabastecimento é complicado um pequeno deslise e pode causar um grave acidente, ainda bem que os caças conseguiram voltar para a base.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Fabio Araujo
5 meses atrás

Deslize.

JuggerBR
JuggerBR
5 meses atrás

Que perigo….

Sergio
Sergio
5 meses atrás

Esse é Robusto mesmo….enquanto isto lá na “lockheed martin”…..

Luiz Trindade
Luiz Trindade
5 meses atrás

Sim… Robusto os caças mas algo esta acontecendo de errado para acontecer dois acidentes bem semelhantes no mesmo esquadrão. Há de se investigar à fundo!

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Luiz Trindade
5 meses atrás

2 eventos em quantas milhares de ações?

Clésio Luiz
Clésio Luiz
5 meses atrás

Revo não é fácil pra ninguém, independente do tamanho, asas rotativas ou não. Tem vários vídeos no YT com todo tipo de aeronave se enroscando com cestas e booms. Esse Su-35 aqui tem um belo arranhão na pintura do radome, mostrando que cestas não perdoa piloto canhestro:

comment image

Alex prado
Reply to  Clésio Luiz
5 meses atrás

Não pagou o flanelinha😂😂😂😂😂

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Alex prado
5 meses atrás

Essa foi ótima

Luiz Trindade
Luiz Trindade
Reply to  Alex prado
5 meses atrás

Kkkkkkkkkkkkkkkkk

Alex
5 meses atrás

Acontece.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
5 meses atrás

Definitivamente não foram feitos apenas para desfilar…

Rommelqe
Rommelqe
5 meses atrás

Parece que o sistema tem pouca flexibilidade, a mangueira deveria ser mais longa. Logicamente como o abastecedor é um caça o sistema é mais compacto e tem que ser, necessariamente, mais leve do que o similar de um KC de maior porte. Além disso por serem ambas as aeronaves envolvidas genuínos caças as mesmas são mais instáveis tornando a operação mais critica.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Rommelqe
5 meses atrás

Se fosse um Rafale,era o piloto que não sabe nada, era defeito de fabrico da peça, era os Franceses, que estão dando baldas, engraçado e teria para aí 10.000 comentários todos a cascar nos Franceses, na Europa. É triste ser fan-boy ainda para mais, dos outros.