sábado, dezembro 3, 2022

Gripen para o Brasil

Boeing 777X, maior jato bimotor do mundo, realiza voo inaugural

Destaques

Alexandre Galante
Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

O 777X da Boeing, uma nova geração da aeronave widebody, completou seu voo inaugural no sábado – atingindo um marco para a empresa que luta contra as crescentes consequências de dois acidentes fatais do seu 737 Max mais vendido. O mau tempo adiou uma tentativa no primeiro voo na quinta-feira e novamente na sexta-feira.

O primeiro voo, que decolou de Everett, Washington e aterrissou cerca de quatro horas depois no Boeing Field de Seattle, é parte de testes que ocorrerão ao longo do ano, à medida que a empresa trabalha para obter aprovação regulatória. Esse processo promete receber mais escrutínio após as duas quedas do 737 Max.

A Boeing pretendia voar o 777X, um avião lançado no Dubai Air Show 2013, no ano passado, mas a empresa enfrentou atrasos devido a problemas com os motores General Electric GE9X, o maior motor de aeronaves do mundo. O diâmetro do fan do motor é de 11 pés (3,35 metros).

Comparação impressionante entre o novo motor GE9X do Boeing 777X e a fuselagem de um Boeing 737

O 777X é o maior jato bimotor já construído e tem uma envergadura tão larga – mais de 235 pés (71,68 metros) – que possui pontas de asa dobráveis ​​que reduzem essa largura em mais de 20 pés (6,1 metros), para que o avião possa caber em várias passagens e portões dos aeroportos. O 777X-9 é um pouco mais longo que o avião mais icônico da Boeing, o 747, que está desaparecendo à medida que as companhias aéreas optam por aeronaves bimotores que exigem menos combustível.

O 777X, uma versão atualizada do 777, lançada comercialmente em 1995, enfrenta seus próprios desafios. Os pedidos de jatos widebody diminuíram e várias companhias aéreas encomendaram os aviões A321XLR de corredor único de longo alcance da Airbus.

O 777X, que custa US$ 422,2 milhões, embora as companhias aéreas geralmente recebam descontos, pode acomodar até 426 passageiros em uma configuração de duas classes. A Boeing tinha 344 pedidos firmes para o 777X no final do terceiro trimestre, segundo um comunicado da empresa, e a Emirates é seu maior cliente individual.

FONTE: NBC News

- Advertisement -

17 Comments

Subscribe
Notify of
guest

17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
nonato

Vídeo do primeiro vôo de teste do GE 9X em um 747.
Dá para ver o tamanho.. .
https://m.youtube.com/watch?v=UsY5g3iV1rg

Clésio Luiz

~47.600 kgf / 105.000 lbf de empuxo, cada uma.

Para por isso em perspectiva, o motor supersônico mais potente já instalado numa aeronave militar (Tu-160), o Kuznetsov NK-32 com 25.000 kgf, em pós-combustão. Então cada GE 9X dessa possui praticamente o mesmo empuxo que DUAS NK-32, mas operando à seco.

Isso senhores, é potência.

A C

Um gigante silencioso. Bonito de ver.

Marcos10

“Os pedidos de jatos de corpo largo diminuíram e várias companhias aéreas encomendaram os aviões A321XLR”
Comparar um eventual diminuição da carteira de pedidos do 777 por conta do A321 foi é forçar a barra.

Junior

Quem comparou foi a NBC americana, ultimamente as companhias aéreas estão preferindo aeronaves de corredores únicos com a maior autonomia possível, um bom exemplo seria o A321 XLR citado na matéria, eu não sei, mas algo me diz que esse 777x vai vender pouco, não vai chegar a 1000 unidades vendidas, ele foi feito pensando principalmente no mercado chinês e asiático, mas de lá para cá o mercado asiático mudou muito com o crescimento das low cost, que preferem uma frota padronizada com aeronaves menores, as companhias tradicionais que fazem os percursos de longo alcance estão preferindo os 787 e… Read more »

Augusto L

Junior o A321XRL não compete com o 777X, são para rotas diferentes o 777x é para novas rotas ultra-longas, o A321XRL é pra substituir em parte o 757.

Mas sim o mercado médio tera mais demanda, espera-se que tenha demanda para 4mil aviões nesse mercado nos próximos anos.

E é o mercado onde o NMR da boeing que será reformulado está focando.

nonato

No frigir dos ovos é questão de interpretação.
Dá tudo no mesmo.
De acordo com a matéria, as empresas aéreas estão preferindo aviões menores.
Esses 426 passageiros do 777 x já é considerado muita gente.
Esses aviões maiores estão perdendo espaço, como é o caso do A 380 e o 747 de nova geração.
Está sendo dada preferência a aviões widebody bimotores como o A 350 e o 787.
E até mesmo a aviões de corredor estreito que, até recentemente tinham alcance menor, mas com o A 321 XLR, consegue voar bem mais longe a um custo mais baixo.

Augusto L

Me desculpe nonato mais o A350 é muito maior que o 787 em capacidade é praticamente um 777 na verdade so perde para o X

Augusto L

E o 777x é um bimotor widebody, então acho q vc se enrolou ai kkk

Fulcrum

a380 é sub-utilizado e muito caro pra manter. 777 é um a350 que leva mais carga, mas corre o risco de virar o 747-8i.

Marcos10

O alcance do 777 é dobro do XLR, portanto são aeronaves distintas.
Agora, se vender 1000 unidades terá sido um grande sucesso. O MD-11 vendeu cerca de 200 aeronaves. O A-380 um pouco mais.

Jabuti

Essa comparação entre o 737 e o GE9X é insana. Tiver que rever a imagem umas 2 vezes para cair a ficha.

nonato

Esses motores de nova geração têm essa característica de serem maiores, o que é um contrassenso, pois, normalmente, o que é msis moderno é menor.

Radagast, o castanho

Eu também pensava assim até a chegada dos smartphones… Quem é das antigas lembra no mundo celular a tendência era a miniaturização… não se falava em celular grande só se via os celulares diminuírem de tamanho… mas com a chegada dos smartphones tudo mudou, agora as telas estão cada vez maiores.

Concluindo… os paradigmas podem mudar e temos que estar abertos a essas mudanças.

Jadson Cabral

Nonato, em se tratando de motor a reação, existe uma relação entre tamanho das pás x empuxo gerado x combustível. Ou seja, quanto maior o diâmetro do motor, mais ar ele consegue deslocar gastando menos combustível.

sidney

Alguma informação sobre 3 C-17 dos EUA que estava na base aérea de Brasilia semana passada?

Jmgboston

Everett e Seattle são cidades bem próximas. Ele deve ter voado por 4 horas em testes.

Últimas Notícias

VÍDEO: Documentário ‘Highway’ sobre operações aéreas em rodopista na Tchecoslováquia, em 1980

O documentário "Highway" foi filmado pelo Checoslovak Army Film no outono de 1980 durante um exercício militar entre os...
Parceiro

LAAD 2023

- Advertisement -
- Advertisement -