Home Aviação Militar Erdogan da Turquia ameaça fechar bases estratégicas para militares dos EUA

Erdogan da Turquia ameaça fechar bases estratégicas para militares dos EUA

6609
75
F-16 dos EUA decolando da base de Incirlik, na Turquia

A Turquia está aumentando a aposta com ameaças de retaliação contra os EUA se este vier a impor sanções a Ancara por sua compra de um sistema de mísseis russo.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, ameaçou no último domingo fechar duas bases militares estratégicas usadas pelos Estados Unidos na Turquia se Washington impuser sanções a Ancara por comprar um sistema de mísseis russo.

“Se necessário, encerraremos Incirlik e também Kurecik”, disse o presidente turco Recep Tayyip Erdogan à emissora A Haber no domingo, referindo-se a duas bases militares usadas pelos Estados Unidos. “Se a ameaça de sanções for implementada contra nós, responderemos a eles no âmbito da reciprocidade”.

Incirlik é uma base aérea no sul da Turquia que desempenhou um papel importante nas operações militares dos EUA no Oriente Médio e Afeganistão e, mais recentemente, contra o grupo “Estado Islâmico” (SI) na Síria e no Iraque. As forças armadas dos EUA também armazenam cerca de 50 bombas de gravidade nucleares B-61 na base.

Kurecik, no leste da Turquia, abriga uma estação de radar da OTAN.

No início desta semana, o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu, também levantou a questão de fechar as duas bases para os EUA se Washington impor sanções.

Sanções no horizonte

Os legisladores americanos de ambos os lados do corredor pressionam o presidente dos EUA, Donald Trump, a impor sanções à Turquia sobre a compra e implantação do sistema de defesa antimísseis S-400 da Rússia, que Washington diz ser incompatível com a Otan e ameaça caças F-35. Em resposta, os EUA expulsaram a Turquia do programa de caças F-35, no qual Ancara era parceira.

Até o momento, o governo Trump se absteve de impor sanções à aliada da Otan por causa da compra do S-400.

De acordo com uma lei dos EUA conhecida como Lei de Sanções Contra Adversários dos EUA (CAATSA), os estados que compram certos equipamentos militares da Rússia devem ser sancionados.

As relações entre os dois aliados da Otan também foram tensas com a incursão militar da Turquia no nordeste da Síria contra as forças curdas que fizeram parceria com os EUA contra o EI. Depois que as forças armadas dos EUA se retiraram da fronteira entre a Turquia e a Síria, a Turquia fez um acordo com o presidente russo Vladimir Putin para patrulhar o norte da Síria.

A Turquia considera a milícia síria curda YPG um grupo terrorista com vínculos com rebeldes curdos que combatem uma insurgência de 35 anos contra o estado turco.

Erdogan no domingo também ameaçou retaliar os EUA depois que o Senado e a Câmara votaram em reconhecer o assassinato de 1915 dos armênios como genocídio. Trump não assinou a resolução.

FONTE: Rádio alemão Deutsche Welle

Subscribe
Notify of
guest
75 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauro
Mauro
11 meses atrás

Erdogan tem café no bule. Formiga sabe que folha corta.
Esquerdinha metido a progreçista no Congresso dos EUA agora vai pensar duas vezes.

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
Reply to  Mauro
11 meses atrás

Oi? café no bule? Formiga sabe que folha corta? Nem meu avô usava essas expressões…rsrsrsrsrs

Marcos R.
Marcos R.
Reply to  Mauro
11 meses atrás

Bom para os gregos quite estado negociando instalação de bases no seu território…

André Macedo
André Macedo
11 meses atrás

Trump se negou a assinar e reconhecer o genocídio armênio por causa da Turquia depois do Endorgan estar claramente namorando com os russos mesmo sendo parte da OTAN? Hahaha e tem gente que achou que ele ia ter mão de ferro…

João Souza
João Souza
Reply to  André Macedo
11 meses atrás

Trump fala grosso na eleição só. Coréia do Norte é que sabe muito bem disso…

nonato
nonato
Reply to  João Souza
11 meses atrás

Se ele tivesse atacado a Coreia do Norte, talvez você fosse um dos primeiros a criticar.

João Souza
João Souza
Reply to  nonato
11 meses atrás

Com certeza, seria uma ação idiota atacar a Coréia. O que estou destacando é que o Trump “afina” quando o caldo engrossa, contrastando bastante com seus discursos políticos de supremacia pelo mundo. Veja por exemplo o que ele fez com os curdos, também a mando do Erdogan.

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  nonato
11 meses atrás

Se ele atacasse, vc veria os milhoes e milhoes de mortos nos EUA e aliados… Claro que a as Duas coreias desapareceriam do mapa… mas… pRa quem perdeu 55 mil soldados no vietna e ficou chorando as “grandes perdas”… qual seria a reação perdendo milhoes de americanos e “parceiros” (vassalos)? rsrsrs Fora os bilhoes de dolares em navios e e aeronaves perdidas…

Matheus
Matheus
11 meses atrás

Se fosse um presidente de uma certa republiqueta, já tinha pedido desculpas, beijado o sapato e ainda oferecia um naco do petróleo.

Mauro
Mauro
Reply to  Matheus
11 meses atrás

Tá preso, Bá.

nonato
nonato
Reply to  Matheus
11 meses atrás

Tem gente da “republiqueta” que joga no time de Fidel, Maduro e Kim.
Mas não quer ir morar lá.

Joaquim de Souza
Joaquim de Souza
Reply to  Matheus
11 meses atrás

Aquele mesmo que deu nossas refinarias de graça pra Bolivia, estou errado?

José Machado
José Machado
Reply to  Joaquim de Souza
11 meses atrás

Nada foi de graça, foi pago em gás. Erro estratégico foi do FHC depender todo o gás que abastece o sudeste de um único fornecedor por um único gasoduto. Abre o olho que em breve espalhar fake news vai dar cadeia.

Pablo
Pablo
Reply to  José Machado
11 meses atrás

Tenho certeza que nosso dinheiro que foi para financiar “obras” para “ajudar” no “desenvolvimento” da “democracia” de certos países “amigos” não tem nada de fake news!!!!!!!

José Machado
José Machado
Reply to  Pablo
11 meses atrás

Também não concordo em usar nosso escasso dinheiro, mas EUA, Rússia, Arábia Saudita, China, Irã e mais uma carrada fazem isso 24hs/dia e 365 dias/ano em busca de influência geopolítica e ninguém aqui nunca disse nada contra. Pelo contrário, e hoje o que vemos não é busca de influência ainda que errada, é submissão pura e simples.

Pablo
Pablo
Reply to  José Machado
11 meses atrás

e isso começou quando?!?!

Pablo
Pablo
Reply to  Pablo
11 meses atrás

mais hipócrita de tudo é negativarem um fato que a esquerda fez no passado e protege até hoje os “amigos democratas protetores dos pobres”. Se fazem isso com o nosso dinheiro sendo nossos defensores, não quero nem imaginar se odiassem os pobres ahahaha

José Machado
José Machado
Reply to  José Machado
11 meses atrás

Ter político ídolo é para indivíduos com déficit cognitivo, seja de barro ou miliciano. Ambos são encantadores de gado.

C. César
C. César
Reply to  José Machado
11 meses atrás

Vc falou que Fake News vai dar cadeia, né!? Agora, prove que o presidente é miliciano.

Pablo
Pablo
Reply to  Matheus
11 meses atrás

Realmente, me lembro disso entre 2004 e 31 de agosto de 2016!!

Antoniokings
Antoniokings
11 meses atrás

Mais uma patacoada internacional de Trump.

paddy mayne
paddy mayne
11 meses atrás

Está ficando interessante. A turquia tambem tem muito a perder. A economia turca não está muito bem há tempos, e sanções americanas podem piorar as coisas razoavelmente.

IBZ
IBZ
Reply to  paddy mayne
11 meses atrás

E daí? A economia no mundo todo da ruim, se sujeitar aos EUA ñ salva ninguém. Pequim já tem mais peso que Washington no mundo e os americanos só ñ sofrem ainda pq tem bastante “gordura” pra queimar depois de décadas de hegemonia econômica e política no mundo.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
11 meses atrás

Por mais doido que o Edrogan seja neste caso se ele quiser fazer isso é o país dele e ninguém pode impedir dele, o que resta aos EUA se ele fizer isso fechar as bases retirar tudo, principalmente as armas nucleares, agora a Turquia se prepare pois vão sofrer depois um forte embardo dos EUA.

XFF
XFF
Reply to  Fabio Araujo
11 meses atrás

Aí vai ser um presente para Rússia e China. A relação da Turquia com esses países vai ser mais forte ainda.

PauloR
PauloR
11 meses atrás

Depois que o gordinho da CN dobrou os joelhos dos americanos, eu não boto mais fé nos americanos. Viraram frouxos e só batem em bêbados.
Erdogan faz um jogo de risco e ate agora esta ganhando todas sem medo de errar.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  PauloR
11 meses atrás

Análise muito simplista. Até a China é cautelosa em relação à CN. Mesmo com seu diminuto arsenal nuclear, o estrago de uma única bomba seria grande. E Trump pode estar fazendo um jogo, na base do “eu tentei ser legal, mas eles não ajudaram…” e aí guardaria todas as maldades para o segundo mandato.

Segatto
Segatto
11 meses atrás

Poxa, vai perder até o Batman no sul da Turquia. Brincadeiras a parte a Turquia já mostrou há muito tempo que está querendo seguir o seu próprio caminho e manter relações com o povo do outro lado, aliada da OTAN só de jure, pois de fato, se duvidar ameaça até a própria organização. Os EUA já perderam a Turquia há muito tempo, o melhor mesmo é cortar toda relação e apoio com eles, só assim para entenderem que já não são o Império Turco-Otomano no século XV(como sinto vendo o que eles expressam), mas um país de médio porte com… Read more »

marcelo baptista
marcelo baptista
Reply to  Segatto
11 meses atrás

A Turquia não é tratada como potencia, a questão é a localização estratégica do País.
Parafraseando Ivan, o mapento, veja o mapa.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
11 meses atrás

Considerando-se a quantidade de material norte-americano usado pelos turcos ( principalmente sua frota de F-16 ), se o Trump realmente embargarem os turcos, como o Erdogan vai manter sua incurssão na Síria?

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Willber Rodrigues
11 meses atrás

Acho que da mesma forma como o Iran mantem voando ate hoje os F-14.

Mayuan
Mayuan
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
11 meses atrás

Voando não é combatendo…

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
11 meses atrás

O problema e manter sua frota de caças em condições de combate com o país sofrendo embargo e com a economia indo mal das pernas. E tudo isso com uma incursão militar em andamento.

Eduardo
Eduardo
Reply to  Willber Rodrigues
11 meses atrás

Se a Turquia sair da OTAN os EUA desmoronam…

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Eduardo
11 meses atrás

Eduardo,

Se a Turquia sair da OTAN, o caminho fica livre para a OTAN ou os EUA, baixarem o porrete.

XFF
XFF
Reply to  Tadeu Mendes
11 meses atrás

Tá achando que a Turquia é Líbia?

nonato
nonato
Reply to  Willber Rodrigues
11 meses atrás

É só comprar migs.

francisco Farias
francisco Farias
Reply to  Willber Rodrigues
11 meses atrás

Armas a Russia tem de sobra para vender a Turquia. Os S-400 já estão lá e, pelo que tudo indica, S-35 também estão na mesa de negociações.
O Erdogan não é bobo e deve ter alguma promessa da Russia.

XFF
XFF
Reply to  Willber Rodrigues
11 meses atrás

Willber Rodrigues>>>>
Embargar a Turquia piora a relação com os Turcos, é mesma coisa jogar a Turquia no colo da Rússia e China. Trump vai continuar cometendo erros estratégicos graves.

Glasquis7
Reply to  Willber Rodrigues
11 meses atrás

E por que embargariam a Turquia, por que não quis comprar armamento americano?

Agora é assim, vende sob ameaça?

A OTAN nem os EEUU podem embargar um país sem ter uma boa justificativa. Isso é contrário aos estatutos da própria OTAN.

O fato de comprar armamento (por negativa dos próprios americanos) não justifica um embargo.

Mauro
Mauro
11 meses atrás

Atenção, quem encheu o saco de maneira hipócrita da Turquia e do Erdogan não foi o Trump, foi o Barack Hussein Obama e os democratas. O Trump pegou essa bomba em andamento e está tentando corrigir. A Turquia sabe da sua importância estratégica para a OTAN e para os EUA, e está certa em tomar suas medidas. Trump não tem nada a ver com isso, na verdade ele está é tentando corrigir o erro grotesco do Obama, ele mesmo disse isso, que Obama errou ao negar o F-35 a Turquia no passado entre outras medidas. ___________ OBS: O que eu… Read more »

IBZ
IBZ
Reply to  Mauro
11 meses atrás

Direita e esquerda estão no mesmo patamar de imbecilidade aqui no Brasil.

ADRIANO MADUREIRA
ADRIANO MADUREIRA
11 meses atrás

Erdogangster não vale oque o gato enterra,mas no caso dos S-400,concordo com ele…

Os estados unidos acham que podem com essa sua lei cretina,feita no capitólio deles,essa Lei de Sanções Contra Adversários dos EUA (CAATSA), podem controlar e botar rédeas,intimidando e ameaçando os estados que compram os equipamentos militares da Rússia,ameaçando de serem sancionados.

João Souza
João Souza
Reply to  ADRIANO MADUREIRA
11 meses atrás

Aleluia, bom ler pessoas com boa razão de vez em quando…quem negativou seu comentário acredito que sejam americanos, só pode…

Valter Sales
Valter Sales
Reply to  João Souza
11 meses atrás

João Souza, a Turquia entrou na OTAN porque quis….. ela não foi obrigada, e desde sempre se soube o óbvio, se vc está no bairro da OTAN você vai obrigatoriamente comprar no shopping da NATO., não no bairro vizinho da Rússia/China. Tudo era preto no branco até aparecer o erdogangster e achar que com ele seria diferente. My two cents.

João Souza
João Souza
Reply to  Valter Sales
11 meses atrás

Não ficou claro meu direcionamento do comentário. Me refiro a “Lei de Sanções”. Na minha opinião os EUA fingem que isso é para proteção,porém, claramente é uma máquina de criar distorções de mercado de forma deliberada. Estranho para a “terra da liberdade”.

Antonio Renato Arantes Cançado
Antonio Renato Arantes Cançado
11 meses atrás

Hora de chutar a Turquia pra fora da OTAN e da UE…

Eduardo
Eduardo
Reply to  Antonio Renato Arantes Cançado
11 meses atrás

A Turquia tem o Exército mais poderoso da OTAN…

João Souza
João Souza
Reply to  Eduardo
11 meses atrás

Tem não….apesar de ser forte.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Eduardo
11 meses atrás

Mais poderoso não, mas o 2º maior. Maior é diferente de mais forte.

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  rui mendes
11 meses atrás

se vc nao elvar em consideração armas nucleares e sim o maior (2º) e mais forte

francisco Farias
francisco Farias
Reply to  Antonio Renato Arantes Cançado
11 meses atrás

A OTAN que está aceitando até paises do nível da Ucrânia. Não vai se dar ao luxo de perder um aliado como a Turquia.

André Sávio Craveiro Bueno
André Sávio Craveiro Bueno
Reply to  Antonio Renato Arantes Cançado
11 meses atrás

A Turquia não faz parte da União Europeia.

Marcello Magnelli
Marcello Magnelli
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
11 meses atrás

E esta é a maior razão da Turquia estar cada vez mais procurando ganhar influência no Oriente e se afastar do Ocidente. Os turcos já perceberam que nunca serão aceitos como iguais pelos europeus ou ocidentais e então buscam outros caminhos. Países que entraram com solicitações para ingressar na UE, bem mais recentes que o pedido da Turquia, já foram aceitos e são membros plenos. E é importante lembrar que este movimento de se afastar do ocidente vem de antes do Erdogan assumir o poder. Ele apenas estremou e vem assumindo este afastamento. E, certo ou errado, o que ele… Read more »

Valter Sales
Valter Sales
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
11 meses atrás

A Turquia de certa forma sempre foi humilhada pela França em particular, desde os tempos do Fraçois Miterrand, passando pelo Chirac e daí em diante. Os Franceses sempre foram refratários desde os anos 80 a aceitar a Turquia na UE.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Valter Sales
11 meses atrás

Não é só a França, a Alemanha também não quer, o UK, também não apesar de estarem agora de saída, nunca apoiaram essa entrada, e os outros membros da UE, no geral não apoiam a entrada da Turquia na UE, uns por uns motivos, outros por outros.

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
11 meses atrás

Isso e vdd…

Señor batata
Señor batata
11 meses atrás

Imagina como devem estar suando frio os militares americanos para tentar convencer os políticos a retirarem os artefatos nucleares das bases da Turquia.

Alison Lene
Alison Lene
Reply to  Señor batata
11 meses atrás

Se os EUA tentarem retirar as ogivas, será o fim da aliança com a Turquia, tenha ctz…

Alexcg
Alexcg
11 meses atrás

Ta certa a Turquia essa lei dos EUA mostra so qual o respeito que eles tem com a soberania dos outros paises, por isso todo pais que e descente procura ser independente no seu setor de defesa.

Luiz Trindade
Luiz Trindade
11 meses atrás

Turquia virou uma pedra no sapato dos EUA e também por que não dizer da OTAN. Ela esta cada vez mais se alinhando com a Rússia e sendo uma barreira para ações no Oriente Médio. A briga da Turquia x EUA deixa é o Irã muito alegre.

José Machado
José Machado
Reply to  Luiz Trindade
11 meses atrás

Iria mais longe. Creio que o Erdogan tem certeza da participação de setores dos EUA – quem estuda geopolítica sabe que o EUA internamente são vários atores brigando pelo poder- no golpe de estado contra ele e de certa forma está certo em romper com a dependência. O binômio S400 + F35 foi a maneira que ele encontrou para fazer isso e alimentar o nacionalismo do público interno. O aumento do alinhamento com a Rússia dessa forma é mais uma consequência, não uma escolha. E cá pra nós, essa tal lei CAATSA é de uma arrogância sem precedentes, um verdadeiro… Read more »

Antunes 1980
Antunes 1980
11 meses atrás

Turquia será o Irã versão 2.0

Sanções até o pescoço e equipamentos ocidentais se deteriorando a cada dia.

Pedro
Pedro
11 meses atrás

Erdogan esta virando um novo Sadam Hussein! De grande aliado a ameaça em pouco tempo. Logo logo vai ter o mundo inteiro jogando bomba nele.

aldo
aldo
11 meses atrás

Erdogan mostra que tem culhões. E sabe o quanto é estratégico. Fosse um certo país sul-americano, Trump já teria arrotado grosso!

José Machado
José Machado
Reply to  aldo
11 meses atrás

Nem precisaria, iria ouvir um “but… I love you”.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  aldo
11 meses atrás

O mesmo ocorreu com um certo país da América do Sul, quando um certo cocaleiro invadiu uma refinaria com sua força militar e este gigante amarrado por ideologia (também estamos presos a uma), abaixou a cabeça e abanou o rabo….Me lembrou um pinscher pondo pra correr um pastor alemão…

Bueno
Bueno
Reply to  aldo
11 meses atrás

Não desce para o play quem não tem bala na agulha pra jogar.
A Turquia é importante para os EUA e para a Europa e da mesma força que a Europa e EUA são importantes para a Turquia.
Neste Jogo, quantos países a Turquia tem que driblar para conquistar seus Interesses? Soma ai Síria, Arábia Saudita , Egito , Israel, Curdos,
S400 é só uma cortina, tem muita coisa em Jogo, Ancara Sabe Jogar

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  aldo
11 meses atrás

Aldo,

Edorgan sabe que o EUA nao atacariam um membro da OTAN (como e o caso da Turquia). Espera a Turquis sair da OTAN para ver no que vai dar.

Hélio
Hélio
Reply to  Tadeu Mendes
11 meses atrás

Não vai dar nada, os EUA só atacam países em frangalhos, sem aliados e sem possibilidade de reação.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Tadeu Mendes
11 meses atrás

Vai dar no mesmo que a CN: Mesa de negociações!

Sérgio Luís
Sérgio Luís
11 meses atrás

Reciprocidade uai!!!!
O Trump bate e quer ficar de boa!?!?!
Tipo mulher de soldado!?!?
O negócio ñ é bagunçado assim ñ!!

Sérgio Luís
Sérgio Luís
11 meses atrás

Agora o espírito do ” Alamo” vai ressurgir no Trump e a batalha de Galipoli reeditada….

IBZ
IBZ
11 meses atrás

EUA são uma potência em decadência. A fase boa q estão passando é só um vôo de galinha. Pequim já tem mais peso no mundo que Washington. Triste é q nós brasileiros vamos ganhar um abraço de afogado pq temos um governo imbecil bajulador de Trump.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  IBZ
11 meses atrás

Ai, que saudade do governo imbecil bajulador de fidel castro…