sexta-feira, setembro 17, 2021

Gripen para o Brasil

F-22 Raptor e T-38 Talon treinam sobre o Atlântico

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

LANGLEY, Virgínia — F-22 Raptors e T-38 Talons da 1st Fighter Wing voam em formação no Oceano Atlântico durante treinamento na costa da Virgínia, em 30 de outubro de 2019. A 1st Fighter Wing abriga o 94th Fighter Squadron, 27th Fighter Squadron e 71st Fighter Training Squadron na Joint Base Langley-Eustis, Virgínia.

A 1st Fighter Wing é responsável por um terço dos F-22 Raptors da Força Aérea dos EUA. A missão da ala é fornecer poder aéreo do F-22 em todo o mundo em pouco tempo para apoiar as tarefas do Air Combat Command.

Além de operar e manter dois esquadrões de dominância aérea do F-22, a ala também voa o T-38 como adversário para aumentar a capacidade de treinamento. Os mantenedores da 1st Fighter Wing estabeleceram o padrão para manutenção de material de baixa observação e de aeronaves, ambas estabelecendo a unidade como a ala de F-22 mais capaz e pronta para o combate da Força Aérea.

Os 1.300 militares da ala gerenciam dois campos de pouso, mais de 12.000 horas de voo por ano, e equipamentos e aeronaves no valor de mais de US$ 7 bilhões. A 1st Fighter Wing lidera em capacidade de combate e letalidade nas operações atuais em todo o mundo e serve como a principal ala de Dominância Aérea dos EUA, liderada por aviadores da próxima geração, integrados aos seus parceiros de missão e prontos para voar, lutar e vencer … a qualquer hora e em qualquer lugar.

FONTE: USAF Air Combat Command

- Advertisement -

14 Comments

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nei

F-22 – Bela maquina!

PRAEFECTUS

É interessante notar que a Força Aérea Brasileira adestrou, de forma intensa durante 25 dias, seus Esquadrões e Unidades de Infantaria no Exercício Operacional Tápio que ocorreu no segundo trimestre deste ano na Ala 5, em Campo Grande (MS). Algo bem interessante é que participaram do exercício a Marinha do Brasil, o Exército Brasileiro e a Força Aérea dos Estados Unidos (USAF), que grosso modo participaram do exercício para realizar “intercâmbio operacional e alguns treinamentos…” O exercício deste ano utilizou como cenário fictício uma hipotética Operação sob hegide da ONU na RCA (República Centro Africana). Agora, o que chamou mesmo… Read more »

Kemen

O F-22 é um exelente caça, carissimo, mas justificada pelo seu desempenho e sua furtividade, uma pena que sua produção não tenha sido continuada com outra linguagem fonte, provavelmente porque encareceria mais ainda o projeto, além de serem duas versões distintas. O software e todos os sistemas eletrônicos, devem ser as partes mais caras no projeto de um caça.

Luiz Trindade

Esse é o melhor caça da atualidade. Digam o que quiser, falem o que quiser dele, mas não tem ninguém para bater ele.

Antunes 1980

Os T-38 Talons parecem os F-5 da FAB.

Abduzidosdoieieie

Sim, são projetos “siameses”

RenanZ

Também são a cara dos Mig-28, kkkk

Tomcat4.0

Hauhauhauhauhau, que o diga o Maverick e o Goose!!! ;-0

Luiz Trindade

Avisa o Maverick para correr atrás dos caças inimigos…kkkkkkk

Flanker

Na longevidade, sim. Já tecnicamente, o T-38 é um derivado direto do F-5B, que era a versão biplace do F-5A que, por sua vez, originou o F-5E e esse, sua versão biplace, F-5F.

WALISSON NASCIMENTO

viiish e igual o ´´MIG28´´!!

Flanker

Hehehehehe…igualzinho, mesmo, ao Mig-28 é o F-5F!

Tomcat4.0

Mesmo com o F-35 já em operação, creio eu que, o caça a ser batido continua sendo o F-22 Raptor (este nome caiu como uma luva pois os VELOCIRaptor’s eram exímios caçadores). Se colocam a eletrônica do F-35 no F-22 ,na boa, tem pra ninguém não.

Carlos Eduardo Broglio Gasperin

Lutar e vencer…. Lembrei agora do Brasil..

Últimas Notícias

Aeronaves F-117 Nighthawk treinam com caças F-15

144ª Ala de Caça da USAF recebe os jatos stealth para treinamento A 144ª Ala de Caça (144ª FW) deu...
- Advertisement -
- Advertisement -