Home Aviação de Caça Índia atualiza seu Sukhoi com radar capaz de detectar o F-35 e...

Índia atualiza seu Sukhoi com radar capaz de detectar o F-35 e o J-20

8114
112
Sukhoi Su-30 da IAF

Nova Délhi – A Índia planeja atualizar o Sukhoi Su-30MKI com modernos “recursos de radar e armas e também aprimorar recursos que abordam aspectos de gerenciamento de obsolescência e guerra eletrônica”, confirmou o chefe da Força Aérea da Índia, marechal Rakesh Kumar Bhadauria.

Um veterano da Força Aérea e analista sênior de defesa disse que o radar atualizado provavelmente seria o NIIP N035 Irbis E (Snow Leopard), um radar ESA híbrido dirigível classe de 20 KW instalado no Su-35.

“Na potência máxima, o radar pode detectar um F-35 a uma distância de 58 km (36 milhas). No modo de rastreamento, a distância cai para 29 km”, disse Vijainder K Thakur, veterano da Força Aérea e analista de defesa sobre o desenvolvimento tecnológico.

Projetado pelo Instituto de Pesquisa Científica Tikhomirov (NIIP) na cidade de Zhukovsky em Moscou, o Irbis-E é uma evolução direta do projeto BARS, de uma família russa de radares aéreos multimodo para todas as condições meteorológicas, mas significativamente mais poderoso.

O radar é citado com uma potência média de 5 kilowatts, com 2 kilowatts de potência CW para iluminação. O NIIP reivindica duas vezes a largura de banda e melhora a agilidade de frequência em relação aos BARS, além de uma melhor capacidade de contramedidas eletrônicas.

No entanto, Harsh Vardhan Thakur, um piloto de teste experimental, disse: “Ao definir alcances de detectação e rastreamento para o F-35, a baixa observabilidade pode ter sido exagerada. Acho que o F-35 pode ser detectado em alcances maiores, assim como o J-20.”

Radar NIIP N035 Irbis E

Espera-se que a atualização do Su-30MKI não demore muito tempo, já que a Rússia já implementou atualizações significativas, incluindo radar e motores no Su-30SM, que está a serviço da Força Aérea Russa.

Vijainder K Thakur disse que a Rússia integrou o radar IRBIS-E Radar e o motor AL-41F-C1 no Su-30SM, o que representa uma convergência das duas plataformas desenvolvidas independentemente do Su-27, com o objetivo de mitigar gastos gerais de logística e manutenção.

Em 2018, caças Su-30MKI da Força Aérea Indiana conseguiram detectar o mais recente caça a jato chinês Chengdu J-20, supostamente um avião furtivo topo de linha operado pela Força Aérea do Exército de Libertação Popular da China (PLAAF).

Os caças J-20, como reivindicado pela China, são feitos de materiais absorventes de radar que dificultam a detecção a longas distâncias.
No início deste mês, o fabricante de radar alemão Hensoldt afirmou que conseguiu rastrear secretamente dois F-35 americanos a partir de uma fazenda de pôneis por quase 150 milhas (cerca de 150 km) durante um show aéreo, informou o site da C4ISRNet.

O Sukhoi Su-30MKI é um caça de quarta geração pesado e de longo alcance, projetado pela Rússia, construído sob licença da Hindustan Aeronautics Limited da Índia. Os aviões foram introduzidos na Força Aérea da Índia no início dos anos 2000, com a Índia fabricando cerca de 250 aviões até 2018 e continuando a construir mais.

FONTE: Sputnik

112
Deixe um comentário

avatar
32 Comment threads
80 Thread replies
2 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
60 Comment authors
William DuarteWagnerCoutinhoWardog1Theo Gatos Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
MFB
Visitante
MFB

Não coloco tanta fé, mas o alcance é curto. Já levou ferro antes de ter chance de saber que estão lá. Se o Paquistão abate seus aviões, imagine outros países mais desenvolvidos com caças furtivos.

Fabio Jeffer
Visitante
Fabio Jeffer

O Paquistão abateu um Mig-21 e não o Su-30, aliás os F-16 estiveram o tempo todo no radar dos Sukhoi

Salim
Visitante
Salim

Caro Fabio, você pode dar uma fonte isenta desta informação!?!

Adriano RA
Visitante
Adriano RA

Com um bom binóculo eu também detecto um F-35 a 29 Km.

Nostra
Visitante
Nostra

Hehehehe

To detect a F35 in the airport hanger at 29 km you will need a good telescope not a good binocular

caio
Visitante
caio

hoje vocês estão demais nas tiradas.

Chris
Visitante
Chris

Mesmo com a distância sendo curta… Como é que eles sabem a que distância podem detectar o F-35 e ainda mais o J-20 (Que se bobear, nem da China saiu ainda) ???

Definitivamente…. Esse povo fala o que quer… Particularmente, eu já não acredito mais em nada !

William Duarte
Visitante
William Duarte

Prezados editores, no quarto paragrafo abaixo da foto do radar ,
…fazenda de pôneis por quase 150 milhas (cerca de 150 km)…
milhas e km estão iguais.

MFB
Visitante
MFB

Sobre o radar alemão, isso é uma piada. Sabendo a rota, local de decolagem com horário e tudo, da para rastrear até nave klingon

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Mas não romulana. Seu sistema de camuflagem é mais desenvolvido… kkkkkkkkkkk

Guilherme
Visitante
Guilherme

Nem imagino o pesadelo logístico que a Índia enfrenta para conseguir peças para seus aviões. É F16, é Sukhoi, é Rafale, Mig e até SEPECAT Jaguar. Uma verdadeira salada.

Bruno Basillio
Visitante

Eles não tem F-16…

J R
Visitante
J R

deve ter confundido o F-16 e o Mirage 2000.

Sidy
Visitante
Sidy

E o glorioso Tejas…

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Esse ainda não tem peça

teropode
Visitante

Vc acaba de demostrar suas capacidades futurologicas kkkkk, F 16 na Índia, pena que o Tejas ja é bom o suficiente.

Cristiano de Aquino Campos
Visitante
Cristiano de Aquino Campos

Não existe pesadelo logistico para quem tem dinheiro. No minimo eles tem estoque até da tinta da pintura para o dobro do tempo normal de entrega.

Chris
Visitante
Chris

Que peças ?

Usam até cair ! heheh

jodreski
Visitante
jodreski

O dia que alguém criar um radar que enxerga e pode engajar um caça furtivo a uns 250km aí sim a furtividade caiu por terra, enquanto o alcance for de 58km sinto muito os caças de 4ª geração cairão dos céus feito tijolo sem saber quem ou o que o abateu.

Felipe
Visitante
Felipe

Mas quando o caça furtivo travar seu radar e lançar seus Amraam a centenas de km, não vai entregar sua posição também? Não há, num lançamento de míssil a esta longa distancia, um bom tempo para o caça preparar suas contra medidas e manobras evasivas, além de ir atrás do caça furtivo para lançar suas armas também?
Lembro que F-16 do Paquistão chegaram a disparar varios AIM-120C nos Su-30 da india a longa distancia e nenhum atingiu o alvo.

Nostra
Visitante
Nostra

@philip No aircrafts don’t necessarily lock on to their target aircrafts before firing their missiles. There are exceptions. Eg in ” mad dog ” mode missiles are fired in the general direction of hostile aircrafts without target lock . The Pakistani F16 were at higher altitudes when they fired their AMRAAMs from their side of their border at DMAX-1. DMAX-1 is the extreme range limit of a missile at which it can be launched. The kill probability at DMAX-1 is very low or almost non existent. The reason why SU30 MKI even though at lower altitudes than the F16s were… Read more »

carcara_br
Visitante
carcara_br

Nostra, agora que a poeira abaixou como ficou a percepção destes combates contra a FA. Paquistanesa? As alegações de um abate do mig-21 se mantiveram? Algum su-30 foi perdido?

Nostra
Visitante
Nostra

@ carcara_br

I use google translator , it is showing weird translation of your question , unable to understand your question .

Theo Gatos
Visitante
Theo Gatos

I think carcara meant something like:

“Now that the dust settled, how did the perception of these fighting against the Pakistani air force look? Did the allegations of a kill by mig-21 remain? Was any su-30 lost?”

Nostra
Visitante
Nostra

@ Theo cat thank you for the translation @ carcara_br IAF has from the beginning had a clear and consistent stand , a MiG-21 had shot down a F16 and the same MiG-21 got shot down by another F16. No Su30 MKI got shot down From the perspective of military , there is not much to add because military objectives are not limited or defined by localised skirmishes rather they are a small factor in a broader and larger geopolitical goal. Internal investigations were launched by IAF to study the aspects of skirmish and identify and rectify any shortcomings if… Read more »

DSC
Visitante
DSC

“Mas quando o caça furtivo travar seu radar e lançar seus Amraam a centenas de km, não vai entregar sua posição também? Não há, num lançamento de míssil a esta longa distancia, um bom tempo para o caça preparar suas contra medidas e manobras evasivas, além de ir atrás do caça furtivo para lançar suas armas também?” Não, não vai. E não, não há. O F-22 e F-35 por exemplo, tem radares AESA (AN/APG-77 e AN/APG-81) com capacidades LPI/LPD (Low Probability of Intercept/Low Probability of Detection). Isso basicamente significa que quando um F-22/F-35 detecta um alvo, rastreia esse alvo, e… Read more »

clêuber
Visitante
clêuber

Essa foi boa, disparar um BVR só para manter o caça adversário para mante-lo a distância ou pô-lo a distância…Conta a história da carochinha que fica melhor de acreditar.

kaleu
Visitante
kaleu

Desculpe, vou discordar, F-22 / F-35 somente estão furtivos com radares em modo “passivo” (zero emissão) que no caso do AESA detecta alvos nesse modo a uma distância mais curta, claro, diferente do PESA que tem que estar “ligado” (modo ativo) para detecção. Qualquer caça que “liga” o radar fica “visível” pois passa a emitir energia eletromagnética que são captados pelos sensores inimigos, ou seja, essa história de radares “superpoderosos” PESA / ESA que detectam a centenas de kms é verídico o que não contam é que os sensores do inimigo vão detectá-lo imediatamente, tornando o emissor um alvo em… Read more »

Wardog1
Visitante
Wardog1

Essa de emitir radiação e nao ser detectado e piada

A energia chega no alvo c o dobro d energia q o emissor vai receber d volta

E claro q o rwr vai apitar e c o avanço destes derectores vai localizar o emissor c parâmetros suficiente p criar u

ma solução d tiro

Ligar um radar e a mesma coisa q ligar uma lanterna no escuro

Ps

Radar passivo serve p todos os lados da briga

Quem ligar 1ro, ta em desvantagem tática

E se o furtivo n ligar o radar, vai encontrar ninguém

carcara_br
Visitante
carcara_br

“A energia chega no alvo c o dobro d energia q o emissor vai receber d volta.”
Na verdade é o inverso do quadrado da distância, vai chegar 4x mais energia.

ERIVELTON
Visitante
ERIVELTON

“Lembro que F-16 do Paquistão chegaram a disparar varios AIM-120C nos Su-30 da india a longa distancia e nenhum atingiu o alvo.” Mas por que os Su-30 não revidaram contra os F16s? Então houve uma espécie de “vitoria” dos F16s sobre os SU-30s, pois conseguiram engajar os mesmos, sem que fossem engajados….

Alexandre
Visitante
Alexandre

CaroErivelton
Quantos dolares foram queimados inutilmente pelo Paquistão nesse evento? Atirar sem resolução de tiro é um erro primário, atirar dentro do ne e não abater é outra historia

Salim
Visitante
Salim

Caro Alexandre, se estavam em condição desvantajosa combate o tiro de dissuasão e bem aplicado, vai dar tempo de vc se reposicionar no combate ou se evadir com maior segurança. A efetividade da manobra se confirma pois teoricamente todos f16 voltaram a base.

JPC3
Visitante
JPC3

Mas se serviu para manter o inimigo afastado e não derrubar outros F-16 então foi útil.

Kemen
Visitante
Kemen

Jodreski, um Alerta Antecipado com o seu radar de grande alcance, pode detectar e engajar um furtivo, enviando seus dados aos caças por datalink em tempo real, esses caças podem através do radar do Alerta Antecipado utilizar esse engajamento para travar no alvo guiando seus misseis em direção ao furtivo. Tem radar que a 10.000 metros alcança mais de 450 Km, a ultima versão do Erieye vai além dos 400 Km. A identificação e o engajamento de furtivos deve ocorrer a distancias menores, mas ainda assim a uma grande distancia, distancia bem maior que o radar de pouca potencia de… Read more »

Wardog1
Visitante
Wardog1

Uso d alerta aereo t deixa em desvantagem tática

Tu es visto antes d ver

E a mesma vantagem q os subs tem sobre os navios

Bruno Basillio
Visitante

Apesar de ter saído notícias que a Rússia atualizaria os Su-30SM, isto ainda não aconteceu, não sei aonde este indiano viu está notícia…
Tenho até dúvidas em relação a estas atualizações, como ficaria o alcance do Su-30 com um motor de maior consumo ?
Segundo fontes russas o Su-35 leva 11.500kg de combustível e o Su-30 9.640kg, para manter o raio de combate da aeronave teriam que aumentar o espaço para o combustível…

ROBERTO CAMPOS FREIRE
Visitante
ROBERTO CAMPOS FREIRE

A força aérea indiana é o reflexo da Índia como um todo. Uma imensa mistura de etnias e dialetos. Qual a vantagem de localizar um F35 a 50 km, se ele pode destruir um alvo a 200 km!

Kemen
Visitante
Kemen

200 KM ?? Eita, esta para chegar esse dia, quando acontecer acreditarei!

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

Esse 50 km não é o importante. Já que essa informação pode estar errada. Eles não sabem a real RCS do F-35. Os russos já alegaram que o IRBIS consegue detectar um F-35 a 90 km.

Se é 50 ou 90, não sabemos ao certo.
O que sabemos e importa é que frente ao radar atual, o novo radar trará um ganho enorme.

Tanto caças furtivos como F-35 E J-20 serão detectados mais longes do que são agora, como também os caças de 4a geração Plus.

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

*longe.

Nostra
Visitante
Nostra

Personally I have no information on what radar is being looked into for the Super Su30MKI upgrade. And I don’t trust Sputnik , infact I don’t trust any MSM be it from any country. You asked what is the advantage of locating an F35 at 50 km if it can destroy a target at 200 km If that is true Isn’t it better to have atleast the capability to detect an F35 at 50 km then not to have the capability to detect the F35 at all ? Something is better than nothing isn’t ? Atleast it gives a fighting… Read more »

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Um caça pesado com Su-30, que carrega muito mais armas, podendo rastrear aviões stealth será, certamente, o fim destes últimos.

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Kings vai com calma, la também tem quem viaja no curry.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Mesmo assim, nestas condições, não apostaria um tostão furado nestes ‘últimos’.

JPC3
Visitante
JPC3

Se já sofre com F-16 dos anos noventa.

JPC3
Visitante
JPC3

Sim, se o F-35 vier pela direção mais burra e não disparar 4 ou 6 vezes antes do Sukhois ter chance de saber o que está acontecendo.

Mais provável que o F-35 se aproxime em ângulo e atire usando dados de outros F-35 que detectam esses Sukhoi a mais de 200km.

Ainda mais agora com AIM-120D, Meteor, e o substituto do AMRAAM.

Caso as alegações indianas sejam verdade, elas confirmam o que a USAF sempre disse. Perto de um F-35 os caças mais modernos do mundo tem um radar com performance dos 60.

Jagderband#44
Visitante
Jagderband#44

Falou o especialista

JPC3
Visitante
JPC3

Pois é, quem se interessa por opiniões sem nenhum fundamento técnico ou qualquer tipo embasamento?

JBS
Visitante
JBS

Antonio
Nem os F-16s do Paquistão, os Su-30 da India conseguiram derrubar – pois as muitas armas que estes carregavam não conseguiam detectar os F-16s adequadamente – ao contrário, os SU-30 eram detectados pelas poucas armas dos F-16s…Imagine os mesmos Su-30, detectando os F-35!

Só vc mesmo!

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Só faltou vcs nos informar as fontes desse monte de informações que vc acabou de nos prestar.

Felipe
Visitante
Felipe

Um MiG-21 no mesmo dia conseguiu, porque um Su-30 não conseguiria?

Mario
Visitante
Mario

Aindia e borg kkk absorve tudo kkkk

kaleu
Visitante
kaleu

Sim, sim, sem dúvida um SU-27 modernizado (SU-30) vai desbancar o F-22, com certeza … affff

Daniel Silva
Visitante
Daniel Silva

Vamos por partes: “Índia planeja atualizar o Sukhoi Su-30MKI com modernos “recursos de radar e armas e também aprimorar recursos que abordam aspectos de gerenciamento de obsolescência e guerra eletrônica” – OK, esperado, quando se moderniza a aviônica um dos primeiros itens a ser alterado é o radar, seja este ESA ou não, até o Brasil faz isso (ex:F-5, A-1 e A-4) “Em 2018, caças Su-30MKI da Força Aérea Indiana conseguiram detectar o mais recente caça a jato chinês Chengdu J-20, supostamente um avião furtivo topo de linha operado pela Força Aérea do Exército de Libertação Popular da China (PLAAF).”… Read more »

pangloss
Visitante
pangloss

Esse radar vai detectar F-35 e J-20… desde que esses alvos estejam equipados com lentes de Luneburg.

Diogo de Araujo
Visitante

Um AIM-120 do mais moderno pode engajar alvos a 160km de distância, ou seja, pra que servir isso aí?

JPC3
Visitante
JPC3

Alvo como uma versão moderna do Sukhoi o alcance seria bem menor.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Na verdade as informações estão erradas.
O alcance é de 20km e 40km respectivamente

carcara_br
Visitante
carcara_br

Na verdade não da pra saber. A gente assume que conhece o rcs do f-35 e os dados do radar russo, comparado com o nível de informação de um militar na ativa e diretamente envolvido na área não significa nada…

Augusto L
Visitante
Augusto L

Claro que dá as especificações do radar do SU-35 já são conhecidas e ja se tem uma aproximação do real RCS do F-35
Todos os artigos citam as faixas de detecção em 20km e 40km respectivamente.
Provavelmente será ainda menor porque o RCS do F-35 na banda X é menor do que o do F-22.
Talvez o alcance que o indiano se referiu foi ao do radar na banda L que o SU-35 tem nos bordos de ataque das asas e que o SU-30 possa receber.

carcara_br
Visitante
carcara_br

Augusto, mas 20, 40 km são boas aproximações considerando o nível de informações que dispomos. A questão é que não dá pra achar que somos mais reais que a realeza…
Veja, não estou dizendo que a informação do militar seja “a verdade”, apenas constatando que a nossa também não é…

Paulo V S Maffi
Visitante
Paulo V S Maffi

Só duas coisas… Que plataforma aberta ao desenvolvimento maravilha, se constituiu a família flanker! Como é que os EUA não fazem o mesmo e levam adiante a família F-15, que é também uma baita plataforma.

JPC3
Visitante
JPC3

Mas tem o F-15SK, F-15SA, F-15X totalmente modernizados e que são várias vezes mais efetivos que os F-15C dos anos 80 e 90.

Os EUA não compram em grandes quantidades porque consideram caças de 5° geração melhores.

Kemen
Visitante
Kemen

Seria interessante saber quando um avião de Alerta Antecipado detectaria um furtivo… façam as contas. Melhor ter furtividade, sem dúvida, mas achar que os furtivos são imbativeis, não tem fundamento. Me parece que todos os fabricantes de radares estão atrás de novas tecnologias e meios para sobrepujar a furtividade, sem falar nos novos IRST que estão chegando.

Fabio Jeffer
Visitante
Fabio Jeffer

O Radar realmente é grande

Rogério Loureiro
Visitante
Rogério Loureiro

Pergunta.

Esse radar é quântico com bolinhas morfológicas?

Se bobear quando tudo virar o bicho de cabeça pra baixo, na estiqueta tá escrito: MADE IN CHINA.

Ironic mode ON.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Quanto as capacidades eu não sei, mas que o bichinho é grande, isso é:

https://www.bharat-rakshak.com/IAF/Galleries/18193-3/Su-30e1.jpg

Diogo Luiz Bizatto
Visitante
Diogo Luiz Bizatto

“Na potência máxima, o radar pode detectar um F-35 a uma distância de 58 km (36 milhas). No modo de rastreamento, a distância cai para 29 km”.
A essa distância o F-35 já não teria derrubado esse avião?

JPC3
Visitante
JPC3

A essa distância o F-35 já estaria em uma posição de vantagem, possivelmente se aproximando por um ângulo mais difícil para o radar travar nele. E dependendo do Míssil o F-35 já teria tido chance de disparar contra o Sukhoi algumas vezes.

J-20
Visitante
J-20

JPC3, geralmente o F-35 carrega 2 AIM-9 e 2 AIM-120 na sua configuração furtiva. Bastaria um tiro certeiro com o 120 e o Su-30 só perceberia que foi atacado quando o míssil estiver perto de entrar na fase terminal de voo. O Su-30 sozinho não conseguiria enxergar nem travar o F-35 a mais de 100km, que é a distância de disparo do AIM-120.

JPC3
Visitante
JPC3

A configuração ar-ar do F-35 são 4 AIM-120 sendo ampliada para 6 AIM-120 no próximo bloco ( se não me engano).

Claro, a gente não pode afirmar com certeza qual caça vence ou perde, o que se pode afirmar é qual tem maior vantagem.

Por mais que as pessoas gostem dos aviões uma geração é sempre melhor que a outra, e sempre muito mais cara. Só lembrar do F-14 que custava mais que o triplo de um F-4.

Nostra
Visitante
Nostra

Anyways some of the Indian avionics developed for the Super Su30MKI upgrade
comment image

Nostra
Visitante
Nostra

comment image

Nostra
Visitante
Nostra

comment image

Nostra
Visitante
Nostra

comment image

Nostra
Visitante
Nostra

Internal electronic warfare suite
comment image

Nostra
Visitante
Nostra

High Band jammer (HBJ) pod
comment image

Nostra
Visitante
Nostra

SIVA HADF ( high accuracy direction finding ) pod for use with ARMs
comment image

Nostra
Visitante
Nostra

And last but not the least a nice pic in the backdrop of Umed Bhawan Palace
comment image

Nostra
Visitante
Nostra

Another with Air Combat Maneuvering Instrumentation (ACMI) pod
comment image

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

Que foto linda.

sergio ribamar ferreira
Visitante

Concordo com o Sr. Luís Henrique. Linda aeronave.

Claudio_dosBRs
Visitante

Depois da 3° Guerra Mundial a gente volta aqui e encerra este debate, se sobrar alguém vivo.

Entusiasta Militar
Visitante
Entusiasta Militar

O Radar do gripen consegue rastear, monitorar, acompanhar, marcar, filmar e jammear tanto o F-35 como tambem o J-20 desde a saida do hangar ..

Bom, pelo menos é isso que eu diria para vender meu peixe kkkk

bjj
Visitante
bjj

O problema é que nessas discussões sempre assumimos um cenário onde o avião furtivo e o avião não furtivo voam em rota de colisão, um de frente para o outro, onde de forma muito clara o avião furtivo detectará primeiro e terá a liberdade de disparar primeiro. Acontece que num combate real as coisas podem se desenrolar de muitas outras formas, como por exemplo um Su-30 iluminando um F-35 ou J-20 lateralmente, onde o RCS muito provavelmente será maior que no setor frontal. Também estão se proliferando modernos sistemas de guerra eletrônica com capacidade não só de jammear mísseis, mas… Read more »

JPC3
Visitante
JPC3

Mas o avião que tiver melhor consciência situacional e ver o outro primeiro vai ter a vantagem de poder se colocar na melhor posição.

jbqjunior
Visitante
jbqjunior

Exatamente!

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Normalmente, o combate BVR é frente a frente.

teropode
Visitante

29 km ? tá na distância de um tiro , muito tarde para detectar um caça que já te viu a mais de 100km.

Bispo
Visitante
Bispo

Se confirmado*..F-35 será o alvo(ou o caixão) mais caro da história.
*modo irônico on.

O novo radar russo Nióbio-SV “vê” a “família “ stealth USA” a 300km. E os novos “radares quânticos“ sendo testados pela Rússia e China… tempos difíceis para a OTAN.

JPC3
Visitante
JPC3

F-35 detecta o Sukhoi a 200 ou 250 km e o Sukhoi detectaria o F-35 a 58km….

Qual dos dois parece mais caixão?

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

Na verdade, os dados são classificados, mas eu chutaria que um F-16 E com AESA ou o nosso Gripen E com AESA detectaria o Su-30MKI a 200 km.
O Super Hornet detectaria o Su-30 MKI a 250 km.
E o F-35 detectaria o Su-30 MKI a 300 – 350 km.

Bruno Basillio
Visitante

O Su-30MKI/SM, Tem RCS de 3 – 4m² então acho difícil estas detecções de 200,250e 350km..

Coutinho
Visitante
Coutinho

Perceba que ele estava sendo irônico.

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Esse filmete abaixo da Northrop detalha um pouco mais do que o APG-81 poderia fazer. Acho que se fizer 1/4 do que esta do filme já vai dar um trabalho danado para o resto copiar

https://youtu.be/wIwAOupjMeM

R_cordeiro
Visitante
R_cordeiro

Ótima fonte.

Leo Rezende
Visitante
Leo Rezende

Vivi para ver o Sputnik ser usado como fonte confiável aqui na trilogia.🙄
Deve ser por isso que não vemos mais comentários de caras como o Juarez,Ivan o mapento,MO,entre tantos outros que frequentavam e enriqueciam esse espaço.

Roberto
Visitante
Roberto

Sinceramente amigos da trilogia, o tipo de pessoa que frequenta um blog de defesa é diferente do leitor completamente leigo, as chamadas para as reportagens deste blog estão copiando o sensacionalismo dos jornais mundo a fora. Quem é conhecedor mínimo do assunto sabe que TODOS os aviões furtivos são detectados a partir de certa distância, nesse sentido TODOS os radares conseguem enxergar um caça furtivo dependendo de quão perto ele esteja, a chamada da reportagem dá a entender que, com esse novo radar, os caças indianos resolveram seus problemas para enfrentar um avião furtivo, quando vamos ler a reportagem vemos… Read more »

marrua113
Visitante

A Índia está de que lado ??? compra tudo de todo mundo, salada mista ……. que bagunça! Tem um bom tanto de inimigos e amigos também, que estranho esta nação.

Ramsés
Visitante
Ramsés

Pela manchete a fonte só pode ser a Sputnik.
Então nem precisa ler a matéria.

Nostra
Visitante
Nostra

Shared ultra wide band aperture radars running GaN MMIC combined with latest LNA technology and following distributed configuration allows for greater detection range (greater than 200km for a 1 sqm RCS target).

Prototypes of the same developed by DRDO for research and development for airborne platforms
comment image

Nostra
Visitante
Nostra

comment image

Nostra
Visitante
Nostra

comment image

Nostra
Visitante
Nostra

comment image

Theo Gatos
Visitante
Theo Gatos

O texto foi copiado ipsis literis da Sputinik? Pq está escrito “quase 150 milhas (cerca de 150 km)”… Será que não seriam 250 km?

Digo pq se forem milhas mesmo, seriam 241 km e, por exemplo, se forem milhas náuticas seriam 277 km… Muda bastante a conta!

Sds.

Wagner
Visitante
Wagner

Ah. Sputnik…