domingo, maio 16, 2021

Gripen para o Brasil

Gripen E Q&A: a pintura definitiva

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.aereo.jor.br
Membro do corpo editorial da revista Forças de Defesa e sites Poder Aéreo, Poder Naval e Forças Terrestres

O padrão de camuflagem que será empregado pela FAB

No dia 11 de setembro, logo após a cerimônia de apresentação do primeiro Gripen E da Força Aérea Brasileira, oficiais da FAB e executivos da Saab forneceram uma entrevista coletiva aos jornalistas presentes.

Todos tiveram a oportunidade de fazer várias perguntas durante meia hora, e eu selecionei algumas que foram sugeridas pelos leitores do Poder Aéreo. Uma delas relacionava-se à questão do padrão de pintura final do avião que será empregado pela FAB.
Antes de passarmos para a resposta dessa pergunta, é conveniente lembrar que o padrão comemorativo especial da pintura da primeira aeronave da FAB foi desvendado, inicialmente, pelo Poder Aéreo em 23 de agosto último. Isso antes mesmo da apresentação oficial.

Assumindo o comando do microfone, o brigadeiro do ar Valter Borges Malta, presidente da COPAC (Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate), respondeu ao questionamento.
Embora tenha feito elogios à pintura comemorativa ostentada pela aeronave atualmente (com padrão pixelizado sobre as asas e canards, combinado a uma bandeira do Brasil estilizada na deriva), o brigadeiro confirmou que ela terá sim uma pintura tática quando entrar em operação na FAB.

Brigadeiro Malta, presidente da COPAC, sentado logo atrás da tela do laptop

Nas palavras do brigadeiro Malta, as aeronaves terão uma camuflagem adaptada ao nosso “espaço aéreo” com tons de cinza. Será muito parecida com a apresentada pelo primeiro exemplar, mas sem as ornamentações comemorativas.

Em outras palavras, os jatos Gripen E da FAB terão um padrão de camuflagem, voltado à superioridade aérea, muito semelhante ao empregado pelos caças do mesmo tipo da Força Aérea Sueca.
É importante destacar que o mais recente caça adquirido e operado pela FAB, o “tampão” Mirage 2000 C/B (retirado de serviço em 2013), ostentou um padrão de pintura muito semelhante ao empregado pela Força Aérea Francesa.

Sendo assim, aqueles que não gostam do padrão de camuflagem atualmente empregado por diversas aeronaves na FAB (cinza e verde), incluindo aqui os F-5M, podem ficar mais “tranquilos”.

- Advertisement -

102 Comments

Subscribe
Notify of
guest
102 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
João Ramos

Muito bom!!

leonidas

Eu gosto dos dois padrões, tanto o cinza como o cinza e verde 🙂

carcara_br

Gostei muito do padrão digital, podia ser o oficial.

Igor rodrigues

É um caça militar, e não um hot wheels para usar pintura decorativa

Dodo

Kkkkkkkk

Barbosa

Kkkkkkkkkkk

GFC_RJ

Kkkkkkkkkkkk

Teste

verdade kkkkk

Cristiano GR

Mas tchê, vivente, tu nunca viste as pinturas decorativas das aeronaves que participam do Tiger Meet? Por acaso aquelas aeronaves não são “caças militares”?

jose luiz esposito

Perfeito, brasileiro como sempre coloco ,não tem gosto por cores , suas combinações etc, sempre prefere o mal gosto ; também é muito ruim em escolhas de nomes ,quando não escolhe nomes ridículos , escolhe nomenclaturas que Deus me perdoe !

Alexandre Fontoura

Apenas para lembrar, essa questão de nomes feios ou que “não pegam”, não ocorre só no Brasil. Um exemplo que me vem à mente é o do F-16. Os seus pilotos odiaram o nome “Falcão Lutador” (Fighting Falcon) e referem-se ao caça como Viper (nome dos caças coloniais da série Battlestar Gallactica, popular nos anos 80). O mesmo podemos dizer do A-10 “Raio II” (Thunderbolt II), apelidado pelo pessoal de Warthog.
Agora, eu queria saber quais seriam os “nomes ridículos” aos quais você se refere…

Davi

Que alívio!

Ronaldo

Gostaria que a pintura padrão do nosso gripe E fosse a da apresentação,pixelizado nas asas e nos canards,já a cor cinza e verde não vai pegar bem nos nossos novos caças não acho uma cor bonita não me desculpe a FAB mas é a minha opinião

Teste

Como já dito pelo nosso amigo Igor Rodrigues em outro comentário: “É um caça militar, e não um hot wheels para usar pintura decorativa”.

Marcos Cooper

Caça militar? E existe caça civil ou comercial? ….

Marcio

Kkkkk essa sim é engraçada……

Leandro Costa

Comercial eu não digo. Mas civil…

https://www.platinumfighters.com/phantom2

Só depende da sua carteira hehehehe

Bene

Sim, existem inúmeros caças na mão de civis após darem baixa b
no serviço militar…

Luis Antonio

Boa tarde meu amado. Aeronaves militares são usadas para fins militares e as chamadas aeronaves civis são de uso civil para diversas funções como passeio,viagem comercial e etc. Espero ter ajudado. Um abraço. A paz!🙏.

TELMO TASSINARI NETO

Marcos Cooper. Em que pese em número muito pequeno existem caças operados sim por civis e empresas civis.

Ulisses

Se fosse como a pintura do A4M da marinha ou parecida ia ficar lindão.

Fernando Garcia

Aquela de baixa visibilidade é linda. Verdade, amigo.

Evaldo Gonçalves Ferreira

Fica parecendo o Hulk

Hélio

O padrão do F-5 é muito mais legal. Estava sonhando com o Gripen verdão.

Minuteman

Ia ficar horrível.

Clésio Luiz

Eu estou torcendo para ser o mesmo padrão dos empregados nas outras aeronaves da FAB. Realmente estou.

Não porque ache mais eficiente ou bonito, mas simplesmente para ver a rasgação de calcinhas, choro e revolta que vai ser nos comentários, pelo povo que acha que aeronaves de combate devem apresentar padrões de camuflagem “lindão”, ao invés de algo que cumpra a função da pintura, que é camuflar a aeronave.

Flanker

Perfeito, Clésio! Parece um bando de adolescentes….não pensam no motivo das coisas serem feitas como são!!

Ulisses

Não sei se foi referência ao meu comentário, mas a camuflagem a que me referi além de esteticamente bonita, é taticamente eficiente. Acredito que quando taticamente eficiente acaba sendo bem vista aos olhos de quem gosta de aviação militar. Eu pessoalmente até gosto da pintura atual da FAB, que também tem o respaldo tático.
Agora gostar de ficar vendo discussão é mais coisa de velha fofoqueira do que quem gosta de aviação militar de verdade rsrsrs

Cristiano GR

A pintura tem de camuflar a aeronave, seja no ar ou no solo. Quando no ar, se vista de baixo, contra observadores ou AAe de baixo alcance, a pintura deveria se branca, ou um celeste bem clarinho, quase branco, para camuflar com a cor do céu e não ficar mais escuro que ele. E quando de perfil, para ser menos percebido por outros pilotos que passem perto, o correto é usar uma pintura cinza bem claro ou até um tom fraco de azul. Quando no solo, como os caças da FAB operam SEMPRE em chão de concreto, estes devem ter… Read more »

Minuteman

Graças a Deus.

Farroupilha

Podem me negativar!…
Desde quando pintura de armamento tem que ser bonita?
Tem é que ser funcional. E somente isto.

Mas o que preocupa a mim, e alguns poucos comentaristas, sobre o GripenE é sobre a compra de outroS LOTES. 36 é derrota anunciada contra nossos REAIS adversarios.

Rodrigo

O mais importante é a transferência de tecnologia para o desenvolvimento de futuros caças! Quem sabe de quinta ou até sexta geração? Quanto à quantidade de caças,existe um projeto futuro para tal, porém isto envolve dinheiro…dezenas de bilhões de dólares!

Felipe Morais

O mais importante, além de tudo que o caça oferece, foi a possibilidade de brasileiros acompanharem o desenvolvimento do caça. Tenho certeza que bastante coisa foi aprendida. Mas tenho certeza que nada próximo para garantir a construção de algo de quinta e quem dirá sexta geração. O importante é não deixar todo o aprendizado morrer. Aplicar nos novos lotes que podem surgir. Aplicar na manutenção. Tentar participar da cadeia de fornecimento das unidades vendidas pela Suécia. E quando surgir a oportunidade de participar de um projeto de 5º ou 6º geração, não deixar passar. O F35 passou. Há o projeto… Read more »

Teste

Só por curiosidade, quais são nossos “reais adversários”?

Zé de Mundinha

O brasileiro!

JT8D

Um pessoal que acha que nosso território é um recurso da humanidade

Felipe Morais

Não preocupa só você e alguns poucos comentaristas. É consenso aqui que 36 são poucos. E a maioria sabe que esse não é o planejamento da FAB. Até porque o planejamento é baseado na necessidade de substituição dos caças ainda em atividade e de outros que já deram baixa. Quem acompanha aqui há alguns anos, acompanhou toda a discussão da possibilidade de leasing de gripens suecos para suprir o GAP que já é grande e tende a aumentar nos próximos anos. Se discutiu/especulou/imaginou até a possibilidade de alugar alguns gripens sul africanos, na época. Isso tudo passou e o início… Read more »

GFC_RJ

Meio off-topic, mas baseado no que você disse, que está correto. É um pouco mais complicado. O PG precisa que a arrecadação cresça mais que as despesas obrigatórias. Esse é o ponto. Como as receitas não cresceram face ao crescimento abaixo do previsto na LOA e as despesas obrigatórias não deram trégua, o contingenciamento dos recursos das despesas discricionárias foi inevitável e nos investimentos nas FAs em consequencia. O aumento das receitas poderão vir essencialmente por mais crescimento e secundariamente por privatizações, concessões e venda de imóveis da União. Pelas despesas obrigatórias a reforma da previdência era o mais urgente,… Read more »

Zé de Mundinha

Há controvérsias no seu off-topic. Primeiro. O que drena recursos do país, hoje, é a volumosa dívida interna. O dinheiro público está, quase imperceptívelmente, sendo carreado para pagar os juros desta dívida. Não é nem para pagar o principal. Basta conferir as DRUs anuais. E, muito pouco se fala dessa tal dívida. A reforma da previdência está sendo feita com esta finalidade: pagar juros desta dívida. Nos foi dito que, “economizaremos” em torno de 1 bilhão de reais, e esta, seguramente será utilizada para este mesmo fim. Então, por que não temos um estudo desta tal dívida interna? Segundo. Já… Read more »

GFC_RJ

Pode ter controvérsia a vontade porque economia não é uma ciência exata, mas ela tem de ser muito mais bem elaborada que isso aí. Esse bando de argumento solto que não faz o menor sentido é a mesma retórica não republicana da nossa atrasada esquerda. Auditoria da dívida pública eu ouço há quase 30 anos, nesse meio tempo os caras passaram 14 anos no poder pra fazer e não fizeram… Por quê? Simplesmente porque não precisa de auditoria, pois eu mesmo explico: Estado que arrecada 36% do PIB e gasta 42% é deficitário demais. Ponto. Somente se cobre esse rombo… Read more »

Clésio Luiz

Você está tecnicamente correto. O melhor tipo de correto.
comment image

Cristiano GR

Além de muito mais caças, é muito necessário uma AAAé forte e altamente capaz e pronta. Faca nos dentes.

Alex Toledo

Essa camuflagem no KC-390, se aplicada, além de impor respeito vai ficar muito show.

Eduardo

Camuflagem impor respeito, eu não vi isso… Kkkk

Rodrigo M

Putz.. Ri alto aqui também kkkkk

Eduardo

Só não gostei do símbolo nas asas, seria melhor a asa com a espada

Flanker

Os “simbolos” das asas são o cocar da FAB há décadas! A “asa com a espada”, ou melhor, gládio alado, é o símbolo do Ministério da Aeronáutica, atual Comando da Aeronáutica…

Alexandre

O cocar da FAB nas asas, assim como a matrícula no nariz, são apenas para a pintura comemorativa. O cocar está enorme e colorido, quando hoje a FAB usa o cocar em baixa visibilidade no padrão de camuflagem atual verde/cinza. Então, é provável que esses cocares, na pintura de camuflagem definitiva, seja bem menor (metade do tamanho do usado na pintura, pelo menos) e em um tom de cinza, talvez com delineio em preto. Do mesmo modo, no nariz deverá ficar apenas os dois algarismos finais da matrícula (o “00”, no caso do primeiro), com a designação F-39E e o… Read more »

Fernando Garcia

Já posso dormir hoje mais tranquilo.

José Airton

Eu também amigo. O cinza é show.

Antunes 1980

Provavelmente a nova pintura fique assim.
Super discreta!
comment image

Robsonmkt

É só o governo convidar o Romero Brito que fica bem parecido com isso aí.

Welt

Não dá idéia.

Fernandes

Desculpe a palavra mas que porra e essa? kkkkkkkkkkk

Fernando "Nunão" De Martini

Tiger Meet, Fernandes. Pintura comemorativa de caça Gripen tcheco. Tem coisa bem pior nesses encontros, a pintura dos canards até que está legal, embora não seja tão fácil ver o tigre.

Neste outro ângulo, até que o Gripen tcheco é um dos mais discretos do Tiger Meet de 2013:

comment image

Alexandre Fontoura

Agora sim, vi o Tigre! Hahaha

Elias

Pintura de superioridade aera ninguém aí nos comentários entenderam paca de nada kkkkk

ANDERSON DA SILVA LEITE

Verde camuflado s com verde escuro e cinza.

Alexandre Esteves

Só para as aeronaves que operarem na região amazônica?

Vilmar marmentini

Temos muito pouca segurança, precisamos de mais uns 30 aviões desses, nosso espaço aéreo muito grande, e todos bem armados

Rommelqe

Na pretensão de “visualizar” apenas o aspecto funcional e considerando que uma das missões “focadas” e a superioridade aérea, acho a soluçao muito inteligente e efetiva. Quando a aeronave estiver em terra, ou estara hangareada ou possivelmente mimetizada com o meio ao seu redor utilizando outros recursos.
Agora se estiver em missao na amazonia, voando rasante, essa camuflagem é menos efetiva contra aeronaves inimigas voando mais alto do que o verde cinza. Por isso acho que pode ser substituido o tom cinza – chumbo dos “pixels” por um tom verde escuro/ verde claro. Sugestao.

JT8D

Pra voar rasante na Amazonia já bastam os STs. O Gripen é um caçador, é ele quem estará espreitando sua presa entre as nuvens

Rommelqe

Nao concordo JT8D. O Gripen é um multirole, e entre suas principais missoes esta justamente o ataque ao solo entre os quais estao baterias antiaereas e aeroportos inimigos, incluindo bases venezuelanas se for o indesejavel caso. Enfrentar outros avioes é uma das possibilidade mais improvaveis se incluirmos outros alvos como blindados , navios inimigos, campos de guerrilheiros tipo farcs, colunas de tropas inimigas, e assim por diante. Alias, oponentes a altura do Gripen sao pouquissimos e em quantidade, qualidade e probabilidade de serem enfrentados, inclusive porque jamais teremos hostilidades com chilenos e colombianos , por exemplo. Se escalar algum conflito… Read more »

JT8D

Se o Gripen estiver voando rente à floresta dificilmente será detectado. A camuflagem é mais útil para situações em que ele esteja exposto a ameaças aéreas, e isso ocorrerá em altitudes mais elevadas. Tanta isso é verdade que todos os operadores do Gripen usam tons de cinza, inclusive a África do Sul. Será que alguns entusiastas do blog são mais inteligentes que os militares profissionais de praticamente todas as forças aéreas do mundo?

Rommelqe

Estacionado em terra precisa ser camuflado? Quem sao os possiveis oponentes nos TOs brasileiros.? Se o Gripen fosse otimizado “apenas” para superioridade certamente teria outra configuraçao.
Por falar em profissionais: vc acha que a FAB é formada por amadores? Existem outros caças com camuflagem que nao seja cinza?

JT8D

Se a camuflagem é para o avião estacionado então deveria ser cinza escuro, já que o avião opera em pistas pavimentadas. A prova de que a FAB é formada por profissionais é que ela escolheu uma pintura em tons de cinza para o Gripen

Rogério
Juvenal

Os caras vão até a Suécia para perguntar a um brigadeiro qual será a pintura do caça. É pra acabar mesmo. RIP jornalismo

alexandre

e a pintura steel wue o brasil ja tem dominio dela

Fernando Garcia

Rapaz , acompanho o blog desde o início e Vivi pra ler um comentário deletério, banal, desrespeitoso contra seus fomentadores. Pelo amor de Deus. Guilherme, sou jornalista há 22 anos e mestre em comunicação. Só tenho uma coisa a dizer sobre o trabalho de vocês. EXCELENTE!!

Juvenal

Um email resolveria essa duvida da camuflagem. Existem duvidas mais importantes em relação ao gripen.

Fernando "Nunão" De Martini

“Um email resolveria essa duvida da camuflagem.”
Sabe tudo.
Mas na vida real, nem a pau, Juvenal.

JT8D

Juvenal, o nível do seu comentário me fez imaginar várias palavras que rimam com o seu nome

Peixoto

A aeronáutica não havia desenvolvido uma espécie de pintura stealth?! Ela n poderia ser aplicada nos novos gripens?

Paulo Marcos

O tamanho da bandeira do Brasil poderia ser mais discreto.

Alexandre Esteves

Pitaco: por que não manter 2 padrões de pinturas? O atual camuflado para os futuros F-39 do 1°/4° GAv e 1° GAvCa e o cinza de superioridade aérea para os aviões do GDA e Pampa.
Ficaria muito caro para a logística desse projeto?

Alexandre Esteves

Lembrando que o Esquadrão Pacau opera na Amazônia, a partir de Manaus e as pistas improvisadas ficariam em ambiente de selva.

Geraldo Silva

Sempre tive um sonho, gostaria de que o pessoal do ITA + o da Embraer desenvolessem um caça 100% brasileiro, com o nosso DNA Brasil, e toda tecnologia embarcada fosse do Brasil.
Um sonho nacionalista.

Alexandre Fontoura

Quem vai desenvolver e fabricar os motores, os assentos ejetáveis, etc etc? Tem ideia do custo e tempo envolvidos nessa empreitada?

Gustavo

Muito bom! Mas já era esperado…

Marcio

Camuflar um caça? Para parecer uma bicicleta ou carrinho de supermercado…..talvez uma placa de trânsito para um brigadeiro gagá….me poupa.

Leandro Costa

E qual o problema? Experiências ao longo da história comprovam que ‘camuflagem’ ou esquema de pintura, influencia SIM em combate aéreo de curto alcance e ajuda SIM à proteger aeronaves quando estão no solo.

Wellington Góes

A FAB, de 2007 para cá, falta tudo, especialmente criatividade. Até o padrão de camuflagem é de outra força. Deixou, até, de desenvolver seu próprio. Putz!!! Mediocridade pouca é bobagem!!!

JT8D

Dai-me paciência …

carcara_br

Explique com mais detalhes por favor.

Adilson

Penso que o padrão pixel, além de mais moderno oferece sem dúvida uma camuflagem melhor para a altitude que o Gripen opera.
O padrão verde oliva com cinza ou até mesmo assim padrão do Exército é mais conveniente aos Tucanos que operam em altitudes menores.

José Ferreira de Paula Filho ferreirajosepaula61@g

E a educação , saúde, previdência , as estradas .Não temos guerra para que isso, temos prioridades mas urgentes. 😬😬

Alexandre Fontoura

Meu Deus! Desculpe, pessoal, mas o o que tem a ver o uc com as calças?
O processo de seleção do novo caça levou 15 anos… Neste período, a FAB ficou à míngua, e as estradas, a saúde, a educação e a infraestrutura do país devem ter dado um salto quântico, não? Ou fica evidenciado que uma coisa não tem nada a ver com outra? Ainda dá tempo de apagar seu comentário, para não passar muita vergonha…

Webson Dantas Santos

Bom mesmo quando estivermos com toda frota em operação

Osvaldo serigy

Bacana!

Toni Cavalcante

E a tal pintura furtiva da FAB?

Edson Maia Carlos Filho

Até que enfim a força aérea brasileira tem acesso a um caça moderno…!

Edson Maia Carlos Filho

Aqueles Mirages eram pré-históricos…!

Edson Maia Carlos Filho

Vamos ver se a modernização chega até a nossa marinha…!

Dudu

Bacana !Cinza!

Cristiano GR

Eu gostei muito da pintura apresentada no primeiro Gripen da FAB.
A camuflagem sobre as asas e os canards camufla muito mais a aeronave, quando esta sobrevoar uma área de floresta densa, do que a pintura dos F-5, já a bandeira no estabilizador vertical, essa sim deve ficar apenas como comemorativa e permanecer até o final das entregas.

Cristiano GR

comment image
Nesta imagem do próprio Gripen da FAB pode-se ver como a cor mais clara da camuflagem pixelizada é que mais camufla no céu, enquanto que a cor cinza tradicional presente no bico do caça fica muito mais escura quando na sombra e mostra bem mais as formas do caça.

José Carlos

‘Quem não faz guerra, pinta avião!’ – Por isso que nas competições ou comemorações, ou seja, quando não há emprego das aeronaves, vale a criatividade!

Reportagens especiais

Medindo o desempenho da tecnologia Stealth

Para os países além dos EUA que estão comprando o F-35 Joint Strike Fighter da Lockheed Martin, será sua...
- Advertisement -
- Advertisement -