Home Aviação de Caça Gripen Brasileiro: Comandante da FAB recebe a Permissão Especial de Voo

Gripen Brasileiro: Comandante da FAB recebe a Permissão Especial de Voo

13928
62

O Comandante da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro Bermudez recebeu hoje na Suécia, em ato simbólico, a Permissão Especial de Voo que certifica o cumprimento de todas as etapas do Gripen Brasileiro. A partir de agora, a aeronave pode começar os ensaios em voo.

O Comandante da FAB falou sobre o papel do Gripen na defesa nacional e no fortalecimento da indústria de defesa no Brasil. “Desde o início, os resultados nos têm mostrado que tomamos a decisão correta”, disse.

“Trata-se de um caça inteligente, com tecnologia no estado da arte (…) que proporcionará um novo impulso ao desenvolvimento de nosso complexo científico-tecnológico, o que considero uma das maiores riquezas trazidas por esse projeto”.

Subscribe
Notify of
guest
62 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
FERNANDO
FERNANDO
1 ano atrás

Embrulha e traz logo……………….
E que venham para Curitiba, duvido que não pouse no Bacacheri!!

Minuteman
Minuteman
Reply to  FERNANDO
1 ano atrás

Os 108 Gripens que virão, estarão por todo o céu do Brasil.

luiz A silva
luiz A silva
Reply to  Minuteman
1 ano atrás

Ate agora sao 36, espero que venham mais.

Daniel
Daniel
Reply to  luiz A silva
1 ano atrás

Provavelmente não vai vir mais nenhum, Brasil vai fabricar os demais.

Wilson
Wilson
Reply to  luiz A silva
1 ano atrás

Primeiro tem que mostrar que cumpre a missão na prática, depois se pensa em mais unidades.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Minuteman
1 ano atrás

Torço para que esteja correto hehehehe

Claro que não tenho esperanças de que chegue à 108, mas quem sabe pelo menos não chegam os 72… Enfim…

Leonel Testa
Leonel Testa
Reply to  Leandro Costa
1 ano atrás

Eu com 60 f39 ja estaria satisfeito . Daria pra equipar os 4 esquadroes de caça

Barbosa
Barbosa
Reply to  Leandro Costa
1 ano atrás

Tomara que sejam, pelo menos, 108. Nosso país é muito grande. Poderiam rolar alguns Super Tucanos e outros AMX ( modernizados também? Ou minha idéia sobre os AMX é ruim?)
…e a Marinha? Nossa Marinha vai ter aviação de caça? Temos uma imensa “Amazônia Azul” para patrulhar.

Minuteman
Minuteman
Reply to  Barbosa
1 ano atrás

A marinha já demonstrou interesse em uma variante marítima, conhecida como Gripen M. Mas sem porta-aviões não faz sentido, melhor que eles aposentem os A-4 e passem o controle de sua aviação para a FAB.

2Hard4U
2Hard4U
Reply to  Minuteman
1 ano atrás

Aviação de asa fixa naval é algo especializado, portanto a simples transferência para a FAB não faz o menor sentido.
Realmente enquanto não voltarmos a dispor de um NAE é melhor aguardar antes de provê-la de aviões no estado da arte.

Adriano Luchiari
Adriano Luchiari
Reply to  Minuteman
1 ano atrás

Concordo. Com não teremos um NAe pelos próximos 20 anos pelo menos, é jogar dinheiro fora manter o VF-1, com poucas e obsoletas (apesar da modernização) aeronaves, apenas para manter uma doutrina que se perderá ao longo do tempo com a evolução natural dos caças e NAes nesse período. Melhor seria a MB assumir a aviação de patrulha da FAB e extinguir o VF-1.

José Ribamar Araújo
José Ribamar Araújo
Reply to  Barbosa
1 ano atrás

A marinha tem 20 caças McDonnell Douglas A-4 Skyhawk

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  José Ribamar Araújo
1 ano atrás

Não tem, José, se você pensar de forma operacional. A maioria está encostada, desmontada, servindo de fontes de peças, pois nunca foi intenção voar os 23 recebidos, e sim cerca de 12 e olhe lá. Não se chegou a tanto.

A modernização ficará restrita a meia dúzia.

Adriano Luchiari
Adriano Luchiari
Reply to  José Ribamar Araújo
1 ano atrás

Desses somente 6 serão modernizados (a conta gotas desde 2009), com extensão de sua vida útil por mais 10 anos. Os demais virarão sucata antes desse intervalo de tempo. Se daqui há 20 tivermos um novo NAe, ainda fica uma janela de 10 anos sem caças no VF-1.

Mauricio R.
Reply to  Adriano Luchiari
1 ano atrás

Simplesmente nunca deveria ter sido modernizados.
Não acrescentam nada e portanto não fazem falta.

Mauricio R.
Reply to  Barbosa
1 ano atrás

Então que se transfiram os P-3 para a MB, muito mais adequado.

Ricardo
Ricardo
Reply to  FERNANDO
1 ano atrás

Eu adoraria ver a Marinha operando um novo porta aviões. Mas é uma máquina muito cara para a Nossa Marinha e projeta poder. Como somos de natureza pacífica não poderíamos ter esquadrões navais baseados em terra? Talvez com algumas pistas em ilhas mais distantes da Costa e desta forma fazer uma patrulha oceânica?

Hermes
Hermes
Reply to  Ricardo
1 ano atrás

Pesquise sobre a Linha Maginot ou a Muralha do Atlântico e verás que ficar em terra ou em ilhas esperando o inimigo em bases fixas não é boa ideia. Aeródromos em ilhas distantes serão os primeiros alvos e ainda darão um aeroporto prontinho para o inimigo, como foi na campanha do Pacífico na II GM. Tanto o submarino nuclear quanto os porta-aviões são as armas que levam a guerra ao inimigo e projetar poder também é meio de defesa. O inimigo vai ter que despregar meios para defender seu território ou rotas comerciais distantes, esvaziando ou dificultando um ataque ao… Read more »

Kemen
Kemen
Reply to  FERNANDO
1 ano atrás

Fernando, pousaria numa ruazinha do Jardim Verginia, na Toaldo Túlio ou até na Manoel Ribas.

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Kemen
1 ano atrás

Pode ser na rapida sentido centro com maior prazer

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  FERNANDO
1 ano atrás

Tomara, apesar de morar no portão, vou todo dia bater o cartão de ponto!!!

ALEXANDRE
ALEXANDRE
Reply to  Saldanha da Gama
1 ano atrás

Acho que porta aviao seria um gasto desnecessário no momento (a menos que surja um de oportunidade por ae,mas,msm assim)
Ainda temos q fazer os subs fragatas leves bons helicopteros de ataque e os demais gripens.

Grozelha Vitaminada Milani
Grozelha Vitaminada Milani
1 ano atrás

Boa tarde! Alguém saberia informar sobre o cronograma da versão bi-place desenvolvida pela Embraer Defesa?

Quando deve ser iniciada a construção do 1o. protótipo? E o 1o. voo?

Os testes de homologação e ensaios de voo da versão bi-place serão feitos no Brasil?

Gostaria de ter mais informações do desenvolvimento.

Grato.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Grozelha Vitaminada Milani
1 ano atrás

Groselha, vai lá na matéria publicada ontem, sobre perguntas a fazer para a Saab. Já fizeram essa pergunta ali, umas 10 vezes pelo menos, e eu respondi com link para o cronograma oficial. Cheque nos comentários.

wwolf22
wwolf22
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
1 ano atrás

Nunao, me tire uma duvida.
O projeto biplace eh exclusivo da Embraer, correto??
A SAAB poderá fabricar e vender o biplace(oferecido para a India)??

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

“O projeto biplace eh exclusivo da Embraer, correto??”

Não, é um projeto desenvolvido em conjunto.

wwolf22
wwolf22
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
1 ano atrás

outra duvida Nunao, vc saberia dizer quantos reabastecimento aero o Gripen pode fazer antes que precise aterrisar por outro motivo??
A1?? F5?? idem

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

Não sei.
No passado havia limite de tempo no F-5 por conta das garrafas de oxigênio e de uma restrição relacionada ao óleo do motor. O sistema OBOGS resolveu o primeiro problema. O segundo eu acho que é limitado a 8 ou 9 horas. De qualquer forma, querer que um piloto fique muito mais tempo que isso voando na cabine de um caça é forçar a barra, só em casos excepcionais.

Mauricio R.
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
1 ano atrás

A Saab está oferecendo a fabricação local do Gripen, tanto a Finlândia, como a Colômbia.
Há biplaces em ambas as ofertas.

Minuteman
Minuteman
1 ano atrás

Um dia mais que especial. O dia que o Brasil finalmente coloca os pés no século 21, com um caça em estado da arte.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
1 ano atrás

A cada dia que passa, fica a certeza que o Gripen foi uma das melhores escolhas que a FAB fez em sua história.

luiz A silva
luiz A silva
Reply to  Willber Rodrigues
1 ano atrás

Tambem concordo. Nao acho que teriamos esse nivel de transferencia de tecnologia com as outros concorrentes. Alem do que o custo de operar os outros avioes eram bem maiores. O Gripen custa mais ou menos $7,560 por hora. Ja o rafale frances custa $15,000 por hora, ou seja o dobro do preco, seria muito mais complicado. O super Hornet custa $18,000….mais caro ainda.

Carlos Roberto Oliveira
Reply to  Willber Rodrigues
1 ano atrás

. Ótima aquisição e vou citar só um detalhe : versatilidade !

Williams Jonas Barbosa
Williams Jonas Barbosa
1 ano atrás

Não sei se é impressão minha ou se é devido a iluminação do ambiente, mas parece que a pixelização da asa está em cinza.

Meireles
Meireles
1 ano atrás

A pergunta que não quer calar, essa aeronave voa pro Brasil que dia?

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Meireles
1 ano atrás

Provavelmente em 2021. Estará fazendo voos de testes, certificações, integração etc até lá.

Marcos R.
Marcos R.
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
1 ano atrás

Inacreditável, tem quem negative uma simples resposta objetiva!

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Marcos R.
1 ano atrás

Quem negativou não deve ter gostado da resposta. Aquela lógica: quando não gosta de um fato que leu, ataque a pessoa que divulgou o fato.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
1 ano atrás

Ah, aproveitando para corrigir: a Saab acaba de divulgar (matéria acabou de sair) que este primeiro Gripen do Brasil virá até o final de 2020.

Então quem eventualmente gostar dessa nova previsão pode positivar este meu comentário. E quem não gostou pode negativar kkkkkkk.

Carlos Roberto Oliveira
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
1 ano atrás

. Querem F…. , o Brasil !

Saldanha da Gama
Saldanha da Gama
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
1 ano atrás

kkkk essa foi boa, repara não são leitores assíduos do sputinik, pago um jantar se alguem adivinhar quem eh (teclado com defeito) e tem 3 chances.

Carlos Roberto Oliveira
Reply to  Meireles
1 ano atrás

. Deveríamos receber ao mesmo tempo pelo.menos 20 caças, para tapar o grande buraco aeronáutico do Brasil, pois o F5 é completamente obsesoleto em uma batalha aérea !

Marcos
Marcos
1 ano atrás

E a camuflagem? Vai ser essa mesmo? Sem a bandeira

Elias Gomes da silva
1 ano atrás

Parabéns a fab pelo talho que só um patriota sabe o significado.que é parabéns a todos

Elias Gomes da silva
1 ano atrás

E um passo gigante .

Vanderlei Ebert Moraes
Vanderlei Ebert Moraes
1 ano atrás

Tenho uma dúvida esses caça como q eles vem para o Brasil voando ou de navio

Barbosa
Barbosa
Reply to  Vanderlei Ebert Moraes
1 ano atrás

De navio

Guilherme Poggio
Reply to  Vanderlei Ebert Moraes
1 ano atrás

Em princípio por navio, assim como foram enviados os Gripen da África do Sul.

Juarez
Juarez
Reply to  Guilherme Poggio
1 ano atrás

Devem desembarcar em Itajaí, as primeiras onze células, sendo montadas em Navegantes e de lá voando até SJC.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Juarez
1 ano atrás

Não seria melhor no Rio, e montar em Santa Cruz?

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Rinaldo Nery
1 ano atrás

No Rio não, Coronel. Existe sempre a possibilidade de desaparecerem e irem parar aonde as vigas da perimetral estiverem hehehehe

Dagoberto guedes
Dagoberto guedes
1 ano atrás

Parabéns a todos nós que contribuímos a esta aquisição.

Eduardo
Eduardo
1 ano atrás

Emoção pura minha gente… Torcendo pra chegar logo, quero ver ele em São José dos Campos uhul!

Kemen
Kemen
1 ano atrás

Não esta na hora de fechar mais um contrato, do Gripen E, aproveitando a montagem de peças em produção do primeiro lote e custo, acredito eu, mais baixo ?

Dener
Dener
1 ano atrás

Depois do gripen e ,o Brasil deveria investir num conjunto de baterias anti aérea.

Colombelli
Colombelli
1 ano atrás

Eu questiono é o pacote de armas. Se fala de um lote de 14 pods, 20 misseis e 50 bombas spice divulgado uns 2 ou 3 anos atras. Mais recentemente teve os 100 meteors. O que há de seguro? E misseis antinavio? Agora é hora de tentar dar uma espremida no pessoal da fab pra arrancar alguma informacão.

Colombelli
Colombelli
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Acredito. É informação por natureza ainda mais sigilosa. Mas como estas ja foram divulgadas talvez não se reservem tanto.

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Sobre armamento SEMPRE será. É assunto sigiloso.

Renato
Renato
Reply to  Rinaldo Nery
1 ano atrás

Sempre sigiloso para o povo porque os principais países fabricantes de armamentos trocam informações sensíveis entre si qdo lhes é conveniente.

Leonardo M.
Leonardo M.
1 ano atrás

A MB se um dia quiser ter Porta avioes + Avioes embarcados a melhor solução é copiar os Italianos e ter um Porta Avioes igual o deles + 14 unidades do F-35B
Sairia 1/4 do valor de ter um porta Aviões de mais de 50mil ton e ter 30 avioes embarcados.