Home Aviação de Caça Bélgica, República Tcheca e Dinamarca assumem o policiamento aéreo da OTAN

Bélgica, República Tcheca e Dinamarca assumem o policiamento aéreo da OTAN

2040
4
Saab JAS 39C Gripen da Força Aérea Tcheca

A partir de setembro de 2019, as forças aéreas belga, tcheca e dinamarquesa assumirão a responsabilidade, com destacamentos de seus respectivos caças F-16, Gripens e F-16, de patrulharem os céus em apoio à missão da OTAN. Elas ajudarão as unidades das forças aéreas húngara, britânica e espanhola no papel de defesa aérea.

O Vipers belgas e dinamarqueses operarão a partir da base aérea de Siauliai (Lituânia), enquanto o Gripens voarão de Amari (Estônia). Os belgas terão a liderança geral da missão.

As aeronaves da OTAN interceptam rotineiramente aeronaves militares russas que voam perto das fronteiras dos países bálticos, que não seguem as normas internacionais de segurança aérea – como a apresentação de planos de voo e a comunicação com o controle do tráfego aéreo.

As aeronaves da OTAN em alerta são acionadas para acompanhá-las e observá-las.

FONTE: Scramble Magazine / FOTOS: UK Mod, Força Aérea Belga e Força Aérea Dinamarquesa

4
Deixe um comentário

avatar
4 Comment threads
0 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
TasoDuduAntunes 1980Fabio Araujo Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Deve ser interessante para a OTAN esse rodízio, aumenta a interoperabilidade das forças aéreas, mas não seria melhor esse países terem suas forças aéreas?

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Caças monomotores dando conta do recado.

Dudu
Visitante
Dudu

Boa sorte a todos!

Taso
Visitante
Taso

Bacana com a opção de ver o mapa na própria matéria. Cadê o Ivan do mapa, faz tempo não vejo comentários dele?

Abraços.