Home Aviação de Caça Novo caça da FAB voou mais rápido que os outros Gripen

Novo caça da FAB voou mais rápido que os outros Gripen

13636
183
Primeiro caça Saab JAS 39E Gripen da FAB decolando para seu voo inaugural

O primeiro caça Saab JAS 39E Gripen da Força Aérea Brasileira (FAB) fez seu primeiro voo em Linköping em 26 de agosto de 2019. A máquina 39-6001 agora em voo é a primeira aeronave de produção a ser entregue à FAB para um programa de voo de testes. Este é o quarto caça Gripen E a voar.

O Gripen E, 39-6001, decolou para seu primeiro voo na segunda-feira, 26 de agosto às 14h41 sob a comando do piloto de testes da Saab Richard Ljungberg. O voo de teste foi realizado no aeroporto de Saab, em Linköping.

“Essa conquista é uma prova da eficácia da cooperação sueco-brasileira. Cinco anos após a assinatura do contrato, o primeiro Gripen brasileiro já completou seu primeiro voo”, afirmou o CEO da Saab, Håkan Buskhe.

O voo durou 65 minutos e incluiu testes para garantir as características básicas de manuseio e voo da aeronave em várias altitudes e velocidades. O principal objetivo do voo era garantir que as características de voo da aeronave fossem as esperadas.

A primeira aeronave a ser entregue à Força Aérea Brasileira, fazendo seu primeiro voo de Linköping, é a primeira aeronave de produção. O 39-6001 continuará voos de teste na Suécia e não voará para o Brasil até mais tarde.

A maior diferença em relação ao avião de teste anterior é o novo layout do cockpit do 39-6001, que inclui um grande Wide Area Display (WAD), duas telas auxiliares menores (sHDD, Head down display) e um novo HUD (Head up display).

Outras diferenças notáveis ​​incluem um sistema de controle de voo atualizado com leis de controle atualizadas. Além disso, outras pequenas atualizações de hardware e software foram feitas na máquina.

“O voo decorreu sem problemas e a aeronave se comportou exatamente como em plataformas de teste e simuladores. Também foi a primeira vez que um Wide Area Display em um cockpit foi testado em voo. Posso dizer que confirmou minhas próprias expectativas”, disse Richard Ljungberg, piloto de testes da Saab.

A entrada do 39-6001 no programa de voo de teste o expandirá ainda mais em termos de características de voo, sistemas táticos e sensores.

Um representante da Saab confirmou ao Lentoposti.fi que o novo caça havia voado a uma velocidade maior do que qualquer outro Gripen já havia voado. O caça também estava programado para realizar medições transversais precisas de radar e outros testes durante o final do verão. Durante esse teste, a máquina será elevada em uma posição alta.

O 39-6001 recebe o número de código F-39 4100 na Força Aérea Brasileira.

O programa piloto de caça Gripen E foi feito em três aviões. As aeronaves de teste são 39-8, 39-9 e 39-10. Além disso, o programa de voo de teste também inclui o 39-7, um caça Gripen D modificado de dois lugares (Gripen NG Demo).

Segundo a Saab, até o final de 2019, oito ou nove aeronaves Gripen E estarão no ar.

Os primeiros caças multifuncionais Gripen E serão entregues à Força Aérea Brasileira e Sueca em 2019. No entanto, o avião de caça será transportado para o Brasil apenas em uma data posterior.

O Gripen E é um dos candidatos ao projeto HX para substituir os Hornets da Força Aérea Finlandesa.

FONTE: lentoposti.fi

183
Deixe um comentário

avatar
31 Comment threads
152 Thread replies
2 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
86 Comment authors
JonathanVitor Bruno Fonseca RodriguesAntonio AraujojodreskiPPrr Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

“Um representante da Saab confirmou ao Lentoposti.fi que o novo caça havia voado a uma velocidade maior do que qualquer outro Gripen já havia voado.”

É por isso que eu digo: caça é como mulher, não se empresta. Você deixa o sueco dar uma volta num caça 0 km e ele já vai testar velocidade máxima, nem respeita o tempo de amaciamento do motor.

/S

Alexandre
Visitante
Alexandre

De cara já pensou, não é meu mesmo kkkkkkk. Brincadeiras a parte estou muito feliz e espero em breve ver a máquina aqui. Deus abençoe ao Brasil.

Wilson
Visitante
Wilson

Como dizia o filósofo Romário….já quer sentar na janela…..

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

kkkkkkkkkkkk

Flanker56
Visitante
Flanker56

Fiquei admirado que o piloto de teste da FAB ou da Embraer não tenha participado de voo de teste.

Flanker
Visitante
Flanker

Eu não tenho propriedade de nome de nick nenhum, mas com tanto nome, tem que colocar Flanker também? Putz, é cada uma, hein?!…..

Tupolev
Visitante
Tupolev

Podia ter colocado MIG

Kemen
Visitante
Kemen

Turbina não precisa amaciar, já vem testada e amaciada de fábrica.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Whoooooosh

PPrr
Visitante
PPrr

parei em “turbina”

jodreski
Visitante
jodreski

Turbina amigo??? sério mesmo?

cirqueira
Visitante
cirqueira

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Rafael Coimbra
Visitante
Rafael Coimbra

O F-39 brasileiro não vem com IRIST?

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Deverá ser instalado mais tarde. Por enquanto, só me lembro de ver o avião de testes 39-7 com o IRST, cujos testes estão focados nos sistemas de combate e sensores

JPC3
Visitante
JPC3

Virá amigo, só não precisa fazer parte dos testes por enquanto. Embora tenha uma pequena influência na performance.

Justin Case
Visitante
Justin Case

Amigos, boa noite.

Abertura de envelope de velocidade máxima no primeiro voo? Truco!
Deve ter sido o que voou mais rápido, quer dizer, entre a data do início da montagem até a data do primeiro voo…
Abraços,

Justin

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Também estranhei quando vi a matéria publicada, Justin (lembro que já não publico nada há anos, só leio, porque estou de “licença” da Trilogia por conta do meu doutorado em andamento). Mas, caso haja erro, deve-se dar um desconto pela dificuldade em traduzir do finlandês.

O trecho original é este, caso queiram conferir e traduzir.

“Saabin edustaja vahvisti Lentoposti.fi:lle uuden hävittäjän lentäneen suuremmalla nopeudella, kuin millään Gripenillä on koskaan lennetty.”

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Confesso que se me falam isso tudo aí na rua, Nunão, eu provavelmente responderia que ‘É A MÃE!’ mas nesse caso eu acho que passa em branco.

Na verdade, eu interpretei que dos protótipos usados no programa de desenvolvimento dos Gripen E/F, acredito que esse tenha sido o que voou mais rápido até o momento.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Sim, é outra interpretação possível, que tenha voado mais rápido que os Gripen E que voaram antes dele.

Justin Case
Visitante
Justin Case

Olá, Nunão. É um prazer podermos interagir novamente. Eu já tinha acessado o artigo finlandês, e ele diz exatamente o que foi publicado no Poder Aéreo. Por outro lado, sei perfeitamente que no primeiro voo, mesmo de produção de aeronave certificada ou depois de revisão maior, o que se faz é um cheque completo de sistemas de voo e operacionais. Em muitos casos, mais do que um voo é necessário apenas para checar o funcionamento normal. Não faria o menor sentido jogar combustível fora para acelerar a Mach 2, deixando de testar sistemas normais. Só se foi para fazer propaganda,… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Olá Justin, o prazer é meu.
Compartilho do seu estranhamento.

Flanker
Visitante
Flanker

Justin e Nunão, e outros colegas, acho que vocês estão sendo muito literais! O que o texto quis dizer é que o avião brasileiro foi o Gripen E que voou mais rápido até agora. Não estava se referindo ao universo de Gripens voando pelo mundo afora…

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Compartilho da opinião do Flanker original. Ninguem falou que o nosso Gripen ultrapassou a velocidade do som, mas sim que atingiu uma velocidade maior do que os outros tres prototipos (até agora). Quando trabalhei na Suecia aprendi que eles são assim, alias como varios outros europeus, tais como alemaes e portugueses. Por falar na dificuldade de tradução, caro Nunão, realmente não e uma coisa facil, principalmente por causa dos diversos caracteres, espcialmente diferentes entre os tres paises nordicos. Mas se vc ouve um noruegues falando com um sueco, ambos em seus idiomas nativos (o que acredito que também vc ja… Read more »

Chris
Visitante
Chris

O colocaram até na velocidade máxima? E vai até para a altitude (Provavelmente) máxima? Por que não usam os outros caças pra esses testes?

Se fosse um carro que eu havia comprado… Eu iria ficar muito puto ! heheh

ALEXANDRE
Visitante
ALEXANDRE

Acho q os testes vao ser mais pesados agora qnd estao na forma finalizada e prestes a entrar na linha de produção

Flanker
Visitante
Flanker

Onde, no texto, está escrito que ele voou em velocidade e altitude máximas?

nonato
Visitante
nonato

Talvez os outros voaram a 500 km/h e o brasileiro a 600 km/h.

Papan
Visitante
Papan

Pois é! A informação vai se distorcendo até o final da fila! Kkkkkkkkkkkk

Jmgboston
Visitante
Jmgboston

Sei que a galera não vai gostar mas estou tentando sentir orgulho de um caça feito por um país miniatura e voado pela primeira vez por um estrangeiro. Alguem por favor me diga qual é o motivo de orgulho nessa história. Onde esta o produto final genuinamente nacional. E nem estou falando do motor que é General Electric. Falam mal do F35 por motivos mínimos mas ao menos os americanos podem pintar na fuselagem MADE IN AMERICA e com muito orgulho. Visitei o museu da USAF in Dayton, Ohio e vi ali tecnologia de 50 anos atras que até hoje… Read more »

Augusto Mota
Visitante
Augusto Mota

Jmgboston, noutro dia tava assistindo o History Channel sobre o projeto Apolo, os americanos faziam tudo aquilo nos anos 60(!!!!), coisas que até hoje nenhum centro de pesquisa ou universidade brasileira sabe fazer, naquela época o MIT construía giroscópios que pilotavam um avião sozinhos, realmente os caras arrebemtam, infelizmente estamos dormindo em berço esplêndido, também não vejo nenhum motivo para comemorar, a não ser que acredito que o novo governo vai lançar a semente para o Brasil crescer de verdade, quem sabe daqui a uns 30 anos a gente chega no nível de uma Coréia do Sul, por exemplo. Fora… Read more »

Falcon
Visitante
Falcon

Enquanto idolatrarem lideres politicos que se gaba de não ter estudado, a nossa pesquisa sera relegada a segundo plano sempre …

Camargoer
Visitante
Camargoer

Olá Falcon. Há anos coloco sugestões de artigos, teses, livros, relatórios disponíveis na internet para ajudar na discussão, que são ignorados algumas vezes. Chamei esse comportamento generalizado de ignorar a ciência de “Chutocracia”. Eu fico surpreso e decepcionado é com aqueles que concluíram o nível superior e ainda assim se gabam de sua ignorância.

Renato B.
Visitante
Renato B.

Idiocracia uber alles.

Dudu
Visitante
Dudu

Augusto:
Ouso me intrometer-Se for em 30 anos será esplêndido!Mas veja:
A Coréia do sul investiu fortemente em educação.Justamente o contrário que está aí…

Kemen
Visitante
Kemen

jmgboston, também estive no museu, fiquei impresionado com a industria aeronautica norte americana ao longo dos tempos, e com o proprio museu, só não gostei de uma coisa, a sala onde colocam os irmãos Wright como pais da aviação e nem mencionam Santos Dumont.

Rafaelsrs
Visitante
Rafaelsrs

Mas aí, quando “nosso presidente” veta dinheiro de pesquisas para comprar a reforma da previdência uma galera grita: “micto! micto!”
Toda a pesquisa americana de alta tecnologia é financiada por dinheiro estatal e completamente restrita a eles ou a quem eles decidem compartilhar, em parte!

Rodrigo M
Visitante
Rodrigo M

O que é um “micto”?

Dudu
Visitante
Dudu

Rodrigo:
Acho que é algo chamado de mito mas que na verdade é um mico hehe.

JPC3
Visitante
JPC3

Não foi o que aconteceu. Chega de fakenews.

JPC3
Visitante
JPC3

Ele não comprou reforma, foi chantageado isso sim.

Falta honestidade nesse país…. É triste.

Rafaelsrs
Visitante
Rafaelsrs

então era só não se dobrar, colocar a boca no trombone, denunciar todos os deputados que pediram dinheiro.
Não utilizem nomes bonitos que escondem coisas feias: essas “emendas” são nada mais, nada menos que compra de votos, não acreditem nessa desculpinha de que a Constituição Federal obriga o Presidente a liberar essas emendas, contingenciou para comprar votos, o ministro astronauta já falou que em Setembro o dinheiro do CNPq e da CAPES acaba, todas as pesquisas serão paralisadas mas o que importa é que o deus mercado conseguiu sua reforma…

JPC3
Visitante
JPC3

Denunciou diversas vezes.

E também não sei porque está criticando porque outros presidentes fizeram isso inúmeras vezes, na realidade só se mantiveram no poder distribuindo cargos e privilégios.

Acorda é Brasil

pedroptdc
Visitante
pedroptdc

Ele não veio pra mudar a velha política?

JPC3
Visitante
JPC3

Veio, mas não dá para governar sem a cooperação dos deputados e senadores, para fazer de outra forma só com ditadura militar.

Como vai mudar alguma coisa se metade do país faz tudo para não mudar?

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

A única coisa que bolsonaro fez até agora foi envergonhar o Brasil e fragiliza lo diplomaticamente.

Mas, não é assunto meu

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

então desliga a TV ou troca de canal…só globo está te fazendo mal!

EduardoSP
Visitante
EduardoSP

Assim é se lhe parece.

Maurício
Visitante
Maurício

Caro, vc já viu quanto de dinheiro é colocado nas universidades brasileiras? Acredito que deva sim ter um investimento grande na pesquisa, porem um grande problema é como o dinheiro investido é empregado.

João Moro
Visitante
João Moro

O ponto crucial é esse: … “como o dinheiro investido é empregado”, para que fim.

Vitor Bruno Fonseca Rodrigues
Visitante
Vitor Bruno Fonseca Rodrigues

Para manter cursos que não trazem nada de inovação ao país. Gostaria de saber o número de filósofos, sociólogos e afins que são formados nas universidades públicas brasileiras; quantos anos em média frequentam os cursos até o concluírem e que benefícios trazem ao pais.

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX
João Moro
Visitante
João Moro

Destaco nesse comentário vários erros:
1 – Não foi comprada a reforma da Previdência;
2 – As pesquisas tecnológicas nos EUA são também patrocinadas com dinheiro privado, e são muitas;
3 – Não adianta investir em projetos da área sociológica e filosófica. Tem que investir em projetos de engenharia.

Cassiano
Visitante
Cassiano

Exatamente João,
Não adianta investir em sociologia, filosofia, maconharia, etc..
O brasil deveria investir em engenharia, marketing, TI, comunicação, pesquisa e desenvolvimento, telecomunicações voltada ao setor aeroespacial, desenvolvimento de drones, ampliar e desenvolver novas matérias primas voltadas à fuselagem, etc…
2 – Para quem acha que o governo vai mudar o que está errado, esquece meu amigo…Podem colocar uns 8 anos de faxina em cargos estratégicos. Muitas boquinhas públicas doutores em mimimi ainda estão esperneando!
3- (Muitos setores do Brasil estão quebrados, a realidade é essa! acabou o dinheiro socialista!)

Camargoer
Visitante
Camargoer

Caro Cassiano. Uma das mais inovadoras áreas de pesquisa é a interface homem-máquina, que tem sido desenvolvida por grupos de antropologia e sociologia. Os avanços em epidemiologia dependem do mapeamento sócio-econômico-educacional. Marketing é uma mistura de psicologia e sociologia. A pesquisa em novos materiais odontológicos resulta da combinação de químicos, dentistas, biólogos, engenheiros e assistentes sociais.

Camargoer
Visitante
Camargoer

Caro João. No Brasil, os investimentos em P&D com recursos privados são da ordem de R$ 70 bilhões por ano, que é mais ou menos o mesmo valor de recursos públicos. A maior parte desses recursos são destinados para custear pessoal. A pesquisa no setor industrial é principalmente incremental e adaptativa, focada no desenvolvimento de produtos. A pesquisa básica e de novas tecnologias é custeada por recursos públicos, seja diretamente ou por abatimento no imposto. Além do MCT, o MinSaude financia cerca de 1/3 das pesquisas em saúde por meio do SUS. No Brasil, cerca de 2/3 dos doutores estão… Read more »

Kemen
Visitante
Kemen

Rafaelsrs, não é toda alta tecnologia que é financiada pelo estado, é uma luta de uma empresa querendo sobrepujar a outra, é uma “luta de leões” o capital aberto e liberal, onde os fortes, com dinheiro para investir ou financiado, ou próprio, os mais espertos com as idéias certas ou que conseguem ver o que o futuro espera em cada ramo de negócio e produção, estão sempre na dianteira. Muito trabalho bem feito e muita luta.

Camargoer
Visitante
Camargoer

Caro Kemen. Uma industria investe em desenvolvimento de produto usando uma tecnologia testada, homologada e aceita no mercado. Novas tecnologias (portanto de risco) são desenvolvidas a fundo perdido, geralmente recurso público. Quando uma empresa usa recurso próprio, ela tem consegue abater nos impostos. Alás, novas tecnologias são resultado da pesquisa básica. A base para uma tecnologia nova é a descoberta científica. Um tecnologia baseada em um conhecimento consolidado não é nova, é pesquisa incremental. O mais interessante é que a pesquisa básica é colaborativa, não predadora.

Kemen
Visitante
Kemen

Os investimento públicos em pesquisa lá geralmente são destinados a NASA, e empresas do governo norte americano, ou até supridoras associadas. Não fazem investimentos em empresas privadas de capital aberto.

Camargoer
Visitante
Camargoer

Caro Kemen. Os maiores orçamentos de pesquisa são os de defesa (us$ 95 bilhões) e de saúde (NIH – us$ 39 bilhies) sendo o orçamento da NSF (us$ 8 bilhões). O orçamento da NASA e de us$ 20 bilhões.

Marcos Cooper
Visitante
Marcos Cooper

Parei no ,país miniatura “!
Quanta ignorância…

Renato
Visitante
Renato

A diferença entre a Suécia e os EUA é cristalina. Enquanto os Suecos fazem transferência tecnológica de projeto de um caça, os EUA atė para vender mísseis ou bombas para seus caças vendidos, precisam da aprovaçåo do congresso americano e via de regra ė negado. Vide que nem Israel tido como aliado consegue usufruir de toda a tecnologia dos F-35 por conta do embargo do congresso americano. Enquanto isso na América do Sul, um país de língua portuguesa, vende a preço de banana sua ÚNICA empresa aeronáutica e.de vital importância para sua segurança nacional. Aí mano, fica difícil de competir… Read more »

Wagner
Visitante
Wagner

Setor de defesa nao foi vendido. Embraer não é estatal ha anos.

JT8D
Visitante
JT8D

Que bom que você está feliz aí na “America”. Continue por aí. Abs

JT8D
Visitante
JT8D

Espero que você saiba que este “país miniatura” é maior do que a Inglaterra e também maior do que a Alemanha, dois paises que estão tecnologicamente e economicamente muito à frente do Brasil. Aliás a Suécia também é maior do que a Coreia do Sul e do que o Japão, dois outros gigantes econômicos e tecnológicos. Portanto, o seu comentário é desrespeitoso, preconceituoso e desinformado

Kemen
Visitante
Kemen

JT8D, depende do que você esteja comparando entre a Suecia e a Coreia do Sul, ambos os paises tem coisas melhores e piores. No Japão, um colega que voltou de lá me disse que ali as coisas são muito organizadas, o comportamento da população muito educada e muito esclarecida ajuda, a recuperação após os terriveis desastres naturais diz tudo. Sobre a Suecia que é um pais de capital aberto, o suporte social do estado à população em geral em diversas coisas chega a ser inimaginavel e funciona, por outro lado os impostos são altos.

Dudu
Visitante
Dudu

Jmgboston: São poucos os países que podem desenvolver caças.Não existe a necessidade de ser genuinamente nacional,isso nunca foi aventado.Acho que estás confuso.O nosso orgulho vem do fato de,depois de muitos anos,termos um caça atualizado.E que será o melhor na nossa região.”Motivos mínimos” para falar mal do F-35 é bondade gigantesca sua…E é claro que os EUA estão muitíssimo á nossa frente em tecnologia,me admira tú precisares ir a um museu,qualquer que seja,para se flagrar de algo tão óbvio.A Suécia não é o único país de tamanho pequeno que é mais desenvolvido que nós.O caso é que a quase totalidade eles,já… Read more »

Demoad.
Visitante
Demoad.

Acredito que a capacidade de projetar e construir equipamento militar tecnologicamente atualizado é essencial para um país com o perfil do Brasil. É estrategico sob varios pontos de vista.

Dudu
Visitante
Dudu

Demoad.:
Sem dúvida.Apenas busquei salientar a realidade atual com a qual precisamos conviver com serenidade,atitude que se opõe a certas “cornetas”,vamos dizer assim.

Sincero Brasileiro da Silva
Visitante
Sincero Brasileiro da Silva

“vi ali tecnologia de 50 anos atrás que até hoje não sabemos como fazer.” Vc tem toda razão! É mais fácil para essas pessoas tentar se enganar criticando a China (que copia mas também cria) do que admitir sua incapacidade!

Roberto R. MOLA
Visitante
Roberto R. MOLA

Certamente que “a galera” não vai gostar, afinal de contas – eu, pelo menos – não gosto de ver quem opina sobre algo que não conhece ou procura as respostas à suas dúvidas nos locais errados. Vem pra cá e peça pra visitar a Embraer, por exemplo (você já foi? Eu fui!). Ali você vai começar a enxergar o que você não viu em Dayton (local errado). Agora para o Augusto Mota, no comentário seguinte ao seu: com toda essa capacidade tecnológica avançadíssima dos EUA, em 2003 ninguém conseguiu fazer voar uma réplica do Wright “Flyer” (entre aspas, mesmo) I!… Read more »

Vitor
Visitante
Vitor

Quando iniciam o treinamento da primeira turma de pilotos?

RafaelGM
Visitante
RafaelGM

Futuro matador de Rafale.

MBP77
Visitante
MBP77

De Rafale, eu não sei.
Mas que já causou muitas vítimas entre os fãs do caça francês por nossas bandas, isso já causou! 🙂
Sds.

Kemen
Visitante
Kemen

RafaelGM (esse GM é de general Motors?), vamos declarar guerra à França, Egito ou India? E talvez depois à Suiça? kkkkkkkk.

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Todos sabem do não alinhamento da Suécia, mas em verdade a principal ameça – na visão deles e explicitamente divulgada em meios oficiais – está do outro lado do Báltico. Ou seja, o Gripen foi feito para enfrentar os MiG e os Sukhoi de igual para igual.

Nilson
Visitante
Nilson

Esses foram desenvolvidos com características exigidas pela FAB, inclusive com autonomia muito maior, devido às dimensões continentais do Brasil. É um vetor exclusivo para o Brasil.

marcus
Visitante
marcus

Olha o chute!!!!! Exclusivo para o Brasil?????? Onde você leu isso? No BolsoNews? A Suécia também vai utilizar modelos NG e vai tentar vende-los também.

João Moro
Visitante
João Moro

O comentário perdeu a relevância no “… No BolsoNews”.

Guilherme Poggio
Editor
Famed Member

Nilson, não foi não. Quando o Brasil entrou para o programa a performance da aeronave já estava totalmente definida pelos requisitos da Força Aérea Sueca. O Brasil simplesmente viu que aqueles requisitos o atendiam também.

Kemen
Visitante
Kemen

Guuilherme, apesar de ser um asombro, cada vez mais acredito na informação que encontrei sobre o fator de carga ser 9. Reforça a idéia de um caça muiiito manobravel. Entretanto vou aguardar dados oficiais.

RafaelGM
Visitante
RafaelGM

Para a Suécia, o Gripen foi feito para enfrentar principalmente os MiG e Sukhoi. Mas para o Brasil, pensando em um hipotético possível confronto contra os franceses, sim, o Gripen é o futuro matador de Rafale.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Leia minha true type font: NÃO VAI TER GUERRA OU CONFLITO ARMADO ENTRE BRASIL E FRANÇA.

Talvez agora tenha ficado mais claro.

Se toda crise internacional pessoal ficar histérico assim, vou abrir uma loja que vai vender apenas rivotril e ganhar uma grana.

RafaelGM
Visitante
RafaelGM

“pensando em um HIPOTÉTICO POSSÍVEL confronto contra os franceses”

Em alguma parte você leu eu afirmando que vai ter guerra?

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Queira me desculpar pela falta de pormenores.

NÃO VAI TER GUERRA, NEM HIPOTÉTICA, NEM ARMADA, ENTRE BRASIL E FRANÇA.

Prooooonto. Agora acho que ficou mais exato 😛

João Moro
Visitante
João Moro

Leandro, todos tem liberdade para supor ou criar hipóteses. Isso enriquece o debate. Não sera intolerante…

RENAN
Visitante
RENAN

Tá quanto a caixa de Rivotril CEP de SP

nonato
Visitante
nonato

Usando o meteor feito na França?
🤔

Flanker
Visitante
Flanker

Conflito contra os franceses? Quando? Por que? Por causa desse bate-boca do Macron com Bolsonaro? Isso é só briga de comadres…

filipe
Visitante
filipe

RafaelGM imagino no lançamento ao mar do Riachuelo ou do SNBR Alvaro Alberto, você vai chamar ele de matador de suffren ou matador do Le Terrible… kkkkkk , A França afrontou a nossa soberania , ou o Macron foi pouco diplomático.. kkk

RafaelGM
Visitante
RafaelGM

Calma amigo, eu apenas fiz uma brincadeira fazendo alusão a toda essa crise envolvendo o presidente Croissant e sua idéia de criação de status internacional para a Amazônia, que claramente seu único interesse, é gerar uma crise em escala global contra nosso país, para fins de roubar as riquezas da nossa Amazônia.

marcelo baptista
Visitante
marcelo baptista

Não, ele não pensou em roubar nossas riquezas, ele esta pensando no índice de popularidade dele, e nas próximas eleições, simples assim, a coisa mais normal do mundo em politica.
A diferença é que ambos foram muito mal educados um com o outro. Coisa de moleque.

João Moro
Visitante
João Moro

Falou tudo!!

Kemen
Visitante
Kemen

RafaelGM amigão, isso é “briguinha de irmãos” o Macron quer tirar suas vantagens e o Bolsonaro já conseguiu as suas, dinheiro vem ai para cobrir os gastos com os apaga incêndios, a fiscalização dos desmatamentos ilegais, e também indiretamente a extração ilegal de ouro na região. A Amazônia no nosso território é nossa, o mundo inteiro sabe que chegar ali seria pior que entrar num “ninho de vespas”.

Demoad.
Visitante
Demoad.

O Macron quer roubar nossas riquezas, vacina é veneno e a terra é plana.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Filipe, afrontou? Informar o bolsonaro que não se deve deixar um incêndio lavrar a Amazónia durante um mês é uma afronta?
Informar bolsonaro que as suas atitudes e afirmações não são dignas de um presidente de um país como o Brasil, é uma afronta?
Menos, muito menos…. A França parece um inimigo porque bolsonaro e alguns de vocês assim o querem que seja, o aliado de estimação de Lula nunca seria bem aceite por bolsonaro e está aí, perfeitamente claro, o motivo do embate com macron.

Wagner
Visitante
Wagner

Quanto lixo. Puro ignorantês. Típico.

teropode
Visitante

Espero que ele continue voando rápido, assim os cortes de orçamento não o alcançam, mas outra coisa , o pessoal indiano tá dizendo que o Tejas e semelhante ao Gripen E , um pouco mais caro , então deduzo que não vai dar Gripen na Índia , a fala joga cal nas pretensões suecas na Índia.

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Ter alcançado uma velocidade maior que qualquer outro Gripen já produzido deve ter sido por conta das modificações de hardware e software do caça, isso não quer dizer que essa venha a ser a velocidade de operação, estes primeiros Gripens produzidos vão ser para isso testar novas idéias que poderão ou não ficar nos caças de linha! Mas não deixa de ser um dado interessante ter o recorde de velocidade dos Gripens!

Edson Medeiros De Almeida
Visitante
Edson Medeiros De Almeida

Não amigo ,o motor dos outros gripens são volvo ( suecos ) e esse é general elétric(Estadunidense). Tem mais potência,mas por outro lado não gostei .por que envolveu um terceiro país na história, e se eles pararem de fornecer o motor?

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Edson,
Os motores anteriores eram da GE, fabricados pela Volvo sob licença e, se não me engano, ainda tinham partes fornecidas pelos EUA e partes produzidas na Suécia. Ou seja, os EUA já estavam envolvidos, como “terceiros”, desde as gerações anteriores do Gripen. Antes dele, o Viggen usava motor de origem americana, com partes modificadas na Suécia, feito sob licença pela Volvo e o Draken usava um motor de origem britânica, também feito sob licença.

Matheus
Visitante
Matheus

Quando eu disse que o primeiro Gripen ainda viria esse ano para o Brasil me negativaram, agora engulam!

BILL27
Visitante
BILL27

Os primeiros caças multifuncionais Gripen E serão entregues à Força Aérea Brasileira e Sueca em 2019. No entanto, o avião de caça será transportado para o Brasil apenas em uma data posterior.

Data posterior = 2021

Marcos Andrey
Visitante
Marcos Andrey

Tu leu o post inteiro????

Flanker
Visitante
Flanker

Pelo visto, não!! Leu até ali e já quis escrever pra provocar…

Fernando EMB
Visitante
Fernando EMB

“O pior cego é aquele que não quer enxergar.”

Camargoer
Visitante
Camargoer

Olá Fernando. Tem coisa que quando pensamos fora do contexto, revelam coisas surpreendentes. “O pior cego é aquele que não quer enxergar”. Talvez a melhor postura para alguém que tenha uma cegueira irreversível seja se conformar com sua situação e focar seus esforços par contornar isso (adquirindo por exemplo outras habilidades). Ou alguém que apresente uma cegueira parcial não precise querer enxergar mais para conquistar uma vida plena (considerando as opções tecnológicas). Talvez até seja responsabilidade de sociedade dar maior apoio ao deficiente visual ao invés de colocar toda a pressão sobre ele. Talvez a vontade de querer enxergar do… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Camargoer, O tema sobre mudar pontos de vista e ter outra percepção sobre limites é interessante, e complementa de forma real as eventuais soluções – sejam de intervenção médica ou de abertura da cabeça a outras possibilidades – contidas na metáfora. Mas sempre entendi esse ditado como uma metáfora bem mais simples: é a pessoa que não tem deficiência visual mas se recusa a ver algo que está à sua frente, por teimosia, por estar completamente arraigada a uma visão das coisas, ou por não querer encarar a realidade dos fatos. É semelhante ao que, por exemplo, você mesmo relatou… Read more »

Camargoer
Visitante
Camargoer

Olá Nunão. Acho que o contexto do “ditado popular” é esse mesmo
que você e o FernandoEMB colocaram, sobre como é difícil colaborar com aquele que nunca quer ceder. Contudo, há também a chance do “cego” desconhecer sua própria limitação (como pedir para alguém que nasceu cego querer enxergar? ou achar que é apenas preguiça do daltônico confundir verde e vermelho), o que pode nos levar a sermos injustos e arrogantes porque “sabemos ver. Ás vezes rever um bom filme ou um bom livro depois de anos é como ver algo novo.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Sem dúvida, Camargoer.

Dudu
Visitante
Dudu

Nunão:
Vou dar uma de intrometido.Sempre achei meio bobo esse ditado,como alguns outros.Pois pra mim o pior é ser cego,ou seja a pior situação é a de quem não pode ver,isto é,o cego mesmo.E claro que é só uma metáfora,e existe uma questão de interpretá-la.Mas fica uma pontinha de insensibilidade com essa condição,além da falta de lógica.

Rafael Oliveira
Visitante
Rafael Oliveira

Ou seja, não bastasse não ter entendido na primeira vez, você ainda não entendeu que ainda não vem para o Brasil esse ano e ainda quer pagar de espertão?

Jef2019
Visitante
Jef2019

Pelo que vi em entrevistas qdo da escolha do gripen a previsao de entrega à fab era para 2018…porque agora falam em entrega so em 2021? Tem algo a ver com contigenciamento de verbas? Alguem saberia o motivo do atraso? Estamos precisando urgentemente deles ainda mais com as ameacas da Amazônia

Nilson
Visitante
Nilson

Começarão a chegar ainda esse ano (2019).

Sidy
Visitante
Sidy

Os primeiros Gripens da FAB só chegarão aqui em 2021…. aqui mesmo no Poder Aéreo há um cronograma de entrega, de quase dois anos atras. Veja no link:

https://www.aereo.jor.br/2017/10/03/cronograma-detalhado-do-caca-gripen-da-fab-na-campanha-institucional-dimensao-22/

Flanker
Visitante
Flanker

Peloamordedeus!!! Haja saco……o cronograma de entrega dos Geipen para a FAB já foi falado um milhão de vezes…..e continuam escrevndo bobagem….

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

O comprimento foi aumentado em 30 cm e, pelo que pude constatar comparando imagens de Gripen C com Gripen E, esse aumento deve se concentrar na última seção da fuselagem, entre o bordo de fuga das asas e a tubeira.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Roberto,

Nesse comparativo de imagens fica mais fácil ver o que estou falando sobre a fuselagem traseira, provavelmente, ser ligeiramente mais longa no Gripen E, em relação ao Gripen C.

Lembrando que estamos falando de apenas 30cm, num comprimento de 5,2m, o que não é muito fácil de perceber.
comment image

Kemen
Visitante
Kemen

Fernando, desculpe a pergunta mas tem certeza que são só 30 cm a mais? Andei lendo 14,1 x 15,2.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Kemen, certeza, conforme os dados da Saab que postei aqui mesmo, ontem ou anteontem. Seguem de novo pra vc conferir. Gripen C: comprimento total 14,9m https://saab.com/globalassets/gripen.com/downloads/gripen_c_factsheet.pdf Gripen E: comprimento total 15,2m https://saab.com/globalassets/gripen.com/downloads/gripen-e-fact-sheet–en.pdf Comprimento de 14,1m para o Gripen C é sem o tubo de pitot, pelo que me lembro de material antigo de divulgação. Já vi inúmeros comentaristas, além de algumas matérias e vídeos da mídia especializada, fazerem essa confusão. E a informação errada vai se propagando, ano após ano, com gente comparando o comprimento de uma versão excluindo o tubo de pitot e de outra versão incluindo o dito… Read more »

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

muito bom Roberto, mas acho difícil conseguirem 1litros…creio mais em 600/700, lendo e imaginando toda sua bela colocação, o que daria uma autonomia final mairo, mas nada que se possa dizer: “40% a mais” lembrando que o caça é mais de 1 tonelada mais pesado também…

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Para ajudar na discussões de vocês, com os dados da própria Saab:

Capacidade de combustível interno do Gripen C: >2.400kg
Capacidade de combustível interno do Gripen E: 3.400kg

Ou seja, o Gripen E tem capacidade para aproximadamente 1.000kg a mais de combustível interno, num incremento próximo a 40% em relação aos cerca de 2.400kg do Gripen C.

https://saab.com/globalassets/gripen.com/downloads/gripen_c_factsheet.pdf

https://saab.com/globalassets/gripen.com/downloads/gripen-e-fact-sheet–en.pdf

Quanto às mudanças no posicionamento do trem de pouso, ampliação da capacidade interna de combustível etc, foram publicadas dezenas de matérias aqui no Poder Aéreo, desde esta primeira abaixo, que escrevi em 2011, mas que ainda continua válida para satisfazer boa parte da curiosidade:

https://www.aereo.jor.br/2011/01/14/o-trem-de-pouso-do-gripen-ng-demo-comparado-a-outras-versoes/

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Roberto, apesar do link abaixo ser de dez anos atrás (quando o Gripen NG Demo, um Gripen D modificado, já havia voado para demonstrar essa e outras mudanças), o que torna bem possível haver mais mudanças de monta no projeto da fuselagem central e do novo tanque de combustível, ele pode ajudar a visualizar como os tanques internos maiores se posicionam nesta parte da fuselagem reprojetada.

Veja as imagens na página 30 do pdf.

http://www.jsfnieuws.nl/wp-content/DutchAirForceAssociation_Gripen_2009.pdf

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Agora eu é que não entendi o que você escreveu, Roberto. Uma coisa é a ilustração de 2009 que mandei há pouco, mostrando uma parte da mudança estrutural, invisível externamente, e outra é a grande alteração bastante visível externamente, no link de matéria de 2011, que compara o Gripen NG Demo (biposto chamado hoje de avião de testes 39-7, e que foi seguido dos monopostos 39-8, 39-9 e pelo primeiro dos 36 do Brasil) com caças Gripen da geração anterior. No Gripen E agora há duas grandes carenagens na parte inferior das raízes das asas, muito maiores que no Gripen… Read more »

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

muito bom, Roberto…quanto tu achas que o Gripen E/F terá de autonomia (%) a mais em relação ao C/D? acreditas em tanques conformais para ele, já que tem uma boa motorização? a questão de redução do payload, comentado à uns 2 anos, tem mais a ver com os hard points do que com a “incapacidade” do motor? que tu achas?

Francisco AMX
Visitante
Francisco AMX

sobre os hard points não era a quantidade e sim capacidade de payload… que foi reduzido do projeto que a FAB comprou para o protótipo…

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

É ansiedade que fala?

Claudio
Visitante
Claudio

Eu me lembro quando a AEL foi escolhida para fornecer os displays wad, muitos criticaram, falaram que não iria funcionar, por não ter experiência nesse tipo de tecnologia , hoje está aí voando, desenvolvido totalmente no Brasil, de tão bom que ficou a Suécia irá implantar em seu gripens também, um caso raro de transferência inversa de tecnologia ,se muitos deixasse de birra e acreditassem em nossa capacidade e deixasse essa mentalidade de complexo vira-lata, já seríamos uma potência , independente e soberana, que bom que macron abriu os olhos de muitos , que aprendemos com os erros e de… Read more »

EduardoSP
Visitante
EduardoSP

A AEL é uma subsidiária da empresa israelense Elbit Systems. Embora desenvolvido no Brasil, é deles a tecnologia utilizada no WAD.

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Que venha logo para tomar o lugar do Mirage como vetor de interceptação de superioridade aérea… (Falei certo Bosco?) O que importa é vir logo para o país…

Gabriel BR
Visitante
Gabriel BR

O Novo Gripen tem menor peso devido aos materiais compostos empregados na confecção da aeronave…peso menor e motor mais potente = mais eficiência energética e aerodinâmica.

Rodrigo M
Visitante
Rodrigo M

Pelo contrário, o novo Gripen E tem maior peso em relação a versão anterior (Gripen C).

DSC
Visitante
DSC

Menor peso??! Comparado com que aeronave? Com o Gripen C?
Com o Gripen C não. É mais pesado.

https://saab.com/globalassets/gripen.com/downloads/gripen_c_factsheet.pdf

https://saab.com/globalassets/gripen.com/downloads/gripen-e-fact-sheet–en.pdf

Gripen C:
Basic mass empty 6800 kg
Internal fuel > 2400 kg
Max takeoff weight 14000 kg

Gripen E:
Basic mass empty 8000 kg
Internal fuel 3400 kg
Max takeoff weight 16500 kg

DSC
Visitante
DSC

e já agora, para aqueles mais interessados e curiosos… 🙂

A 100% combustível interno e sem qualquer armamento, a relação empuxo-peso do…:
Gripen C é de 0.89.
Gripen E é de 0.87.

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Não é à toa. Além do aumento do peso vazio devido às mudanças estruturais e parcela maior de equipamentos de guerra eletrônica, o peso do combustível interno saltou de cerca de 2400 kg para 3400 kg.

Kemen
Visitante
Kemen

Valores aproximados são um pouco arredondados. Envergadura: 8,4 para 8,6 Comprimento: 14,1 para 15,2 Altura: a mesma 4,5 m Peso: 6,8 para 7,6 (+12%) Mtow: 14 tn para 16,5 tn (+18%) Payload: 5,3 tn para 7,2 tn (+36%) Pylons: 8 para 10 (+25%) Turbina: 80,5 Kn para 98 Kn (em torno de 22%) Combustivel interno: 2,4 tn para 3,4 tn (em torno de 45%) Vel. máxima: mach 2 para mach 2 e supercruise em mach 1,2 Alcance máximo (condições ideais maximas): 3.000 para 4.000 km Manobrabilidade: 9G a mesma. Importante ver que a manobrabilidade muito boa na versão C se… Read more »

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Kemen, você se confundiu no comprimento, essa discussão já está rolando em outros comentários.

O comprimento de 14,1m que vc postou do Gripen C é sem o tubo de pitot. Somando o comprimento do tubo, dá 14,9m. Esse é o comprimento divulgado oficialmente pela Saab.

O Gripen E, com tubo de pitot, tem 15,2m.

Kemen
Visitante
Kemen

É mesmo “Nunão”, tem razão. Mas acho estranho tão pouco comprimento a mais, e ali esta bem claro na informação, não tinha me ligado nisso! Obrigado.

Kemen
Visitante
Kemen

O GE F414G é 13 cm mais curto e 0,6 cm mais largo que o Volvo RM12 que é uma cópia do GE F404. É possivel também que com outros ganhos no comprimento do espaço interno, o aumento no comprimento da versão E foi pequeno.

Top Gun Sea
Visitante
Top Gun Sea

Deu para perceber que o modelo brasileiro é parrudo, robusto, no comprimento não se nota a pequena diferença mas, no diâmetro da fuselagem nota se que é maior. Só falta ajustar em definitivo essa pintura digitalizada. O bichão está ficando bonito mas com cara de mal! Devemos render uma homenagem ao WikiLeaks… por essa conquista. 😎

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

“Deu para perceber que o modelo brasileiro é parrudo, robusto, no comprimento não se nota a pequena diferença mas, no diâmetro da fuselagem nota se que é maior.”

Mas você está comparando com qual avião? Com o Gripen C?

Top Gun Sea
Visitante
Top Gun Sea

Sim, com o Gripen C.

Fernando "Nunão" De Martini
Visitante
Fernando "Nunão" De Martini

Ok! É que, ao dizer “modelo brasileiro”, cheguei a pensar se comparava o Gripen E destinado ao Brasil com o Gripen E sueco, por isso estranhei.

Theo Gatos
Visitante
Theo Gatos

Isso significa que ele já superou no primeiro voo os 2400km/h?! Será que o supercruise também foi alcançado como esperado? Eles não especificaram no texto, mas a impressão é de que sim já que comentaram que ele se comportou exatamente como se esperava pelas simulações!
.
Sds

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Num caça desses, Mach 2 significa ~2.100 km/h. 2.400 saiu da cabeça do estagiário que fez o infográfico.

O ex-piloto de Mirage III da FAB que postou acima (Justin Case), postulou que na verdade se trata da velocidade entre o início da construção da aeronave até o seu primeiro voo, no que eu compartilho da interpretação. Não faz sentido acelerar tudo no primeiro voo de um protótipo.

Delfim
Visitante
Delfim

Velocidade do som ao nível do mar, 1.220km/h. O que o estagiário não sabe é que não se alcança velocidade máxima no nível do mar, e sim em altitudes maiores onde a velocidade do som é menor.

Theo Gatos
Visitante
Theo Gatos

Quando postei não tinha lido o comentário do Justin! Parece fazer mais sentido mesmo, mesmo o texto deixando espaço para interpretações diferentes!
.
Sobre a velocidade sim, elas são diferentes de acordo com a altitude, mas curiosidade; existe um padrão de altitude quando se informa a velocidade máxima? Ou seja, se um fabricante informa por exemplo Mach 2, qual o padrão que essa informação é coletada?
.
Abs

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
Famed Member

Theo, infelizmente o “padrão” é a altitude ideal para cada caça…

Um vai atingir sua velocidade máxima a x metros, enquanto em outro isso ocorrerá 1000 metros mais pra cima, outros 500 metros mais pra baixo, conforme o tipo de motor, configuração aerodinâmica etc

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Complementando o que o Nunão postou, a maioria dos caças atinge a velocidade máxima na faixa dos 9/11 mil metros. E isso vai do F-5 ao todo poderoso mach 2,83 MiG-25. Por exemplo, a maioria dos caças que tem muita potência está limitado a mach ~1,2 ao nível do mar, alguns por causa do aquecimento do canopi. Já alguns modelos podem passar facilmente de mach 2, mas são limitados operacionalmente por causa de temperatura. O F-104 por exemplo, era limitado à mach 2 por causa da temperatura da turbina, mesmo em termos práticos ter aerodinâmica e potência para mais que… Read more »

André Sávio Craveiro Bueno
Visitante
André Sávio Craveiro Bueno

Como posso incluir uma imagem?

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Poste o link da imagem depois do texto que você escrever, com um espaço entre dos dois (Enter). O link da imagem deve ser relativamente curto (sem links loooongos do Google) e terminar com o nome do arquivo, tipo “link/imagens/imagem.jpg”, sem as aspas.

Corcel
Visitante

Por que apagou meu comentário?
Eu apenas elogiei a foto.

nonato
Visitante
nonato

Comigo sempre acontece.
🙄

José Luiz
Visitante
José Luiz

Publicou no DOU de 27/08 que o Cmt da Aeronáutica vai à Suecia receber o primeiro Grippeni brasileiro de 07 a 13 de setembro. Página 6 da Seção II. Não coloquei a foto da publicação pois não sei fazer isso.

Camargoer
Visitante
Camargoer

Olá Roberto. Você tem certeza sobre a matrícula desses PT-ZTU? Segundo colegas, isso seria muito ruim. Talvez seja melhor levar um registrado nos EUA, tipo N029ST ou qualquer coisa assim (eu pensei uns bem legais fariam sucesso aqui no PN).

Camargoer
Visitante
Camargoer

Caro Roberto. Em outro post ocorreu alguma polêmica desnecessária sobre o uso do “PT” nas asas dos aviões brasileiros, sem levar em conta que os prefixos são internacionalmente definidos. Contudo, meu comentário sobre o uso de uma matrícula dos EUA em pelo menos uma unidade do ST talvez permitisse uma combinação criativa de letras e números que ficaria bem legal. Não tenho problema com os prefixos “pata-tango” ou “papa-papa” usados no Brasil, inclusive os KC390 também estão com matriculas civis. Um abração.

Dudu
Visitante
Dudu

Adoraria saber qual a velocidade alcançada…
Vamo Gripen!

Juscelino S. Noronha.
Visitante
Juscelino S. Noronha.

Gripen F

Delfim
Visitante
Delfim

Por mim os suecos podem esmerilhar os caças brasileiros, se soltar pecinha e cair será reposto, e não será um piloto brasileiro que terá lesões na coluna por ejeção, na melhor das hipóteses.

Nilson2017
Visitante
Nilson2017

Resposta a “Nilson
Começarão a chegar ainda esse ano (2019).”
Xará, um de nós dois tem que mudar de nick. Ou será que você é alguém que ficou chateado comigo no post dos C-130 combatendo as queimadas e está usando meu nick para queimar meu filme no blog?? (o que também não me afeta)
De qualquer forma, passarei a postar como Nilson2017, que foi o ano em que comece a seguir a trilogia.

Edcarlos Prudente
Visitante
Edcarlos Prudente

É um protótipo ainda, apesar de ser a que mais se aproxima da configuração final de produção, certamente não será entregue assim a FAB devendo passar novamente pela linha de montagem para posterior entrega a Brasil.

Saudações!

kaleu
Visitante
kaleu

Bem que podíamos fazer uns “testes” no “Macron”, mandando alguns “le jaquês” pro espaço … o que acham ?

Alexandre Pessoa
Visitante
Alexandre Pessoa

Em que exatamente esse comentário ajuda no andamento da discussão? Para que trazer essas bobagens para cá? Melhor comentar sobre o Gripen, não?

kaleu
Visitante
kaleu

Eita, porque tanto ódio no coração, amigo ?, se ofendeu com o Macron ou o Le jaquê ?

Eu já defendia o Gripen para a FAB desde a década passada irmão, numa época em que o Gov brasileiro fazia até propaganda do Rafale para outros países, através do MinDef (Le Jobim), que queria emplacar o le jaquê no forceps, então, não venha me cobrar seriedade sobre um post que deveria ser meramente comemorativo para a FAB e para nós brasileiros.

Space Jockey
Visitante
Space Jockey

Esse tipo de bobagem é pra postar lá no YouTube, onde abundam aqueles vídeos ridículos sobre forças armadas em geral, aqui é fórum especializado com gente mais propensa a debater.

Luiz Floriano Alves
Visitante

Numa feira aeronáutica esse avião não atrai a atenção de potencias mundiais. Não esperem que os lucros de comercialização deste aparelho renda algumas divisas. Em marketing é produto em final de vida útil. No nosso TO até tem valor. Salvo alguma versão de treinamento como a da parceria SAAB-Boeing, nos EU, não há perspectivas de mercado.

Camargoer
Visitante
Camargoer

Caro Luiz. Eu lembro das críticas ao A29 dizendo que o Brasil estava voltando para a Ii Guerra.

THIAGO MACEDO NUNES
Visitante
THIAGO MACEDO NUNES

Fórum especializado?

THIAGO MACEDO NUNES
Visitante
THIAGO MACEDO NUNES

Quem é mais famoso? Gripen NG ou Neymar?

Camargoer
Visitante
Camargoer

O Gripen cumpre a função pelo qual é pago.

THIAGO MACEDO NUNES
Visitante
THIAGO MACEDO NUNES

matéria sensacionalista.daqui há pouco sai Gripen NG fura seu primeiro pneuzinho…

Camargoer
Visitante
Camargoer

Caro Thiago, imagino uma foto da Mariana Ruy Barbosa no cockpit do Gripen com a seguinte legenda… “Mariana vai às alturas com Gripen E”

THIAGO MACEDO NUNES
Visitante
THIAGO MACEDO NUNES

Melhor compra que o Brasil poderia ter feito. Excelente caça com custos dentro do possível de compra e operação. Sem falar a transferência de tecnologia

Luiz Floriano Alves
Visitante

Tiago Nunue
Esta TT é que justifica os altos preços pagos pelo Brasil. TT de um produto que tem vida útil limitada é jogar dinheiro pela janela. Ou no bolso de alguém. Desde que construímos a FNM para fazer motores radiais se instalou aqui esta doença de querer fazer o mesmo que fazem os paises industrializados, a qualquer custo. O resultado é esse: coleção de experiencias e nada de industria nacional progredindo. Abço.

Antonio Araujo
Visitante
Antonio Araujo

O Brasil deve ter uma base industrial e parcerias diversificadas para pelo menos poder montar uma estratégia de dissuasão razoável. É incrível que a Suécia consiga produzir caminhões, carros e até caças, com uma população tão pequena. Mas por questões culturais e até étnicas, eles não sofrem as mesmas restrições que nós quanto ao acesso a alta tecnologia. O Brasil, assim como demais países latino-americanos, não tem acesso ao circuito ocidental de alta tecnologia. Os americanos e franceses não enxergam problema em os suecos fabricarem caças. Quanto a nós, certamente enxergariam assim. Não podemos lançar satélites ao espaço, conforme o… Read more »

Jonathan
Visitante
Jonathan

To louco pra dar uma volta no Gripem nem durmo de noite na espera.