Home Aviação de Ataque F-15 versus F-35: A perspectiva de um piloto de caça

F-15 versus F-35: A perspectiva de um piloto de caça

17105
112
F-15E e F-35A
F-15E e F-35A

Por Mark J. Arriola

Como um jovem piloto de 26 anos de idade, tive a gloriosa honra de pilotar o F-15C durante a Operação Desert Shield/Desert Storm. Enquanto estava estacionado com o 58º Tactical Fighter Squadron (TFS), fui enviado para a Tabuk, na Arábia Saudita. Durante esse conflito, testemunhei em primeira mão o poderoso multiplicador de forças que o F-15 Eagle proporcionou ao plano de batalha.

Voamos em missões High-Value Airborne Asset (HVAA), Sweep Pre-strike, Detached Escort e Combat Air Patrol (CAP). Nós fomos direcionados enquanto estávamos no ar para fornecer cobertura para missões de Busca e Resgate de Combate (CSAR). A versatilidade e as capacidades do F-15 para fornecer um domínio claro em todas essas missões não mudaram.

Políticos em Washington, D.C. estão tendo um debate colocando o F-15 versus o F-35. Da minha perspectiva como uma pessoa que voou o F-15C em missões, não há necessidade de se afastar desse jato de combate incrível e versátil. Os políticos estão tomando decisões que podem ajudar as pessoas que fabricam o F-35, mas as pessoas que mais importam, os pilotos de caça da Força Aérea dos EUA, devem ter todas as ferramentas de que precisam para lutar na guerra moderna.

Minhas experiências mostram exemplos de como o F-15 é um jato de combate comprovado com anos e anos de realização. Minha primeira missão de combate envolveu 8 caças F-15C do Programa de Aperfeiçoamento em Múltiplos Estágios (MSIP) em um papel pré-ataque. Nos dividimos em duas formações de quatro aviões, já que havia duas aeronaves MiG-29 da Força Aérea Iraquiana a 200 milhas náuticas. Nossos quatro aviões engajaram dois MiG-29 que foram posteriormente destruídos por mísseis AIM-7M. A principal razão para compartilhar essa pequena história é demonstrar a incrível confiabilidade que nossos F-15 mantiveram durante todo o conflito. O 58º TFS voou 1.182 missões de combate e 7.000 horas. Duas estatísticas que provam sem dúvida quão confiável e seguro o F-15 Eagle é como um multiplicador de força.

No entanto, minha humilde opinião é que o histórico comprovado do F-15 e o sucesso que o Eagle demonstrou em mais de 47 anos de superioridade aérea nunca serão igualados. Atualmente, as táticas e a habilidade dos pilotos de caça de empregar o F-15 em uma infinidade de missões de combate ainda são tão valiosas quanto há 28 anos quando eu estava pilotando a máquina.

Eu vejo o F-35 como uma aeronave verdadeiramente impressionante, apesar de eu favorecer as capacidades atemporais dos F-15. Minhas experiências não são para menosprezar o F-35, mas são aeronaves diferentes que fornecem capacidades diferentes. A Força Aérea, como os outros ramos das forças armadas, precisa de muitas ferramentas de combate diferentes para evitar estar mal preparada para diferentes ameaças. O impressionante F-35 e a incrível variedade de aeronaves F-15 são complementares entre si, e nenhum deve ser obtido com a exclusão do outro.

A escolha final, assim como tantas outras coisas em nosso governo, são preocupações orçamentárias. O F-35 provou, repetidas vezes, que o orçamento excedido e a falta de confiabilidade consistente prejudicam um caça impressionante. Dada a modernização do F-15C para o F-15X, parece muito lógico que o melhor para o dinheiro do contribuinte é revitalizar o F-15X. Humildemente reconheço que sou um piloto de combate “aposentado”, mas sou verdadeiramente aquele que conhece em primeira mão as incríveis capacidades do F-15 Eagle.

Dois F-35 Lightning II do 31st Test and Evaluation Squadron e dois F-15E Strike Eagles do 389th Fighter Squadron voam próximo da Mountain Home Air Force Base, Idaho, em 17 de fevereiro de 2016 (Foto: U.S. Air Force)


O Coronel Mark J. Arriola é um veterano aposentado de 28 anos da Força Aérea dos EUA. Ele voou mais de 70 missões de combate e apoio durante as operações Desert Shield/Desert Storm. Foi agraciado com as medalhas Air Medal e Aerial Achievement, juntamente com vários outras. Ele teve a distinção de ser um 2º tenente e liderar missões principais enquanto desdobrado com o 58º Esquadrão de Caça Tático. Ele foi designado duas vezes para voar o F-15C e uma vez para o voar o F-16C na Guarda Aérea Nacional do Texas.

FONTE: RealClearDefense

Subscribe
Notify of
guest
112 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antoniokings
Antoniokings
11 meses atrás

‘Os políticos estão tomando decisões que podem ajudar as pessoas que fabricam o F-35 …..”
Meio que diz tudo, né?

JPC3
JPC3
Reply to  Antoniokings
11 meses atrás

Não kings, O F-15 está sendo comprado contra a vontade da força aérea para manter a Boeing no mercado de caças. A USAF já disse que não quer várias vezes e que só aceitará se mandarem mais dinheiro.

Se quiser eu coloco vários links aqui.

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  JPC3
11 meses atrás

A USAF nunca operou exatamente o que queria, e sim o que o poder político a impunha. Mas aparentemente as decisões estavam corretas.

Chris
Chris
Reply to  Antoniokings
11 meses atrás

Eu realmente gostaria de ver a opinião de alguém que tivesse VOADO nos 2 aviões !

Esse senhor ai.. Parece apenas apaixonado pelo avião que pilotou. Coisa bem natural….

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Antoniokings
11 meses atrás

F-15: almoça MiG, janta Su…
104×0 e contando.

Felipe
Felipe
Reply to  paddy mayne
11 meses atrás

Nenhum Su na conta. Nenhum MiG era da Russia (e sim de paisecos).

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_F-15_losses
(algumas perdas de F-15 os EUA e Israel sempre dizem q foi falha mecanica ou outro motivo, mas ha relatos de um F-15E abatido no iraque por um MiG-25, mas EUA logico q disseram que foi por artilharia antiaerea).

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Antoniokings
11 meses atrás

Sim, eles vão cancelar o F-35 e voltar a encomendar o F-15, e a Mãe Rússia tbm fará o mesmo, acabar com o PAKFA e voltar pro Mig-29 Su-35.

Argos
Argos
Reply to  Space Jockey
11 meses atrás

O piloto falou que são aviões complementares. Em nenhum momento excluiu o F 35, pelo contrário , realçou a importância de ambos em serviço.

JPC3
JPC3
11 meses atrás

Na real ele não disse nada.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  JPC3
11 meses atrás

Não achei uma avaliação técnica… para discutir orçamento, com todo respeito até pq todos têm direito a opinião, não precisamos de um piloto e que o projeto é caro já sabemos, alguém ache alguém que realmente tenha voado pra valer nos dois nem que seja em “red flag” e pronto!

JPC3
JPC3
Reply to  Carlos Gallani
11 meses atrás

Foi uma opinião, não foi uma avaliação.

Não disse nada que não soubéssemos, qualquer um de nós poderia ter escrito isso.

JPC3
JPC3
Reply to  Carlos Gallani
11 meses atrás

Sinceramente, tirando os diversos problemas, atrasos e aumentos de custos (que são importantes sim) todas as avaliações que li dizem que o F-35 é superior. Essa é uma das razões porque eu defendo o F-35, pego a opinião de quem vai operar e trabalhar com o caça.

São eles quem vão arriscar a vida dentro do avião.

Carlos eduardo
Carlos eduardo
Reply to  JPC3
11 meses atrás

Poderíamos perguntar pro piloto japonês.

NEI
NEI
Reply to  Carlos eduardo
11 meses atrás

Vc viu qual foi a causa do acidente? Perda de Consciência situacional!!!

rui mendesmendes
rui mendesmendes
Reply to  Carlos eduardo
11 meses atrás

Pergunta para os Israelitas, e olha que eles têm f15, mas actualmente, nas missões mais dificeis, é f35

Argos
Argos
Reply to  JPC3
11 meses atrás

Superior em quê ? Superioridade aérea? Manobrabilidade? A furtividade é um elemento importante sim mas creio q dentro de pouco tempo existirão radares que os detectarão. Nesessidade sempre foi a mola mestra para a evolução.

Thiago Telles
Thiago Telles
Reply to  Carlos Gallani
11 meses atrás

Voar red flag é “fácil” (observar 32 vezes o “fácil” entre “”)… Situações ideais, com caças em prontidão. O problema é a falta de confiabilidade do f35 em vários aspectos já demonstrados publicamente. Nao tem oq se falar da tecnologia muito a frente do f35 frente aos demais caças atuais… O problema é esses infinitos probleminhas do projeto (orçamento, pecinhas, logística, capacete mais pesado q pode detonar o pescoço em ejeção, bla bla bla). As tecnologias do f35 o faz o caça mais avançado da atualidade mas o seu preço nessas “pequenas” surpresas o fazem… Caro e nao tao confiável

JPC3
JPC3
11 meses atrás

Ideal seria achar o depoimento de alguém que voou os dois.

JT8D
JT8D
11 meses atrás

Lobby. A Boeing pode pagar para um veterano falar bem do F-15. Não há nenhum problema, pois o F-15 é realmente uma lenda. Mas esse assunto não seria notícia se o F-35 tivesse atendido as expectativas

teropode
Reply to  JT8D
11 meses atrás

Mas neste caso a opinião dele f5oi correta ao enumerar as qualidades do F15 , normal que haja paixão, ele não desqualificou o F35 , que são caças para funções diferentes todos sabem ,o F22 é de fato o substitutivo o do F15C , acredito que houve opiniões semelhantes quando substituíram os P 51 pelos barris a jato , normal normal , lamentamos a aposentadoria do F14 até hoje , é olha que não voamos nele rsrsrsrsrs.

ALEXANDRE
ALEXANDRE
11 meses atrás

Se os EUA n quiserem podem mandar pra gebte testar os f15x =)

Adriano Luchiari
Adriano Luchiari
11 meses atrás

Estou com uma dúvida: essa comparação não teria que ser entre F-15 e F-22? Até onde eu sei, o F-35 é um caça para substituir o F-16.

JPC3
JPC3
Reply to  Adriano Luchiari
11 meses atrás

Sim tecnicamente, mas a questão é que o pentagono quer comprar novos F-15 por isso a comparação.

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Adriano Luchiari
11 meses atrás

O problema é que de fato F-15 modernizado hoje com tratamento stealth ainda seria o bastante pra ser o país número 1 do mundo, a questão é que pra se manterem 20, 30 ou 40 anos a frente do resto, o F-35 é a resposta, não remake de F-15.

JPC3
JPC3
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Contra os S-300, S-400 e Su-57 o F-15 já não dá mais.

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  JPC3
11 meses atrás

F-15x até dá sim viu, fora que também existe a abordagem da marinha americana: não tem porque dançar no meio dos radares se você pode fritar eles.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  JPC3
11 meses atrás

Dá sim, se bobear o F-15 ainda é mais “Stealth” que o SU-57, as coisas evoluíram muito para o lado do Rei dos Ares.

Chris
Chris
Reply to  Ricardo Bigliazzi
11 meses atrás

Que o SU-57 nem chega perto de ser stealth como o F-35 ou F-22 é obvio !

Russia e China ainda nem conseguiram desenvolver motores com baixa assinatura termica.

Mas nao tenho dúvidas que são bem mais invisíveis que o F-15, que precisa carregar até suas armas do lado de fora.

Chris
Chris
Reply to  JPC3
11 meses atrás

Segundo Israel… O S-300 nao poe medo nem no F-16 ! E ja treinaram com ele.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Chris
11 meses atrás

Que dirá os “Patriots” na Arábia Saudita!

groosp
groosp
Reply to  Adriano Luchiari
11 meses atrás

Estão comparando caças que a USAF está comprando. A linha de produção do F-22 foi fechada.

rui mendesmendes
rui mendesmendes
Reply to  Adriano Luchiari
11 meses atrás

Aí está, o f35 não substitui nenhum avião, o f35 é um avião como nunca existiu, pois têm qualidades de caça, ataque, mas muito mais que isso, um pouco de awacs, elint e espião.

Argos
Argos
Reply to  rui mendesmendes
11 meses atrás

Quem quer ser tudo acaba sendo nada…

Fernando Turatti
Fernando Turatti
11 meses atrás

Que bom que ele reconhece que é um piloto aposentado, claramente nostálgico isso pra não supor que está sendo pago pra lobby pela Boeing. Os argumentos dele seriam válidos pra impedir a aposentadoria de QUALQUER aeronave de sucesso, é ilógico! O cara me vem falar de MiG-29 num mundo onde as ameaças já são J-20, Su-35, Su-57, baterias antiaéreas cada vez com mais alcance e precisão. O F-15 era pra ter sido substituído já pelo F-22! Esse papo de problemas do F-35 vem e volta o tempo todo falando em estouro orçamentário, aí você vai ver as notícias e… o… Read more »

JPC3
JPC3
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Não tiro a razão do piloto, mas parece saudades do Mustang anos 70 V8.

Observador
Observador
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Concordo, até com os pingos nos “i”s. O grade problema, é que pararam a linha de produção do F-22, antes que tivessem uma quantidade “confortável”, para substituir os F-15. Além disso, tem a falta de confiabilidade dos F-35 (principalmente no quesito WVR). Acredito que essa lacuna seja preenchida por um 6° geração em breve.

rui mendesmendes
rui mendesmendes
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Ai ele é caro, porque encomendaram milhares dele??? O preço unitário é caro, e fica mais barato, por encomendarem muitos, quantos mais encomendas, mais o preço unitário desce. Ele é caro, por ser um avião totalmente novo, e com tecnologia, que em muitos itens é revolucionária.

Observador
Observador
Reply to  rui mendesmendes
11 meses atrás

Você tem razão no raciocínio, a produção em larga escala reduz os custos, pois o fabricante tem mais poder de negociação ao comprar matérias primas em larga escala, porém, acredito que o Fernando tenha se referido a lei de oferta e procura. Tem muitos interessados em operar os stealths, e só havia o F-35 no mercado. Alguns interessados não participaram do desenvolvimento. Nada mais justo, que os detentores da tecnologia exclusiva, capaz de mudar as regras do jogo, lucrem e recuperem parte do investimento. “Logo cedo faziam fila, todo mundo queria comer o pão quentinho, é só havia uma padaria,… Read more »

Luís Henrique
Luís Henrique
11 meses atrás

Desculpem a falta de amor no coração, mas achei as declarações desse piloto aposentado uma grande porcaria. Que o F-15 marcou época, fez história, etc todo mundo sabe. Mas o tempo passa e as tecnologias evoluem. Ele mesmo disse que estava em missões abstendo mig-29 com mísseis Sparrow. Então daqui a pouco ele vai pedir para a força aérea comprar mísseis Sparrow porque quando ele voou há mil anos atrás, eles foram top e venderam os inimigos. É cada uma que aparece. O F-15 Não se compara ao F-35. Se colocar 8 F-35 no ar, pode mandar 40 F-15 que… Read more »

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

Depende… se junto aos 40 F15 voar um AWAC com um poderoao radar para que possa atuar uma distância “segura” aí meio que equilibra as coisas.

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Vinicius Momesso
11 meses atrás

Boa sorte pro AWACs

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Vinicius Momesso
11 meses atrás

o AWAC vai ser derrubado, o F35 junto de outro F35 ia triangular a localização dele e xablau, o F35 é Stealth o AWACS teria que se aproximar demais dele, aliás não conheço nenhum radar que consiga ver aeronaves stealths de longe. a não ser o SPY6 que dizem que veria um F35 a cerca de 100Km

Chris
Chris
Reply to  Vinicius Momesso
11 meses atrás

Só não me chamem pra voar dentro desse AWAC.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Vinicius Momesso
11 meses atrás

Vinicius, eu não creio que equilibre não. A diferença de RCS entre o F-35 e o F-15 reduz a distância de detecção em cerca de 10x. Claro que o AWACS tem uma cobertura de 360 graus ou próximo disso, algo que os radares em caças normalmente não passam de 100 ou 120 graus. E um grande radar em uma aeronave AEW pode até ter o dobro do alcance de detecção se comparado ao radar do F-15 ou do F-35, mas isso não chega perto da diferença de 10x no alcance de detecção entre os dois caças. Resumindo em números aproximados.… Read more »

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

Você esta certo, a grande questão favorável aos EUA é que o F-15 ainda mantem a superioridade aérea contra qualquer coisa que voe que não seja americana e os seus sucessores são melhores ainda… que problemão para os EUA

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Ricardo Bigliazzi
11 meses atrás

Ricardo, não creio que isso seja mais verdade.
O F-15X seria um dos melhores 4G, senão o melhor, porém ele não teria tanta superioridade contra outros 4G top de linha como Eurofighter e Su-35 é estaria em desvantagem contra os 5G que estão entrando em serviço J-20 e Su-57.

Se ainda custasse metade do preço que custa, ainda justificaria a capacidade de Atacar alvos menos defendidos com o grande alcance e a grande carga de armas de aeronave.

Mas custado a mesma coisa que um F-35 ou custando até mais caro, não se justifica.

Leonardo Costa da Fonte
Leonardo Costa da Fonte
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

O difícil seria encontrar 8 F35 com disponibilidade para voar! Este é o problema! É melhor ter 40 F-15 voando, que 8 F35 no solo!!! Este problema precisa ser resolvido.

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
11 meses atrás

Se o suposto RCS do F-35 é ditor ser semelhante a um “mosquito”, então basta equipar os caças e SAMs inimigos com Baygon Multi Insetos. Rs

Rogério
Rogério
11 meses atrás

O F 15 ainda não tem sucessor ! Por mais que o F22 e o 35 sejam mais avançados o Eagle ainda continuar sendo um ícone da Usaf .

Space Jockey
Space Jockey
Reply to  Rogério
11 meses atrás

Não tem somente porque a USAF não recebeu o dinheiro necessário para comprar as mais de 700 unidades originalmente previstas. Tivessem adquirido um milheiro deles não teria nem F-15 no ar hj na USAF, que estão sugados até o osso e a discussõa seria F22 vs F35.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Rogério
11 meses atrás

Isso não diz muito. O P-51 também é um ícone da USAF.
O F-15 é excelente, mas seus dias estão contados.
As ameaças que estão sendo introduzidas como os caças J-20 e Su-57 superam os F-15.
E os sistemas antiaéreos modernos como os S-400 e similares tornam os F-15 limitados em vários tipos de missões.
A USAF está na vanguarda com os F-22 e F-35.
Seria dar um passo para trás em voltar a adquirir F-15, principalmente pagando o mesmo preço do F-35.

Sérgio Luís
Sérgio Luís
11 meses atrás

Canopy do A-7 sem visão 6 horas esse “Natimorto F-35” vai precisar é da escolta do glorioso F-15 X isso sim!

JPC3
JPC3
Reply to  Sérgio Luís
11 meses atrás

Na boa, tem necessidade de escrever as bobagens? Quantas vezes já te explicaram sobre o DAS? Umas 40?

Sérgio Luís
Sérgio Luís
Reply to  JPC3
11 meses atrás

Na boa vc poderia talvez mas acho pouco provável que entenda mas opinião cada um tem a sua!
Essa aeronave é um embuste e pronto!

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Sérgio Luís
11 meses atrás

Sergio, voce realmente acredita que a maior força aérea do planeta, o país que mais gasta com defesa, é cheio de especialistas burros e estão adquirindo milhares de F-35 Para morrerem em combate?
Você acha que os F-15 da década de 70 podem continuar em serviço eternamente, apenas com modernizações na eletrônica?

Sérgio Luís
Sérgio Luís
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

Tem que ver porque a USAF tá encomendando o F-15 X! Pergunta lá!

Mazzeo
Mazzeo
Reply to  Sérgio Luís
11 meses atrás

Problema é que quem está encomendando o F-15X é o Pentágono por pressão do congresso. A USAF já declarou publicamente que não tem necessidade de adquirir nenhum outro caça alem do F-35

Argos
Argos
Reply to  Mazzeo
11 meses atrás

Você acha mesmo que o F3F5 é o ideal para todas as missões?

JPC3
JPC3
Reply to  Sérgio Luís
11 meses atrás

Nem foi a USAF quem pediu…

Sérgio Luís
Sérgio Luís
Reply to  JPC3
11 meses atrás

Ñ vá me dizer que foi eu!!

Carlos Campos
Carlos Campos
11 meses atrás

esse entrevista não acrescentou nada só vi o Choro de um ex piloto que ama o F35, lembrando que meses atrás aqui mesmo vimos pilotos que dizem que preferem estar num F35 na hora do combate, o mundo gira, se pegassem um piloto da segunda guerra na década de 50 ou até 60 ele diria que poderia se manter os aviões do final da segunda guerra ativos ainda, era só colocar aviônica nova.

Coutinho
Coutinho
Reply to  Carlos Campos
11 meses atrás

Você quis dizer choro de um piloto que ama o F-15, não é?

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Coutinho
11 meses atrás

sim foi erro de digitação

Luiz Trindade
Luiz Trindade
11 meses atrás

Na minha humilde e ignorante opinião os caças se complementam nas missões da USAF. Não vejo necessidade de aposentar um para colocar o outro em operação. O F-35 bem como F-22 tem de ser o “ÀS” da USAF para usar quando for necessário. O F-15 garante com folga a superioridade aérea mas inegavelmente pode se ignorar a tecnologia que os caças Stealth proporciona ao teatro operacional.

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Luiz Trindade
11 meses atrás

Não tem que aposentar os F-15, mas comprar mais é outra história e é sobre isso que o texto trata: gastar mais dinheiro numa aeronave que, diferente do que era quando nasceu, já não é nem de longe o melhor na arena ar-ar no mundo.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Luiz Trindade
11 meses atrás

A ideia do High-Low mix é conseguir aumentar o número de vetores utilizando um caça Low MAIS BARATO.
Pelos valores divulgados os F-15 X vão custar mais caro no início. E depois vão custar a mesma coisa ou até um pouquinho mais.

Pra que adquirir um caça inferior se ele custa praticamente a mesma coisa???

Fabrício
Fabrício
11 meses atrás

Daqui a pouco aparece um piloto pedindo a volta do P51

Wagner
Wagner
Reply to  Fabrício
11 meses atrás

Vooolta Mustang!!! #BringP51Back

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
11 meses atrás

Engraçado, o cidadão pensa como Eu, não há do “lado de lá” nada que possa se opor ao F-15, “Ave” que domina os céus nos ultimos 50 anos.

Segue o jogo, vida loga ao F-15 e bem vindo F-35… azar do resto.

Thiago Aiani
Thiago Aiani
Reply to  Ricardo Bigliazzi
11 meses atrás

Parabéns, sou feliz por seu país, só não molha a cama essa noite rsrsrs

Augusto L
Augusto L
11 meses atrás

Eu era contra a compra do F-15x ao invés do F-35 mas de ler esse interessantíssimo artigo, que colocarei mais abaixo, eu mudei totalmente de opinião. https://warontherocks.com/2019/06/f-15ex-the-strategic-blind-spot-in-the-air-forces-fighter-debate/ Temos que lembrar, que não existe infraestrutura para operar os F-35, ou seja, não é só comprar ele, já para o F-15 já existe e a Boeing promete facilidade na conversão de treinamento e 80% da cadeia logística seria a mesma dos F-15 ja operacionais. Bom, esta em inglês o artigo mas vale um esforço, seria interessante até mesmo o poder aéreo traduzir e republicar, é um artigo digno de conteúdo de alta… Read more »

JPC3
JPC3
Reply to  Augusto L
11 meses atrás

Também acho que a combinação é boa.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto L
11 meses atrás

Dentro desse artigo, tem a citação de outro também que lida com as possíveis combinações.
https://warontherocks.com/2019/05/f-15ex-and-f-35a-the-future-of-american-air-superiority/

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Augusto L
11 meses atrás

A ideia é boa, mas não pelos argumentos do cara. Ele está relembrando a “apaixonite” que tinha pelo F-15, o que é perfeitamente compreensivel. Se eu tivesse voado em um avião assim estaria suspirando até hoje.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Augusto L
11 meses atrás

Eu já tinha lido. Mas não mudou minha opinião por causa dos custos. Usar os F-15 Para disparar torpedos, integrar o AMBER para carregar muitos mísseis, etc. Tudo isso é interessante, mas essas coisas podem ser feitas nos F-35. Ah mas aí não é tão furtivo, mas continua sendo mais furtivo que o F-15 e PODE cumprir missões que exigem furtividade a qualquer momento, bastando retirar os armamentos externos. É muito mais flexível e útil em todas as situações. Reitero, se os F-15 X fossem oferecidos por U$ 50 mi, seria um mix muito legal com os F-35. Mas custando… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

O problema é o GAP ate a entrada operacional efetiva dos F-35, sem contar os custos adicionais para transformar esquadrões de F-15C em esquadrões de F-35 que no caso de serem transformados em esquadrões de F-15X não teriam custos associados. E o custos de hora de voo do F-15 depois de adquiridos em boa quantidade cairiam e seriam mais baratos que os F-35, esse é um erro que infográfico não mostra. Alem do mais toda força aérea terá um 4,5 G avançado pelo menos até 2040. A russa os SUs e Migs 35; A China seus Js 15 e 16s;… Read more »

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Augusto L
11 meses atrás

A ideia é adquirir 144 F-15X para substituir F-15C, porque custa quase o mesmo que modernizar os F-15C para continuarem mais uns anos. Ok, esse é o argumento. Mas a Lockheed está entregando mais de 100 F-35 por ano, é só pedir 144 F-35 Adicionais, em um período de 5 ou 6 anos, e substituir os F-15C por F-35A. Em vez de pagar U$ 98 mi cada F-15X, vão pagar MENOS de U$ 80 mi cada F-35A. Ai esses 144 F-35A eles utilizam com armamentos externos, totalizando cerca de 10 toneladas de armamentos, desenvolvem os lançadores AMBER para eles poderem… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

A ideia não é adquirir 144 F-15EX, essa é uma das hipóteses. Esse artigo exemplificar elas – https://warontherocks.com/2019/05/f-15ex-and-f-35a-the-future-of-american-air-superiority/ A melhor delas é comprar 8 no ano que vem e 40 em 2021 e em 2022, totalizando assim 88 e suprindo a parte dos F-15C que serão aposentados. O artigo é bem claro que somente 52 dos 234 Eagles poderão voar depois de 2023, ou seja é um GAP que ficaram até 2023, sem contar que a produção em massa do F-35 só começaria em 2021, ou seja ainda demoraria mais 1 ano para os custos de aquisição abaixarem e a… Read more »

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Augusto L
11 meses atrás

O artigo considera mais efetivo adquirir F-15EX no lugar dos F-15C, porque o custo de hora do C está em mais de U$ 42 mil. Colocar o EX no lugar com custo de U$ 27 mil, vai representar no LONGO prazo, uma economia. Colocar F-35A com custo entre U$ 24 a U$ 35 mil também vai representar uma economia. Principalmente se a meta de U$ 24 mil for atingida nos próximos anos. Digamos que nos próximos 5 anos a média fique em U$ 30 mil. É uma diferença MUITO PEQUENA para os 27 mil do F-15EX. E nos próximos 10… Read more »

Pangloss
Pangloss
11 meses atrás

Texto constrangedor.
O autor sequer tem como comparar o F-35 ao F-15, pois não pilotou o mais recente, mas acredita que seu depoimento sentimental forneceria argumentos racionais em favor do avião em que combateu, quase trinta anos atrás.
Seria o mesmo que um ex-proprietário de um Escort XR3 pedir à Ford para voltar a produzir o modelo, pois, afinal de contas, ele fazia o maior sucesso há 30 anos.

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Pangloss
11 meses atrás

Ei, boa ideia, eu gostava do Escort! Mas voce me fez lembrar que o Itamar encheu o saco da volks para produzir o fusca novamente, e conseguiu.

Andrigo
Andrigo
11 meses atrás

Se esse texto fosse de 45 anos atras, seria de um piloto aposentado de F-4 dizendo que nao precisava gastar neste novo F-15.
Se fosse a 55 anos atras, seria um piloto aposentado de F86 Sabre lembrando da Guerra da Coreia, achando dispensavel o novo F-4.
Se fosse a 65 anos, seria um piloto veterano de P51 Mustang falando que nao precisava sair de aeronaves a pistao pra ir para os jatos.
Segue o baile.

carcara_br
carcara_br
11 meses atrás

O mais interessante da matéria: “Nos dividimos em duas formações de quatro aviões, já que havia duas aeronaves MiG-29 da Força Aérea Iraquiana a 200 milhas náuticas. ” A gente fica fazendo face-to-face das aeronaves, quando na realidade nos últimos 75 não houve conflito direto entre as grandes potências. São escalas de forças totalmente diferentes normalmente envolvendo um país que detém as tecnologias da aeronave contra um mero operador… A idade do projeto pouco importa neste contexto e existe de fato uma zona onde as qualidades do F-15 não podem ser alcançadas pelo F-35, resta saber se existe um planejamento… Read more »

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  carcara_br
11 meses atrás

Essa é a questao: não são aeronaves feitas pro mesmo propósito. O substituto do F-15 era para ser o F-22, um verdadeiro caça puro sangue.

Kemen
Kemen
11 meses atrás

Ainda consegui fazer uma comparação criteriosa do F-35 com o F-15X, muitas informações encontradas por ai são teóricas e divergentes, eu aguardaria mais tempo para ter uma ideia melhor a respeito do furtivo F-15X, mas por enquanto, apesar dos problemas encontrados no F-35 que irão sendo resolvidos, aguardarei um tempo para uma futura comparação em relação ao desempenho, armas, manobrabilidade, etc.

Agnelo
Agnelo
11 meses atrás

O cara falou tudo.
Aeronaves com capacidades complementares.
A USAF tem de ver o orçamento.
Verdade é q gastam muito.
Jogam dinheiro fora até em sua rotina.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Agnelo
11 meses atrás

Exatamente uma força que tem compromisso no mundo todo e não tem um cenário principal como único T.O de operação não pode deixar de ter versatilidade.
Hi-Low mix !

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Augusto L
11 meses atrás

Augusto, tanto os EUA como a URSS resolveram desenvolver um Hi-Low mix com o objetivo de possuírem uma quantidade maior de caças. Selecionaram um caça mais leve, menor, menos potente, com eletrônica menor e menos potente, com preço menor e custo de hora menor, para ser produzido em grande quantidade. Assim temos os F-15 High e os F-16 Low. E os Su-27 como High e os MiG-29 como Low. Agora um High-Low mix entre F-35A e F-15X é muito questionável, pois o F-15X possui um custo de aquisição MAIOR e é para ser o LOW do mix. E o custo… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  Luís Henrique
11 meses atrás

O custo do SH não é bem menor e o F-35 não ira atingir um custo menor ao do F-15 antes de 2023, assim sendo há espaço de aquisição dos mesmo em 2020, 21 e 22, sendo que alem do custo de compra à os custos indiretos de transformação de esquadrão para o F-35 e o pior a USAF só vai ter um esquadrão operacional 100% de F-35 em 2023 e os números de F-15C cairão significativamente nos próximos 3-4 anos se não sofrerem um grande retrofit, ou seja, a USAF tem um GAP de numero de aeronaves saindoXentrando, o… Read more »

Antunes 1980
Antunes 1980
11 meses atrás

Toda e qualquer matéria no universo é motivo para tentar denegrir a imagem do F-35.
Todos estes subterfúgios só demonstram como o Kremlin e seus vassalos estão atrás na corrida tecnológica e militar, e buscam desesperadamente meios de mudar a opinião pública.

Rommelqe
Rommelqe
11 meses atrás

De um ponto de vista meramente do piloto, o que eu queria saber mesmo é a opinião de algum israelense que ja tenhavoado nos dois.
Agora em relação às potencialidades e operacionaldade enquanto força de combate. entendida como capacidade de linkagen cco as bases em terra e outras aeronaves, aí é outra história! Não duvido que o F15X ja tenha uma grande parte da avionica do F35A. Alguem, seja americano, israelense ou ingles, falar algo a respeito? Fica esperando.

Sidney
Sidney
Reply to  Rommelqe
11 meses atrás

Existe na internet um relato de um piloto norueguês com larga experiência no F-16C. E outros de pilotos da USAF também. Procura no site theaviotinist este relato pois é muito consistente técnicamente e é opinião de quem sabe o que fala.

Rommelqe
Rommelqe
Reply to  Sidney
11 meses atrás

Obrigado Sidney. É uma fonte razoavel.

leonidas
leonidas
11 meses atrás

Bem acho que o tira teima confiável dessa questão poderá ser obtido junto a força aérea de Israel.
Eles operam os dois equipamentos, usam eles em condições que não são possíveis aos outros operadores (devido o contexto geo politico) e tem know how técnico de sobra para podermos dar fé nos relatos deles.
Alguém ai sabe dizer se por parte das forças Israelenses já há um pronunciamento sobre as qualidades dos dois caças?

JT8D
JT8D
Reply to  leonidas
11 meses atrás

Não espere ouvir da força aérea israelense nenhum pronunciamento sobre as qualidades/defeitos do seu equipamento

Leonardo M.
Leonardo M.
Reply to  leonidas
11 meses atrás

Toda eletrônica dentro dos caças da força aérea de Israel são fabricados localmente e nunca saberemos o que um F-35 Adir e os F-15 de lá carregam dentro para guerra eletrônica, contra medidas, radares e outros.

Denis
Denis
11 meses atrás

Hah!! Queria poder postar agora aquele meme com o torcedor mostrando a placa “Eu já sabia”! O papinho sobre confiabilidade não fui eu que inventei, percebem? Nas palavras do veterano caçador: “-A principal razão para compartilhar essa pequena história é demonstrar a incrível confiabilidade que nossos F-15 mantiveram durante todo o conflito. O 58º TFS voou 1.182 missões de combate e 7.000 horas. Duas estatísticas que provam sem dúvida quão confiável e seguro o F-15 Eagle é como um multiplicador de força.” “-A escolha final, assim como tantas outras coisas em nosso governo, são preocupações orçamentárias. O F-35 provou, repetidas… Read more »

JPC3
JPC3
Reply to  Denis
11 meses atrás

Botei três links explicando isso.

lê os comentários e os links antes de sair escrevendo qualquer coisa. Situação já foi explicada diversas vezes e é exatamente o contrário do você escreveu.

JPC3
JPC3
Reply to  Denis
11 meses atrás

Inventaram de comprar F-15 porque as encomendas de Superhornet estão chegando ao fim e a Boeing corre o risco de ficar fora do mercado de caças e ter suas linhas de produção fechadas por 20 anos, ou para sempre.

Todo mundo estava fazendo de acordo com o programado até vir alguém lá de cima e tentar salvar a Boeing, só isso.

Nada difícil de entender.

ECosta
ECosta
11 meses atrás

America do Sul e Europa nunca se animaram para comprar o F15. Será que foi pelo custo ?

JT8D
JT8D
Reply to  ECosta
11 meses atrás

Titio Sam não vende F-15 pra cucaracha

ecosta
ecosta
Reply to  JT8D
11 meses atrás

E Europa ?

Leonardo Costa da Fonte
Leonardo Costa da Fonte
Reply to  JT8D
11 meses atrás

Ao meu ver, com toda a razão. Países com um estabilidade política tão grande quanto os nossos, não merecem confiança. A única exceção é o Chile.

Heli
Heli
11 meses atrás

O que é impressionante é a diferença de detecção ante ao sistema S-400: 21 milhas para o F35 e quase 200 milhas para o F15. É possível e racional a USAF operar os dois caças juntos, o F15 operando como sniper à frente destruindo caças inimigos e depois que seus 4 AIM120c/d acabarem, agir guiando os disparados pelos F15. No entanto, alguns colegas aqui esquecem ou negligenciam que varias armas do atual inventario da USAF não cabe nas baias do F35, ou se cabem é em baixa quantidade (por exemplo duas bombas guiadas e dois AIM120, e só), já com… Read more »

Sergio Prado
Sergio Prado
11 meses atrás

Heis a voz da VERDADE.

Argos
Argos
11 meses atrás

Sei que isso não importa para aviões de guerra mas se fosse por beleza o F15 seria eterno e o F35 nem sairia do hangar… Ainda mais essa versão do F15X! Que avião lindo

Matheus Santos
Matheus Santos
11 meses atrás

A reportagem é boa e fala bem do F-15, mas não do que o F-35 não faz. Não justifica o “versus” do título.

Dudu
Dudu
11 meses atrás

O F-35 é mais avançado,sem dúvida…Se estiver disponível.Se não houverem problemas de software.Centenas deles.Quanto a suposição que o piloto diz o que diz só por ter voado no F-15:será que pilotos que voaram em caças comprovadamente problemáticos elogiariam tais aeronaves só porque voaram nelas?Ou os elogios dele são baseados em fatos?Daí julgar isso pode também envolver o sentimentalismo por determinado caça vindo de nós,entusiastas,ou mesmo em alguns casos,de quem conhece o assunto.Beneficiar quem produz o caça?Puxa nesse quesito a LM é invencível,nadando na fortuna nunca antes vista gasta em um caça.Daí afirmam: “é o custo da inovação”.Bem,a inovação do F-22,caça… Read more »