Home Aviação de Ataque Guatemala desiste de comprar os dois aviões argentinos Pampa III

Guatemala desiste de comprar os dois aviões argentinos Pampa III

5364
83
Pampa III
Pampa III

O subcontrolador da Qualidade da Despesa, César Elías, anunciou que, se o Ministério da Defesa da Guatemala não cumprisse a recomendação, apresentaria reclamações

O vice-ministro da Defesa, Jorge Ruiz Serovic, confirmou hoje que a aeronave Pampa III não será mais “comprada” da companhia aérea estatal argentina, por recomendação da Controladoria Geral de Contas (CGC). Isso foi anunciado durante sua convocação à Bancada Unida Revolucionária Nacional Guatemalteca (URNG-Maíz) no Congresso.

Fernando Fernandez, delegado da instituição de auditoria, indicou na reunião que era recomendado suspender a negociação porque o acordo que seria usado para a compra da aeronave não é “previsto em lei”.

O subcontrolador da Qualidade da Despesa, César Elías, havia alertado que, se o Exército não cumprisse o aviso de que a compra da aeronave – por meio do acordo modificado – “era inadmissível”, eles apresentariam queixas criminais.

“A análise legal do processo enviado pelo Ministro da Defesa foi concluída, notificamos que os regulamentos que ele invoca para iniciar o procedimento de aquisição são inadmissíveis, e recomendamos que ele desista imediatamente e se submeta ao cumprimento do atual sistema legal”, assegurou Elias ontem.

Em 3 de junho, o presidente Jimmy Morales e o chefe da pasta militar, Luis Miguel Ralda Moreno, viajaram para a Argentina com outras autoridades para organizar a aquisição das duas aeronaves por US$ 28 milhões.

O Gabinete do Procurador Contra a Corrupção investiga o caso das aeronaves. Nilson Castillo, promotor responsável, indicou que “estão realizando todas as análises” e que solicitarão “os documentos necessários”.

FONTE: elperiodico.com.gt

Subscribe
Notify of
guest
83 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Guacamole
Guacamole
11 meses atrás

Bem, isso foi rápido…

Chris
Chris
Reply to  Guacamole
11 meses atrás

A gente conhece bem essa novela…

Nos bastidores, está acontecendo até com o GRIPEN, recentemente a policia sueca interrogou o ex-presidente sueco, a pedido da Justiça brasileira…

Mas estamos falando de apenas 2 aeronaves baratas ! Tem lugares bem piores que o Brasil ! heheh

Gabriel
Gabriel
11 meses atrás

A história parece muito com a do Molusco comprando o Rafale.

Rafael
Rafael
Reply to  Gabriel
11 meses atrás

E também a da Kombi com caixa MGB bixada.

Camargoer
Reply to  Gabriel
11 meses atrás

Caro Gabriel. O Rafale, o F18 e o Gripen haviam sido testados pela FAB e todos os três atendiam o que a havia sido especificado. A escolha final coube ao presidente. Há quem diga que o F18 seria escolhido até estourar o escândalo da espionagem e que o Gripen foi escolhido por exclusão. Outros dizem que o Gripen era o preferido da FAB. O fato é que sempre coube ao presidente em exercício a decisão final.

Chris
Chris
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

E ele tinha escolhido o avião do “amiguinho”… Que depois… heheh

Como dito varias vezes… A FAB só preferiu o GRIPEN por questões orçamentarias ! E eles estão certos !

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Na época da escolha do Rafale, a FAB ainda não tinha sequer terminado seu relatório sobre as aeronaves.
Foi uma escolha temerária do então presidente.

Denis
Denis
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Ao presidente? Todas as fontes oficiais afirmam que foi a FAB que escolheu. E este é o procedimento lógico.

Fernando Vieira
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Ainda ontem estava conversando com um amigo sobre isso. Acho que a melhor escolha da FAB sem dúvida foi o Gripen. Excluindo qualquer variável que tenha sido determinante como vocês vivem levantando aí, desde Edward Snowden, passando por favorecimentos ilícitos até as mais estapafúrdias como Iluminatis, acabou saindo a melhor opção.

O F-18 é pé de burro, faria o serviço, mas já é uma aeronave relativamente obsoleta, precisamos olhar pra frente porque caças zero quilômetro pra FAB agora só nossos netos que vão ver. Então, que se consiga o que há de melhor no momento.

Dalton
Dalton
Reply to  Fernando Vieira
11 meses atrás

O “Super Hornet Block III” está a caminho e deverá manter à aeronave
relevante por 20 anos ou mais, então, não diria ainda que é relativamente obsoleta.

Fernando Vieira
Reply to  Dalton
11 meses atrás

Mas será que seria essa versão a vendida para o Brasil?

Aliás, vai ter versão naval desse novo Super Hornet ou a Marinha Americana vai apostar todas as fichas no F-35?

Dalton
Dalton
Reply to  Fernando Vieira
11 meses atrás

Não digo que seria o ideal para o Brasil Fernando e sim que eles continuarão relevantes por pelo menos duas décadas e a versão Block III já está sendo produzida.
.
O F-35C não se destina a substituir o “Super Hornet” eles serão complementares e inicialmente se terá um esquadrão de Block III e um esquadrão de F-35C em cada ala aérea
para mais perto do final da próxima década se ter 2 esquadrões de cada aeronave em cada ala aérea.
abs

Fernando Vieira
Reply to  Dalton
11 meses atrás

Desculpe, acho que me expressei mal. Minha pergunta é se o F-18 tivesse saído vitorioso do FX-2, a versão ofertada era a Block III? Se fosse tudo bem, mas acho que ele teria sido derrotado no critério de transferência de tecnologia e custos de operação manutenção.

Com relação a operação das alas aéreas da Marinha dos EUA, muito obrigado pela explicação.

Dalton
Dalton
Reply to  Fernando Vieira
11 meses atrás

No caso de você revisitar esse comentário Fernando, não existia o “Block III” então, só que o “Block II” que foi ofertado, pode/poderia ser convertido em “Block III”, tanto que a US Navy terá além de novos “Block III”, muitos “Block II” mais recentes que serão convertidos.
.
De qualquer forma o “Block III” é uma forma de manter à
aeronave relevante na parceria com o F-35C na US Navy,
e mesmo um “Block II” já atenderia às necessidades da FAB,
mas penso que o “Gripen” no geral, foi a melhor escolha.
.
abs

Ricardo
Ricardo
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Lula até anunciou a compra dos Rafales na segunda fase de processo de escolha dos caças.

https://politica.estadao.com.br/noticias/geral,lula-confirma-a-compra-de-36-cacas-franceses-e-faz-acordos-de-r-37-5-bi,430976

Mattos
Mattos
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Um presidente que não sabe NADA, vai saber de caça a jato??? Me poupe. A fakaram um monte de abobrinha e ele foi na onda do Rafale( houve promessa ).

Peter nine nine
Peter nine nine
11 meses atrás

That was… Fast… No?

Bardini
Bardini
11 meses atrás

AHhahahahahah…

Eduardo
Eduardo
Reply to  Bardini
11 meses atrás

Meu comentário seria exatamente esse seu Bardini. hahahahaha.
Ou, como diz o ditado: alegria de pobre dura pouco.

MBP77
MBP77
11 meses atrás

Foi literalmente um negócio junino:
“Olha a venda!
Ahhh!
É mentira!”
Sds.

Marcos
Marcos
11 meses atrás

Estou rindo, mas com respeito.

Seria uma ironia do destino se a Guatemala comprasse 2 Super Tucanos, que aliás, são melhores para combater o narcotráfico.

Alfredo RCS
Alfredo RCS
Reply to  Marcos
11 meses atrás

Desde quando “governos revolucionarios” desejam combater o narcotrafico???

kaleu
kaleu
Reply to  Alfredo RCS
11 meses atrás

Essa é a questão !

Quando li “Bancada Unida Revolucionária Nacional Guatemalteca (URNG-Maíz)” falei comigo mesmo ichhhh melou a venda argentina …

É a típica quedinha de braço entre os políticos “revolucionários” e os militares …

Aqui, graças a Deus, estamos calando nossos revolucionários, que permaneçam calados pelas próximas 3 décadas pelo menos …

Maurício.
Maurício.
11 meses atrás

Tirando o fato que o pampa é um avião bem fraquinho, o fato é que o coitado não tem sorte, nasceu para ter “meia dúzia” de aeronaves produzidas, a Bolívia atravessou o mundo para comprar treinadores chineses mesmo tendo o pampa aqui do lado.

Sandro
Sandro
Reply to  Maurício.
11 meses atrás

Isso a se falar que na época dessa compra o governo na argentina era de esquerda e nem assim o pampa foi vendido.

Wellington Góes
Wellington Góes
11 meses atrás

Dev ter uma imensa cabeça burro, debaixo piso da FADEA. Putz!!!

Filipe Prestes
Filipe Prestes
Reply to  Wellington Góes
11 meses atrás

PQP eu tive que rir dessa! Kkkk

nonato
nonato
Reply to  Wellington Góes
11 meses atrás

Não entendi. Não captei.

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  nonato
11 meses atrás

Cabeça de burro enterrada é uma macumba forte que prejudica o terreno onde está enterrada.

Julio
Julio
Reply to  Wellington Góes
8 meses atrás

Acho que é bem mais incompetência, ingerência política e total falta de foco. Vide Embraer, que estava mal das pernas nas mãos do Estado. A grande diferença da empresa brasileira, é que esta optou já nos primeiros momentos em fazer aviões civis, que não enfrentam restrições geopolíticas e a concorrência, apesar de brutal, é bem mais mansa. Assim, a Embraer foi aprendendo ali no seu cantinho, quietinha, ao montar sob licença os Piper, sem incomodar a Cessna. Ao mesmo tempo, olhou para dentro do Brasil e desenvolveu o Bandeirane, com um baita mercado garantido, caso não houvesse vendas externas. Devagar… Read more »

Adriano Madureira
Adriano Madureira
11 meses atrás

Santana,se eles estão comprando duas aeronaves argentinas por USD28 milhões(peças e treinamento incluso…) e já há choradeira,fico pensando oque aconteceria se comprasse um A-29 que custa entre USD10-18 milhões de dolares,isso sem contar os sobressalentes…

Guatemala não tem lá uma verba militar gorda,em 2018 foi apenas de USD275 milhões.

Leandro Costa
Leandro Costa
11 meses atrás

Parece ser uma burocracia gigantesca. Imagino qual seria o processo legal de fato para a aquisição de aeronaves para as FFAA Guatemaltecas.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Leandro Costa
11 meses atrás

Não sei. De repente é só uma licitação ou que deveria haver previsão orçamentária para o gasto e não tem.
A culpa pode ser do presidente e do MD locais.

Pangloss
Pangloss
11 meses atrás

“O Pampa é muito para nós.” – Nelson Jobim guatemalteco

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Pangloss
11 meses atrás

Eu rí, mas com peso no coração.
Pobres coitados…

Pangloss
Pangloss
11 meses atrás

Só para registro do poderio militar guatemalteco: na década de 80, quando a Guatemala insinuou alguma pretensão sobre Belize, o UK desdobrou quatro Harriers para lá, e isso bastou para o chihuahua guatemalteco voltar para sua casinha.

LucianoSR71
LucianoSR71
11 meses atrás

Desculpe, mas não dá fugir da cena:

Estou comprando 2 aviões Pampa.

Assinado Presidente da Guatemala.

– É verdade esse bilete –

Delfim
Delfim
11 meses atrás

Cucarachas comprando de milongueiros. Esperavam o quê ?

JT8D
JT8D
Reply to  Delfim
11 meses atrás

Que coisa triste …

Delfim
Delfim
Reply to  JT8D
11 meses atrás

Triste é ser chamado de “macaquito”.

Luiz
Luiz
Reply to  Delfim
11 meses atrás

De maricons então, nem se fala!

Delfim
Delfim
Reply to  Luiz
11 meses atrás

Cabron, huevon…

Peter nine nine
Peter nine nine
11 meses atrás

Eu tenho pena, eu gosto do avião, apesar do vosso ódio geral por ele. ^^

JT8D
JT8D
Reply to  Peter nine nine
11 meses atrás

É um bom avião. Foi projetado pelos alemães da Dornier. Uma pena que os argentinos não souberam vendê-lo (nem eles mesmos compraram uma quantidade razoável)

JT8D
JT8D
Reply to  JT8D
11 meses atrás

Compraram uma meia duzia, só para não fechar a fábrica. Como eu disse, muito triste

Jorge Augusto
Jorge Augusto
Reply to  JT8D
11 meses atrás

Cara, eu acompanho um canal chamado Panzer Argentino. É um cara muito pé no chão, que NUNCA cria falsas esperanças sobre a Argentina em termos militares.

Mas até ele caiu nessa. Agora dá até tristeza ver as pessoas comemorando a venda nos comentários sabendo que tudo foi pro ralo.

Ele até falou ” Estamos falando do governo argentino, só comemore quando o avião estiver voando para ser entregue.

nonato
nonato
Reply to  Jorge Augusto
11 meses atrás

Isso se aplica a muitos negócios militares.
Até mesmo nas grandes economias quantas encomendas não foram canceladas por motivos diversos?

smichtt
smichtt
Reply to  Jorge Augusto
11 meses atrás

O último vídeo do canal intitula-se ” De Guatemala e Guatepeor”…

smichtt
smichtt
Reply to  smichtt
11 meses atrás

…a Guatepeor”

Jorge Augusto
Jorge Augusto
11 meses atrás

Isso é espetacular… Tudo da errado pros hermanos.

Em se tratando de noticias militares argentinas, nem que a noticia seja verdadeira, tu tem que ficar de olho pra ver se n da algo totalmente errado depois.

Régis Athayde
Régis Athayde
11 meses atrás

Mas que fase passa a Argentina, hein? Nem dois Pampinhas consegue emplacar.

PST27
PST27
11 meses atrás

Maduro encomendou 7.

Alexandre Esteves
Alexandre Esteves
11 meses atrás

Ouso dizer: o futuro do Pampa III será o de tentar ser o sucessor o T-27 na Academia da Força Aérea de seu “hermano” do norte, ou seja “nossotros”.
Pelo menos, emplacados uma venda externa de vulto e manteria FAdeA com produção.

Alexandre Esteves
Alexandre Esteves
Reply to  Alexandre Esteves
11 meses atrás

“emplacariam”.

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  Alexandre Esteves
11 meses atrás

Não teria lógica usar o Pampa na AFA e depois o A-29 que tem desempenho inferior em Natal.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
11 meses atrás

Alegria de pobre dura pouco..

paddy mayne
paddy mayne
Reply to  Heinz Guderian
11 meses atrás

pensei nisso. Entra na loja, olha, olha, pergunta, prova, e no final diz “na volta au compro…”. Na volta de Cristo, rs.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  paddy mayne
11 meses atrás

Exatamente amigo kkkkkkkk

Augusto
Augusto
11 meses atrás

Moiô.

Denis
Denis
11 meses atrás

Hoje não! Hoje não! Hoje não! Hoje siiim!!! 🙁

Vitor Silva
Vitor Silva
11 meses atrás

Este negócio é de fazer rir para não chorar, agora é que viram que não podia levar canhões….

Denis
Denis
11 meses atrás

Ai, caramba! Guatemala nem precisa de FFAA! O espaço aéreo do Tio Sam estende-se até aqui! 😉

Gil
Gil
11 meses atrás

Quando saiu a noticia da venda eu falei que só acreditava primeiro vendo os aviões na Guatemala já que duvidava da noticia por ser de una fonte argentina (jornais sem credibilidade) e anhadi que o Pampa já era uma bosta tecnologica 20 anos atras quando foi criado (imagina agora), GANHEI MUITOS DISLIKES, agora sucedeu o esperado que era Fake news, que falem agora os “ISPICIALISTAS”!!

Coutinho
Coutinho
Reply to  Gil
11 meses atrás

Não era fake news. Leia atentamente o texto. O processo de compra não foi feito de maneira legal e teve que ser cancelado.

Gil
Gil
Reply to  Coutinho
11 meses atrás

Foi fake news o de anunciar a venda de algo, que sequer tinha um contrato de venda feito e menos ainda assinado, o correto seria anunciar que havia apenas o interesse (por questões politicas) pelo citado objeto. Interprete atentamente a noticia.

Jeff
Jeff
11 meses atrás

Quebrou o saltinho no meio do tango, foi?

Delfim
Delfim
11 meses atrás

Compraram no Mercado Livre, “La garantia soy yo” ! :))

Antonio Palhares
Antonio Palhares
11 meses atrás

Alegria de pobre dura pouco. O pão do pobre sempre cai com o lado da manteiga para baixo.

ADLER MEDRADO
11 meses atrás

A impressão que dá é que na Guatemala os políticos e burocratas em geral tem receio de colocar qualquer arma nas mãos de seus militares

João Moro
João Moro
11 meses atrás

Está muito estranho essa notícia. Falta mais informações como: qual é o procedimento correto, quais são os regulamentos que o MD Guatmalteco invocou para a aquisição do PAMPA III, etc.

FERNANDO
FERNANDO
11 meses atrás

Pois é, os tentáculos do norte ainda são fortes na América Central.
E são apenas duas unidades, imagina se fosse 30??

Fabio Mayer
Fabio Mayer
Reply to  FERNANDO
11 meses atrás

E vc acha mesmo que os EUA teriam receio de um poderoso esquadrão de 2 IA-63 Pampa? Ou de um de 30?

Daglian
Daglian
Reply to  FERNANDO
11 meses atrás

Numa venda de aeronaves argentinas para a Guatemala o cara consegue ver influência norte americana! É muita neurose! O que não é culpa dos norte americanos?

Coutinho
Coutinho
Reply to  Daglian
11 meses atrás

Pois é. Nem vou mencionar o fato de que a Argentina possui o status de aliada dos E.U.A.

Fabio Mayer
Fabio Mayer
11 meses atrás

É um país pobre, conta os trocados para qualquer coisa.

Mas ninguém bate o Brasil no quesito BUROCRACIA, vale lembrar que o FX já está completando uns 25 anos, e ainda não chegou NENHUMA aeronave!

Delfim
Delfim
11 meses atrás
Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Delfim
11 meses atrás

Duvido muito.
Mesmo que os Espanhóis deem esses caças de graça pros colombianos, eles rapidamente veriam o quão caro é manter voado e MANTER a manutenção em dia desse caça.
Vai ser Forévis-16 pra eles. Seja novo ou via FMS de segunda mão.

Entusiasta Militar
Entusiasta Militar
11 meses atrás

Na verdade, pelo que li sobre o assunto, nao se trata de problemas com a aeronave e sim de problemas de burocracia da Guatemala que nao foram seguidas a risca pelo presidente e pelo MD de la, que quiseram “acelerar” essa compra, mas nao deu e talvez no futuro se tudo for resolvido pode ser que essa compra se concretize . Por outro lado, Eu sempre gostei do Pampa III, acho super bonito, barato e bom para o que se propõem fazer que é treinamento e ataque leve. E dito isso, penso que seria Ótimo a nossa FAB compra-se uns… Read more »

Entusiasta Militar
Entusiasta Militar
Reply to  Entusiasta Militar
11 meses atrás

Mas, nao saiu a outra parte do meu comentário em que digo que acho mais provável que se a FAB for operar um LIFT com certeza seria o M-346 Master por ja estar em uso em mais de um operador, ser melhor em todos os quesitos, ter uma aviônica avançada e ate ser capaz de lançar misseis BVR, bombas inteligentes, etc …

rocha
rocha
11 meses atrás

Melhor seria os sulamericanos ajudar-se mutuamente. Argentinos .bolivianos.paraguaios brasileiros,etc. comprar Pampa III, Guarani, Tucano, Tam, PC-peruano, corveta Barroso,Gripem, etc. Tudo o que puder ser comprado daqui do sul,apesar da interferencia estrangeira.substituindo peças sempre que possivel para facilitar vendas.Mas como tudo que fabricamos”Latinos” tem pecinha dos gringos, fica dificil mesmo.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
11 meses atrás

Que fase vive a indústria portenha, mesmo assim o governo da Argentina deveria contratar mais dessas aeronaves para dar horas de voo para seus pilotos.

Bryan
Bryan
11 meses atrás

Existe uma reportagem no Youtube sobre o Pampa e o Super Tucano a qual eles comparam as aeronaves. Os “especialistas” (entre aspas, pois não os conheço) afirmaram que o Super Tucano é sem dúvida a melhor opção, além de baixo custo operacional, confiabilidade e rápido pós-venda. No entanto, eles afirmaram uma coisa que não consegui achar na internet sobre o potencial da aeronave. Explico. Eles afirmaram que o Pampa possui um desempenho similar ao Super Tucano para interceptar aeronaves de pequeno porte, por exemplo, Cessna 172, o que não seria um impeditivo, além de instalar sistema de radar. A dúvida… Read more »

kaleu
kaleu
11 meses atrás

Se aqui fosse Dilma e lá Christina, a FAB já estaria voando Pampas até as tampas rsrsrs