Home Abate Trump aprovou ataque ao Irã e cancelou na última hora, diz NYT

Trump aprovou ataque ao Irã e cancelou na última hora, diz NYT

6861
120
Bombardeiros B-52 e B-2 da Força Aérea dos EUA

Decisão dividiu assessores do presidente; aviões e navios já estavam posicionados para bombardeios a alvos iranianos

WASHINGTON – O presidente americano, Donald Trump , aprovou bombardeios ao Irã em retaliação à derrubada de um drone de espionagem americano pela defesa antiaérea de Teerã na quinta-feira, mas desistiu de última hora, informou o jornal The New York Times.

Segundo o jornal, até 19h em Washington (20h no Brasil), militares e diplomatas americanos estavam esperando os ataques, depois de intensas discussões entre autoridades da Casa Branca e congressistas. Trump havia aprovado bombardeios a uma série de alvos iranianos, que incluíam radares e baterias de mísseis. A operação estava prevista para a madrugada desta sexta-feira no Irã, noite de quinta em Washington.

O ataque estava em andamento, com os aviões militares no ar e navios posicionados, quando foi cancelada pelo presidente americano, disse o NYT, citando altos funcionários do governo como fonte. A reviravolta, lembrou o jornal, interrompeu o que teria sido a terceira ação militar de Trump no Oriente Médio, que bombardeou duas vezes alvos na Síria, em 2017 e 2018.

A diferença, segundo analistas, é que, enquanto a Síria é um país devastado pela guerra civil de oito anos, sem capacidade de reação, o Irã é um dos países mais populosos e com um dos maiores contingentes militares no Oriente Médio, calculado em 500 mil homens. Segundo o New York Times, não estava claro se Trump mudou de ideia sobre os bombardeios ou se a estratégia da Casa Branca mudou. Também não há certeza sobre se os planos de ataque poderão ser retomados posteriormente.

Na manhã de quinta-feira, o Irã anunciou ter derrubado um veículo não tripulado americano que, segundo afirmou, invadiu o seu espaço aéreo. O governo americano disse que o drone estava em águas internacionais sobre o Golfo de Omã, contíguo ao Golfo Pérsico, quando foi alvejado. Os dois países divulgaram coordenadas diferentes para o local do incidente.

A tensão entre Estados Unidos e Irã vem crescendo desde que Washington deixou o acordo nuclear assinado com Teerã em 2015, e voltou a impor sanções econômicas ao país persa. Com as sanções, as exportações de petróleo iranianas foram reduzidas ao mínimo, e o país deixou de colher os benefícios econômicos que esperava quando abriu mão de produzir armas nucleares.

Nos últimos dias, a tensão cresceu com o ataque com explosivos sofrido por dois petroleiros no Golfo de Omã, pelos quais Trump culpou o Irã, que negou, sugerindo que as ações foram realizadas por “inimigos da diplomacia”, em uma referência a aliados americanos na região, como a Arábia Saudita.

Ainda de acordo com o NYT, os principais assessores de Trump se dividiram sobre um ataque, que teria sido defendido pelo secretário de Estado, Mike Pompeo, o conselheiro de Segurança Nacional, John Bolton, e a diretora da CIA, Gina Haspel. Dirigentes do Pentágono teriam se posicionado contra os bombardeios, temendo uma reação iraniana que poderia levar a situação a ficar fora de controle.

FONTE: O Globo

Subscribe
Notify of
guest
120 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
11 meses atrás

Eua X Irã
Quem pisca primeiro?

Oriente Médio é aquele lugar onde não importa o quanto as coisas estejam ruins, sempre dá pra piorar mais um pouco.

Minuteman
Minuteman
Reply to  Willber Rodrigues
11 meses atrás

Interessante foi o fato de que até os Democratas autorizavam e sabiam do ataque.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Minuteman
11 meses atrás

Olá Minuteman. É preciso lembrar que os Democratas autorizaram a invasão ao Iraque também. Imagino que haja um enorme medo dos adversários políticos alegarem falta de patriotismo nas próximas eleições parlamentares.

sergio ribamar ferreira
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Comentário lúcido e esclarecedor para muitos. Concordo plenamente. Seus comentários cada vez melhores. Grande braço. Desculpe o incômodo ou qualquer problema anterior. Aprendo e muito . erros e acertos. Parabéns.

sergio ribamar ferreira
Reply to  sergio ribamar ferreira
11 meses atrás

Grande abraço. Desculpe.

Camargoer
Camargoer
Reply to  sergio ribamar ferreira
11 meses atrás

Olá Sergio. Um abraço igual.

teropode
Reply to  Minuteman
11 meses atrás

Foi por isso que Trump cancelou , só pra contrariar a presidenta do congresso americano 😂😂😂😂

Gavião 15
Gavião 15
Reply to  Willber Rodrigues
11 meses atrás

Sem dúvidas. O radicalismo muçulmano que impera na região, agora tem a contrapartida ocidental (quase do mesmo nível) chamado Trump. Vejam que os aliados europeus continuam francamente a favor da manutenção do antigo acordo, o que na minha opinião me parece o melhor caminho, mas Trump insiste em querer sufocar a economia iraniana. Resumindo: está tudo certo para dar errado.

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Gavião 15
11 meses atrás

Pelo menos Trump, teve um momento de sensatez. Espero que ele saiba que é mais fácil começar de que acabar uma guerra. Veja-se o caso do Afeganistão, já lã vão 18 anos.

IVAN GONCALVES SILVERIO
IVAN GONCALVES SILVERIO
Reply to  Gavião 15
11 meses atrás

Concordo plenamente.

M.@.K
M.@.K
11 meses atrás

Estão afinando os tambores da guerra….

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  M.@.K
11 meses atrás

não será uma guerra, apenas um q ataca e o outro q tentara se defender sem sucesso

Rene Dos Reis
Rene Dos Reis
Reply to  horatio nelson
11 meses atrás

resta saber se as bases americanas na região estão ao alcance dos misseis do Irã. Curioso que com a Síria não pensou duas vezes

Adriano Madureira
Adriano Madureira
11 meses atrás

O Irã ainda foi gentil, poderia ter derrubado o P-8 Poseidon com seus nove tripulantes que também estava à voar na área …
Mas derrubaram apenas um drone de umas dezenas de milhões de dólares

Menos mal! Mas é oque pode acontecer ao entrar no quintal dos outros como se o mundo fosse seu.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Adriano Madureira
11 meses atrás

Se o Irã fizesse isso, nesse exato momento ele estaria tomando uma chuva de Tomahanwnk’s e sendo bombardeados por vários B-2 e B-52

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Willber Rodrigues
11 meses atrás

EUA sabem que qualquer ataque ao Irã vai sobrar para outros.
Muito provavelmente, Israel.
E a Arábia Saudita que não abra o olho.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Antoniokings
11 meses atrás

O Aiatola é suicida, eles não tem a mínima chance contra nenhum desses países muito menos todos juntos ao mesmo tempo.

Provavelmente lançariam mísseis contra a Árabia Saudita como já tem feito faz tempo através do Iêmen, mas a Árabia Saudita já tem seus próprios mísseis que eles tem comprado dos chineses como o Dong Feng-3 e o DF-21, vai saber se não conseguiram umas ogivas com o Paquistão também.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Adriano Madureira
11 meses atrás

Bom, ta um lado discutindo com os outros. mas os americanos afirmam que estavam em espaço aéreo internacional.

Se isso fosse caso pra ser abate. as forças aéreas da China, Russia e EUA não existiriam mais porque esses 3 adoram passar perto dos espaços aéreos dos outros.

Chris
Chris
Reply to  Victor Filipe
11 meses atrás

A verdade nunca se saberá ! Mas acho muito dificil que os americanos tenham invadido o espaço aereo deles.

Pois nem precisam disto e não o fariam com essa tipo de avião.

O local do abate é até próximo da rota de aviação comercial… O que está fazendo as companhias aereas desviarem ja !

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Adriano Madureira
11 meses atrás

Este drone não precisa entrar no espaço aéreo do país par cumprir sua missão. Voando perto da fronteira, ele tem recursos tecnológicos para “enxergar” até 500 km dentro do território, mapear e transformar em informação preciosa.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Adriano Madureira
11 meses atrás

Você esta sendo irônico nê,?

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Adriano Madureira
11 meses atrás

O Irã tem que fazer igualzinho o Iraque fez, esperar o ataque das tropas inimigas que estão se agrupando e cercando para, só depois do primeiro tiro deles, se defender? Uma ova, o Irã ataca antes. Mandou drone espião, dentro do território ou próximo para espionar e conseguir vantagem militar, vai levar chumbo. Assim como se os EUA começarem a agrupar tropas para cercar o Irã, vão tomar chumbo antes. É assim que funciona, ninguém avisou para o Irã que ele deve jogar de acordo com as regras que o Ocidente dita. Sadam não atirou antes porque acreditou, tolo que… Read more »

sergio ribamar ferreira
Reply to  100nick-Elã
11 meses atrás

Concordo. Sadam foi idiota. Esperou e levou. Guerra não tem regras. Visto que ONU serviu para quê no caso do Iraque? Abraços

Brunow Basillio
Reply to  Adriano Madureira
11 meses atrás

Interessante o fato dele estava voando em espaço aéreo internacional….
Mas como o Irã conseguiu dezenas de pedaços do Drone para fazer uma exposição , se ele caiu no mar?

Chris
Chris
Reply to  Brunow Basillio
11 meses atrás

Tem pedaços que flutuam…

Glima
Glima
Reply to  Adriano Madureira
11 meses atrás

Esse desejou o desaparecimento do Irã. É um americano ferrenho de coração. 😂😂😂😂😂

Chris
Chris
Reply to  Adriano Madureira
11 meses atrás

A parte sinistra… E q complica as coisas pro Irã, é que ali pertinho… 2 petroleiros foram bombardeados recentemente.

Eles negaram a autoria… Mas agora.. Ficou difícil de achar que isso é coincidência.

A aviação civil… Ja está desviando do Irã.

Gavião 15
Gavião 15
Reply to  Adriano Madureira
11 meses atrás

De forma alguma eu defendo os doidos fundamentalistas do Irã, mas também temos que ter que entender o lado deles. Ninguém fica confortável vendo aviões espiões gravando seus sinais quase que diariamente.

CRSOV
CRSOV
11 meses atrás

Ficou difícil para os EUA justificar que o drone estava em espaço aéreo internacional pois o Iran acabou de demonstrar vários pedaços desse drone que foram achados em seu território !! Talvez possam dizer que por conta da altura, da velocidade e da direção que o drone tomava os pedaços terem se espalhado por uma longa área porém o fato de boa parte da carcaça do drone ter sido achada em território terrestre do Iran enfraquece e muito essa alegação !!

Jadson Cabral
Jadson Cabral
Reply to  CRSOV
11 meses atrás

Ah, claro… porque o Irã não pode ter buscado os destroços seja lá onde eles tenham caído e dizer que foi dentro do território…

CRSOV
CRSOV
Reply to  Jadson Cabral
11 meses atrás

E aonde estão as filmagens americanas mostrando que o Iran retirou os escombros do drone do mar internacional e os levou para dentro do seu território para justificar o abate ??

Aéreo
Aéreo
Reply to  CRSOV
11 meses atrás

Esta em espaço aéreo segundo esta figurinha ai, mas pergunto, esta figurinha é verdadeira?

JT8D
JT8D
11 meses atrás

A Turquia abateu um avião russo que invadiu seu território e mesmo assim continuam amiguinhos. Se os EUA quiserem uma desculpa para atacar o Irã vão precisar algo mais sério

Señor batata
Señor batata
Reply to  JT8D
11 meses atrás

Boa tarde JT8D. Eu geralmente eu leio seus comentários e concordo. Mas creio q no caso a situação é bem diferente. Mesmo pq irã e eua tem histórico bem diferente q turquia e russia. Desculpa sempre tem pra puxar o gatilho, mas valer a pena é o q não deixa a situação descambar de vez.
Tchau e abraços.

JT8D
JT8D
Reply to  Señor batata
11 meses atrás

Caro amigo carbohidrato, obrigado pelo comentário simpático. Entretanto eu continuo achando que a perda de um drone não seria justificativa para um ataque que provavelmente custaria vidas humanas. O próprio Trump admitiu isso. Não que eles realmente se importem, mas é uma questão de imagem. Abraços

Señor batata
Señor batata
Reply to  JT8D
11 meses atrás

Olá novamente JT8D. Já discordando novamente afirmo q existe um ponto na sua afirmação q meio q aponta para o q eu disse. Não ataca-se pq o preço é salgado (se houvesse meio de atacar sem baixas seria feito sem dúvida). É o mesmo motivo q não de da cabo da CN. No caso estou usando um norte q quase sempre vejo no seus próprios comentários, os motivos reais são quase sempre pragmáticos e baseados em parâmetros diretos.
Tchau e abs.

JT8D
JT8D
Reply to  Señor batata
11 meses atrás

Bom, acho que na verdade concordamos então. Abs

Señor batata
Señor batata
Reply to  JT8D
11 meses atrás

Hehehe reparando agora parece falamos a mesma coisa.
Desculpe a discussão desnecessária 😅

sergio ribamar ferreira
Reply to  JT8D
11 meses atrás

kkkkkkkkkkk

Taso
Taso
Reply to  JT8D
11 meses atrás

Acho que Turquia teve que “reparar” com alguns bilhões em compras Russas

Rustam
Rustam
11 meses atrás

How so ? ))) Where are those adherents of the United States who have said for years that the United States is a super power?

Kkkkk

—-

Como assim? ))) Onde estão os Estados Unidos da América?

horatio nelson
horatio nelson
Reply to  Rustam
11 meses atrás

you will see…

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  horatio nelson
11 meses atrás

O que sempre ver?

Rustam
Rustam
Reply to  horatio nelson
11 meses atrás

horatio nelson

you will see…

Vamos esperar por um milagre)) é como com o Litoral Norte?

Minuteman
Minuteman
Reply to  Rustam
11 meses atrás

Commanding the world … you can cry now.

Diogo de Araujo
Reply to  Rustam
11 meses atrás

the United States ARE a superpower, stop using google translator to form your senteces man, please

Rustam
Rustam
Reply to  Diogo de Araujo
11 meses atrás

Diogo de Araujo

—-

Seriously ? So why didn’t Trump get revenge?

Sério? Então, por que Trump não se vingou?

Talvez eles não tenham medo das conseqüências, não é a Síria e a Líbia para você aqui.

Diogo de Araujo
Reply to  Rustam
11 meses atrás

there are economical issues behind, i guess. I dont like usa neither, all i want you to know is that there is no hero in all that. All them, including your country, fight only to defend their interests, not to help people.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Rustam
11 meses atrás

Eles ainda são e aí? vai chorar agora?

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Carlos Campos
11 meses atrás

Afirme mil vezes e tenha fé, que talvez a coisa se faça de acordo com seu desejo, certo? Pena que não é bem assim, se torcida vencesse jogo, a Alemanha não daria o tal 7×1 na gente. A realidade é uma só. Aceita que dói menos.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  100nick-Elã
11 meses atrás

Que realidade? a Realidade de que se os EUA quisessem o Irã ia ser triturado mesmo a Rússia não gostando, a Realidade que só USNAVY conseguiria fazer isso sem ajudar do ARMY? a Realidade que os EUA ainda são a potência econômica do Mundo? A realidade que os EUA que estão taxando a China e não o contrário? que USNAVY é desloca mais toneladas que a Marinha Russa e Chinesa juntas? que o Novo SPY6 detecta caças stealth e até satélites a 200 km na órbita do Planeta? é pra continuar a humilhar ou tá bom pra vc?

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Carlos Campos
11 meses atrás

Se os Estados Unidos quisessem, o Vietnã também seria triturado, mesmo a Rússia não gostando? o que eu vi foi a Rússia triturando os terroristas “made in EUA” na Síria, mesmo os Estados Unidos não gostando, o que eu vi também foi o Maduro dançando na Venezuela, mesmo os Estados Unidos não gostando, e vi também o Irã metendo chumbo em drone americano, e o Trump recuando. Essa é a realidade, o resto é conjectura

JPC3
JPC3
11 meses atrás

Se é para atacar o Irã teria que atacar com tudo, jogar algumas dezenas de mísseis e deixar os iranianos com “”99%”” da capacidade de responder seria um erro muito grande.

mabeco
mabeco
11 meses atrás

Trump elegeu-se discursando que iria “drenar o pântano” mas, às vezes, o pântano tenta emparedar o Trump. Pergunto-me o que ganharia os EUA de envolverem-se numa guerra contra o Iran, encurralado por um déficit fiscal gigantesco, envolvido numa guerra comercial com a China, enfrentando a Rússia rearmada e tendo que lidar com dissidência entre os próprios aliados. Além disso, qualquer pessoa, com o mínimo de entendimento, sabe que os maiores interessados neste eventual ataque seriam sauditas e israelenses, que têm manobrado para desestabilizar o Iran, faz tempos. Ainda, a ideia, advogada por alguns, sobre uma retaliação restrita, ao estilo do… Read more »

Everton
Everton
Reply to  mabeco
11 meses atrás

Pareceu que a intenção era só ameaçar mesmo, pq um ataque poderia progredir para uma guerra mais aberta, e isso teria um custo político, financeiro e humano muito grande, que não dá nem como comparar com que foi com Afeganistão e Iraque juntos.

Billy
Billy
11 meses atrás

Kkk que reação os aiatolas das areias poderiam ter? A US Navy vai obliterar qualquer ameaça sobre o tráfego marítimo no golfo e no estreito de Ormuz. A USAF vai acabar com qualquer pretensão nuclear dos iranianos.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Billy
11 meses atrás

A sua certeza nem os militares américanos tem pelo visto.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Billy
11 meses atrás

Vale a máxima: você sabe como uma guerra começa, mas não sabe como acaba.

rafael
rafael
11 meses atrás

Durante a guerra entre o Iran e Iraque os iranianos em varias ocasioes agiram de maneira despropocional e pouco se importando com perdas humanas nas suas proprias forças ,realmente um ataque ao territorio iraniano poderia resultar em açoes que bloqueariam de vez o estreito seja por submarinos ,misseis antinavio e balisticos,minas e ate mesmo ondas suicidas de lançhas do IRGC contra alvos navais e costeiros e sem falar que as forças norte americanas não tem na regiao quantidades de meios para fazer um ataque de saturação e decaptação dos meios iranianos

Saul
Saul
11 meses atrás

Jogo de cena, e o petróleo sobe, favorecendo as duas partes, tanto em petróleo como em armamentos…

Wagner
Wagner
11 meses atrás

Essa indecisão da Casa Branca é tudo que esse pessoal queria…

Nilton L Junior
Nilton L Junior
11 meses atrás

Quem não tem bom senso cutuca onça com vara curta, depois culpa a vara …
Fonte confiável esse Globo, igual nota de 3 guarani, teremos que esperar algum tempo para saber os acontecimentos desse episódio durante a permanência do paspalhão pela casa branca.

Chevalier
Chevalier
Reply to  Nilton L Junior
11 meses atrás

Globo é esquerdinha seu paspalhão. Em matéria de notícias internacionais ela só copia e cola o que a CNN e NY Times, reis das fake news dizem. Trump não iniciou nenhuma guerra, cumprindo sua promessa de campanha. Enquanto isso o teu Bobama querido ficou 8 anos em guerras e ainda fez aquela bela cagada (premeditada) de ter atacado a Líbia, matando Kadafi e abrindo uma caixa de Pandora, hoje o país é terra sem lei.

Victor Filipe
Victor Filipe
11 meses atrás

Saiu uma noticia afirmando que o Trump cancelou o ataque porque isso causaria muitas baixas (150 pessoas) do Lado iraniano. Não foi afirmado se as baixas seriam civis ou militares

Muitos podem achar uma justificativa fraca, porem se formos ver que as eleições estão chegando nos EUA ele pode muito bem ter pedido para cancelar com medo que isso causasse baixas civis e acabace com as chances de reeleição dele.

Em tempo de reeleição os presidentes americanos são bem cautelosos em autorizar ações militares.

Junior
Junior
Reply to  Victor Filipe
11 meses atrás

Desculpa amigo, mas essa justificativa é bem fraca sim. Ele tá preocupado e da coisa ficar mais seria e os preços do petróleo dispararem, para isso acontecer não precisa nem um míssil sequer atingindo uma embarcação ou alguma refinaria Saudita, bastaria a simples ameaça disso acontecer para os especuladores fazerem a festa com a cotação do preço do barril de petróleo no mercado internacional

francisco Farias
francisco Farias
Reply to  Victor Filipe
11 meses atrás

Desde quando os USA se preocupam com baixas dos outros países? desculpa fiada. O Trump e sua patota tiveram foi medo de não conseguirem aliados para fazerem uma guerra de procuração.
Os USA só atacam se conseguir fazer uma coalização de vários países contra o Irã. Parece que o poder de pressão deles está em baixa, pois até agora nenhum pais se comprometeu a lutar contra a Coreia do Norte e agora contra o Irã.
Sozinhos os yankees não atacam ninguém. Nem a pobre Venezuela eles tiveram a coragem de enfrentar.

Augusto L
Augusto L
11 meses atrás

Se ocorresem os ataques, provavelmente seriam limitados a bateria que abateu o drone.
Não seria nenhum ataque de larga escala

Simioni
Simioni
11 meses atrás

E parece que o Iran já divulgou video do abate do drone americano .

https://www.noticiafinal.com.br/2019/06/ira-divulga-video-do-abate-do-drone.html

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  Simioni
11 meses atrás

O site acima citado pelo Simioni está com virus segundo o AVAST.

Simioni
Simioni
Reply to  Walfrido Strobel
11 meses atrás

Tentei Enviar o Link direto do Twitter porem n consegui..

nonato
nonato
Reply to  Walfrido Strobel
11 meses atrás

Ainda bem que você avisou

Carlos Campos
Carlos Campos
11 meses atrás

Foi um grande acerto, perderam um drone é só comprar outro, o ataque ia matar vários militares pobres no Irã, além de que os Democratas iam usar isso para atacar o Trump, chutar cachorro morto é fácil mas é feio.

USS Iowa
USS Iowa
11 meses atrás

Irã 2 x 0 EUA

Segue o baile.

100nick-Elã
100nick-Elã
11 meses atrás

Procurei no dicionário uma palavra para definir a atitude de Trump e encontrei “juízo”.

Biro Biro
Biro Biro
11 meses atrás

Uma guerra prolongada contra o Irã deixaria a economia mundial em frangalhos. O Trump sabe disso mais do que ninguém, ele sentiu os efeitos do 11/09 e acontecimentos posteriores. Se ele fosse só mais um burocrata republicano que vive nas costas do estado já estaríamos em guerra. Se o John “al Jihaddi” Mccain tivesse vencido o Obama em 2008 a guerra contra o Irã já teria quase uma década. Não que eu goste do Obama, longe disso, mas os republicanos compram tudo do lobby israelense.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Biro Biro
11 meses atrás

Ecômomia de quem? a Rússia ia dizer que não pode, ia reclamar, mas quando barril de petróleo fosse na nuvens o Putin ia estar lá também kkkkkkkk

Agnelo
Agnelo
11 meses atrás

Essa “leve pincelada” dos EUA deve ter acionado uma estrutura de defesa do topo ao recruta mais moderno….
Imaginem combustivel, ração, munição, peças e tudo mais indo pra ponta da linha. Saindo das reservas e sendo mobilizados. Dispensas suspensas e por ai vai.
Esquadrões sendo acionados. Aumento da quantidade de Aeronaves em patrulha, “consumindo” disponibilidade.
Aqueles paiois secretos sendo abertos…
Recursos q “estariam prontos” q nem existem…
Recursos q estavam na surdina pra surpreender sendo revelados…
Com e GE se revelando.
Um barata voa total… e prato cheio pra Intlg

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Agnelo
11 meses atrás

Provavelmente quando ocorrer será um ataque aéreo contra algumas infraestruturas estratégicas do Irã…coisa de no máximo 24 horas! Os yankes não vão colocar o coturno na areia ali não amigo…

Tomcat4.0
Tomcat4.0
Reply to  Agnelo
11 meses atrás

Nada como a boa e velha estratégia militar😎

Dario Renato
Dario Renato
Reply to  Agnelo
11 meses atrás

Muito bem lembrado, Agnelo. Inteligência adquirida hoje até com aplicativos de exercícios físicos em celulares. Isso tem um custo mais alto que o dinheiro aplicado na mobilização.

Sarg Uilha
Sarg Uilha
11 meses atrás

Donald Trump se elegeu criticando as guerras do oriente medio, se os senhores forem no twitter dele agora verão que o povo americano está pedindo para não agredir o irã, certamente que esse desentendimento não vai dar em guerra.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Sarg Uilha
11 meses atrás

Foi o que eu disse no outro post…o americano médio de hoje é diferente do que nós conhecemos na década de 80 e 90. Uma democracia precisa se justificar para o público interno antes de um empreitada dessas…os jovens americanos de hoje são em maioria “Liberais”, ao menos é isso que estão mostrando as pesquisas eleitorais mais recentes.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Gabriel BR
11 meses atrás

Caro Gabriel. Acho que essa é uma visão muito limitada à uma classe média branca. Considerando que a economia dos EUA é essencialmente libera. é natural que a população siga esse modelo; a população dos EUA é bastante heterogênea em termos étnicos, religiosos e culturais. Muitas familas são a primeira ou segunda geração de descendentes de imigrantes, alguns imigrantes ilegais que os colocam em uma situação de fragilidade social. A sociedade dos EUA é bastante excludente e desigual, além do acesso ao ensino superior ser difícil para filhos de pais em nível superior (talvez até mais excludente que no Brasil… Read more »

rafael
rafael
11 meses atrás

Se fosse um F18E que tivesse sido abatido com o piloto desaparecido e a mae ou esposa dele dando entrevista na Fox seria mais facil justificar uma ataque de misseis nas estações de radar dos iranianos.

PauloSollo
11 meses atrás

Alem da questão de poder provocar uma crise mundial relacionada ao petróleo, o que está segurando o Trump são as eleições. Se ele se reeleger para o segundo e último mandato, pode incluir uma guerra em seu histórico de presidente.

Bardini
Bardini
11 meses atrás

O melhor é não mexer com os Persas…

Bardini
Bardini
11 meses atrás

Israel deve ter ficado louco pra aproveitar a oportunidade e fazer mais uma investida contra tudo o que for ligado ao programa nuclear dos caras…

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Bardini
11 meses atrás

eles iam fazer xablau com os reatores kkkkkkk

Klebber Formiga
Klebber Formiga
11 meses atrás

Basicamemte os politicos (que não dão ou levam um tiro) querem guerra. Os soldados que sabem da dificuldade de qualquer guerra não querem.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Klebber Formiga
11 meses atrás

Acho que eles estão cansados de morrer, ficar aleijado e maluco numa guerra em uma terra longe de casa, pela glória de homens ricos que nunca sequer chegaram perto de um campo de batalha e não ganhar nada alem de uma medalha por enfrentar um inimigo que sequer era uma ameaça para o seu povo.

Camargoer
Camargoer
11 meses atrás

Olá Colegas. Tentarei traçar alguns cenários hipotéticos caso tivesse ocorrido o ataque aéreo dos EUA contra instalações militares do Irâ 1) Talvez a retaliação iraniana fosse sobre Israel, talvez armas química, talvez mísseis. Seja o que for, seria um panorama similar. 2) O Irã é persa, mas tem uma grande população árabe e é de maioria muçulmana. Talvez a resposta desproporcional dos EUA destruindo infraestrutura militar e provocando mortes de iranianos (civis ou militares) devido a derrubada de um drone, desequilibraria o apoio árabe as EUA, afetando o Iraque, Síria e Líbia contra os interesses americanos.3) Provocaria um onde de… Read more »

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Eu acredito que o grande “X da questão” é o preço do petróleo disparar em função da escalada do conflito…isso ia ser uma pancada forte na economia da UE( União Europeia) visto que a Economia da Alemanha e da França não estão caminhando bem.

sergio ribamar ferreira
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Essa possibilidade é muito grande. De acordo. Saudações.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Camargoer
11 meses atrás

Prezado
A disputa regional é entre Irã e AS.
A AS também é sunita, diferentemente dos xiitas iranianos.
Acredito q os EUA tenha apoio de muita gente ali.
Sds

Camargoer
Camargoer
Reply to  Agnelo
11 meses atrás

Caro Agnelo. Excelente ponto. Essa divisão do islâ também é um grande complicador (similar ao que foi a divisão do cristianismos entre católicos e protestantes, o que levou a guerras e extrema violência contra a população por causa de religião, que no fim as duas eram a mesma coisa)

Sérgio Luís
Sérgio Luís
11 meses atrás

Dessa vez o Trump não retaliou mas ele só precisa esperar um novo cutucao do Irã para usar o “big stick”!

Marcos10
Marcos10
Reply to  Sérgio Luís
11 meses atrás

Ficou na mesma situação do Obama.
Obama não retaliou a Síria por uso de armas químicas.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Sérgio Luís
11 meses atrás

E apertar o botão é fácil. Difícil é apertar o botão e arcar com os custos financeiros e geopolíticos.

Bosco
Bosco
11 meses atrás

O interessante é que o Trump disse que abortou o ataque a 10 minutos das bombas serem lançadas. Ou ele está exagerando ou a China e a Rússia , aliadas incondicionais dos iranianos, não avisaram eles para que pudessem lançar seus milhares e milhares e milhares de mísseis antes das bombas caírem.
Cadê os satélites russos e chineses que não monitoraram a movimentação americana?
A capacidade de vigilância dos amigos do Irã e do próprio Irã está meio questionável. A 10 minutos das bombas e já era para Israel estar em chamas.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Bosco
11 meses atrás

Ou a ordem de atacar jamais existiu.

Junior
Junior
Reply to  Bosco
11 meses atrás

Se a capacidade de vigilância iraniana estivesse tão ruim assim, não tinham derrubado o global hawk e tido a oportunidade de derrubar o P8 Poseidon se quisessem, não derrubaram porque tem juízo, mas oportunidade tiveram.

XFF
XFF
Reply to  Junior
11 meses atrás

Muita gente fala asneiras por aí que armamento Iranianos não presta. Essa derrubada do Global Hawk é a resposta para os que gostam falar mal do armamento Iraniano. Tiveram oportunidade de abater P-8 Orion, não fizeram porque não foi necessário.
Nunca se deve subestimar o inimigo.

JPC3
JPC3
Reply to  XFF
11 meses atrás

Nem se sabe se eles iam conseguir abater o P-8, sistema deles funcionou bem sim, mas tem que discutir com fatos.

JPC3
JPC3
Reply to  XFF
11 meses atrás

Não fizeram porque não são burros de matar 12 ou 15 americanos em águas internacionais, isso se conseguissem.

JSilva
JSilva
Reply to  Bosco
11 meses atrás

E seria interessante para o Irã atacar Israel e escalar uma retaliação pela derrubada de um drone para a uma guerra total, que provavelmente acabaria com o país?

Bosco
Bosco
Reply to  JSilva
11 meses atrás

J, Mas então o Irã blefa quando diz que tem capacidade de incinerar Israel com seus milhares de mísseis. Depois das “bombas” caírem ficaria difícil o Irã fazer isso porque os alvos prioritários americanos seriam os centros de comando e controle, a IADS e as bases aéreas e de lançamento de foguetes, o que impediria a reação iraniana ou pelos menos a reduziria substancialmente. Para o Irã incinerar Israel teria que ser num ataque maciço de curta duração porque eles não teriam dias ou semanas para fazer o “serviço”. A promessa de riscar Israel do mapa é um fator dissuasória… Read more »

Teórico
Teórico
Reply to  Bosco
11 meses atrás

Jerusalém, também chamada de Al Quds – é a terceira cidade sagrada do Islã. Os pensadores corânicos da Pérsia admitem este sacrilégio contra as mesquitas do Monte do Templo ? E a população palestina ?

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Bosco
11 meses atrás

“Cadê os satélites russos e chineses que não monitoraram a movimentação americana?”
Como militar, posso te assegurar que a capacidade de monitoramento da Rússia está párea com a nossa. Eles possuem satélites e sistemas de vigilância espalhados pelo mundo, igualzinho a nós.

nonato
nonato
11 meses atrás

Dois problemas.
Vai bombardear e se preocupa com o número de mortos?
Outro: não são armas de precisão? Por que teria que morrer tanta gente?
Ou os iranianos estão lotando os radares e baterias com soldados para servirem de mártires?
Basta um míssil no aiatolá.

Bispo
Bispo
11 meses atrás

USA_marelou 3:)

Hawk
Hawk
11 meses atrás

Sim… Só que como os marcianos estão pensando em invadir a terra, os americanos decidiram concentrar suas força em outro lugar. Na boa, não dá pra acreditar mais nada vindo desses jornais. Toda vez que alguém resolve atacar não importa o lado, eles vão e atacam! Os jornais nunca sabem de nada antes da guerra começar.

Delfim
Delfim
11 meses atrás

Um drone é descartável. Foi criado justamente para isso. Não vale uma guerra.
.
O Trump também não pode rasgar todo um acordo que envolve países aliados. Também há uma forte presença de iranianos nos EUA que migraram em 1979, injetaram forte na economia americana e não desejam o conflito.
.
No final Israel ficou no vácuo. Os israelis sabem que na hora que a coisa aperta eles se viram sozinhos. Os goyn não vão matar e morrer pelo Estado Judeu.
.
Os sauditas e emirates tb podem ter ficado decepcionados.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
11 meses atrás

Tá legal o enredo: Selva (USAF) reclamou que nenhum aliado se prontificou à fazer proteção do choke point e da SLOC; agora, Índia desloca uns botes pra região. Mas a America não é boba, já sacou que é a Geni da Ásia. Drone abatido, contra ataque prometido mas não cumprido, como se fosse olho por olho e não houvessem outras tantas maneiras (militares ou diplomáticas) de penalizar o Irã pela seu furioso ódio antiamericano (muito parecido com o antisemitismo europeu), ódio que tem servido bem a grandes monstros orientais e europeus. Pegar a pipoca e ver os desdobramentos…

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
11 meses atrás

A América tem que isolar o Irã, diplomática e economicamente, ao máximo pois com Aiatolá pata de gato sino-russa não tem acordo. E torcer pros cretinos democratas entenderem que foi o Irã que forçou o desmanche de acordo nuclear que levou às sanções que levou as tensoes atuais. O Irã é terrorista, quer obter, com meios e táticas terroristas, vantagens que o permita ampliar suas capacidades terroristas e cumprir sua ultima ratio. Vão deixar?

Madmax
Madmax
11 meses atrás

A verdade é que os EUA não iriam fazer nada e não fizeram.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Madmax
11 meses atrás

Já fizeram. Só que você não sabe.
O Iran acabou de se afundar mais ainda.

XFF
XFF
Reply to  Tadeu Mendes
11 meses atrás

Não afundou e não vai fundar.

Luiz Mendes
Luiz Mendes
Reply to  XFF
11 meses atrás

Continua afundando mais ainda.
Cyber ataques e sanções Mais pesadas.
Depois virá o golpe de misericórdia via USAF.