Home Aviação de Transporte Embraer KC-390 no Peru

Embraer KC-390 no Peru

11966
38
O KC-390 PT-ZNJ fotografado em Anápolis

Por Guilherme Poggio

O  segundo protótipo do KC-390 (matrícula PT-ZNJ), jato de transporte e reabastecimento em voo desenvolvido pela EDS, chegou à capital peruana ontem (18/6). A aeronave partiu de São José dos Campos (SP) e fez uma escala em Campo Grande antes de atravessar a Cordilheira dos Andes e pousar em Lima.

Essa movimentação da aeronave foi detectada pelo site Flightradar. Ainda segundo os dados do mesmo site o KC-390 pernoitou na parte noroeste do aeroporto, onde normalmente ficam estacionadas as aeronaves de transporte da Força Aérea Peruana pertencentes ao Grupos 3 e 8.

Deve-se destacar que naquele local está baseado o “Esquadron de Transporte 842” do Grupo Aéreo de Transporte 8 que possui em seu inventário duas aeronaves (FAP-382 e FAP-397) de transporte L-100-20 Hercules (versão com fuselagem alongada e mais comum no mercado civil).

Hoje o PT-ZNJ decolou para um voo de cerca de 30 minutos sobre a região costeira da cidade de Lima e acabou retornando para o aeródromo de partida (ver imagem abaixo retirada do site flightradar). É possível que este tenha sido um voo de demonstração da aeronave para as autoridades militares peruanas.

Os Hercules peruanos são aeronaves que possuem quatro décadas de operação e necessitarão de um substituo em breve, assim como os Hercules portugueses. Acredita-se que a Força Aérea Peruana necessite de duas ou três aeronaves de transporte de médio porte.

Subscribe
Notify of
guest
38 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Clésio Luiz
Clésio Luiz
11 meses atrás

Esses voos de demonstração devem se tornar mais recorrentes depois que a aeronave começar a vida operacional na FAB. Depois da queimação de filme que foi o Airbus A400M, Boeing KC-46 e até mesmo o Mitsubishi C-2, todo novo cargueiro será visto com desconfiança até prova em contrário.

Matheus
Matheus
11 meses atrás

Agora é torcer pra Lockheed não oferecer C130J do deserto via FMS.

LucianoSR71
LucianoSR71
11 meses atrás

Quando vi esse post pensei: já já alguém vai fazer piada c/ Peru e KC-tão, aí me lembrei de um Show de Chico Anysio dos anos 70/80 em que ele falava da linha de frente do time da Ferroviária ( salvo engano ) formado por Redondo, Peru e Cacetão, o comentarista criticava pois o Redondo estava jogando na frente e todos sabiam que o lugar dele era atrás… Saudade do maior gênio do humor brasileiro.

jose luiz esposito
jose luiz esposito
Reply to  LucianoSR71
11 meses atrás

Este seria o ataque do Fluminense , quando ele pensou em contratar o jogador argentino Redondo !

Silvii Luiz Natorf
Silvii Luiz Natorf
Reply to  jose luiz esposito
11 meses atrás

Redondo era volante!

LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  jose luiz esposito
11 meses atrás

Não amigo, isso é muito mais antigo, como disse esse show foi do período dos anos 70/80, creio que ainda encontre na internet. Abs.

Mauro
Mauro
11 meses atrás

Vou torcer pelo Peru na Copa América. Sou Peru desde criancinha.

Marcos
Marcos
11 meses atrás

O Peru precisa do KC-390 para ontem

Eles não possuem reabastecedores. O Mirage 2000 fez uns 5 pousos antes de chegar em Natal para o Cruzex 2018

O C-130J além de mais caro precisaria ser reconfigurado para a versão KC-130J

RENAN
RENAN
11 meses atrás

Financia via BNDES e vende 20 novos aviões kc390 para o Peru
Vamos ajudar após a primeira venda internacional será um sucesso de vendas
Abraço

Marcos10
Marcos10
Reply to  RENAN
11 meses atrás

O problema é esse!
O Tesouro pega dinheiro no mercado por 12% aa, coloca no BNDES por 0%, que empresta por 3% aa.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Marcos10
11 meses atrás

Até concordo com seu ponto, mas, atualmente, pega a 6,5% no mercado.
E também há dinheiro “próprio” que vem do FAT.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Rafael Oliveira
11 meses atrás

Não confunda taxa Selic com a taxa que o Tesouro está pagando efetivamente ao mercado.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Rafael Oliveira
11 meses atrás

O custo interno tem sido de 9,45% aa, enquanto o custo externo tem sido de 18,20% aa, segundo dados do Tesouro.

RENAN
RENAN
Reply to  Marcos10
11 meses atrás

Marcos você está muito enganado

Dario Renato
Dario Renato
Reply to  RENAN
11 meses atrás

Qual é a vantagem em tirar dinheiro do bolso do contribuinte brasileiro para financiar a FAP?

jose luiz esposito
jose luiz esposito
Reply to  Dario Renato
11 meses atrás

Há pronto a muitos anos , o projeto de um Eximbank brasileiro, no período PT , estava para ser finalmente criado , mas como não se podia fazer interferências políticas nas operações, ele foi engavetado , espero que saia do papel !

RENAN
RENAN
Reply to  Dario Renato
11 meses atrás

Qual a vantagem de um financiamento realizado pelos estados unidos as noções amigas?

Pensa terá uma linha militar aberta, as entregas podem ser a conta gotas
Incentiva a indústria nacional a desenvolver melhoria no projeto, ou mesmo a produção de uma nova aeronave
Divulgação internacional facilitando novos acordos
Causa ao país comprador Dependência tecnológica de indústria brasileira.
Geração de empregos
Seu computador se tornar um parceiro estratégico melhorando a relação entre os dois países.

Isso supera em muito o simples aporte financeiro

jose luiz esposito
jose luiz esposito
Reply to  RENAN
11 meses atrás

Os EUA possuem o EXIMBANK , como o Japão e outros , espero que tirem da Gaveta o nosso , para os que pouco conhecem sobre o assunto , o Brasil tem quase 400 Bilhões de Dolares em Reserva , estão em Bancos internacionais , rendendo uma mixaria , uma pequena parte esta em um Banco do Brics rendendo bem mais ,então com um valor em torno de 40/50 Bi de dolares para começar dessas reservas, incremantaria nossas exportações e aumentaria o lucro financeiro também .

Petardo
Petardo
Reply to  Dario Renato
11 meses atrás

Sem eles a gente perde bilhões de reais. Esse é um gasto mínimo perto dos benefícios.

O KC-390 custou bilhões para desenvolver. Se a gente não tiver alguém que financie a venda, esse custo nunca vai ser amortizado. Além disso, já todos os benefícios de criação de empregos, manutenção do fluxo de encomendas, estreitamento de relações.

Só compramos o Gripen porque o “Eximbank” sueco financiou. Ninguém vende bilhões sem um deste.

Alex_75
Alex_75
Reply to  RENAN
11 meses atrás

O BNDES tem que financiar os carrinhos de cachorro quente para o tiozinho desempregado, os fornos e freezer pra tia começar seu negócio de vender bolos. A Embraer/Boeing tem que captar recursos é no mercado pra financiar seus produtos. Chega de dinheiro do contribuinte para empresas já bem estabelecidas e crescidinhas.

jose luiz esposito
jose luiz esposito
Reply to  Alex_75
11 meses atrás

ALEX 75 , iria fazer-te uma pergunta , mas por educação , não a farei !

Alex_75
Alex_75
Reply to  jose luiz esposito
11 meses atrás

Educação é sempre bem vinda. Obrigado por pratica-la.

RENAN
RENAN
11 meses atrás

Impressionante obrigado por compartilhar seus conhecimentos

Tomcat4.0
Tomcat4.0
11 meses atrás

Penso eu,mediante a proximidade atual dos governos, que o Peru será um utilizador do KC-390.

Gustavo
Gustavo
11 meses atrás

Que concretize a venda

Mauro
Mauro
11 meses atrás

O Brasil tem ainda dois produtos que podem interessar e muito ao Peru, o Gripen e o Astros.

RENAN
RENAN
Reply to  Mauro
11 meses atrás

E o submarino

Takeda Hirota
Takeda Hirota
Reply to  Mauro
11 meses atrás

Se o Peru compra essas coisas do Brasil, o Chile iria ter um ataque de nervos, protesto na ONU e tudo, entrariam em pânico, essa é a verdade.

Lindomar Tavares
Reply to  Takeda Hirota
11 meses atrás

Chile também pode ser um comprador.
Mesmo sendo metido a depender de países dominantes,,,
Todo império desmorona, os EUA chantageia quem não compra deles.

Marcos Andrey
Marcos Andrey
Reply to  Mauro
11 meses atrás

Melhor pensar antes de postar mer…!!!

Marcos
Marcos
11 meses atrás

Retornando ao Brasil neste exato momento

Mauro
Mauro
Reply to  Marcos
11 meses atrás

Acabou de pousar em La Paz.

Valdeir Veloso
Valdeir Veloso
11 meses atrás

E pensar que a Boeing vai ter 49% das vendas de todos os KC-390 chega a dar vergonha.
Quando ele levantou vôo na primeira apresentação até me emocionei.
Mas essa entrega completamente desnecessária para a Boeing serve para ter certeza de que há algo de podre no reino, não da Dinamarca, mas da ainda colônia brasileira.

Matheus
Matheus
Reply to  Valdeir Veloso
11 meses atrás

Melhor do que ficar dependendo do des-governo do Brasil e fazer a empresa toda morrer de vez que nem a Engesa.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Valdeir Veloso
11 meses atrás

Valdeir: você deveria se preocupar com a gigantesca burocracia que é esse país, que impede as empresas de crescerem.
Tem lugares que é necessário dar uma volta de cinquenta quilômetros por que não se pode construir uma ponte de cinquenta metros.

Filipe Prestes
Filipe Prestes
Reply to  Valdeir Veloso
11 meses atrás

Creio que é o contrário. A EDS com 51% e a Boeing com 49%. Ao menos, lembro de ter visto estes números assim, pelo menos.

Billy
Billy
11 meses atrás

Muito importante essa aproximação com os Peruanos.

Billy
Billy
11 meses atrás

Chave para o Pacífico e desenvolvimento da parte mais ocidental do território Brasileiro. Melhor opção que o Chile.