Home Aviação de Transporte Portugal anuncia decisão sobre compra dos KC-390 nas próximas semanas

Portugal anuncia decisão sobre compra dos KC-390 nas próximas semanas

7581
81
Embraer KC-390
Embraer KC-390

O ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, disse esta segunda-feira que a decisão sobre a compra das aeronaves KC-390 deverá ser anunciada ‘durante as próximas semanas’ e sublinhou que o modelo de médio porte conta com tecnologia portuguesa

Estamos próximos de uma decisão sobre essa matéria. Hoje foi publicada a Lei de Programação Militar de maneira que eu espero durante próximas semanas, mês a mês e meio estar em condições de anunciar algo sobre isso”, declarou João Gomes Cravinho.

O governante falava aos jornalistas junto ao `stand´ de Portugal no `Paris Air Show´, uma das maiores feiras de aeronáutica do mundo, realizada de dois em dois anos nos arredores da capital francesa. Entre reuniões com diversas empresas do setor da defesa e da aeronáutica, o ministro da Defesa enalteceu o papel de Portugal na construção do KC-390, que acontece, em parte, na Ogma – Indústria Aeronáutica de Portugal, S.A, com peças fabricadas em Portugal e tecnologia desenhada por engenheiros portugueses.

A primeira demonstração comercial do avião de transporte tático e estratégico fabricado pela Embraer, KC-390, foi realizada hoje no `Paris Air Show´. Em dia de publicação da Lei de Programação Militar, o ministro não quis alongar-se sobre outros possíveis negócios para as Forças Armadas, afirmando que a sua presença visou “reforçar a Força Aérea” e o “tecido económico empresarial” português, mostrando-se ainda confiante no desenvolvimento do setor da aeronáutica em Portugal.

“Isto é um setor jovem em Portugal e muito dinâmico, que foi criado na última década e é um setor com futuro. É um setor em expansão, muito promissor e são os cursos de engenharia aeronáutica com maior média de entrada nas universidade portuguesas e há boa razão para isso. Os nossos jovens engenheiros saem das universidades e têm logo empresas à espera para os recrutar”, disse o governante.

Num curto discurso no `stand´ português, e ao lado do secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, o ministro da Defesa Nacional sublinhou que o setor da aeronáutica já ultrapassou o setor do vinho a nível de exportações.

O ministro da Ciência, da Tecnologia e do Ensino Superior, Manuel Heitor, também marcou presença no certame, que junta em Paris mais de 2.000 expositores de 48 países e onde passam mais de 300 mil visitantes, com demonstrações de novos modelos de aviões e helicópteros, comerciais e militares.

A Lei de Programação Militar, que define os investimentos para as Forças Armadas até 2030, prevê a substituição das aeronaves C-130 por novos aviões de transporte táctico, com uma dotação de 827 milhões de euros.

FONTE: Expresso.pt

Subscribe
Notify of
guest
81 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ferreras
Ferreras
11 meses atrás

Claro que Portugal contribuiu para o projeto e melhor ainda que esteja valorizando isso (independente do eventual exagero). Que a população se sinta confortável com o governo fazendo essa aquisição.

francisco Farias
francisco Farias
Reply to  Ferreras
11 meses atrás

Vai comprar não. Estão cozinhando o galo para em seguida darem a má notícia.
A EMBRAER defesa via acabar. é só questão de tempo para ser também absorvida/engolida pela Boeing.

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  francisco Farias
11 meses atrás

Para quem ainda têm dúvidas sob a compra de KC390 por parte de Portugal, aqui vai mais uma dica que nos indica, estar bem encaminhada esta compra e daqui a 4 a 6 semanas será assinado o contrato de aquisição de certeza absoluta. tal como o MoDefesa tinha dito e eu acredito, até prova em contrário. Agora é só juntar mais uma peça do puzze, e vejam o resultado. Este ministro é silencioso, e só fala quando é essêncial, eu não o posso censurar, está a fazer o seu trabalho , pena é que seja tão misterioso. Amigo não empata… Read more »

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Ferreras
11 meses atrás

Pelo que eu conheço da realidade Portuguesa, para os Lusos não aquece nem arrefece. pq pensam que é coisa que diz respeite aos militares e ao poder politico, á uns anos sim houve uma polémica devido á compra dos Submarinos Tridente U-214, porque custaram + €1bilião e não era vista qq utilidade. As preocupações dos lusos são as graves no SNS e na Educação, os problemas com os transportes, agora que existem + 160 000 utentes só em Lisboa, devido á redução do Passe Social único para €40 , a Carris tive que encomendar + 100 autocarros, 70 a gás… Read more »

nonato
nonato
11 meses atrás

Interessante a forma de falar. “Mês a mês e meio”.

Ádson
Ádson
Reply to  nonato
11 meses atrás

Em Minas se diz assim também!

teropode
11 meses atrás

Não tá fácil a vida do kc390 , além de competir com um cargueiro tradicional, sombreado por um grande player , ele ainda enfrenta situações relacionadas ao”orgulho “de alguns povos. Aquele leve recalque do primo que tá se dando bem .

Vitor Silva
Vitor Silva
11 meses atrás

Não me parece que este ministro seja demagógico ou pouco cuidadoso com as palavras que cita.
Acho apenas , que tenta dar maior visibilidade a esta novo avião. Daí, presume eu, que procure a melhor oportunidade para anunciar, e chamar a atenção da comunicação social, afim de dar mais enfâse e visibilidade na aquisição e alavancar assim as vendas de potenciais compradores ou de outros que surjam, entretanto.
Pode ser só Marketing….nada mais.
Até lá, é controlar a ansiedade é o que nos resta…

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Vitor Silva
11 meses atrás

Sim é verdade, ele era embaixador de Portugal na India, daí a sua caraterística como politíco, as pessoas são todas diferentes, umas das outras, se não fosse assim era uma chatice.
De qualquer modo a negociações estão concluidas, não é verdade. E palavra é palavra…
Fica traquilo e seja realista, nada mais lhe peço.

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Vitor Silva
11 meses atrás

A única noticia que lhe posso dar, já o tinha feito em tempos aqui no forum, e como pode verificar a nova LPM foi aprovada em 3 de Maio pelo Parlamento e promulgada recentemente pelo Presidênte República,e entrou em vigor no dia seguinte, como pode verificar lá se encontra alocado os €827Me necessário á esta compra, quanto ao resto nada mais posso adiantar.
Gosto de trabalhar com certeza, afim de evitar dissabores, é só isso nada mais.

https://www.dn.pt/poder/interior/presidente-da-republica-promulga-lei-de-programacao-militar-10980353.html

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Vitor Silva
11 meses atrás

Queria só perguntar, o senhor se encontra bem?
Não é por nada mas , agora diz uma coisa mais logo diz outra completamente diferente.
Que tal fazer um crossing todos os dias pela manhã ( é só um conselho nada mais) afim de queimar essas energias negativas, eu falo por mim, todos os dias faço quase 40 Km de bike e olhe que faz muito bem à saúde.
Os aviões de transporte tatico são necessãrios sim, em com muitas valências, quase sempre…

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Vitor Silva
11 meses atrás

Pois eu não concordo, os C-130H-30 tiveram em Mocambique a levar ajuda de emergencia e 50 fuzileiros da força de reação rapida, podem ser necessario pra evacuar portugas que se encontram espalhados pelos 4 cantos do mundo, na RCA onde fazem abastecimento subssalentes para os comandos ou paraquedistas portugueses, no adriático onde dão apoio aos F-16 MLU ou aos P-3C Orion CUP+, no lançamento de paraquedistas no campo militar Santa Margarida e em caso de necessidade nos Açores e tb ja foram utilizado no lançamento de calda retardante em grandes incêndios, também tiveram na operação crocodilo de 1998 aquando da… Read more »

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Vitor Silva
11 meses atrás

Na BA 5 de Monte Real estão 28 e as OGMA esta a atualizar para MLU mais 2, com entrega em Julho e em Dezembro ,visto que foram vendido 12 á Roménia, 9 do inventário fap e 3 que foram comprados aos EUA e modernizados nas OGMA.
Dois com nível de prontidão de 15 minutos e 2 com nível de prontidão de 30 minutos, segundo requesitos OTAN.
Vão ser vendidos próximamente mais 5 F-16 MLU á Róménia.

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Vitor Silva
11 meses atrás

Vou só deixar o link do site de passaro de ferro, que confirma o que foi dito anteriormente.
http://www.passarodeferro.com/2019/05/ogma-entrega-novo-f-16-mlu-fap-m2037.html

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Vitor Silva
11 meses atrás

Mas os C-130H são de 1977 ( são muito antigos), 4 dos C-130H estão a ser modernizados aos poucos nas OGMA por €16Me, afim de durarem até 2030. Queria só informar que os F-16 MLU block 52+ são aviões da 4,5º geração, a qualidade é cada vez mais importante. Pela sua conversa, então também não fazem falta blindados ambulãncias militares. Ainda a semana passada um militar português na RCA comando teve um acidente e o blindado capotou ( traumatrismo crãneano sem perda de sentidos e amputação de 2 pernas) nessa noite partiu um Falcon 50 com acompanhamente médico, afim de… Read more »

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Vitor Silva
11 meses atrás

Fretar um avião não é assim tão fácil, têm que haver aviões e companhias disponiveis, aquando do furação IDAI a Cruz Vermelha Portuguesa angariou €400 000, €220 000 foram para pagar o freto do avião Russo e partiram 5 dias depois dos C-130H da Fap.

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Vitor Silva
11 meses atrás

Eu disse que o KC tem muitas valência em post anteriores, e voce só le o que lhe convém Inclusive no combate aos incêndios, ainda á 2 anos morreram 66 pessoas num grande incêndio em Pedrogão Grande, ainda há uns anos houve um grande incêndio na Ilha da Madeira, não me diga que vamos enviar helicopteros e pequenos avião para uma ilha que fica a 900 Km ou mais de distância, os aviões pesados Canadair são caros e não existem muitos no mercado. As alterações climaéricas são muitas e o tempo e os incêndios cada vez são mais imprevisivel

Matheus
Matheus
Reply to  Vitor Silva
11 meses atrás

“Para os que torcem para o KC-390, o que francamente não é o caso desse que escreve, um conselho, seja sempre pessimista, é uma garantia de que qualquer surpresa sempre será muito boa.”
QUE ESCROTO.

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Matheus
11 meses atrás

O senhor esta a usar vàrios nick, o que não parace ser muito honesto da sua parte, isto é apenas uma opinião pessoal e só minha.

Gustavo
Gustavo
11 meses atrás

que novela… pra que tanto por tão pouco?! já ganharam o desconto que queriam… Ta na hr de sair da moita.

Adriano RA
Adriano RA
Reply to  Gustavo
11 meses atrás

Não é tão pouco dinheiro. Aliás, creio que a Embraer estava tentando aumentar o valor, mas os portugueses não aceitaram. Além da necessidade de transporte nos desdobramentos a serviço da OTAN, como o apoio aos F-16 em patrulhamento nos países Bálticos, Portugal sofre também seriamente com grandes incêndios, cujo combate é uma das missões previstas para o KC-390.

Fernando Turatti
Fernando Turatti
11 meses atrás

O mercado para o KC-390 existe, basta agora que a gente consiga por meios diplomáticos, vendê-los. É difícil disputar com o FMS, mas, por outro lado, existem vários países não alinhados. Existe também o oriente médio, tradicional comprador de nossa indústria bélica.

João Moro
João Moro
Reply to  Fernando Turatti
11 meses atrás

Bom ponto…

Augusto L
Augusto L
11 meses atrás

Off topic : https://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,embraer-lanca-primeiro-jato-militar-depois-da-boeing-brasil,70002878045

Ainda não sei pq a Embraer agora junto com Boeing ainda ta usando sistemas da IAI, joga esses israelense pra escanteio.

André Sávio Craveiro Bueno
André Sávio Craveiro Bueno
Reply to  Augusto L
11 meses atrás

Pelo que li, essa associação utilizará uma aeronave Praetor 600. Como se sabe, a Embraer continuará com a aviação executiva e militar sob suas asas. A Boeing adquiriu a divisão de aeronaves comerciais.

Augusto L
Augusto L
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
11 meses atrás

“Como se sabe, a Embraer continuará com a aviação executiva e militar sob suas asas”.
Sim, mas pra que continuar so com a IAI se as portas se abriram.

Marcos
Marcos
Reply to  Augusto L
11 meses atrás

Não é porque algumas portas se abriram que temos que fechar outras. Eu hein

André Sávio Craveiro Bueno
André Sávio Craveiro Bueno
Reply to  Augusto L
11 meses atrás

Augusto, a Embraer deve ter pesado os prós e os contras, ela é livre para escolher o melhor pacote.

pampapoker
pampapoker
Reply to  Augusto L
11 meses atrás

Israelenses, se não forem os melhores construtores de aviônicos, certamente são uns dos melhores

Augusto L
Augusto L
Reply to  pampapoker
11 meses atrás

Há melhores SAAB, Rayethon, Bae, Nortrhop, Thales, LM.

PauloSollo
Reply to  Augusto L
11 meses atrás

Os EUA são uns dos maiores clientes da IAI. Vá se informar antes de ceder a sua compulsão antissemita e falar m&rd@ rapaz.

Marcelo Andrade
Marcelo Andrade
Reply to  Augusto L
11 meses atrás

Augusto, pelo amor de Deus1 Quantas vezes teremos que repetir. A Embraer Defesa e Segurança não faz parte do acordo da Boeing!!! A Boeing tem um outro acordo de consultoria para as vendas do KC-390, os outros produtos da EDS não estão, no momento, comtemplados.

Mauro
Mauro
11 meses atrás

Portugal é OTAN, né?? é sim… outro produto Embraer voando num país OTAN.. nosso Xinguzinho está até hoje voando no Armée de l’Air… qualidade comprovada, nada que eles já não conheçam.

santana
santana
11 meses atrás

quanta enrolaçao..se nao fosse a Embraer a industria aeronautica de portugal nem existiria mais, quando comprou parte da OGMA a situaçao nao era nada boa..e depois ainda levantou essa fabrica em EVORA, claro com grandes incentivos..mas a contribuiçao esta la, cade a reciprocidade, o povo apoiaria sem duvidas essa aquisiçao

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  santana
11 meses atrás

O senhor esta a ver só metade do filme, em Portugal o cluster criou 14 500 empregos e mais de 1,3 € biliões de faturação. ao certo quantas empresas são, não sei, mas poderam ser mais de vinte, trabalhando inclusive para a Airbus e para fabricante dos novos sucessores aviões Falcon 900

Julio
Julio
11 meses atrás

Off Topic
Embraer P600 W, novo avião de alerta aéreo antecipado da Embraer. Vai ter reportagem sobre ele?

Srgt Uilha
Srgt Uilha
Reply to  Julio
11 meses atrás

ficou mais bonito que o e-99, queria ver uma comparação tecnica dos 2, deviam lançar um avião baseado no lineage 1000 com uma junção do e99 + r99, assim teriam um low cost e um high end.

Marcelo Bardo
Marcelo Bardo
Reply to  Julio
11 meses atrás

Esse P600 AEW ficou bonito pra caramba!

Jagderband#44
Jagderband#44
11 meses atrás

A MB poderia comprar encomendar umas 10 unidades ASW/ASuW/MPA.

RENAN
RENAN
11 meses atrás

Gruda na garganta do cara e fala ou você compra ou tiramos a empresa de Portugal.
O anúncio demorado

GFC_RJ
GFC_RJ
11 meses atrás

Avião bonito demais!!! Muito boa a apresentação dele no PAS.

Pra dentro deles, KCtão!!!

teropode
Reply to  GFC_RJ
11 meses atrás

uiiiiiiiiiiiiii

Angelo Chaves
Angelo Chaves
Reply to  GFC_RJ
11 meses atrás

Lá ele

FERNANDO
FERNANDO
11 meses atrás

Será que com pequenas parcelas de 1000,00 reais, durante uns deixa ver 100 anos, bem, eles me deixam eu comprar um??

Paulo Machado
Paulo Machado
11 meses atrás

Daqui de Portugal só tenho a dizer isto. Com quase 100% de certeza que esta compra vai para frente. Por vários motivos: em primeiro lugar a aeronave já está está aprovada pela Força Aérea Portuguesa desde o ano passado, os pilotos que voam nas esquadras responsáveis pelos atuais C-130 Hércules e os EADS-CASA C295 já voaram no KC 390 já enviaram relatórios com a aprovação do avião nos requisitos da FAP/NATO. Depois vem a matéria económica dos que estão no mercado é o avião que é mais em conta, quer pelo preço, quer pelo retorno para economia portuguesa e ainda… Read more »

Adriano RA
Adriano RA
Reply to  Paulo Machado
11 meses atrás

Excelente postagem.

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Adriano RA
11 meses atrás

Concordo consigo, queria só acrescentar que pela conversa do MoDefesae lendo agora nas entre linhas, ele ao falar em 30 a 40 dias deve estár a dizer que quase de certeza que o contrato já foi aprimorado e revisto pelos juristas de ambas as partes, no sentido de encontrar inconguências, contradições e mesmo outros erros ilógicos. Ele se refere que o contrato já foi enviado para o Tribunal de contas, onde levara um visto depois de ter sido verificado todos os procedimentos administrativos. sem este visto não pode haver assinatura de contrato. Tal como aconteceu recentemente com os contratos enviados… Read more »

Paulo Machado
Paulo Machado
Reply to  Vitor Silva
11 meses atrás

Bem, isso já não lhe posso confirmar, uma coisa é certa o visto do Tribunal de Contas é necessário, a lei mudou há alguns anos. Antigamente o este Tribunal só se pronúnciava e dava um parecer positivo ou negativo. Agora pode chumbar mesmo, mas penso que o que deve estar a ser feito exatamente isso que o senhor disse, aprimorar o contrato, ver se não há nehunha incongruência legal e contratual e ver se está de acordo com as normas do Tribunal de Contas que deve estar. Este Tribunal não vê só a parte legal do contrato, vê também se… Read more »

Rommelqe
Rommelqe
Reply to  Paulo Machado
11 meses atrás

Caro Paulo Machado, muito boa explanação!! Por favor, me confirme um ponto, a qual me deixou muito curioso: foi citado que a indústria aeronáutica portuguesa já representa um retorno econômico para Portugal (terra dos meus avós, diga-se de passagem…) superior à sua maravilhosa agro-indústria vinícola. Sendo essa versão verdadeira, uma lição que nós, brasileiros, pessimistas por excelência, temos que tirar da venda de parte da EMBRAER, é que os setores militar e de aviação regional pode sim apresentar ainda uma excelente fonte de receitas e de desenvolvimento. Tai o exemplo de Portugal: não obstante sua participação parcial (porém muito relevante),… Read more »

Paulo Machado
Paulo Machado
Reply to  Rommelqe
11 meses atrás

Vou ser franco consigo, não lhe posso dar uma resposta assim que o senhor espera. Mas, vamos a contas, segundo o Governo em 2018 o setor da indústria da aeronáutica já tinha gerado 5 mil milhões de euros, sabendo ndo que o PIB português anda a volta de 200 mil milhões de euro( 198MM€,mas para facilitar as contas) ou seja anda a volta de 2,5 % do PIB. Por isso não me parece, porque o setor da agro pecuária ainda dá muito dinheiro a muita gente aqui. Tem muitos apoios quer Estatais que da União Europeia através da Política Agrícola… Read more »

Jadson Cabral
Jadson Cabral
Reply to  Paulo Machado
11 meses atrás

Muito bem colocado.
Não raramente se encontra por aqui um pessoal que acha que realizar a compra de um equipamento militar dessa envergadura e envolvendo esse montante pode se comparar à compra de um veículo qualquer…

Paulo Machado
Paulo Machado
Reply to  Jadson Cabral
11 meses atrás

Sim é verdade e depois há outrl pormenor, cá em Portugal e em muitos países da Europa como na Alemanha por exemplo investir nas FA não dá votos antes pelo contrário porque com os escândalos eu houve no passado como as luvas no caso dos Submarinos que fez o valor dos dois submarinos da Classe Tridente subir de 880 milhões para mais de mil milhões de euros. Atrasos nas entregas dos Pandur para o Exército, atrasos nas entregas dos Patrulhas Ocenaicos desistência do NH 90 e o Estado Português já lá tinha investidos umas dezenas de milhões….. Muita incompetência política… Read more »

Maurício.
Maurício.
11 meses atrás

Já está virando uma novela essa venda para Portugal, antes da “parceria” com a Boeing eu tinha outra visão da Embraer e do KC-390, agora eu olho para o KC e só consigo enchergar Boeing, confesso que desanimei com a aeronave, não me importo mais com suas vendas, na verdade nem me importo mais com a aeronave, eu sei que é um sentimento patriota inútil, mas é minha opinião.

Srgt Uilha
Srgt Uilha
Reply to  Maurício.
11 meses atrás

a boeing só ficou com os projetos de jatos regionais da embraer, os militares e executivos como o Praetor 600e lineage 1000 foram para gavião peixoto e continuam embraer, tudo que ficar em são jose dos campos é da boeing. inclusive o novo aew da embraer é baseada no praetor 600 que ficou na embraer, portanto não tem nada de boeing.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Srgt Uilha
11 meses atrás

Srgt Uilha, a Embraer é passado !

Fernando Lacerda
Fernando Lacerda
Reply to  Maurício.
11 meses atrás

Vc tem razão Maurício..
Eu lhe entendo meu caro amigo
Destruiram a nossa querida Embraer, é como se tivessem arrancado o nosso orgulho.
Triste, espero que um dia as pessoas que venderam a Embraer sejam punidas

Beserra(FN)
Beserra(FN)
Reply to  Maurício.
11 meses atrás

Meu amigo, a Embraer é o futuro. Ainda tem a Embraer Agrícola, Bradar, Naval, e até a EmbraerX que tem encomenda da UBER de veículo aéreo elétrico de transporte.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Beserra(FN)
11 meses atrás

Bezerra, a Embraer é o futuro? Com Agrícola, Bradar e Naval? Aquele comercial da EmbraerX parece mais com um comercial de algum smartphone novo, cheio de leds e nada mais.

Matheus
Matheus
Reply to  Maurício.
11 meses atrás

Mauricio, voce não está nem ai pra integtridade da Embraer em sí, só quer algo pra que voce (e muitos outros aqui) queiram algum motivo pra ter “”””””orgulho””””” de alguma coisa “””””””””Made in Brazil”””””””””.
Você deveria estudar sobre os motivos e razões sobre a venda da divisão comercial ter acontecido.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Matheus
11 meses atrás

Matheus, depois dessa “parceria” caracu da Embraer eu quero que ela se exploda, e sim, eu tinha orgulho dessa empresa, você acreditando ou não. O mais engraçado é que o mesmo pessoal que fala em livre mercado é o mesmo pessoal que bate palmas para o Trump quando ele veta na base da canetada a venda de alguma empresa americana para os chineses, dá para ver que você é mais um entre tantos que acreditam naquela conversa fiada de que a Embraer iria falir se não tivesse feito a tal “parceria”. A patrulha de alguns no caso da “parceria” pelo… Read more »

FernandoEMB
FernandoEMB
Reply to  Maurício.
11 meses atrás

Só que ela não vai se explodir não meu caro… vai crescer novamente. Embraer não morreu não. Mesmo que queira isso, não tem base nenhum em fatos.

Fernando Lacerda
Fernando Lacerda
Reply to  FernandoEMB
11 meses atrás

FernandoEMB

Você só fala isso porque irá para a Boeing, por isso faz questão de defender tanto essa parceria.

Pq sejamos honesto, dilaceraram a Embraer, destruiram o que demorou 50 anos para construir, por miseros 4,2 bilhão de dolares (a Natura comprou a AVON por 6 bilhões).

Não venha com essa falácia barata apenas para defender o seu lado.

Nos roubaram o que era nosso orgulho, um crime a nossa pátria.

Fernando EMB
Fernando EMB
Reply to  Fernando Lacerda
11 meses atrás

E quem disse isso? Que vou para a BBC? Vc também tem bola de cristal?

Maurício.
Maurício.
Reply to  FernandoEMB
11 meses atrás

Falando em patrulha olha quem apareceu para defender a parceria caracu, até que estava demorando!
Outra coisa, sobre o futuro da Embraer você também não tem base alguma ou fatos, ficaremos nos achismos e daqui a alguns anos veremos quem estava certo.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Maurício.
11 meses atrás

Maurício, tente outra vez. Mande outro currículo para a Embraer. Vai que dessa vez dá certo e você para com essa encheção de saco aqui sempre que alguém fala na Embraer.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Felipe Morais
11 meses atrás

Felipe, tentar outra vez o que? Se meus comentários não te agradam é simples, é só não ler, quem decide o que fica ou não nos comentários é o Galante e não você.
Eu sempre vou dar minha opinião, independente se você gosta ou não.

teropode
Reply to  FernandoEMB
11 meses atrás

Este pessoal tira conclusões erradas e se lançam na velha choradeira com papinho de nacionalismo , se fosse uma empresa russa ou chinesa estariam admirados.

Maurício.
Maurício.
Reply to  teropode
11 meses atrás

“teropode” você acha que eu sou você? Você acha que eu tenho essa mesma ideologia barata que você? Eu estaria aqui reclamando da mesma maneira se essa “parceria” caracu fosse feita com russos ou chineses, você só não está de mimimi porque a “parceria” foi feita com os americanos.

Thiago
Thiago
Reply to  Maurício.
11 meses atrás

Maurício, apoio e assino!” você só não está de mimimi porque a “parceria” foi feita com os americanos.” Troco só o “você” por “vocês “

kaleu
kaleu
11 meses atrás

A bem da verdade achei essa declaração bem “anti-clímax”, bem brochante, pra não dizer inócua e desnecessária … não há melhor “palco” para anunciar uma aquisição desse porte do que a maior feira aeronáutica do mundo, mas “Purtugal” prefere deixar para “mês a mês e meio”, gostaria de saber se “Purtugal” teria todo esse protagonismo com a ind. aeroespacial tendo o maior item de exportação daquele País e empresas contratando eng. aeronáuticos sem a Embraer. Difícil engolir os “patrícios”.

Fernando Lacerda
Fernando Lacerda
Reply to  kaleu
11 meses atrás

Perfeito sua analise, Kaleu… Nossos primos portugueses estão fazendo pouco caso de um projeto que literalmente ressuscitou a industria aeronáutica no país deles. Antes exportavam somente vinho e rolhas, agora vê se um crescimento exponencial em exportação e serviços aeronáuticos. OGMA de uma empresa deficitária, para uma jóia no continente europeu (graças a Embraer) e com a nova fábrica em Evora com um potencial enorme de crescimento, principalmente com a Boeing entrando junto com a Embraer, onde a demanda por componentes em compósito será enorme Sendo sincero, é muito alarde para uma venda considerada “pequena”, perto do que o governo… Read more »

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Fernando Lacerda
11 meses atrás

Penso que o senhor se precisa de atualizar, queria só dizer que a Autoeuropa neste momento produz 250 000 carros ano, 98% para exportação, existe também o setor do calçado onde somos um dos maior exportadores do mundo, têxteis e confeções tanbém este setor é grande exportador, o agroindustria também exporta bastante, torres eólicas, industria naval e metalomecânica tb exportam bastante, para não falar do turismo que pela 3ºvez é o melhor destino da Europa e com mais de 20 milhoes por ano de turismas, para não falar das tecnologicas como a Google, Ericsson, Siemens, Bosh,Continental,Salvador Caetano,GALP, EDP e muitas… Read more »

Paulo Machado
Paulo Machado
Reply to  kaleu
11 meses atrás

Daqui de Portugal eu vou lhe responder a essa questão, é bem colocada diga se de paisagem. Sabe em Outubro há eleições legislativas. Daqui a mês e meio estamos em pré campanha. Então o que o Governo quer é deixar mais para lá, ou seja, perto de Outubro, e só aí anunciará a compra e ao mesmo tempo dizer isto:” vamos comprar esta belíssima aeronava que é um excelente exemplo de parceria entre Portiagal e Brasil, bla bla bla contribui para a criação de postos de trabalho e setor no país bla bla bla” aquele papo de político para ganhar… Read more »

Sérgio Luís
Sérgio Luís
11 meses atrás

Esses portugas estão rodeando por demais!
Tenho cá que não vão comprar!

FernandoEMB
FernandoEMB
Reply to  Sérgio Luís
11 meses atrás

Pode aguardar… surpresas virão. E logo.

TeoB
TeoB
11 meses atrás

Uma vez conversei com o Sr. de Portugal que trabalhou na Defesa Civil de lá, ele me disse que o pais sofre muito com incêndios florestais e tem algumas aeronaves dedicadas ao combate a incêndio, e que esse avião também iria ser usado para esse fim caso fosse comprado… se isso de confirmar vai ser uma boa demostração da versatilidade do KC 390

Mauro
Mauro
11 meses atrás

Embraer KC-390 Flying Display at Paris Air Show 2019.

https://www.youtube.com/watch?time_continue=2&v=ZW7ZikMhFpM

Rommelqe
Rommelqe
Reply to  Mauro
11 meses atrás

É do KCte. Tremendo avião.

Comanf
11 meses atrás

Os portugueses viveram um escandalo com a compra de submarinos a relativamente pouco tempo. E Ainda teve a grana que eles perderam no NH90… Entende-se a cautela em tal anuncio…

Vitor Silva
Vitor Silva
Reply to  Comanf
11 meses atrás

Concordo consigo, houve problema com os Submarino ( luvas por parte dos Alemãs), com os blindados Pandur 8×8 ( muitos atrasos sucessivos nas entregas ) e a resolução do contrato e a desistência dos NH90 devido á crise económica de 2011-2014 e os altos custos devido aos atrasos no projeto de desenvolvimento dos mesmos.