Home AEW Rússia planeja versão AEW&C do jato Tupolev Tu-214

Rússia planeja versão AEW&C do jato Tupolev Tu-214

2455
36
Tu-214
Tu-214

As Forças Aeroespaciais da Rússia (VKS) estão planejando desenvolver uma nova aeronave de alerta aéreo antecipado e controle (AEW&C) baseada no jato regional Tupolev Tu-214, informou o Izvestia em 5 de maio. As fontes do jornal no Ministério da Defesa (MoD) indicaram que o comando da VKS já aprovou o projeto.

A nova aeronave de vigilância por radar de longo alcance será supostamente menos dispendiosa, mais leve e mais barata de operar do que a A-100 atualmente em desenvolvimento. Ela empregará uma versão mais leve do radar do A-100, bem como alguns de seus sistemas e equipamentos a bordo.

O A-100 é uma versão atualizada do A-50, introduzido no início dos anos 80. O A-100 é construído sobre o Ilyushin Il-76MD-90A. Ele carrega o radar Premier, projetado pela JSC REC ‘Vega’, que pode detectar alvos aéreos a 600 km e navios a 400 km, segundo a mídia russa.

A aeronave A-100 está em testes no Centro de Testes de Voo do Estado de Chkalov, em Akhtubinsk. Moscou também está modernizando seu inventário de cerca de 20 aeronaves A-50 AEW&C. A VKS recebeu seu sexto A-50U atualizado no final de março.

A-100 AEW&C

FONTE: Jane’s

Subscribe
Notify of
guest
36 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio R.
1 ano atrás

Até na Rússia. Olha ai o 767 fazendo escola!!!!

Julio
Julio
Reply to  Mauricio R.
1 ano atrás

Tem 767 AEW&C….

Flanker
Flanker
Reply to  Julio
1 ano atrás

Foi exatamente o que ele disse…

Julio
Julio
Reply to  Flanker
1 ano atrás

O que eu quis dizer é q desconheço a utilização do 767 como AEW&C.

Mauro Oliveira
Mauro Oliveira
Reply to  Julio
1 ano atrás

Os japoneses

Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  Mauricio R.
1 ano atrás

Não é questão de “fazer escola” e sim o desenvolvimento natural, usando uma plataforma com um melhor custo-benefício.

Mirade
Mirade
Reply to  Mauricio R.
1 ano atrás

Neste caso seria o757 já que o Tupolev Tu-214 é um avião da mesma categoria do Boeing 757.

Quatzy
Quatzy
1 ano atrás

Uma boa alternativa.

Evgeniy (RF).
Evgeniy (RF).
Reply to  Quatzy
1 ano atrás

Esta não é uma alternativa, esta adição ao mais caro A-100.

Antunes 1980
Antunes 1980
1 ano atrás

No seu ritmo, a Rússia consegue investir na atualização e racionalização da sua força aérea.
Mesmo com restrições devido às sanções econômicas, os projetos caminham em um ritmo razoável.
Devagar a Rússia vai deixando a ficha cair, mudando a megalomania da era soviética para o conceito do “menos” é “mais”.
Putin é o cara.

nonato
nonato
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

As sanções estão sendo muito suaves.

Tem de apertar.

Brunow Basílio
Reply to  nonato
1 ano atrás

Sem apertar muito a Europa já perdeu mais de 50 bilhões com as contra-sanções… Imagine tambem sancionar um país que produz mais de 11 milhões b/dia de petróleo…

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

Mesmo com restrições devido às sanções econômicas, os projetos caminham em um ritmo razoável. . Até quando vocês vão repetir um mantra mentiroso, imaginando que um dia se torne verdade? Deixa eu lhe explicar uma coisa e eu até desenho, se você não conseguir entender: as sanções à Rússia não fizeram nem cócegas na economia russa. Deu para entender? nada, efeito próximo de zero. O que de fato afetou a economia russa foi somente os preços do petróleo, que os EUA, em conluio com a Arábia Saudita, abaixaram artificialmente para afetar a Rússia. Só isso. Atualmente, os preços do petróleo… Read more »

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  100nick-Elã
1 ano atrás

Perfeito 100nick.

Essas sanções são inúteis para Moscou.
E pior.
Parece que Rússia e China estão fazendo grandes aquisições de ouro, de modo a largarem suas reservas em dólar em benefício desse valioso metal.
Tempos interessantes estão se aproximando.

Jagderband#44
Jagderband#44
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

kkk
roubar ouro da Venefavela é “adquirir”….
fala sério

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jagderband#44
1 ano atrás

Pouco importa, contanto que o dólar desabe.

Celso
Celso
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk agora conta a do papagaio. Se vier a acontecer algium dia, sera daqui mais de 80 anos…por enquanto, siga o feretro…..voce deveria ser artista comico.

Celso
Celso
Reply to  100nick-Elã
1 ano atrás

pois e…e mesmo assim a Russia esta de pinico na mao, ate com preco de petroleo e gas em alta….imagine so daqui a mais uns 50 anos quando a Europa no todo estiver usufruindo de veiculos mais economicos (eletricos) ? E nao somente a Europa….leia mais sobre tal futuro proximo.

PS.. Oriente medio incluso Ira e Arabia Saudita.

Mirade
Mirade
Reply to  Celso
1 ano atrás

Mesmo assim ela vai precisar do gás para aquecer o inverno europeu… não é só de combustivel para veículos que a Europa ocidental precisa.

Sérgio Luís
Sérgio Luís
1 ano atrás

A Rússia está procurando confusão com meio mundo então tem que se virar mesmo e adaptar projetos civis para o militar, mas com essa configuração de jato “regional “acho pouco provável!

Brunow Basílio
Reply to  Sérgio Luís
1 ano atrás

Russos já usam o Tu-214R uma versão ELINT, SIGINT e COMINT…

Sérgio Luís
Sérgio Luís
Reply to  Brunow Basílio
1 ano atrás

Nessa configuração não muda nada na aerodinâmica!
Mas com um radome gigante girando na fuselagem a coisa é diferente parceiro!

Nilton L Junior
Nilton L Junior
1 ano atrás

Então o A-100 ainda esta em testes mas já projeta outra para quem sabe atuar próximos as suas fronteiras.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Nilton L Junior
1 ano atrás

O Urso e o Dragão estão afiando suas garras.

Celso
Celso
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

E dai sabichao ??? leia as cartas, taro, buzios e nos traga o futuro…..gozador , brincalhao. Ignaro util.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
1 ano atrás

O primeiro AEW&C deles era baseado numa aeronave “civil”, o Tu-126, que era baseado no Tu-114, que por sua vez era um Tu-95 Bear com fuselagem para o transporte de passageiros. Depois, por algum motivo, resolveram ir na contra-mão do ocidente e apostaram num derivado do cargueiro Il-76, talvez visando operar de bases improvisadas na linha de frente. Na época eles já possuíam os Il-62, que seria um candidato natural, do mesmo porte do 707 usado como base para o E-3 Sentry americano. Agora parecem voltar ao modelo ocidental, pois airliners são muito mais baratos de operar que cargueiros do… Read more »

Pedro
Pedro
Reply to  Clésio Luiz
1 ano atrás

Creio eu que isso tem a ver inicialmente a custos, pois como tu disseste, o custo de um cargueiro hj é bem maior. Tem suas vantagens mas com o desenvolvimento da aviação comercial e seus jatos, estes reduziram as fraquezas que porventura tem, como velocidade, capacidade e volume de carga, facilidade de adaptação do projeto e MO necessária de suporte. Outro fator na sua linha histórica a qual vc citou é que o Tu-126 era uma plataforma melhor que o IL-62 (que era um jato comercial incrível para sua época) mas pelos idos do final dos anos 70 e inicio… Read more »

Jagderband#44
Jagderband#44
1 ano atrás

Por que não fazer um AW&C do fodástico Su Superjet 100?
kkkk

Celso
Celso
Reply to  Jagderband#44
1 ano atrás

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Jagderband#44
1 ano atrás

Para que se, provavelmente, o A-100 seja o melhor do Mundo?!?!
Um monstro. Olha o tamanho do bichão.
Além disso, russos (e chineses) estão na dianteira (e muito) no setor de radares.
Os radares russos já são capazes de detectar qualquer objeto voador existente, inclusive os ditos stealths.
Os radares de terra deles são tão poderosos que podem detectar, com facilidade, qualquer objeto a milhares de quilômetros de suas fronteiras, tornando a Rússia imune a eventuais intrusos.
Não preciso lembrar dos fantásticos radares OTH produzidos por eles.
Deixe como está. Em time que está ganhando não se mexe.

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  Jagderband#44
1 ano atrás

Deve ser pelo tamanho e autonomia, é um regional….

Mirade
Mirade
Reply to  Jagderband#44
1 ano atrás

Se eles quiserem eles fazem, mas precisam de aviões de maior autonomia, neste caso o Su 100 não seria o ideal.

Heli
Heli
Reply to  Jagderband#44
1 ano atrás

Por que não fazer do fodástico 737MAX?

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Heli
1 ano atrás

Verdade Heli.

De repente o radar avisa ao próprio avião: Vamos cair!

Mauricio R.
1 ano atrás

Northrop Grumman E-10 MC2A

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
1 ano atrás

Matéria interessante pra quem acha que o KC-390 pode ser uma plataforma AWACS.