Home Apoio Aéreo Aproximado USAF vai reativar esquadrão agressor com F-35 de treinamento

USAF vai reativar esquadrão agressor com F-35 de treinamento

3526
15
Concepção de um F-35A com numeração no padrão de caças chineses

ARLINGTON, Virgínia (AFNS) – A Força Aérea dos EUA está reativando o 65º Esquadrão Agressor e movendo 11 caças F-35A Lightning II para a Base Aérea de Nellis, em Nevada, como parte de uma iniciativa maior para melhorar o treinamento de caças de 5ª geração.

A iniciativa veio depois que o general Mike Holmes, chefe do Comando de Combate Aéreo, recomendou melhorar o treinamento para o desenvolvimento de táticas de combate de quinta geração e apoio aéreo aproximado, adicionando F-35s para complementar a quarta geração de aeronaves atualmente em uso.

Para apoiar essa exigência, a USAF decidiu criar um esquadrão agressor de quinta geração na Base Aérea Nellis e transferir nove aeronaves F-35A, que não eram de combate, de Eglin, na Flórida, para o esquadrão.

“Este movimento nos permitirá reaproveitar os primeiros F-35 de produção para ajudar a treinar os pilotos para o combate de ponta”, disse o secretário da Força Aérea Heather Wilson.

Também extrai de uma história profunda e bem sucedida.

“Os esquadrões agressores vêm aprimorando as habilidades dos pilotos da Força Aérea desde o início dos anos 70”, disse o chefe de gabinete da Força Aérea, general David L. Goldfein. “Eles fornecem uma dose de realismo nos exercícios aéreos e seu valor de treinamento é crucial. Essas aeronaves agressoras F-35 nos manterão à frente dos adversários nos próximos anos ”.

A transferência de aeronaves da Eglin AFB para a Nellis AFB não ocorrerá até que aeronaves recém-produzidas cheguem à Eglin AFB para substituí-las. Novas aeronaves estão planejadas para chegar ao Nellis AFB a partir do início de 2022.

O 65º AS, que anteriormente voava com aviões F-15 Eagle, foi desativado em setembro de 2014.

A Força Aérea também designará dois aviões F-35A da Base Aérea Edwards, na Califórnia, para a Base Aérea Nellis, para se juntar ao 24º Esquadrão de Apoio Aéreo Tático. O 24º TASS é um esquadrão F-16 Fighting Falcon cuja principal função é apoiar e realizar treinamento de apoio aéreo. A introdução dos F-35As da Edwards AFB permitirá treinamento adicional para os F-35As como ativos de apoio aéreo aproximado.

A reativação do esquadrão agressor e a adição de aeronaves ao esquadrão de apoio aéreo tático adicionarão aproximadamente 194 militares adicionais e 37 empreiteiros à base.

Como parte do processo estratégico de base, a USAF determinou que a Nellis AFB era especialmente adequada para atender aos requisitos dessas missões, pois hospeda grandes exercícios das Forças Aéreas de Combate, Escola de Armas da Força Aérea dos EUA, Cursos de Instrutores de Armas, um esquadrão de teste e avaliação e grupo de integração de apoio aéreo aproximado.

A Força Aérea fará sua decisão final de base após a conformidade com a Lei Nacional de Política Ambiental e outros processos regulatórios e de planejamento.

FONTE: USAF

15
Deixe um comentário

avatar
8 Comment threads
7 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
JeffSpace jockeycvn76Rafael M. F.Plinio Jr Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Thiago Telles
Visitante
Thiago Telles

É para treinar combate contra os s tucano?

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Se for contabilizar somente os esquadrões agressor da USAF, com certeza é mais poderoso que todas as forças áreas da América Latina e África juntas.
Enquanto isso o mimi da arquibancada vermelha continua criticando o tal F-35.

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Segue…

Roberto F. Santana
Visitante
Roberto F. Santana

Quem te viu, quem te vê …
Há trinta anos aqueles chineses todos de roupa cinza com aquele boné e biicicleta, voando MiG-19.
Hoje já tem aggressor da USAF com pintura chinesa e usando F-35!

teropode
Visitante

China entra , Rússia 👉 chuveiro.

Space jockey
Visitante
Space jockey

kkkkkk

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

E cada vez o grau de dificuldade aumenta mais.

Rui Chapéu
Visitante
Rui Chapéu

Eles pintaram de chinês pq os russos estão pra lá de atrasados com o 5geração deles…

Na real se tivesse um embate entre 5 geração os EUAX Russia, os americanos iam ganhar de W.O. dos Russos, afinal, mal e mal 12 caças eles construiram…

Então resta a China. Nessa eu boto fé que vão fabricar bastante 5 Geração.

Luciano
Visitante
Luciano

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Rene Dos Reis
Visitante
Rene Dos Reis

Caramba então teremos F22 e F35 treinando contra os F35 agressor?

Luiz Cascaldi
Visitante

Bom dia Senhores,

Alguém poderia explicar um pouco melhor a atuação desses esquadrões?

Eles ficam em uma base especifica e as unidades tradicionais os visitam de tempos em tempos para treinamento? Seria essa a dinâmica?

Grande abraço!

Plinio Jr
Visitante
Plinio Jr

Sim Luiz, eles teriam a sua base especifica e ocorrem situações em que as demais unidades se deslocam até eles ou mesmo eles se deslocam para exercícios diversos como as Red Flag entre outros….

cvn76
Membro
Famed Member
cvn76

Complementando, a USAF possui no momento 2 esquadrões “agressores”, ambos com o F-16.

Um em Nellis/NV e o outro em Eielson/AK…

O que também existe são empresas privadas equipadas com F-5, Mirage entre outros modelos, que também fazem o papel de inimigo nos treinos…

A USAF paga por hora de vôo pelo serviço…e a grande maioria dos pilotos dessas empresas são ex-pilotos da USAF….ou também eles contratam pilotos estrangeiros, pricipalmente do Leste Europeu que tém bastante experiência do modo operacional, táticas e etc do antigo Pácto de Varsóvia…

Rafael M. F.
Visitante
Rafael M. F.

Off:

Passando pela Linha Vermelha para ir ao trabalho, vi um C-5 Galaxy parado no pátio da BAGL. Alguém sabe dizer do que se trata?

Jeff
Visitante
Jeff

Tem que admirar estes caras. Ainda não se comprovou a existência de caças 5a geração em outros países, mas eles já estão treinando táticas de combate nesse nível.