Home Aviação de Ataque INFOGRÁFICO: F-35A versus F-15EX

INFOGRÁFICO: F-35A versus F-15EX

9435
97

O F-15EX carrega mais armas, voa mais longe, voa mais rápido, pode transportar um maior leque de armas, tem uma hora de voo mais barata (embora projetem que a hora de voo do F-35A poderá igualar a do F-15EX) e tem um teto de serviço mais alto também.

O orçamento do Pentágono para 2020 prevê a aquisição de 8 caças F-15EX por US$ 1,1 bilhão para a USAF. Os novos F-15EX serão baseados na versão F-15QA do Qatar, com a suíte de guerra eletrônica EPAWSS.

A USAF pretende adquirir até 80 novos F-15EX por US$ 80 milhões cada, para substituir os velhos F-15C/D da frota. Algumas fontes dizem que a USAF poderá adquirir de 144 aviões até 400 novos F-15EX.

A aquisição de novos F-15 Eagle pela USAF significa uma mudança de estratégia, que previa anteriormente a aquisição exclusivamente de aeronaves de quinta geração.

A decisão de comprar novos Boeing F-15 também reflete o desejo do Pentágono de manter duas empresas americanas produzindo caças na próxima década, mantendo a diversidade na base industrial enquanto prepara os requisitos para o caça de sexta geração.

97 COMMENTS

    • Acho normal, vindo dos pilotos… No fundo, todo mundo tem medo de levar chumbo no traseiro !

      No F-35 estão muito mais seguros !!

  1. O F-15 é o melhor caça de superioridade aérea operacional nos dias de hoje e continuará a ser por muitos anos ainda.

      • Ainda aposto no Gripen E como o melhor caça de 4° geração, os embates raramente serão 1×1 por isso a capacidade de guerra em rede e guerra eletrônica do Gripen é um diferencial dentro de sua geração, tanto pelo seu Data-Link quanto pela sua suite EW na forma do Arexis, utilizando transistores de nitreto de gálio. Nesse aspecto só ficando atrás do F-35. Já se foi o tempo da segunda guerra em que se despejava uma chuva de bombas, atualmente a capacidade de transpor defesas e acertar precisamente é muito mais importante do que a quantidade de carga bélica transportada.

        • O Gripen A foi o primeiro caça de quarta geração o Gripen E é de 4/5 geração e um projeto novo apenas derivado do antigo Gripen, pois este é maior, motor novo e mais potente e a tecnologia do código fonte é de quinta geração mesmo seguindo a do antigo é dinâmica e blá blá blá

    • “Renato da Cunha

      Discordo.
      Em se tratando de superioridade aérea, o melhor é o F-22.”

      Melhor só se for da rainha do hangar… 😀

    • e o F-22 raptor??????
      Acho que forçar uma corrida armamentista para caças de 5 geração é dar um tiro no pé, visto que os EUA são os únicos a dominar totalmente a tecnologia. (nem venham me falar do SU-57, rs… ele não é stealth em todos os lados)

      Muito acertada investir na 4° ++ geração, pois o F-15 ainda é um caça dominante em qualquer território e ir investindo nos caças de 6 geração. SEM CRIAR ALARDE…

      • E quanto ao SU-57? Você já viu um SU-57 totalmente pronto? Coberto com material de rádio e um bloqueador de radar?

      • O Su-57 não é stealth em nenhum lado, olhe o canopi, os sensores expostos, a emenda de diversos componentes da fuselagem… o pessoas acha que é só o ângulo de deflexão mas não entende realmente como um radar ilumina um alvo, o SU-57 não tem gatos, tem tigres!

    • A ultima versão a adquirir em breve pela USAF? Sim, sem dúvida, muito provavelmente.
      Isto descartando, claro, o F22 Raptor.

      • Sem entrar no viés de torcida, existem vários artigos de exercícios do Su-35 Indiano x Typhoon Inglês ou Su-35 x F-15 (se não me engano no Alasca) onde o Su-35 venceu,então não dá para cravar que um é melhor que o outro, são vários fatores que vão desde a manutenção, armamento, treinamento, rede de comunicação (neste ponto a Otan/Americanos estão muito a frente) para troca de informações, AWCS, doutrina, estratégia, bases de operações e por ai vai.
        Sou fã do F-15, já vi alguns em exposições e ele é impressionante, acho o design dele mais bonito que a do F-35, mas é um avião com mais de 40 anos de projeto, o F-15 (em uma boa parte dos cenários) seria derrotado pelo F-35.
        Concordo sobre a boa motivação para a compra do F-15, seja manter uma segunda empresa montando caças..

    • Em performance se fala da família Su-27 (e é importante levar em consideração o depoimento presente aqui no aéreo de um oficial ianque sobre os exercícios com a India).
      Em armamento, a família ianque e europeia ocidental (Mísseis sidewinder/IRIS-T e AIM-120X/Meteor) é tida como a melhor;
      Na questão de superioridade, onde o combate se decide onde o alvo é enxergado primeiro, abatido primeiro, e permite evasão segura da aeronave que abateu (veja o caso da Caxemira, onde houveram mortes de ambos os lados), o sistema aéreo deverá ter um baixo RCS (o do eagle é gigante), armamentos de ponta e AWACS integrado e designando alvos e rotas. Nesse sistema o F-15 tem apoio do que há de melhor, mas em um hipotético conflito com um delta-canard ultra discreto (como Typhoon e Gripen) e em igualdade de condições, o F-15 é presa fácil, como foi para os indianos (que usaram AWACS brasileiro inclusive no exercício, ao passo que os ianques não usaram).

    • um F-15EX equipado com o que há de mais moderno em EW, como no EA-18G Growler, SERIA capaz de inutilizar as ações ofensivas do F-22, como o Growler já fez, e abate-lo facilmente. Vida longa ao Eagle.

  2. Com dois motores e menos combustível (13 mil ao invés de 18 mil libras), o F15 tem um raio de operação que é quase o dobro do f35.

    • Eu gosto de ver esses números de alcance que o povo traz. Qual foi o loadout que se usou pra isso? tanques conformais e interno com o avião liso?

      bombas penduradas e tanques extras geram arrasto. E arrasto gasta mais combustível. Em uma conta rápida, metade do combustível que os tanques externos carregam é gasto compensando o arrasto…..dos tanques externos

  3. Só esqueceu de dizer que o F-35 é mais sobrevivente e efetivo dentro do território inimigo (só um detalhe rs), basta observar o alcance de deteção do S-400 em relação ao F-15EX que é 10 vezes maior.

      • Ele assumiu um RCS de -30dB para o F-35, mas relatos maks novos apontam que é ainda menor, menor do que o F-22.

        • Provavelmente é menor mesmo, devido ao tamanho, tecnologia mais recente e ser monomotor, mas eu estou levando em conta é na capacidade de detecção do S-400. Apesar de que não deve ser tão surpreendente assim já que a Russia ainda nem conseguiu tecnologia para fazer um radar AESA. Mas a 21 milhas (33,7km) acho que dá para ter contato até visual.

    • Ele não vai substituir o F-35, ele é o avião de 2º dia de guerra, depois que os wild weasels fizeram o serviço

  4. “A decisão de comprar novos Boeing F-15 também reflete o desejo do Pentágono de manter duas empresas americanas produzindo caças na próxima década, mantendo a diversidade na base industrial enquanto prepara os requisitos para o caça de sexta geração.” fim de papo
    F35 e F15EX se complementam , armas poderosas que coloca medo em qualquer oponente!

    Acho que no futuro terão três: F35, F15EX o provável F22 patrocinado pelo Japão… e uns 15 anos o sexta geração

    E na Carolina do Sul o F16 comendo quentinho uma parcela do mercado do F39…

    Enquanto nossa dor de cabeça e ter grana para reformar um punhado de células do AMX e promessas a todos os santo fazer o milagre de um segundo lote de F39…

  5. O F-15EX carrega mais armas, voa mais longe, voa mais rápido, pode transportar um maior leque de armas, tem uma hora de voo mais barata (embora projetem que a hora de voo do F-35A poderá igualar a do F-15EX) e tem um teto de serviço mais alto também´´

    Só esqueceu um dos fatores mais importantes, ele é detectado a mais de 200 milhas pelo S400, além de que esse desempenho todo no papel não vale nada em condições reais, o F35 carrega mais de 8300 Kg de combustível interno, o F16 carrega 6100, com os CFT não sei o valor mas não deve chegar no F35, que tem 1 turbina e consome menos, ou seja, o F15 tera que carregar tanques externos de combustível, que diminuem bastante a manobrabilidade e velocidade.

    • A questão é que provavelmente veremos os dois voando juntos. Se tudo o que está no papel estiver próximo de estar correto, o F-35 pode voar mais baixo indo na frente desabilitando defesas anti-aéreas tipo S-400 com os misseis anti-radar e seus sistemas de guerra eletrônica, enquanto o F-15Ex voa em altitudes mais elevadas fora do alcance dos S-400 aguardando aparecer algum adversário no ar. Ai já viu né… Os F-35 É como um mini sistema de controle e alerta, somado a fusão de dados, se os rumores estiverem corretos e os Su-57 ou J-20 não forem tão furtivos assim, nem verão o que os atingiu.

      • O míssel 40N6 tem 400 km de alcance e atinge Mach 14, é melhor usar 2 F35 do que um de cada, de acordo com a própria usaf caças de 4 geração não vão sobreviver no futuro, a compra dos F15 é pra manter a Boeing no negócio.

    • Quanto ao final da sua conclusão, a matéria diz que o F-15 tem mais alcance que o F-35 mesmo carregando menos combustível, deve ser porque, mesmo sendo menor e monomotor o F-35 tem quase o mesmo peso do F-15 além disso, deve forçar mais o motor por ser menos aerodinâmico por causa da característica stealth, por essa mesma característica ele deve precisar de cobertura de materiais anti-radar internamente, alem das baias para esconder as armas.

      • O alcance dado na matéria é com 2 CFTs e 3 tanques externo, para um total de 23000 lb de combustível, quanto ao consumo não se sabe ao certo, mas achei umas estimativas no F16net:
        F100-PW-229
        (MIL) 17,800lbs @ 0.726 lb/Hr/lb st
        (MAX) 29,100lbs @ 2.060 lb/Hr/lb st

        F110-GE-129
        (MIL) 17,000lbs @ 0.745 lb/Hr/lb st
        (MAX) 29,000lbs @ 1.900 lb/Hr/lb st

        F414-GE-400
        (MIL) 14,700lbs @ 0.840 lb/HR/lb st
        (MAX) 22,000lbs @ 1.850 lb/HR/lb st

        F119-PW-100
        (MIL) 25,000lbs @ (~0.800?) lb/HR/lb st (Speculation varies between 0.600 – 0.860…)
        (MAX) 37,000lbs @ (~1.950?) lb/HR/lb st

        F135-PW-100
        (MIL) 28,000lbs @ 0.886 lb/HR/lb st
        (According to J@ne’$, but seems too high? 0.700 is more likely)
        (MAX) 43,000lbs @ (~1.950?) lb/HR/lb st

        Os valores não estão tão diferentes apesar da enorme diferença de potência, F135 é uma turbina de última geração.

        • Vish já deu um nó na minha cabeça, porque na matéria também sita dois tanques externos nos hard points da asa do F-35, só não dá estimativa de quanto aumentaria a capacidade. Não sei como você chegou a conclusão de que estão levando em conta os 3 externos no F-15 mas não os 2 do F-35 já que as informações se encontram no mesmo campo, uma do lado da outra.

          • Só mais um detalhe… Os tanques podem ser dispensados caso haja a necessidade de entrar em batalha, para não afetar a manobrabilidade e velocidade. Não seria o fim do mundo caso houvesse a necessidade de carrega-los.

  6. Acho legal a opção de mix com o F-15 trazendo capacidades que o F-35 entrega menos como alcance e carga de armas, mas achei a economia muito Pequena para valer a pena.

    Se o F-35 custa 89 e vai custar no próximo ano, 80, o F-15x deveria custar entre 50 e 60 mi para valer a pena.

    Também de 35 mil para 27 mil não é uma economia tão grande no custo de hora de voo, ainda mais se pensarmos que esse custo vai diminuir para o F-35.

    Imaginem se em 2022 o custo tenha caído para 30 mil, 30 mil para 27 mil é uma economia pequena para justificar o F-15.

    A não ser que o principal objetivo seja dar um contrato para a Boeing para ela ser mais competitiva no processo do caça de 6a geração.

    Confesso que eu estava empolgado com o F-15X mas as diferenças financeiras desde infográfico me desanimaram.

  7. F-15 é um ícone ! Mas o F-35 está mais preparado para missões contra outros vetores stealth e sistemas como o S-400.

  8. O gráfico da revista americana contém vários erros. Há dados públicos (acho que do Pentágono) dizendo que o custo da hora vôo do F-15EX seria um pouco menos da metade do F-35. Talvez tenham pego o custo atual do F-15C, um avião que está para sair de serviço em, no máximo, uma década. O custo do F-15E atual já é menor do que aquele da versão C. O custo do novo F-15EX então é dito ser 1/3 menor ao da versão E, graças ao sistema fly by wire.
    O raio de combate é de mais de 1300 milhas náuticas, como está no site da Boeing. E a suposta distância de detecção de um sistema S400 não leva em consideração o perfil de vôo do Strike Eagle, baixo e rápido… No mundo real, ficaria na faixa de 20-30 milhas náuticas.
    Sds

  9. Enquanto o J-20 começa a já entrar em operação…o programa f-35, mais antigo que o do J-20, segue empacado…rumo para ter o mesmo destino que o programa f-22…de fato…trata-se de um programa ainda inacabado e cheios de erros de projetos…mas que esta sendo posto goela abaixo de todo mundo mesmo assim…

    • nossa que Maravilha o J20 vai entrar em operação, que grande salto tecnológico, deve ser a mesma alegria que os EUA tiveram quando o F117 entrou em operação em 1983, depois de 36 após os EUA finalmente a China tem seu primeiro caça furtivo. só que a USAF já tem o F35 em operação, até nisso os chinas estão atrasados, mas o J20 em operação é algo que tem que se comemorar pq não é qualquer país que fabrica um avião furtivo.

    • Ou seja, voce acreditou na imprensa oficial chinesa que o J-20 é uma aeronave perfeita e impecável desde a primeira linha desenhada do projeto.
      O J-20 usa até hoje um motor provisório que sequer permite supercruise, mas somente o F-35 é que está “inacabado”.
      Foram entregues 28 J-20 e 380 F-35. Mas é esse último é que está “empacado”.

  10. Por favor, me corrijam se eu estiver enganado mas o F-35 é um substituto do F-18 da US Navi, me parece que seu requisito é para atender as demandas da Marinha, multi missão. O F-15 foi concebido para atender os requisitos da Força Aérea, para garantir exclusivamente a superioridade aérea. Sei que é corrente comparar valores, mas comparar desempenho, alcance e armamento não me parece possível. Sou apenas um leitor simpatizante do tema.
    Abs

    • o F35 foi feito para substituir todos os caças, mas tá tão caro que não vai dar, além de que os EUA não quer um monopólio da LM, que nos últimos anos ganhou muita $$$influência$$$$

  11. O fato é o seguinte, só os EUA tem a capacidade de ter esta diversidade de caças espetaculares em seu arsenal, independente dos custos envolvidos. Aos incapacitados financeiramente e aos relegados ao segundo plano da influência bélica mundial resta ficar invejosamente maldizendo em vão.

  12. Mais um oferecimento de: Boeing

    Não consegue manter seu modelo velho em produção? entupir a bunda de congressistas com dinheiro não tem tido resultado?Acabaram seus problemas!!!!!!

    Patrick Shanahan Tabajara tem a solução!
    Com ele como secretário de defesa, seu avião antigo repaginado vai vender como pão quente e eles ainda vão agradecer!!

  13. – o F35 está mais no chão do que no ar (ainda se não estiver caindo)…
    – Embraer a tempo já é empresa mista.. mas continua sendo brasileira..
    – verdade… a China nos últimos 15 anos investiram muito em armamentos e tecnologia militar…
    – mentira.. existem aviôes muitos bons ou melhores que o F15…
    – kc390 só irá vender quando acabar por completo suas avaliações…
    – Rafale nunca vendeu e a Dassaut não consegue um contrato de venda faz tempo.

      • Respeito sua opinião e acho que só vendo um enfrentamento dos dois para dar certeza, mas essa versão do F-15EX vem dotada com sistemas de radar, super computador, etc… que acho que a tornariam melhor pelo ao menos no BVR, acredito que atiraria primeiro. Em caso de dog fight ai seria interessante já que agora o F-15 terá Fly-by-wire que ajuda na manobrabilidade, não sei se terá empuxo vetorizado… Mas seria um dogfight épico!

        • Acredito que seja relativamente fácil simular um combate mano a mano de F-15 versus Su-35 em computador, de maneira profissional (já deve ter sido feito). É tudo uma questão de propriedades físicas. Mas naturalmente, não não sei se temos como simular de maneira realista a somatória de todo o resto, como habilidades do piloto, regras de engajamento, apoio de solo, datalink, AWACS, etc. Sem falar em estado de manutenção da aeronave e das armas, efeito da qualidade de logística, reposições, particularmente em um cenário de combate continuado.

  14. Como é possível reagirem negativamente a este comentário?
    Nem mais, Roberto F. Santana, completamente de acordo.

  15. F-35A versus F-15EX.
    .
    Eu prefiro:
    F-35A & F-15EX !
    .
    Como falava um velho cabra do sertão amigo do meu pai:
    “Uma coisa é uma coisa;
    outra coisa é outra coisa.”
    .
    Cada ferramenta serve para um determinado serviço.
    O F-35 qualquerletra fará coisas que jamais um F-15X (ou Y) fará.
    O contrário é também verdade.
    .
    A questão é que o arsenal norte-americano, ou mesmo o ocidental, ainda não tem um carregador de piano como o F-15 em toda a sua força bruta e flexibilidade.
    .
    O F-22 Raptor substitui o F-15 de A a D, porém é caríssimo e poucos foram construídos.
    Além disso, nem sempre será necessário um furtivo para interceptações de longo alcance sobre o mar.
    Falta um carregador de bombas bruto, que não seja um enorme bombardeiro, para entregar as encomendas mais profundamente nos teatros de operação pelo mundo. Afinal o F-111 já se foi faz tempo.
    .
    A questão não é ou, mas e.
    .
    Forte abraço,
    Ivan, o Antigo.
    .
    .
    Em tempo.
    Esse negócio de multitudo é uma falácia.
    Nunca funcionou e nunca funcionará.

    • Caro Ivan, concordo plenamente com suas colocações. E vou além: a aquisição do F-15 não diz respeito às limitações do F-35! Os novos Eagles são a única forma de remediar o desastroso encerramento do F-22.

      Os EUA acabaram com uma quantidade aquém de suas necessidades – apesar de ainda maior do que outros países possuem. Mas não só os números são o problema. Os Raptors tiveram todo o cronograma de desenvolvimento e atualização atrasado, quando não abandonado.

      Com os cerca de 700 Advanced Tactical Fighter que se planejava inicialmente, teria-se hoje uma aeronave ainda mais capaz: sensores atualizados, mais armamentos integrados, etc. Quem sabe até um Strike Raptor?

    • Caro Ivan
      Concordo com você.
      Mas a questão principal são os Custos. O F-35A pode levar quase 10 toneladas de armamentos, mas aí deixa de ser Furtivo.
      Então pra que adquirir o F-15X? Só porque leva 3 toneladas a mais? A ideia é ter uma capacidade necessária com Economia de recursos.

      Mas pelo infográfico o F-15 Vai custar Mais e depois vai custar O Mesmo.
      Com uma economia muito Pequena na hora de voo.

      Ou o infográfico está errado, ou o F-35A pelo mesmo preço pode fazer quase o mesmo que o F-15X na configuração Beast. E fazer coisas que o F-15X jamais poderá na configuração furtiva.

  16. O F-15EX será um caça incrível, um dos melhores de sua geração, senão o melhor, mas com um custo tão próximo do F-35 fica difícil justificar sua compra, o mesmo vale para o Rafale e Typhoon, o bimotor que foge essa tendência é F-18 block III.

  17. Esqueceram de olhar bem para a parte RADAR CROSS SECTION, além dos sensores do F-35 serem muito superiores. Quem acha que voar mais longe e mais rápido vai garantir a sobrevivência em um ambiente hostil então boa sorte.

  18. Só um pequeno detalhe bem no meio da imagem:
    RCS: F-35 3.8mm X 42.8ft (13.05m) F-15

    Uma pergunta: se vc fosse piloto preferia levar mais combustível, armas, etc e ser facilmente detectado ou ser como um ninja que ataca ser que a vítima saiba o que a matou?

    Obs.: também sou fã do F-15, mas em qualquer comparação isenta entre os 2 devem ser destacados todos os pontos fortes e fracos de cada um e o ponto central do F-35 é o fato de ser muito difícil de ser detectado, é como num combate na 1ª e 2ª GM vc ter um sol colado atrás de sua aeronave em qualquer manobra, seu oponente simplesmente só lhe descobre quando já é tarde demais.

  19. RCS pra mim vale mais que o resto, quer que o F35 voe mais longe, coloca tanque debaixo da asa, quer mais arma? coloca debaixo da asa.

  20. Será que a eletrônica embarcada coloca o F-15EX no mesmo nível de consciência situacional do F-35? O F-15 não tem o DAS mas não sei se faz muita falta. De qualquer forma a furtividade coloca o F-35 um passo a frente do F-15EX.

  21. Você tem birra da Embraer. Verdadeiro
    Tudo indica ser viúvo do Rafale. Verdadeiro
    Gripen foi a melhor escolha com folga. Verdadeiro
    Kc-390 tem mercado e já está com pé na OTAN(Portugal) mas foi feito pra FAB, seguindo seus requisitos. Verdadeiro

  22. Uma pergunta para os especialistas: Caso o F-15EX seja realmente produzido (tudo indica), estamos falando de uma linha de produção (não contínua) de quase 50 anos. Há algo similar na história?

    • Assim de cabeça me lembro do Hércules C-130 e do Chinook, forçando muito a barra tem o Bell UH-1Y Venom (que substituiu o UH-1N, que não deixa de ser um aprimoramento do velho sapão).
      Temos o F-16 (que é um pouco mais “novo”), mas sempre teve a sua produção mais constante.
      Tem o Ilyushin Il-76 que se não me engano ainda está com a sua linha de produção aberta.
      Deve ter outros exemplos, mas lembro do que eu tenho mais paixão.

  23. Talvez a sexta geração equacione essas diferenças entre quarta e quinta, os EUA estão muito bem, podem optar por comprar modelos diversos, ambos impensáveis para a realidade da maioria das forças aéreas, vamos ver daqui 10 anos como estará o F35 em questão de disponibilidade e custo, acredito que estará muito bem.No mais, espero estar ouvindo o vôo supersônico dos gripen aqui em Anápolis e se vai sair ou não um novo lote, se tivermos 60 aeronaves dessas estaremos em um momento ímpar de nosso poder aéreo e muito a frente de qualquer um de nosso vizinhos e mesmo com 36 teremos mais poder do que nunca, essa é a nossa realidade e a realidade de nossa vizinhança.

  24. A meu ver a opção mais acertada seria entre o F-35 e o F-15 Silent Eagle. A não ser que o Silent Eagle tenha mudado o nome para EX, ou o EX tenha absorvido o projeto de discrição radiofrequente do Silent.
    A questão do F-35 é que ele tem uma suíte de guerra eletrônica e um IRST inteligente capaz de desviar mísseis disparados não só contra ele, bem como, é efetivamente stealth.
    Também consta o fato de que 8 aeronaves não formam nem um esquadrão da USAF. É uma compra de experimentação, que provavelmente vai impulsionar ainda mais as vendas do Eagle ao redor do mundo. O problema é que vai depreciar o F-35, e, já tem muita gente dependendo dele. Agora vai ter que ser usado do jeito possível.

  25. O F-15 é um dos melhores aviões já feitos até hoje, tão bom que voa a 50 anos e não possui um avião oponente capaz de sobrepujá-lo. O que será dos oponentes dos EUA quando o F-35 começar a amadurecer como aeronave???

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here