Home Estratégia Trump diz à Rússia para retirar suas tropas da Venezuela

Trump diz à Rússia para retirar suas tropas da Venezuela

14136
178
AN-124 na Venezuela
AN-124 russo na Venezuela descarregando equipamentos e pessoal

O presidente Donald Trump alertou que a Rússia deve retirar uma recente delegação militar enviada à Venezuela, sugerindo que ele estaria preparado para forçá-la a sair.

A Casa Branca cortou relações com o presidente venezuelano Nicolás Maduro em janeiro, em vez disso patrocinou o chefe da Assembleia Nacional, controlado pela oposição, Juan Guaidó, que se declarou chefe de Estado. A medida ocorreu em meio a sanções crescentes dos EUA que prejudicaram uma economia venezuelana já atingida por má administração interna, e cerca de um mês depois que a Rússia enviou tropas e aeronaves para realizar exercícios bilaterais no Caribe.

As tropas e aviões russos foram novamente vistos na Venezuela no fim de semana para conduzir o que a emissora estatal Sputnik News, da Rússia, citou uma fonte diplomática como “consultas bilaterais”.

Respondendo a isso, Trump disse aos repórteres na Casa Branca que “a Rússia tem que sair”. Questionado sobre como sua administração poderia garantir isso, ele respondeu: “Vamos ver. Todas as opções estão abertas”.

O assessor de segurança nacional da Casa Branca, John Bolton – que já defendeu uma ação militar contra inimigos dos EUA, como Irã, Coreia do Norte e Venezuela – alertou na segunda-feira que o governo Trump “não tolerará que forças militares estrangeiras hostis se intrometam” no Hemisfério Ocidental. O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, alertou o ministro russo de Relações Exteriores, Sergey Lavrov, que Washington “não resistirá à medida que a Rússia exacerba as tensões na Venezuela”, segundo o Departamento de Estado.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia rebateu, com a porta-voz Maria Zakharova dizendo que, “continuando sua retórica agressiva contra a Venezuela e tentando abertamente um golpe naquele país, os Estados Unidos estão acusando simultaneamente aqueles que estão cooperando com suas autoridades legais, inclusive a Rússia”. Ela disse que “a permanência de especialistas russos em território venezuelano é regulada pelo acordo de cooperação técnica militar entre os governos da Rússia e da Venezuela, assinado em maio de 2001 e ratificado por ambos os Estados”.

O Ministério das Relações Exteriores da China também respondeu aos jornalistas que perguntaram sobre a situação. O porta-voz Geng Shuang disse na terça-feira que os países do Hemisfério Ocidental, incluindo os países da América Latina, são todos estados soberanos, “então têm o direito de determinar sua própria política externa e sua maneira de cooperar mutuamente com os países da região de sua própria escolha”.

Geng disse que a China prometeu continuar trabalhando para ajudar o governo venezuelano em meio à crise, que “só pode ser resolvida pelo povo venezuelano”. Ele então observou que “os assuntos latino-americanos não são um negócio exclusivo de um determinado país, nem a América Latina é um quintal de determinado país” em uma referência velada aos EUA.

Washington tem uma história de décadas de luta contra correntes esquerdistas em toda a América Latina e quase chegou a um conflito nuclear com a União Soviética pela colocação de mísseis de médio alcance em Cuba em 1962. O tenso impasse acabou sendo resolvido quando a União Soviética concordou em remover os mísseis em troca da retirada das posições de mísseis dos EUA na Turquia.

Essas armas terrestres, que variam de 310 a 3.420 milhas, foram posteriormente banidas pelo tratado das Forças Nucleares de Médio Alcance (INF), assinado em fins da Guerra Fria, em 1987, mas devem retornar à medida que os EUA anunciaram a suspensão do tratado no mês passado, com a Rússia seguindo dias depois.

Washington acusou Moscou de violar o acordo por meio do desenvolvimento do míssil Novator 9M729, enquanto autoridades russas acusaram seus homólogos norte-americanos de quebrar os termos do acordo ao implantar sistemas de defesa antimíssil supostamente capazes de serem usados ​​ofensivamente na Europa Oriental.

FONTE: Newsweek

Subscribe
Notify of
guest
178 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Ricardo Krug da Rosa
Ricardo Krug da Rosa
1 ano atrás

Cara, não dura 48 horas uma guerra com a vezuela. Brasil só tem a perder !!

WVJ
WVJ
Reply to  Ricardo Krug da Rosa
1 ano atrás

Já eu acho que pode durar muito tempo. Guerrilha, doutrinação em massa da população, apoio estrangeiro de Rússia e China, etc.
Mas concordo que o Brasil só tem a perder, principalmente se entrar como aríete dos EUA.
Espero que Mourão segure a onda.

Kemen
Kemen
Reply to  Ricardo Krug da Rosa
1 ano atrás

Sim, so teriamos a perder, como reservista me apresentaria de imediato caso o Brasil fosse invadido ou atacado, mas se convocado para invadir um vizinho ou a Venezuela sem uma clara defesa de nossa pátria, iria apenas por obrigação, não vejo com bons olhos dar meu sangue por um problema interno da Venezuela, já reconhecemos o Guaido como presidente, acho que isso é suficiente, o resto é presionar para um regime democratico.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Kemen
1 ano atrás

O brasil deve sim intervir, quando achar nevessario, essa de não intervir é de quem pensa pequeno, o Brasil deve ser potencia.
Tinha que ter uma política de não deixar governo autoritarios e anti-ocidentais nas nossas fronteiras, intervindo se necessário.

Canarinho
Canarinho
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

Augusto, guerra é coisa seria, isso aqui não é um jogo. Vida humanas serão ceifadas. Voces falam como se isso fosse uma brincadeira. Eu pergunto para aqueles que defendem uma guerra. Voces já viram alguém morrer em frente a voces? Eu tive a infelicidade de estar numa ocasião onde uma pessoa foi atingida por disparos de arma de fogo e veio a falecer na minha frente. Foi uma cena tao cruel que me marcou para o resto da vida. Ver aquela pessoa agonizando. Por isso o melhor a fazer eh mesmo ignorar comentários sem noção igual ao seu Augusto que… Read more »

MGNVS
MGNVS
Reply to  Canarinho
1 ano atrás

Canarinho
Comentario perfeito.

Greyjoy
Greyjoy
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

Você está ciente de que esse discurso legitima uma ação chinesa militar na Ásia, né?

Augusto L
Augusto L
Reply to  Greyjoy
1 ano atrás

A China clama territórios, o Brasil interveria por seguranca nacional.
Apesar de cocordar a China atual nao gostaria de democracias liberais perto do seu território, no mais o Brasil estaria apoiando as democracias liberais em sua fronteira e nao estaria clamando territorios alheios, o que nos faz meu argumento ser moralmente superior ao do governo Chinês.
Ou voce acha que alguma potencia Ocidental (EUA, RU, FRA e ALE) deixaria algum governo autoritário e anti-ocidental nas suas fronteiras????
Pois não, e o Brasil não deve tambem deixar.

Eduardo
Eduardo
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

Uma guerra de verdade não é teu jogo de WAR.

jose luiz esposito
jose luiz esposito
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

Todos que pensam ** Grande **assim , devem ser voluntários , levar também seus familiares , gente boa assim com ideias brilhantes devem ser os primeiros , a Vanguarda , na frente das tropas regulares brasileiras , não acreditava que temos tantos Valentes de Internet !

Rui Antonio
Rui Antonio
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

anti ocidental? ahahahah essa é para rir. O que é isso?
É ser contra o imperialismo ianque?

Rui António
Rui António
Reply to  Kemen
1 ano atrás

“regime democrático” desse gaidó?!
Essa é para rir, pois seria antes mais um governo fantoche obediente ao
imperialismo ianque

José dos Anzóis
José dos Anzóis
Reply to  Ricardo Krug da Rosa
1 ano atrás

submarinos russos, chineses dando apoio, sinceramente, vcs acham que a guerrinha é só com a Venezuela? Alguém se lembra da crise dos mísseis em Cuba? Alguém acha mesmo que os EUA usarão a força mesmo sabendo do risco que correm de serem retaliados? Gente deixa a Venezuela lá…nosso problema no Brasil já é enorme.

Leonardo
Leonardo
1 ano atrás

Brasil é vassalo

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Leonardo
1 ano atrás

Venezuela que é vassalo para colocar militares estrangeiros (cubanos e russos) para dentro do próprio território, no Brasil não tem nenhum estrangeiro.

Kemen
Kemen
Reply to  SmokingSnake 🐍
1 ano atrás

Tem franceses do Naval Group ajudando na Base de Submarinos e na construção dos mesmo, não são militares, mas é possivel que venham militares no treinamento de alguns sistemas para os Scòrpene, nada de anormal nisso.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Kemen
1 ano atrás

Coisas bem diferentes, na Venezuela tem militares cubanos e russos literalmente para fazerem a segurança do Maduro e para ficarem de olho nos militares venezuelanos.

Ricardo Ramos
Ricardo Ramos
Reply to  SmokingSnake 🐍
1 ano atrás

Mas só não tem porque os militares seguraram a onda! Se dependesse do Ministro da Relações Exteriores e do Sr. Presidente, infelizmente, teríamos sim tropas e até base estrangeira em nosso território.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Ricardo Ramos
1 ano atrás

O que poderia ser ÓTIMO!

Kemen
Kemen
Reply to  Carlos Gallani
1 ano atrás

Qual a vantagem? E por que precisamos disso? O nosso exército é mais que suficiente para defender a pátria é ter em mente que temos de ter sempre armamento moderno e disuasório nas forças armadas, manter o treinamento periódico e inserir na cultura nacional o que é e o que representa a pátria para todos nós, acho que isso foi sendo esquecido, eu acho que não presizamos de ninguém de fora para defender nosso pais e nossas instituições.

Ricardo da Silva
Ricardo da Silva
Reply to  Leonardo
1 ano atrás

Leonardo 27 de março de 2019 at 17:17 ,
O Brasil está vassalo.

Art
Art
Reply to  Ricardo da Silva
1 ano atrás

isso aí estamos vassalo, o bom mesmo é seu dinheiro indo fazer BRT em Angola, e fazer porto em Cuba sem nenhuma contrapartida.

Ricardo da Silva
Ricardo da Silva
Reply to  Art
1 ano atrás

Então o alega erro de um justifica o erro de outro ?
Interessante esse seu raciocínio . . . aliás ele é seu ?

Ricardo da Silva
Ricardo da Silva
Reply to  Ricardo da Silva
1 ano atrás

“alega’ => “alegado”

francisco
francisco
Reply to  Art
1 ano atrás

O pior é que, depois da entrega do pressal, nem dinheiro para fazer porto em Cuba o Brasil tem mais.
Antes tinha tanto dinheiro que se dava ao luxo de ajudar os pobres da Africa e de Cuba. Agora não tem nem para ajudar aos brasileiros.

PauloSollo
1 ano atrás

Foram avisados, depois não reclamem quando receberem uma chuva de Tomahawks na cabeça.
E este argumento da Rússia para quebrar o acordo sobre os mísseis de médio alcance, de que os EUA estão colocando baterias anti-misseis no leste europeu para se defenderem, então os russos acham que ninguém pode adotar medidas para se defender eles podem desenvolver novas ameaças para atacar?
Me faça uma sopa de beterraba pozhaluysta!

Kommander
Kommander
Reply to  PauloSollo
1 ano atrás

Nossa, você fala dos Tomahawks como se a Russia não tivesse mísseis também.

Ivan o terrivel
Ivan o terrivel
Reply to  PauloSollo
1 ano atrás

Igual eles fizeram na Síria,e os russosde medo foram embora,a desculpe eles não foram kkkkk.

Felipe
Felipe
Reply to  PauloSollo
1 ano atrás

OS Tomahawk já não passaram dos S-200 da Síria, não fazem nem cocegas no S-300.

PauloSollo
Reply to  PauloSollo
1 ano atrás

Meu comentário foi retido mas vou tentar de novo. Amiguinhos fanboyskis a realidade é a seguinte: os russos nem de longe têm meios e grana para empreender projeção de poder tão longe de casa. Segundo jornalistas russos independentes que ainda não foram assassinados pelo czar, a pequena campanha na Síria os obrigou a cortes severos em saúde, educação e outros. O máximo que podem fazer e isto aí, mandar 100 mercenários par apoio técnico. Não são loucos de mandar alguns cruzadores com misseis para debaixo das barbas do Tio Sam com os EUA podendo contar com todo seu poderio às… Read more »

LUIZ
LUIZ
Reply to  PauloSollo
1 ano atrás

A Rússia ta construindo um grande hospital na Criméia e ano passado vários centros educacionais foram inaugurados em todo o país.

francisco
francisco
Reply to  PauloSollo
1 ano atrás

A chuva de tomahawh não serviu de nada na Síria. Lá teve uma baixa efetividades, chegando a uma taxa de acerto de pouco mais de 20%. O custo benefício para quem os utiliza é enorme.

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
1 ano atrás

Quando cair a primeira bomba vai ter deserção em massa, os militares de baixa patente já não estão nada felizes com a situação do país, não vão arriscar a própria vida por um motorista de ônibus louco dirigindo em direção ao abismo.

francisco
francisco
Reply to  SmokingSnake 🐍
1 ano atrás

Falavam a mesma coisa do exercito da Siria.

Maynard Conde
Reply to  francisco
1 ano atrás

Francisco: diferente–>Até lá Russia projeta poder; aquí, debaixo do naríz dos EEUU, as Cuchillas seriam explodidas com algumas “M.O.A.B” dos EUA.
O que precisamos no Brasil são baterias THAAD em nossas principais capitais, Usinas hidro, atômicas e refinarias.

No mais, 150 F18 para balançar as Cuchillas e pulverizar os Russos e outros suportadores de assassinos do próprio povo.

Admirava Vladimir Putin, mas neste caso ele está pisando na bola.

BILL27
BILL27
1 ano atrás

Ta certo ..E a Russia vai obedecer rapidinho ..ja devem estar decolando rumo a Moscou ….
Conversa mole …
A China ate que foi bem sensata no seu discurso em relação a postura americana .
Se os EUA querem acabar com o sofriemnto do povo venezuelano ,que ajam de uma vez ..esse lenga lenga de palavras não vai resolver nada

Rustam
Rustam
Reply to  BILL27
1 ano atrás

BILL27 27 марта 2019 года в 17:50
———–

We already heard this in 2015 in Syria – tell you a total? )

Nós já ouvimos isso em 2015 na Síria – dizer-lhe um total? )

Dr. Mundico
Dr. Mundico
1 ano atrás

Não se enganem, Maduro é um fantoche dos militares, os verdadeiros fiadores da desgraça do povo venezuelano. A qualquer momento Maduro pode ser rifado pelos militares, só vai depender dos valores e condições discutidas. Mantendo seus privilégios, eles se vendem para o primeiro que der mais.

Para quem não sabe, a Venezuela está praticamente em estado de insolvência e chegou a essse ponto pelo seu próprio esforço e mérito. Nem moeda existe mais e a população está recorrendo ao escambo, uma prática de sociedade tribais. A perda da soberania é só mais um capítulo nessa história bolivariana de horror.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Dr. Mundico
1 ano atrás

Algum paralelo com outro País sul-americano?

Dr. Mundico
Dr. Mundico
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Pior do que a Venezuela, não.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Dr. Mundico
1 ano atrás

A continuar assim, é só questão de tempo.
E ao que parece, de pouco tempo.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Estamos no mesmo barco.

igortepe
igortepe
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

As forças armadas brasileiras seriam usadas como bucha de canhão para os americanos.
Deixem os Americanos se estrupicarem na Venezuela.

Canarinho
Canarinho
Reply to  Dr. Mundico
1 ano atrás

Moderação, tem foristas usando palavras de baixo calao em comentários. Favor proceder com as medidas cabíveis.

Na falta de decência se descamba para a ignorância

Grato

GripenBR
GripenBR
1 ano atrás

Há muito ufanismo de Pátria alheia na questão venezuelana, brincando de imperialismo com O porrete do outro. O superávit comercial com a Venezuela era de $ 3,45 bilhões de dólares. Não me parece haver praguimatismo algum na nossa política externa. Como fora anunciado aos 4 ventos. O Brasil entrega negócios e acordos concretos em troca de promessas. Só promessas!

antonio carvalho
antonio carvalho
Reply to  GripenBR
1 ano atrás

Superavit comercial para não receber…..de nada adianta ! O calote era e está assombroso. Quem vai exportar pra lá ?

GripenBR
GripenBR
Reply to  antonio carvalho
1 ano atrás

Por obséquio, qual a sua fonte de que exportadores venezuelanos não nos pagavam pelo que importavam do Brasil? Eu adoraria ler. Obrigado.

Mikhail Bakunin
Mikhail Bakunin
Reply to  GripenBR
1 ano atrás

Você postou a fonte quando divulgou o superavit comercial? Deixa de ser sonso e pesquisa no Google.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Mikhail Bakunin
1 ano atrás

Saiu publicado em vários jornais tupiniquins que a Venezuela tem comprado bastante mercadorias através da fronteira com o Brasil.
Principalmente arroz.
E parece que Cuba também vem comprando, o que tem ajudado os agricultores brasileiros que plantam arroz e que passam por forte crise.

GripenBR
GripenBR
Reply to  Mikhail Bakunin
1 ano atrás

Mikhail. Dexei de ser sonso. Mas não tive sucesso! Repito. Por obséquio, qual a sua fonte de que exportadores venezuelanos não pagavam pelo que importavam do Brasil? Eu adoraria ler. Obrigado.

GripenBR
GripenBR
Reply to  Mikhail Bakunin
1 ano atrás

Sóumcara certamente o senhor não respondeu ao meu pedido ( Por obséquio, qual a sua fonte de que “exportadores venezuelanos” não pagavam pelo que importavam do Brasil?) e somente acrescentou alguma informação ao debate (relação governo a governo após o deterioramento desnecessário das relações, o que reforça o meu ponto de vista, resultou calote do “governo venezuelano” que de fato houve. Seria como justificar dizendo que houve apropriações de reservas Venezuela no exterior, por que um clubinho de países não agradam do mandatário autoritário atual, más se agradam de muitos outros ditadores, inclusive com bloqueios e apropriações de bilhões em… Read more »

Kemen
Kemen
Reply to  GripenBR
1 ano atrás

Perder o mercado chines não é brincadeira para nossa economia, politicas a parte, negócios são negócios, ainda bem que o nosso presidente costurou algum mal entendido, não podemos perder esse mercado, acabei de escutar noticia que o nosso presidente esta agendando uma visita à China, isso é bom para as nossas exportações e não tem nada a ver com política,

jose luiz esposito
jose luiz esposito
Reply to  GripenBR
1 ano atrás

Então agora a nossa política externa , virou um Samba do Crioulo Doido e, com este barbudinho no ministério do exterior , Deus nos Livre , e vejam este é o Barbudinho ao contrário . Coitados dos ** RIO BRANCO * pai e filho , Alexandre de Gusmão e tantos outros !

Alexandre
Alexandre
1 ano atrás

Quando os É.U.A elevam a América Latina a primeiro plano em seu radar significa uma única coisa: o recuo no plano global chegou ao seu limite!

calvario
calvario
Reply to  Alexandre
1 ano atrás

O limite para é o seu território.

Antoniokings
Antoniokings
1 ano atrás

Que medo!
Exclamou Putin.

Paulo
Paulo
1 ano atrás

Seria possível que os militares russos, e todo esse equipamento, faria parte de uma operação para desmontar e embarcar alguns dos supostos F-16 que dizem que a Venezuela possui. Desculpe se viajei demais, mas vendo esse avião enorme e esse tanto de soldado (100) e equipamentos (35t, talvez ferramentas), meu lado conspiracionista Despertou. Só um simples comentário de um interessado. Críticas são bem vindas.

BILL27
BILL27
Reply to  Paulo
1 ano atrás

A Venezuela tem de fato o F-16 .
Embarcar F-16 para onde e para que ? Não saquei seu raciocionio

Marcos Andrey
Marcos Andrey
Reply to  Paulo
1 ano atrás

Você não esta sugerindo que a Russia pretende restaurar alguns F-16 da Venezuela?
Não sei o que você anda bebendo ou fumando mas para imediatamente!!!

Kommander
Kommander
Reply to  Marcos Andrey
1 ano atrás

Com certeza você não entendeu o que o Paulo quis dizer, então quem tá fumando ou bebendo algo estrago é você. Só raciocinar mais um pouco e ler de novo os comentários acima que você vai entender.

JPC3
JPC3
Reply to  Paulo
1 ano atrás

É um f-16 antigo, teria pouco proveito para Rússia.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  JPC3
1 ano atrás

Nem os de última versão. Para grandes potências, já são aviões ultrapassados.

Flanker
Flanker
Reply to  Antoniokings
1 ano atrás

Ah é? No que um F-16 block 70 perde em tecnologia e desempenho para um Mig-35?

Airacobra
Airacobra
Reply to  Flanker
1 ano atrás

Não solta fumaça, igual o mig

Airacobra
Airacobra
Reply to  Flanker
1 ano atrás

Opa, a vírgula foi errado

André
André
1 ano atrás

Trump ta achando que ta falando com o Bolsonaro por acaso??

marcus
marcus
Reply to  André
1 ano atrás

Se o Pato Donald Trump conversar muito fiado, os Russos fecham as torneiras do gás para Europa.

Alessandro
Alessandro
1 ano atrás

“Vamos ver, Todas as opções estão abertas”

toda hora fica falando isso, parece que tá arregando pra esses mortos de fome, senta o porrete logo duma vez Trump, tá falando demais!!

Antunes 1980
Antunes 1980
1 ano atrás

Ajuda humanitária que é bom nada.
Mas despejar forças especiais e mercenários em território venezuelano é o mais importante.
Não adianta, a mentalidade comunista não muda. Garantir o poder a qualquer custo. Pobre povo venezuelano que espera por um salvador. (E que não é o sr. Putin)

Alessandro
Alessandro
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

jamais!! Vão lá para extrair o petroleo e o ouro dos venezuelanos, e não sou eu que estou dizendo, é só ler os comentários dos militantes que defendem o regime do Maduro aqui no site, se vangloriam com todo orgulho disso, imagina se fosse os EUA fazendo isso. Ae depois é o Brasil que é vassalo por fazer um mero acordo de aluguel, de uma base parada que não dá lucro nenhum. “acuse os adversários do que você faz chame-os do que você é” Essa frase é perfeita na qual retrata esse tipo de gente, tudo que acusam os outros… Read more »

Airacobra
Airacobra
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

Os russos não se preocupam em matar o próprio povo de fome, imagina se iriam se preocupar com a morte de venezuelanos de fome

jose luiz esposito
jose luiz esposito
Reply to  Airacobra
1 ano atrás

Coitado , claramente não conheces nada , talvez no Brasil , no máximo conheces até Cascadura . O povo russo é um dos mais escolarizados e alimentados do mundo , o que mais frequenta Teatros , Ballet , Lê , compra Livros ,a Rússia é Líder em quase todas as tecnologias , etc , talvez passaste fome como criança, por isso escreveste uma bobeira dessas.

francisco
francisco
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

E a mentalidade capitalista mudou? continuam se apropriando de todos os recursos naturais em qualquer pais do mundo.

Alessandro
Alessandro
1 ano atrás

“O Ministério das Relações Exteriores da Rússia rebateu, com a porta-voz Maria Zakharova dizendo que, “continuando sua retórica agressiva contra a Venezuela e tentando abertamente um golpe naquele país” igual fizeram com a Criméia na Ucrânia? ___________ “O Ministério das Relações Exteriores da China também respondeu aos jornalistas que perguntaram sobre a situação. O porta-voz Geng Shuang disse na terça-feira que os países do Hemisfério Ocidental, incluindo os países da América Latina, são todos estados soberanos…” “Geng disse que a China prometeu continuar trabalhando para ajudar o governo venezuelano em meio à crise, que “só pode ser resolvida pelo povo… Read more »

calvário
calvário
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

A Criméia é um território russo cedido a Ucrânia quando da URSS e o oeste da Ucrânia, que tem maioria que fala russo, optou pela Russia na separação.

Alessandro
Alessandro
Reply to  calvário
1 ano atrás

é não, ERA um território russo que FOI cedido, isso não dá o direito de nenhum país de atacar e pegar de volta algo que CEDEU por livre espontânea vontade

sobre a “maioria” que fala russa, não vi nenhum deles reclamar por fazer parte da Ucrânia durante todas essas décadas, e pedir para a Rússia anexa-los, a vem o Putin com referendo popular FAJUTO de última hora e isso vira motivo ? Se a moda pega vamos ter que tomar parte agora do Paraguai que tá cheio de brasileiros e brasiguaios.

Brunow Basillio
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

“Cedeu por livre espontânea vontade” Negativo Alessandro, a Criméia foi anexada à Ucrânia se não me engano em 1954 por Khrushchov que era Ucraniano , e adivinha , ele não perguntou os Russos que moravam na Criméia ou os da Russia mesmo o que eles achavam de ser integrado a Ucrânia .. Ela praticamente foi tomada a força, roubada e dada a Ucrânia e ai de quem reclamasse na época, pois foram para o Gulag ou morreram, os russos nunca esqueceram disso; mesmo vc achando que o referendo de Putin foi farjuto pelo menos ele fez um referendo ao contrário… Read more »

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Brunow Basillio
1 ano atrás

Brunow
A Criméia faz parte da Russia desde os tempos da imperatriz Catarina, a grande. A frota russa do mar negro sempre esteve estacionada lá. Quando a Ucrânia era comunista, lhe foi cedida o controle em 1954. Porém a frota sempre ficou lá. Com a entrada de um governo pró americano na Ucrânia a Russia pegou de volta. Mais de noventa por cento dos moradores da Criméia são Russos. O resto é briga geopolítica.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Brunow Basillio
1 ano atrás

Brunow, se vc quer culpar alguém, culpe então o regime autoritário que Stalin, Khrushchov e Lenin ideologizavam, tomar a criméia dos russos é apenas a consequência de quem defendia e propagava essa ideologia, os ucranianos não tinha nada haver com isso, nem lá no passado e muito menos agora no presente.

jose luiz esposito
jose luiz esposito
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

A Crimeia sempre foi russa , sua administração foi passada a Ucrânia em 1954 , por Nikita Kruschev , que era ucraniano e Líder da URSS , como afago , depois que a União Soviética matou de fome , milhões de ucranianos ao tempo de Stalin ( Georgiano ), mas sempre sua população foi quase totalmente russa , Putin retomou apenas sua administração e soberania ,porém somente depois de um Golpe de Estado na Ucrânia , financiado pelo ocidente , derrubando um Governo eleito democraticamente e colocando um Fantoche pró UE , então de imediato a Rússia em horas assumiu… Read more »

francisco
francisco
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

Ha uma grande diferença Taiwan sempre fez parte da China continental. Quando foi separada da China, os comunistas não tinham a capacidade para retomá-la (agora já tem).
Será que o Brasil permitiria que a ilha de Marajó ou de Fernando de Noronha se declarasse independente e formasse governo próprio?

Brunow Basillio
1 ano atrás

Rússia já mandou dezenas de toneladas de ajuda humanitária para a Venezuela, somado os últimos 2 anos foram mais de mil toneladas de alimentos e medicamentos enviados para a Venezuela..

Clésio Luiz
Clésio Luiz
Reply to  Brunow Basillio
1 ano atrás

E quem está recebendo essa bonança toda por lá? Com certeza não são os refugiados entrando no Brasil e na Colômbia …

Brunow Basillio
Reply to  Clésio Luiz
1 ano atrás

Clésio todo mês, se não me engano todo dia 6 é distribuído milhões de cestas básica na Venezuela, mas provavelmente isso só chega para quem é apóia Maduro infelizmente, é por isso que tem pobre que o apóia ainda..

CESAR ANTONIO FERREIRA
CESAR ANTONIO FERREIRA
1 ano atrás

Leva a OTAN para as fronteiras da Rússia…
Reclama de presença na Venezuela.

jose luiz esposito
jose luiz esposito
Reply to  CESAR ANTONIO FERREIRA
1 ano atrás

Perfeito ! Escrevam aí , a Rússia ordenará a retirada dos EUA e OTAN dos Estados Bálticos , então eu quero ver a Cara do TRUMPalhão . Estamos perto dos EUA levarem um Novo Golpe , com aquele Trambique que os Soviéticos os deram em 1962 em Cuba , mas que sua Propaganda diz ter sido em contrário e que Kennedy um *Presidente Fraco* , teve um pulso firme, até hoje uma quantidade enorme de desinformados acredita que quem levou vantagem foi os EUA .

JPC3
JPC3
Reply to  jose luiz esposito
1 ano atrás

Estados bálticos???

Que viagem….

Eduardo Henrique
Eduardo Henrique
1 ano atrás

O grande General Patton deve estar dando risadas….

Mabeco
Mabeco
1 ano atrás

Os EUA estão fustigando as fronteiras da Rússia e China faz um bom tempo. Avançaram as linhas vermelhas na Yoguslávia, Geórgia e na Ucrânia. Mentiram no Iraque, Síria, Líbia e Venezuela. Era mais que previsível que isso iria acontecer. Aliás, algumas semanas atrás Putin disse que estaria preparado para uma nova crise dos mísseis. Vejamos como os EUA se comportam ao ver dois rivais de peso no mar das Caraíbas. Em relação a uma provável guerra, entendo que, militarmente, a Venezuela não possui capacidades para se defender. Sobretudo, pelas ameaças assimétricas, como vimos recentemente, nos sucessivos ataques ao setor elétrico.… Read more »

Antunes 1980
Antunes 1980
Reply to  Mabeco
1 ano atrás

Detected communist !
Esses canhoteiros não cansam de defender um governo ditatorial de esquerda que alterou de forma arbitrária sua constituição, e por sua gigantesca incompetência, faz seu país virar o pior lugar do mundo para se viver ?
Haja miopia ideológica.

Mabeco
Mabeco
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

Eu até o refutaria, mas não perco tempo com argumentum ad hominem. Passar bem.

Gorgoroth
Gorgoroth
Reply to  Antunes 1980
1 ano atrás

Antunes, quando aparece estes textos gigantes você percebe que o comuna chegou, ou é isto ou gráficos para defender seus “argumentos” observe.

BILL27
BILL27
Reply to  Gorgoroth
1 ano atrás

Engraçado …eu não sou comunista nem tampouco tenho simpatia por este regime que praticamente nem existe mais e concordo em quase tudo que ele escreveu .

Renato B.
Renato B.
Reply to  BILL27
1 ano atrás

A ironia é que a opção mais pacífica para o Maduro cair é ele ser declarado um “traidor da revolução” ou incapaz de seguir com o legado do Chaves e ser derrubado pelos próprios apoiadores. Putin realmente tem um péssimo gosto para aliados, sejam carniceiros como Assad ou criminosos ineptos como Maduro. Como se a amizade americana com os Sauditas fosse boa, claro. No caso, o que ele está fazendo é sinalizar para o mundo inteiro que vai ser um aliado confiável para quem estiver do seu lado. No final das contas ainda estamos na fase das bravatas, esperemos que… Read more »

Camargoer
Camargoer
Reply to  BILL27
1 ano atrás

Caro Renato. A opção mais pacífica é Guaido e Maduro concordarem em realizar novas eleições gerais garantindo que não participarão como candidatos. Para isso, os EUA precisam se afastar, deixando que países latino-americanos (o Brasil perdeu a isenção para liderar ou coordenar qualquer negociação) estejam à frente do processo (isso foi feito com relativo sucesso em 2002 em uma tentativa de golpe contra Chavez). Caberia ao Brasil e Colômbia garantir a assistência à população venezuelana durante o período de transição. O sofrimento da população não é bravata.

Renato B.
Renato B.
Reply to  BILL27
1 ano atrás

Camargoer, de fato existe essa opção. Mas pessoalmente, não consigo imaginar que a continuidade de Maduro no governo seja uma boa opção, mesmo que legitimada por uma eleição. Seja qual for, suponho que concordamos que é preciso uma saída negociada.

Para deixar claro, por bravatas me refiro as declarações dos diversos governantes e outro atores envolvidos no jogo geopolítico e não à população, que é vítima deste triste cenário.

francisco
francisco
Reply to  Gorgoroth
1 ano atrás

Gorgoroth, você está reconhecendo que os textos escritos pelos “comunistas” são mais inteligentes e amparados em argumentos e gráficos, portanto os comunas são mais intelectuais e sabem escrever e argumentar muito melhor que os vassalos.
Dessa forma fica admitido explicitamente que os “comunas” são mais esclarecidos e, destarte, mais difícil de serem iludidos/enganados pelos falsos “países democráticos” que só se interessam em pilhar os países menos armados e cuja população não está consciente disso.

calvario
calvario
Reply to  Mabeco
1 ano atrás

Perfeito a sua argumentação, Mabeco.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Mabeco
1 ano atrás

Mabeco
Sua argumentacao foi bem sensata e imparcial.
Tbm acredito que o Brasil deva se afastar e nao se envolver nesse atoleiro.
Se os EUA querem ser os “xerifes do mundo” entao eles que arquem com as consequencias e com os prejuizos financeiros gerados por uma guerra.

Kommander
Kommander
Reply to  MGNVS
1 ano atrás

Concordo com algumas coisas que você disse, Mabeco. O Maduro foi eleito nas urnas sim, mas o que impede ele de sofrer um impeachment? Pois pra mim, ele já se tornou um ditador a muito tempo, o que a gente vê na televisão, sites de noticias falando o quanto a população da Venezuela está sofrendo não é brincadeira, o Maduro tem que sair, ele é um louco de pedra.

Mabeco
Mabeco
Reply to  Kommander
1 ano atrás

Kommander, nada impede que ele seja afastado, conforme disposto na constituição venezuelana. Veja que até o Pepe Mujica sugeriu que ele renunciasse e convocasse novas eleições. A questão elementar, na minha opinião, é que a direita venezuelana não possui votos para ganhar uma eleição presidencial. Imaginemos, por hipótese, que Maduro seja afastado e haja novas eleições presidenciais. A chance de alguém mais carismático que ele ser eleito é grande. Vê-se, daí, que não basta tirar o Maduro, é preciso reformatar o sistema político para evitar a soberania do voto. A outra opção seria trocar um pretenso ditador por um ditador… Read more »

Matheus S.
Matheus S.
Reply to  Mabeco
1 ano atrás

É incrível a capacidade dos anti-americanos associarem todo o mal que acontece no mundo aos EUA, até apelido já existe considerado o “Grande Satã”. Sim, os americanos agiram de modo extremamente imprudente na Síria, Iraque e Líbia, não existem autorizações internacionais para tais ações e nem mesmo legalidade humanitária ou democrática como os próprios advogam. Com isso, toda ação por consequência terá uma reação, os planejadores ocidentais expandiram o alcance da OTAN até a fronteira da Rússia englobando vários países satélites da extinta URSS, no que o próprio George Kennan alegou como um erro fatal: “Expandir a OTAN seria o… Read more »

Billy
Billy
1 ano atrás

Engano. As opções se esgotaram. Seremos tão covardes a ponto de deixar a América e a Colômbia resolverem um problema que FHC, lula e dilma ajudaram a criar?

Fila
Fila
Reply to  Billy
1 ano atrás

FHC?

Tomcat4.0
Tomcat4.0
Reply to  Billy
1 ano atrás

Cuidado Billy, quase me apedrejaram por mencionar algo relativo a deixarmos de ficar em cima do muro. Nossos políticos jamais apoiariam uma intervenção de nossa parte pois simplesmente a maioria estava no governo durante a era Lula/Dilma e afins. Mas compartilho sua opinião, já deveríamos ter feito algo, ao menos falado abertamente que o tio Sam poderia se utilizar de nossa região fronteiriça para dali enviar suas tropas(até parece que precisam disso).

Leandro
Leandro
1 ano atrás

Galera, enquanto é só a Rússia, está ” tenso”, mas acho que não seria paril para os americanos. Porém, se a China entrar de fato na briga, é bom nos preocuparmos.

α Tau
α Tau
1 ano atrás

Para a esquerda os programas assistencialistas do chavismo são uma solução…mas para outras pessoas não…elas não veem como uma solução mas apenas como um paliativo para o problema…é como os ansiolíticos e antidepressivos…eles tratam um sintoma, mas não a causa dele… Se tivessem dado importância para coisas como a segurança alimentar…investido no desenvolvimento da indústria local e no desenvolvimento de outras fontes de atividade econômica, não estariam passando pelo o que passam agora…pois praticamente toda a economia do país depende só do petróleo e da mineração…recursos não renováveis e finitos… Basta um peão para tocar uma manada de gado!..Guaidô é… Read more »

Daniel Nascimento
Daniel Nascimento
1 ano atrás

Se os EUA resolvessem de fato invadir a Venezuela, tenho certeza que essa “guerra” não duraria um único mísero dia, não por que as FFAA Venezuelanas seriam derrotadas em um dia, mas pelo simples fato que de haveria deserção em massa, vários militares de baixa patente que desertaram já relataram que esses militares estão passando fome tanto quanto a população, foi noticiado há algumas semanas atrás que um pelotão inteiro de fronteira invadiu a Colombia em busca de comida, segundo o comandante do destacamento, eles já estavam há 05 dias sem suprimentos, eu imagino que 05 dias sem comer leva… Read more »

Sergio
Sergio
1 ano atrás

EUA, muito corajoso?? Super Rambo?? Pensem um pouco deslumbrados da Disney e bebedores de coca cola: Na 2a guerra.mundial, foi a Rússia que, sozinha no front leste, salvou a Europa de se transformar num quintal nazista! O capitalismo ocidental Europeu só existe porque os comunistas Russos derrotaram os alemães nazistas, entraram em Berlim e hastearam a linda bandeira vermelha de sangue dos 25 milhões de seus bravos soldados com a foice do trabalho no campo e o martelo que representa a força de seu povo! Os norte americanos e demais aliados só chegaram 10 dias depois da rendição alemã ao… Read more »

Flanker
Flanker
Reply to  Sergio
1 ano atrás

Nunca vi um amontoado maior de sandices e bobagens sem embasamento histórico num mesmo post. Só pela foice e o martelo ja dá pra ver o nível de doutrinação e miopia ideologizada…..ônibus espacial foi um fracasso retumbante? Meu Jesus……mas, não tenho saco pra explicar …..e nem vai adintar, pessoas assim só enxergam o que querem enxergar…..só dá pena…..apenas, pena!

Oiseau de Proie
Oiseau de Proie
Reply to  Sergio
1 ano atrás

Os eua nunca salvaram ninguém…seu interesse na segunda guerra era só em ganhar dinheiro em cima do conflito…entraram na guerra pressionados/forçados pela europa…sua participação foi pífia se limitando mais em fornecer equipamentos e suprimentos do que em lutar no conflito…todo o crédito pela queda do eixo é incontestavelmente dos Russos…os Japoneses se submeteram a assinar uma rendição pois sabiam que uma invasão estava sendo preparada pelos Russos…e que a aniquilação e destruição que sofreriam seria pior que a provocada pelas bombas atômicas estadunidenses… os eua ficaram independentes financiados as custas do Povo Francês…em sua colonização roupas com catapora foram dadas… Read more »

Camargoer
Camargoer
1 ano atrás

Caros Colegas. A Venezuela é um estado soberano reconhecido pela ONU, assim como a Russia. Não entendo qual a prerrogativa do presidente dos EUA em exigir que as supostas tropas russas devam sair da Venezuela. O fato de Maduro ser ou não um ditador não muda nada. Há ditadores em muitos outros países aliados dos EUA. O fato dos EUA não reconhecerem Maduro como presidente da Venezuela não transfere a soberania do território venezuelano aos EUA.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

A Ucrânia tbm é um estado soberano reconhecido pela ONU, e mesmo assim os russos tomaram na mão grande a Criméia com a desculpa esfarrapada que eles doaram, ou pq tem uma porção lá que fala russos, isso tbm não muda o fato que era parte da Ucrânia, e só pq o Putin não reconheceu isso, tbm não transfere a soberania desse território para os russos.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

Caro Alessandro. A sua argumentação reforça o meu ponto de vista. Não cabe a nenhum país interferir na soberania de um estado soberano e internacionalmente reconhecido. Além da Ucrânia, eu também gostaria de mencionar a crise no Iêmen, na Caxemira e talvez até na Coréia do Norte. O esforço internacional deveria ser em direção da paz e não em promover a escalada do conflito.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Só que tem um agravante no caso da Crimeia, lá não era uma ditadura ou vivia uma crise, foi invadida por força bruta com um falsa alegação de “maioria” querendo anexação a Rússia. no restante que vc citou estou de pleno acordo, é papel da ONU que não faz nenhum esforço para resolver essas questões internacionais, provando que o esse organismo se tornou obsoleto e de caráter duvidoso, pois trata de forma ideológica de acordo com seus interesses conforme for o país. Um organismo que já teve o ditador da Líbia Muammar al-Gaddafi como presidente da comissão dos direitos humanos,… Read more »

Camargoer
Camargoer
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

Caro Alessandro. Cada coisa de cada vez. A história da Crimeia e de sua soberania é algo anterior à geopolítica dos Estados modernos da Rússia e Ucrânia. Não acho que seja razoável pensar a região apenas no contexto posterior ao fim da guerra-fria. Mutatis mutandis, a questão da soberania da Crimeia se parece com o problema da soberania das Malvinas. De qualquer modo, os EUA não podem exigir qualquer coisa do governo venezuelano. No máximo talvez, tentar uma resolução do Conselho de Segurança. Quanto à ONU, é preciso lembrar que a segunda-guerra foi deflagrada a partir do enfraquecimento da Liga… Read more »

Rustam
Rustam
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

Alessandro 28 de março de 2019 at 2:02

Tell me then about Kosovo and the invasion of Iraq in 2003

Augusto L
Augusto L
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Mas da o direito de contestar as ações do ditador, e dai se tem outros ditadores mundo a fora ? politica internacional não e pesos iguais. EUA, assim como qualquer pais latino-americano ou europeu, assim pode, reclamar o direito de intervir baseado no fato que o apoio russo fere, a constituição venezuelana e não foi aprovado pelo presidente reconhecido, ou mesmo, pode usar o simples argumento, de que tropas russas na Venezuela são um perigo a segurança nacional, e como cada pais é soberano para dizer o que é ou não é perigo a sua segurança e tem o direito… Read more »

Ricardo Ramos
Ricardo Ramos
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

Apresar de ter ojeriza ao Maduro e à qualquer ditador, tenho que dizer que não, não dá o direito de contestar as ações do ditador de maneira unilateral, pois com essa tua afirmação você dá aos EUA o direito de contestar até mesmo o projeto dos submarinos pelo Brasil.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Ricardo Ramos
1 ano atrás

Sim, daria o direito dos EUA de protestar contra o Brasil se quissesem e essa possibilidade não invalidada meu argumento,.
E eles não estão fazendo e se fizessem, é porque o Brasil virou uma Venefavela, ai meu amigo, eu os apoiaria 100%.

Zé
1 ano atrás

As opções já se esgotaram. Será que seremos tão cocovardes e deixar EUA e Colômbia resolverem sozinhos o problema que nós ajudamos a criar?

Camargoer
Camargoer
Reply to 
1 ano atrás

Caro Zé. As opções dependem dos objetivos almejados. Caso um deles seja a paz e o bem estar da população venezuelana, existem muitas opções disponíveis. Por exemplo, a mediação da ONU ou de um grupo de países neutros (infelizmente, o Brasil perdeu as condições para conduzir qualquer processo). Eventualmente, poderia ser criada uma comissão de ex-lideres reconhecidamente pró-direitos humanos (Carter, Kofi Annan ou Ban Ki-Moon, Bachelet, etc). Até mesmo a ONU poderia intermediar. Geralmente, crises como a que ocorre na Venezuela podem ser contornadas por meio da convocação de novas eleições gerais, muitas vezes sem a participação dos políticos que… Read more »

Marcello Magnelli
Marcello Magnelli
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Camargoer,
Você está correto em sua avaliação.
A melhor saída sempre foi e será via negociações. O problema é que estas negociações necessariamente teriam de contemplar os interesses russos e chineses no país, principalmente investimentos. Caso contrário, porque aceitariam abandonar seus interesses sem nada em troca?
E você está correto quanto aos EUA. O interesse americano se resume em expulsar China e Rússia do seu “quintal”. O interesse pelo “sofrido povo venezuelano” é a desculpa. Assim, qualquer acordo onde Rússia e China permaneçam no país será insuficiente para os americanos.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Marcello Magnelli
1 ano atrás

Caro Marcello. Imagino que a mediação internacional poderia ter sido iniciada anos atrás, quando era mais simples. Agora ficou bem complexa, mas é para isso que estas negociações devem ser lideradas por pessoas comprometidas com a paz. O sofrimento do povo venezuelano é real e tem sido demagógico o tratamento dado pela imprensa internacional. Também acho que as negociações teriam que levar em conta os interesses da Venezuela, dos países que fazem fronteira com ela. Talvez se is EUA se afastassem da negociação China e Rússia também se afastariam. A diplomacia brasileira foi (no mínimo) medíocre, perdendo qualquer isenção para… Read more »

Renato B.
Renato B.
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Realmente o Brasil perdeu capacidade de mediação, devido as trombadas do atual governo mas ela pode ser recuperarada. Afinal, a solução mediada também foi proposta pelo General Mourão, definido por alguns diplomatas estrangeiros como “o adulto na sala”.

A questão é que há vários atores na história. Por exemplo, os cubanos parecem ter grande participação no atual aparato de segurança venezuelano. Eles parecem ter um papel importante em manter o controle sobre os militares da Venezuela. Vai ser difícil ter uma solução pacífica sem um dedo deles.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Olá Renato. Acho que o estrago no Itamaraty foi irremediável a médio prazo. Talvez quando todos estivermos mortos, uma nova geração de diplomatas e estadistas poderão recuperar a confiança e admiração centenária que o Itamaraty havia conquistado nos organismos internacionais. Mas a história do Itamaraty já foi comprometida. Agora, Inês é morta.

Zé
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Kkk china e russia? Nenhuma das duas tem poder naval ou aéreo para projetar forcas sobre a América do Sul. Em 3 semanas maduro e seus generais terão uma passagem só de ida para Guntanamo.

Oiseau de Proie
Oiseau de Proie
1 ano atrás

“Criou-se uma situação realmente trágica: — ou o sujeito se submete ao idiota ou o idiota o extermina”

Nelson Rodrigues

CESAR ANTONIO FERREIRA
CESAR ANTONIO FERREIRA
1 ano atrás

“Antes de sugerir à Rússia que se vá da Venezuela, os EUA deveriam implementar o seu próprio conceito de saída, em particular, da Síria”.

Maria Zajarova (Porta-Voz da Federação Russa).

Disse tudo.

Carlos Alberto Soares
Carlos Alberto Soares
1 ano atrás

Bloqueio Aéreo/Naval é a melhor forma.

Tem que colocar um Porta Aviões próximo da costa com todo grupo naval de praxe.

Liderado pelos USA com participação da Colômbia e Brasil.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Carlos Alberto Soares
1 ano atrás

Não vai passar no Conselho de Segurança da ONU.
E quando os primeiros cargueiros russos e chineses se aproximarem, o que vai acontecer? Os EUA vão afundar navios civis? Vale a pena começar a terceira guerra mundial por causa da Venezuela?

Navios, grupos navais, armas… detalhes. O que vai decidir mesmo é a vontade.

Hammer
Hammer
Reply to  Renato B.
1 ano atrás

O mesmo que aconteceu na crise dos mísseis: vão dar meia volta e sair com o rabinho entre as pernas.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Carlos Alberto Soares
1 ano atrás

Caro Carlos. O Renato fez um excelente comentário. Um bloqueio naval (nos moldes da crise dos mísseis de Cuba) necessita do apoio do CS da ONU, onde China e Russia tem poder de veto. Além disso, a composição atual não sugere que os EUA conseguiriam maioria, mesmo se o Secretário de Estado dos EUA levasse uma garrafinha de talco e apresentasse um powerpoint com imagens do google earth. Os primeiros discursos contra Maduro eram de ordem humanitária (felizmente não pensaram em acusar a Venezuela de possuir armas de destruição em massa). Portanto, propor um bloqueio naval vai contra a argumentação… Read more »

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Carlos Alberto Soares
1 ano atrás

“Liderado pelos USA com participação da Colômbia e Brasil.”.
.
Puxa vida, Carlos A. Soares, o Brasil? Seremos buchas de canhões.
Mas, por outro lado eu até gostaria de ver as nossas FA serem lideradas pelos EUA numa guerra contra a Venezuela com a Rússia no apoio. Botas os oficiais brasileiros no combate real. Seria interessante. Você tem razão Carlos A. Soares. Vai lá Brasil! Bota os F-5 e toca horror!

Augusto L
Augusto L
Reply to  Carlos Alberto Soares
1 ano atrás

Não é necessario afundar, os navios russos ou chineses, destrua os portos e mine-os. Tem que botar masi pressão, não podemos aceitar, países como a Russia e China na nossa, vizinhança, é lesivo aos nossos interesses ao longo, prazo. Quanto mais se prolonga a crise na Venezuela mais a Russia e China vai se fincar aqui, isso é péssimo. estamos desde 2016 tentando uma saída diplomática e moderada para crise, ate agora não funcionou, e não vai funcionar, se o Brasil é realmente um pais comprometido aos seus interesses de longo prazo, deveria apoiar pressão máxima e absoluta contra a… Read more »

Vandrade
Vandrade
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

Caramba, estou impressionado

PauloSollo
1 ano atrás

A Flórida está ali ao lado, além de bases na América Central, todo poderio dos EUA estão em cima da Venezuela. A logística será muito fácil. Os russos teriam que cruzar o planeta com alguns navios com uns poucos Kalibr. Já acumularam muito prejuízo da Síria que é perto deles e nem de longe tem grana nem capacidade de projetar poder sob as barbas de Tio Sam. Sem chances, seria suicídio, os russos não irão se meter, aceite a realidade.

Daniel
Daniel
1 ano atrás

Vejo o Brasil como a Arábia Saudita durante a Guerra do Golfo, ou seja, um mero observador num conflito muitíssimo remoto de acontecer na Venezuela.
Caso aconteça, deixem eles se matarem. No máximo vigiar nosso espaço aéreo e fronteiras terrestre, não mais que isso.

Halley
Halley
1 ano atrás

Acho que tanto Brasil, EUA ou qualquer país sério deveria virar as costas para a Venezuela, fechar as fronteiras e deixá-la afundar pelas próprias decisões que o povo tomou. Se tais países tentam ajudar, é propagada a notícia de que pretendem dar um golpe no estado democrático, etc. Se alguém vier apontar o dedo dizendo que não há ajuda humanitária, que os países que apoiam o regime o façam. E se o país precisa de ajudar humanitária é porque o caos foi criado internamente.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Halley
1 ano atrás

Caro Halley. Qualquer governo sério que fizesse fronteira com um país com os problemas da Venezuela coordenaria uma mediação internacional para, primeiro, minimizar o sofrimento da população local e, em seguida, conseguir um acordo político que, ao menos, garantisse a realização de eleições gerais. Quem sabe, aquele que tivesse sucesso viria a ser indicado para o Nobel da Paz.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

” minimizar o sofrimento da população local e, em seguida, conseguir um acordo político que, ao menos, garantisse a realização de eleições gerais “. um acordo para eleições gerais tem sido tentado bem antes do Temer assumir, iniciativa liderada pelo Canada, como o EUA dando suporte por fora, em 2016, como o Temer assumindo, o Brasil se juntou ao Canada e ainda juntou países latinos e junto com o Canada criaram o grupo de Lima. o objetivo, era claro, garantir as eleições democráticas e a volta de uma vida política normal a Venezuela, NÃO ADIANTOU, inclusive o Maduro ainda em… Read more »

Kemen
Kemen
1 ano atrás

A verdade é a seguinte, politica é politica, mas negócios à parte como sempre comentei. Toda essa parafernália que o Trump escreve e diz, tem seu fundamento, mas não deixou de comprar o petróleo da Venezuela. Por outro lado o Maduro que ainda não caiu de maduro fala de conspiração mas não deixou de vender seu petróleo para o Trump, tem muita bravata no ar, muita propaganda para satisfazer o eleitorado ou os seus seguidores. O Guaido coitado, querendo resolver a situação do seu pais esta cada vez mais esquecido e é capas de entrar numa fria, se os dois… Read more »

Camargoer
Camargoer
Reply to  Kemen
1 ano atrás

Caro Kemen. Até poderia ser assim, mas a Venezuela começou a redirecionar a sua produção de petróleo para a Ásia, reduzindo o fornecimento para os EUA. Também foi noticiado que os EUA bloquearam várias contas da empresa petrolífera venezuelana, confiscando os recursos para libera-los depois para o grupo do autoproclamado presidente. Talvez o caso mais estranho na qual a ideologia passou a sobrepujar os interesses comerciais foi a declaração ontem do Min. Araujo, do Itamaraty, dizendo que a política externa brasileira deixara de ser pragmática para ser sustentada por valores e julgamentos morais.

Marcello Magnelli
Marcello Magnelli
Reply to  Camargoer
1 ano atrás

Pois é, e quem vai definir quais são estes valores e julgamentos morais? Por exemplo: estou sinceramente com medo de, nesta viagem a Israel, o Bolsonaro falar alguma besteira, emulando o Trump, e ferrar com nossas exportações para os países árabes. Alguma coisa como reconhecer a pose por Israel das Colinas de Golam ou confirmar que reconhece Jerusalém como a capital e que vai transferir nossa embaixada para lá. Estes são valores morais caros ao eleitorado evangélico. Afinal eles querem a restauração do Israel bíblico para que possa acontecer o Armagedom e, consequentemente, a segunda volta de Cristo à Terra… Read more »

João Adaime
João Adaime
Reply to  Marcello Magnelli
1 ano atrás

Prezado Marcello Magnelli Também tenho esta preocupação com relação aos países muçulmanos. Mas parece que o presidente ouviu os conselhos da equipe econômica, tanto que agora fala em abrir um escritório de negócios em Jerusalém e não mais uma embaixada. Isto deverá contentar ambos os lados e ainda trazer mais negócios com Israel. Por outro lado, fora deste contexto, ontem a Janaína Paschoal afirmou que “Bolsonaro não consegue sair de 1964”. Concordo. A eleição acabou. Ele venceu. E 200 milhões de habitantes querem trabalho e não que ele fique remoendo o passado. Falar mal do antecessor era coisa dos antigos… Read more »

Marcello Magnelli
Marcello Magnelli
Reply to  João Adaime
1 ano atrás

Prezado João Adaime. Espero que ele se controle e cumpra com o script acordado pelo bem do Brasil. Mas já vimos acontecer de na parte da manhã ele falar em pacificar e chega na parte da tarde sair atacando todo mundo. Ou seja, há sempre o risco dele falar e fazer o que pensa sem medir as consequências. O caso é rezar e torcer. Como curiosidade apenas; na última pesquisa que fiz só Estados Unidos e Guatemala mantem embaixada em Jerusalém. E, fora estes, apenas mais 4 reconhecem Jerusalém como a capital de Israel. São: Austrália, Taiwan, República Tcheca e… Read more »

Victor Filipe
Victor Filipe
1 ano atrás

Se homens como Dwight D. Eisenhower, Douglas MacArthur e George S. Patton. Estivessem vivos a Venezuela já seria apenas mais um estado Americano.

Por isso que James Mattis saiu do governo, ele não é homem de palavras, é homem de ações. ele não deve ter tido saco pra aguentar esse joguinho politico. Se dependesse dele das duas uma, ou os EUA não se envolveriam na Venezuela ou os Marines já estariam em Caracas em.

Tomcat4.0
Tomcat4.0
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

Pois é, mas ,creio eu , que hoje a questão é mais econômica mesmo, a maioria, senão todos, os países estão na forca financeiramente e manter conflitos/guerras não sai barato ,mesmo se tratando de um EUA da vida cujas guerras ajudam a girar a roda da economia por impulsionar a produção de insumos (de todos os tipos desde armamentos,munições a alimentos e equipamentos), ainda sim sai caro começar mais uma guerra/conflito ou intervenção armada. Tem que ter um motivo muito forte pra receber apoio por parte dos governos caso a ONU não esteja encabeçando.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Victor Filipe
1 ano atrás

LeMay também era um cara de ação, se dependesse dele agora seríamos apenas esqueletos e esfomeados tentado sobreviver ao inverno nuclear.

Política é complicada, lenta e feia, mas a alternativa é pior.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Renato B.
1 ano atrás

Caro Renato. A crise dos mísseis em Cuba foi uma lição de liderança (de Kennedy e Kruschev) e porque os militares não são adequados para conduzir países (alguns casos, alguns estadistas eram, por puro acaso, militares. Mas não há casos em que lideres militares fossem, apenas por acaso, estadistas). O Gen. Groves também pressionou Truman a continuar bombardeando o Japão com bombas atômicas de plutônio após Nagasaki.

Ricardo Bigliazzi
Ricardo Bigliazzi
1 ano atrás

A unica pergunta que faço é: Porque sempre aparece algum cidadão a dizer que o Brasil fará guerra contra a Venezuela???

XFF
XFF
Reply to  Ricardo Bigliazzi
1 ano atrás

Ricardo Bigliazzi 28 de março de 2019 at 11:15 ,

Porque são defensores dos interesses do Tio Sam e tio Jacó. Acham que Brasil deve obediência a esses saqueadores. Querem usar o Brasil para fazer guerra e depois eles lavam as mãos….

Cidadão
Cidadão
Reply to  Ricardo Bigliazzi
1 ano atrás

Não é guerra, é politica por outros meios…

Manoel Jorge Marques Neto
Manoel Jorge Marques Neto
1 ano atrás

Estado Unidos só querem os recursos naturais da Venezuela. Só. porque eles não querem ajudar os países africanos que sofrem com tiranias???? EUA maior saqueador do mundo.

WFonseca
WFonseca
Reply to  Manoel Jorge Marques Neto
1 ano atrás

Poderia me dizer quem saqueou alguma coisa do Brasil? Engraçado, os caras trabalham, estudam pra caramba, metem as caras para vencer na vida enquanto nós ficamos só nos cursinhos de história, futebol e carnaval depois acusamos os outros de serem saqueadores. Veja que a China está dominando o mundo, tirando empregos, comprando terras, reservas etc… e aí ela não é saqueadora? Bobo somos nós, além de bobos irresponsáveis, queremos vida fácil e achamos que riqueza se cria sem trabalho e muito esforço. Não me responda, apenas pense: qual sua escolaridade? Qual o seu salário? É um funcionário dedicado e apresenta… Read more »

Foxtrot
Foxtrot
1 ano atrás

Ai ai.
E ele realmente acredita que os Russos irão obedecer ?
Kkkkkk o cara é louco mesmo !

rdx
rdx
1 ano atrás

Manda quem pode, obedece quem tem juízo!

ALEX ROCHA
ALEX ROCHA
1 ano atrás

Senhores não adianta nada ficarmos aqui discutindo quem roubou quem, quem tomou o território de quem e por ai vai. Se juntarmos russos e americanos num saco viram a mesma coisa não têm diferença e nem santos, somente interesses. Os dois países jogam com as cartas que têm, e este é um jogo de xadrez completo, enquanto isso pessoas morrem e outros passam fome. A quem mais interessa uma Venezuela próspera? Não são os seus cidadãos? No momento, como já definido pelo governo não nos compete invadir e nem atacar e nem se intrometer no problema Venezuelano. Porém a questão… Read more »

CRSOV
CRSOV
1 ano atrás

Até parece que a Rússia vai se submeter ao que o Trump fala !! O Trump deve ter esquecido que a Rússia tem mais de 7500 ogivas nucleares para uso !!

WFonseca
WFonseca
Reply to  CRSOV
1 ano atrás

Engraçado que o país do Trump também possui números parecidos prontos para uso, e aí? Onde você está vendo vantagem? Melhor torcer para nunca acontecer caso contrário, além de você, até os cachorrinhos da sua tia iriam para o saco! Você provavelmente não seria uma grande perda mas temo pelos cachorrinhos de sua tia.

WFonseca
WFonseca
1 ano atrás

Só para variar a Rússia apoiando o lixo do mundo, não consegue ser parceira de grandes nações, não consegue trabalhar junto com o mundo, para não sentir se pequena e mostrar força, precisa unir se aos ratos, a população faminta e o país destruído que se danem, a Rússia irá apoiar. Legitimidade de Maduro? O cara prende adversários políticos, toca o terror com milícia armada, atira contra a própria população, judiciário e legislativo apenas de fachada, detonou a economia que já não era boa, até cachorro tá morrendo de fome, promete casa, comida e roupa lavada para a população estúpida…… Read more »

α Tau
α Tau
Reply to  WFonseca
1 ano atrás

“WFonseca 28 de março de 2019 at 16:56

Só para variar a Rússia apoiando o lixo do mundo, não consegue ser parceira de grandes nações, não consegue trabalhar junto com o mundo, para não sentir se pequena e mostrar força, precisa unir se aos ratos, a população faminta e o país destruído que se danem, a Rússia irá apoiar.”

Perseguição aos cristãos sangue dos cristãos vendido aos sauditas :

https://www.youtube.com/watch?v=Lo152_XmZC8

Arábia Saudita: A face do medo :

https://www.youtube.com/watch?v=9GM7xAar_20

Tá na hora de alguém levar a “democracia” pra este lugar também…fica a dica Rustam… 😉

Maurício.
Maurício.
Reply to  α Tau
1 ano atrás

α Tau, a política externa americana é exatamente igual a da Rússia, ambas apóiam ditaduras sanguinárias, esse papo de levar a democracia para país “x” ou “y” é a maior lorota já inventada por esses países, só acreditam nisso os mais ingênuos.

Oiseau de Proie
Oiseau de Proie
Reply to  Maurício.
1 ano atrás

O que os Russos e Chineses querem é o que os eua SÃO hoje…!!!…

Maurício.
Maurício.
1 ano atrás

Brasil e Colômbia nem deveriam se meter nesse lamaçal, o Brasil não consegue nem resolver seus próprios problemas, e olha que são muitos, a Colômbia é a maior produtora de cocaína do mundo, não sai da primeira posição nem com a ajuda americana.
Isso aí vai acabar igual a Síria, Trump late de um lado, Putin late do outro, o Brasil deve apenas monitorar as fronteiras, de resto, que se virem, venezuelanos, russos e americanos.

Bruno
Bruno
1 ano atrás

Os USA vão estragar o maravilhoso paraíso socialista da Venezuela? MALVADOS!

α Tau
α Tau
Reply to  Bruno
1 ano atrás

“Um governo corrupto e marginal não é de esquerda nem de direita nem de coisa nenhuma, é tão somente uma parcela podre da sociedade que se instalou no controle de uma país e de uma nação fraca e tolerante.”

koppe

Cavalo-do-Cão
Cavalo-do-Cão
1 ano atrás

Em inúmeros países da América Latina a esquerda ascendeu e ganhou o poder…o que trouxe uma ameaça potencial para a influencia e o status quo dos eua na região…pois estes países estão se alinhando…fazendo acordos econômicos e alianças estratégicas com os Russos e Chineses…existe uma disputa entre os Russos e Chineses com os eua por áreas de mercados e influência na América Latina…é por isso que os eua estão promovendo golpes de estados contra governos esquerdistas por toda a América Latina… o que esta ocorrendo na Venezuela e na Nicarágua neste momento é o mesmo que fizeram em Honduras e… Read more »

WFonseca
WFonseca
1 ano atrás

Desnecessário se apossar de reservas de petróleo, basta comprar! Há muita oferta! Países com forte viés esquerdista não precisam ser derrubados, eles caem sozinhos! Comércio requer liberdade, não adianta prender donos de loja ou estatizar supermercados como fizeram, dentro de pouco tempo começa a faltar papel higiênico e sobrar problemas. Comunismo é algo tão estúpido que mesmo com uma das maiores reservas de petróleo somada à beleza do mar do caribe, não impediram o idiota do Maduro de fazer da Venezuela uma desgraça. Óbvio que o mundo está cheio de caras que acreditam em socialismo, em terra plana, em ET… Read more »

Cavalo-do-Cão
Cavalo-do-Cão
1 ano atrás

Se querem petróleo que vão trabalhar honestamente pra ter vagabundos…e não invadir o país dos outros pra roubar :

https://www.youtube.com/watch?v=-OmgdchaKj0

PEDRO HENRIQUE PEREIRA SOARES
PEDRO HENRIQUE PEREIRA SOARES
1 ano atrás

O pessoal precisa entender que a Rússia de Putin não é a mesma que assistiu impotentemente a Otan bombardear a Iugoslávia. Putin já deixou claro em 2014, 2017 e agora 2019 que não ficara de braços cruzados observando a queda de aliados. A chegada de mercenários, oficialmente, tem como objetivo a parte política e de elevação de moral. Ninguém espera que eles impeçam os EUA, apenas aumente os custos. E como no xadrez se não pode impedir o adversário de capturar sua peça, deve pelo menos impor a ele o maior preço possível para tal ação. O que a presença… Read more »

FERNANDO
FERNANDO
1 ano atrás

Well, vai começar o xororo.
A mesma lenga de sempre.
A Versus B
O Bel versus o Mal
Acho que vou lá para o poder naval, pois a coisa está boa por lá.

Sérgio Luís
Sérgio Luís
1 ano atrás

Grupo Vagner
Ex-zpetnatz USD$25.000,00 mês
Ex-piloto de combate russo USD$85.000,00 mês

Delfim
Delfim
1 ano atrás

Estudem História.
Durante a Guerra Civil Espanhola, os republicanos de esquerda pediram ajuda ao grande camarada Stálin, na luta contra os nacionalistas de Franco.
O “grande pai e líder genial dos povos” exigiu um substancial pagamento de 500 toneladas de ouro, US$ 20 bilhões atuais (esqueçam aquela estorinha que com a vitória do comunismo o ouro seria banalizado). Pagamento feito, foram 700 aeronaves, 400 tanques, 1700 canhões, quase 500.000 armas leves e 30.000 toneladas de munição. E membros da NKVD, a futura KGB, lógico.
Mas tal, juntamente com 40.000 voluntários, as Brigadas Internacionais, não impediram os nacionalistas de vencerem.

jose luiz esposito
jose luiz esposito
1 ano atrás

Escrevam aí , a Rússia irá ordenar a saída dos EUA dos Estados Bálticos . O problema venezuelano é de sua população e não nossa ou de qualquer outro , e para os que querem ver o Brasil metido onde não é chamado , alistem-se , vamos criar os novos Voluntários da Pátria Boboquitos , todos entrarão na Venezuela a frente das tropas brasileiras e , gritando *Fora Maduro* , aí sim eu quero ver os *Valentes *, quando os venezuelanos disserem em seus cangotes , ** Vem cá Valente **!