Home Aviação de Ataque Apesar do F-35, caças de quarta geração terão vida longa nos EUA

Apesar do F-35, caças de quarta geração terão vida longa nos EUA

9203
92

Por Alexandre Galante

O orçamento do Pentágono para 2020 prevê a aquisição de 8 caças F-15EX por US$ 1,1 bilhão para a USAF.

Os novos F-15EX serão baseados na versão F-15QA do Qatar, com a suíte de guerra eletrônica EPAWSS.

A USAF pretende adquirir até 80 novos F-15EX por US$ 80 milhões cada, para substituir os velhos F-15C/D da frota.

Algumas fontes dizem que a USAF poderá adquirir de 144 aviões até 400 novos F-15EX.

A aquisição de novos F-15 Eagle pela USAF significa uma mudança de estratégia, que  previa a aquisição exclusivamente de aeronaves de quinta geração.

A mudança de mentalidade não tem a ver com o preço, já que o F-35 e F-15EX em breve
terão o mesmo custo de aquisição, mas como um requisito operacional complementar, já que o programa F-35 tem demorado para alcançar disponibilidade, maturidade e  suportabilidade.

Mesmo Israel, outro exigente comprador do F-35, poderá adicionar novos F-15 à sua frota.

A decisão de comprar novos Boeing F-15 também reflete o desejo do Pentágono de manter duas empresas americanas produzindo caças na próxima década, mantendo a diversidade na base industrial enquanto prepara os requisitos para o caça de sexta geração.

A Marinha dos EUA, por sua vez vai comprar 78 Advanced Super Hornets Block III por US$ 4 bilhões, em outra aquisição aparentemente motivada pelos atrasos e deficiências do F-35C.

F/A-18E/F Super Hornet Block III

A Marinha dos EUA também solicita para o orçamento de 2020 a aquisição de 22 caças F-5E/F Tiger II da Força Aérea Suíça, que vão se juntar aos 44 aviões do mesmo tipo que realizam a função de adversário em treinamento de combate aéreo, em dois esquadrões da Marinha (USN) e um dos Fuzileiros Navais (USMC).

O resumo oficial do orçamento afirma:

O Departamento está adquirindo aeronaves F-5E/F do governo da Suíça em apoio aos requisitos da USN e do USMC. O F-5 é um caça supersônico ágil, altamente manobrável e confiável, combinando design aerodinâmico avançado, desempenho do motor e baixos custos operacionais.

F-5E da Marinha dos EUA

92
Deixe um comentário

avatar
26 Comment threads
66 Thread replies
2 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
43 Comment authors
Chrispaddy mayneJuscelino S. Noronha.Ricardo BigliazziLeandro Costa Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

É óbvio. Quem tem grana pra comprar e manter voando uma força aérea de 100% de caças de 5ª geração?
F15, F5 , F16, só pra ficar nesses exemplos, ainda estarão voando quando eu tiver 70 anos ( tenho 28 ) e a 6ª geração for uma realidade. Essas aeronaves tem muita lenha pra queimar ainda.

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

Os EUA se dão ao luxo de economizar ainda, ou será que é por isso mesmo que mantem vetores por tanto tempo operando? Isso tem muitos nomes: Planejamento de Médio e Longo Prazos, Otimização de Plataformas, Disponibilidade, etc, etc, porém, como nada é por acaso, a maioria dessas variáveis ja estavam analisadas e previstas nos respectivos projetos. Os caras não são o que são a toa e nem contam com sorte. Não precisam ser inteligentes, apenas praticos.

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Planejamento de Médio e Longo Prazos, Otimização de Plataformas, Disponibilidade, etc, etc, ´´
Acrescentaria também o fato de que os vetores e suas horas de voo estão ficando caras até para os padrões americanos, por isso qualquer caça, navio e armamento serão usados até o osso.

Renato
Visitante
Renato

Só uma observação: quem “se dá ao luxo”, pode fazer de tudo, menos “economizar”. Por exemplo: “Ele se deu ao luxo de comprar uma Lamborghini'”. Dizer que “os EUA se dão ao luxo de economizar” é uma incoerência lógica.

Humberto
Visitante
Humberto

Hummm.. Willber, não tem como o F-5 estar voando dentro de 40 anos e creio que o F-15 caia na mesma situação, talvez como aviões para apresentações dos colecionadores privados ou mesmo de alguma empresa. O primeiro não é fabricado a décadas, já o segundo tem um custo de operação muito alto. Já o F-16 é até possível, principalmente pelo seu baixo custo (se comparado ao F-15) e a grande quantidade de vetores, dificil imaginar que dentro de 20 anos estes aviões sejam páreos para os de quinta ou quem sabe sexta geração. Creio que a encomenda de mais F-15… Read more »

Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Hum….ok, acho que exagerei quanto ao F5 e ao F15. Mas o F16 voa fácil mais uns 25 ou 30 anos. Se o F5 tá voando a quase 50 anos, porquê o F16 não faria o mesmo? Obviamente, nenhum deles teria chance contra a 5° ou 6° geração. Mas a grande maioria dos países ( eu cjuto,por alto, 80% dos países do mundo ) não terão caças de 5° ou 6° geração, pela simples questão de….custos. A menos que você declare guerra contra os países do G7 ( e uma guerra entre nações é cada vez mais improvável, embora não… Read more »

Chris
Visitante
Chris

Creio eu… Que a decisão é sabia. Se um dia os russos ou chineses conseguirem detectar os F-35… Os EUA estariam em maus lençóis com um caça mais limitado no combate convencional.

O ideal seria ter uma grande frota tbem de F-22.. Mas…

Roberto F. Santana
Visitante
Roberto F. Santana

Em algum lugar na Marinha dos Estados Unidos, em alguma academia, escola, estação; deve existir gravado em bronze, o compromisso de jamais esquecer a doutrina do dogfight.
Só isso explica a existência do F-5 na mais moderna força de combate do mundo.

Rui Chapéu
Visitante
Rui Chapéu

Tem como trocar de mano uns F-5 por uns F-18 SH III ??

Humberto
Visitante
Humberto

Roberto, Os F-5 não são usados para treinar o piloto da US NAVY a voar (hoje a função é exercido pelo T-45 Goshawk) e sim para aprender a combater a doutrina Russa. Não sei se a US Navy e ou os Marines ainda utilizam o F-21 (que é o Kfir Israelense) para esta função. Quanto a pergunta do Rui, gostaria muito dos SH no Brasil, mas a FAB selecionou o Gripen e vamos com eles e pronto, até onde sei, não existe plano B. Se o programa do Gripen já está apertando a FAB, imagine ter que operar o mesmo… Read more »

GFC_RJ
Visitante
GFC_RJ

Saco… E eu achando que o Brasil tinha chances de tomar esses F-5 suíços… Lamentável! F-5 FOREVER!!!

Augusto L
Visitante
Augusto L

Lobby da Boeing.
Os F-35 ja atigiram patamar de disponibilidade superior as aeronaves de 4° geração no deployment na europa.
Não faz sentido comprar os F-15, os novos super hornets ate fazem para marinha, mas a compra dos F-15 é puro dedo do secretário de defesa Patrick Shanaham ex funcionario e executivo da Boeing.
Nada que o F-15 faca que um F-35 não faça melhor.

teropode
Visitante

Tenho dúvidas quanto a este fazer melhor , “quem muito abraça pouco aperta “,

Augusto L
Visitante
Augusto L

Duvidas de que ?
O F-35 não é so stealth.
Ele tem o melhor radar da atualidade, a melhor suite de sensores da atualidade (EW/ESM), o melhor sistema de fusão de dados, tem o motor de caca mais potente da atualidade.
O que voce quer mais ?

Ivan
Visitante
Ivan

Decolar com 11 (onze) toneladas de combustível e 8 (oito) toneladas de armas.
.
Outra atividade seria transportar e lançar armas maiores que 2.000 libras, como as bombas guiadas GBU-28 de 5.000 libras (ou 2.268 kg).

Augusto L
Visitante
Augusto L

“Outra atividade seria transportar e lançar armas maiores que 2.000 libras, como as bombas guiadas GBU-28 de 5.000 libras (ou 2.268 kg)”
O que o F-35 tambem faz, lembra que o mesmo tem hardpoints externos, ele deixa de ser stealth ? Deixa, mais o F-15x tambem não é, e em contra partida todos os sistemas embarcados do Lightning são superiores.
A cerca do alcance, não muda muita coisa, o F-15 carrega mais combustível pq é maior e mais pesado.
Abs.

teropode
Visitante

Com hardpoints ele brilha como um caça de geração 4 , sem ter a agilidade destes , a bunda vai pesar e não terá consciência situacional que o livra-ra de levar alguns mísseis no peito .

Augusto L
Visitante
Augusto L

Ele só não tem a agilidade de um caça de 4,5° geração, contra os de 4° tem sim.
E o dogfight é morto hoje em dia, só 10% dos combates seram WVR, e o F-35 tem mira no capacete e misseis capazes de cubrir angulos de 360°.
Manobrilidade é o menor dos requisitos.
De resto ele é todo superior, radar, suite ew/esm, consciência situacional, ele é superior no que importa.

Bosco
Visitante
Bosco

Augusto,
O Ivan está certo. O F-35 não tem estação de armas capaz de levar 5000 libras. Só o F-15E tem (e o finado F-111). Além é claro, dos bombardeiros.

Augusto L
Visitante
Augusto L

O F-117 tinha. Nada que o F-35 no futuro não incorporara

Jefferson Ferreira
Visitante
Jefferson Ferreira

A questão aí é uma coisa chamada OPERACIONALIDADE, se precisar de uma missão pra ontem o F-15 faz. Já o F-35 ainda não se sabe quando…

Augusto L
Visitante
Augusto L

O f-35 ja IOC, no deployment pra europa foi a aeronave com mais disponibilidade.

teropode
Visitante

Sorte que os responsáveis pelos planejamentos de defesa dos EUA e de Israel não vivem na Bobiland.

Almeida
Visitante
Almeida

IOC não é FOC. É meio óbvio, mas tem gente que não entende.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Projetos como o F-35 não necessitam do FOC para estarem operacionais.
O F-35 mesmo sem estar 100% das capacidades prometidas, já é superior ao resto e é apto as missões.
O escritorio do programa ja estima capacidade operacional acima dos 90 %, ou seja, praticamento tudo que prometeu ja está funcionando, tanto que o mesmo já está em combate, nas 3 variantes.
Voces falam coisas sem saber o que o F-35 é ou é capaz de fazer.

Augusto L
Visitante
Augusto L

https://www.defensenews.com/digital-show-dailies/air-warfare-symposium/2019/02/28/the-air-force-doesnt-want-f-15x-but-it-needs-more-fighter-jets/
A Usaf so planejou comprar o F-15X se a compra não prejudicasse a compra de 72 F-35, aumentando o numero de aeronaves compradas para 80.
O que aconteceu foi que o DoD forcou a Usaf a comprar 8 F-15 a dispensa de 8 F-35, um péssimo negócio.

Roberto F. Santana
Visitante
Roberto F. Santana

Resquícios de uma era passada.
Os Estados Unidos ainda com a obsessão de que os russos são ou seriam eternos inimigos, toda aeronave agressora carrega uma démodé estrela vermelha pintada na camuflagem.
Viriam à mente rapidamente uma meia dúzia de países candidatos a um conflito direto contra os Estados Unidos antes que a Rússia pudesse ser mencionada.

Juscelino S. Noronha.
Visitante
Juscelino S. Noronha.

China

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Pelo simples fato que nem os EUA confiam tanto no F-35.
Simples assim.

JPC3
Visitante
JPC3

Hum, a USAF diz uma coisa e o cara da internet que o odeia o F-35 diz outra…

Será que é falta de leitura sobre o assunto? Ou apenas má fé?

Sergio Cozini
Visitante
Sergio Cozini

Creio que para operações de países com força aerea fraca o F-15 faz um excelente papel. Não faz sentido matar setor de defesa da boeng e gerar um corrida armamentista para caças de 5geração. Se der merda o F-22 resolve… enquanto isso se desenvolve os de 6geração. Até eu que sou mais burro penso dessa forma. Pois se os EUA renovarem sua frota para F-35 forçará os inimigos o mesmo e diminuirá a diferença tecnológica sem necessidade a curto prazo.

Rustam
Visitante
Rustam

How so guys? Fans of the USA have been shouting for so many years that only the F-22 and F-35 and only Russia makes backward 4-generation airplanes)))

___

Como assim pessoal? Os fãs dos EUA têm gritado por tantos anos que apenas o F-22 e o F-35 e apenas a Rússia faz retrogradar aviões de 4 gerações)))

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Essa semana foi lembrada na Sérvia, os vinte anos do ataque da OTAN.
Inclusive, o chefe do destacamento que derrubou o F-117 explicou como eles detectaram e derrubaram o avião.
Pareceu ser bem simples para eles.

Carlos Eduardo Broglio Gasperin
Visitante
Carlos Eduardo Broglio Gasperin

Antonio kings coloca o link para acessarmos essa historia. Abração.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Coloquei o link. Espere ser liberado.

Rustam
Visitante
Rustam

the air defense system S-125 “Neva”

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Isso mesmo. Foi um S-125 Neva utilizando um radar métrico.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Nao, foi um radar, de baixa frequência.

teropode
Visitante

E dai? Na Síria helicópteros e caças russos foram derrubados com fundas . Crocodi* faz mal também para a cútis.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Sim. E depois que o avião russo foi derrubado pelos turcos, Putin obrigou Erdogan a comer em sua mão.
E ‘ai’ do Erdogane se fizer algo diferente.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Não foi.
So conseguiram pq descubriram a rota do avião, com essa informação, colocaram uma bateria perto, e so conseguiram o detecta-lo a 23km e so conseguiram solução de tiro à 13km porque as baias internas se abriram para o lançamento das bombas.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Ainda assim foi preciso uma saraivada de misseis porque o radar do missil não travava direito no avião.
E quase provavel que foi um abate por controle de radio direto da bateria, sem o involvimento do radar semi-ativo do missil.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Isso porque foi uma tecnologia mais antiga. O fato ocorreu há 20 anos. No século passado.
Agora, com os modernos radares e mísseis russos e chineses a tarefa será mais fácil.

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

O F-117 também era tecnologia mais antiga. o avanço ocorre para os dois lados.

Augusto L ainda é valido lembrar que o F-117 estava com a Baia de armas danificada e que por isso ela estava aberta aumentando seu RCS

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Passos e compassos diferentes.
A distância do S-400 para o S-125 é muito maior que do F-35 para o F-117.

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Ok agora sua ignorância foi exposta ao extremo

Bosco
Visitante
Bosco

Antonio,
A USAF não ataca com aeronaves isoladas. No pacote de ataque tem de tudo.
Um ataque contra baterias de S-400 incluiria enxames de mísseis despistadores/interferidores MALD-J, aviões de ataque eletrônico, misseis antirradar supersônicos lançados abaixo do horizonte radar, munição furtiva stand-off (JSOW, SDB, Storm Breaker, etc.), mísseis cruise furtivos (JASSM, CALCM, JASSM-ER) , munição de resposta rápida contra alvos táticos (AARGM), etc.
Os stealths são só a cereja do bolo.
*Os radares de baixa frequência são mais sensíveis à interferência que os centimétricos. Com tecnologia AESA há uma melhora, mas ainda assim são propensos à interferência.

Rustam
Visitante
Rustam

Bosco
Antonio,
A USAF não ataca com aeronaves isoladas. No pacote de ataque tem de tudo.
Um ataque contra baterias de S-400 incluiria enxames de mísseis despistadores/interferidores MALD-J,

Que horror))) E nós não temos mais nossos próprios aviões?


What horror))) And we no longer have our own airplanes?

Bosco
Visitante
Bosco

Rustam, Mas eu não estou dizendo que não haverá reação oposta. Claro que haverá. Meu comentário é no sentido de dizer que um ataque a uma “IADS” não se dá só com um tipo de aeronave como o comentário de alguns faz parecer ser. Por exemplo, na hipótese improvável de um ataque da USAF a uma IADS russa sem dúvida que haverá uma forte resistência por parte da força aérea russa e caberá à força atacante tentar neutralizar essa reação. Eu só citei um lado da questão. O outro lado deixo para outros que conhecem mais as potencialidades russas que… Read more »

Agnelo
Visitante
Agnelo

Meu prezado
Ainda há G Ciber e OpEsp se integrando a isso.
Sds

paddy mayne
Visitante
paddy mayne

Esse negócio de comemorar a derrubada do F-117 é o mesmo que fazer uma festa para comemorar o “1” do 7×1 pra Alemanha… Vocês comunistas se contentam com migalhas…

Rui Chapéu
Visitante
Rui Chapéu

Well, for the overwhelming russian capability of Stealth fighter, all the 12 of them, the already built F-22 and F-35 can handle the job.

The thing is that you can only “trash talk” in other countries.

In your on contry you can go to jail.

Say hi to Putin.

And please continue trash talking otherwise you won´t receive your paycheck this month.

Rustam
Visitante
Rustam

Rui Chapéu
Well, for the overwhelming russian capability of Stealth fighter, all the 12 of them, the already built F-22 and F-35 can handle the job.

The thing is that you can only “trash talk” in other countries.

In your on contry you can go to jail.

Say hi to Putin.

And please continue trash talking otherwise you won´t receive your paycheck this month.
_______

Go to jail? Have you read a new batch of newspapers about the situation in Russia today? Or did you not take the medicine? Do it faster, liyuo your fantasies will win your mind ))

JPC3
Visitante
JPC3

Rustam.

Se você acompanhou as notícias deve saber que essa ideia não partiu da USAF. Alguém acima decidiu que eles precisam de F-15.

Ou por estar inseguro com o andamento do programa F-35 ou para ajudar a boeing. Talvez as duas coisas.

Rustam
Visitante
Rustam

JPC3
Rustam.

Se você acompanhou as notícias deve saber que essa ideia não partiu da USAF. Alguém acima decidiu que eles precisam de F-15.
—-

Patrick Shanahan

Gustavo
Visitante
Gustavo

A compra dos F-5 Suíços pelos EUA joga água de vez nessa vontade da força aérea Uruguaia.

EdcarlosPrudente
Visitante
EdcarlosPrudente

Fico impressionado no que o velho Eagle se tornou, já era uma aeronave impressionante e moderna quando surgiu. Interessante é o fato de mesmo ser uma aeronave de projeto antigo e mesmo assim foi capaz de incorporação novas tecnologias e armamentos com bastante flexibilidade.

Outro veterano de tirar o chapéu é o velho Tiger II, no entanto, apesar de tantos pontos positivos, o mesmo não tem a mesma flexibilidade de modernizações que o Eagle.

Saudações!

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Antes de se referir o tiger, muito a frente em todos os aspectos está o F16… Esse sim, um pau pra toda a obra, até novo nome o bicho já tem.

Pedro Bó
Visitante
Pedro Bó

Chuto que em uns 70% das situações bélicas em que os EUA podem se envolver, os F-15EX e os SH Block III são mais do que suficientes e superiores qualitativa e quantitativamente contra os adversários.

F-22 e F-35 e eventuais UCAVs furtivos só seriam totalmente exigidos em situações contra forças maiores e melhor armadas, as quais são pouquíssimas no mundo.

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Ansioso para ver quem estava surpreso… Encaremos os fatos, quem hoje tem aeronaves de quinta geração 100% operacionais e é uma ameaça para os EUA? China e Russia ainda estão se movimentando para isso. E um desperdício colossal de dinheiro empregar uma aeronave de quinta geração em um cenário que não se precisa de uma Um F-15X estaria muito bem obrigado contra a força aérea do Irã, Coreia do Norte ou Venezuela. São questões simples. A Contabilidade tem que bater no final. Porque continuar empregando aeronaves de quinta geração se o seu inimigo não tem capacidade de combater as de… Read more »

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

O F-15 não é mais econômico!

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

em hora de voo, ele é sim. e tem carga paga maior

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Questionável, os valores caem todo dia!

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Eu nunca confiei nesse “Deus Vivo”(F-35)!!
Faça vc mesmo! Compare com esse novo F-15!
-Aerodinâmica para dog’s.
-Disponibilidade
-Armamento em números
-Potência
Esse “Deus Vivo” nasceu morto!
Lembro que é só uma opinião!!!

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Não só vc. Parece que Taiwan e Israel também não confiam.
Os militares de Taiwan foram claros: O avião não entrega o que se propõe.
Isso para não considerar os que estão diminuindo/cancelando encomendas alegando questões econômicas.

Cristiano de Aquino Campos
Visitante
Cristiano de Aquino Campos

Como muitos já falaram, 80/90% das missões hoje e pelos próximos 20 anos podem ser perfeitamente comoridas por caças de 4° geração. Fica meio caro lançar bombas guiadas de 1 milhão de dolares apartir de um caça de de 5° Geração de 150 milhões cuja hora de voo e de 80 mil dolares por baixo contra um exercito cujo sistema ante aereo qualquer caça de 4° geraçao com bombas guiadas ou misseis de cruzeiro fazem a um custo menor.

Cristiano de Aquino Campos
Visitante
Cristiano de Aquino Campos

O F-35 só e indispensavel na versão B para quem tem porta aviões pequeno e barato ou navios multipropósitos. Fora isso não são.
Os unicos cenários em que o F-35 e util e na Russia e na China. Más ambos nunca serão atacados pois vai virar guerra nuclear mundial

nonato
Visitante
nonato

Não sei se é isso mesmo.
Mas bem coerente seu comentário.
Apesar de que, talvez, outros países possam ter bons sistemas de defesa antiaérea.
E nem descarto a possibilidade de guerras convencionais entre as grandes potências, de proporções os limitadas, parecidas com o recente confronto entre Índia e Paquistão.
Só uns tapas e bofetes sem maior gravidade.

Ivan
Visitante
Ivan

HiLoMix…
.
Simples, persistente e sempre presente High and Low Mix.
.
Todas as forças importantes ao longo do tempo usaram combinação de armas mais e menos sofisticadas, mais e menos modernas, com maior e menor custo de aquisição e operação, com maior e menor dimensão.
.
Spitfire & Hurricane;
Mirage III & Ourugan;
F4 Phantom & A4 skyhawk;
F-16 Fight Falcon & F-15 Eagle
.
Observem que nestas combinações haviam outras aeronaves que completavam o serviço… sempre.
.
Não tem jeito…
.
Forte abraço,
Ivan, o persistente.

Augusto L
Visitante
Augusto L

O problema que o custo do F-15 é o mesmo do F-35 e é nitidamente inferior.

Luís Henrique
Visitante
Luís Henrique

O novo F-15X promete custo operacional bem menor que os F-15 mais antigos.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Custo operacional e de implantação infinitamente inferior ao do F-35, e de qualquer maneira as duas aeronaves não estão concorrendo por orçamento. Os F-15X complementarão os F-35.

Augusto L
Visitante
Augusto L

“de qualquer maneira as duas aeronaves não estão concorrendo por orçamento “. Clarro que estão, o orcamento prévia 72 aeronaves, todas F-35s, agora serão 64 F-35 e 8 F-15x.
Se fosse 72 F-35 + 8 F-15s, ai poderia ser.

Marcelo Andrade
Visitante
Marcelo Andrade

Vida Longa ao Eagle, avião sem mimimi, lindo pra caraca!!!!

Carlos Ravara
Visitante
Carlos Ravara

Aeronave feia dos infernos, as aberturas de ar parece as do também medonho Tu-22.

WFonseca
Visitante
WFonseca

Apesar do F15 ser um caça formidável e grande capacidade de ataque, principalmente na versão mais recente, é preciso lembrar a eficiência dos modernos sistemas AA.

Atacar alvos defendidos por S300/S400 não parece ser tarefa fácil, Israel já lidou com isso na Síria utilizando o F16, mas para as ameaças mais estruturadas, atuais e próximas a opção de menor risco seria o EA-18G Growler e F35, considerando que o F22 seria para superioridade aérea.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Seu texto ficou um pouco confuso.
Israel ainda não lidou com os S300/S400 na Síria.
Na verdade, o F-16 foi abatido por um S200.

Rustam
Visitante
Rustam

WFonseca
Apesar do F15 ser um caça formidável e grande capacidade de ataque, principalmente na versão mais recente, é preciso lembrar a eficiência dos modernos sistemas AA.

Atacar alvos defendidos por S300/S400 não parece ser tarefa fácil, Israel já lidou com isso na Síria utilizando o F16,
———-

Who has Israel dealt with? )))

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Não é assim que funciona, primeiro entram os F-22, F-35 e os B-2 bagacando e depois que a zona não está mais tão quente vem os F-15, F-16, F18 entre outros pra fazer o rescaldado e adicionar atrito constante!

Augusto L
Visitante
Augusto L

Well, israel continues with the air attacks.

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Disse e repito :

Na minha humilde opinião, a FAB tinha que dar um jeito de ter um 2º vetor especialista em superioridade aérea e pra isso nada melhor que uns 16 caças F-15 operando a partir do centro do País e espalhar os gripens de maneira igualitária nas regiões sul, sudeste e nordeste.

PauloSollo
Visitante

Muitos caças formidáveis já fizeram história, mas pense em um que represente de forma definitiva o Poder Aéreo, o ápice, e imediatamente vêm a imagem do Super Phodástico F-15 Eagle. O Rei dos reis, a mais poderosa de todas as Águias. Independente da chegada dos 5G, é um projeto tão formidável e superior a tudo que surgiu no seu tempo que continuará a se impor diante dos adversários por décadas a frente. Inclusive ainda falta incluir em seu cardápio de presas a família do balé Pugachev, aqueles que bailam belamente em shows aéreos, mas que até agora nem um colibri… Read more »

Sérgio Luís
Visitante
Sérgio Luís

Causas da reativação da linha de montagem do glorioso F-15!!
Esse F-35 deixa a impressão de que é :
Pesado
Limitadissimo
Impotente
Dependente de escolta
O que mais??
Ajuda aí!!

Munhoz
Visitante
Munhoz

Alguém aí já pensou em trocarmos nossos F 5 por alguns F 18 c/D usados ou F 16 ???

Será que vale a pena?

Augusto L
Visitante
Augusto L

A 10, 15 anos atrás valeria.

Denis
Visitante
Denis

“A mudança de mentalidade não tem a ver com o preço, já que o F-35 e F-15EX em breve terão o mesmo custo de aquisição, mas como um requisito operacional complementar, já que o programa F-35 tem demorado para alcançar disponibilidade, maturidade e suportabilidade.” Bom, terão que admitir das duas, uma dessas hipóteses: ou o problema é dinheiro, sim, ou o desempenho do F-35 é insuficiente. “A Marinha dos EUA, por sua vez vai comprar 78 Advanced Super Hornets Block III por US$ 4 bilhões, em outra aquisição aparentemente motivada pelos atrasos e deficiências do F-35C.” Parece que a Marinha… Read more »

Alan Peter
Visitante
Alan Peter

Nunca se esqueçam de uma doutrina muito antiga, aplicada em todos os campos, militar, civil, pessoal: nunca coloque todos os ovos em uma só cesta….

nonato
Visitante
nonato

Tirou as palavras da minha boca.
Estão usando a doutrina indiana.
Não depender de um único fornecedor ou aeronave.
Ora, o 737 Max está com problema.
Quem só tem ele está sem voar.
Acho até que poderiam melhorar esse avião.
Colocar motores mais modernos e económicos, deixar aqueles “lemes” mais inclinados, reduzir o RCS, colocar alguma tinta RAM, desenvolver tanques conformais.
E não apenas colocar novos radares, sensores etc.
Inclusive alguns sensores lasers, flirs, etc.

Sergio Cozini
Visitante
Sergio Cozini

Pra que criar uma corrida armamentista para caças de 5 geração???? Melhor deixar o mundo na 4 geração, ter os de 5geração e investir nos de 6geração… Até eu que sou mais burro penso assim… sem contar que o F-15 é superior a todos os caças operações pelos países hostis no momento (Paquistão, Turquia, Coreia no norte e Iran.. até da China) e caso der merda com a Russia tem os F-22 para resolver… Investir agora no F-35 é dar o alerta para o mundo inteiro se desenvolver e aprimorar a tecnologia de detecção stealth

Negrão
Visitante
Negrão

Uma pergunta aos entendidos:

Qual o custo de aquisição + manutenção (melhor relação custo/benefício) dos caças F16, F18 SH, F15, F35 e qual deles seria melhor negócio para o Brasil ora como caça tampão ora como caça para meter medo em qualquer país vizinho, sem diminuir o número dos já existentes e novas encomendas do Gripen NG?

Carlos Gallani
Visitante
Carlos Gallani

Infelizmente nenhum!

Ricardo Bigliazzi
Visitante
Ricardo Bigliazzi

Obvio, o F-15 é um monstro de avião e o F-18 e F-16 continuam entregando resultados. Segue o jogo…