Home Aviação de Ataque Colômbia tem 11 caças Kfir para enfrentar 20 Su-30 e F-16 venezuelanos

Colômbia tem 11 caças Kfir para enfrentar 20 Su-30 e F-16 venezuelanos

42684
146
Caças Kfir C10 da Força Aérea Colombiana

Informes indicam que a Força Aérea da Colômbia teria somente 11 caças Kfir C10 operacionais para enfrentar cerca de 20 caças Su-30 e F-16 da Venezuela, caso haja uma escalada da crise na fronteira entre os dois países.

No final dos anos 80, o governo colombiano comprou 12 caças Kfir C2 e um Kfir TC2 de segunda mão operados pela Força Aérea de Israel (IAF), que foram recebidos entre abril de 1989 e 1990. Os aviões foram modernizados para o padrão C7, proporcionando-lhes a capacidade de reabastecimento e melhores sistemas aviônicos e armas, complementados pela compra de um Boeing 707 cisterna em novembro de 1991.

As aeronaves Kfir são subordinadas ao Comando Aéreo de Combate Nº1 (CACOM 1) e foram utilizadas em missões de ataque durante as operações de contra-insurgência contra os guerrilheiros colombianos das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), embora atualmente eles não sejam mais freqüentemente usados ​​em tais operações.

Em fevereiro de 2008, o ministro da Defesa da Colômbia, Juan Manuel Santos viajou para Israel para fechar o contrato de aquisição de 13 aeronaves Kfir adicionais e a repotenciação de 11 existentes.

No final de 2009 e início de 2010 foi feita a entrega destas aeronaves, mais de metade dos quais estão no padrão modernizado Kfir C10 com os sistemas eletrônicos modernos que permitem o uso de mísseis BVR, bombas de precisão guiadas por GPS e mísseis ar-ar “all-aspect”.

Em 2012 e 2018, as aeronaves Kfir da FAC participaram do exercício internacional Red Flag nos EUA. Atualmente a Colômbia dispõe de 20 caças deste tipo, pois infelizmente acidentes ocorreram com algumas aeronaves. O IAI Kfir colombiano tem no seu armamento mísseis Rafael Python 5 e Derby, bem como a bomba Spice 1000.

Kfir C10 da FAC no Red Flag em 2012

Radares AESA

A Força Aérea Colombiana (FAC) confirmou em outubro de 2017 que equipou seus caças-bombardeiros IAI Kfir com radares AESA (Active Electronically Scanned Array) IAI Elta EL/M-2052. O radar tem capacidades ar-ar, ar-superfície e BVR (Beyond Visual Range) e foi incorporado à frota de IAI Kfir C10 da FAC.

Um total de nove equipamentos do tipo foi adquirido em dois lotes, e parte deles foi instalada nos jatos Kfir, que foram provados intensamente em exercícios da FAC com excelentes resultados.

146
Deixe um comentário

avatar
49 Comment threads
97 Thread replies
4 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
85 Comment authors
Ramon Hendrigo de Paula GregórioRicardoMarcelo MachadoMarceloPaulo costa Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Tive a impressão que haviam participado de um Red Flag mais recente, mas posso estar enganado. De qualquer forma, fica a torcida para que sua utilização não seja necessária. Quem sabe os EUA pudessem ajudar com pelo menos um E-3 para que não fossem usados às cegas.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa
pedro
Visitante

É melhor nem sair do solo!! kkkk

ANDRE LUIS VIEIRA LOPES
Visitante
ANDRE LUIS VIEIRA LOPES

Há um pequeno erro. A Colômbia tem 1500 caças de combate da Força Aérea dos EUA, mais seus 11 caças de combate. Fora uns 2 mil mísseis tomahawk que os EUA podem usar acabar com a defesa anti-aérea do Maduro/Cubano. Maduro só não atacou a Colômbia, porque sabe que ele irá desaparecer do mapa se tentar usar o terrorismo dele contra a Colômbia.

Gilsonbeconst
Visitante

Meus Parabens. A Colombia só cedeu as bases para pousos e decolagem alem do litoral …A Guiana inglesa iden

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Dificilmente a Força Aérea Colombiana teria um papel ofensivo numa guerra contra a Venezuela, ficariam na defesa aérea da território colombiano. Os F16 de segunda mão que os colombianos estão pensando em comprar dos EUA são para ontem!

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Espero que eles pensem melhor do que isso. É bem possível que essa crise com a Venezuela passe bem mais rápido do que qualquer aquisição imediata de aeronaves se transforme em realidade. Para não falar do treinamento necessário para operá-los, etc. E seria uma solução atual, de baixo custo, que duraria pouco tempo em serviço. Eu acharia bem melhor a Colômbia cogitar encomendar Gripen E/F’s. Iria demorar um pouco mais para recebê-los, mas contariam com uma aeronave de ponta, novas em folha, por um preço que poderiam pagar e ainda por cima fariam política da boa vizinhança para não dizer… Read more »

Maus
Visitante
Maus

Essa ideia é mais interessante se o Brasil produzir esses gripens.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Mas a idéia é justamente essa, e já existe um esforço comercial nesse sentido 😉

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Aviões de segunda mão podem ser um tapa buraco enquanto compram aviões novos, pois teoricamente em pouco tempo teriam alguns aviões a mais, a bronca é que o clima já vinha esquentando e a Colômbia dormiu no ponto.

francisco
Visitante
francisco

Produzir como? a EMBRAER será da Boeing. E os USA não peremitiriam.

Maus
Visitante
Maus

A boing só comprou o setor de aviões comerciais da Embraer, a Embraer defesa e segurança e o setor de jatos executivos continua sendo do Brasil.

Chris
Visitante
Chris

Minha dúvida é… A Embraer Defesa e Segurança teria capital pra se desenvolver, com a venda do seu ramo principal ?

Maus
Visitante
Maus

Embraer só chegou onde está por empréstimos do BNDS, se o governo continuar dando suporte para ela é claro que conseguirá se manter.

Gilberto Alves Pinheiro
Visitante
Gilberto Alves Pinheiro

A parte militar da Embraer não entrou no negócio.

BILL27
Visitante
BILL27

Isso tinha sido dito …mas se vão fechar gavião peixoto e levar a produção do KC 390 para os EUA ,me diz aí ,qual avião a Embraer venderia no ambito militar ? O ST que é montado na Flórida ? Vc acha q só isso manteria a empresa de pé ?

Flanker
Visitante
Flanker

Onde vc viu que a Embraer de GPX vai fechar?

Fernando
Visitante

Permitiria sim. Ótimo oportunidade para roubar tecnologia.

Luis Fernando Curvo
Visitante
Luis Fernando Curvo

Embraer defesa , não foi vendida para Boeing, é cada uma …….

William Duarte
Visitante
William Duarte

Vai de F16 mesmo. A política de interesse colombiana se chama EUA. A com Brasil e somene convergência.

Rui chapéu
Visitante
Rui chapéu

Esse povo sonha que a Colômbia ganharia mais comprando gripen do Brasil/Suécia do que comprando f-16 americano.

Kemen
Visitante
Kemen

Na minha opinião ganharia em poder aéreo se for Gripen E/F novos e armados em conformidade, sera que os norte americanos venderiam o F-16 block 70 ou o block 72 se a Colombia comprasse novos? É o que mais se aproxima das capacidades do Gripen E, mesmo assim ainda fica devendo…

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Sim, kemens,os americanos vendiam, se assim fosse a intenção da Colômbia.

Jonas
Visitante
Jonas

Acho melhor a sua primeira opção, pois para o Brasil começar a fabricar o Gripen pode levar décadas pois os pilotos ainda estão em treinamento para aprender a pilotar e primeiro passo e fabricar pessoas de reposição para depois fabricar os aviões. Não sei se a Venezuela vai esperar esse tempo todo!

Brunow Basillio
Visitante

Não desmerecendo os Kfir Colombianos…. Mas sinceramente achei que eles tinha mais do que isso, logo eles que tiveram vários problemas com guerrilhas e ainda faz fronteira com os Bolivarianos, pelo jeito a America latina dormiu nos últimos 40 anos , o melhorzinho é o Chile.
Por isso que digo, quando o Brasil receber os Gripens este vai reinar na AL nos próximos 50 anos …

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Tucanos e Super Tucanos contra narcoguerrilheiros está mais do que o suficiente. Os Kfir foram usados pouquíssimas vezes contra as FARC e acredito que fosse apenas para treinar as tripulações. Não faz sentido queimar dinheiro quando uma solução bem mais barata é bem melhor para esse papel. De fato, o Super Tucano é a melhor aeronave COIN do Mundo e esse título não é à toa. Os colombianos então não tinham qualquer motivo para gastarem rios de dinheiro em caças mais atualizados.

Brunow Basillio
Visitante

O problema não é aquele ditado “nunca precisou de algo melhor ” o problema é que se precisar agora eles não tem… Imagina se a Colômbia não fosse “próxima” dos Eua, e Maduro queira invadi la com que eles iriam se defender ?
Isso serve para o Brasil tambem; gastar dinheiro com defesa não é bem “gastar” é investir em algo necessário , gastar com defesa é como gastar com educação ,saúde ,segurança etc, assim como estes itens são de direito da população defesa da pátria e um direito de todos também..

Brow
Visitante
Brow

Falou tudo e mais um pouco, o Brasil já passou da hora de ter mais meios de ponta para que em uma situação dessa não tenha dores de cabeça

André Monteiro
Visitante
André Monteiro

O problema é o traste do dinheiro…

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Não que eles tivessem muita escolha e é para isso que serve diplomacia. Quando você tem recursos limitados, você precisa priorizar no que vai gastar. É por essas e outras que a Colômbia tem alguma das melhores tropas da América do Sul. A prioridade deles era essa, derrotar as FARC e trazer o país de volta à algo semelhante à normalidade e foram muito bem sucedidos nisso. Com diplomacia mantiveram sua proximidade com os EUA e mantém relações amistosas com outros países. Sua Força Aérea está teoricamente preparada para atuar em coalizão, e nesse sentido os EUA caem como uma… Read more »

Bartolomeu
Visitante
Bartolomeu

Salvo engano meu, o TIAR et explícito quanto a um ataque de país americano por um país extra continente. Não se aplicaria a conflito entre dois países americanos.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Bartolomeu, você pode estar certíssimo. Preciso checar o TIAR para saber ao certo. De qualquer forma pode-se tentar algum tipo de respaldo via OEA. Na minha opinião isso já deveria estar sendo costurado. Não o respaldo para ação militar em si, mas pelo menos condenações públicas de Maduro, etc.

Felipe leâo
Visitante

Iso de melhor exército é relativo, o histórico militsr brasileiro para mim é o fator decisivo . o brasileiro para mim é o melhor soldado depois vem os paraguaios lutamos e lutaremos sempre como nas guerras do prata e na itália onde a feb deu lição de bravura esses latino americanos hispanicos só fazem mesmo é barulho

Nilton
Visitante
Nilton

Felipe vamos see patriotas mas não exagera a onde soldado brasileiro é o melhor não delira na guerra do paraguay o brasil só não perdeu porque o lider do paraguay solano lopez fez a besteira de entrar em guerra com 3 paises ao mesmo tempo brasil, argentina e uruguai e quanto a segunda guerra mundial o brasil só entro no fim quando a alemanha ja estava praticamente derrotada tanto é que os alemães se renderam em massa praticamente sem lutar

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Nilton, quando você aprender à escrever em português, eu vou passar à acreditar que você pelo menos realmente leu o suficiente à respeito da Guerra do Paraguai e sobre a Segunda Guerra Mundial para que seu comentário tenha algum valor.

Até lá, por favor, não passe vergonha. Ao invés de afirmar alguma coisa da qual não tem uma idéia muito boa, basta perguntar. Faz bem. É libertador.

Marcelo Machado
Visitante
Marcelo Machado

O Duque de Caxias era um grande lider militar, a marinha do Brasil tinha uma esquadra poderosa, que foi usada parcialmente por causa do calado no rio, e o poder econômico do Brasil era 3x maior que seu adversario e aliados somados. Em qualquer cenário venceríamos.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Sim, o “infeliz”, talvez por si a sugerir esitante, Obama, que mal contorceu um olho na hora de invadir o espaço aéreo paquistanês, inserir e extrair tropas na operação que matou bin Laden…. Humhumm

Marcelo
Visitante
Marcelo

Faltou incluir um sistema de defesa aérea ai. Ficar só no ManPad é complicado.

Caio
Visitante
Caio

Onde podemos assinar??!!

Sergio
Visitante
Sergio

É um grande investimento tecnológico a compra dos Gripes pelo Brasil. O desenvolvimento desses caças está sendo feito em conjunto com a Saab e a fabricação da maioria deles vai ser aqui. Isso vai nos dar knowhow e independência , poderemos passar a ser fornecedor para outros países.

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Contra as guerrilhas usaram mais os A37, Tucanos e Supertucanos.

Peter nine nine
Visitante
Peter nine nine

Bruno, eu não arriscava dizer 50 anos…. Respeitável a FAB já é, não pelo seu F5 mas pela “sandes” minimamente completa que é, uma força um pouco reduzida, considerando o expectável para o tamanho do Brasil mas ainda assim respeitável e diversificada, completa, com um bom leque de capacidades e variedade de meios. E respeitável continuará a ser, durante os por si ditos 50 anos e bem mais, mas reinar? … Para mim reinar é não haver quem conteste, não é só ter um aparelho melhor ou que o vizinho não tem mas ser incontestável, isso sim é reinar. O… Read more »

Delfim
Visitante
Delfim

Lembram de um Su-30 que caiu na Colômbia ?
Eu não faria pouco dos Kfir’s colombianos não.

Mauro
Visitante
Mauro

Foi dentro da Venezuela, não tem nada a ver, foi acidente, desorientação espacial em voo noturno, o Su-30 não tem sistema anti colisão com o solo, o Gripen E tem.

Carta Branca
Visitante
Carta Branca

Essa é a versão oficial, mas daí cabe perguntar, além da óbvia coincidência de cair um avião dias após a primeira incursão venezuelana sobre espaço aéreo colombiano, por que no dia seguinte a queda Maduro deu uma entrevista todo alterado dizendo que compraria mais 12 Flankers e fazendo ameaças a Colômbia? tudo sem motivo algum?

https://guerraearmas.wordpress.com/2015/09/21/venezuela-vai-comprar-mais-12-cacas-sukhoi/

BILL27
Visitante
BILL27

OS Colombianos são mto bunda moles mesmo …A policia da fronteira ta tomando um monte de gas e bombas na cabeça e não faz porra nenhuma …corre junto com os civis.A PNB colocou os policiasi que estavam com cavalos para fora da fronteira ..tao deixando ptd nas costas dos civis da venezuela …assim não tem como entrar ajuda nehuma

Tomcat4.0
Visitante
Tomcat4.0

Pois é, naquele link que partilhou no Forte mostra bem isso, pior foi ver venezuelanos junto com os policiais do Maduro jogando pedras em seus compatriotas, assim como fazem os petistas por aqui, decepcionante.

francisco
Visitante
francisco

Quer dizer então que a polícia do Maduro deveria levar pedrada e ficar inerte? tenha paciência.

Alfredo RCS
Visitante
Alfredo RCS

Nao, a “policia” “do” Maduro deveria proteger o proprio povo CONTRA o Maduro….

Edimur
Visitante
Edimur

Verdade, assim como nós também levando gás na cara e ninguém faz nada

LEONARDO ALVES MACIEL
Visitante
LEONARDO ALVES MACIEL

Na que 2 F 22 não de conta sozinho

MFB
Visitante
MFB

Dois? Pra que isso tudo. Deixa um só para ficar mais justo.

Sidy
Visitante
Sidy

Os colombianos tem um padrinho forte por trás deles. Se estes países chegarem a se enfrentar no ar, os Su-30 venezuelanos nem saberão o que os atingiu. Para todos os efeitos, terão sido os Kfir colombianos…

Nilton
Visitante
Nilton

Esqueceu que a venezuela tambem tem um padrinho forte o mesmo que inpediu os eua de derrubarem o presidente da siria

Sidy
Visitante
Sidy

Você acha mesmo que eles vão se envolver em um conflito na Venezuela para defender o Maduro??? Já pensou na logística necessária para isso? E o risco de trazer aviões e navios para o quintal dos EUA? Não vejo a menor chance.

Ramon Hendrigo de Paula Gregório
Visitante
Ramon Hendrigo de Paula Gregório

Os Tu-160 que passaram por lá foi uma prova que a Rússia não vai fazer vistas grossas.

Paulo costa
Visitante
Paulo costa

A Colômbia tem que aproveitar essa ligação com os EUA e comprar algumas dezenas caças 16C/D de 2² mao e depois modernizar os mesmos já que fica mais baratos que comprar caças novos.
Além disso, os caças ainda serão por muito tempo produzidos e suas peças disponíveis.

Pedro Cardim
Visitante
Pedro Cardim

Tem muita pedra lá, eles vão adorar.

Augusto L
Visitante
Augusto L

Esses kfir com radar AESA+Derby são osso duro roer.
Se tiverem um bom GCI, eles fazem a festa.
Fiquei tambem surpreso que os colombianos tem a Spice-1000 que é stand off.
A FAB tadinha não tem uma arma stand off se quer.

Mauro
Visitante
Mauro

A FAB tem a Spice faz tempo, tem essa 1000 e uma menor, e a brasileira Mectron fabrica kits para bombas guiadas, não sei se alguém faz isso na América do Sul, a Colômbia inclusive estava interessada em comprar, podem ser lançadas a 50 Km do alvo, margem de erro segundo o fabricante é de menos de 3 metros, esse sistema de guiagem usa os três tipos de sistema de localização por satélites conhecidos ao mesmo tempo e os corrige automaticamente, o GPS, o Glonass e o Galileu.
O Brasil tem o sinal GPS de uso militar liberado.

Flanker
Visitante
Flanker

Não, o Brasil não possui as bombas Spice, de nenhum tamanho. Essas bombas fazem parte do pacote inicial de armas anunciado para os F-39, armas essas que ainda não foram recebidas. As únicas bombas guiadas que a FAB opera são aquelas providas dos kits de guiamento Lizard, de fabricação israelense. A empresa Britanite fabricou/desenvolveu kits de guiamento GPS …. Se não me falha a memória são chamados de Acauã….foram testadas no A-1 e F-5, mas não há confirmação de compra de nenhum lote dessas armas por parte da FAB.

Felipe leâo
Visitante

Temos a trocano a super bomba tipo moab

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Mas falta um avião radar para um apoio, o Kfir com AESA ou um F5M sozinhos ainda passariam um sufoco contra os SU30. No nosso caso os F5M atuariam em conjunto com os R-99 o que já impõe respeito.

Augusto L
Visitante
Augusto L

O GCI daria apoio.

elton
Visitante
elton

alguns Tomahawks lançados de submarinos ja inutilizaria as bases aereas venezuelanas e B2 destruiriam facilmente centros de C2 do CODAI em algumas horas agora o bicho ia pegar nos combates terrestres que provavelmente seriam entranhados dentro de cidades na fronteira

pedro
Visitante

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Maus
Visitante
Maus

Se os USA quiserem lançar tomahawks podem fazer isso dentro do seu território.

Hélio
Visitante
Hélio

Sabe qual é a distancia entre os EUA e a Venezuela?

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

Porto Rico é território americano e bem mais perto!

teropode
Visitante

Guantánamo é território americano e também ta pertinho ,

Maus
Visitante
Maus

Com certeza é menos de 2.500km, que é o alcance do tomahawk.

Leonel matos
Visitante
Leonel matos

Isso sem contar que podem ser disparados de navios aviões ou até mesmo submarinos submersos

Jarb
Visitante
Jarb

Que vergonha, irmão.. 🤦🏽‍♂️

Maus
Visitante
Maus

Vergonha por quê?

Nilton
Visitante
Nilton

Anda vendo muito filme americano se os Tomahawks fossem tudo isso jateriam derrubado o ditador da siria

Maus
Visitante
Maus

Se os USA dispararem um tomahawk no seu alcance máximo todo o mundo vai saber em poucos minutos, como ele é subsonico demoraria horas para chegar até o destino, dando tempo para prepararem uma defesa. É por isso que os tomahawks que acertaram bases sírias foram disparados por navios na região.

Não é tão fácil derrubar um governo apenas derrubando seu líder.

teropode
Visitante

No caso venezuelano sim pois os narcotraficantes associados aos militares , sao quem de fato mandam lá ,

teropode
Visitante

Derrubar Assad pra que ? O leste do Eufrates caiu no colo deles kkklklk, Assad é um mal menor do que o Daesh .

Chris
Visitante
Chris

Alvo dos americanos na Siria nao era o governo.

Recruta zero
Visitante
Recruta zero

Kfir com radar AESA, míssil BVR. Vamos aguardar pra vê.

filipe
Visitante
filipe

Se haver Guerra, o SU-30 vai vencer no DogFigth e no cambate BVR, pode também perder na Guerra Electronica, os Colombianos devem ter calma ainda , devem encomendar na Embraer-SAAB 12 Gripens NG fabricados na SAM, ai sim terão um matador de Sukhoi.

Alessandro
Visitante
Alessandro

Os problemas são os Su-30, pois os F-16 venezuelanos são inferiores até aos nossos F-5BR em questão de modernização. Sobre os Kfir colombianos, não sei em que estado estão pra dizer se conseguem ao menos fazer frente aos F-16

jose carlos souza sub oficial da reserva remunerad
Visitante

E que tal os F16 colombianos?

Maus
Visitante
Maus

Será que depois dessa crise os políticos brasileiros finalmente verão a defesa do Brasil com mais seriedade?

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Duvido. Se o povo não vê, imagina os caras lá em Brasília? Só querem o nosso dinheiro, como sempre.

Pampapoker
Visitante
Pampapoker

Neste final de mês alguns brasileiros estão preocupados com carnaval….Se a crise terminar hoje, não vão nem saber o que aconteceu, se ter guerra, uma invasão, são capaz de pensar que seja um bloco desfilando…

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

Pampapoker, bem assim mesmo.

Ivanmc
Visitante
Ivanmc

Leandro Costa, disse tudo. Lá na “ilha de Brasília” eles estão só contando a mascada.

francisco
Visitante
francisco

Vocês ainda não perceberam que o poder civil brasileiro não confia no exército? Este é o preço pago por tanta ingerência na política do pais.

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Francisco, eu não costumo confiar nas matérias publicadas pela Folha de São Paulo já fazem alguns vários anos. Mas nessa matéria de 2017, que foi a mais recente que consegui encontrar em uma pesquisa bem rápida, já te contradiz de maneira bem categórica.

https://www1.folha.uol.com.br/poder/2017/06/1895770-forcas-armadas-lideram-confianca-da-populacao-congresso-tem-descredito.shtml

Daglian
Visitante
Daglian

Sendo curto e grosso: sabendo da proximidade da Colômbia com os EUA, esses 11 Kfir são mais que suficientes para comprarem tempo até a USAF e a USN chegarem (o que é 100% certo no caso de agressão da Venezuela contra a Colômbia). Fim de papo.

Heitor
Visitante
Heitor

Pessoal.. vcs não acham que os americanos estão muito quietos?

Sidy
Visitante
Sidy

Bom cabrito não berra.

francisco
Visitante
francisco

Se eles se envolverem abertamente correm o risco de chamar a Russia para o conflito. Então agem por meio de seus vassalos.

Nando
Visitante
Nando

Acho que estao quietos por eles terem a situacao totalmente controlada

Osmar
Visitante
Osmar

Nando quem aquietou os americanos foram os russos kkkkkkkkk

Leonardo
Visitante
Leonardo

Também percebi isso… E Bozó também alguém viu ele Por ai

João Borges Queiroz Júnior
Visitante
João Borges Queiroz Júnior

Se os EUA se envolverem militarmente na Venezuela, darão mais legitimidade à Rússia agindo em sua vizinhança como na Ucrânia, e à China em suas disputas territoriais marítimas.

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Para vencer esta guerra, somente os Estados Unidos são verdadeiramente capazes.
Brasil, Colômbia, Chile e Argentina, infelizmente não conseguem nem cuidar dos seus próprios narizes.
Nenhum destes tem uma força aérea, terrestre e naval capaz de invadir a Venezuela.
Os comunistas estão com equipamentos bem interessantes, como os S-300, T-72UB, SU-30 etc.
Mesmo equipamentos russos longe do estado da arte, já são suficientemente proibitivos para nossos generais. Uma pena.
A única esperança do povo venezuelano são os Estados Unidos.
Que isso sirva não como uma crítica vazia, mas para levarmos a sério como os meios militares devem ser amplamente atualizados.

Marcos
Visitante
Marcos

A Venezuela não aguentaria uma guerra contra o Brasil, imagine contra 4 países da região.

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Tomara que você esteja certo.

pedro
Visitante

Mesmo equipamentos russos longe do estado da arte. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Carlos Campos
Visitante
Carlos Campos

Antunes a Venezuela ia se acabar se o Brasil sozinho entrasse em guerra contra eles, vc esquece nossa população maior, nossos subs que ia acabar com a Marinha deles, tanto a de guerra como a mercante, eles não produzem tudo que necessitam, era só uma questão de dias até o mísseis dos S300 acabar, dos blindados ficarem sem munição, dos SU30 precisarem de peças vindas da Rússia, mas como? se a MB não ia deixar passar nada, A ÚNICA COISA que venezuela tem de bom mesmo que dá medo é os SU 30 mas os pilotos treinam o suficiente ?… Read more »

Marcelo Machado
Visitante
Marcelo Machado

Um conflito longo como esse descrito já seria uma derrota. Não podemos esquecer a situação das contas públicas.

Kemen
Visitante
Kemen

Acredito que o Kfir C10 esta apto a enfrentar qualquer outro caça de quarta geração, além disso os pilotos colombianos são bem treinados, tudo iria depender do treinamento dos pilotos dos SU-30 MK2 (desconheço o treinamento que foi dado pelos russos), entretanto tendo um numero maior de jatos, acredito que poderiam ter vantagem ainda mais se os F-16 voarem, mas no final com esses numeros de aviões disponíveis, as duas forças aéreas ficariam sem poder aéreo após as contendas, pois os caças exigem seguidas manutenções após as mesmas.

luiz antonio
Visitante
luiz antonio

Não seria idiota de menosprezar a capacidade de ação de nossas FA. Muitos o fazem por total desconhecimento e até inocência. Apenas como exemplo, um sistema Astros 2020 poderia ser deslocado em 6 horas para Pacaraima, transportado por um KC-390. Os A-1, mesmo os não modernizados já provaram através de operações com REVO poderem atingir a região norte, partindo de SM e os A1M fariam ainda melhor. Espero que não precisemos colocar a prova o que temos pois apesar de equipamentos defasados, nossos militares são competentes no serviço. Uma bem planejada ação de supressão de DA da Venezuela com meios… Read more »

Daniel
Visitante
Daniel

KC-390 já está operacional?

CipherNine
Visitante
CipherNine

kc-390??? ainda estamos em fevereiro de 2019 caso tenha esquecido

Kemen
Visitante
Kemen

Dos F-16 venezuelanos, que deveriam ser 21 (16+5), não se sabe quantos estariam operacionais pois uma compra de motores mais potentes foi cancelada pelos EEUU devido as hostilidades do governo anterior. São F-16A block 15, com um bom radar AN/APG-66 pulse dopler, chega a 150 Km, compraram alguns POD´s + PGM dos israelenses e 180 Python IV (20 km), ja tinham o LIMA (25/30 Km). Em resumo, a força aérea venezuelana com os F-16 + SU-30 MK2 tem melhores meios de combate que a força aerea colombiana. O resto depende das taticas, dos pilotos, bem como a manutenção, localização das… Read more »

Alex
Visitante
Alex

Ainda bem que o Brasil tem moderno caças, inclusive o Gripen invisivel aos radares. E invisivel para todos…

Thor
Visitante
Thor

O velho super trunfo

Valdez
Visitante
Valdez

Essa tag Venezuela fez (e fará) leitores gerais à escreverem comentários com paixòes politicas superficializando algo profundo como é a geopolitica….Espero que o alto nivel, teorico e tecnico do blog prevaleça.

francisco
Visitante
francisco

Parece que o blog está mais interessado em comentários apaixonados, tipo torcida de futebol. Tem cara aqui que nunca viu um avião nem de perto e já tece comentários sobre a capacidade da máquina.

Kemen
Visitante
Kemen

Sejamos realistas, ninguém quer ver bombas cainda na cabeça e nas casas de ninguem, vale mais como brincadeira, um pasatempo, os povos latino americanos são solidarios e a amizade dos povos fala mais alto que a politica. Não desejaria que houvese nenhuma guerra onde todos perderiam vencedores e vencidos.

Glauco Roberto Bentes
Visitante
Glauco Roberto Bentes

Prezados!!!!

Não minimizem o poder militar Colombiano, pois essa Nação tem agora o AVAL da OTAN. É o único país da América do Sul que faz parte do Tratado Militar do Atlântico Norte, integrado por potências militares. Isso significa dizer que, caso o desajustado do Maduro resolva invadir a Colômbia, este, teria sérios problemas pela circunstância citada. Essa Banana podre tá prestes a cair do pé, questão de tempo.

BILL27
Visitante
BILL27

A unica coisa que o maduro vai fazer é se defender …ele iria invadir a Colombia para que ?

André Monteiro
Visitante
André Monteiro

Suicídio.

Sostenes Barbosa
Visitante
Sostenes Barbosa

Vocês que estão mais capacitados e esclarecidos nesse assunto, como o Brastemp poderia proteger nosso território contra os S300 russos que estão na Venezuela? E hoje qual a diferença bélica do Brasil para a Venezuela? Sempre achei que nós éramos o melhor exército da nossa região, mais hoje tenho as minhas dúvidas

Sostenes Barbosa
Visitante
Sostenes Barbosa

Ops! Brasil.

Bb1
Visitante
Bb1
Sidney J Gomes
Visitante
Sidney J Gomes

Não vejo outra solução que não o envio de duas Esquadras norte americanas para a Venezuela, infelizmente o Hugo Chávez deixou a Venezuela bem equipada belicamente, adquiram muitos armamentos da Rússia, principalmente.

joao
Visitante
joao

se os pilotos venezuelanos forem bem treinados nos SU-30, colômbia está em grande desvantagem, como o brasil.

Antonio Olmedilla
Visitante
Antonio Olmedilla

Aqui tá todo mundo comentando como se a Venezuela já tivesse sido derrotada e Maduro já tivesse sido morto ou posto prá correr! E a contra partida militar da Rússia e da China é algo desprezível é?

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Não é desprezível agora. Mas se eventualmente forem declaradas zonas de exclusão aérea e marítima, então sim, serão desprezadas. E só não são agora, porque neste momento podem muito bem estarem fluindo vôos de aeronaves de transporte russas com equipamentos bélicos, mas ainda assim isso é especulação. Fora isso nada podem fazer além de declararem os protestos de sempre.

Denis
Visitante
Denis

Atualmente o Peru tem os melhores caças da América latina o mig 29 russo
Contra o Peru via ar mesmo com a chegada do gripen seria bem difícil já que eles possuem um lote de mais de 30 aeronaves
Sem falar que os russos tem interesse em tornar o Peru na maior potência aeronáutica da América latina com interesse de em troca ter uma base no peru
O Brasil parou no tempo nainha opinião a Embraer tem começar a fabricar os gripen em grande produção

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Na verdade eu que achei que você tivesse parado no tempo lá pelo final da década de 80 ou início dos anos 90… por aí.

BILL27
Visitante
BILL27

Que Embraer ? Aqela que vai se mudar para os EUA ?

Flanker
Visitante
Flanker

Sério isso que vc escreveu?? O Peru não tem mais de 30 Mig-29. Na realidade, possui 19 unidades do caça russo, sendo 8 da versão S, 3 da SE, 6 da SMP e 2 biplaces UBP.Ao menos os 6 da versão SMP podem operar os mísseis ar-ar Vympel R-77.
A FAP opera tb os aviões de ataque Su-25, sendo 10 da versão K e 8 da UM (biplaces) e 11 ou 12 Mirage 2000P. Finalizando, possui 28 A-37B Dragonfly.

Marcos
Visitante
Marcos

A força área comlombiana tem caças mais modernos que o brazil com “Z”.

Tamandaré
Visitante
Tamandaré

Numa guerra aérea, a conta é sempre muito confusa; não se trata apenas de ter e operar caças, mas também de utilizar nestes bons armamentos/equipamentos, dispor de aeronaves de ELINT/SIGINT, AEW&C, reabastecimento aéreo, etc.

Mas o principal fator de desequilíbrio desta balança, no presente momento, são as defesas anti-aéreas da Venezuela. Não fosse a AAAe, poderia até haver um equilíbrio entre estas forças (levando-se em conta todos os fatores possíveis de se contabilizar).

Boa tarde a todos!

HERNANI CASTRO
Visitante
HERNANI CASTRO

Prezados, desculpem-me se eu não sou expert no assunto, mas o tema sobre os caças da Colômbia, estão em condições melhores do que os nossos caças F5 estou correto?

Sidney J Gomes
Visitante
Sidney J Gomes

Outro detalhe amigos, os caças, os helicópteros e outros equipamentos hora adquiridos na época pelo Chavez da Russia e China, segundo informações estão com graves problemas de manutenção por falta de dinheiro, Um especialista militar estrangeiro que vive em Caracas e que pediu para não a ser identificado disse à BBC News Mundo, que “há muitas dúvidas sobre a capacidade operacional real do arsenal da Venezuela, devido à falta de manutenção”, pela crise econômica, a escassez de peças de reposição é visível mesmo na base aérea em La Carlota, no coração de Caracas, onde os helicópteros ali estacionados sofrem o… Read more »

Felipe Dos Reis dos Santos
Visitante
Felipe Dos Reis dos Santos

Se a Venezuela delcarar Guerra x colômbia… os EUA declaram guerra x Venezuela… e o Brasil?

Daniel
Visitante
Daniel

Ficaria assistindo de camarote.
Caso entrasse na guerra, chance remota; e muito mais remota deste conflito acontecer, no máximo cederia algumas bases à USAF.

Luiz A. Santos
Visitante
Luiz A. Santos

Creio que, a está altura os EUA já devem ter posicionado sua frota em águas internacionais entre o Caribe e a Guiana, o que deve ser suficiente para manter os SU 30 venezuelanos presos no Norte do país. Acho que nem uma louco como Maduro ignorados uma ameaça destas e atacaria a Colômbia que fica no Sul. As principais reservas do petróleo venezuelano estão todas no Norte do país. Por este motivo que não creio que eles tenham deslocado nenhuma das suas três baterias de S 300 para a fronteira leste com o Brasil. Isso sim seria interessante: um duelo… Read more »

Ricardo
Visitante
Ricardo

Os democratas estão loucos para puxar o tapete do Trump. Tudo que precisam é de um presidente que declare guerra ignorando o congresso.

Raphael Gibran
Visitante
Raphael Gibran

Eles estão contando com o auxílio dos U.S.A , portanto não tem feito investimentos necessários, um erro ao meu ver.

Grozelha Vitaminada Milani
Visitante
Grozelha Vitaminada Milani

PROMOÇÃO de Hoje: Comprou 10 Grozelhas leva Super Trunfo Aviões de Combate!

Leandro Costa
Visitante
Leandro Costa

Eu quero!!! \o/

Fábio Figueiredo
Visitante
Fábio Figueiredo

Ta ai uma boa chance de saber se os F-35’s vales qto custa …

Marden Alves
Visitante
Marden Alves

Mas os pilotos dos su 30 da Venezuela não tem experiência de vôos não fazem treinamento de rotina pq o país não tem Dinheiro para bancar as despesas com treinamento dos pilotos.

Alfredo RCS
Visitante
Alfredo RCS

Acho que o Brasil deveria segurar a venda de seus mirage 2000, vai que….kkkkk

Jorge Vidal
Visitante
Jorge Vidal

Fala-Se muito em poder aéreo, mas em caso de ataque, não temos o mínimo para defesa aérea. Nos limitar a defesas portáteis, enquanto Venezuela malandramente se reforçou com seus S300, o que praticante lhes garante defesa de qualquer inimigo latino. Jamais a Colômbia ou mesmo o Brasil podem imaginar invadir o espaço aéreo Venezuelano com suas sucatas voadoras, enquanto venezuelanos tem o que há de mais moderno na América latina em defesa aérea.

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Assim… Se a Venezuela dá uma de doida e atacar a Colômbia primeiramente vai ser repreendida pela ONU e seus países. Posteriormente o presidente Trump vai ter o argumento que precisa para mandar um esquadrão de caças norte-americanos defender a Colômbia e se ainda se estender tal conflito, isso irá envolver a América Latina toda.
Rezemos independente de religião para que isso não aconteça, pois se acontecer será em grande escala na AL o conflito.

Ricardo
Visitante
Ricardo

Falando o português claro. Se a Colômbia não tiver ajuda dos EUA, vai ser triturada!

Ramon Hendrigo de Paula Gregório
Visitante
Ramon Hendrigo de Paula Gregório

É improvável que os EUA entrem em um conflito com a Venezuela, se o quisesse já teria feito, o melhor pra política americana é sangrar o governo Maduro e esperar uma sublevação da GNB, enquanto isso o Maduro é o melhor cabo eleitoral americano na América do Sul, próximo a uma eleição o Trump não vai correr esse risco, mesmo porque o apoio internacional a uma intervenção militar na Venezuela é ínfimo e a Rússia, como fez na Síria, não vai ficar passiva. Em outro aspecto um conflito entre a Venezuela e a Colômbia pode trazer as FARC de volta… Read more »