Home Aviação de Ataque Mais uma foto do primeiro caça Gripen E brasileiro em montagem final

Mais uma foto do primeiro caça Gripen E brasileiro em montagem final

35469
149

O primeiro caça monoposto Saab Gripen E destinado ao Brasil apareceu em mais uma imagem sendo fabricado em Linköping, Suécia. O avião entrou no estágio 2 da montagem final e está no caminho para seu primeiro voo de teste este ano.

Conal Walker, porta-voz da Saab, disse ao Jane’s em 31 de janeiro que há três etapas na montagem final.

O estágio 1 é o local onde a maioria das instalações, como cabos e tubulações, é feita.

O estágio 2 inclui a montagem da aviônica, a unidade de energia auxiliar (APU), o motor, o radar, o cockpit e o pára-brisa.

O estágio 3 é a verificação da aeronave completa, carregamento do software e sistema de simulação da aeronave no solo.

Uma vez que o estágio 3 esteja concluído, o trabalho final é feito no hangar de entrega, seguido pelos voos de teste, quando o avião será apresentado aos pilotos brasileiros.

A Saab planeja entregar a primeira aeronave de teste Gripen E para o Brasil em 2019. Os aviões deverão começar a entrar em operação a partir de 2021 na Força Aérea Brasileira.

O contrato com o Brasil prevê a entrega de 28 caças Gripen E monopostos e 8 bipostos Gripen F (que estão sendo projetados no Brasil) entre 2019 e 2024.

Conheça os pricipais componentes do Saab Gripen E clicando na imagem
Saab Gripen E
O primeiro Saab Gripen E sueco voou em 15 de junho de 2017 (clique na imagem para ampliar)
Subscribe
Notify of
guest
149 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
TeoB
TeoB
1 ano atrás

Ansioso pra ver o padrão da pintura!

Rodrigo Borges
Rodrigo Borges
Reply to  TeoB
1 ano atrás

Somos 2, acompanho desde o inicio do FX1, quero virar essa página logo rsrs.

luiz antonio
luiz antonio
Reply to  TeoB
1 ano atrás

Imagino que o padrão será o mesmo adotado pela FAB nos F-2000 considerando o TO. Padrão de pintura de aeronaves militares não precisam ser bonitas e sim eficazes, ou seja, aquela que a FAB entender como mais apropriada.

Zeca
Zeca
Reply to  luiz antonio
1 ano atrás

Luiz, os F-2000 usavam a mesma pintura com que vieram da França.

luiz antonio
luiz antonio
Reply to  Zeca
1 ano atrás

a pintura dos F 2000 foi definida pela FAB sendo fornecidos assim.

Gerson
Gerson
Reply to  luiz antonio
1 ano atrás

As cores não podem ser muito aberrantes, pois se tornam alvos fáceis! Tem que ser discretas e camuflagem…👍

Joao Moita Jr
Joao Moita Jr
Reply to  Gerson
1 ano atrás

Por que não? Tem que pintar o primeiro igualzinho ao avião do Von Richthofen!!!
; )

Fabio
Fabio
Reply to  Gerson
1 ano atrás

A mesma usado no F5 ou de superioridade aérea tomde azul com cinza

Micazotti
Micazotti
Reply to  Gerson
1 ano atrás

Cor invisível é a melhor que existe!!🤔😁

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  luiz antonio
1 ano atrás

Também pode ser verde camuflado em cima para voos de baixa altitude e azul em baixo para voos em alta, para melhor camuflagem…sei láh ha tantas posibilidades

Foragido da KGB
Foragido da KGB
Reply to  TeoB
1 ano atrás

Não sendo aquela pintura de carro de combate, pra mim já tá valendo. Avião “avua” , não anda no meio de matas e montanhas.

luiz antonio
luiz antonio
Reply to  Foragido da KGB
1 ano atrás

Não precisa “avuar” entre matas e montanhas. O que importa é a dificuldade de visualização pelo inimigo, além de efeitos anti-reflexivos para atenuar detecção eletrônica. A beleza da pintura é irrelevante para quem esta no manche, a não ser para desfile e para “paizanos”

kaleu
kaleu
Reply to  luiz antonio
1 ano atrás

melhor que seja eficiente e bonitão

ednardo curisco
ednardo curisco
Reply to  TeoB
1 ano atrás

Vai ser curiosa. Porque ao mesmo tempo que será nosso vetor de interceptação será também nosso caça de ataque, o que leva a diferentes necessidades de pintura! 🙂

Matheus Taveira
Matheus Taveira
Reply to  ednardo curisco
1 ano atrás

Falar igual o Dassault: Se é bonito voa bem…

hellwalker
hellwalker
Reply to  TeoB
1 ano atrás

Considerando a parte pintada do estabilizador vertical e do speed brakes acredito que será no padrão “sueco”.

FighterBR
FighterBR
Reply to  TeoB
1 ano atrás

Vocês estão errados. Será a pintura padrão Suécia para economizar custos

André Bueno
André Bueno
1 ano atrás

Estou ansioso para ver seu desempenho

Pedro S.
Pedro S.
1 ano atrás

Tenho uma dúvida, com essa transferência tecnológica, fechado com a SAAB, O Brasil vai poder mesmo desenvolver o seu propio caça no futuro? ou isso é balela ?

FICO SÓ OBSERVANDO
FICO SÓ OBSERVANDO
Reply to  Pedro S.
1 ano atrás

Sem uma Indústria Aeronáutica Genuinamente Brasileira vai ficar MUIIITO difícil desenvolver o seu próprio caça POR RAZÕES OBVIAS

Mauricio R.
Reply to  FICO SÓ OBSERVANDO
1 ano atrás

A ESD não foi vendida aos americanos, resta saber como ela pretende se capacitar a conceber, projetar, construir e certificar uma aeronave de caça.

Tallguiese
Tallguiese
Reply to  FICO SÓ OBSERVANDO
1 ano atrás

Sei não. O Brasil tem um péssimo costume de não aproveitar tecnologia adquirida. Com o AMX só serviu pra desenvolver aviões civis, comprou as Amazonas junto com os projetos delas é não usam, com os submarinos só fez o tikuna, com os caracal não estão usando nada preta desenvolver heli de ataque e por aí vai

Tiago
Tiago
Reply to  Pedro S.
1 ano atrás

O ideal seria que o próximo passo fosse o Brasil envolvesse nossa indústria em algum grande projeto, como parceiro chave – algo como os ingleses no programa JSF.

Com isso, poderíamos posteriormente criar um caça nacional ou liderar um programa multi nacional, sem o custo de criar uma “base instalada” que nos capacitasse a fazer isso do zero, como seria se o FX-2 tivesse optado pela construção de um caça 100% nacional.

Fernando Turatti
Fernando Turatti
Reply to  Pedro S.
1 ano atrás

Honestamente, sempre pudemos na teoria. O que impede isso de verdade é a demanda. Não temos demanda pra um caça. Aliás, depende do que chama de “caça nacional”. Um Tejas por exemplo conta pra ti como caça indiano? Se sim, só nos falta mesmo a demanda na casa de uma centena. Se não, se quiser tudo nacional, aí só se tivéssemos realmente muita vontade($$$)

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  Pedro S.
1 ano atrás

Balela.
O Brasil sempre teve essa capacidade técnica, o problema é que buscam sempre o caminho mais “fácil” e que dá retorno rápido.
Agora com a doação da Embraer para Boeing dúvido.
Há menos que o GF incentive nova empresa, contrariando os interesses das grandes potências.

Zoe
Zoe
Reply to  Foxtrot
1 ano atrás

Bom dia meu amigo,
A Embraer não foi doada. A Embraer não tinha alternativa, se não aceitasse a Joint Venture com a Boeing, a Boeing faria com a Bombardier, ou simplesmente investiria mais em uma própria linha de aviões comerciais. Isto foi uma questão de sobrevivência para a Embraer, ou aceitava isto, ou era engolida pela gigante.

Camargoer
Camargoer
Reply to  Zoe
1 ano atrás

Caro. Eram duas possibilidades. Atender os acionistas ou atender o interesse nacional. Agora, virou Embraer(a)

Camargoer
Camargoer
Reply to  Zoe
1 ano atrás

Lembrei da Mitsubishi… Não consta que os japoneses pensam em perder sua indústria aeronáutica, aliás que era menor e menos consolidada que a Embraer(a)

Nilson
Nilson
Reply to  Zoe
1 ano atrás

Só uma correção, a Airbus se uniu a Bombardier o que fez com que a Boeing procurasse a Embraer.

teropode
Reply to  Pedro S.
1 ano atrás

Isso nunca vai ocorrer , não existe vontade política, não existe mercado interno e modelos como o Gripen E serão os últimos de sua geração, o futuro será de drones é aeronaves orbitais , talve s a indústria civil absorva e aplique alguma coisa em seus produtos , não acredito que a indústria de defesa tire bons resultados disto , sem mercado interno todo esforço se torna inútil. Já ta na hora de co9car grana nas pesquisas sobre IA e drones .

Marcos10
Marcos10
Reply to  Pedro S.
1 ano atrás

Em tese poderia desenvolver uma aeronave similar ao Gripen. O problema é que a próxima geração já chegou e a seguinte já está sendo pensada.
Então na próxima compra vamos pedir penico, ops, ToT novamente.

Fligth_Falcon
Fligth_Falcon
Reply to  Pedro S.
1 ano atrás

Tudo depende de algo simples, mas que faz toda diferença. $$$$

Liis
Liis
Reply to  Pedro S.
1 ano atrás

Isso é balela… Americanos não liberaram os produtos para nós.

Stene Pires
Stene Pires
1 ano atrás

E eu estou ansioso para ver começar a fabricar aqui no Brasil.

Paulo1
Paulo1
1 ano atrás

Se defender de quem com o Gripen NG????

HMS TIRELESS
HMS TIRELESS
Reply to  Paulo1
1 ano atrás

O Gripen está em um patamar acima dos demais vetores da região, inclusive os Su-30 bolivarianos. Acima dos nossos aviões apenas os Typhoon que a RAF mantém em Mount Pleasant

Marcelo Bardo
Marcelo Bardo
Reply to  HMS TIRELESS
1 ano atrás

Nem os Typhoon.

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Marcelo Bardo
1 ano atrás

O Typhoon Tranche 3 foi pensado para ficar abaixo apenas do F-22, em termos de desempenho de voo, sem dúvidas é superior a todos os 4,5º g, ficando abaixo apenas do F-22, quanto a eletrônica, acredito ser superior também, mas apenas em alguns pontos, como capacidade do radar, visto ter um espaço maior no radome para uma antena maior e possívelmente ter uma geração de energia maior, todavia, isso tudo tem um custo (aquisição e manutenção), que de modo global, deva ser ao menos 3x maior do que o do Gripen E.

Alex Nogueira
Alex Nogueira
Reply to  Alex Nogueira
1 ano atrás

O fato de ter um desempenho em voo superior (acredito que taxa de subida e velocidade máxima maiores), não é algo que traga uma grande vantagem na maioria das situações, é necessário se pensar que o Typhoon tem como missão prioritária a interceptação e a superioridade aérea, por isso conta com excelente relação de empuxo/peso, sendo as capacidades ar-solo e ar-mar secundárias, o que não permite dizer que não sejam boas.

MFB
MFB
Reply to  Marcelo Bardo
1 ano atrás

Nunca se enfrentarão. Temos de comparar com o que está sendo feito no Oriente, isso é o que importa.

kaleu
kaleu
Reply to  Marcelo Bardo
1 ano atrás

Sou mais o Gripen E/F, leia a matéria sobre os interferidores

Tomcat4.0
Tomcat4.0
Reply to  HMS TIRELESS
1 ano atrás

Na verdade creio que o Typhoon tbm perde pro Gripen E .

Paulo1
Paulo1
Reply to  Tomcat4.0
1 ano atrás

Não é a questão do NG vencer ou não os Typhoon, é que eles nunca vão se enfrentar porque o Reino Unido detém materiais da construção do NG e por aí vai…

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Paulo1
1 ano atrás

Então que bom que o Reino Unido é uma nação amiga, né? Assim como a maioria dos países do Mundo, com os quais o Brasil mantém relações amigáveis. Nunca se sabe o futuro e é por isso que FFAA bem equipadas e treinadas são necessárias e é por isso que nós, entusiastas, nos esgoelamos nos comentários por aqui. A maioria simplesmente sabe que isso é importante, e sabe o quão demorado é para realmente se implantar doutrina e novos equipamentos. Claro que se discorda da melhor forma de fazer isso ou aquilo ou equipamento X ou Y, mas o sentido… Read more »

Henrique de Freitas
Henrique de Freitas
Reply to  Leandro Costa
1 ano atrás

A Argentina que o diga !

William Duarte
William Duarte
Reply to  Paulo1
1 ano atrás

Acho outra coisa, não há possibilidade de possível confronto entre qualquer usuário do NG da versão anterior C/D e o Reino Unido. Me dê um país, destes os mais “independente” são o Brasil e a Africa do Sul, dois países com excelente relacionamento com a “Sua Majestade”. Não é atoa que o Ocean navega com cores brasileiras hoje. Mas um dia eles irão até entrar em combate nos céus e acho que vai ser no Nordeste, mas simulando e treinando doutrinas e acho que até F-18 e 35 correrão risco de riscar os céus do Nordeste para deleite dos amantes… Read more »

Gustavo
Gustavo
Reply to  HMS TIRELESS
1 ano atrás

Typhoon só ganha em custar caro.

Humberto
Humberto
Reply to  Paulo1
1 ano atrás

É uma ótima pergunta, apesar de tanta gente ter dado voto negativo. Os militares JAMAIS irão externar a sua resposta, pois quem elenca os seus inimigos, está convidando eles a se prepararem. Olhando aqui na America do Sul, temos a Venezuela com os poderosos Su-30 que inegavelmente é um caça poderoso, o Peru com os Mig 29 e Mirage 2000, e EXAGERANDO MUITO os Rafale (na Guiana Francesa), os Typhon da Inglaterra e os F-16 do Chile. Qualquer um destes caças iria dar muito trabalho para FAB, mesmo com o Gripen, apesar de muitos foristas tratarem com desdém os outros… Read more »

Leonardo
Leonardo
1 ano atrás

Descaso com FAB cadê caça tampão até os gripem chegar ,por enquanto sucatas voadora F5M A1 .

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Leonardo
1 ano atrás

Se o Gripen já tá quase pronto e já está alí na esquina´´, pra que gastar uma grana ( que não temos ) com um novo´´ caça tampão a essa altura do campeonato?

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  Leonardo
1 ano atrás

Fossem os Gripens C/D a uns 4 anos atrás até faria algum sentido. Mas a essa altura do campeonato começar toda uma logística diferente por conta de 2~3 anos não tem lógica alguma.

Ronaldo
Ronaldo
Reply to  Leonardo
1 ano atrás

Boa Tarde Leonardo,permita-me discordar só um pouco de você,eu também gostaria de ver voando por aqui outros caças como o F-16 até a chegada dos novos caças Gripen,olha o F-5M só está ultrapassado de idade não é sucata porque sucata é tudo aquilo que não serve mais pra nada e esse não é o caso do F-5M e os AMX A1,pra você ter uma ideia os caças AMX A1 são caças excepcionais de ataque ao solo,tanto que foram testados em combates pela força aérea da Itália que eles também possuem os caças AMX,são caças robustos e creio eu que aguentam… Read more »

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Leonardo
1 ano atrás

Para quê caça tampão 🤔⁉️ Para gastar dinheiro que mal temos em uma aeronave, que digamos que fosse alguns falcon via FMS, com um precinho de 🇺🇲brother to brother🇧🇷. Mesmo assim iríamos gastar com aquisição, modernização, treinamento de pessoal, armamento, peças sobressalentes, ferramental e possivelmente transporte… Para tempo depois, chegar os Gripen, onde teríamos que talvez gastar com quase tudo que iríamos gastar com os tampões. Há um imediatismo quanto ao Gripen, como se estivessemos na eminência de um conflito regional ou mundial e que precisássemos urgentemente de meios para a defesa. Não teremos tampões, nem rafales, superbricks, falcon ou… Read more »

Gustavo
Gustavo
1 ano atrás

Venha F-39 matricula 4901, talvez?

Bispo
Bispo
1 ano atrás

O matador de SU… rs

GFC_RJ
GFC_RJ
Reply to  Bispo
1 ano atrás

Isso aí! Matador de SU!!! Os anti pira! Rs

Tomcat4.0
Tomcat4.0
1 ano atrás

Vem pra nós lindão.rs
Será qual a pintura desta máquina hein???

Antunes 1980
Antunes 1980
1 ano atrás

Foi abatido por um míssil terra ar dos rebeldes separatistas. Ou seria um plano norte americano para desestabilizar este pujante país chamado Venezuela. Hein?

Tico
1 ano atrás

Uma dúvida, alguém já soube de algum vôo da aeronave totalmente equipada com radar AESA, IRST por exemplo? Por que até onde sei até agora não teve vôo com o gripen E completamente equipado, e digo completamente pois só estou falando do avião em sim, pois some-se a isso os testes com armamentos, pelo menos os mísseis ar-ar, então essa é minha dúvida, como eles vão entregar o avião à FAB, se nem foi terminada por completo e testada ainda? Para que fique claro, não estou criticando o gripen não, até gostei bastante da FAB tê-lo escolhido como seu caça,… Read more »

nonato
nonato
Reply to  Tico
1 ano atrás

Também não entendo.
Não certificaram e já vão entregar…
Se bem que é o mesmo gripen C, com modificações.
Tanque de combustível maior, novo motor, radar AESA.
Talvez a estrutura do avião já esteja aprovada.

BILL27
BILL27
Reply to  Tico
1 ano atrás

A aeronave ficara na Suecia .Vem para o BRasil somente em 2021

Tiago
Tiago
Reply to  Tico
1 ano atrás

Sobre a ausência do IRST, o que eu li é que o espaço que ele ocupará está sendo usado para acomodar sensores específicos para esses vôos de certificação. E que isso não trás nenhum prejuízo para a versão final da aeronave porque a integração com o software pode ser feita sem a necessidade de ele estar instalado no avião. Com certeza ele vai também fazer parte de vôos de certificação, no momento adequado, porque não se pode declarar nenhum avião plenamente operacional se todos os equipamentos e instrumentos instalados nele não passarem por diversos testes. Quanto a esta unidade que… Read more »

wwolf22
wwolf22
1 ano atrás

O Gripen biposto esta sendo projetado no Brasil por que ate então so tinha o monoposto, correto?? sendo assim, a Embraer “detém” os direitos de projeto/produção/venda do jato biposto ou não??

Flamenguista
Flamenguista
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

O Gripen sempre existiu em ambas as versões! O novo Gripen nao tinha versão biposto, porque a Suécia abriu mão dessa configurção. Como o Brasil quer os bipostos, o desenvolvimento ficará a cargo de Embraer e Saab. Tanto é que, recentemente a Suécia ofereceu a versão biposto para a Finlandia.

Mauricio R.
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

A tecnologia e o produto são da Saab, logo…

Humberto
Humberto
Reply to  wwolf22
1 ano atrás

É uma ótima pergunta.
A Força Área Sueca não tinha interesse (por não ter orçamento) pela versão Biplace e optou em manter o treinamento na versão D. O Brasil que está responsável pela versão biplace do novo gripen. Não sei como ficaria uma encomenda de um outro país desta versão, se seria montado no Brasil, se o país irá receber royalties etc. A versão Biplace não pertence ao Brasil, mas também não acho que seja só da SAAB, deve existir alguma clausura que possa bonificar o Brasil.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Humberto
1 ano atrás

Creio que o lucro seja dividido, pois os bipostos serão produzidos aqui na embraer, sendo a saab a vendedora dos biposto e a embraer a montadora

wwolf22
wwolf22
Reply to  Rodrigo
1 ano atrás

ce ta querendo dizer que a SAAB vai vender o biposto mas a Embraer eh que vai fabrica-los??
quem tem os “direitos” sobre o Gippen biposto?? muito complicado esse assunto….

Carlos
Carlos
1 ano atrás

Um Bom Caça , mas os Su-35 e Su 57 e SU -30 Russos Estão no Andar Acima , mas os Su-30 Venezuelanos no Andar Abaixo

Marcos Cooper
Marcos Cooper
Reply to  Carlos
1 ano atrás

Não estão não! Esses constituem a presa natural do Gripen.

Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Marcos Cooper
1 ano atrás

Perdoa mas isso é conversa pra boi dormir, o Gripen é bom mas não é um milagre!

José Galdério
José Galdério
Reply to  Carlos Gallani
1 ano atrás

Eu costumo ler os comentários aqui mas nunca entro na discussão, mas confesso que fico decepcionado e já penso em começar a ignorar a leitura destes. Não dá para entender essas comparações entre vetores como se fossem cartas de super trunfo, existem muitos fatores importantes para decidir quem sai vencedor em uma batalha entre dois caças, como a doutrina, por exemplo. Um piloto bem treinado, em uma força capacitada, fará toda a diferença em um confronto e pode perfeitamente fazer o underdog sair como vencedor. Menos, pessoal, bem menos.

Luiz Antonio
Luiz Antonio
Reply to  José Galdério
1 ano atrás

Comentei algo parecido com o seu comentário há uns três dias e fui “ceifado” sei lá por quais motivos.

Marcos Cooper
Marcos Cooper
Reply to  Marcos Cooper
1 ano atrás

vai dormir boi….

PauloSollo
Reply to  Carlos
1 ano atrás

Entenda uma coisa rapaz, o SU-57 não passa de um protótipo que nem motores definitivos ainda tem. Os indianos sócios do projeto o descartaram dizendo que não cumpre com os requisitos e sua capacidade Stealth é pífia. Não está sequer certificado ainda para lançar mísseis ar-ar e até os russos estão desistindo dele ao encomendar apenas 12 para testes, segundo disseram. Os SU-30/35 ainda não provaram nada em combate. Acreditar que são os melhores se baseando apenas em propaganda oficial é coisa de fanboyskis alienados.

dilson
dilson
1 ano atrás

show…. ninguém tem informação da cor q a fab escolheu?

Foragido da KGB
Foragido da KGB
Reply to  dilson
1 ano atrás

Não sendo aquela pintura de carro de combate, pra mim já tá valendo. Avião “avua” , não anda no meio de matas e montanhas.

Bosco
Bosco
Reply to  Foragido da KGB
1 ano atrás

Avião de ataque a baixa altura costuma ter camuflagem semelhante ao do terreno sobrevoado para dificultar ser visto por uma aeronave que esteja voando mais alto.

Sergio Peixoto
Sergio Peixoto
1 ano atrás

…máquina espetacular….

Antunes 1980
Antunes 1980
1 ano atrás

Agora só falta a SAAB conseguir mais alguns compradores.

Adelino
Adelino
1 ano atrás

Eu ansioso para ver esse para-brisa….

Ivanmc
Ivanmc
1 ano atrás

Bem que a Saab poderia fazer um tour com os Gripens C/D pelo Brasil. Até o Ng ficar pronto.

Paulo Costa
Paulo Costa
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

Ja tem mockup, simulador, CG,… enfim, ja da pra imaginar como sera e tudo isso e bem mais barato que trazer um caça e fazer show aéreos

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Paulo Costa
1 ano atrás

Sim, mas nem se compara ver um mockup, simulador, etc. Do que ver o caça voando. Para nós não foi tão barato eles poderiam se esforçar, também. É complicado comprar caças de uma empresa com problema de caixa para expor os seus produtos.
Sei que não tem nada a ver, mas acho que foi em 2018 UNITAS o exercício com o Porta aviões dos EUA aqui no Brasil com a FAB, teve um F-18 SH pleno aqui na BACO. Mais de uma vez no Brasil teve o F-18 visitando para exercícios.

Gilson
Gilson
1 ano atrás

Bom gente, quanto ao esquema de pintura eu acho que já está mais que definido pela FAB, até porque esse primeiro avião a ser entregue em 2019, creio eu que a pintura camuflada será feito na Suécia, ou o avião vira com aquela primeira camada de tinta, eu acho que não. Tem muitas camuflagem do Gripen, Brasileiro na internet até mesmo camuflagem digital, agora aque será usada pela FAB, vamos ter quer esperar para ver. Quanto ao radar e seus componentes eletrônicos embarcados se tivesse alguma coisa ainda faltando a ser testado e aprovado, creio eu que esse primeiro avião… Read more »

Bardini
Bardini
1 ano atrás

Pra quem quer ver um Gripen camuflado… comment image

Foragido da KGB
Foragido da KGB
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Gzuis amado , por que me abençoaste com a visão e ter que olhar pra tamanha atrocidade, pecado e feiura … 🙁

leandro
leandro
Reply to  Bardini
1 ano atrás

isso é um gripen ou um leopard com asas . kkkkkkkkkkkkkkkk

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Ficou boa a pintura. É o Agressor da FAB.

Paulo Henrique
Paulo Henrique
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Até que eu gostei kkkkk

Miranda
Miranda
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Gripen camuflado para os batalhões de selva? Caças, bombardeiros etc andam no ar, de dia, de noite, com chuva, neblina, nuvens de vários tipos etc. Ele tem que ter camuflagem, furtividade… para estes ambientes.

Edson Parro
Edson Parro
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Achei bem bonito.

Foragido da KGB
Foragido da KGB
Reply to  Edson Parro
1 ano atrás

Como diz um amigo meu, ” seu mau gosto não se discute “. 😛

Adriano Luchiari
Adriano Luchiari
Reply to  Foragido da KGB
1 ano atrás

Minha mãe me dizia que não existe mau gosto, existe o nosso gosto e o gosto dos outros.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Bardini, acho que essa camuflagem seria o mais ideal

comment image

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

Também muito linda…

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

Ficou bacana Alessandro, é a pintura dos nossos M2000.

Humberto
Humberto
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

Eu acho que a pintura irá ser algo muito perto do F-5 de hoje. Militar é um ser conservador (ainda bem) e tende a manter o que já existe hoje, ou seja, tende a ser mais do Bardini.

Foragido da KGB
Foragido da KGB
Reply to  Humberto
1 ano atrás

Militar não é conservador. Militar é positivista !

Hélio
Hélio
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Isso sim é uma pintura que impõem respeito.

José
José
Reply to  Hélio
1 ano atrás

Impõe respeito, mas até meu filho que vai nascer consegue ver ele a uma distância triplicada devido a sua camuflagem de andar na SELVA.

Alessandro
Alessandro
Reply to  José
1 ano atrás

José, a foto montagem que colei, tem a mesma pintura dos nossos Mirage 2000 que aposentaram, não tem nada que lembre a “selva” nele, deve ser problema no seu monitor ae rsrs…

Rodrigo M
Rodrigo M
Reply to  José
1 ano atrás

José, pelo menos por hora os Gripens ficarão em Anápolis, não na selva. E o céu no planalto central costuma ser azul.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Esse eu acho decente, apesar que o verde poderia ser mais escuro tipo os dos helicópteros do exército sueco.

M.Lobo
M.Lobo
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Este é o padrão de pintura utilizado pelo J-37 Viggen, caça substituído pelo Gripen.

Eduardo Ramos
Eduardo Ramos
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Eu não ligo para a camuflagem nesta imagem apenas me interessa o que realmente importa, misseis BVR e Antinavio, agora a FAB vai poder afundar um navio mesmo que seja em uma simulação sem ter que se aproximar ao alcance das armas antiaéreas deste navio para poder lançar umas bombas.

ALEXANDRE
ALEXANDRE
1 ano atrás

Mais 5 lotes seria bom.

William Duarte
William Duarte
1 ano atrás

Não vejo a hora do “bichinho” pintado no padrão BR, pode ser até rosa choque, mas que tudo que se tenha falado sobre ele em suas expectativas sejam verdadeiras: Supercruise, baixa assinatura de radar e um matador de Su-27-30 -35, F-35, F-18, f-16 e os chineses, que coloque o Brasil em um patamar de dissuasão regional compatível a seu tamanho e que cumprida as expectativas pelo menos mais 60 unidades em dois lotes ate 2025 no máximo.

Gorgoroth
Gorgoroth
Reply to  William Duarte
1 ano atrás

Que isto kkkkk

Foragido da KGB
Foragido da KGB
Reply to  William Duarte
1 ano atrás

Bicho tu tá virado no Jyraia … que diacho voce tá usando ??? 😛

Leonel testa
Leonel testa
1 ano atrás

Galante o Gripen sera chamado pela fab de F39 mesmo ? E oficial ?

Sérgio Luís
Sérgio Luís
1 ano atrás

A principal função será a superioridade aérea então é claro que será cinza!

GripenBR
GripenBR
1 ano atrás

“Alea jacta est”. Agora é só aguardar! Brevemente pousando em Anápolis.

Adilson
Adilson
1 ano atrás

Para fechar 100%, só falta um leque de armamentos adequado para que essa aeronave possa demonstrar todas as suas possibilidades e poder real de dissuasão!!

Tiago
Tiago
Reply to  Adilson
1 ano atrás

Ao que tudo indica a FAB quer Meteor + IRIS-T (com apoio eventual dos A-Darter). É um set ar-ar excelente. Os Iris-T, pelo que me lembro, já foram comprados. Agora é torcer pra virem os Meteor tbm.

Paulo Costa
Paulo Costa
Reply to  Adilson
1 ano atrás

Correção … “falta um leque de armamentos adequado..” E mais um segundo lote de 36 aeronaves por favor

Carlos
Carlos
1 ano atrás

Meu comentário simplório ficou retido , porque ?

Aleksander Tomaz de Souza
Aleksander Tomaz de Souza
1 ano atrás

Tecnologia brasileira em operação. Iria mais longe: adicionar motor de Keppe é o desafio.

Alexandre
Alexandre
1 ano atrás

Como entusiasta, espero muito a oportunidade de ver de perto essa máquina. Portões abertos ficarão show………

Heu
Heu
1 ano atrás

Vem pra cá, belezinha!

Bosco
Bosco
1 ano atrás

Ele não deveria estar sendo montado numa linha de montagem?
*Isso pra mim tá mais pra montagem de um protótipo.

Paulo Costa
Paulo Costa
Reply to  Bosco
1 ano atrás

Pois é ..pensei o mesmo Bosco

É um protótipo que vira para teste este ano no Brasil.

As aeronaves Linha de montagem começam talvez ano que vem na Suécia

Anderson
Anderson
1 ano atrás

Ta faltando sair aquele contrato dos misseis meteor o mais rapido possivel.

Farroupilha
Farroupilha
1 ano atrás

GripenNGBR…E…F…
Ainda que voe pelos vales de sombras das nuvens…
Não temerá caça inimigo algum…
Seu cajado Meteor o ampara…
Seus guias fabianos com táticas certeiras o guiam.
Em verdes-amarelos hangares…
Repousará em tranquilo alerta.

Parabéns FAB, está chegando a hora.

Maurício.
Maurício.
1 ano atrás

Bom, vamos lá, vi que citaram o Eurofighter Typhoon, os indianos (sim os mesmos indianos que zuaram o Su-57) alegaram que fizeram a limpa nos Eurofighter ingleses com seus Su-30.
Então por tabela o Gripen é um matador de Typhoon também, já que o Gripen é um matador de Sukhoi, aquele piloto de F-22 que falou que o Typhoon é provavelmente o caça mais capaz no quesito superioridade aérea depois do F-22 deve ser muito inexperiente…
Ah, estou usando a lógica do comandante sueco, nada além disso…

Flávio Henrique
Flávio Henrique
Reply to  Maurício.
1 ano atrás

Maurício, aparentemente a lógica dessa declaração é que os Sukhoi estarão dentro do espaço aéreo sueco… Ou seja não será só os Gripens. Vale lembrar que tanto o Brasil como Suécia tem uma política sobre guerra bem parecida.

PS.: Se o cenário fosse o contrário dúvido que tenha algum caça de 4,5++ geração capaz de se sair bem na Rússia.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Flávio Henrique
1 ano atrás

Flávio, ele disse que o Gripen é um “faixa preta”, que faixa preta é esse que é matador só dentro de sua própria academia ?
Ou você é um faixa preta ou não é !

J.T.Azaro
J.T.Azaro
Reply to  Maurício.
1 ano atrás

Maurício, desculpa me envolver. Esquece super-trunfo, você não compara caça à caça e diz qual sistema ganha, pergunta aos árabes o que eles aprenderam no Século 20… Israel demonstrou da criação até meados de 60 que um sistema aéreo de defesa – seu pessoal e recursos – bem administrado ganham de equipamento bom, ganham bonito, limpo e de lavada. Então anota o que você vai pesquisar para entender a mensagem: você vai ler sobre sistemas de defesa aérea, alerta prévio, guerra eletrônica aérea, sistemas de interceptação terra-ar e etc. Você precisa entender isso até para avaliar um Gripen, que é… Read more »

Wlton
Wlton
1 ano atrás

72 Gripen NG
24 F-15
36 AMX
120 Super Tucano

O restante que a aeronáutica tiver pode vender.

Paulo Costa
Paulo Costa
Reply to  Wlton
1 ano atrás

Concordo contigo nessa lista com exceção do ST que a FAB nao parece interessada em comprar mais, alias ate pretende modernizar 50 tucanos

O caça F-15 na FAB seria oum sonho realizado e ficaria otimo em Anápolis,

E também acho que vale a pena modernizar e tambem entender a vida util de 36 caças AMX-A1 pela Embraer

Gallina
Gallina
Reply to  Wlton
1 ano atrás

72 F-39
12 F-15X
50 ST

Provisoriamente:
15 AMX-M
25 F-5M (do primeiro lote. Os ex agressor estão fora)
Ambos a serem substituídos em, no máximo, 15 anos pelo F-39.
Sds

Felipe S
Felipe S
1 ano atrás

Esperança de que um segundo lote seja encomendado até 2022, com a retomada do crescimento econômico e um bom financiamento como foi o do primeiro, é possível.

Paulo Costa
Paulo Costa
1 ano atrás

Eu gostaria de ver um Gripen pintado no padrão escuro da camuflagem do Sukhoi SU-35 Flanker ou aquela camuflagem digital do caça Sukhoi SU-57 da Russia muito estilosa

RENAN
RENAN
1 ano atrás

Gostaria muito de ver o Brasil adquirir as 36 aeronaves. E em paralelo lá pela 26 entregues iniciar a construção de 100 aeronaves sem a ajuda da norte americana Embraer. JA que a tecnologia foi transferida para o Brasil supostamente temos a capacidade de utilizar junto a outra empresa genuinamente brasileira para construir nossos caças. Se isso acontecer ( óbvio que nunca) sim cada centavo da transferência de tecnologia paga foi bem gasto. Mas tudo Me leva a crer que pagamos para capacitação de uma empresa hoje norte americana. Como somos bons em gastar dinheiro público para fortalecer empresas estrangeiras.… Read more »

Humberto
Humberto
Reply to  RENAN
1 ano atrás

Meu caro, Quem ganhou pela transferencia de tecnologia foram os Suecos (nem entro no mérito se alguém recebeu um belo jaba no Brasil), a EMB Defesa é uma empresa apartada da Joint Venture da Boeing com a EMB, então os malvados gringos não ganharam nada, além do lucro dos componentes que eles vão exportar para montar o caça. Quanto a comprar mais caças além dos 36, Saito na época do final do FX-2 foi bem claro, não tenham esperança que serão adquiridos mais do que estes 36. Até hoje, não lembro de qualquer brigadeiro afirmar algo contrário a isto. É… Read more »

Jagderband#44
Jagderband#44
1 ano atrás

Sukhoi killer, by green-yellow.

Amauri Soares
Amauri Soares
1 ano atrás

Espero que as novas pinturas dos gripens sejam com as tintas desenvolvidas pelo Brasil para torná-lo menos visível aos radares

Hugo
Hugo
1 ano atrás

Não entendo nada d aviões d tipo algum, mas notei uma coisa. Em termos d estética e semelhança a parecença do Gripen com o F5 e enorme e quase como se fosse o mesmo mas remak….acho pq os pilotos brasileiros gostam deste tipo d aeronave….Por fora um quase F5 acho q ele mudou em partes e a engenharia d guerra mesmo.

ghutoz
ghutoz
Reply to  Hugo
1 ano atrás

ambos tem 1 motor, asa e trem de pouso, ai acaba as semelhanças….

Luís Henrique
Luís Henrique
1 ano atrás

É o protótipo brasileiro, pelo cronograma será entregue esse ano. A 1a aeronave produzida em série, se não me engano será entregue em 2021. É superior em sensores e tecnologia embarcada a todos os caças que voam na AS. Incluindo o Su-30 venezuelano e os typhoon nas malvinas. Porém continua sendo um caça Leve, o que o coloca em desvantagens frente ao Eurofighter (médio) e Su-30 (pesado) em algumas áreas, principalmente espaço para sensores maiores e limitações de geração de energia, além de velocidade x alcance x carga de armas. Um Typhoon modernizado com radar AESA, etc. será superior ao… Read more »

Farroupilha
Farroupilha
Reply to  Luís Henrique
1 ano atrás

LH, desculpe, mas, igual a muitos, vc está equivocado. O Gripen E tem maiores tanques que as versões C e D. Sendo que há a possibilidade de tanques extras externos. Seu alcance não deixa nada a desejar. Ainda, faz tempo que a questão de alcance das missões dos caças foi muito ampliado com o uso de aviões tanques. Isto vale para todos os caças que fazem reabastecimento aéreo. Quanto a carga, se necessário maior quantidade, se coloca essa maior carga em vários caças. Aliás o Gripen (mesmo o antigo) foi pensado para atuar sempre em grupo. E com menos carga… Read more »

Adriano Madureira
Adriano Madureira
1 ano atrás
Jeff
Jeff
1 ano atrás

Pessoal, a pintura do gripen não será a mesma dos f-5, já que o gripen é um caça que não será visto de cima, os inimigos o verão somente por baixo, isso se tiverem tempo de ver alguma coisa. 😁

Jeff
Jeff
1 ano atrás

Brincadeiras a parte, eu acho que esse número 1 merece uma bela pintura comemorativa, e com um grande selo “senta a pua” pintado em todo o dorso. Sei lá, inventem algo legal peloamordedeus a FAB merece.

GEN Escobar
GEN Escobar
1 ano atrás

Não ficou claro para mim, o Gripen que será entregue em 2019 não virá para o Brasil para os testes e certificações? Tudo será feito na Suécia até 2021?

Ricardo Galletti
1 ano atrás

O pama sp vai estar pronto para dar manutenção nessas naves ?

Humberto
Humberto
Reply to  Ricardo Galletti
1 ano atrás

Se for utilizada a mesma filosofia da força aerea Sueca, não.
Grandes reparos ou modernizações são executadas na fábrica.

Magost
Magost
1 ano atrás

Todo mundo falando em pintura e tals… mas e esta tinta desenvolvida aqui pelo IAE? Não seria melhor ele vir com a base e depois pintar aqui, ou a tal tinta pode ser usada por outro País?
https://www.aereo.jor.br/2016/03/03/aeronautica-desenvolve-processo-de-pintura-stealth-para-avioes/