Home Aviação de Ataque Caça J-10 pode prejudicar o JF-17 sino-paquistanês no mercado internacional

Caça J-10 pode prejudicar o JF-17 sino-paquistanês no mercado internacional

9585
61
Caça chinês J-10C

Por Roberto Lopes
Especial para o Poder Aéreo

Há pelo menos cinco anos que o projeto do caça sino-paquistanês JF-17 Thunder (FC-1 para os chineses) vem tentando se impor no mercado internacional como um jato militar de 4ª geração (eletrônica) e custo modesto.

Os resultados, até agora, são pequenos.

Encomendas, mesmo, só as das forças aéreas do próprio Paquistão e da vizinha Myanmar (antiga Birmânia). A Nigéria promete, há mais de um ano, ficar com três exemplares, para testes. Arábia Saudita, Egito, Argentina, Bangladesh, Sri Lanka e Irã manifestaram interesse na aeronave, mas depois recuaram.

Mais recentemente o Thunder vem sendo confrontado com um outro novato na faixa dos caças leves: o indiano LCA Tejas. Nesse momento, ambos disputam a preferência da Aviação Militar da Malaísia.

Agora, o sofrido JF-17 precisa enfrentar outro oponente, representante da vigorosa indústria aeronáutica chinesa: o interceptador Chengdu J-10 – cujo nome é Dragão Vigoroso.

Os detalhes dessa competição são bem conhecidos dos fabricantes do J-10. Afinal, a Chengdu é a mesma indústria que, em parceria com o Pakistani Aeronautical Complex, projetou e fabrica o Thunder.

Nesse momento, dirigentes da fábrica chinesa lidam com duas corporações militares asiáticas que parecem vivamente interessadas no J-10: as forças aéreas do Laos e de Bangladesh (antiga Bengala Oriental).

JF-17M de Myanmar

MiG – Cercados por nações da Indochina – Tailândia e Vietnã – muito mais poderosas pelo ar, os laosianos acabam de importar um lote de jatos russos de treinamento avançado Yakovlev Yak-130, próprios para a formação de pilotos de combate, e sinalizam estar determinados a providenciar um substituto para os seus caças de 1ª linha: os antiquados MiG-21, fabricados na extinta União Soviética.

Bangladesh que, para o desgosto da vizinha Índia, vem importando quantidades crescentes de material militar chinês (especialmente para a Marinha), também estaria firmemente interessada no J-10.

O portal de notícias militares chinesas ChinaMil (China Military Online) informou, nesta quinta-feira (24.01), que tanto o governo de Vientiane como o de Daca, teriam capacidade de absorver entre um e dois esquadrões de J-10 – ou seja, entre 12 e 24 unidades do avião.

De acordo com o ChinaMil, o valor unitário da versão básica do J-10 está no patamar dos 30/35 milhões de dólares (a do JF-17 fica entre 25 e 30 milhões).

No final do ano passado, o Comandante do Exército paquistanês, general de quatro estrelas Qamar Javed Bajwa, de 59 anos, sentou na nacele de um J-10 durante o exercício aéreo conjunto China-Paquistão Shaheen VII. O pessoal da Chengdu ficou animado com a perspectiva de os paquistaneses adotarem seu novo caça, mas depois disso veio só o silêncio.

Aos observadores do Ocidente parece pouco provável que os militares de Islamabad, que apoiam o esforço de sua indústria para exportar o JF-17, possam, agora, curvar-se ao J-10 – jato considerado de 4,5º geração, equivalente ao Lockheed Martin F-16 (que o Paquistão já opera).

As armas do J-10C

61
Deixe um comentário

avatar
19 Comment threads
42 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
32 Comment authors
shinnyzealouswatsDenisLuiz Floriano AlvesWats Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Tomcat
Visitante
Tomcat

Esse J 10 é um F16 Typhoon. Mesclaram esses dois e saiu isso.

Pedro nine-nine
Visitante
Pedro nine-nine

Eu vejo um pouco dos conceitos dos americanos, russos e europeus no J10, desde os canards, ao feitio das asas e da posição do cokpit até as entradas de ar. Parece eficiente.
Não esquecer no entanto as óbvias similaridades com o que deveria ter sido o LAVI.

MARCOV
Visitante
MARCOV

O J-10 foi desenvolvido a partir do projeto do IAI Lavi. Na época anterior ao seu desenvolvimento surgiram notícias sobre a venda do projeto israelense para os chineses.
O F-17 foi um desenvolvimento feito a partir do projeto do MIG Izdeliye 33.

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

O negócio é: Se o JF-17 não decola nas vendas o J-10 entra para decolar. A China tá correndo atrás de faturamento. E ae a parceria vai pro espaço… Como dizem o pessoal do norte do Brasil, farinha no pirão que o meu seja o primeiro.

Caio
Visitante
Caio

E por ai mesmo nessa parceria; o pobre Paquistão parece que vai levar uma rasteira do seu maior aliado.
Quanto a aeronave ela realmente parece im pouco melhor que o jf17, e sendo que a própria aviação militar chinesa o utiliza nas nas suas linhas; o contrário do Thunder, que tem por objetivo só o Paquistão e a exportação.

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Nao da pra confiar nos chineses para nada e o Paquistao ta vendo isso agora

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Fora que JF-17 usa a plataforma do Chengdu J-7 que é o MIG-21 chinês. Ae é o mesmo que chegar no hospital para o médico decretar a morte do moribundo.

Isaac
Visitante
Isaac

Farinha pouca,meu pirão primeiro.

(Este é o termo correto.kkkk)

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Obrigado Isaac. Apesar de estar morando em Manaus à 19 anos, ainda não aprendi todos os dizeres. kkkkkkkk

Rene Dos Reis
Visitante
Rene Dos Reis

China já concorrendo com ela mesmo no mercado externo,impressionante.

Claudio Moreno
Visitante
Claudio Moreno

J10 muito mais aparelho que o JF7. O primeiro conta com inovações do Lavi.

CM

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

A China tem avião monomotor para 3 bolsos $$$, o JL-9, o JF-17 e o J-10, feliz dela. Ainda tem o L-15 para quem quer um bimotor de instrução de caça com possibilidade de uso armado.

nonato
Visitante
nonato

Traduzindo, uma cópia de cada caça ocidental para cada gosto, parecido com aqueles perfumes genéricos que imitam perfumes importados.

Denis
Visitante
Denis

Ai, tava demorando. Quando são os ocidentais ou israelenses que copiam, dizem que “o projeto segue conceitos, mas, quando os orientais copiam, é cópia barata.

Brunow basillio
Visitante

Falar em Tejas é forçar a barra , ele seria o F 5 do século XXI , não teria a menor chance contra o J10 e a dúvida se iguala ao JF 17..

Marcos
Visitante
Marcos

Tejas is a unstable aircraft by design ie implements relaxed static stability ( RSS ) like F 16 , Gripen , Rafale JF17 is a stable aircraft design much like the older 3rd generation aircrafts. Tejas uses full digital quad redundant FBW to keep the unstable aircraft in control without pilot input for greater maneuverablity and response like F16 , Gripen Rafale JF17 uses a hybrid analog and digital flight control system. The trainer version uses full digital FBW to cater for SWaP constraints since the aircraft is a stable design. Tejas relaxed static stability (RSS) design and corresponding full… Read more »

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

O próprio Paquistão está mostrando interesse no J-10.
Tem lugar para os dois na F.A. do Paquistão.

nonato
Visitante
nonato

Já tem o F 16…
JF 17 segunda linha para fazer número.

Kemen
Visitante
Kemen

Sem analisar qualidade de material, na qual os dois devem ter similaridade, o J-10 tem alguma superioridade sobre o JF-17, sendo o J-10 mais próximo das capacidades de um F-16 que o JF-17. Mas vale a questão do preço e facilidades oferecidas, além da politica de cada pais no interesse da venda e alguma pressão politica, sem duvida. A China quer mesmo armar com seus aviões um pais ali próximo ? Ou vai deixar para o projeto conjunto sino-paquistanes (JF-17) algo inferior ?

J-20
Visitante
J-20

Não vejo sentido nesse alarde, o F-20 (designação de exportação do J-10) já está no mercado faz muito tempo. O único problema é que ninguém tinha mostrado interesse.

Caio
Visitante
Caio

A China não oferecia a ninguém o j10! Parece que era uma reserva doméstica e com o avanço do j20, nas suas linhas e em tecnologia, eles podem estar começando a rever essa postura.

Andre
Visitante
Andre

Cada vez mais a China ofuscando a ex-potência Russia…

Ninguém vai considerar o Mig-35 como substituto do Mig-21??

Valgo
Visitante
Valgo

Ex potência?A Rússia? Se liga!!!!!

Andre
Visitante
Andre

Quando as principais notícias sobre seu mais recente avião tratam do canopy ou da pintura ou de um futuro contrato ainda não assinado de 13 aviões no segundo lote, pra mim isso indica que não há notícias. Compare com as notícias que vêm da China: aviões sendo produzidos em larga escala, aviões substituindo antigos mig21, aviões sendo produzidos em parceria com outroa países…Rússia é ex potência.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Ofuscando a Rússia?
Está ofuscando os EUA!

Andre
Visitante
Andre

Na arena em que a China e os EUA estão disputando, a Rússia não chega nem perto. Vai viver do passado da URSS, com seus fãs relambrando como era poderosa e como estava disputando os primeiros lugares em tecnologia. O avião que você adora, foi montado sobre um avião soviético. O resto tem o projeto do su57, sem motor definitivo e que a poucos dias conseguiu fazer o canopy, além da super pintura. E incríveis 12 + 13 unidades. Lhe sobra engolir o choro e abraçar a China.

teropode
Visitante

Ofuscando sim , sei que muitos preferem acreditar em sonhos mas a China conquista aos poucos todo me4cado russo de defesa , Drones destas eles já possuem 2 em operação, possuem um caça sthealt para exportação, descansaram os Russos nos contratos para lançamentos de satélites, oque salva a Rússia são suas reservas de hidrocarbonetos e suas bombas n7cles pois em tecnologia estão despencando morto abaixo , não acho uma pena , o mundo será melhor com uma China

teropode
Visitante

poliralizando com os EUA , pelo menos possuem uma cultura mais rica e milenar .

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Ex potencia kkkk

Garoto, Volta la para o site naruto vai porque aqui e para adultos.

Nem falo mais nada porque vai que e doença kkkk

Andre
Visitante
Andre

Apenas chore. A China passou a Rússia a muito tempo. A única coisa que sobrou são os saudosos da URSS, como você. A Rússia não nada de novo desde o fim da URSS. Reciclou aviões e tanques, está presa a navios construídos na época da URSS, bombas nucleares soviéticas. A única coisa nova são os projetos do su57, que notícia com grande pompa o canopy e a pintura, e o projeto do armário, que quebrou na primeira demonstração. Cite uma única coisa que a Rússia fez, pós URSS, que se aproxime aos avanços da China nos últimos 20 anos. Ou… Read more »

Paulo
Visitante
Paulo

O J-10 dá um pau no gripen isso sim.

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

Deve ser equivalente o block 3, não chega a dar um pau.

JPC3
Visitante
JPC3

“”não chega a dar um pau.””

Além da propaganda do partido comunista qual sinal nós temos de que esses caças chineses são melhores que os ocidentais?

JPC3
Visitante
JPC3

“”não chega a dar um pau.””

Além da propaganda qual sinal nós temos de que esses caças chineses são melhores que os ocidentais?

Paulo
Visitante
Paulo

Quantos Gripens foram fabricados?

JPC3
Visitante
JPC3

O que tem a ver o número de caças com a qualidade?

Acho estranho que alguns caças tenham que dar provas de que são bons enquanto outros não precisam fazer nada.

Paulo
Visitante
Paulo

Qual potência militar no mundo que usa o Gripen? Nada contra o Gripen, mas você acha ele a maior maravilha do mundo, pena que não. Infelizmente. É um caça leve para defesa de ponto de países, em tese, pequenos. Foi apenas uma colher de açúcar para a nossa força aérea, parca. Ninguém compra isso, essa é a realidade. Se fosse uns Viper, Flankers, EF2000, SH, strike eagle, a coisa mudaria de figura, mas um caça que é um pouquinho melhor que o thunder, aí é estória para ninar bovinos, como já disseram aqui em outra hora, eu não engulo e… Read more »

JPC3
Visitante
JPC3

Não disse que era a maior maravilha do mundo, só disse que não sabemos nada sobre esses caças chineses. Ninguém faz avaliações sobre algo que não conhece.

Não se preocupe o Gripen, apesar de pequeno, será uma das aeronaves mais modernas da geração dele.

O importante é o que vai dentro das aeronaves, motor aviônica, radar e sistema de guerra eletrônica.

E comparar com um Thunder é injustiça com o Gripen.

Paulo
Visitante
Paulo

A minha resposta ficou trancada. Acho que não ofendi ninguém.

Andre
Visitante
Andre

Paulo, já existem mais pedidos firmes e mais clientes que do su57…apesar que concordo com você, Benchmarking são o Viper, o Eagle, Sh…

JPC3
Visitante
JPC3

Não, amigo.

Provavelmente longe disso.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Paulo.
Pelas reportagens que eu li, os analistas consideram o J-10 superior ao F-16.
Com relação ao Gripen, eu nunca li nada a respeito.

Mário - SEAE
Visitante
Mário - SEAE

Se liga, Paulo. A tecnologia embarcada no Gripen é muito superior ao J10. Sem menosprezar o caça chinês, o avião sueco está entre os mais avançados do mundo.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Baseado em quê sua afirmação ?

Paulo Costa
Visitante
Paulo Costa

Eu nunca quis o Gripen E/F na FAB porque o Super Hornet e superior e poderia ser padrão FAB/MB, mas a corrupção venceu a licitação.

Mas, o Gripen e comprovadamente da geração 4.5 Plus+ , pelo seu conjunto(aviônica, motores, furtividade, armamentos) como um todo e o frankenstein chines e uma incógnita, porque ninguém sabe realmente como ele e so o que se divulga a industria de propaganda chinesa.

O Gripen sai a 100/120 milhões cada caça e o frankenstein sai a 30/35 milhões e ainda ganha 100 ” tênis da Nyke” kkk

Filipe Prestes
Visitante
Filipe Prestes

Olá, Paulo! Veja, a própria FAB escolheu o Gripen. Ninguém empurrou nada pra a força. Sobre o F-18, culpe os próprios EUA com toda a sua espionagem, eles mesmos melaram a venda do caça da Boeing. E até que se prove o contrário, o contrato de compra do Gripen é idoneo.

Wellington
Visitante
Wellington

Myanmar vizinho do Paquistão. Kkkk

cipinha
Visitante
cipinha

O J-10 pode até ser mais sofisticado, mas não acredito que a diferença de valores seja tão pequena, um caça como FA-50 que é um pouco mais limitado e tem desempenho similar ao JF-17, custa por volta de 35 milhões de dólares. Na realidade são caças bem parecidos em nível super trunfo, com o J-10 conseguindo carregar o dobro de armamento.

Paulo
Visitante
Paulo

Agora vai, pelo Military News o J-10 entrou no mercado internacional dia 25-1-19. Game over NG.

Caio
Visitante
Caio

A China teve um grande avanço na tecnologia militar nos últimos 30 anos, mas a Suécia fez isso a 60 anos, logo experiência de saber fazer” know how” como se dizia na minha época, conta muito na escolha de qualquer equipamento; imagine mo setor militar.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Vc está querendo insinuar, levemente ou vagamente, que a Suécia e tecnologicamente mais avançada na área militar que a China?!?!?!
É isso?

JPC3
Visitante
JPC3

Quem sabe, ao invés de só ficar lendo sobre China e Rússia, deveria gastar mais tempo pesquisando sobre tecnologias de outros países.

Talvez assim parasse de ter certezas sobre coisas que nem os maiores especialista do mundo sabem.

JPC3
Visitante
JPC3

Dá uma pesquisada sobre o radar e os sistemas eletrônicos do Gripen antes de vir aqui defender que ele leva um pau de caças baratos chineses.

Filipe Prestes
Visitante
Filipe Prestes

Antonio, é notório que a Suécia tem muito mais tempo construindo caças do que a China. E lembre-se que em última instancia, o “bem tecnologico” (por falta de termo mais adequado) de um país nada mais são do que os cérebros por trás de cada desenvolvimento. Nesse quesito a Suécia nada deve à China.

Caio
Visitante
Caio

Não insunuo Antônio afirmo!. Os suecos já vinham desenvolvendo a moderna ciência, enquanto a China era dominada por ima oligarquia parasita, e domínios territoriais estrangeiros, isso no começo naa primeiras décadas do séc. XX.
Não nego o grande investimento da China nas ciências mas; ainda falta algimas décadas pra se igualar em tecnologias de ponta, no nível Ocidental.

Marcos
Visitante
Marcos

As far as I am concerned Gripen D will eat J10 for breakfast Does anyone know how many J10s have crashed till date due to technical problems ? China maintains close security over any info which shows negative aspect of its country and especially it’s military. Some crashes of J10 have been attributed to FBW failures and one due to structural failure ( same problem was in JF17 there was a crash due to a wing tearing off in flight , which was supposedly remedied by reinforcing the joint and putting certain inflight never exceed parameters . ) Choice is… Read more »

Fellipe Barbieri
Visitante
Fellipe Barbieri

O Camboja não tem nenhuma pretensão do tipo, as FA deles são nada mais que uma mistura de Defesa Cívil, Bombeiros e Gaurda Costeira que tem atribuições civil e de segurança interna . não vão gastar centenas de milhões com caças .

Wats
Visitante
Wats

Author has no idea what he is writing. Jf17 block 3 featires is equivalent to j10. Jf17 is no less than j10. an expert said jf17 is slightly better than f16 block 52.

Jf17 will also have a new customer .azerbiajan.
Second thing the author mentioned is cheap lca. Which was a result of failed peoject. Not in competition to any country.

Luiz Floriano Alves
Visitante

Why? Purquê? Mudou o idioma e não me avisaram? Esses chinas estão muito rápidos na evolução técnica. Até competem com eles mesmos. Como se fosse uma confissão de que o produto anterior não era bem o que queriam fazer.

wats
Visitante
wats

Jf17 is comparable to F16 as per the RUSI Royal United Services Institute analysis,

shinnyzealous
Visitante
shinnyzealous