Home Aviação de Ataque Detalhes dos custos do Plano de Defesa do Japão – 2019-23

Detalhes dos custos do Plano de Defesa do Japão – 2019-23

2549
6
E-2C Hawkeye japonês

Por Bradley Perrett

SYDNEY — Nove aeronaves de alerta aéreo antecipado que o Japão planeja comprar nos próximos cinco anos fiscais custarão em média 26,2 bilhões de ienes (242 milhões de dólares) cada, estima o Ministério da Defesa japonês.
O preço se compara aos US$ 223 milhões que a Marinha dos EUA pagou por cada um dos cinco E-2D Hawkeye encomendados no ano fiscal de 2018.

Quatro aviões-tanque KC-46A Pegasus da Boeing custarão em média 24,9 bilhões de ienes (US$ 229 milhões) cada, informou o ministério em um documento que resume as despesas com equipamentos incluídos em um plano de aquisições para o ano fiscal de 2019-23. A Força Aérea dos EUA está pagando um preço unitário de US$ 201 milhões para os aviões-tanque Pegasus no ano fiscal de 2019.

As aeronaves de transporte Kawasaki Heavy Industries (KHI) C-2, cinco das quais estão incluídas no plano, custarão 24,9 bilhões de ienes cada, informou o ministério.

O Japão está planejando comprar 45 caças Lockheed Martin F-35 Lightning II nos cinco anos fiscais, que terão início em 1º de abril de 2019. Entre eles, 18 supostamente são do modelo F-35B e os outros 27 são F-35A. Em um claro erro de impressão, o ministério estima o custo médio de 45 aeronaves “F-35A” em 11,6 bilhões de ienes. Presumivelmente, o valor significa o preço médio para os caças de ambas as versões.

Outros preços unitários médios são de 22,1 bilhões de ienes para patrulheiros marítimos KHI P-1 (dos quais 12 serão comprados), ¥ 7,3 bilhões para helicópteros navais Sikorsky SH-60K construídos pela Mitsubishi Heavy Industries (13 previstos) e ¥ 8,9 bilhões pelos Boeing CH-47JA Chinook feitos pela KHI (três planejados).

KHI C-2

O custo médio de 20 upgrades do Boeing F-15 Eagle deverá ser de ¥ 3,5 bilhões.

Os custos de construção naval no Japão são notavelmente baixos. O ministério espera pagar uma média de ¥ 64,7 bilhões para cada um dos cinco submarinos a diesel da classe “Soryu” melhorada em 2019-23. Os submarinos, com cerca de 3.000 toneladas de deslocamento na superfície, possuem baterias de íons de lítio. Os 12 submarinos a diesel da classe “Attack” da Austrália serão cerca de 50% maiores – e custarão em média A$ 4,2 bilhões (US $ 3 bilhões) cada em um programa de construção que se estenderá até 2050. Mesmo se a inflação for compensada, é difícil conciliar com os custos japoneses.

O documento de aquisição do Japão ao qual as estimativas de custo se aplicam é o Plano de Defesa de Médio Prazo, publicado em 18 de dezembro de 2018. Seu conteúdo está sujeito à aprovação anual do Ministério da Fazenda e do Parlamento.

Kawasaki P-1
Kawasaki P-1

FONTE: Aviation Week

6
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
5 Comment authors
Jota KáFlávio Henriquecesar silvaLewandowskiWillber Rodrigues Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Willber Rodrigues
Visitante
Willber Rodrigues

Essa “Guerra Fria 2.0” tá fazendo a alegria dos fabricantes de armas…

Lewandowski
Visitante
Lewandowski

São bonitos esses C-2 e P-1…
.
Sds

cesar silva
Visitante

alem de caro esses submarinos só em 2050 os 12 estarão operacionais?

Flávio Henrique
Visitante
Flávio Henrique

O valor está em yens os ¥ 64,7 bilhões (yens) seria algum entorno de US$ 595 milhões…

Jota Ká
Visitante
Jota Ká

O Cesar deve estar se referindo aos australianos. Caríssimos!

cesar silva
Visitante

sim desculpa por não ter sido claro