Home Aviação de Ataque Israel para a Croácia: venda dos caças F-16 cancelada por objeções dos...

Israel para a Croácia: venda dos caças F-16 cancelada por objeções dos EUA

9501
87
F-16 Netz de Israel

Israel não poderá concluir o acordo F-16, que foi assinado com a Croácia em março passado, após as restrições de Washington ao contrato de venda, de acordo com relatos de domingo.

O diretor-geral do Ministério da Defesa, Udi Adam e Michel Ben-Baruch, chefe da SIBAT, a Direção de Cooperação e Defesa Internacional do Ministério da Defesa de Israel, deve visitar a Croácia esta semana e informar ao Ministério da Defesa croata que o acordo foi cancelado.

FONTE: ynetnews.com

NOTA DO PODER AÉREO: O Conselho de Defesa da República da Croácia anunciou em 28.03.2018, sua aprovação à compra de 12 caças usados F-16D Barak bipostos, disponibilizados pela Força Aérea de Israel.

A operação comercial custaria cerca de 500 milhões de dólares, quitados em dez parcelas.

A previsão era de que as primeiras aeronaves fornecidas por Israel pousassem na capital croata no último trimestre de 2020.

As aeronaves serviriam à recomposição do elemento de combate da Força Aérea Croata que, no período 2019-2020, desativará todos os seus 12 MiG-21bisD/UMD, reformados na Romênia, em 2003, para o padrão Lancer.

Antes de escolher os F-16 de Israel, a Croácia também avaliou o Saab Gripen C/D e F-16 Block 70/72 novos da Lockheed Martin.

Subscribe
Notify of
guest
87 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Mauricio_Silva
Mauricio_Silva
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Olá Alexandre, tudo bem com você?
Já reparei que toda vez que posto um comentário anexando um vídeo, o mesmo não é publicado na hora, ficando em moderação.
É isso mesmo?
Em tempo, nada contra. Até é melhor verificar o que trata o vídeo antes de publicá-lo.
SDS.

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Alexandre.
Ao que aparece um voto positivo está anulando um negativo e vice-e-versa.
Não teria como deixar os dois?
Explico:
Se alguém postar algo que possa criar polêmica (no bom sentido) e tiver 15 positivos e 15 negativos, o resultado seria 0 (zero).
Assim, parece que ninguém curtiu ou ‘descurtiu’.
Procede o meu argumento?

Mauricio_Silva
Mauricio_Silva
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Olá.
Perfeito, muito obrigado pelo esclarecimento.
SDS.

Vinicius
Vinicius
1 ano atrás

Qual é a diferença de F-16D para um F-16 Block 70/72? Washington barrou por vontade própria ou por reclamação da Lock Heed?

Plínio Júnior
Plínio Júnior
Reply to  Vinicius
1 ano atrás

Os block 70/72 são mais recentes em termos de aviônica e tem opção de radar AESA, pelo visto os Croatas não possuem recursos para um avião novo, por isto a opção de usados.

JPC3
JPC3
Reply to  Plínio Júnior
1 ano atrás

Li em outro lugar que esses F-16 possuem aviônica e adaptações para força aérea de Israel. São diferentes dos F-16D da USAF.

DOUGLASTARGINO
DOUGLASTARGINO
1 ano atrás

Eu sendo a Croácia, não compraria nenhum caça dos EUA por conta disso. Preferia comprar de um outro país algum avião, menos dos EUA.

Adriano RA
Adriano RA
1 ano atrás

Esses aviões vão acabar na Colômbia… com alguns equipamentos retirados pelos israelenses, ao menos no papel.

Sidney
Sidney
1 ano atrás

Se não comprar dos EUA já que estão buscando alinhamento com o Ocidente só resta viável os Gripen? O Rafale é impraticável o preço para um país tão pequeno. Em algum fórum anterior alguém comentou que Israel estaria vendendo a um preço muito baixo aviões que recebeu em doação dos EUA ainda no tempo da Primeira Guerra do Golfo para não responder os ataques Iraquianos. Procede esta informação? E se for isso verdadeiro, não deixo de dar alguma razão aos EUA, considerando tudo que fazem para Israel e considerando seu grande estoque de F-16.

Fabio Araujo
Fabio Araujo
Reply to  Sidney
1 ano atrás

Também acho que os Gripens estão com uma chance de levar essa!

jonas123
jonas123
Reply to  Fabio Araujo
1 ano atrás

Pergunto-me se os suecos terão Gripens C/D suficientes para vender em segunda mão. Já venderam tantos…

Plínio Júnior
Plínio Júnior
1 ano atrás

Os americanos podem estar tentando forçar os croatas a comprarem F-16s diretamente deles, é bom lembrar que a AMARG tem muitos F-16s ex-USAF/ANG disponíveis e junto a isto, um bom contrato de manutenção dos mesmo com os americanos, gerando empregos entre eles.

andrepoa2002
andrepoa2002
1 ano atrás

Bem que faz os EUA, espero que o Brasil siga esse caminho de defesa do interesse nacional, que não fazia em governos anteriores.

kevinbuenuu
Reply to  andrepoa2002
1 ano atrás

O queres dizer com isso em relação ao Brasil?

Rodrigo M
Rodrigo M
1 ano atrás

Cá entre nós, Israel deve praticamente sua sobrevivência aos EUA..

Adriano RA
Adriano RA
Reply to  Rodrigo M
1 ano atrás

Uma curiosidade histórica é que o estado de Israel foi fundado sob um embargo americano e o primeiro esquadrão da recém criada Força Aérea Israelense foi equipado com uma versão do Me-109G produzida na Tchecoslováquia. Os aviões chegaram seis dias após a criação do estado de Israel e cinco dias após o começo das hostilidades com o Egito e outras nações Árabes. Na prática, foram fundamentais para garantir a criação do novo país.

Marcos Cooper
Marcos Cooper
Reply to  Adriano RA
1 ano atrás

exato! eram os Avia S-99 e S-199,eram caças mortais,para os próprios pilotos israelenses. Mais perigosos que os inimigos que deveriam abater.

heverton Ribeiro
heverton Ribeiro
Reply to  Adriano RA
1 ano atrás
João
João
1 ano atrás

Os russos venderiam caças da linha Sukhoi ou Mig a qualquer momento. Mas tem os gripens Suécia também. Só que tanto esses quanto o Eurofighter dependem da benção do tio sam de Otan pra serem vendidos pro leste europeu.

Sidy
Sidy
Reply to  João
1 ano atrás

Posso estar enganado, mas creio que eles não querem material russo, justamente para não ficarem dependentes deles.
Quanto às chances do Gripen, creio que dependem muito de haver ou não uma oferta de F-16s de segunda mão vinda dos EUA. Se houver, a questão financeira pesará muito. Já caças como Rafale e Eurofighter acho que estão fora do páreo, devido a seu alto custo operacional.

Aristides Filho
Aristides Filho
1 ano atrás

Certíssimo os Estados Unidos

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
1 ano atrás

Pelo que me lembre só a Romênia usa a modernização Lancer para os Mig-21 desenvolvida pelos israelenses, a Croácia usa a UMD que devem usar até 2022.
“Croatia :12 aircraft in service as of 2018. Upgraded in 2003 to MiG-21BisD/UMD standard and refurbished again in 2014. ”
Cockpit da versão Mig-21 UMD https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTXk2PUZaS3SnXUrnlvaaKj9_1v8jfJlAwkNauI2Hii9ukauJ2L

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  Walfrido Strobel
1 ano atrás

Achei mais detalhes na página sobre o Mig-21, realmente não é Lancer o Mig-21 dos croatas. “Aerostar then went on to perform an upgrade program for 12 Croatian MiG-21s, including 8 MiG-21bis single-seaters and 4 MiG-21UM two-seaters, with the deal signed in 2002. Although initial reports suggested that this was a Lancer-class upgrade, it was actually much more modest, involving refurbishment of the airframes — which were purchased by Croatia as surplus from some unspecified Eastern European nation — and a simple avionics upgrade, including a new beacon navigation receiver unit, a GPS receiver, plus NATO-compatible IFF and radios. There… Read more »

Hélio
Hélio
1 ano atrás

Está aí mais um exemplo do porquê devemos manter distância dos americanos, se fazem isso com os aliados mais próximos, o que fariam conosco? Os americanos nunca foram confiáveis, sempre conduziram sua politica externa num misto de lobby (sem corrupção, afinal, eles são limpinhos e cheirosos) e vaidades pessoais. O pior são os “patriotas” dizendo que os EUA estão certos, oras, se estão no direito deles, que seja um recado claro para o Brasil não comprar nada deles.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Hélio
1 ano atrás

Os Estados Unidos fazem o que é melhor para eles. Controlam tudo que podem. Se voce comprar e pagar, quando precisar usar vai ter que pedir autorização. E o que Maria leva ?

Antoniokings
Antoniokings
1 ano atrás

O que está parecendo é que Israel está querendo ganhar uma grana com a situação.
Certamente esses aviões devem ter vindo de graça ou quase isso.
Ganhar uma grana na revenda é brincadeira que nem o Tio Sam acha graça;

Ivanmc
Ivanmc
1 ano atrás

A FAB poderia buscar esses falcões.

kemen
kemen
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

Velharia colega, muito inferior aos nossos Gripen em tudo.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  kemen
1 ano atrás

Velharia são os F-5.

kevinbuenuu
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

Sim, os F-5 são “velharias”, mas serão substituídos por novíssimos Gripens, muito superiores à outra velharia F-16.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  kemen
1 ano atrás

Kemen, se o gripen é tão bom por que a IAF não substituí seus Barak por gripens?
Eu nunca iria enfrentar a IAF com um punhado de gripens.

Marcos Cooper
Marcos Cooper
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

por um simples motivo: lealdade ao Tio Sam. Simples assim.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Marcos Cooper
1 ano atrás

Marcos Cooper, sabe quais os materiais do ng que serão produzidos pelo tio sam?

Elton
Elton
Reply to  Marcos Cooper
1 ano atrás

A questão não é lealdade mas sim relação de dependência militar em peças ,munições e equipamentos que só os EUA podem fornecer no 0800 quando e necessário .

kemen
kemen
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

Ivanmc, eu não enfrentaria a IAF com nada, os F-16 de Israel e todos os outros são adquiridos por serem os USA seus melhores aliados. Por que os paises que tem Gripen (versão # da nossa que é melhor ainda) não compraram F-16 ? Além do mais, aqui no Brasil, aquela entrada de ar embaixo quase rente ao chão precisa de pistas muito especiais que não é o nosso caso quando se voa pelo norte / nordeste, veja o que aconteceu na Cruzex com os F-16, o gripen pousa em 500 m em pista de terra se necessario. O F-16… Read more »

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  kemen
1 ano atrás

Sujeira na pista é fácil resolver. Os falcões voam no deserto a mais de 30 anos. Isso não é desculpa.

kemen
kemen
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

Ivanmc, a manutenção de F-16 é no mínimo 1,5 vezes mais cara que a do Gripen além do mais voar no deserto sob quidados especiais com as pistas, demanda uma logistica a mais, para que desejariamos isso no Brasil? Além do mais ali no deserto sobra dinheiro para trocar turbinas e ficar mantendo as pistas, que são poucas, com grande frequência, o que não é nosso caso!

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  kemen
1 ano atrás

Ta certo, kemen. Porém, Israel poderia adquirir o NG, porque muitos dos seus componentes são produzidos sob a batuta do tio sam. Sem o Tio San o NG nem liga.

kemen
kemen
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

Israel pode comprar jatos para treino de outras nações mas para defesa ou combate, sempre ira nos “made in USA” pelas razões que já escrevi, lembro também que se capturar alguns de outros paises como já aconteceu antes, pode vir a aproveita-los temporariamente ou até estuda-los e passar as informações para…

Antoniokings
Antoniokings
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

Pô Ivan! Essa é fácil.
Porque pelos Gripens, Israel teria de pagar.

Ivanmc
Ivanmc
1 ano atrás

Bem que a FAB poderia buscar esses falcões.

Gallina
Gallina
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

Se houver um tampão… considerando ainda o precedente aberto nesse caso da Croácia… acredito que virá do Tio Sam, com pagamentos facilitados via FMS.
E nessa hipótese… não passa disso, uma hipótese… tenho dúvidas se seriam mesmo células F-16.
Sds

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Gallina
1 ano atrás

É isso aí, Gallina.

kevinbuenuu
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

Sua fascinação ideologica não lhe permite ver que os novissimos Gripens são Muito superiores aos F-16 usados de Israel. Parece piada este comentário.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  kevinbuenuu
1 ano atrás

De onde a minha fascinação ideológica?!
Eu não falei que o Falcon Barak é superior ao gripen. Leia novamente o meu cometário. Eu sei que o F-16 Bloco 70 Viper é similar ao Gripen NG. Ideologia, leia os meus comentários no PA a mais de 3 anos sempre defendi o SH na FAB. Gripen NG está ótimo, porém não deveria ser o único vetor.

ALEX ROCHA DA SILVA
ALEX ROCHA DA SILVA
1 ano atrás

Como leigo que sou, estes F16 não seria uma opção para treinamento avançado para nossa FAB? Aproveitando a aproximação ideológica com Israel/EUA? Ou sua concepção na FAB seria impraticável?

Marcos Cooper
Marcos Cooper
Reply to  ALEX ROCHA DA SILVA
1 ano atrás

na conjuntura atual,não seriam muito boa opção não. Se fosse para a FAB ter um “segundo” caça,teria que ser numa classe superior,algo como um Super Hornet. Opinião pessoal,claro.

ALEX ROCHA DA SILVA
ALEX ROCHA DA SILVA
Reply to  Marcos Cooper
1 ano atrás

Obrigado Marcos, é que neste caso pensei num possível candidato para suprir a lacuna entre Tucano e Gripem. Abraços.

Marcos Cooper
Marcos Cooper
Reply to  ALEX ROCHA DA SILVA
1 ano atrás

penso que F-16 e Gripen sejam da mesma categoria,aí,nesse caso,já não vislumbro vantagens em se contar com os dois. Quem sabe um F-15E…

ALEX ROCHA DA SILVA
ALEX ROCHA DA SILVA
Reply to  Marcos Cooper
1 ano atrás

O problema neste caso seria o custo né Marcos. Acredito que esse bicho não seja barato de se manter. Apesar que o Japão tinha uns para vender estes dias da versão mais antiga hein. Será que compensaria ou estão até o osso?

Marcos Cooper
Marcos Cooper
Reply to  ALEX ROCHA DA SILVA
1 ano atrás

isso. A questão do custo nos torna proibitivo ter uma aeronave dessa classe. Sobre esses japoneses,não compensam,eles somente podem receber uma atualização limitada.

Adriano RA
Adriano RA
Reply to  ALEX ROCHA DA SILVA
1 ano atrás

Parece-me que a FAB é da opinião de que não haverá lacuna entre o A-29 e o Gripen E/F, ainda mais levando-se em conta os excelentes simuladores atuais. A própria FA da Suécia havia definido que substituiria seus SAAB 105 a jato por treinadores turboélice caso a Boeing/SAAB não vencessem a competição nos EUA. Agora pode ser que mudem de ideia, mais por conveniência do que por necessidade.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  ALEX ROCHA DA SILVA
1 ano atrás

Claro que pode, Alex Rocha. Vou além, poderia ser utilizado como caça de defesa e ganhariamos know how em um segundo caça tático. Essa história de um vetor só é para mentes anacrônicas. É só ver as principais forças aéreas mundiais. Nada mais.

Marcos Cooper
Marcos Cooper
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

lembre-se,a própria FAB está buscando esse caminho. Não podemos nos dar ao luxo de temos dois caças diferentes. Torço muito mesmo para que a força consiga mais comprar mais Gripens. Esse é o caminho.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Marcos Cooper
1 ano atrás

Cada um com a sua opinião.

Marcos Cooper
Marcos Cooper
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

não questão de opinião minha ou de quem quer que seja,mas é o que a FAB quer,e pode fazer. Um caça comum,simples. Quer um exemplo? França.

kemen
kemen
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

Colega, se fosse para gastar dinheiro sem ter limites, na minha opinião é claro, seria melhor ter um segundo tipo biturbina, por exemplo F-15 Strike Eagle, ou o Super Hornet, mas reconheço que temos limite de gastos…e o F-35 na minha opinião seria uma furada.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  kemen
1 ano atrás

Isso eu concordo, em parte. Acrescentaria o Su-30, Su-35. Mas, o Boeing F-15SE Silent Eagle seria um belo High para o NG.

Marcos Cooper
Marcos Cooper
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

nisso concordamos,um F-15 ou mesmo um Su-34,para interdição a longa distância.

kemen
kemen
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

Lembro também o Rafale mas com AESA, nesse caso um lado negativo, cairiamos na dependencia dos misseis ar-ar franceses…
com os Su´s a dependência seria de armamento russo…
Tenho dúvidas nesses casos se integrariam algum missil ou bomba nossa…

Flanker
Flanker
Reply to  Ivanmc
1 ano atrás

Então a FA francesa não é uma das principais do mundo, pois terá somente o Rafale daqui alguns anos, quando todas as células previstas forem entregues e substituirem por completo os M2000 que ainda restam. Qual o motivo determinante que obrigaria a FAB a ter mais de um tipo de caça multifuncional? O alcance? O do Gripen NG, segundo a COPAC, atendeu plenamente o que foi requisitado. Carga de armamento? É maior que qualquer vetor que a FAB possui (o dobro do F-5 e quase o dobro do A-1)…..lembrando que na maioria das missões de ataque atuais, as aeronaves das… Read more »

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Flanker
1 ano atrás

Sim, talvez o NG será o próximo F-5 dos aliados.

Luiz Trindade
Luiz Trindade
1 ano atrás

Essa posição dos EUA vão empurrar a Croácia ou para comprar Gripens ou para comprar o JF-17 Thunder. Não acho muito inteligente por parte deles fazerem isso. E sim vender o material militar talvez de segunda mão, não tão avançado, mas ainda assim sobre influencia norte-americana.

Mauro 76
Mauro 76
1 ano atrás

Putz… Nao teremos mais embates entre o esquerdopata do tonho K contra a frota britanica?
Poxa editor…tem dias que eles salvam o blog com suas pirraças !
Deixe para nos leitores a decisão do embate pelos like ou deslikes !
Saudaçoes a melhor pagina de aviaçao brasileira!

Guina
Guina
Reply to  Mauro 76
1 ano atrás

Comentários tóxicos? Não, obrigado. Deixe que esses dois poluam outro ambiente

Marius
1 ano atrás

Croatian MiGs 21 were overhauled and light modernised in Ukraine and it was a whole scandal with the work done. The jets were also in Romania, at Aerostar, but more than 10 years ago and they were never upgraded to LanceR.

BVR
BVR
1 ano atrás

Estou especulando, mas as vzs alguns negócios não saem por conta de pendências em outras áreas. Vai ver os Croatas deram um mole que atrapalhou os interesses da Otan (ou mesmo dos EUA) e aí estão no limbo para esta transação. Claro que pode ser uma tentativa dos EUA de emplacarem uma venda dos seus F-16 (e consequentemente todo o pacote de manutenção e logística) e embarreirarem a venda a partir de Israel. Ou ainda, exista alguma restrição tecnológica (mas ainda assim, acredito que bastaria deixar israel deixá-los como 1.0 (motor, assento e direção hidráulica). Só não acredito muito que… Read more »

Bardini
Bardini
1 ano atrás

America First…
.
Quem também estava oferecendo F-16?

Sidy
Sidy
Reply to  Bardini
1 ano atrás

Salvo engano, Grécia (F-16 Block 30) e EUA (F-16 Block 70).

BVR
BVR
Reply to  Bardini
1 ano atrás

É bardini…deve ser bem por aí mesmo.

Sidy
Sidy
Reply to  BVR
1 ano atrás

Certeza….

João Bosco
João Bosco
1 ano atrás

Quem vai gostar da notícia são os suecos………..Ás vezes os franceses podem empurrar uns Mirage 2000-5 ou os europeus uns Thyphoon….a corrida está aberta novamente.

Ozéias Ndr
Ozéias Ndr
1 ano atrás

Os Mig-21 croatas não são Lancer, todos receberam modernização padrão UMD, que é inferior!.Os romenos são os únicos a operar o modelo Lancer, que por coincidência foi desenvolvida em parceria entre a Aerostar SA e Elbit, talvez a versão mais moderna e capaz do Mig-21 em operação hoje no mundo.

Alessandro
Alessandro
1 ano atrás

Fiquei aqui pensando será que o Brasil terá esse tipo de restrição com a Suécia no caso do Gripen NG, caso um país (exe: asiático) tiver interesse em compra-los diretamente de nós?

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

Com a Suécia eu não sei, porém com o Tio San deverá ter embargos. Tem muitos componentes made in usa no ng.

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Alessandro
1 ano atrás

Alessandro, até onde sei, o Brasil poderá vender para o mercado sul-americano e africano, quanto aos suecos, Europa e Ásia.

Então não temos como ter um cliente daquele continente.

Kommander
Kommander
1 ano atrás

Boa noite!
Vi uns comentários abaixo, o que houve com o AntônioKings e os americanófilos? Foram banidos?
Sds.

Paulo Costa
Paulo Costa
1 ano atrás

Imagino o dono da concessionaria vende um carro zero para o funcionário a preço de custo e esse funcionário na hora do almoço poem esse carro a venda na calçada em frente a concessionário abaixo do valor de um carro da concessionaria….

Eu sempre sou a favor de Israel mas entrar numa concorrência “contra” os EUA oferecendo um produto similar ao produto dos americanos que diga-se de passagem recebeu do próprio EUA quase como doação e muito oportunismo…

Rene Dos Reis
Rene Dos Reis
1 ano atrás

O lobby dessa Lockheed Martin e poderoso viu.

Delfim
Delfim
1 ano atrás

US$ 42.000.000,00 por cada F-16 usado, arregaçado e depenado ? Tio Jacob malandrinho !

kemen
kemen
Reply to  Delfim
1 ano atrás

Muito caro, e estão bem rodados (horas de voo) pois os israelenses treinam sem parar, é possivel que fossem fornecidos também com turbinas novas!

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
1 ano atrás

Com sorte, talvez a SAAB se dê bem nessa história e consiga um “novo” comprador pro Gripen…

Nilton L Junior
Nilton L Junior
1 ano atrás

Eu gostaria de entender a escolha do F-16 se poderia ter um caça como o Gripen.

kemen
kemen
1 ano atrás

O melhor monoturbina disponível atualmente no mercado é o Gripen E (conhecido como NG – nossa versão), não achei outro.

Ronan
1 ano atrás

A Croácia tem que comprar da Rússia que aí vai deixar os americanos se mordendo de raiva primeiro por perder um freguês em potencial, e segundo por perder pra russia