Home AEW Voa a segunda aeronave GlobalEye AEW&C da Saab

Voa a segunda aeronave GlobalEye AEW&C da Saab

3981
20

A Saab completou um primeiro voo bem-sucedido com a segunda aeronave GlobalEye Airborne Early Warning & Control (AEW&C) em 3 de janeiro, anunciou a empresa.

A segunda aeronave GlobalEye decolou pela primeira vez às 11h do aeródromo da Saab em Linköping. A GlobalEye, que é baseada em uma aeronave modificada Bombardier Global 6000 com um conjunto de sensores avançados, incluindo o radar aerotransportado Erieye ER, realizou um voo de teste coletando dados de teste de voo. A duração do voo foi de 2 horas e 54 minutos.

“O primeiro voo bem-sucedido de hoje é outro passo importante para a GlobalEye. Recebemos o contrato inicial no final de 2015, concluímos o voo inaugural com a primeira aeronave em março de 2018 e agora temos a segunda aeronave no ar pouco mais de nove meses depois. Esse é o tipo de eficiência que significa a Saab”, diz Anders Carp, chefe de área de negócios da Saab.

A GlobalEye oferece alcance estendido de detecção, autonomia e capacidade de desempenhar várias funções, incluindo tarefas como busca e salvamento, vigilância de fronteiras e operações militares. O cliente de lançamento do GlobalEye é os Emirados Árabes Unidos, onde a solução é conhecida como SRSS – Swing Role Surveillance System.

20
Deixe um comentário

avatar
9 Comment threads
11 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
15 Comment authors
Sérgio Ricardo Santana CerqueiraRinaldo NeryCarlos Alberto SoaresThiago TellesDelfim Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
EMERSON
Visitante
EMERSON

Sempre penso o pq da plataforma escolhida ser Bombardier e não Embraer, se temos parcerias com os Suecos.

Yuri
Visitante
Yuri

Pq a da bombardier tem um alcance maior… simples.

Saab n tem obrigação nenhuma com a Embraer fora o contrato Gripen e n vai deixar de fazer bons negócios mundo a fora pra babar o ovo nosso.

Delfim
Visitante
Delfim

Realmente só o BR que baba.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

A um Legacy da Embraer tem, na melhor das hipóteses, 7.000 km de alcance. Um Bombardier Global Express 6000, 11.000 km. Nem o Lineage 1000 baseado no EMB 190, maior que o Bombardier, voa tão longe.

Está muito claro que são categorias distintas de aeronaves. O cliente que pode e quer pagar mais vai com a aeronave maior, simples assim.

Repare que a Saab abriu mão da aeronave que ela mesmo fabricava para oferecer o Erieye para o Brasil.

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Aliás, com o GlobalEye a Saab pode oferecer um concorrente para o Boeing 737 AEW&C, algo que não é possível com o ERJ-145.

E a Boeing é outra parceira da Saab…

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

No MRO dos E 99 qual será o alcance mn da anv ?

MGNVS
Visitante
MGNVS

Pergunta de leigo…
Esse aviao da Saab é melhor do que o nosso Embraer no que se refere a autonomia e alcance, mas, e em sistemas? O aviao da Saab é melhor ou se equipara ao nosso Embraer?

Gustavo
Visitante
Gustavo

Sistemas são equivalentes mas autonomia o Global Express 6000 é muito melhor, e ele é da Bombardier e não da SAAB.

Edson Parro
Visitante
Edson Parro

A autonomia é muito maior e o preço, parece-me, é mais que o dobro do Legacy 600 da EMBRAER.

MGNVS
Visitante
MGNVS

Edson
Obrigado pelo esclarecimento!

MGNVS
Visitante
MGNVS

Gustavo
Obrigado pelo esclarecimento!

Augusto L
Visitante
Augusto L

Será que tem capacidade SAR e GMTI ? Ou é só contra alvos aéreos ? Os E-3 da USAF ganharam capacidade SAR e GMTI, na sua solução distributiva para substituir os E-8.

Mauricio R.
Visitante

Na FAB esse avião é o mesmo que juntar o “Bandeirulha” com o R-99, em uma mesma célula.

Felipe Silva
Visitante
Felipe Silva

Alguém sabe informar se esse AEW é superior ou inferior ao E-2D Hawkeye americano?

Thiago Telles
Visitante
Thiago Telles

Temos mais encomendas de sistemas aewc em andamento?

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Cel Rinaldo Nery e FernandoEMB

Qual o alcance dos E 99 após o MRO ?

Antecipando….obrigado.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

O sistema de combustível não sofrerá alterações no MRO. O que será feito é a instalação de mais consoles, sistema de auto defesa, mais rádios de missão, atualização do sistema MAGE e atualização do software C2.

Sérgio Ricardo Santana Cerqueira
Visitante
Sérgio Ricardo Santana Cerqueira

Olá a todos !! Em primeiro lugar eu agradeço sinceramente todas as manifestações de apoio pela minha entrada na equipe editorial do Poder Aéreo. E em segundo lugar, informo que estou preparando um texto sobre o Saab Global Eye, que dentre outras coisas responderá às dúvidas suscitadas aqui. Será publicado ainda neste fim de semana. Por fim, este é o link anunciando o meu mais recente texto (sobre o Boeing E-737) publicado na edição de fevereiro de 2019 da revista britânica “Combat Aircraft Monthly”: https://combataircraft.keypublishing.com/the-magazine/view-issue/?issueID=7568.
Abraços a todos !!