Home Aviação de Ataque Irã considera comprar caças JF-17 Thunder fabricados no Paquistão

Irã considera comprar caças JF-17 Thunder fabricados no Paquistão

11030
48
JF-17 Thunder ou FC-1

A Força Aérea da República Islâmica do Irã está considerando a compra de jatos de caça JF-17 Thunder, fabricados no Paquistão, para substituir progressivamente seus antigos jatos F-14 e MiG-29.

De acordo com o repórter e analista Muzammil Hatami, oficiais do Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica anunciaram um acordo com o Paquistão para a compra de jatos de combate JF-17 Thunder durante a exposição IDEAS 2018.

“O general do IRGC (Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica) comentou (sobre incorporar o JF-17 Thunder no próximo ano na frota da Força Aérea iraniana) depois de visitar o Paquistão e conhecer o caça na exposição IDEIAS 10 em Karachi no Paquistão”, disse Muzammil Hatami.

Há muito tempo, o Irã está em busca de um substituto para seus antigos caças de 3ª geração. Depois de décadas de estrangulamento financeiro e tecnológico, o Irã está tentando reconstruir sua força aérea.

Há pouco, o Irã estava para assinar um contrato com a Rússia para comprar os caças Sukhoi Su-30SM. Mas por causa da influência dos Estados Unidos e de vários países europeus, o acordo nunca aconteceu.

A opção de comprar jatos de combate JF-17 Thunder é perfeita para o Irã e é bem possível que um contrato para novas aeronaves possa ser assinado em breve.

O JF-17 Thunder é um caça multifunção desenvolvido em conjunto pelo Complexo Aeronáutico do Paquistão (PAC) e pela Chengdu Aircraft Corporation (CAC) da China.

O JF-17 pode ser usado para reconhecimento aéreo, ataque ao solo e interceptação de aeronaves.

48
Deixe um comentário

avatar
23 Comment threads
25 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
32 Comment authors
Bavarian LiontiagoTiagoVictor Filipeandrepoa2002 Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Renan
Visitante

Quem não tem cão caça com gato.
Está certo faz o que pode com os meios possíveis.

cipinha
Visitante
cipinha

JF-17 podem substituir os F-5, mirage F-1… Mas para substituir os F-14 eles precisam de Su-30/35.

DOUGLAS TARGINO
Visitante
DOUGLAS TARGINO

Quantidade? Qual as relações do Paquistão e EUA? Paquistão que se prepare para ter os EUA em suas costas comendo o juízo deles dizendo que vão por sanções esmagadoras se venderem os aviões kkkkkkkk

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Acho que a última preocupação do Paquistão, hoje, é com embargo americano.
Ele está se beneficiando muito com a expansão econômica chinesa e creio que será assim daqui para a frente.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares

Tem pecinhas Made in USA ?

Tem radar AESA ?

Gustavo
Visitante
Gustavo

O block 3 terá, será o AESA Chines de exportação KLJ-7A, tem HMD e IRST tb. Os block 2 e 1 o radar é pulso dopler (KLJ-7 V2)
Maioria das peças é chinesa, e a Chengdu participou do desenvolvimento do avião.

Gustavo
Visitante
Gustavo

doppler*

carcara_br
Visitante
carcara_br

O Paquistão também não estaria sujeito a pressão americana? em que medida é mais fácil comprar o J-17 ao Su-30?

Wellington Góes
Visitante
Wellington Góes

Com certeza haverá pressão, mas entre haver pressão e conseguir algum resultado, vai uma boa diferença. Esse medo todo é coisa, somente, de país medíocre. Coisa de país que não sabe se posicionar.

JPC3
Visitante
JPC3

Coisa de país que não sabe se posicionar como a Rússia?

A matéria diz que eles não entregaram os sukhois por pressão dos EUA.

Carlos Alberto Soares
Visitante
Carlos Alberto Soares
Eduardo Lima
Visitante
Eduardo Lima

Depois de Bin Laden o Paquistão perdeu credibilidade para os EUA! Desde então tem se aproximado da China, aonde está havendo uma grande interação militar, politica e econômica!

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

É isso mesmo.
Perfeita análise.
Só acrescento que a recíproca deve ser verdadeira, visto que os paquistaneses não devem ter ficado nem um pouco satisfeitos com lições de moral de outros países.

Antunes 1980
Visitante
Antunes 1980

Do que adiante, se esta aeronave também possui uma quantidade considerável de sistemas norte americanos.
Por que o Irã não compra vetores russos? Acho que os Aiatolás pisaram feio na bola, naquele piti ameaçando destruir Israel.

W.K.
Visitante
W.K.

Mas…

E o Kowsar? E o Qaher 313?

Não tinha gente por aqui delirando que no futuro a gente poderia até mesmo comprar caças do Irã?

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Calma! Tem espaço para todos.
O Irã está expandindo enormemente suas forças navais, terrestres, aéreas e de mísseis balísticos.
Se aparecer produto bom com preço razoável, eles podem comprar.

nonato
Visitante
nonato

Por que comprar de fora se desenvolveram caças furtivos?
Ou era mentira aqueles projetos?

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Se nem o furtivo americano funciona direito ainda, é de se esperar que o iraniano também apresente problemas, afinal eles começaram a desenvolver a pouco tempo;.
Neste ínterim, compra produtos de outros.
Cada coisa!

Victor Filipe
Visitante
Victor Filipe

Apresentar problemas com uma modernização do F-5F? eles estão ruins mesmo em

Nilton L Junior
Visitante
Nilton L Junior

Fico imaginando quais as sanções que os EUA poderiam impor a Rússia além das que já foram imposta, vamos ver se tem cacife financeiro para essa compra.

Fabio Araujo
Visitante
Fabio Araujo

As versões mais antigas dos F16 israelenses dariam conta destes aviões! Não falo nem nos F15 israelenses e sauditas!

DOUGLAS TARGINO
Visitante
DOUGLAS TARGINO

Não subestima amigo!

J-20
Visitante
J-20

Dependeria muito do piloto. Lutar contra um avião com uma aviônica moderna, mesmo que seja pequeno e leve pouco armamento, é difícil para qualquer F-16 com mais de 25 anos de uso e que não sofreu atualizações.
Claro que esse cenário é irreal, afinal de contas, Israel continua a atualização de seus F-16 ano após ano, mas se não tivessem feito isso, precisariam de suporte de aeronaves mais modernas e boas táticas de engajamento para repelir um ataque de um esquadrão de JF-17.

Daglian
Visitante
Daglian

Me parece ser a única opção viável para os iranianos atualmente. No entanto, servem mais para manter alguma capacidade de combate, o que é melhor do que nada, mas cairão como moscas frente a USAF ou aos israelenses.

Tiago Silva
Visitante
Tiago Silva

Não que eu duvide do conteúdo da notícia, mas o JF-17 é um substituto mais para as frtoas de F-5,F-7,Mirage F-1, e potencialmente para o Mig-29/F-4. É um cala multifuncional moderno e que vem sendo atualizado de constantemente o que abre possibilidades de mercados como o do Irã que tem uma necessidade muito grande de aeronaves novas. Vejo num futuro não muito distante um maior alinhamento do Irã com a China e esta tem um portfólio muito vasto quanto a caças e não duvido nada que ofereçam o J-10 como substitutos dos Mig-29/F-4 o que teria uma lógica maior e… Read more »

JT8D
Visitante
JT8D

Acho meio fantasiosa essa história de “substituto para o F-14”. Em seus melhores dias na US Navy o F-14 já tinha uma disponibilidade bem baixa, imagina hoje no Irã. Não há necessidade de substituir algo que praticamente não existe

Luiz Trindade
Visitante
Luiz Trindade

Ledo engano do Tio Sam achar que o Irã vai ficar parado esperando acabar as fontes para ele invadir o mesmo.

Esse movimento demorou demais para acontecer. O próximo será uma aproximação agressiva com a China.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

O interessante na política daquela região é que podemos observar que os iranianos possuem excelentes laços com Índia, Rússia e China.
A tendência natural desse grande País com enorme potencial é estreitar laços com seus vizinhos.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Por exemplo: Enquanto os paquistaneses construíram um gigantesco porto com os chineses, os iranianos estão construindo um com os indianos.
Só que os investimentos chineses no Irã estão crescendo vertiginosamente, visto que consideram o País como ponto central da nova Rota da Seda.
Isso regado a muito armamento russo.
Bastante interessante.

JPC3
Visitante
JPC3

Já reparou que todos os seus cometários são suposições e achismos sobre o futuro?

Não leu a matéria dizendo que os russos se negaram a entregar os Sukhois para eles?

A Rússia precisa da Europa muito do que precisa do Irã.

100nick-Elã
Visitante
100nick-Elã

O Irã está querendo entrar na União Econômica Eurasiática, que abrange Rússia, Bielo-Rússia, Cazaquistão, etc.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Essa notícia é 2016, mas o porto está em fase final de construção.

Irã, Índia e Afeganistão fazem acordo para desenvolver porto em comum

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/05/ira-india-e-afeganistao-fazem-acordo-para-desenvolver-porto-em-comum.html

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

China começa a exportar através do porto paquistanês de Gwadar, no Paquistão.

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2016/05/ira-india-e-afeganistao-fazem-acordo-para-desenvolver-porto-em-comum.html

Antoniokings
Visitante
Antoniokings
JPC3
Visitante
JPC3

Que futuro você acha que vão ter países que dependem de combustíveis fósseis com Irã e Rússia?

China, junto com a União européia, são os países que mais investem e desenvolvem fontes de energia renováveis. Em 10 anos os americanos vão ser os maiores produtores de petróleo e gás natural do mundo. Sem contar mais duas décadas e a chegada dos reatores de fusão.

Você acha que a China vai sustentar Rússia, Irã e Venezuela de graça?

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Sobre o futuro é difícil de saber, mas fico com a opinião do Ministro das Finanças da Turquia que esta semana, em entrevista, foi taxativo:
– ‘O poder econômico está se deslocando para o Oriente’.
E isto terá consequências políticas e militares também.
Acho que já estamos assistindo isso, né?

JPC3
Visitante
JPC3

Se deslocando para China e Índia, não Rússia.

E o que vai acontecer com a Rússia quando a demanda de combustíveis fósseis começar a diminuir?

Acha que eles vão ter condições de competir com a indústria chinesa?

Quem você acha que já está perdendo influência na Ásia central?

Quem você acha que vai roubar os mercados de armas russas nas próximas décadas?

Fica fazendo previsões apocalípticas contra o ocidente e finge não enxergar o óbvio.

O futuro da Rússia é bem incerto, para dizer o mínimo.

Tiago
Visitante
Tiago

Na boa, os EUA não estão “esperando pra invadir o Irã”. Se estivessem, já teriam feito há muito tempo, porque já tem anos que eles claramente estão defasados em muitas áreas, apesar do esforço hercúleo de sua indústria para se manter capacitada. Não estou dizendo que eles não gostariam de ver o governo dos Ayatollhahs ser substituído por um pró Washington, mas que o Irã não é um desafio muito maior que o Iraque foi. Que se realmente tivesse nos planos fazer essa invasão, ela já teria acontecido. Eles já teriam encontrado “””indícios””” de armas de destruição em massa e… Read more »

Maurício.
Visitante
Maurício.

Eu acho o JF-17 um avião interessante, com um motor F-414 e com sistemas e radar israelense poderia quebrar um galho para países com restrições orçamentárias, em formação com outras aeronaves ele até que sai bonito na foto.

comment image

comment image

Carlos Campos
Visitante

O Irã com seus cças de 5° geração comprando caça medíocre do Paquistão? kkkkkkk dá vontade de rir do Irã. coitada da população,,,,, outro assunto sério é a Rússia não vendendo caças para o Paquistão, pelo visto a coleira do US tá enforcando a Rússia, o pior não é nem isso, é a China pegando um cliente dos Russos, já tinha dito que a China ia tomar os clientes da Rússia, é só questão de tempo e a China vai vender mais que Rússia em questão de armas avançadas. o JF17 é cheio de coisas chinesas, por isso que essa… Read more »

João Francisco Neves
Visitante
João Francisco Neves

Carlos Campos, infelizmente vc tem razão. Mas vamos nos divertir um pouco, o Irã tem o phodástico caça de 5ª geração O Conquistador stealth – Qaher 313, eu vi o vídeo, ele realmente é melhor e mais furtivo que qualquer caça ocidental, é tão bom e está tão á frente que eles decidiram comprar um caça mais modesto, para não humilhar os oponentes…Kkkkkkkkkkkkkkkk

André
Visitante

Dois quase ex-usuários de mig29 optando por aviões não russos…

A Rússia realmente virou ex-potencia, no máximo em nível da França.

Paulo costa
Visitante
Paulo costa

Há pouco, o Irã estava para assinar um contrato com a Rússia para comprar os caças Sukhoi Su-30SM. Mas por causa da influência dos Estados Unidos e de vários países europeus, o acordo nunca aconteceu. Leia-se a noticia por outra perspectiva 1- E estranho a Russia nao vender algo por pressão de alguém ou dos EUA (a menos que esse caça tenha muitos equipamentos americanos). 2- Alem disso, o Ira a cada 06 meses inventa suposta compra seja da Russia ou china e agora paquistao. 3- Pra que comprar de fora se diz esta desenvolvendo um caça multi-função baseado no… Read more »

Mauricio R.
Visitante

O Irã não precisa de nada disso, é só fazer engenharia reversa no Mirage F-1 e ressuscitar o trabalho dos sul africanos qndo modificaram e testaram um de seus próprios Mirage F-1, com a motorização do Mig-29.
O avião já era um azougue, ficou azougue e meio.
O resto vem da própria PRC, ou da Russia mesmo.
Pra substituir F-4, F-5, F-7, Su-17/-20/-22, dá e sobra.
Agora substituir F-14 e Su-24, não tem muito o que fazer, é Su-30 e pronto.

andrepoa2002
Visitante
andrepoa2002

Suponho que este negócio não decole novamente por força americana, os Paquistaneses são destinatários de bilhões de dólares americanos. Eles tem mais a perder.

tiago
Visitante
tiago

será que o tio sam deixa?

Bavarian Lion
Visitante

O Irã poderá aparecer como aliado perfeito da China no oriente médio, região que os chineses carecem de influência.
Transferência de tecnologia em amplo viés daria a China um aliado estratégico na maior região produtora de Petróleo do mundo.
Talvez ganhem esses caças. Caso aprofundem a parceria, possam ter acesso até ao J-10 (ironicamente, derivado do LAVI israelense).
O negócio parece bom para ambos os lados…

andrepoa2002
Visitante
andrepoa2002

Os Chineses querem copiar e não transferir tecnologia.