Home Aviação de Transporte Cargueiro militar A400M conclui com sucesso testes de aterrissagem na praia

Cargueiro militar A400M conclui com sucesso testes de aterrissagem na praia

3290
28
A400M na praia
A400M na praia

Os membros do 206 Squadron da Royal Air Force, apoiados pelos LXX Squadron Engineers baseados na RAF Brize Norton, praticaram suas habilidades durante os testes de aterrissagem na praia no sul do País de Gales.

Praias são rotineiramente usadas pela RAF para operações de treinamento com outras aeronaves de transporte aéreo táticas. O A400M apresentou suas excelentes capacidades táticas em superfícies naturais executando manobras de decolagem, pouso e taxiamento.

“A cabine de pilotagem avançada do A400M e os controles de fly-by-wire de última geração tornaram essa tarefa mais fácil de voar do que outras plataformas. Agora estamos ansiosos pelo desafio de realizar esta operação usando óculos de visão noturna mais tarde no teste”, disse o Tenente Cheng, 206 Squadron.

“Minha equipe de especialistas trabalhou muito para realizar este teste e demonstrou o tremendo potencial tático do A400M. Uma vez que essa capacidade seja transferida para a linha de frente, ela tem o potencial de causar um grande impacto nas operações”, disse o Comandante da Ala Neil Philp, Oficial Comando do 206 Squadron.

FONTE: Royal Air Force

28
Deixe um comentário

avatar
12 Comment threads
16 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
17 Comment authors
Rinaldo NeryJean JardinoRommelqefernandoEMBJoão Adaime Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
andrepoa2002
Visitante
andrepoa2002

Um belo avião.

Marcos10
Visitante
Marcos10

Esperando chegar a vez do kc390.

Nicolas_RS
Visitante
Nicolas_RS

Acho bem difícil o KC-390 fazer esse tipo de teste. No máximo vai pousar na Antártica. Mas se a EMBRAER quiser realmente provar que o KC-390 tem a mesma capacidade do C-130, vai ter que fazer isso e muito mais, pousar em pista com pedregulhos, etc.

Marcos10
Visitante
Marcos10

Não vejo porque não possa pousar.

Nicolas_RS
Visitante
Nicolas_RS

Simplesmente pq o KC-390 usa motores de uma avião comercial! A EMBRAER diz que é tão capaz quanto um C-130, mas me diz qual vendedor fala mal do seu próprio produto?

Qualquer especialista ou que acompanha essas coisas, fica com pé atras em relação a isso.

Marcos10
Visitante
Marcos10

C17 também usa motores da aviação comercial e pousa em pistas bem piores que essa daí, cujos motores 1 e 4 estão na mesma altura dos do kc390.

Mikhail Bakunin
Visitante
Mikhail Bakunin

Tá sabendo bastante o garoto, melhor avisar a FAB para não usarem mais o Super Tucano em pista não preparada, pois o PT6 também é usado em aeronaves civis.

Nicolas_RS
Visitante
Nicolas_RS

Mikhail Bakunin, o seu cabeça oca, aconteceu que o A-29 já mostrou seu potencia o KC-390 não!

Afinal o KC-390 teve e fez testes na Argentina em relação a neve, coisa que os A-320 fazem todos os dias.

Avisa lá a EMBRAER que o KC-390 não precisa fazer nenhum teste de certificação.

Mikhail Bakunin
Visitante
Mikhail Bakunin

Você fala qualquer abobrinha que passa pela cabeça, alguém aponta o problema e você fica nervosa. Leia seu comentário: “Simplesmente pq o KC-390 usa motores de uma avião comercial!”
Não seja contraditório.

fernandoEMB
Visitante
fernandoEMB

Nicolas… O pessoal da Embraer mandou avisar que o KC390 já foi certificado. Recebeu o certificado de homologação em novembro.
A certificação das operações militares vem depois de iniciadas as entregas, e serão feitas em conjunto com a FAB.
E o fato de ser um motor civil só traz vantagens.

Nicolas_RS
Visitante
Nicolas_RS

Minha paciência…

Voces vieram de qual planeta? As exigências para aviões militares e civis são diferentes, não significa que um motor civil seja ruim, mas tem que provar seu valor, qualquer equipamento militar requer um grau maior de exigência e robustez.

FernandoEMB, fale isso para o Mikhail, pois segundo ele, não faz sentido a EMBREAR fazer testes em relação ao motor do KC-390, pois o PT-6 tem motor civil.

Rinaldo Nery
Visitante
Rinaldo Nery

Fernando, dureza um leigo querer ensinar um engenheiro aeronáutico… Tenha paciência. É aquele exemplo do site de cardiologia que sempre comento. Vou lá ensinar a implantar ponte de safena.

Antoniokings
Visitante
Antoniokings

Putz. O jato de areia proveniente disto deve ser devastador.

Flamenguista
Visitante
Flamenguista

A disposição dos motores do KC foi pensada em diminuir a possibilidade de ingestão de objetos e, ou outros. Não vejo porque ele não possa fazer o mesmo, ainda mais se for uma praia dessas aí, que parece uma pista de boliche!!!

Clésio Luiz
Visitante
Clésio Luiz

Posso estar enganado, mas me parecem condições de operação mais benignas do que operar em pista de terra no interior, já que em teoria, a areia úmida levanta bem menos poeira.

Nicolas_RS
Visitante
Nicolas_RS

Acho que o problema ai é a distribuição de peso, se não atola.

Marcos10
Visitante
Marcos10

Na verdade a coisa é complicada. É necessário testar a compactação da pista. Isso serve para para o A400 como C130.

LucianoSR71
Visitante
LucianoSR71

Exatamente. Para a Física, não há questão de nacionalidade ou preferências comerciais, suas Leis são p/ todos, portanto não será em qualquer praia que isso poderá acontecer, antes certamente foram feitos testes p/ ver se a areia poderia suportar o peso distribuído pelas rodas, agravado pelo impacto no pouso.
Lembrei de um teste que constava no manual do tanque Tiger alemão p/ ver se o terreno poderia suportar o pesado blindado: um tripulante subiria nas costas do outro e este pularia c/ uma perna só, se não afundasse, o tanque poderia passar.

sergio ribamar ferreira
Visitante

São testes realizados pela RAF. Natural. O KC 390 também faz os seus. Natural. Ostestes estão sendo realizados pela RAF e lendo até o presente à aeronave se saiu bem. Esperar os testes com óculos de visão noturna. Muito bom.abraços a todos.

ednardo curisco
Visitante
ednardo curisco

este é o tipo de operação que até é testada mas na prática só deve ser feita em casos bem excepcionais.

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

Na Escócia tem a unica pista de pouso homologada para operações comerciais do mundo. Coisas do UK.
. https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Aeroporto_de_Barra_(Esc%C3%B3cia)

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

E bonito de se ver estas operações na praia.
. https://m.youtube.com/watch?v=QiEynYVBAAg

Walfrido Strobel
Visitante
Walfrido Strobel

Faltou um detalhe: …a única pista de pouso de areia em praia homologada….

Jean Jardino
Visitante

DESCULPE, MAS ESTE TESTE FOI FEITO NO SUL DO PAIS DE GALES, NADA A VER COM A ESCOCIA.

Delfim
Visitante
Delfim

Talvez tenha a ver com a resistência da água ao arrasto. Acredito que tenha uma frenagem superior. Tb pode criar maior resistência na decolagem.

João Adaime
Visitante
João Adaime

Este é o tipo de teste que só pode ocorrer na maré baixa. A areia fica bem compactada. Na areia fofa impossível.

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Em quais praias poderia haver interesse, aqui no Brasil, em operar um KC-390?
Logicamente tais praias devem possuir características parecidas com essa em que foi testado A-400M.
Assim me ocorreu que inúmeros pontos em nosso litoral poderiam se beneficiar de alguma forma, seja com uso militar seja civil. A começar no Rio Grande do Sul onde, por exemplo,em Torres, ha prais bem largas e com areia fina e bem compactada pela ação do mar. Em Santa Catarina, la nas bandas do Farol de Santa Marta, em Sao Paulo, na praia Grande, e assim sucessivamente. Alguem sugere algo?

Rommelqe
Visitante
Rommelqe

Por outro lado entendo que o KC-390 deveria ser muito reformulado em vários aspectos no sentido de torna-lo mais resistente à corrosão para que pudesse ser utilizado com uma certa frequência nesta condição. Seria um nicho de mercado importante? Haveria interesse por parte de outros paises? Filipinas? Parece que vale a pena pensar mais nisso…