quarta-feira, maio 12, 2021

Gripen para o Brasil

Media Flight no exercício CRUZEX 2018

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Nesta terça-feira (20), o exercício militar multinacional CRUZEX 2018 realizou o Media Flight – voo especial para captação de imagens por profissionais de comunicação.

A bordo de um C-105 Amazonas e de um helicóptero H-36 Caracal, em torno de 40 fotógrafos e cinegrafistas puderam captar imagens do pátio de aeronaves da Ala 10 e de um esquadrão formado por sete caças.

Os caças das fotos estão participando do exercício. A formação foi composta por um A-1M, um F-5M e um A-4, todos brasileiros; dois F-16 – um chileno e um norte-americano; um A-37 uruguaio e um Mirage 2000 peruano.

- Advertisement -

50 Comments

Subscribe
Notify of
guest
50 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos

Lindas imagens

@OFF

De acordo com as informações contidas no portal da FAB ‘Dimensão 22’, o Gripen NG “BR” vai estar pronto em 2019? Quando ele chegará ao Brasil? Aliás, quando teremos o primeiro Gripen NG no Brasil? Eu sei que o site possui diversas matérias, já li diversas, mesmo assim vi muita gente com essa mesma dúvida.

Marcos

Apenas em 2021 vamos ter a primeira aeronave no Brasil? Os voos de certificação em 2019 vão acontecer na Suécia?

Obrigado pela resposta

ALEXANDRE

Se Bolsonaro ja quiser encomendar mais tem como ?

Baschera

A chegada yanke :

https://youtu.be/qekyTlMCKvY

Sds.

Douglas Rodrigues

Os F5 já estão começando a “se esconder”…
Provavelmente no próximo CRUZEX, a FAB já esteja operando alguns Gripen’s.
Já o Uruguai deve estar vislumbrando a compra de alguns dos nossos F5-M.

Eduardo von Tongel

Acho que um esquadrão de Super Tucanos seria interessante para eles. Bem com 6 Gripen mono e 1 biposto. Mas o $ ó… é curto por lá tb.

Alejandro Perez

Com que $$? Se o Brasil financiar 100% podemos ver…rsrars
Ja se comentou muito, mas o ST é caro para um Turboélice. O Gripen caríssimo e vai além do que a FAU precisa.
Acredito que a “febre” do F5 ja passou na FAU e agora a onda é um LIFT chinês (L15).

cipinha

O Uruguai poderia adquirir o L-159, mantendo uma linha mais ocidental, ou mesmo FTC-2000 se não tiverem problema com equipamento não ocidental. O KT-1 ou T-6 fariam bem o papel de interceptador de aviões mais lentos, sendo que o americano poderia ser adquirido com um bom financiamento.

Leandro Costa

Douglas, dê uma checada no cronograma que o Galante postou acima. Acho difícil que Gripens estejam na próxima Cruzex.

Dodo

A próxima é exatamente em 2021, por que não estariam ?

Leandro Costa

Por que utilizar uma aeronave recém chegada, cuja doutrina ainda não foi afinada, cujo esquadrão ainda estão aprendendo à voar, cujos sistemas e suas vantagens/limitações ainda não são conhecidos, e de quebra já utilizá-la em um exercício desse tamanho? Acho bem mais prudente operar a aeronave durante algum tempo antes de utilizá-la dessa forma.

Dodo

Mas sao justamente em exercícios como.esses que se testam os limites e as capacidades reais de combate do avião. Pegue o f35 por exemplo, ou o su57, participaram de exercícios logo em que foram introduzidos

Flanker

Os primeiros F-39 serão entregues em outubro de 2021. A Cruzex é em novembro. Como, de que maneira, será recebido um novo caça, com todo o trabalho que dá sua implantação e ainda colocá-lo a voar em uma manbra desse tipo? Para participar desse exercício, as undades aéreas treinam durante vários meses antes, inclusive como o Exercício Técnico BVR realizado no mês passado em Anápolis. Colocar uma aeronave recém recebida (ao redor de 1 mês),em um exercício como a Cruzex, é algo impraticável. Seria arriscado, infrutífero e irresponsável, coisas que a FAB, mesmo com todas suas dificuldades finaceiras e técnicas,… Read more »

nonato

Poderiam apenas fazee alguns voos sem participação mais efetiva…

Sidy

Posso estar enganado, mas dado o atraso na compra e entrega dos Gripens e o estado dos F-5M, acredito que não teremos aeronaves disponíveis para fornecer ao Uruguai. Em minha humilde opinião, eles deveriam ir atras no que é comprovadamente mais barato e fácil de manter: F-16 usados, adquiridos junto aos EUA e com direito a FMS e upgrade MLU. Uma dúzia de F-16 e dois biplaces e tá feito o rolo.

Sidy

Bem, então só resta procurar F-5 em outros lugares… ou ainda meter o pé na jaca e partir para soluções russas/chinesas.

Leandro Costa

Melhor coisa que o Uruguai poderia fazer seria um tratado de Defesa com o Brasil, e focar em aeronaves como o A-29 para a interceptação de ilícitos e patrulheiros marítimos. Minha opinião.

Dodo

Porque “pé na jaca” ? Tanto a Rússia como q China tem projetos mto interessantes para países como o uruguai, por exemplo o yak130 e o karakorum são bons e baratos de operar,perfeito para o contexto da força aérea Uruguaia

Alejandro Perez

E do A37???

Chico Novato

Acho que quando os F5 começarem a dar baixa, eles já estarão no osso, com pouca ou nenhuma hora voo sobrando. Em Canoas/RS pode-se ouvi-los dia sim dia, dia não (excepcionalmente, esse mês eles estão silenciosos o aqui, deve ser por causa da cruzex). Não sei como é a situação nas outras cidades nem se existem muitos aviões em Canoas. Enfim, isso é um achismo meu.

Maurício.

Tenho uma dúvida, por que o F-16 americano está portando um pod? No início achei que fosse um reccelite ou litening, mas fui ver e parece ser um tal de AN/AAQ-14, ele é só de designação ou ajuda na navegação também?

Matheus

Bem observado amigo, eu jurava que era um Targeting Pod. Alguns F-15 da USAF usam o Targeting Pod como IRST improvisado.

BILL27

Ele é um pod de designação e navegação a baixa altitude

Willber Rodrigues

Bixo, simplesmente espetacular essas fotos. Já virou protetor de tela no meu celular.

Rodrigo

Uma curiosidade , se alguém souber responder ? Os F-16 Chilenos são “ex holandeses” ou seja foram comprados junto a Força Aérea da Holanda, Se não me engano estes F-16 são da versão inicial A/B não são iguais aos que a USAF enviou para a Cruzex , os americanos são da versão C pelo menos não ?

Leandro Costa

Nem todos os F-16 da FACh são A/B MLU. Eles também tem F-16C/D, mas não sei informar qual versão enviaram para a Cruzex. Sim, os F-16 americanos são da versão C. Mesmo sendo antigos, os F-16A/B MLU Chilenos tem boa capacidade de integração de sistemas e armamentos com as versões C/D.

Lyw

Os chilenos enviaram seus MLU, enquanto os americanos enviaram seus C/D Block 30.

Maurício.

Leandro, os C/D tem uma pintura diferente, mais “camuflada”, nessa foto eles são os alas.
https://maquina-de-combate.com/blog/wp-content/uploads/2018/03/F-16_FACH_FIDAEGroup.jpg

Leandro Costa

Perfeito, Maurício, obrigado! 🙂

E realmente o padrão de camuflagem dos C/D Chilenos é muito bonito!

BILL27

Pena que na hora das fotos ,as condições atmosféricas não eram as melhores …Mesmo assim , as fotos ficaram boas .

Lyw

O piloto do Dragonfly deve estar se perguntando: O que é que eu estou fazendo aqui?

Maurício.

É só ele olhar pro lado e ver F-5 e Skyhawk e se imaginar no Vietnã…

Alejandro Perez

Obtendo experiência e horas de vôo…que melhor?

Baschera

Off Topic.
Tio Jacob bate o martelo.
Terá o melhor F-16, the best F-15IA, além do F-35.

https://defence-blog.com/news/israel-decides-to-purchase-new-f-15ia-fighter-jets.html

Sds.

Carvalho2008

Isto seria sintomático? Excelente avião, mas não seria a vez do f35?

Baschera

Confiança na máquina F-15 que usam à muitas décadas. Suponho que também seja importante o alcançe maior do F-15 em relação ao F-35, além de ser bi turbina, o que importa muito numa possível campanha se o alvo for o Irã.
E…porque também tem que gastar a mesada de Tio Samuel na lojinha dele…claro!

Abraço Carvalho !

Sds.

Baschera

Outro fator que esqueci de mencionar é a maior carga paga de armas do F-35IA.

Sds.

BILL27

Flanker ,

Olha aí o F-15 com aqeule mesmo missil (POD ) que vc postou na foto do Pacau rs.

Flanker

Sim, parece ser o mesmo. Agora, se é POD ou míssil de treinamento, estamos em dúvida….hehe

carcara_br

Imagens incríveis!
Mas eu ainda fico um pouco desanimado que sejamos um FA de segunda linha dentro das forças aéreas de segunda linha, o munda está mudando e precisamos mudar, exatamente por isso eventos como estes precisam de divulgação.

MAGNO ALVES

Pilotos da Marinha do Brasil filmam em 3D em rara oportunidade durante o Media Flight: https://www.youtube.com/watch?v=poEttl4ABWU . Coloque os fones de ouvido e aumente o som!

Alex Nogueira

Acho lindo D+ o Skyhawk modernizado da MB!!! A versão biplace ficou muito linda com essa nova pintura e com o novo radome. Avião incrível, ainda tenho esperança em ver-lo armado com Python 5, Derby e Harpoon.

Flanker

Para aqueles que vivem falando mal da camuflagem da FAB, olhem a 6ª foto de cima para baixo. Qual se camufla melhor contra o fundo abaixo? O F-5 e o A-1 ou os outros, em camuflagem cinza? Camiflagem é para ser funcional, não para ser bonita e estilosa……

BILL27

A camuflagem do A-1 ta diferente do F-5 né ? Eu achei o A-1 mais discreto ,por causa da maior predominancia de verde na pintura …O F-5 ta com a cor cinza mais evidenciada . Se a foto fosse feita de uma maior altitude e sobre um cento urbano ,creio que o cinza das outras aeronaves iria se fundir igual ou até melhor .

Lyw

Off Toppic
Real Força Aérea Australiana publica curta metragem animada em homenagem a suas mulheres aviadoras.

https://youtu.be/1akHxXUGPP8

Luiz Floriano Alves

Gripen em 2021? Não perece viável. Ainda nem existe uma linha de produção. O que vemos são testes do protótipo, certificando isso e aquilo. Se tivéssemos optado pelo SH F-18 ou Rafale, já teríamos esquadrões operacionais espalhados nas diversas bases de caça. Se
e nos espelhássemos na Índia ou Egito veríamos como obter caças em tempo hábil. Nosso pilotos voam no sacrifício com equipamento largando “pecinhas”. Na cidade de Cachoerinha, ao lado da base de Canoas caiu um canopi de F-5, inteiro, em uma avenida movimentada.

Rinaldo Nery

A disponibilidade dos F-5EM “soltando pecinhas” na CRUZEX é de 100%. 20 aeronaves. E a EMBRAER não aprenderia absolutamente nada com os aviões mencionados.

Reportagens especiais

Força Aérea Italiana comemora os 30 anos do AMX

O jato de ataque AMX "Ghibli" italiano fez 30 anos e os italianos comemoraram o aniversário em grande estilo. Em...
- Advertisement -
- Advertisement -