Home Aviação Comercial Teste de VMU do Embraer E195-E2

Teste de VMU do Embraer E195-E2

4241
7
Teste de Vmu do Embraer E195-E2 – Foto: David Branco Filho

As faíscas literalmente voaram no mês passado nas instalações da Embraer em Gavião Peixoto, interior do estado de São Paulo.

Foi realizado o sempre dramático teste de VMU para o E195-E2, um teste que ajuda a determinar as velocidades críticas de decolagem (V1, V2, Vr) e as distâncias de decolagem.

A velocidade mínima de decolagem (VMU) é a velocidade mínima na qual o E2 pode decolar com segurança. O avião está sujeito a seus limites aerodinâmicos antes de levantar voo.

A cauda entra em contato com a pista e a velocidade é medida no exato momento em que o E2 decola.

O teste da VMU é necessário para a certificação do E195-E2, que está dentro do cronograma para o próximo ano.

Confira abaixo do vídeo do mesmo teste feito para o E190-E2.

FONTE: Embraer / COLABOROU: Matheus Ugraita

7 COMMENTS

  1. Olá pessoal! Acho que já li que colocam uma proteção de madeira (chapas) na cauda somente para proteção! Não consegui ver o vídeo mas pelas centelhas na foto tenho a impressão que a fuselagem raspou no chão! Isso procede? Se for “pele” na “pele” não existe o risco de um dano catastrófico na fuselagem / estrutura? Mestres vocês poderiam esclarecer?

      • Obrigado Cel. Nery! Agora tenho uma curiosidade! Neste ângulo de decolagem as asas conseguem alguma sustentação aerodinâmica? Se não a sustentação vem toda do empuxo das turbinas? Sou um grande fã da aviação militar mas infelizmente minha ambriomiopia não me permitiu a carreira! Cel. Nery me permita uma curiosidade, o senhor que agora é “civil” regularmente pode fazer uma decolagem aguda assim?

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here