Home Aviação Comercial Vídeo: Embraer E195-E2 Water Spray Test

Vídeo: Embraer E195-E2 Water Spray Test

5111
6

O novo jato Embraer E195-E2 atingiu um grande marco ao completar uma série de testes de spray de água necessários para a certificação.

O E195-E2 passou por uma pista encharcada com os motores em diferentes velocidades.

Como esperado, não houve mau funcionamento no sistema de velocidade do ar do E-Jet da Embraer.

Os motores e a APU não ingeriam quantidades perigosas de água ou lama durante o taxiamento, decolagem e pouso. A certificação E195-E2 é esperada para 2019.

Com custo por viagem 20% menor e custo por assento similar ao de aviões maiores, o E195-E2 é o avião ideal tanto para o crescimento de empresas regionais quanto para a complementação de frota de empresas de baixo custo e linhas principais (mainline).

O avião terá uma economia de até 24% de consumo e 20% nos custos de manutenção por assento quando comparado ao E195 atual.

O E195-E2 tem três fileiras adicionais de assentos em comparação com o E195 atual, podendo ser configurado com 120 lugares em duas classes de serviço, ou até 146 assentos em classe única.

A aeronave também tem aumento significativo de alcance com relação ao modelo atual, de mais de 800 quilômetros adicionais (450 milhas náuticas), o que possibilitará viagens de até 4.500 quilômetros (2.450 milhas náuticas) de distância.
A primeira entrega do E195-E2 está prevista para a Azul Linhas Aéreas em 2019.

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rommelqe
Rommelqe
1 ano atrás

O modelo ideal para novas versões EW&C. Espetacular!
Agora, versoes militares seriam englobadas em qual das jv aventadas? Realmente esses acordos Embraer/Boeing tem que ser melhor esclarecidos, inclusive quanto a qual seria a forma de aporte de recursos destinados aos programas militares e oriundos das vendas civis.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Rommelqe
1 ano atrás

Um eventual E2EW&C teria o desenvolvimento da célula feita pelo JV e bancada pelo requisitante, ou seja, o GF.
Os sistemas, softwares e instalação seriam feitos pela Embraer Defesa, também bancada pelo GF.
O projeto pertenceria ao GF.

Rommelqe
Rommelqe
Reply to  Marcos10
1 ano atrás

Caro Marcos: voce entendo que ha possibilidade de comercializar um produto deste tipo no mercado mundial?

Marcos10
Marcos10
Reply to  Rommelqe
1 ano atrás

Não! Mercado extremamente restrito.

João Francisco
João Francisco
1 ano atrás

qUE BELO AVIÃO, QUE LINHAS SOBERBAS, PARABÉNS À eMBRAER!

Neliante Sursis
Neliante Sursis
1 ano atrás

Essa Boeing é realmente espetacular!!!