Home Aviação de Ataque Forças Aeroespaciais Russas vão receber caças Su-57 no cronograma

Forças Aeroespaciais Russas vão receber caças Su-57 no cronograma

12703
26
Sukhoi Su-57
Sukhoi Su-57

MOSCOU – Os testes dos caças de quinta geração Su-57 da Rússia continuam em regime normal, a aeronave será entregue às Forças Aeroespaciais russas dentro do cronograma, segundo o vice-ministro da Defesa da Rússia, Alexei Krivoruchko.

“A entrega de jatos de combate multifunção Su-57 às unidades de aviação das Forças Aeroespaciais da Rússia será realizada de acordo com o programa estatal de aquisição de armas até 2027”, disse ele.

O Su-57 (também conhecido como Prospective Airborne Complex da Frontline Aviation – PAK FA ou T-50) é um jato de combate multifunção de quinta geração da Rússia. Ele é projetado para destruir todos os tipos de alvos aéreos e terrestres e navais, monitorar o espaço aéreo a longas distâncias da base de desdobramento, destruir quartéis-generais, postos de comando e sistemas de controle do adversário.

O jato pode empregar uma ampla gama de armas guiadas e não guiadas, incluindo mísseis ar-ar de curto, médio e longo alcance, mísseis guiados ar-terra de várias famílias, bombas inteligentes de 250, 500 e 1.500 kg (a última de transporte externo).

A forma da aeronave, materiais e revestimento refletem e absorvem ondas de radar, bem como sistemas de guerra eletrônica, diminuem a assinatura do Su-57. A assinatura do radar é diminuída quando as armas são transportadas dentro da aeronave. As medidas enfraquecem o sinal e o desviam da fonte. Radares adversários não recebem informações sobre a localização e a velocidade da aeronave. A assinatura ótica baixa é fornecida pela pintura de camuflagem digital (pixel) do avião.

Um protótipo T-50 com motores de primeira fase (tipo 117) fez seu primeiro voo em janeiro de 2010. Dez aeronaves participaram dos testes de voo no âmbito do programa PAK FA. O T-50 com motores de segunda fase (tipo 30) fez o voo inaugural em dezembro de 2017.

Em fevereiro de 2018, dois T-50 foram testados na Síria, onde eles dispararam mísseis de cruzeiro operacionais-táticos.

FONTE: TASS

Subscribe
Notify of
guest
26 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Antoniokings
Antoniokings
1 ano atrás

Aos poucos, as coisas vão se acertando.
Em tempo: Belíssima aeronave.

Marcos10
Marcos10
1 ano atrás

Belíssimo avião.
Os russos tem se mostrado competentes ao longo de décadas. O que pesa contra a indústria russa é a incapacidade de manter um pós venda eficiente, vide o avião regional da Sukhoi.

Flanker
Flanker
1 ano atrás

Vocês juram que esse avião não tem problemas? Não apresentou nenhum percalço de desenvolvimento? Me engana que eu gosto! Claro que teve, tem e terá problemas, só que a Rússia, assim como a China e seu J-20, não divulgam os problemas, erros e defeitos. Só mostram alguma coisa quando dá certo. No quesito unicamente de beleza, acho os estabilizadores verticais muito pequenos, em desarmonia com o restante do airframe. Avião russo, no quesito exclusivamente de beleza, para mim, é a família SU-27/30/35. O SU-34 acho feio. E ainda, somente considerando beleza, acho o mais bonito de todos o Rafale. Gosto… Read more »

Overandout
Overandout
Reply to  Flanker
1 ano atrás

Ta brincando? Acho o SU-34 muito elegante! Parece um ornitorrinco kkkkk

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Flanker
1 ano atrás

Flanker, no quesito beleza, e apenas no quesito beleza, eu fico mais com os MiG-35. Na minha opinião, uma das aeronaves modernas mais belas à alçar vôo. Acho bonita toda a família do MiG-29, mas o ’35’ é o ápice. Mas também acho o Su-34 bonito, emora eu não curta muito as formas da família do Su-27 hehehehe

Washington Menezes
1 ano atrás

Flanker, sinceramente nenhum site diz que o desenvolvimento do SU 57 é perfeito, e o fato de o desenvolvimento ser discreto ou mesmo sem informações eu pessoalmente acho correto, afinal é uma informação que pode ser explorada pelos adversários, no caso dos EUA que desenvolvem o F35 falando aos quatro ventos quando cai um parafuso e vira um problema e uma questão governamental. O próprio F117 quando do se desenvolvimento foi extremamente escondido tipo 007 e ninguém fica criticando o segredo de sua produção ao contrario tem programas contando o desenvolvimento e as dificuldades na época de sua produção secreta.

Pedro Pinto
Pedro Pinto
Reply to  Washington Menezes
1 ano atrás

O problema é que qualquer coisa relativa ao F35 é “notícia”… Se um F35 não decola porque o piloto estava com a unha encravada, os tendenciosos e sensacionalistas divulgam ampla e imediatamente como um “problema da aeronave”. Por outro lado, vocês acreditam mesmo que o F35 é a “aeronave mais avançada” dos EUA? Vocês acreditam mesmo que todo esse rio de dinheiro de que tanto falam e criticam está sendo investido integralmente no desenvolvimento e “correção dos problemas” do F35? Acreditam mesmo que não há um “F235” ou coisa parecida sendo desenvolvido? De onde acham que vem os recursos para… Read more »

Tadeu Mendes
Reply to  Pedro Pinto
1 ano atrás

Pedro Pinto,

Só uma correção: o F-35 é a aeronave mais avançada do mundo.

O SU-57 é a mais bonita aeronave do mundo.

Requena
Requena
1 ano atrás

O bicho é bonito demais.
Aliás os 4 caças geração 5 são belíssimos.
F22, F35, J20 e SU57.

São como grandes felinos.
Belíssimos e extremamente mortais.

Que sonho seria ver QUALQUER UM deles na FAB.
Quem sabe em 2045…

Wagner
Wagner
Reply to  Requena
1 ano atrás

Está mais para 2145…

Rui chapéu
Rui chapéu
1 ano atrás

Quantos serão fabricados para a Rússia?

A marinha deles vai operar TB?

André
Reply to  Rui chapéu
1 ano atrás

Se minha memória não está muito ruim, aqui no aéreo publicou que o pedido era de incríveis 12 unidades. Será que eles conseguem entregar todas as 12 até 2027?

Alexandre Fontoura
Alexandre Fontoura
1 ano atrás

Pergunta: a qual “cronograma” os russos se referem? Esse cronograma já foi modificado “n” vezes, assim como a data das entregas também… Russices…

willhorv
willhorv
1 ano atrás

Dizem por aí, que uma força aérea é composta por vários vetores, ou pelo menos 2 diferentes….
Imaginem nossa FAB com todos os atuais esquadrões lotados com os Gripens…Fantástico né! Caça polivalente, multifuncional e coisa e tal.
Agora imaginem tudo isso com mais um esquadrão lotado em Anápolis com o T 50….kkkkkk.
Aí sim hein!!!!

Antunes 1980
Antunes 1980
1 ano atrás

Belíssimo caçador! Alguém saberia informar se o novo motor já está disponível, pois até onde eu sei, ainda não estavam totalmente operacionais.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
1 ano atrás

Esse não quebra trem de pouso, agora negócio é negócio, só que falta os fabricantes de material bélico serem ineptos para divulgar os pontos fracos dos seus produtos, menos torcida ai galera e mais imparcialidade.

RL
RL
1 ano atrás

Não consigo gostar desse avião. Eu o vejo como um eterno protótipo. Posso estar eternamente enganado. Más é só minha opinião.

Bispo
Bispo
1 ano atrás

Belo avião.
Sites russos dizem que ..talvez.. enviarão SU-57 e MiG-31BM a Síria para fazer companhia aos S-300.
O motor Tipo 30 ainda esta em desenvolvimento…creio que só por 2020 entra em operação.

OFF Topic …

se o S-300PM pode(dizem os russos) localizar e travar alvos com superfície reflexiva até 0,01 … e de lado o F-35 nunca terá esse parâmetro… que o piloto se benza antes de arriscar…rs

Flanker
Flanker
Reply to  Bispo
1 ano atrás

Qual RCS do F-35 “de lado”?? Você sabe? Seção Reta Radar frontal do F-35 é tida, em várias publicações, como sendo de 0,0013m².
Se os russos dizem que essa versão do S-300 pode travar alvos de RCS 0,01, eles por acaso dizem em qual distância ele consegue isso??

Bispo
Bispo
Reply to  Flanker
1 ano atrás

Vou tentar descobrir em que distância. Penso que, pela dimensão do território Sírio, já haver N baterias russas e seus radares(incluindo claro o S-400) quase certo que os russos podem “fechar” grande parte do território com radares para “todos os gostos do espectro”..

Flanker
Flanker
Reply to  Bispo
1 ano atrás

Eu, particularmente, não acredito nisso. Os radres do S-300 e S-400 podem adquirir e travar em um F-35? Talvez, bem talvez! Mesmo assim, acredito que a distância em que consigam isso já seja perto, e arriscado, demais para a sobrevivência da bateria de S-300/400.
Acredito que esse confronto (F-35 x S-300/400) vai acontecer, mais cedo ou mais tarde. É questão de tempo. Aí vamos ver quem leva a melhor. E quando houver o primeiro confronto, acredito que não será o único. Outros mais acontecerão.

Beto Santos
Beto Santos
1 ano atrás

Não vou nem comentar sobre a aeronave e os outros comentários dos colegas pois só vou dizer uma coisa adoraria ver os Gripen da FAB com esta codificação (camuflagem) de cores digitalizadas e não este padrão de hoje camuflado de verde, não somos o exército e muito menos voamos com os caças entre as árvores pra usar esta camuflagem.

Flanker
Flanker
Reply to  Beto Santos
1 ano atrás

Essa questão da camuflagem das aeronaves da FAB já doi mais que discutida por aqui pela Trilogia. A atual camuflgem verde/cinza já se mostrou efetiva. Foi fruto de estudo por parte do Comaer para se chegar a esse padrão. Os Gripen vão manter o mesmo padrão? Pode ser que sim, pode ser que não. Teremos que aguardar.

Dr.Telêmaco
Dr.Telêmaco
1 ano atrás

E tinha sido “cancelado” né? kkkkkk

Heyarth
Heyarth
1 ano atrás

Qual cronograma? Eu lembro que no início do projeto a previsão era entregar os motores já em 2014 e começar as entregas pra Força aérea russa em 2015. O pessoal que gosta da Russia dizia que estava tudo uma mil maravilhas e que o Brasil tinha perdido uma grande oportunidade, que o Gripen NG era um lixo pq só iria voar em 2019 e com o PAK-FA já estaríamos voando em 2016. Acredito que se bobiar o NG fica pronto antes dos T-50. É amigos, o “tempo”, o senhor da razão…rsrs

Walfrido Strobel
Walfrido Strobel
Reply to  Heyarth
1 ano atrás

Eles tem 10 Su-57 voando na certificalão e testes e o Gripen tem um novo e um antigo modernizado para certificar componentes.