Home Aviação de Caça Documentário ‘Spitfire’

Documentário ‘Spitfire’

5971
87

Eles dizem que ele era lindo. Um sonho. Mas apesar de toda sua boa aparência, ele também era um assassino.

SPITFIRE é um conto épico e abrangente de determinação, visão e coragem. É a história de um avião que foi forjado em competição, moldado com a chegada das nuvens da guerra, e refinado no calor branco do combate – que se tornou o mais famoso avião de combate já feito.

Creditado com a mudança de curso da história do mundo, esta é a história do Spitfire – contada nas palavras dos últimos veteranos de combate sobreviventes.

Com impressionantes imagens aéreas do melhor fotógrafo de aviação do mundo, o filme também contém imagens raras, remasterizadas digitalmente, dos tumultuosos dias da década de 1940, quando seu poder nos céus era incomparável.

SPITFIRE também explora como este avião extraordinário voa ainda hoje e como se tornou um ícone internacional.

Subscribe
Notify of
guest
87 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fabiano
Fabiano
1 ano atrás

Eu assisti esse sábado! É sensacional! O orgulho que esse povo tem desse avião é algo! A gente que é meramente amante da aviação ja se emociona com ele, imagina os caras inglêses!

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Fabiano
1 ano atrás

Opa opa opa… peraí!? Isso está passando em cinemas aqui no Brasil?!

ivo
ivo
Reply to  Leandro Costa
1 ano atrás

leandro, tem esse documentário na netflix.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  ivo
1 ano atrás

Obrigado, ivo! Hora de roubar a conta da Netflix da mulher! Hehehehehe

Cláudio Severino da Silva
Cláudio Severino da Silva
Reply to  ivo
1 ano atrás

Prezado Ivo
Não consegui acessar este filme, mas descobri outro, onde Guy Martin, personalidade da TV britânica e ousado corredor, ajuda a restaurar um Spitfire Mk I, abatido na WW2 e conta a história do seu piloto. O Spit Mk I tinha combustível para apenas uma hora de voo e munição para apenas 14 segundos de fogo.
https://www.netflix.com/watch/80228130?trackId=251158995&tctx=0%2C13%2C8819a6f9-43d7-4bc6-b01a-ddbee8111388-8093243%2C403c9544-5f69-4b4e-a05b-59516cd3d420_6976648X28X4006X1538613393944%2C403c9544-5f69-4b4e-a05b-59516cd3d420_ROOT

Marcos
Reply to  Fabiano
1 ano atrás

Eu também assisti no final de semana e endosso as palavras do Fabiano. O documentário é muito bom, contendo diversas narrativas daqueles que voaram esse avião, além de imagens da Segunda Guerra e também atuais.
Uma pena que dois dos veteranos que aparecem no documentário, faleceram esse ano.

Guizmo
Guizmo
Reply to  Fabiano
1 ano atrás

Onde vc viu? no cinema eu não achei nada…..

Marcos
Reply to  Guizmo
1 ano atrás

Eu moro no Canadá, e aqui já tem o Blu-ray pra vender.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Marcos
1 ano atrás

Pode avisar ao pessoal de Alberta que logo logo estou chegando hehehehe

Clésio Luiz
Clésio Luiz
1 ano atrás

Eu ainda prefiro o Me-109 🙂

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Clésio Luiz
1 ano atrás

Bah! Também vou ser do contra! Prefiro o Seafire 😛

Alfredo Araujo
Alfredo Araujo
Reply to  Clésio Luiz
1 ano atrás

Somos 2.
Não sei pq… mas as aves alemãs me fascinam, como outras não conseguem fazer.
Bf-109, Bf-110 e Fw-190… são os que mais me chamam atenção

Paulo Silva
Reply to  Alfredo Araujo
1 ano atrás

Eu já prefiro o Spifire!Este acabou com todos eles!Mas sem dúvida, os alemães sabiam projetar caças!!

Jean Carlos
Jean Carlos
Reply to  Alfredo Araujo
1 ano atrás

eu sou apaixonado pelo P-40 Warhawk (sim eu sei que ele é bem inferior a todos aviões acima citados).

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Jean Carlos
1 ano atrás

Não é tão inferior à todos os acima não. Depende muito da versão/ano em que estava em combate. Ele se deu muito bem no Norte da África e Mediterrâneo.

Luiz
Luiz
Reply to  Jean Carlos
1 ano atrás

Com pilotos experientes e táticas adequadas, eles se saíram muito bem na China ( Tigres Voadores) combatendo os japoneses que tinham, na ocasião, aviões tecnicamente muito superiores, como os ágeis Zeros.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Luiz
1 ano atrás

Luiz, eu concordo sobre as táticas adequadas. Mas um pequeno detalhe que virou meio que lenda, é que os Tigres Voadores nunca enfrentaram os Zero. Eles enfrentavam os aviões do Exército Imperial, que até acreditavam ser Zeros, mas que na verdade eram inicialmente os velhos Ki-27 e posteriormente os Ki-43. Mesmo assim aeronaves mais ágeis, mas com armamento mais leve (dependendo da versão do Ki-43), mas com pilotos experientes e bem treinados.

Bequer
Bequer
Reply to  Jean Carlos
1 ano atrás

O MUSAL tem um exemplar em bom estado.

Andre Bitencourt
Andre Bitencourt
Reply to  Clésio Luiz
1 ano atrás

Idem!

Groo_SP
Reply to  Clésio Luiz
1 ano atrás

Blasfêmia!

Eduardo von Tongel
Eduardo von Tongel
Reply to  Clésio Luiz
1 ano atrás

Só eu que gosto do P-51 Mustang e do F-41 Corsair?

Ozawa
Ozawa
1 ano atrás

“(…) que se tornou o mais famoso avião de combate já feito.”

Essa afirmação é praticamente uma declaração de guerra no mundo warbird. Para alguns chega a ser uma frase que permanecerá na infâmia.

O Mustang e o Messerschmitt estão levantando vôo em todas as mentes entusiastas para um embate épico nessa guerra de opiniões, e o Zero e o Hellcat também já decolam a partir do imenso mar do esquecimento de seus nomes.

Não me atrevo a declarar, de plano, um vencedor . . .

Clésio Luiz
Clésio Luiz
Reply to  Ozawa
1 ano atrás

De fato Ozawa. Claro que o “Spit” é famoso no Reino Unido, mas e no resto do mundo? Será que, por exemplo, o cidadão comum americano, conhece a silhueta do Supermarine, do mesmo jeito que conhece a do Mustang, por exemplo? E no Japão, será que ele é mais conhecido que o Zero? Provavelmente não.

Outra frase que também tem o efeito de provocar brigas em bares e desfazer amizades, é “qual foi o melhor caça da 2ª Guerra?”. Já posso até ouvir a gritaria, não importa a resposta.

Ozawa
Ozawa
Reply to  Clésio Luiz
1 ano atrás

Exatamente por isso, caro Clésio, permaneço suissamente neutro . . .

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Clésio Luiz
1 ano atrás

A resposta é óbvia: Foi o P-43 Lancer!!!!!!!!!!!

Claro que estou brincando. Eu não consigo simplesmente apontar uma aeronave. Todas tiveram seu papel. E sinceramente é difícil eu não ficar com olhos brilhando sempre que vejo um deles, qualquer que seja, de qualquer nação que seja. Claro que por motivos óbvios e um tanto parciais, eu vou ter sempre um cantinho especial para o P-47 dentro do meu coração, mas gosto de todos eles.

Defensor da Liberdade
Defensor da Liberdade
1 ano atrás

Um FW-190 e esse Spitfire corre chorando.

Guizmo
Guizmo
Reply to  Defensor da Liberdade
1 ano atrás

Não foi bem isso que aconteceu há 70 anos….

Delfim
Delfim
Reply to  Guizmo
1 ano atrás

Depende. Os FW-190 eram superiores aos Spit Mk.V e só qdo saiu o Mk.IX que a balança equilibrou.

Defensor da Liberdade
Defensor da Liberdade
Reply to  Guizmo
1 ano atrás

Quando o FW-190 apareceu em 41 a balança pendeu para o lado alemão, os ingleses só vieram contrabalancear 1 ano depois, em 42.

cbamaral
cbamaral
1 ano atrás

Ainda prefiro o Fw-109A5 e o F2 americano, no war thunder eles destroçam geral, mas os aviões ingleses também são lindos

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  cbamaral
1 ano atrás

F2? Está falando do Brewster Buffalo? Ai ai ai…. Enfim… os Finlandeses os colocaram em bom uso. Mas a dica que eu dou é, por favor, não use o WarThunder para basear seus comentários aqui. Por favor, não faça isso consigo mesmo. O Buffalo apanhou dos Japoneses em Midway e chegou à ser utilizado por unidades da Commonwealth e, salvo engano, Holandeses Livres no CBI, mas também não vingou. Mas os Finlandeses os usaram muito bem contra os soviéticos. Também se a memória me serve, a versão dos Finlandeses não tinha uma série de equipamentos que as aeronaves da USN/USMC… Read more »

cbamaral
cbamaral
Reply to  Leandro Costa
1 ano atrás

E o que tem haver eu achar o fw-109 e F2A-3 mais bonitos que o spitfire e jogar eles no jogo com isso tudo ? Não falei que eles são melhores que o Spitifire, nem das condições deles na vida real, e muito menos usei o war thunder como critério pra nada, falei apenas que os acho bonitos e os jogadores de war thunder os usam muito, alias até no jogo o F-2A-3 é um avião inicial.

Eu queria mesmo era ver um Duelo de Spitifire vs FW-109D-9 o famoso Dora 9, deveria ser incrível.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  cbamaral
1 ano atrás

Desculpe se confundi suas comparações entre beleza e/ou efetividade. Eu me mordo todo quando alguém cita aviões e WarThunder hehehehe. Não seria a primeira vez que um garoto novo gosta de um jogo arcadão e confunde aquilo com a realidade. Nesse caso me desculpe, sinceramente.

É que o WarThunder é podrasso em relação à aeronaves. O nível de dificuldade que eles chamam de ‘simulador’ é quase um insulto heheheheh 😛

Cbamaral
Cbamaral
Reply to  Leandro Costa
1 ano atrás

Leandro Costa 2 de outubro de 2018 at 15:16

Tranquilo, até porque usar world war tanks, war thunder, como critério é foda, no war thunder a empresa desenvolvedora Nerfa (diminui) a capacidade dos veículos alemães e upa dos Russos, fora que acontecem coisas incríveis como manobras 15G negativo sem o piloto desmaiar.

No world of tanks desisti, tenho o tiger II, custou o olho da cara e horas de jogo, chega na hora levo tiro de M4 Sherman e vaza a blindagem no jogo de fora a fora.

Mas de qualquer jeito é um ótimo passa tempo.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Leandro Costa
1 ano atrás

Eu estou sem máquina de jogo tem um tempo, mas joguei o War Thunder de blindados e também o World of Tanks e o World of Warships desde que eram betas. Hoje em dia jogo esses dois últimos em suas versões para celular, e apesar de o World of Warships para celular não ser tão bem implementado quanto o de blindados, ainda é um pouco divertido. É mata mata sem ter que pensar muito mesmo, mas diverte e passa o tempo. Tem mesmo umas bizarrices doidas mesmo hehehehe Eu tive um simulador de blindados que era bem legal, mais próximo… Read more »

Tiozão do Del Rey
Tiozão do Del Rey
Reply to  cbamaral
1 ano atrás

Procure Il-2 Sturmovick 1946, apesar do nome il-2 vc pode voar uma variada gama de aviões da segunda guerra e alguns projetos pós também. É antigo porém ainda diverte e o nível de simulação é muito bom.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Tiozão do Del Rey
1 ano atrás

É o que eu voava. Não sei se continua assim, mas existia uma equipe que foi autorizada oficialmente à dar continuidade à série, postando atualizações e deixando o simulador ainda relevante apesar da idade. Daidalus Team, se não me engano. Lançavam patches gratuitos com ajustes, melhorias gráficas e novas aeronaves com uma certa regularidade. Espero que continuem à fazer isso pois faziam um ótimo trabalho.

carvalho2008
carvalho2008
1 ano atrás

Mas o Spitfire realmente até a metade da guerra, era o simbolo da liberdade…..

imagine voce….a imagem era dramatica…..um braço de mar entre voce e o adversario, como falanges, aos montes, acenando a voce a invasão iminente….e voce encolhido a sua ultima fortaleza, com bravura e resistencia, disposto ate o ultimo homem….nas ruas, castelos ou nos campos, a resistir e jamais entregar o ultimo pais da europa ao julgo nazista…..e entre a sua praia e a praia dominada francesa, haviam apenas os cavaleiros dos ares, assinalando a sorte lançada…a derrocada ou virada do jogo a qualquer segundo….

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  carvalho2008
1 ano atrás

Eu concordo, Carvalho.

Mas não deixa de ser interessante o fato de que o Spit ganhou a fama, mas quem carregou o piano durante a Batalha da Inglaterra foi o Hurricane. Acho ambos lindos, mas o Spit é sensacional.

Ivan
Ivan
Reply to  Leandro Costa
1 ano atrás

Spitfire & Hurricane.
.
Um clássico High and Low Mix.
Depois os amigos questionam porque eu defendo sob fogo cerrado o conceito HiLoMix.
😉
Forte abraço,
Ivan, o Antigo.

Ivan
Ivan
Reply to  Ivan
1 ano atrás

Em tempo. . Entre 22 de junho de 1940 – Armistício Franco-Alemão… ou simplesmente rendição da França – e 22 de junho de 1941 – início da Operação Barbarossa – os ingleses lutaram sozinhos contra o eixo, enfrentando-os sobre os céus do Reino Unido, na África do Norte, no Mediterrâneo, nos Bálcãs, na Noruega, contando apenas com seus Hawker Hurricane & Supermarine Spitfire, com menção honrosa aos Curtiss P-40 Tomahawks nos desertos da África. . O Spitfire era o ícone daquelas batalhas, mas o Hurricane – barato e bem armado – fez um enorme estrago na parte da Luftwaffe que… Read more »

Theo Gatos
Theo Gatos
Reply to  Ivan
1 ano atrás

Desculpe Ivan, apesar de concordar com 99% do seu comentário, não posso deixar de discordar quando você diz que os ingleses lutaram sozinhos… Podem ter sido a única grande nação na época, mas sangue te muitos povos jorraram contra o eixo… Inclusive no citado por você Mediterrâneo onde inclusive 10% de toda população da Grécia morreu em decorrência do conflito, um número maior tanto em números absolutos quando relativos do que os ingleses (meus avós vieram de lá fugindo do rastro de destruição deixado). Essas mortes ocorreram nas batalhas que resultaram na primeira derrota que o Eixo sofreu na guerra… Read more »

Rafinha
Rafinha
1 ano atrás

Sou apaixonado pelo Dora 9 alemão!

Daniel
Daniel
1 ano atrás

P51-Mustang era o melhor…

Mario Heredia
Mario Heredia
Reply to  Daniel
1 ano atrás

O P51 Mustang foi magnifico, mas ele só entrou em ação na parte final da guerra. Já o Spitfire participou de todo o conflito, e garantiu que o Canal da Macha se tornasse o maior cemitério de aviões alemães da história.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
Reply to  Mario Heredia
1 ano atrás

Nope. Isso foi no teatro soviético. A escala dos combates lá foi maior que no resto da Europa.

Paulo Silva
1 ano atrás

Comparando com os aviões já citados por você, no meu entender, o Spitfire foi o principal caça Inglês, que deixou os alemães derrotados na batalha da aérea mais importante para os ingleses!!Tanto que no filme,(não sei se foi verdade) os pilotos alemães chegam a solicitar um esquadrão de Spitfire!!Mas como caça nde segunda guerra, tenho outra preferência:Mustangue!Este foi o caça da 2 guerra Mundial que ajudou, com sua autonomia, a proteger os bombardeiros B17, dando uma vitoria aos aliados!!

Abs

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Paulo Silva
1 ano atrás

Os alemães usaram a tática errada, na batalha da Inglaterra. Por isso a derrota e a glorificação do caça inglês.Na guerra a primeira vítima é a verdade,não sei porque com tantas armas os alemães queriam um Spitfire?Eles deveriam de querer linhas de abastecimento,pois quando a Wehrmacht tava abastecida, botava o terror.Depois outra coisa errada, a invasão da URSS botou tudo a perder,e glorificou o T-34,tudo por táticas erradas.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Renato de Mello Machado
1 ano atrás

Eu não diria que, inicialmente, as táticas alemãs durante a Batalha da Inglaterra estavam erradas. Eu diria que a estratégia alemã e, consequentemente a construção da Luftwaffe, foi o grande erro. Esse erro talvez não tivesse sido cometido caso o General Walter Wever não tivesse falecido em 1936 em um acidente. Tivemos a sorte desse cara não ter continuado seu serviço. Mas é importante ilustrar que as táticas alemãs mudaram ao longo da Batalha da Inglaterra, apesar das reclamações dos pilotos de caça, que passaram agora à ficar atrelados aos bombardeiros. Essa mesma tática errada foi utilizada pela 8th USAAF… Read more »

RENATO DE MELLO MACHADO
RENATO DE MELLO MACHADO
Reply to  Leandro Costa
1 ano atrás

Sim aconteceu,não duvido o papo do pedido de um esquadrão, de Spits. A Alemanha teve um sucesso, inicial e depois ficou dando murro em ponta de faca.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
Reply to  Paulo Silva
1 ano atrás

O grosso do abate de aeronaves alemães, inclusive caças, foi feito pelo Hurricane. Mas como sempre, o rostinho bonito do Spit foi quem ficou com a glória.

Ivan
Ivan
Reply to  Clésio Luiz
1 ano atrás

Clésio,
High & Low Mix.
Vou repetir eternamente.
😉
Forte abraço,
Ivan, o Antigo.

Diplomata92
Diplomata92
1 ano atrás

Tem uma foto lendária.um spitfire desviando uma v1 com a ponta da asa!
Meu favoritos da segunda guerra são :Sptifire,hawker tempest! Do tio sam sou mais o f6f hellcat p-51,p-38 Logico O p47 thunderbolt só ! kkkkk

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Diplomata92
1 ano atrás

Os Typhoon, Tempest e Sea Furies eram… ou são…. digamos que… ‘altamente estimulantes’ heheheheh <3

VICTOR CAIO FERNANDES BORGES
VICTOR CAIO FERNANDES BORGES
1 ano atrás

Sou mais o 109… Mas o Spitfire é um grande avião!

Marcelo Machado
1 ano atrás

A questão do Spitfire, além do motor Merlin e do design inovador, é uma questão mística. Poucas centenas de caças receberam a responsabilidade de defender uma nação, e foram triunfantes num momento histórico de seguidas derrotas, e quando os alemães pareciam absolutamente invencíveis. A mistica, somada à qualidade da máquina, dá ao spitfire uma história incomparável. Coisa que o zero perdeu quando foi aniquilado pelo Hellcat. Coisa que o Hellcat não tinha porque surgiu no momento de total superioriedade americana. E coisa que o Mustang nunca terá, empregado como caça de escolta em bombardeios, em missão claramente ofensiva. O Me… Read more »

Augusto L
Augusto L
1 ano atrás

Qualquer estratégia que os alemães adotassem iria os fazer-los perder. O resto é mito. Nunca conseguiram destruir a RAF, nunca conseguiram fazer uma campanha de bombardeio estratégico eficaz, se voltaram para destruir Londres mas isso nunca abalou o moral britânico. Só pra terem uma ideia na batalha da Grã Bretanha a economia britânica já estava em 100% voltada para a guerra, a produção de aviões já era maior que a da Alemanha que ainda não tinha se tornado ainda uma economia de guerra. O problema da Alemanha era esse não queria e não podia ter uma guerra longa com o… Read more »

Rafael_PP
Rafael_PP
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

Augusto L, ouso dizer que a Alemanha já estava há muito tempo em uma economia de guerra. O orçamento militar durante a década de 30 foi sempre a prioridade, o que levou ao esvaziamento dos recursos de outras áreas importantíssimas, como infraestrutura – principalmente ferrovias – e construção civil. O que pode se alegar é que a organização era um pouco mambembe, no entanto, a famosa declaração de guerra geral dos nazistas, significou a centralização econômica no super-ministério de Speer e o racionamento completo no país, que fez os ‘invernos de nabo’ parecerem uma época de bonança para a população… Read more »

Augusto L
Augusto L
Reply to  Rafael_PP
1 ano atrás

Rafael a Alemanha se preparou para guerra, pra não acontecer o que aconteceu na IGM mas na época da batalha da Grã Bretanha não estavam 100% voltado para guerra.
A Grã Bretanha/RU estava.
A produção semanal de aeronaves britânica na época era superior a germânica.

Rafael_PP
Rafael_PP
Reply to  Augusto L
1 ano atrás

Augusto, percebo que temos percepções diferentes sobre o mesmo fato, o que gera interpretações dissonantes. Meu ponto é que a economia alemã estava sim voltada à guerra, há muito tempo. Ocorre que, ela possuía limitações inerentes à quase duas décadas de empobrecimento contínuo. Pode parecer loucura, mas a Alemanha ainda era um país com população agrária naquela época! As limitações de produção alemãs se davam pelas limitações de insumo e de capital. Devemos lembrar que o objetivo da expansão ao Leste era alcançar em recursos naturais e humanos o Império Britânico e os EUA, de forma a competir igualmente no… Read more »

Augusto L
Augusto L
1 ano atrás

Outros também esquecidos que eram ótimos aviões.
Eram os Tempest e Typhoon.
Mas meu favoritos são os Spits pela sua história e o que representava e os P-47 thunderbolt esse último nem preciso falar o porquê.

Ivan
Ivan
1 ano atrás

Setembro de 1939. Invasão da Polônia pelas forças nazistas. Reino Unido e a França ordenam uma retirada imediata da Alemanha e, não sendo atendidos, declaram guerra. Oficialmente começa a Segunda Guerra Mundial. . Setembro de 1945. A Rendição do Japão é assinada a bordo do encouraçado norte-americano USS Missouri, na Baía de Tóquio. Oficialmente é o final da Segunda Guerra Mundial. . São 6 (seis) anos de guerra mundial, sem contar os anos anteriores de esforço pré-guerra, em que TODOS os países do mundo se esforçaram ao máximo para produzir armas superiores. . Com o Poder Aéreo elevado ao ápice… Read more »

Delfim
Delfim
1 ano atrás

“Spitfire” não foi um nome que Reginald Mitchell aprovou. Significa mulher temperamental, barraqueira.
.
Os Spit, assim como o Me-109, sofriam com o trem de pouso estreito.
.
Custava 50% a mais que o Hurricane em 1941.
.
O Mustang não passava de um Spitfire diferenciado. O motor era o mesmo.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Delfim
1 ano atrás

Discordo totalmente, Delfim. O Hurricane tinha o mesmo motor e mesmo armamento que os Spits e não era nem de longe o mesmo avião. Ao mesmo tempo, Mustang e Spitfires, apesar de utilizarem o mesmo motor, eram completamente diferentes, assim como diversas outras aeronaves da mesma época que utilizavam mesma motorização e devido à características de projeto eram bem diferentes. Se há alguma semelhança que não seja o motor entre Spitfires e Mustangs, é a ‘mão inglesa’ em seus desenvolvimentos. No caso do Mustang por ter sido um pedido inglês para uma aeronave semelhante, porém melhor que o P-40, na… Read more »

Delfim
Delfim
Reply to  Leandro Costa
1 ano atrás

Como eu coloquei, eram “diferenciados”. Ademais, os Spits receberam motores Grifon que o P-51 não recebeu.
.
Aí entra uma questão interessante : as asas elípticas tornaram-se marca registrada para a RAF, pois também foram impostas nos Tempest. Os P-51 receberam asas laminares.
.
Os motores Merlin/Packard também foram usados nos P-40F/L, mas a melhora foi marginal. O antigo projeto da Curtiss não tinha como atingir o nível dos Spits e P-51 apenas com motores similares.

Delfim
Delfim
1 ano atrás

Eu achei no Netflix foi um documentário de reconstrução de um Spitfire.

JT8D
JT8D
1 ano atrás

O Spitfire é uma lenda, um clássico, pela máquina que era e pela história que construiu. Mas, como engenheiro, me impressiona a tecnologia aeronáutica alemã, e meu caça preferido é o Fw 190D-9. Não é a toa que Kurt Tank foi considerado um gênio. O canopy do Fw 190 era lindo e incrivelmente moderno para a época. Como a Alemanha já estava em grande desvantagem quando o D-9 se tornou operacional, não teve oportunidade de provar suas qualidades. O mesmo aconteceu com outro caça fantástico, o Me 262 com suas surpreendentes (para a época) asas enflechadas

Defensor da Liberdade
Defensor da Liberdade
Reply to  JT8D
1 ano atrás

Outra máquina que seria carniceira se posta em combate em larga escala era o Ta-152, representava toda a evolução e aprendizado dos alemães com a aviação de caça. Porém chegou já aos 45 do segundo tempo e pouco fez. O jato Ta-183 também teria provocado muito estrago se tivesse sido completado à tempo. Aqueles mísseis guiados por fio seriam um pé no saco dos bombardeiros aliados.

LucianoSR71
LucianoSR71
1 ano atrás

Sobre os 2 heróis da Batalha da Inglaterra, gostaria de colocar alguns pontos interessantes. O Hawker Hurricane poderia ser considerado uma versão monoplano do biplano Hawker Fury c/ várias melhorias. Isso lhe deu vantagens e desvantagens: poderia ser produzido mais rapidamente ( haviam mais deles que Spitfires ) e por menor custo, até por que sua fuselagem tinha partes recobertas por tela ( o que acabou facilitando a manutenção no auge da batalha ), por exemplo, mas seu desempenho deixava um pouco a desejar se comparado aos novos caças. Outros pontos que o favoreciam era sua robustez e a bitola… Read more »

LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  LucianoSR71
1 ano atrás

Correção: …seus caças tinham ‘pernas curtas’…

Delfim
Delfim
Reply to  LucianoSR71
1 ano atrás

Assim como o próprio Spitfire.

LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  Delfim
1 ano atrás

Sim, mas quem precisava de maior alcance dos seus caças nessa batalha era a Luftwaffe, a RAF lutava p/ defender seu território, estava em casa.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  LucianoSR71
1 ano atrás

Concordo 1000% sobre a Luftwaffe. Se Wever não tivesse morrido em 1936, a Luftwaffe poderia ter tido pernas longas. E isso seria um desastre para o Mundo. Por sorte, quando ele faleceu, as cabeças que assumiram a Luftwaffe à atribuíram o papel tático de apoio ao Heer.

LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  Leandro Costa
1 ano atrás

O problema é que os alemães acreditavam que c/ a Blitzkrieg eles seriam imbatíveis, as guerras não seriam mais longas como antigamente, tanto que vários desenvolvimentos de novas armas ficou relegado p/ um 2º plano, inicialmente.

carvalho2008
carvalho2008
1 ano atrás

A classica frase:

“Nunca antes no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos”

Joaquim silveira
Joaquim silveira
1 ano atrás

Motivo da minha paixão por caças..
Spitfire , Hurricane, me-110,Zero
Com uma preferência ao Spitfire.

Saudações a todos.

fernando
1 ano atrás

Delfin na netflix só tem o documentrio sobre a recontrução de um Spitfire

Delfim
Delfim
Reply to  fernando
1 ano atrás

Pois é onde acho este filme ?

Rinaldo Nery
Rinaldo Nery
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

No Netflix há um excelente documentário sobre a restauração de um, onde partes foram fabricadas utilizando as plantas originais da época! Inclusive as hélices foram fabricadas.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Rinaldo Nery
1 ano atrás

Coronel, isso me lembrou do Messerchmitt Project. Se não me engano, esse é o nome. No qual alguns Me-262 foram fabricados com ajuda dos planos originais. A única diferença sendo os motores, e o fato de que alguns deles eram biplaces que eram conversíveis para monoplaces. Também é algo fantástico. Eu vou assistir esse documentário do Spit, mas ainda não tive tempo desde que eu descobri que ele existia na madrugada de ontem hehehehe. Galante, o motor é mesmo parte complexa. Mas no MUSAL há um Merlin, inclusive seccionado (pelo menos acho que ele está seccionado), que não sei se… Read more »

Delfim
Delfim
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Galante.
A fuselagem talvez, mas os motores RR Merlin ou Griffon, creio que não.
Mas eu sempre achei que a Embraer poderia vender versões desmilitarizadas do Tucano para clientes abastados, aliviados em peso e arrasto de componentes militares.

Clésio Luiz
Clésio Luiz
Reply to  Alexandre Galante
1 ano atrás

Existe a diferença entre as plantas de uma aeronave, e a execução na sua fabricação. Muitas vezes o chão de fábrica tem que lidar com certos detalhes de projeto e essa informação não é documentada, sendo passada boca a boca entre dos funcionários. Quando esses se aposentam ou morrem, o conhecimento vai com eles e pode-se perder muito tempo e dinheiro fazendo esses ajustes na linha de produção. Um caso clássico aqui no Brasil foi o reinício da fabricação do VW Sedan, ou Fusca. Tiveram que chamar muitos funcionários aposentados como consultores, pois simplesmente ter os desenhos e documentação não… Read more »

Delfim
Delfim
1 ano atrás

Na verdade Hitler não esperava que França e UK tomassem as dores da Polônia. O Objetivo dele, sempre, era erradicar a URSS, aquele “antro de judeus comunas”.

Soldat
Soldat
1 ano atrás

Die Deutschen waren die Besten……..

Soldat
Soldat
1 ano atrás

Um viva ao grande piloto Alemão caçador de Inglês e Âmis…. Martin Drewes

Segue link para documentário da globo news…:

https://www.youtube.com/watch?v=TKPeGtqw9Qk